Views
4 years ago

ST 24 Isabel Aparecida Felix Universidade ... - Fazendo Gênero

ST 24 Isabel Aparecida Felix Universidade ... - Fazendo Gênero

2) Após essa tomada de

2) Após essa tomada de consciência das interalizações que foram legitimadas social, cultural ou religiosamente, se faz necessário também explorar os valores e as visões emancipadoras, alternativas que estão também inscritas nos textos bíblicos e nos diversos movimentos emancipadores contemporâneos. Vale salientar que, essa análise critica das tendências opressivas, bem como das possibilidades libertadoras inscritas nos textos bíblicos, e sua função contemporânea para a libertação, não devem ser feitas de uma vez por todas, mas quantas vezes necessárias, em posições e situações sociais particulares. Não de forma dualista como, opressiva ou como emancipadora, mas reconhecendo sempre o pluralismo de sentido e de verdades. 3) A hermenêutica da suspeita não quer simplesmente analisar as estruturas sociais, políticas e religiosas de poder, para compreender e explicar a sociedade, ela quer oferecer uma ferramenta crítica que contribua no processo de conscientização tanto das estruturas opressivas como libertadoras, em vista da transformação da realidade. Para transformar precisamos de linguagem, discursos, conceitos diferentes, alternativos às práticas de dominação. Para Elisabeth Schussler, a transformação só pode ser alcançada através de um engajamento em movimentos emancipadores, somente esses movimentos podem nos oferecer visões que nos impulsionam a práticas trasnformadoras, que nos ajudam a quebrar as práticas de dominação construídas hierarquicamente, e assim construir uma rede de círculos nas diferenças e não na hierarquização. Não num sonho idealista, mas a partir de visões concretas que nos levam a um processo de práticas democraticamente radicais, dos movimentos que lutam, pela justiça e libertação. (Elisabeth Schussler, 1992, p. 111-114) Após um longo período de pesquisa e análise das práticas dos diversos movimentos emancipadores, inclusive o feminista, Elisabeth Schussler, descreve algumas visões que ela os caracteriza como circulares que estão presentes nestes movimentos, e nos apresenta agrupadas em três níveis: a) No nível pessoal - sufrágio universal - acesso igual - respeito igual - direitos iguais 4

- bem-estar igual b) No nível dos sistemas - igualdade política - igualdade econômica - igualdade social - igualdade religiosa d) No nível de lidar com as diferenças - heterogeneidade - inclusividade - auto-determinação - liderança alternada 4) O próximo passo será a realização de uma avaliação crítica da realidade, para em seguida reconstruir normas e valores que serão também uma construção que deve ser olhada com suspeita para ver se realmente ela vai contribuir para a transformação ou manutenção da realidade de opressão. Para a hermêutica feminista da bíblia, interpretar implica em sair das relações de dominação, submissão e exclusão, e caminhar na construção de movimentos que acreditam que um “outro mundo é possível”, com espaços comunitários, democráticos, inclusivos, dialógicos, críticos, pluralistas, e comprometidos com a justiça e com uma vida digna para todas as pessoas. REFERÊNCIAS BAUMAN, Sygmunt. Globalização: as conseqüências humanas. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1999. FAIRCLOUGH, Norman. Discurso e mudança social. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2001. 5

Gênero e Religião. ST 24 Clarice Bianchezzi ... - Fazendo Gênero
Gênero e Religião – ST 24 Sônia Cristina Hamid ... - Fazendo Gênero
Gênero, Ciência e Tecnologia. ST 22 Isabel ... - Fazendo Gênero
1 Gênero e Religião ST. 24 Joice Meire ... - Fazendo Gênero
Genêro e Religião – ST 24 Maria Cristina Leite ... - Fazendo Gênero
Gênero e Religião – ST 24 Nadia Maria Guariza ... - Fazendo Gênero
gênero, idade média e interdisciplinaridade. ST ... - Fazendo Gênero
Gênero e sexualidade nas práticas escolares. ST ... - Fazendo Gênero
Políticas e Teorias ST. 06 Núbia Regina Moreira ... - Fazendo Gênero
Gênero e Religião. ST 24 Marilane Machado Universidade Federal ...
Ana Aparecida Esperdião Constancio - Fazendo Gênero
Gênero e sexualidade nas práticas escolares ST ... - Fazendo Gênero
Gênero na Literatura e na Mídia. ST. 4 ... - Fazendo Gênero
gênero, idade média e interdisciplinaridade ST ... - Fazendo Gênero
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - Universidade Federal ...
Sujeitos do feminismo: políticas e teorias - ST 06 - Fazendo Gênero
Sujeitos do feminismo: políticas e teorias. ST 6 ... - Fazendo Gênero
Gênero e Religião ST. 23 Erica Piovam de Ulhôa ... - Fazendo Gênero
Gênero, violência e segurança pública ST. 39 ... - Fazendo Gênero
Gênero Ciência e Tecnologia. ST 22 Claudia ... - Fazendo Gênero
Gênero nas 'ciências naturais e exatas'. ST 25 ... - Fazendo Gênero
Gênero, Ciência e Tecnologia. ST 22 Maria de ... - Fazendo Gênero
1 Gênero , Ciências e Tecnologia. ST. 22 Auri ... - Fazendo Gênero
Gênero, memória e narrativas - ST 41 Lucia M. A. ... - Fazendo Gênero
Violência de Gênero ST.5 Ana Luiza dos Santos ... - Fazendo Gênero
1 Gênero, raça/etnia e escolarização. ST 23 Ana ... - Fazendo Gênero
Gênero, feminismo e cultura popular. ST 56 ... - Fazendo Gênero
1 Questões de gênero e educação – ST 58 ... - Fazendo Gênero