Agenda Cultural: Abril, Maio, Junho.pdf - O Portal do Concelho de ...

cm.vilavicosa.pt

Agenda Cultural: Abril, Maio, Junho.pdf - O Portal do Concelho de ...

Câmara Municipal

Vila Viçosa

a razão que renasce...

Agenda

Cultural

Abril/Maio/Junho '10

Carlos Mendes em

Vila Viçosa


Índice

Nota de abertura

3

... à conversa com 4

Programação cultural - Abril 6

25 de Abril

8

Dia do trabalhador

9

Programação cultural - Maio 10

Programação cultural - Junho 12

Cinema

15

Desporto

16

Outras Actividades

18

Onde comer

20

Onde dormir

22

À noite

23

Sugestões de leitura

24

Contactos úteis

25

Síntese de programação

26

Ficha técnica

02

Edição: Câmara Municipal de Vila Viçosa

Director: Francisco Chagas

Redacção e paginação: Gabinete de Imprensa

Design Gráfico: ARP

Impressão e acabamento: ARP

Tiragem: 4500 exemplares

Periodicidade: Trimestral

Distribuição gratuita

Propriedade:

Câmara Municipal de Vila Viçosa

Paços do Concelho

Praça da República

7160-207 Vila Viçosa

Tel.: 268 889 310

Fax: 268 980 604

Email: geral@cm-vilavicosa.pt

imprensa@cm-vilavicosa.pt

Procure-nos no Facebook (Município de Vila Viçosa)

www.cm-vilavicosa.pt


Caros

Munícipes

A Cultura é a base do nosso conhecimento

porque se baseia nos quatro pilares que

sustentam o equilíbrio e a formação do ser

humano: a arte, como exteriorização da

nossa consciência, dos nossos costumes e

tradições; a mística, faceta do nosso

inconsciente e das nossas dúvidas na procura

do inexplicável; a filosofia, estudo e crítica

permanente dos princípios fundamentais; a

ciência, espaço de explicação do mundo que

nos rodeia tendo por base os conhecimentos

adquiridos ao longo dos séculos dos séculos.

Quando falamos de Cultura temos, por vezes,

a tendência para falar unicamente de arte,

nas suas actuais nove vertentes: pintura,

escultura, dança, teatro, música, literatura,

cinema, fotografia e banda desenhada. A

agenda cultural que agora se inicia, com

periodicidade trimestral, tem pois como

ambição não só divulgar os vários

acontecimentos relacionados com arte, neste

Concelho com um património cultural ímpar,

mas também incorporar actividades e eventos

que vão da arte ao conhecimento.

Esta agenda é a sistematização e

compatibilização das actividades das várias

Entidades e Associações do Concelho, com a

preocupação de dar a conhecer o que aqui se

faz, intercalando acções e programas levados

a cabo por grupos ou personalidades deste

nosso Município, e que representam um

contributo fundamental na expressão e

dimensão cultural que pretendemos, com a

mostra de actividades de âmbito nacional ou

até mesmo internacional.

A Cultura consubstancia a consciência,

formação e capacidade dum povo. A

diversidade que tentámos preparar tem como

objectivo o de ir ao encontro das várias

tendências e sensibilidades, tendo como

preocupação alargar os horizontes. Posso

afirmar que será uma agenda feita para

todos, a pensar em todos.

Luís Caldeirinha Roma

Presidente da Câmara de Vila Viçosa

03


...à conversa com

Carlos Mendes

Carlos Mendes, cantor, compositor e actor, cedo começou a deixar a sua marca no panorama

musical português. Venceu duas vezes o Festival RTP da Canção, em 1968 com o tema “Verão”

e, mais tarde, em 1972 com a canção “Festa da Vida”. Ainda nesse ano participou no Festival

da Eurovisão, em Edimburgo, alcançando um sétimo lugar, uma das melhores classificações

portuguesas.

Arquitecto de formação, Carlos Mendes rapidamente percebeu que a música era a sua vida e

que da sua vida queria fazer música. Hoje o seu nome está gravado, a ouro, na história da

música portuguesa.

No próximo dia 24 de Abril, Carlos Mendes actua em Vila Viçosa, num espectáculo que assinala

mais um aniversário da Revolução dos Cravos. Em conversa com o músico, descobrimos a sua

paixão por Florbela Espanca e, num diálogo de emoções, ficámos a conhecer a forma como

Carlos Mendes viveu o 25 de Abril de 1974.

