Views
4 years ago

Gênero, Ciência e Tecnologia. ST 22 Isabel ... - Fazendo Gênero

Gênero, Ciência e Tecnologia. ST 22 Isabel ... - Fazendo Gênero

Gênero, Ciência e Tecnologia. ST 22 Isabel ... - Fazendo

Gênero, Ciência e Tecnologia. ST 22 Isabel Georges IRD (Institut de recherche pour le développement) Pesquisadora visitante FFLCH/USP Palavras-chave: Qualificação, Trabalho De Mulheres, Mobilidade Social AS RELAÇÕES COM OS SABERES: O CASO DAS ENGENHEIRAS E DAS TELE- ATENDENTES Essa análise pretende comparar as relações aos saberes (formais e informais) de mulheres em duas ocupações contrastadas: o caso das engenheiras, numa profissão prestigiosa tradicionalmente masculina, recentemente aberta aos mulheres, e necessitando um terceiro grau completo para ingressar na profissão; o caso das tele-atendentes, as operadoras do setor de tele-marketing, ocupação maioritariamente feminina, mas também masculina (1/3 de homens). Trata-se de uma ocupação aberta às camadas sociais mais populares, mas exigindo um segundo grau completo. Num contexto geral do aumento do nível de escolaridade das mulheres, inclusive no Brasil, quais são as chances de acesso de mulheres aos saberes formais segundo a sua origem social? Mais particularmente, pretendemos analisar as lógicas individuais e familiares, incluindo o uso de saberes informais, para possibilitar esse acesso. As formas de inserção ocupacional de mulheres e a questão de pesquisa Tanto no Brasil quanto na Europa, alguns trabalhos recentes trazem à luz formas de inserção das mulheres parecidas às dos homens, indicando uma forte bipolaridade da atividade feminina (Bruschini e Lombardi, 2000). Eles mostram que, no caso do Brasil, notadamente as mulheres jovens com uma formação universitária, por exemplo, de engenharia, de medicina, de arquitetura ou de direito, que representaram 16% da população economicamente ativa feminina ocupada em 1991, têm uma inserção parecida à dos homens (exceção feita à questão do salário, que fica abaixo ao dos homens que estão na mesma área). Ao outro extremo da pirâmide social se situam categorias subalternas e desvalorizadas, como as empregadas domésticas, por exemplo. Esse grupo profissional representa 18% da população economicamente ativa feminina em 1997, e se caracteriza, notadamento, pelo baixo nível de qualificação, a importância do trabalho informal e pela precariedade das condições de trabalho. Porém, entre esses dois pólos, surgiram novos "nichos" de emprego, como o setor de tele-marketing, necessitando níveis de escolaridade relativamente altos (segundo grau completo, no mínimo), e atirando, notadamente, uma mão-deobra feminina, oriunda de meios sociais mais populares. Mais recentemente, nota-se, também, uma certa "masculinização" desses empregos. Entretanto, o rendimento desses empregos em termos de condições de trabalho e de emprego pode ser questionando (Georges, 2005). - 1 -

Gênero Ciência e Tecnologia. ST 22 Claudia ... - Fazendo Gênero
1 Gênero , Ciências e Tecnologia. ST. 22 Auri ... - Fazendo Gênero
Gênero, Ciência e Tecnologia. ST 22 Maria de ... - Fazendo Gênero
Gênero nas 'ciências naturais e exatas'. ST 25 ... - Fazendo Gênero
Gênero, violência e segurança pública ST. 39 ... - Fazendo Gênero
Gênero e sexualidade nas práticas escolares. ST ... - Fazendo Gênero
ST 24 Isabel Aparecida Felix Universidade ... - Fazendo Gênero
Violência; Gênero; Ciências - Fazendo Gênero
gênero, idade média e interdisciplinaridade ST ... - Fazendo Gênero
gênero, idade média e interdisciplinaridade. ST ... - Fazendo Gênero
Gênero na Literatura e na Mídia. ST. 4 ... - Fazendo Gênero
Gênero nas Ciências Naturais e Exatas – ST 25 Carla Giovana ...
Gênero, memória e narrativas - ST 41 Lucia M. A. ... - Fazendo Gênero
classe, etnia e gerações. ST 34 Neuza de Farias ... - Fazendo Gênero
Gênero e Religião – ST 24 Sônia Cristina Hamid ... - Fazendo Gênero
Gênero e Religião – ST 24 Nadia Maria Guariza ... - Fazendo Gênero
Gênero e Religião ST. 23 Erica Piovam de Ulhôa ... - Fazendo Gênero
1 Gênero e Religião ST. 24 Joice Meire ... - Fazendo Gênero
Violência de Gênero ST.5 Ana Luiza dos Santos ... - Fazendo Gênero
1 Questões de gênero e educação – ST 58 ... - Fazendo Gênero
História, gênero e trajetórias biográficas – ST 42 - Fazendo Gênero ...
Gênero e Ciência - Fazendo Gênero 10 - UFSC
1 Gênero, raça/etnia e escolarização. ST 23 Ana ... - Fazendo Gênero
Gênero e sexualidade nas práticas escolares ST ... - Fazendo Gênero
Gênero, memória e narrativas ST. 41 Pedro ... - Fazendo Gênero
Práticas corporais e esportivas. ST 21 Silvana ... - Fazendo Gênero
mulheres e canções. ST 3 Márcio Ferreira de ... - Fazendo Gênero
Políticas e Teorias ST. 06 Núbia Regina Moreira ... - Fazendo Gênero