Views
5 years ago

Mulheres Negras - Participação Política - Identida - Fazendo Gênero

Mulheres Negras - Participação Política - Identida - Fazendo Gênero

Anais do VII Seminário

Anais do VII Seminário Fazendo Gênero 28, 29 e 30 de 2006 (nas eleições de 1996 e 2000) e na Assembléia Legislativa (na eleição de 2002) no município e no Estado Rio de Janeiro, respectivamente. Procura verificar também, até que ponto a presença de um uso identitário de raça e de gênero podem ser indicativos de potencialidade de votos. Esforça-se em verificar qual a percepção de gênero e de raça desta mulher negra que se candidata, ou seja, procura-se perceber se as mulheres negras que se candidatam a um cargo legislativo afirmam uma identidade negra e mais do que isto se elas se assumem enquanto mulher e enquanto negra, incorporando as características e estigmas que esta afirmação de identidade pode trazer. Algumas considerações metodológicas Para a realização deste trabalho se utilizou fitas (VHS) gravadas com as propagandas políticas veiculadas pela televisão, fitas estas concedidas pelo DOXA, do Laboratório de Pesquisa em Comunicação Política e Opinião Pública do Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (IUPERJ). A escolha destas propagandas políticas (HPGE) se explica pelo fato de terem um alcançe maior da população. Tais propagandas examinadas são das eleições de 1996, 2000 e 2002. Os anos de 1996 e 2000 são os que ocorreram eleições para a escolha dos vereadores(as) e prefeitos(as) dos municípios. Já o ano de 2002, houve eleição para presidente, senadores(as), governadores(as), deputados(as) federais e estaduais. As fitas referentes ao ano de 1998, não puderam ser disponibilizadas .Tal falta, embora inviabilize a comparação com o ano de 2002, não impede, porém a discussão. E por fim, a análise das fitas das eleições de 2004 - em que ocorreram as últimas eleições municipais - não foi fechada e não pode entrar neste trabalho. A partir das fitas foram elaborados quadros esquemáticos, e se organizou as mulheres negras candidatas, de acordo com os anos, onde ela foi classificada por nome, partido, e pelos questionamentos que motivam a pesquisa, ou seja: a) a auto-apresentação como mulher negra (identidade); b) se apresentaram propostas políticas que abarcassem a raça negra como um todo ou a mulher negra especificamente; c) se fizeram referência ao tema. As propagandas políticas eleitorais O horário gratuito de propaganda política eleitoral (HGPE), veiculado pela rádio e principalmente pela televisão é parte importante na campanha eleitoral. É nesta propaganda, que o candidato e a candidata pode se apresentar e apresentar suas propostas aos futuros eleitores. As propagandas também servem para observar aspectos importantes deste processo eleitoral. A seleção das candidaturas, o uso e a construção da imagem, a organização dos partidos, a estrutura dos financiamentos e apoios e os discursos produzidos são alguns deles. 2

Anais do VII Seminário Fazendo Gênero 28, 29 e 30 de 2006 Faz-se uma comparação nas propagandas municipais do Rio de Janeiro, com os anos de 1996 e 2000. Em relação as campanhas estaduais para deputados e deputadas federais e estaduais, o ano apresentado é o de 2002. A identificação das mulheres se fez sobretudo pelas características fenotípicas. As propagandas das eleições municipais de 1996 e de 2000 Conforme vem sendo destacado em estudos, o espaço da vereança é mais acessível às mulheres de uma forma geral, pela própria natureza da atividade, que não exige o afastamento da mulher da sua cidade de origem, o que permite a conciliação com o trabalho doméstico, culturalmente atribuído à elas. Também colabora para a maior participação feminina o fato que estas atividades de vereança estão mais ligadas ao trabalho de movimentos sociais e dos comunitários, espaços coletivos enfim. A presença e a identidade da candidata - Eleições 1996 No ano de 1996, nas propagandas assistidas apareceram 17 candidatas negras. E, os partidos pelos quais se candidataram, a definição ideológica era a seguinte: 5 eram partidos de esquerda (PT e PDT), 5 de partidos de direita (PSDB, PSD e PPB - sendo que, duas do último partido, não falaram, apenas apareceram como nome e respectivo número de candidatura), 1 de um partido de centro (PPS), 1 de centro-esquerda (PMN)e 5 de partidos não identificados quanto à vertente política (PRP, PRTB e PSDC), mas que podem ser considerados partidos pequenos, daí a maior dificuldade na identificação. Estas vertentes foram identificadas ou a partir da declaração por um representante do próprio partido, em contato prévio; ou através de consultas sobre informações sobre os partidos em suas respectivas páginas na Internet ou ainda na consulta sobre as vertentes com um especialista. Infelizmente, mesmo com todos estes esforços, alguns partidos não puderam ser identificados quanto à vertente. Sobre a diversidade de programas, apenas uma candidata negra, Jurema Batista do PT teve esta possibilidade de exibir programas diferentes. Coincidentemente ou não, esta candidata foi a única mulher negra eleita vereadora neste ano. As candidatas dos outros partidos grandes (com maior força política), não tiveram muito tempo para falar, sendo privilegiados os candidatos mais conhecidos, que se supunha terem mais chances de eleição. Nos partidos pequenos o mesmo ocorreu, em geral eram ditas duas frases: a proposta e o nome/número de candidatura, sendo que nestes partidos em geral todos os candidatos tinham seu tempo apertado. Eleições 2000 Neste ano, apareceram 24 candidatas. As propagandas apresentam 11 candidatas de partidos de esquerda (PDT, PT e PSB, onde as quatro candidatas do PDT não falaram), 4 de direita (PTB e PST) e 9 de partidos não identificados quanto a vertente (PT do B, PRTB, PTN, 3

Mulheres Negras: Mulheres Negras: - Gênero, Raça e Etnia
Ruídos na Representação da Mulher ... - Fazendo Gênero
Políticas e Teorias ST. 06 Núbia Regina Moreira ... - Fazendo Gênero
MULHERES INDÍGENAS EM PORTO VELHO ... - Fazendo Gênero
A Reforma Política sobre as perspectivas das ... - Fazendo Gênero
representações visuais das mulheres nos ... - Fazendo Gênero
Ruídos na representação da mulher ... - Fazendo Gênero
Ruídos na representação da mulher ... - Fazendo Gênero
O confinamento doméstico de mulheres em ... - Fazendo Gênero
A MULHER NO ESPAÇO DO FUTEBOL: UM ... - Fazendo Gênero
Violência nas mulheres e violência das mulheres ... - Fazendo Gênero
Gênero, políticas públicas e sustentabilidade ... - Fazendo Gênero
Mulheres Negras em movimento fazendo a diferença entre diferentes
História das mulheres na guerra do Paraguai - Fazendo Gênero 10
mulheres ortodoxas ucranianas: mudanças ... - Fazendo Gênero
Berta e a nacionalidade da mulher casada, a ... - Fazendo Gênero
Dieta Alimentar de mulheres grávidas e paridas ... - Fazendo Gênero
1 Ruídos na representação da mulher - Fazendo Gênero 10
Famílias Chefiadas por Mulheres - Fazendo Gênero 10
Confissões da 'loucura': narrativas de mulheres ... - Fazendo Gênero
1 Ruídos na representação da mulher - Fazendo Gênero 10
As mulheres trabalhadoras na justiça do trabalho ... - Fazendo Gênero
MULHER SURDA: LUTAS E TRAJETÓRIA - Fazendo Gênero