Views
4 years ago

Gênero, memória e narrativas - ST 41 Lucia M. A. ... - Fazendo Gênero

Gênero, memória e narrativas - ST 41 Lucia M. A. ... - Fazendo Gênero

Gênero, memória e narrativas - ST 41 Lucia M. A. ... - Fazendo

Gênero, memória e narrativas - ST 41 Lucia M. A. Ferreira Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro- UNIRIO Palavras-chave: Mulher; subjetividade; imprensa A fala feminina na imprensa do século XIX 1 São analisadas neste trabalho algumas marcas da construção subjetiva da mulher em momentos em que ela fala de si em periódicos brasileiros do século XIX, quando a imprensa passa a constituir-se em espaço de formação e expressão da subjetividade, ao lado das instâncias tradicionais família, igreja, escola e vizinhança. Na reflexão sobre esses processos históricos de produção de sentidos, examino práticas discursivas da imprensa em diferentes momentos do século XIX. Afetado pela memória e pelos discursos, o sujeito-mulher enuncia-se a partir dos lugares sociais que lhe são reservados em gestos de escrita que atuam, como nos lembra Foucault 2 a respeito da correspondência, tanto sobre aquele que, ao escrever, constrói-se enquanto sujeito, quanto, pela leitura e a releitura, sobre o interlocutor. As práticas discursivas abordadas diferem entre si em muitos aspectos, desde a época e os veículos em que foram publicados até a forma textual em que se materializaram: anúncios publicados em periódicos que circulavam na capital nas primeiras décadas do século e artigos publicados na imprensa feminina, no final do século. Outro aspecto a destacar é que não é possível assegurar a autoria feminina dos textos, fato que não se constitui em empecilho para a análise, na medida em que não se procura um sujeito em que se origina o sentido, mas sim sua dispersão e os ditos que se dizem por seu intermédio: não interessa indagar quem falou realmente e sim que lugares podem ser atribuídos a sujeitos possíveis. Com relação ao gênero discursivo, as práticas sobre as quais incide a reflexão diferem em muitos aspectos dos gêneros usualmente considerados escritas de si − a correspondência, os diários, as autobiografias, memórias ou histórias de vida − embora guardem alguma semelhança com aqueles que se destinam a ser lidos pelo outro. A escrita de si dirigida ao outro “atua, em virtude do próprio gesto da escrita, sobre aquele que a envia, assim como atua, pela leitura e a releitura, sobre aquele que a recebe” 3 . Examinar as marcas da construção subjetiva da mulher no espaço enunciativo da imprensa implica compreendê-las em sua relação com as formações sociais históricas em que foram produzidas e as redes de sentidos a que se filiam. O que se pretende, então, é, a partir de um corpus bastante heterogêneo, perceber vestígios das transformações dos sujeitos e das práticas discursivas que os constituíram.

Gênero, memória e narrativas ST. 41 Pedro ... - Fazendo Gênero
Gênero, memória e narrativas ST. 41 Karine Simoni UFSC Palavras ...
Gênero, Memória e Narrativas – ST 41 Alessandra Rosa Carrijo ...
Gênero, memória e narrativa – ST 41 Amanda Pérez Montañés ...
ST 38 Márcia Maria Severo Ferraz Vera Lúcia ... - Fazendo Gênero
gênero, idade média e interdisciplinaridade. ST ... - Fazendo Gênero
Giorgia de M. Domingues - Fazendo Gênero 10 - UFSC
Gênero Ciência e Tecnologia. ST 22 Claudia ... - Fazendo Gênero
1 Gênero e Religião ST. 24 Joice Meire ... - Fazendo Gênero
Gênero e Religião – ST 24 Nadia Maria Guariza ... - Fazendo Gênero
Confissões da 'loucura': narrativas de mulheres ... - Fazendo Gênero
1 Gênero , Ciências e Tecnologia. ST. 22 Auri ... - Fazendo Gênero
gênero, idade média e interdisciplinaridade ST ... - Fazendo Gênero
Gênero na Literatura e na Mídia. ST. 4 ... - Fazendo Gênero
A MEMÓRIA DE GÊNERO NAS CINEBIOGRAFIAS - Fazendo ...
Gênero e sexualidade nas práticas escolares. ST ... - Fazendo Gênero
Práticas corporais e esportivas. ST 21 Silvana ... - Fazendo Gênero
Sujeitos do feminismo: políticas e teorias - ST 06 - Fazendo Gênero
MEMÓRIA E ORALIDADE: - Fazendo Gênero - UFSC
Sujeitos do feminismo: políticas e teorias. ST 6 ... - Fazendo Gênero
Gênero, violência e segurança pública ST. 39 ... - Fazendo Gênero
Gênero e Religião ST. 23 Erica Piovam de Ulhôa ... - Fazendo Gênero
Gênero: multiplicidade de representações e ... - Fazendo Gênero
Gênero, Ciência e Tecnologia. ST 22 Maria de ... - Fazendo Gênero
a escrita feminina de Francisca Clotilde - Fazendo Gênero 10
Gênero e sexualidade nas práticas escolares ST ... - Fazendo Gênero
Violência de Gênero ST.5 Ana Luiza dos Santos ... - Fazendo Gênero
Gênero e Religião – ST 24 Sônia Cristina Hamid ... - Fazendo Gênero