Download

abraflor.org.br

Download

1

Eletrobrás

SETOR ELÉTRICO BRASILEIRO

GERAÇÃO

Abril 2006


Usinas em Operação

BRASIL

Eletrobrás

Tipo

Quantidade

Capacidade

Instalada

[MW]

Potência

Média

[MW]

CGH 189 99,70 0,53 0,10

%

EOL 10 31,00 3,10 0,03

PCH 263 1393,40 5,30 1,41

SOL 1 0,02 0,02 0,00

UHE 152 72089,20 474,27 72,77

UTE 907 23441,70 25,85 23,66

UTN 2 2007,00 1003,50 2,03

CGH – Micro / Mini Central Hidrelétrica

EOL – Usina Eólica

PCH – Pequena Central Hidrelétrica

SOL – Usina Solar

UHE – Usina Hidrelétrica

UTE – Usina Termelétrica

UTN – Usina Termonuclear

TOTAL 1524 99062 65 100

FONTE: ANEEL Abril 2006

2


Novas Usinas em

Construção

- BRASIL

Eletrobrás

Tipo

Quantidade

Capacidade

Instalada

[MW]

Potência

Média

[MW]

%

CGH 1 0,8 0,80 0,02

EOL 5 208,3 41,66 5,09

PCH 39 621,6 15,94 15,19

UHE 11 2644,2 240,38 64,63

UTE 16 616,5 38,53 15,07

TOTAL 72 4091,4 56,8 100

CGH – Micro / Mini Central Hidrelétrica

EOL – Usina Eólica

PCH – Pequena Central Hidrelétrica

UHE – Usina Hidrelétrica

UTE – Usina Termelétrica

FONTE: ANEEL Abril de 2006

3


Novas Usinas Com Construção

Ainda Não Iniciada - BRASIL

Eletrobrás

Tipo

Quantidade

Capacidade

Instalada

[MW]

Potência

Média

[MW]

%

CGH 59 39,0 0,7

0,17

EOL 124 5322,9 42,9 22,61

PCH

UHE

UTE

TOTAL

217

22

95

408

3399,7

5109,6

9666,2

23537,4

15,7

232,3

101,7

57,7

14,44

21,71

41,07

100

CGH – Micro / Mini Central Hidrelétrica

EOL – Usina Eólica

PCH – Pequena Central Hidrelétrica

UHE – Usina Hidrelétrica

UTE – Usina Termelétrica

FONTE: ANEEL Abril de 2006

4


5

Evolução da Potência Instalada

(Média) em MW – Abril de 2006

Eletrobrás

474,3

CGH – Micro / Mini Central Hidrelétrica

EOL – Usina Eólica

Operação

Em Construção

Construção Não-Iniciada

PCH – Pequena Central Hidrelétrica

MW Médio

240,4

232,3

UHE – Usina Hidrelétrica

UTE – Usina Termelétrica

101,7

15,9 15,7

5,3 3,1

41,7 42,9

38,5

25,9

UHE PCH EOL UTE

FONTE: ANEEL Abril de 2006


6

Agentes de Geração

BRASIL

(Investidores Principais)

Eletrobrás

PROPÓSITO DA PRODUÇÃO

NÚMERO DE AGENTES

SERVIÇO PÚBLICO 88

AUTO-PRODUTOR 488

PRODUTOR INDEPENDENTE 523

AUTOPRODUTOR /

COMERCIALIZAÇÃO DO EXCEDENTE

68

TOTAL 1167


7

Características Principais do

Setor Elétrico Brasileiro

Eletrobrás

• Predominantemente Hidráulico;

• Interconexão Elétrica entre as Regiões;

• Diversidade Hidrológica Permite Otimização da Geração;

• Capacidade Hidroelétrica Explorada: 73582 MW;

• Capacidade Hidroelétrica Inexplorada : 193000 MW (Maior

parte na Bacia Amazônica);

• Operação Térmica Complementar à Operação Hidráulica;

• Incentivo às Fontes Renováveis Alternativas de Geração de

Energia – PROINFA.


