Views
4 years ago

Gênero e Religião. ST 24 Marilane Machado Universidade Federal ...

Gênero e Religião. ST 24 Marilane Machado Universidade Federal ...

que surgiu no começo da

que surgiu no começo da década de 1960, antes mesmo dos escritos teológicos, este movimento caracterizado pela chamada Igreja popular está, portanto, além da Igreja institucional. xv Acreditamos que estas práticas podem ter levado a determinados conflitos entre estes grupos ligados à teologia da libertação e a Igreja institucional, especialmente neste caso em que o corpo e o cotidiano das mulheres passam a ser reconhecidos como espaço e motivo de lutas, caracterizando o que Luiza Etsuko Tomita identifica como uma teologia feminista da libertação, xvi que a partir da matriz teológica da teologia da libertação, com relação à saúde da mulher e aos direitos reprodutivos. A teologia feminista da libertação seria, portanto, uma forma de promover o empoderamento e a emancipação destas mulheres a partir de um enfoque sobre o corpo e a sexualidade. Não pensamos ser este, no entanto, um motivo para dizer que houve uma falha da teologia da libertação, que realizando suas reflexões a partir de uma matriz masculina fez com que estas mulheres procurassem outro tipo de movimento que não os ligados à Igreja para fazer suas reivindicações, mesmo porque as reflexões geradas pela teologia da libertação levaram um grande número de pessoas, não somente de mulheres, mas também de homens, a abandonar o espaço da Igreja Católica e invadir a sociedade com suas reflexões e lutas. i A regional sul IV corresponde á região do estado de Santa Catarina. ii Conferência Nacional de Bispos do Brasil. iii PASTORAL DA SAÚDE e MOVIMENTO DE MULHERES AGRICULTORAS. Juntas, na roça e na cidade, para construir uma nova sociedade: unidos conquistaremos a saúde. p.2. iv A pastoral Social compreende as pastorais da criança, do menor, do pescador, do migrante, da mulher marginalizada, carcerária e dos nômades além da pastoral da saúde. v A Linha seis - Social e transformadora compreende três setores: a Pastoral da Comunicação, a Pastoral da Educação e a Pastoral Social. Sendo a que interessa para o nosso estudo a pastoral Social, pois dentro dela está inserida a pastoral da saúde. vi CNBB Regional Sul IV. Manual da Pastoral da Saúde. Florianópolis: CNBB Regional sul IV, 2000. P. 09-12. vii DABOIT, P. C. Op. Cit. p. 34-35. viii Além dos movimentos abordados por nós neste artigo, podemos citar a Comissão Pastoral da Terra, que surgiu no Oeste Catarinense em 1975 e com grande importância nas regiões agrícolas de todo o Brasil, conhecido pela sua luta pela posse da terra e pela crítica aos latifúndios e formas capitalistas de ocupação da terra. ix DABOIT, P. C. Op. Cit. p. 35. x Para esta compreensão procuramos nos utilizar da abordagem de Edward Thompson, que classifica classe enquanto um fenômeno histórico e não enquanto “estrutura” ou “categoria”. É importante ressaltar, que na concepção do autor, classe não significa um conjunto de pessoas que têm em comum somente sua situação econômica ou profissional, mas uma formação cultural e social. Quando se fala em classe, portanto, fala-se em um grupo de pessoas compartilhando dos mesmos interesses, experiências, tradições e sistemas de valores e que por todas estas similaridades diferem de outro grupo de pessoas ao qual se opõem. As classes, portanto, não são categorias preestabelecidas por um modo de produção, mas acontecem num processo de formação, ou num fazer-se histórico, no qual as pessoas se encontram numa sociedade estruturada de determinada maneira, convivendo com os excessos ou a falta de bens materiais, explorando ou sendo exploradas, a partir daí se dá a identificação por parte destas pessoas com quem compartilha de suas experiências e estas

se unem em torno de um objetivo comum, neste processo de luta constitui-se a classe e a partir desta também a consciência de que formam uma classe. xi Depoimento de Dom José Gomes, bispo de Chapecó. In.: DABOIT, P.C. Op. Cit. p 43. xii DA ROS, Marco Aurélio. Uma visão da reforma curricular a partir do movimento sanitário. In.: PEREIMA, M. J. L; COELHO, E. B. S.; DA ROS, M. A. (org.). Da proposta á ação: Currículo integrado do curso de medicina da UFSC. Florianópolis: Editora da UFSC, 2005. P. 66. xiii PASTORAL DA SAÚDE e MOVIMENTO DE MULHERES AGRICULTORAS. Juntas, na roça e na cidade, para construir uma nova sociedade: unidos conquistaremos a saúde. p.2. xiv Idem, p.13. xv LOWY, M. A guerra dos deuses: religião e política na América Latina. Petrópolis, R.J.: Vozes, 2000. P. 56-57. xvi TOMITA, L. E. Corpo e cotidiano: a experiência das mulheres de movimentos populares desafia a teologia feminista da libertação na América Latina. In.: Mandrágora/ Núcleo de Estudos Teológicos da mulher na América Latina. V. 1, n. 1 (1994) - São Bernardo do Campo: UMESP - Curso de Pós-Graduação em Ciências da Religião, 1994.

Genêro e Religião – ST 24 Maria Cristina Leite ... - Fazendo Gênero
Gênero e Religião – ST 24 Nadia Maria Guariza ... - Fazendo Gênero
Gênero e Religião. ST 24 Clarice Bianchezzi ... - Fazendo Gênero
1 Gênero e Religião ST. 24 Joice Meire ... - Fazendo Gênero
Gênero e Religião ST. 24 Cristiana Tramonte UFSC Palavras-chave ...
Gênero e Religião – ST 24 Sônia Cristina Hamid ... - Fazendo Gênero
ST 24 Isabel Aparecida Felix Universidade ... - Fazendo Gênero
Gênero e Religião ST. 23 Erica Piovam de Ulhôa ... - Fazendo Gênero
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - Universidade Federal ...
sonia cristina da fonseca machado lino - Universidade Federal do ...
gênero, idade média e interdisciplinaridade ST ... - Fazendo Gênero
Gênero na Literatura e na Mídia. ST. 4 ... - Fazendo Gênero
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - Universidade Federal ...
trabalho coletivo - Fazendo Gênero - Universidade Federal de ...
Gênero, Corpo e Diversidade Sexual (Sexualidades) ST.51 Marli de ...
Gênero, violência e segurança pública ST. 39 ... - Fazendo Gênero
Práticas corporais e esportivas. ST 21 Silvana ... - Fazendo Gênero
1 Gênero, raça/etnia e escolarização. ST 23 Ana ... - Fazendo Gênero
fazer download - Núcleo estudos de gênero - Universidade Federal ...
fazer download - Núcleo estudos de gênero - Universidade Federal ...
fazer download - Núcleo estudos de gênero - Universidade Federal ...
JUVENTUDES E RELIGIÃO - Universidade Federal de Juiz de Fora
universidade federal da bahia thaiane dos santos machado - Facom ...
Sujeitos do feminismo: políticas e teorias. ST 6 ... - Fazendo Gênero
Sujeitos do feminismo: políticas e teorias - ST 06 - Fazendo Gênero
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - Universidade Federal ...
Sandra Sofia Machado Koutsoukos - UFES - Universidade Federal ...
Gênero, Memória e Narrativas – ST 41 Alessandra Rosa Carrijo ...
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - Universidade Federal ...
Universidade Federal do Paraná - Fazendo Gênero 10