Views
4 years ago

Relações de Poder na Agricultura Familiar Dayse ... - Fazendo Gênero

Relações de Poder na Agricultura Familiar Dayse ... - Fazendo Gênero

Relações de Poder na Agricultura Familiar Dayse ... - Fazendo

Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Dayse Reis Rodrigues da Silva Mulher; Agricultura; Empoderamento ST 15 - Gênero, poder e corpo em contextos rurais Florianópolis, de 25 a 28 de agosto de 2008 Relações de Poder na Agricultura Familiar O empobrecimento das mulheres rurais é um fenômeno mundial. No Brasil, esta realidade tem grandes proporções porque ainda faltam oportunidades de acesso ao crédito, à titulação conjunta da terra, à educação, saúde, aos serviços de apoio e às políticas públicas. A Assistência Técnica Rural (ATER), apesar de avanços, tem pouco priorizado a inclusão das mulheres nos processos de produção e geração de renda e nas instâncias de formação e acompanhamento de seus projetos produtivos. A participação das mulheres nas instâncias de decisões, nos sindicatos, associações e cooperativas ainda é tímida. As pesquisas que investigam estes temas mostram que em geral, nestes espaços, as mulheres não estão em cargo de direção e liderança e, sim, submissas, em posições de pouco prestígio e sem poder de negociação ou decisão. Na área rural, o trabalho produtivo realizado pelas mulheres na agricultura de base familiar é desvalorizado e pouco visível, devido principalmente à idéia de que as suas atividades são consideradas extensão dos quintais e restringem-se às tarefas domésticas. Portanto, é necessário analisar os assentamentos e as comunidades de agricultura com base familiar a partir do enfoque de Gênero, para observar a condição das mulheres as quais expressam uma grande desigualdade em relação aos homens. Segundo Silva (2005): A construção social de gênero impacta negativamente na vida das mulheres, porque fornece um substrato através do qual se consolidam – de forma diferente nos diversos tempos históricos e nas formações sociais – normas culturais que estruturam o lugar das mulheres como restrito a espaço privado, continuando sendo vistas como responsáveis pelo trabalho doméstico e pelo cuidado com as crianças. As mulheres são protagonistas da produção da agricultura familiar, no desenvolvimento de atividades agrícolas e não agrícolas, na criação de animais de pequeno porte, no beneficiamento de frutas, leite, pescado, e artesanato. A casa, que inclui o quintal com horta e a criação de pequenos animais, é geradora de renda, também responsável pela garantia da sobrevivência das famílias através do cultivo e processamento de alimentos, costura, artesanato, entre outras atividades desenvolvidas neste contexto. A invisibilidade dessa produção chega a ser alarmante em algumas regiões do nordeste

Gênero, Cooperativismo e Associativismo - Ministério da Agricultura ...
cooperativismo de gênero - Ministério da Agricultura, Pecuária e ...
Corpo, Violência e Poder - Fazendo Gênero - UFSC
Relações de gênero e suas representações na ... - Fazendo Gênero
Relações de gênero, feminismo e subjetividades ... - Fazendo Gênero
1 Gênero e Pluriatividade na Agricultura Familiar do Rio ... - CNPq
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Entre a casa e a ...
Corpo, Violência e Poder - Fazendo Gênero 10 - UFSC
a educação das relações violentas e sua ... - Fazendo Gênero
Relações de gênero, feminismo e subjetividades ... - Fazendo Gênero
Planejamento familiar e contracepção: saúde ... - Fazendo Gênero
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder ...
Corpo, Violência e Poder - Fazendo Gênero 10 - UFSC
Corpo, Violência e Poder - Fazendo Gênero - UFSC
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Poder e eqüidade nas fileiras de militância da ... - Fazendo Gênero
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Marcas do poder: o corpo (do) velho ... - Fazendo Gênero
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 – Corpo, Violência E Poder
UMA PROPOSTA PARA A EQUIDADE DE ... - Fazendo Gênero
Poder e violência em Hipólito de Eurípides ... - Fazendo Gênero
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis ... - UFSC
Corpo, Violência e Poder - Fazendo Gênero - UFSC
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...