8

Potencial Hidráulico Brasileiro

Eletrobrás

Total : 261 GW

Operação / Construção : 29 %

Medido : 40 %

Estimado : 31 %

113 GW

(43%)

7.3 GW

(6,4%)

36 GW

(14%)

9.3 GW

(25,8%)

26 GW

(10%)

10.6 GW

(40,8%)

44 GW

(17%)

21.6 GW

(49%)

FONTE Eletrobrás

(www.eletrobras.com/EM_Atuacao_SIPOT/poten

cialHidreletrico.asp)

42 GW

(16%)

17.2 GW

(41%)

Legenda:

Azul = Capacidade Total

Vermelho = Operação


9

Rede de Transmissão Brasileira

Eletrobrás

4.000 km


Fontes Principais de Energia

Eletrobrás

8.8%

2%

5.2%

24%

30.3%

26.7%

19.8%

60.3%

74%

75.4%

63.3%

74.1%

69.4%

69.6%

30.7%

9.7%

14.4%

3.6%

17.8%

1.6%

8.3%

Argentina Brasil França Alemanha México Inglaterra EUA

Hidro Fóssil Nuclear Outras

10


11

Percentual Utilizado do

Potencial Hidrelétrico

Eletrobrás

100,0%

90,0%

80,0%

83%

70,0%

60,0%

62%

61%

60%

50,0%

45%

40,0%

36%

30,0%

20,0%

10,0%

0,0%

28%

17%

12%

11%

10%

5%

3%

ALEMANHA

JAPAO

NORUEGA

USA

ITALIA

CANADA

BRASIL

COLOMBIA

INDIA

CHINA

RUSSIA

PERU

INDONESIA


Custo de Geração X Custo de

Instalação para UHE com

FC = 50%, n = 30 anos

Eletrobrás

80

70

US$ / MWh

60

50

40

Taxa de Desconto = 15%

30

Taxa de Desconto = 10%

20

10

0

800 1000 1200 1500 1800 2000

US$/kW

12


Custos de Produção de Energia

Elétrica no Brasil

Eletrobrás

FONTE

US$ / MWh

Hidro - 25 a 50

Carvão - 50 a 65

Nuclear - 60 a 70

Gás Natural - 40 a 50

Derivados de Petróleo - 50 a 60

Biomassa/Cana - 40 a 80

Fontes Alternativas - Acima de 40

Fonte ELETROBRÁS / Plano 2015

13


14

Companhias de Geração e

Transmissão – Grupo Eletrobrás

Eletrobrás

Furnas

9.292 MW

19.000 km

Eletronorte

6.793 MW

8.100 km Chesf

10.704 MW

18.400 km

Itaipu

6.300 MW

35.580 MW

(40% do Total do Brasil)

54.500 km

Eletronuclear

2.007 MW

CGTEE

490 MW

Eletrosul

9.000 km


15

Investimentos – US$ Milhões

GRUPO Eletrobrás

Eletrobrás

2500

2083

2000

1500

1482

1000

982

1106

780

847

500

0

492 530

513

452

393

387

310

146

36 61 71 54

63

2004 2005 2006 2007

520

Geração Transmissão Distribuição Instalações Gerais Total


16

Principais Projetos em

Desenvolvimento

Eletrobrás

AHE Belo Monte

• Rio Xingu

• Capacidade Instalada 11.181 MW

(20 X 550 MW + 7 X 25,9 MW)

• Área Bacia 446.000 km²

• Reservatório 440 km²

• Queda 88,7 m

• Energia Firme 4.796 MW médios


17

Principais Projetos em

Desenvolvimento

Eletrobrás

AHE Belo Monte

Investimentos na 1a. Etapa – 5500MW – Alternativa B (US$ bilhões)

• Geração 3,180

• Transmissão

- Interconexão ao Sistema 1,570

• Total

- G & T 4,75


18

Principais Projetos em

Desenvolvimento

Eletrobrás

Projetos Hidroelétricos Santo Antônio e Jirau

• Rio Madeira (Estado de Rondônia)

S. Antônio (Inv(

Inv.) Jirau (Viab(

Viab.)

