Views
4 years ago

Rastros Freudianos em Mário de Andrade - Universidade Federal ...

Rastros Freudianos em Mário de Andrade - Universidade Federal ...

Rastros Freudianos em Mário de Andrade - Universidade Federal

Vanessa Nahas Riaviz Rastros Freudianos em Mário de Andrade Tese apresentada como requisito para a obtenção do grau de Doutor. Curso de Pós-graduação em Literatura, Centro de Comunicação e Expressão, Universidade Federal de Santa Catarina. Orientadora: Dra. Ana Luiza Andrade. Florianópolis, dezembro de 2003 I

  • Page 2 and 3: Agradecimentos Ao Programa de Pós-
  • Page 4 and 5: Resumo A presente tese aborda as re
  • Page 6 and 7: Anexos A dona Ausente A propósito
  • Page 8 and 9: Introdução
  • Page 10 and 11: econhecendo o valor e a originalida
  • Page 12 and 13: Filho. As conferências promovidas
  • Page 14 and 15: citar T. Ribot, Pierre Janet, Georg
  • Page 16 and 17: Ao longo da sua obra, seja em texto
  • Page 18 and 19: polêmicas, evidenciando os limites
  • Page 20 and 21: O catálago da exposição BRASIL P
  • Page 22 and 23: trabalhadas nos capítulos temátic
  • Page 24 and 25: Numa carta a Manuel Bandeira datada
  • Page 26 and 27: colocá-lo por inteiro em movimento
  • Page 28 and 29: Mulatinhas são barquinhos As criou
  • Page 30 and 31: No capítulo intitulado “O ciclo
  • Page 32 and 33: da Iara: No seu diário O turista a
  • Page 34 and 35: ealização amorosa para os navegad
  • Page 36 and 37: leitosos da piasada, pra que os hom
  • Page 38 and 39: gratuidade subconsciente da criaç
  • Page 40 and 41: C. Baudouin, retoma os mecanismos d
  • Page 42 and 43: nos mostra Miller, reside aí a pos
  • Page 44 and 45: A repressão propriamente dita, ou
  • Page 46 and 47: e eventualmente em excesso), bem co
  • Page 48 and 49: (induzir, seduzir, desviar, desenca
  • Page 50 and 51: A sublimação O outro mecanismo at
  • Page 52 and 53:

    nesta pulsão, de poder deslocar o

  • Page 54 and 55:

    dirigidos, e os fins que confessamo

  • Page 56 and 57:

    homem, o incomensurável do abismo

  • Page 58 and 59:

    da beleza é assinalada por Freud q

  • Page 60 and 61:

    interesse de Mário por uma experi

  • Page 62 and 63:

    Capítulo II - Libido 55

  • Page 64 and 65:

    Freud, convenção, por estar mais

  • Page 66 and 67:

    oco, de um vazio, ocupável, nos di

  • Page 68 and 69:

    prazer oral apoiar-se-ia sobre a fu

  • Page 70 and 71:

    O banquete, de Platão, é uma refe

  • Page 72 and 73:

    Banquete para falar do conceito da

  • Page 74 and 75:

    narrador relata as vicissitudes do

  • Page 76 and 77:

    ficara assim, boca no ar, olhos ass

  • Page 78 and 79:

    léxico, abolindo limites, reinvent

  • Page 80 and 81:

    Em “O peru de natal”, o pai, de

  • Page 82 and 83:

    Entre os joelhos dela. - O que voc

  • Page 84 and 85:

    Um amor que vai justamente contra o

  • Page 86 and 87:

    ausente. Relacionando o estudo do t

  • Page 88 and 89:

    moderação, que não são exatamen

  • Page 90 and 91:

    A esta representação mítica do m

  • Page 92 and 93:

    categórico ao dizer que “não ex

  • Page 94 and 95:

    estarmente. Me queima feito uma ca

  • Page 96 and 97:

    nada podia acalmar. Até ao momento

  • Page 98 and 99:

    Juca e sua fama de doido O tema da

  • Page 100 and 101:

    convivas do banquete, fazendo ressu

  • Page 102 and 103:

    automatismo da repetição. Atravé

  • Page 104 and 105:

    interesse: “- Compadre, compadre.

  • Page 106 and 107:

    sua espada na clareira próxima ao

  • Page 108 and 109:

    Os relatórios psiquiátricos e o a

  • Page 110 and 111:

    A paranóia: Freud e Lacan ( ou “

  • Page 112 and 113:

    ao comentar a primeira publicação

  • Page 114 and 115:

    uma operação de substituição me

  • Page 116 and 117:

    outros. Referindo-se à “Alemanha

  • Page 118 and 119:

    se no terreno da linguagem e dos se

  • Page 120 and 121:

    mediocridade burguesa, em seu gesto

  • Page 122 and 123:

    o discurso histérico. 270 Afinal d

  • Page 124 and 125:

    loucos de Febrônio, na contra-mão

  • Page 126 and 127:

    Eric Laurent corrobora estas idéia

  • Page 128 and 129:

    “descabidas”, o crítico sublin

  • Page 130 and 131:

    Em consonância com esta idéia, So

  • Page 132 and 133:

    carioca, na música de carnaval, no

  • Page 134 and 135:

    Capítulo IV - Inconsciente 127

  • Page 136 and 137:

