Views
4 years ago

Corpo, Violência e Poder - Fazendo Gênero

Corpo, Violência e Poder - Fazendo Gênero

Corpo, Violência e Poder - Fazendo

Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a 28 de agosto de 2008 Fazendo Gênero Com Almodóvar (Ou Ressignificando Para Significar) Maria Thereza Veloso (UCPel e URI/Campus de Santo Ângelo ) Sujeito fílmico; sujeito discursivo; análise do discurso ST 72 - Gênero e cinema Nascido para o cinema na década de 60, como um dos nomes projetados no mapa cultural da Espanha pelo ímpeto da Movida, movimento cultural que caracterizou Madrid e as cidades de maior expressão daquela década no país, Pedro Almodóvar tem sua obra fílmica assinalada por uma constante – a volta às origens como temática e como terapia para suas personagens. Como pano de fundo para seus questionamentos sobre identidades e subjetividades construídas à margem do sexual socialmente aceito, coloca ele em cena um singular discurso fílmico, situado magistralmente entre o tradicional e o pós-moderno, entre a narrativa e o pastiche. Em Todo sobre mi madre não é diferente. Para narrar a trajetória de vida em que se (des/re)constroem as identidades de três das personagens-chave do filme, Manuela, Esteban e Lola, o diretor coloca diante do olho da câmera a questão de gênero no que diz respeito à definição da identidade entre feminino e masculino sob um ângulo totalmente singular. E vai mais além – permite que se aprofunde o questionamento e a reflexão sobre o que seja normalidade quando se trata da relação entre os sexos. Um primeiro olhar sobre a sinopse de Todo sobre mi madre adianta-nos uma questão focal, ou seja, que a definição do papel social dos seres com relação à própria sexualidade é fruto de uma identidade construída como resposta ao desejo fundante, constitutivo de cada sujeito. Almodóvar pontua sua narrativa através da trajetória de Manuela. Grávida de Esteban, ela se desloca de Barcelona a Madrid. Nessa cidade, terá o filho Esteban, com quem tentará reconstruir sua vida. Criará Esteban e, quase duas décadas depois, mantém-se e ao filho adolescente trabalhando como enfermeira no setor de doação de órgãos de um hospital. Às vésperas de completar dezessete anos, Esteban é um jovem que alimenta três desejos – conhecer o pai, que ignora quem seja, tornar-se escritor e aproximar-se de Huma Rojo, atriz de quem é fã incondicional e que está em cartaz em um dos teatros da cidade, com a peça Um bonde chamado desejo. É tentando se aproximar de Huma para pedir-lhe um autógrafo que, na véspera de seu aniversário, Esteban é atropelado por um carro e morre diante do olhar desesperado de sua mãe. Esse fato leva Manuela a empreender uma longa e

Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis ... - UFSC
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Entre a casa e a ...
Corpo, Violência e Poder - Fazendo Gênero 10 - UFSC
Corpo, Violência e Poder - Fazendo Gênero - UFSC
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Corpo, Violência e Poder - Fazendo Gênero 10 - UFSC
Fazendo Gênero 8 – Corpo, Violência E Poder
Corpo, Violência e Poder - Fazendo Gênero - UFSC
Corpo, Violência e Poder - Fazendo Gênero - UFSC
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder Florianópolis, de 25 a ...
Fazendo Gênero 8 - Corpo, Violência e Poder A mulher sob o ...