• Capacidade Instalada 3.150 MW 3.300 MW

• Queda 13,9 m 15,2 m

• Energia Firme 2.050 MWmed 2.193 MWmed

• Turbina Bulbo Bulbo

• No. de Unidades 44 44


Eletrobrás

OBRAS DE GERAÇÃO EM CONSTRUÇÃO COM PARTICIPAÇÃO FINANCEIRA DA ELETROBRÁS

Empreendimento UF Empresa

Numero de

Unidades

Potência

(MW)

Invest. US$

milhões(*)

UHE Fundão PR ELEJOR 2x60,0 120,0 12,0 - Obra com parceria

UHE Peixe Angical TO FURNAS/EDP 3x150,7 452,0 550,0 - Obra em parceria

UHE Santa Clara PR ELEJOR 2x60,0 120,0 12,0 - Obra em parceria

UHE Tucuruí - 2ª Etapa PA ELETRONORTE 11x375,0 4.125,0 1.000,0 - Obra com financiamento

UHE Itaipu - Unid. 9A e 18A PR ITAIPU BINACIONAL 2x700,0 1.400,0 211,0 - Obra com financiamento

Totais 6.217,0 1.785,0

Observações

OBRAS DE GERAÇÃO CONSTRUIDAS COM PARTICIPAÇÃO FINANCEIRA DA ELETROBRÁS

Numero de Potência Invest. US$

Empreendimento UF Empresa

Unidades (MW) milhões(*)

Observações

UHE Itá SC/RS CONSORCIO ITÁ 5x290 1.450,0 225,0 - Obra com financiamento e parceria

UHE Luiz Eduardo Magalhães TO GRUPO REDE 5x180,5 903,0 120,0 - Obra em parceria

UHE Manso MT FURNAS 4x52,5 210,0 240,0 - Obra de Furnas

UHE Itiquira I MT CONSORCIO ITIQUIRA 2x30,4 60,8 12,0 - Obra em parceria

UHE Itiquira II MT CONSORCIO ITIQUIRA 2x47,6 95,2 12,0 - Obra em parceria

UHE Guaporé MT GRUPO REDE 3x40,0 120,0 24,0 - Obra em parceria

UHE Porto Primavera SP/MS CESP 6x110,0 660,0 40,0 - Obra com financiamento.

UHE Xingó BA/SE CHESF 4x500,0 2.000,0 3.500,0 - Obra da Chesf

UHE Tucuruí - 1ª Etapa PA ELETRONORTE 12x350,0 4.200,0 4.700,0 - Obra da Eletronorte

UHE Samuel RO ELETRONORTE 5x43,2 216,0 250,0 - Obra da Eletronorte

UHE Balbina RO ELETRONORTE 5x50,0 250,0 280,0 - Obra da Eletronorte

UHE Serra da Mesa GO FURNAS 5x50,1 1.275,0 1.400,0 - Obra de Furnas

UHE Corumbá GO FURNAS 5x50,2 375,0 450,0 - Obra de Furnas

UHE Itaipu PR ITAIPU BINACIONAL 18x700,0 12.600,0 14.000,0 - Obra da Itaipu Binacional

Totais 24.415,0 25.253,0

(*) - Valores estimados

19


20

Eletrobrás

Obras de Geração Termoelétrica com participação financeira da Eletrobrás

Potência Invest. US$

Observações

Empreendimento UF Empresa

milhões(*)

Total(MW)

UTE Santa Cruz-Ampliação RJ FURNAS 350,0 272,7 Empresa do Grupo Eletrobrás

UTE Camaçarí-Repotenciação BA CHESF 360,0 343,8 Empresa do Grupo Eletrobrás

Total 710,0

(*) - Valores estimados

Obras de Transmissão com participação financeira da Eletrobrás

Empreendimento

Empresa

Nº Tensão Extensão Invest.

Circuitos (kV) km US$ milhôes

LT Norte Sul I Furnas/ELN 1 500 1.278,0 900,0 Grupo Eletrobrás

LT Itaipu/Tijuco Preto Furnas 3 750 2.700,0 3.000,0 Grupo Eletrobrás

LT Itaipu/Ibiúna Furnas 2 600 900,0 1.000,0 Grupo Eletrobrás

LT Terezina/Fortaleza Chesf 1 500 650,0 156,0 Grupo Eletrobrás

Totais 5.528,0 5.056,0

(*) - Valores estimados


Potencial Hidrelétrico Brasileiro

Pequenas Centrais - PCH

Eletrobrás

BRASIL

14.902 MW

Operação/Construção 1.764 (11,84%)

Projetos Básicos 3.204 (21,50%)

Estudos 9.934 (66,66%)

NORTE 948 MW

Operação/Construção 184

Projetos Básicos 164

Estudos 600

NORDESTE 804 MW

Operação/Construção 108

Projetos Básicos 73

Estudos 623

CENTRO-OESTE 3.216 MW

Operação/Construção 307

Projetos Básicos 1.196

Estudos 1.713

SUDESTE 5.773 MW

Operação/Construção 765

Projetos Básicos 995

Estudos 4.013

SUL 4.161 MW

Operação/Construção 400

Projetos Básicos 776

Estudos 2.985

21


Localização das PCHs no

BRASIL

Eletrobrás

LEGENDA

PROJETO BÁSICO

OPERAÇÃO

INVENTÁRIO

22


23

Potencial Eólico Brasileiro

Eletrobrás


24

Pequenas Centrais

Hidrelétricas

Eletrobrás

Principais aspectos de atratividade para implantação de PCH no

atual contexto do Setor Elétrico brasileiro:

• Constitui-se numa das melhores opções para atendimento às

necessidades de carga de pequenos centros urbanos, áreas rurais,

centros industriais e sistemas isolados;

• Conta com importantes incentivos legais e regulatórios;

• Menores custos de investimento;

• Empreendimentos de baixa complexidade de execução;

• Redução do Consumo de combustíveis, notadamente nos sistemas

isolados, e conseqüente redução das emissões de CO 2 para o

ambiente;

• Incentivo a industria brasileira de equipamentos;

• Compatibilidade com a tendência, a nível mundial, de estímulo ao

uso de energias renováveis.


25

Pequenas Centrais Hidrelétricas

Principais Incentivos Legais

Eletrobrás

• Descontos (>=50%) nos encargos de uso dos Sistemas de Transmissão e

Distribuição;

• Livre Comercialização de Energia com Consumidores ou Conjunto de

Consumidores:

– Carga Igual ou Superior a 500kW;

– Situados em Sistemas Isolados.

• Isenção da compensação financeira pela Utilização de Recursos Hídricos;

• Participação no Rateio da CCC quando substituir Geração Térmica a Óleo

nos Sistemas Isolados (geração predominantemente térmica de pequena

potência);

• Isenção de Aplicação de, no mínimo, 1% da ROL em P&D;

• PROINFA:

– Garantia de PPA por 20 anos pela Eletrobrás, tarifa corrigida pelo IGP-

M;

– Financiamento de até 70% do investimento pelo BNDES.


