Views
4 years ago

O “eu - Fazendo Gênero - UFSC

O “eu - Fazendo Gênero - UFSC

O “eu - Fazendo Gênero -

Gênero, memória e narrativas – ST 41 Jurema Chagas UFSC Palavras-Chaves: sujeito, narrativa, blogs Blogs e a Nova Narrativa Biográfica 1 - O “eu” como texto: um percurso A simples menção da palavra “biográfico”, nos remete, de imediato, a um universo de gêneros discursivos consagrados que tratam de apreender a qualidade evanescente da vida, opondo a repetição abrumadora dos dias, os desfalecimentos da memória ao registro minucioso dos acontecimentos, o relato das viscissitudes ou a anotação fulgurante da vida, capaz de iluminar o momento e a totalidade. Biografias, autobiografias, confissões, memórias, diários íntimos, correspondências dão conta dessa ânsia de deixar mostras, rastros, inscrições dando ênfase à singularidade e, ao mesmo tempo, à busca de transcendência. Porém, na trama da cultura contemporânea, outras formas aparecem disputando o mesmo espaço de registros: entrevistas, conversações, perfis, fotografias, anotações, testemunhos, histórias de vida, relatos de auto-ajuda, talk-shows, reality shows, e, mais recentemente, agendas e blog 1 , aparecem no horizonte midiático e das narrativas de si, na lógica informativa do “isto aconteceu”, aplicável a todo registro de feitos da vida e, conseqüentemente da própria experiência. Neste trabalho, nos deteremos especialmente à forma narrativa do “eu” proporcionada por esse novo suporte tecnológico que é a Internet, o blog. Em 1994, quando a Internet recém começava a ganhar corpo, um grupo de usuários iniciava na rede um ritual que passou a ficar cada vez mais freqüente: criar uma homepage pessoal e nela depositar diariamente o diário íntimo on-line. Antes reduzido a pioneiros como Justin Hall e J. C. Silvério 2 , dentre outros poucos americanos, o ritual solitário desde então vem se estendendo e ganhando adeptos em todo o mundo. Atualmente 3 , segundo o site www.technorati.com são mais de 27.2 milhões de blogs do mundo todo. Entretanto, outros sites como o da jornalista americana Michelle Malkin, http://michellemalkin.com/archives/001793.htm dizem que é difícil quantificá-los porque hoje existem muitos blogs com fins comerciais, 1

baixar edição completa - Centro de Ciências Jurídicas - UFSC
MEMÓRIA E ORALIDADE: - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
A SOLIDÃO E O GRITO DO ESCREVER - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero 10 - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero 10 - UFSC
Giorgia de M. Domingues - Fazendo Gênero 10 - UFSC
deslocamentos e conflitos - Fazendo Gênero 10 - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero 10 - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
Escrevendo a história no feminino - Fazendo Gênero - UFSC
Corpo, Violência e Poder - Fazendo Gênero - UFSC
Corpo, Violência e Poder - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
Construindo uma nova masculinidade: - Fazendo Gênero 10 - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero 10 - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
as mulheres na escrita de roberto arlt - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC