Views
5 years ago

Santa da Ladeira - Fazendo Gênero - UFSC

Santa da Ladeira - Fazendo Gênero - UFSC

Santa da Ladeira - Fazendo Gênero -

Gênero e Religião. ST 24 Tânia Welter 1 UFSC Palavras-chave: Santa da Ladeira – Religiosidade Popular – Gênero Reflexões sobre o movimento devocional da Ladeira do Pinheiro em Portugal 2 A partir da literatura e de dados empíricos, esta comunicação busca refletir sobre o processo de consagração da vidente Maria da Conceição, iniciado há mais de 40 anos, e o movimento devocional em torno desta, especialmente no Santuário da Ladeira do Pinheiro, em Portugal. Considero que as noções de religiosidade popular e de gênero são apropriados para reflexão deste movimento, que é dinâmico e conflituoso. Este evento foi escolhido exatamente por aquilo que o caracteriza como popular (atenta aos inúmeros alertas sobre o dilema epistemológico deste termo 3 ), quais sejam, suas características de autonomia, dinamicidade, fluidez e participação pluralizada de pessoas em detrimento de uma vivência institucionalizada, rigorosa e marcada pela hierarquização. No entanto, se observarmos mais atentamente a vivência desta religiosidade, percebemos que muitos elementos religiosos institucionalizados e um cristianismo penitencial e devocional estão presentes (e até orientando) suas práticas, rituais e teologias. Além disso, observase que estes espaços religiosos (localizados no tempo e espaço) são apropriados para a expressão e interpenetração daquilo que normalmente seria considerado não-religioso ou não sagrado, como a sociabilidade, convivialidade, exteriorização de afetos, festividades e possibilidade de participação ampla das pessoas, independente de vínculo religioso, condição econômica e finalidade. Assim, a religiosidade popular aparece como um espaço (local) de convívio plural e para além do religioso. Além disso, observar a religião ou a religiosidade (enquanto vivência) é observar também as transformações sociais, relações de poder, classe, gênero 4 , étnicas, adentrar num complexo sistema de trocas simbólicas, de jogos de interesse, na dinâmica da oferta e da procura e deparar-se com um sistema sócio-cultural permanentemente redesenhado (conforme sugere Souza, 2004:01). Santa da Ladeira – a santa viva Uma investigação sobre o movimento devocional contemporâneo brasileiro em torno de um profeta peregrino (João Maria) realizada por mim estimulou-me à realizar, em Portugal, uma pesquisa bibliográfica sobre religiosidade popular e, esta, apresentou-me o movimento devocional em torno da camponesa a vidente Maria da Conceição, tornada santa viva. O trabalho acadêmico mais significativo sobre este movimento devocional foi realizado por Rito (1992) 5 e é, a partir dele e de duas incursões em campo, que abordarei o processo de

Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero 10 - UFSC
Escrevendo a história no feminino - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
MEMÓRIA E ORALIDADE: - Fazendo Gênero - UFSC
Da vitimização às lutas por reconhecimento - Fazendo Gênero - UFSC
Corpo, Violência e Poder - Fazendo Gênero - UFSC
uma igreja inclusiva na parada - Fazendo Gênero 10 - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
Giorgia de M. Domingues - Fazendo Gênero 10 - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero 10 - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC
Download do Trabalho - Fazendo Gênero - UFSC