26

Centrais Eólicas E

e UTE’s

à Biomassa

Eletrobrás

Principais aspectos de atratividade para implantação de

Centrais Eólicas e de UTE’s Biomassa no atual contexto do

Setor Elétrico brasileiro:

• Constitui-se numa das melhores opções para atendimento às

necessidades de carga de pequenos centros urbanos, áreas rurais,

centros industriais e sistemas isolados;

• Conta com importantes incentivos legais e regulatórios;

• Empreendimentos de baixa complexidade de execução;

• Redução do Consumo de combustíveis, notadamente nos sistemas

isolados, e conseqüente redução das emissões de CO 2 para o

ambiente;

• Incentivo a industria brasileira de equipamentos;

• Compatibilidade com a tendência, a nível mundial, de estímulo ao

uso de energias renováveis.


27

Eletrobrás

PROINFA - Programa de

Incentivo às Fontes

Alternativas de Energia

Elétrica


28

Eletrobrás

PROINFA

O Governo Federal instituiu um programa de incentivo a

fontes de energia renovável, envolvendo a geração com biomassa,

pequenas centrais hidrelétricas e usinas eólicas, na formatação de

uma geração distribuída.

Neste programa, esta geração está estruturalmente inserida

num contexto que envolve e integra o Governo (Serviço Público),

produtores, fabricantes e concessionárias de energia elétrica.

O parque industrial brasileiro está perfeitamente apto para

fabricar todos os equipamentos que visem uma maximização de

excedentes de energia elétrica e apresentam um elevado nível de

confiabilidade e de disponibilidade, compatíveis com a

responsabilidade que as concessionárias de distribuição têm para

com os seus consumidores.


29

Eletrobrás

Legislação do PROINFA

‣ Lei 10.438/02 (Alterada pela Lei 10.762/03 e 11.075/04)

‣ Decreto 5.025/04

‣ Portaria MME 45/04

‣ Resoluções ANEEL / 2004 - 56, 62, 65, 111, 127 e 287


30

Eletrobrás

PROINFA

Programa - Objetivo

Aumentar a participação de empreendimentos de

Produtores Independentes, com base em fontes

Eólica, Biomassa e PCH, no Sistema Interligado

Nacional.

Também visa reduzir a emissão de gases de efeito

estufa, nos termos do Protocolo de Quioto.


31

Eletrobrás

PROINFA

Programa - Características

‣ Para Fonte de PCH, Biomassa e Eólica

‣ Prioridade ao Produtor Independente Autônomo - PIA

‣ Aquisição de 3.300 MW de Capacidade Instalada pela

ELETROBRÁS, distribuída igualmente por tipo de fonte

‣ 60% de nacionalização

‣ Seleção por antiguidade de Licença Ambiental de Instalação – LI

‣ Distribuição por estado de 20% para Biomassa e Eólica e 15%

para PCH


32

Eletrobrás

PROINFA

Programa – Características

‣ Valor Econômico da tecnologia com Piso

‣ Contrato de 20 anos

‣ Entrada em operação até 30 de dezembro de 2008

‣ Repasse ao Consumidor Final do SIN (excluído Baixa Renda)

‣ Plano PROINFA

‣ Conta PROINFA


33

Eletrobrás

PROINFA

Valores Econômicos

Fonte R$/MWh Observações

PCH 131,98

Eólica Máx. 230,48 FCR = 32,4041%

Mín. 203,32 FCR = 41,9347%

Biomassa Bagaço de cana 105,76

Casca de arroz 116,39

Resíduos de Madeira 114,31

Biogás de aterro 190,70

Ref: Abril/2006

FCR = Fator de Capacidade de Referência


Eletrobrás

PROINFA

Potência Contratada por Região e Fonte (MW)

805,58

784,14

PCH

BIO

460,94

454,29

EOL

263,10

102,20

119,20

163,05

105,10

41,80

N NE SE/CO S

34


35

Eletrobrás

PROINFA

Energia Contratada

O resultado do Processo de Contratação da

energia do PROINFA indica um montante aproximado de

12,6 milhões de MWh/ano, representado um custo

aproximado de R$ 1,82 bilhões/ano.