Em 1972 venceu, pela segunda vez, o

Festival da Canção com “Festa da Vida”,

que memórias guarda desse dia?

É sempre bom alcançar uma vitória,

sobretudo quando conseguida num Portugal

decadente, virado literalmente de costas para

tudo o que era moderno. Na altura, o texto da

canção era considerado subversivo, o que

nos deixa ainda mais orgulhosos deste

triunfo.

No mesmo ano participou no Festival da

Eurovisão, em Edimburgo, conseguindo

uma das melhores classificações

portuguesas (7.º Lugar).

Qual o significado dessa vitória?

Foi realmente um festival muito competitivo,

onde tive o apoio de uma editora inglesa,

PYE RECORD, que me valeu muita promoção

por toda a Inglaterra, sobretudo em Londres.

Independentemente da canção ser muito

forte, não há dúvida que a minha

classificação se deveu em grande parte a este

apoio.

Recordo, por graça, que foi a primeira vez

que dei autógrafos. No meio de Kings Road,

rodeado de imensas 'teenagers' que gritavam

por conhecer o Português.

04


....à conversa com

Em plena ditadura, a letra da “Festa da

Vida” apresentava algum significado

“oculto”?

O significado era a festa que se iria celebrar

dois anos mais tarde com o 25 de Abril.

A festa da Liberdade, a festa da vontade de

mudança, a festa da luz e da alegria.

Como viveu o 25 de Abril de 1974?

Com uma grande alegria, minuto a minuto,

segundo a segundo. Era a festa esperada, a

festa da vida.

Sentiu na pele as dificuldades de viver em

ditadura. Quais considera serem os

principais problemas da sociedade

actual?

Quero deixar bem explícito que em nada se

comparam as realidades de hoje com a

daquela altura. Actualmente, o que me aflige

é o reinado dos gestores sem nenhuma

pontinha de humanismo. Assusta-me aqueles

que vêem as sociedades através dos números,

faltando-lhes o lado humano e o lado

artístico… o centro do mundo é, e será, para

mim, o HOMEM e nunca os números.

Quantas vezes vemos grandes artistas serem

preteridos por outros piores porque estes

apresentam melhores vendas. Quando

classificamos um cantor, classificamo-lo não

pelo seu talento mas pelos números de

vendas ou de concertos. Este é um erro em

que todos caímos com muita facilidade,

estamos na era, não dos valores, mas das

mais valias. Com isto chegamos aqui …e os

números?

Falemos agora de Vila Viçosa. O que mais

o marcou na nossa terra?

O palácio, uma jóia da arquitectura, mas

sobretudo por ser a terra de Florbela Espanca.

Vocês sabem que tenho começado um musical

sobre FLORBELA? Talvez um dia o acabe...

Em vésperas de mais uma celebração da

Revolução dos Cravos actua em Vila

Viçosa. O que podemos esperar do

espectáculo “Sons de Abril”?

Um espectáculo lindo, simples, com muitas

canções conhecidas e com os amigos como

músicos… não estarei a pensar em números

mas no prazer de cantar e de estar com gente

que há muitos anos não vejo. Essa gente

maravilhosa das terras de Florbela.

Cantar Abril tem algum significado

especial?

Cantar Abril será sempre cantar a liberdade, o

amor e a paz. Haverá alguma coisa melhor?

05


Abril ‘10

Programação

Cultural

3 de Abril

José Rosa

10 de Abril

Quinteto Jazz de Lisboa

O artista calipolense José Rosa sobe ao

palco do Auditório do Cine-Teatro Florbela

Espanca para apresentar “Saudade”, o seu

primeiro trabalho editado em CD.

Um álbum marcado pelo romantismo

característico da música ligeira portuguesa

das últimas décadas. Neste espectáculo,

com melodias que falam do amor e dos

sentimentos tão nobres a ele associados,

José Rosa conta com a presença especial

de António Felizardo Dourado, da New

York Editora.

Prepare-se para um serão intimista e

envolvente ao som de temas como Cartas

de Amor, Guitarra Toca Baixinho, Ternura

dos Quarenta, entre muitos outros que

ecoam, desde sempre, no nosso

imaginário!