    Ainda no “Prefácio”, vê-se qu

  • Page 138 and 139:

    literária, Mário de Andrade, no q

  • Page 140 and 141:

    erro” (1929) nos deparamos com um

  • Page 142 and 143:

    salvado”. 321 Até aí já surgir

  • Page 144 and 145:

    Aqui é o próprio produtor do laps

  • Page 146 and 147:

    O que queremos realçar não é a d

  • Page 148 and 149:

    Ivone Daré Rabello, em seu trabalh

  • Page 150 and 151:

    Esse sujeito, que é puro vazio, id

  • Page 152 and 153:

    as anteriores. Mas se o estatuto do

  • Page 154 and 155:

    Quando eu... o outro agora me lembr

  • Page 156 and 157:

    1934, os protagonistas dos contos,

  • Page 158 and 159:

    numa cadeia de relações e acontec

  • Page 160 and 161:

    Neste exemplo, Mário ressalta a fo

  • Page 162 and 163:

    na teoria do recalcamento, do retor

  • Page 164 and 165:

    por exemplo, numa das interpretaç

  • Page 166 and 167:

    consciência, e no outro extremo a

  • Page 168 and 169:

    tudo pode ser rememorado, Freud pro

  • Page 170 and 171:

    efeito da ação da linguagem sobre

  • Page 172 and 173:

    primeiro”. 401 Este X designa o s

  • Page 174 and 175:

    epresentar por S ( ) -, se constró

  • Page 176 and 177:

    Rastros e resíduos 169

  • Page 178 and 179:

    mas em relação a algo único ou s

  • Page 180 and 181:

    Febrônio (Cendrars) e sua poesia m

  • Page 182 and 183:

    No seu trabalho ativo de leitura e

  • Page 184 and 185:

    Neste momento de sua produção e n

  • Page 186 and 187:

    Bibliografia 179

  • Page 188 and 189:

    ___________. Cartas de Mário de An

  • Page 190 and 191:

    FERES, Nites T. Leituras em Francê

  • Page 192 and 193:

    _______. “La teoría de la libido

  • Page 194 and 195:

    _______. “Formulações sobre a c

  • Page 196 and 197:

    4. Bibliografia geral s/a. “Poesi

  • Page 198 and 199:

    COPI, I, M. Introducción a la lóg

  • Page 200 and 201:

    PERRONE-MOISÉS, L. Altas literatur

  • Page 202 and 203:

    A Dona Ausente 430 Por Mário de An

  • Page 204 and 205:

    filho-das-ervas e da água fecundad

  • Page 206 and 207:

    A propósito de “Amar, Verbo Intr

  • Page 208 and 209:

    intenções maiores do meu último

  • Page 210 and 211:

    escabrosos, lutando contra fortes b

  • Page 212 and 213:

    Primitivos A palavra “primitivo

  • Page 214 and 215:

    doutrina, confesso que não me sedu

  • Page 216 and 217:

    distinguimos um Rembrandt, ou Cubis

  • Page 218 and 219:

    “me dá”, como nós, era muito

  • Page 220 and 221:

    como aquela intitulada “Brasília

  • Page 222 and 223:

    Homens & Obras A Escrava que não

  • Page 224 and 225:

    Acha que Dermée, no fundo tem raz

  • Page 226 and 227:

    Uma questão de gramática: Amar, V

  • Page 228 and 229:

    se subordina ao ambiente pelo simpl

  • Page 230 and 231:

    Vida Literária Freud II Tristão d

  • Page 232 and 233:

    obra está sendo traduzida em todas

  • Page 234 and 235:

    Freud, de fato, aceita os postulado

  • Page 236 and 237:

    As Revelações do Príncipe do Fog

  • Page 238 and 239:

    lágrimas, o supremo nas maiores al

  • Page 240 and 241:

    Eu, o Real Príncipe dos Príncipes

  • Page 242 and 243:

    que há no Céu, dizendo: Santo, Sa

  • Page 244 and 245:

    vivo; eis o acontecimento do maior

  • Page 246 and 247:

    leal incenso-vivo encarnado recebem

  • Page 248 and 249:

    Eis-me, ó Arcanjos fiéis do Santu

  • Page 250 and 251:

    epousar-te-ei sobre amenos Querubin

  • Page 252 and 253:

    tudo quanto neles há, o Criador do

  • Page 254 and 255:

    do teu livro, o abatido do teu apra

  • Page 256 and 257:

    Eu, o Real Príncipe dos Príncipes

Maria Aparecida de Andrade Novaes Paradoxos e ... - PUC Rio
Maria Helena de Andrade Azevedo - Universidade Estadual de ...
A moratória de Jorge Andrade - Universidade Federal de Juiz de Fora
izabella andrade brito - PRPPG - Universidade Federal do Paraná
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO Instituto ... - UFRJ
izabella andrade brito - PRPPG - Universidade Federal do Paraná
maria guadalupe lima peixoto andrade - CCA/UFPb - Universidade ...
maria silvia cristofoli universidade federal de santa catarina ...
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA ... - Coperves - UFSM
universidade federal do rio de janeiro maria cecília rufino a ...
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PROGRAMA ... - UFSM
geografia e exílio em maria gabriela llansol - Universidade Federal ...
universidade federal de goiás faculdade de letras maria josé de ...
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA - Colégio Politécnico ...