Pot. Contr. (MW) Energia (MWh/ano) Custo (MR$/ano)

PCH 1.191,24 6.531.196 800

EÓLICA 1.422,92 3.719.799 786

BIOMASSA 685,24 2.304.992 233

TOTAL 3.299,40 12.555.987 1.819


Eletrobrás

PROINFA

Energia Contratada por Região e Fonte (MWh/ano)

4.390.368

PCH

BIO

EOL

2.190.648

1.448.969

1.366.304

1.196.720

571.122

203.402

383.654 332.431

472.369

N NE SE/CO S

36


37

Eletrobrás

PROINFA

Investimentos

sendo:

Investimento até 2006 da ordem de: R$ 10,14 bilhões*,

– PCH: R$ 3,60 bilhões

– Eólica: R$ 5,53 bilhões

– Biomassa: R$ 1,01 bilhões

• Segundo OPE’s entregues no Processo de Chamada

Pública dos empreendimentos contratados na 1ª e 2ª

Chamada Pública.


38

Eletrobrás

PROINFA

Contribuição Social

‣ 150.000 empregos diretos, indiretos e remotos

‣ Investimentos de R$ 4 bilhões na indústria de equipamentos e

materiais

‣ Certificados Verde e de Redução de Emissão de Carbono

(Emissão evitada de 2,9 milhões de tCO2/ano)


39

Pequenas Centrais Hidrelétricas

PROINFA

Eletrobrás

UF Nº P. Instalada [MW] P. Selecionada [MW] % Total

BA

ES

GO

MG

MS

MT

PA

RJ

RS

SC

TO

3

4

6

6

4

9

2

5

8

6

6

41,800

82,500

138,000

96,500

76,200

171,340

40,000

106,400

161,700

101,400

102,200

41,800

82,500

138,000

96,500

76,200

165,000

28,300

106,400

161,700

101,400

102,200

3,8%

7,5%

12,5%

8,8%

6,9%

15%

2,6%

9,7%

14,7%

9,2%

9,3%

BRASIL 57 1.118,040 1.100,000 100%

Obs.: Todos são PIA

Potência Média = 19,3MW


40

Centrais Eólicas

E

PROINFA

Eletrobrás

UF Nº P. Instalada [MW] P. Selecionada [MW] % Total

CE

PB

PE

PI

RJ

RN

RS

SC

8

13

5

1

2

2

5

11

264,3

64,85

21,25

17,85

163,05

113,80

220,0

226,7

264,3

64,85

21,25

17,85

163,05

113,80

220,0

226,7

24,2%

6,0%

1,9%

1,6%

14,9%

10,4%

20,2%

20,8%

BRASIL 47 1100 1100 100%

Potência Média = 23,4MW


Biomassa

PROINFA

Eletrobrás

UF Nº P. Instalada [MW] P. Contratada [MW] %Total

AL

ES

GO

MG

MS

PB

PE

PR

RN

RS

SE

SP

2

3

4

2

5

1

2

10

1

1

1

17

31

60,5

85,62

50,5

49,4

20

63,2

203

15

8

5

516,11

31

30,5

79,52

30

49,4

20

63,2

105,1

0

0

5

271,52

4,52%

4,45%

11,6%

4,38%

7,21%

2,92%

9,22%

15,34%

0%

0%

0,73%

39,62%

BRASIL 49 1107,33 685,24 100%

Potência Média = 22,8MW

41


42

PROINFA

Eletrobrás

Usinas Termelétricas a Biomassa de Origem Florestal

Sistema Interligado

Usina

Potência

Instalada

(MW)

Potência

Contratada

(MW)

Ecoluz (PR) 15 10

Winimport (PR) 15 7

Nota: A usina Viena (MA), que utiliza gás siderúrgico oriundo de carvão vegetal,

não foi contratada por se tratar de central já em operação quando do lançamento

do PROINFA

Sistema Isolado

A CEAM, subsidiária da Eletrobrás com atuação no Estado do Amazonas,

contratou a potência de 7,5 MW em Itacoatiara (AM) de uma usina que usa resíduos

de madeira, correspondendo a um fornecimento de 6,5 MW médios mensais.