No mês em que se celebra mais um ano

sobre a Revolução dos Cravos, o Quinteto

Jazz de Lisboa traz a Vila Viçosa um

espectáculo de homenagem aos grandes

autores e compositores de Abril. De Ary a

Zeca é um tributo ao extraordinário poeta

da liberdade Ary dos Santos e ao grande

mestre da música contemporânea

portuguesa Zeca Afonso.

Constituído em 1998, o Quinteto Jazz de

Lisboa apresenta-se com uma sonoridade

única que resulta da fusão do jazz com a

música de raiz popular e o fado. José

Carvalho (voz), Náná Sousa Dias

(saxofone), Paleka (bateria), Miguel Braga

(piano) e Paulo Neves (baixo e contrabaixo)

prometem uma noite única marcada pela

recriação de canções que nos falam de

liberdade.

Cine-Teatro Florbela Espanca às 21h30

06

Cine-Teatro Florbela Espanca às 21h30


Programação cultural

17 de Abril

Rosa Ventus

24 de Abril

Carlos Mendes

O projecto musical Rosa Ventus nasceu no

ano 2003 e, desde então, este grupo de

músicos alentejanos promove a música

tradicional portuguesa de uma forma

inovadora.

Os quatro elementos, naturais de Borba e

Vila Viçosa, encontram inspiração em

melodias eruditas, apresentando-as com

uma composição diferente. Rosa Ventus

interpretam, de uma forma singular, temas

conhecidos como Barco Negro, Lisboa

Menina e Moça e A Vaca de Fogo.

E porque “a música expressa o que não

pode ser dito em palavras mas não pode

permanecer em silêncio”, como dizia Victor

Hugo, o público será convidado a interagir

activamente durante o espectáculo.

Arquitecto de sons, como se define, Carlos

Mendes começou a sua carreira há mais de

quarenta anos no conjunto Sheiks, grupo

que formou juntamente com Paulo de

Carvalho.

Com um percurso ímpar, Carlos Mendes

venceu duas vezes o Festival RTP da Canção,

primeiro com o tema “Verão” (1968) e, mais

tarde, com “Festa da Vida” (1972),

interpretação que lhe valeu o sétimo lugar

no Festival da Eurovisão, em Edimburgo.

Nas vésperas da celebração do 36.º

aniversário da Revolução dos Cravos,

Carlos Mendes, um dos cantores e

compositores mais importantes da música

portuguesa, traz-nos o espectáculo “Sons de

Abril”.

Uma noite especial para assinalar uma

importante efeméride da história portuguesa

e que ficará, com toda a certeza, na

memória de todos os munícipes do concelho

de Vila Viçosa.

Cine-Teatro Florbela Espanca às 21h30

Praça da República às 22h00

07


25 Abril

A Revolução levada a cabo na madrugada de

24 de Abril de 1974 foi desenhada e dirigida

por militares profissionais que, cansados da

Guerra Colonial, encontraram na queda do

regime a única forma de promover uma

mudança política e social em Portugal.

Depois da tentativa frustrada da "Revolta das

Caldas", a 16 de Março, o Movimento das

Forças Armadas (MFA) conseguiu, sem

recorrer ao uso da força, desencadear uma

revolta militar em grande escala.

Comemorações do 25 de Abril

(ver programa próprio)

08

Na noite de 24 para

25 de Abril, duas

senhas foram utilizadas

para dar

início às operações

militares. A canção

de Paulo de Carvalho

“E Depois do Adeus”,

transmitida pelos

e m i s s o r e s a s s o -

ciados de Lisboa, às

2 1 H 5 5 , f o i o

primeiro sinal dado

aos militares, constituindo-se

como um

tema que anunciava

a despedida ao governo marcelista.

Mais tarde, às 00H20 soava, na Rádio

Renascença, “Grândola Vila Morena” de José

Afonso, uma música que confirmava que as

acções militares estavam em marcha e eram

irreversíveis.

A rapidez das operações, coordenadas pelo

major Otelo Saraiva de Carvalho, apanhou

as forças do regime desprevenidas e o MFA

ocupou todos os pontos estratégicos do país,

designadamente a RTP, Emissora Nacional,

Rádio Clube Português, Aeroporto e Quartel

General da Região Militar de Lisboa.

