Relatório_Acidentes Mortais em GIFs 2013.pdf

pyro1973

Relatório encomendado pelo Ministério da Administração Interna (MAI) ao Centro de Estudos sobre Incêndios Florestais - ADAI/LAETA do
Departamento de Engenharia Mecânica da Faculdade de Ciências e Tecnologia, da Universidade de Coimbra, com o fim de apurar as causas que levaram aos acidentes que provocaram a morte a 9 bombeiros.

Universidade de Coimbra Os Incêndios Florestais de 2013

manta morta dificulta as operações de combate, rescaldo e consolidação. Irá referir‐se adiante que a elevada

carga de herbáceas, arbustos e de manta morta foi um dos fatores que dificultou as operações de combate.

Figura 62 – Distribuição dos incêndios ocorridos na região desde 1975 a 2012 As linhas a preto indicam o perímetro final dos

Incêndios do Caramulo).

Na Figura 63 apresenta‐se a distribuição dos pontos de água, nos concelhos atingidos pelo fogo. Verificase

uma boa distribuição dos pontos de água, quer dentro das áreas ardidas, quer a menos de 2km do

perímetro final dos incêndios. No entanto, devido às condições do incêndio, estes reservatórios rapidamente

se esgotaram, sendo que nos relatos que ouvimos foi‐nos referido que por vezes as viaturas tanque tinham

de efetuar deslocações morosas para reabastecer. Esta morosidade pode dever‐se aos difíceis acessos e não

propriamente à distância aos pontos de água. Verifica‐se no entanto que na área do incêndio de Silvares não

existe um único ponto de abastecimento.

Figura 63 – Distribuição dos pontos de água próximos das áreas ardidas nos concelhos atingidos pelos incêndios.

81

More magazines by this user