Eletrobrás

27 CENTRAIS BIOMASSA (685,24 MW)

• Em operação

Obra em andamento

Obra não iniciada

UTE Goiasa Goiatuba Alcool – 42,5 MW

UTE Jalles Machado – 12 MW

UTE Nova Geração – 25 MW

UTE Giasa II – 20 MW

UTE JB – 33,2 MW

UTE Coruripe * – 16 MW

UTE Jitituba S. A. – 15 MW

UTE Iolando Leite – 5 MW

UTE Volta Grande – 10 MW

UTE Ecoluz – 10 MW (Fonte: Resíduo de Madeira)

UTE S. Terez. Tapejara – 48,1 MW

UTE Usaciga – 40 MW

UTE Winimport – 7 MW (Fonte: Resíduo de Madeira)

As UTE Brasilânida (8 MW), Sidrolândia (20,4 MW), Sonora (21 MW), todas em MS e

a UTE Energia Ambiental (30 MW) em PE solicitaram rescisão contratual.

UTE Disa. – 30,5 MW

UTE Água Bonita – 15,8 MW

UTE Canaã – 30 MW

UTE Cerradinho - 50 MW

UTE Fartura – 29,9 MW

UTE Maracaí – 36,8 MW

UTE Mandu – 20,2 MW

UTE Pioneiros – 28,4 MW

UTE Ruette – 24,2 MW

UTE São Luiz – 36 MW

43


44

Eletrobrás

PROINFA – 2ª Etapa

Esta etapa, prevista na Lei 10.438/02 decorrerá da

conclusão da primeira, isto é, atingida a meta de contratação de

3.300 MW.

Tem como principais característica:

‣ Realização de contratação atendendo no mínimo 15% do

incremento anual de carga

‣ Meta de atingir o atendimento de 10% do consumo através de

fontes de Biomassa, PCH e Eólica no prazo de 20 anos

‣ Nacionalização mínima de 90% de equipamentos e serviços

‣ Preço de contrato pelo VE da fonte com cobertura até o nível

do VE Competitivo pelo consumidor e o restante pela Conta de

Desenvolvimento Energético - CDE


45

Eletrobrás

PROINFA / MATRIZ ENERGIA ELÉTRICA

ATÉ 2003

PCH 2,3%

BIOMASSA 0,9% TOTAL 3,3%

EÓLICA 0,0%

ATÉ 2006

PCH 3,2%

BIOMASSA 1,9% TOTAL 5,9%

EÓLICA 0,8%

Ao final da Segunda Etapa do PROINFA ( ~2018 ):

10,0% da Matriz de Energia Elétrica


Publicações de

Interesse

Eletrobrás

Manuais para Implementação de Hidrelétricas:

Manual de Inventário Hidrelétrico de Bacias Hidrográficas

Manual de Micro Centrais Hidrelétricas

Manual de Mini Centrais Hidrelétricas

Diretrizes para Estudos e Projetos de Pequenas Centrais Hidrelétricas

Instruções para Estudos de Viabilidade de Aproveitamentos Hidrelétricos

Diretrizes para Elaboração de Projeto Básico de Usinas Hidrelétricas

Critérios de Projeto Civil de Usinas Hidrelétricas

Meio Ambiente:

Legislação Ambiental de Interesse do Setor Elétrico

Contribuição do Setor Elétrico ao Conhecimento de Novos Peixes

O Tratamento do Impacto das Hidrelétricas Sobre a Fauna Terrestre

Plano Diretor de Meio Ambiente do Setor Elétrico

www.eletrobras.com.br/EM_Biblioteca/publicacoes.asp

www.proinfa.com.br

46


47

Eletrobrás

F I M

More magazines by this user
Similar magazines