Os cravos vermelhos nos canos das

espingardas dos militares tornaram-se o

símbolo desta revolução que conseguiu

derrubar o Estado Novo, devolver a liberdade

aos portugueses e reconquistar a democracia

em Portugal.


Dia do Trabalhador

Dia do Trabalhador

1.º de Maio

Para conhecermos a génese do Dia do

Trabalhador temos que retroceder ao dia 1 de

Maio de 1886.

Nesse dia, 500 mil trabalhadores saíram às

ruas de Chicago, nos Estados Unidos da

América, para, numa manifestação pacífica,

exigirem melhores condições laborais e a

redução da jornada de trabalho, de doze ou

dezoito horas por dia para oito.

Apesar de dezenas de operários terem sido

mortos e feridos pela polícia, os

trabalhadores não desistiram e, quatro dias

mais tarde, voltaram a sair à rua.

Nesta segunda manifestação, no dia 5 de

Maio de 1886, oito líderes foram presos,

quatro trabalhadores executados e três

condenados a prisão perpétua.

Apesar de toda a repressão patronal e

policial, os trabalhadores nunca baixaram os

braços e, em 1889, o Congresso Operário

Internacional, reunido em Paris, decretou o 1º

de Maio como o Dia Internacional dos

Trabalhadores, um dia de luto e de luta.

Finalmente, em 1890, os trabalhadores

americanos conquistaram a jornada de

trabalho de oito horas.

Em Portugal, durante o Estado Novo, as

manifestações do Dia do Trabalho (e não do

Trabalhador, como era chamado por todo o

mundo) eram organizadas e controladas pelo

poder político. Só após o 25 de Abril de 1974

se voltou a assinalar o 1.º de Maio como o

Dia do Trabalhador.

No dia 1 de Maio de

1974, o nosso país

a s s i s t i u à m a i o r

manifestação organizada

da sua história,

com a participação, só

em Lisboa, de mais de

m e i o m i l h ã o d e

pessoas que aproveitaram

a oportunidade

para manifestar o seu

contentamento com a

nova situação política.

Comemorações do 1º. de Maio em Pardais

Organização: Associação Cultural e Recreativa

Estrelas de Pardais

09


Maio '10

Programação

Cultural

8 de Maio

Banda Sons de

15 de Maio

Noite de Fados

Daniel Salomé, saxofonista e clarinetista e Rita

Lobo, uma das cantoras revelação da nova

geração da música de Cabo Verde,

apresentam um verdadeiro espectáculo de

músicas do mundo.

Numa viagem aos sons quentes de Cabo

Verde, a Banda Sons de Lá apresenta os ritmos

tradicionais daquele arquipélago africano

como as mornas, coladeras ou o funáná.

No decorrer deste espectáculo será ainda feita

uma homenagem ao cabo-verdiano Luís

Moraes, um músico que influenciou

positivamente muitos clarinetistas que

seguiram os seus passos, vendo-o como um

verdadeiro mentor.

Um serão imperdível!

Cine-Teatro Florbela Espanca às 21h30

9 de Maio

Concerto “Coral Évora”

O fado, canção profundamente enraizada

na tradição e história cultural do nosso país,

define, como nenhuma outra, a identidade

cultural do povo português.

Nesta noite, João Rosado, Maritina, Carla

Silva e João Pereira, acompanhados por

José de Sousa, na guitarra, José Geadas,

na viola e Joaquim Espiga, na viola baixo,

emprestam a alma ao fado.

O Cine-Teatro Florbela Espanca prepara-se

assim para um serão repleto de brilho, o

brilho dos xailes, dos acordes das guitarras

e dos poemas que dão corpo ao fado.

Mais palavras para quê? Do fado pouco

mais há para dizer porque há muito para

sentir.

Minhas senhoras e meus senhores, silêncio

que se vai cantar o fado!

Concerto com o “Coral Évora” e o “Grupo Coral

da Casa do Povo do Campanário” (Madeira)

Cine-Teatro Florbela Espanca às 17h30

10

Cine-Teatro Florbela Espanca às 21h30


Programação cultural

22 de Maio

Rão Kyao

29 de Maio

2.ª Gala de Fados

Rão Kyao, o senhor das flautas, estreou-se

ao vivo como intérprete de saxofone tenor,

com apenas 19 anos de idade e, em 1983,

lançou “Fado Bailado”, um trabalho que se

transformou no primeiro álbum português a

chegar a disco de platina.

As diferentes experiências que viveu, um

pouco por todo o mundo, influenciaram

determinantemente as sonoridades que

apresenta, constituindo-se a música

tradicional indiana como a referência mais

marcante.

No seu mais recente álbum “Em'Cantado”,

Rão Kyao retorna ao fado e a sua flauta

indiana encontra-se com as vozes dos

fadistas Ana Sofia Varela, Camané,

Carminho, Manuela Cavaco, Ricardo

Ribeiro e Tânia Oleiro.

Com a flauta, que é a sua voz, Rão Kyao

revisita o fado e promete transportar-nos

numa viagem pelos sons que influenciam as

nossas raízes culturais.

Depois do sucesso

alcançado com a

1.ª Grande Gala do

Fado, realizada em

Maio do ano passado nos

Claustros do Seminário de S. José, em Vila

Viçosa, a Rádio Campanário repete a faceta

e prepara-se para organizar a segunda

edição de um espectáculo que promete uma

inesquecível noite de fados e guitarradas.

Promover a música portuguesa e aproximar,

cada vez mais, os ouvintes da rádio que os

acompanha diariamente são os grandes

objectivos desta gala que reunirá, pelo

segundo ano consecutivo, grandes nomes

do fado.

Cine-Teatro Florbela Espanca às 21h30

Claustros do Seminário de São José

11


Junho '10

Programação

Cultural

1 de Junho

Dia da Criança

5 de Junho

Cidália Moreira

As condições precárias em que viviam as

crianças e os escassos direitos que possuíam

após a Segunda Guerra Mundial preocupavam

a comunidade internacional e, a pedido

da Federação Democrática Internacional das

Mulheres, a ONU (Organização das Nações

Unidas) assinalou, a 1 de Junho de 1950, o

primeiro Dia Mundial da Criança.

O reconhecimento deste dia levou os estados

membros das Nações Unidas a reconhecer

às crianças, independentemente da raça,

cor, sexo, religião, origem nacional ou social

o direito a afecto, amor e compreensão;

alimentação adequada; cuidados médicos;

educação gratuita, entre outros.

Só em 1959 estes direitos foram aprovados

por todos os países da ONU, nascendo assim

a "Declaração dos Direitos da Criança".

Um documento que define um conjunto de

princípios que promovem uma infância feliz e

o pleno gozo dos direitos e liberdades a

todas as crianças.

Cidália Moreira revelou, desde muito

jovem, uma grande paixão pelo canto e

pela dança e, apesar de originária de uma

família ligada ao flamenco, o fado nunca

lhe foi negado.

Estreou-se profissionalmente na Viela,

famosa casa de fados na Rua das Taipas

(Lisboa), destacando-se pela garra,

envolvência e dramatização com que dava

voz ao fado.

A sua tez morena e os longos cabelos pretos

valeram-lhe o cognome de “fadista cigana”

e a genuinidade das suas interpretações

tornam os espectáculos que apresenta

únicos.

Nesta noite de Junho, que se espera

quente, o fado de Cidália Moreira vai

preencher todos os corações.

Concurso Infantil de Expressão Plástica

Organização: Associação Bencatel Jovem

12

Cine-Teatro Florbela Espanca às 21h30


Programação cultural

10 de Junho

Dia de Portugal

12 de Junho

Alento do Alentejo

A 10 de Junho celebra-se o Dia de Portugal,

de Camões e das Comunidades

Portuguesas. Um dia que evoca o grande

génio literário Luís Vaz de Camões, cuja

maior obra poética, “Os Lusíadas”,

constitui a expressão máxima da língua

portuguesa.

Um feriado nacional que distingue igualmente

a cultura e a língua portuguesas,

contribuindo ainda para a valorização do

papel das comunidades portuguesas

existentes por todo o mundo.

Até à Revolução de Abril de 1974, o 10 de

Junho era apelidado, pelo Estado Novo,

como o Dia de Camões, de Portugal e da

Raça. Esta alusão à Raça tinha como

objectivo homenagear as Forças Armadas e

exaltar a guerra e o poder colonial.

Com a queda do Estado Novo, em 1978, a

definição deste dia foi convertida para a

nomenclatura que actualmente conhecemos

e, anualmente, os portugueses

celebram o 10 de Junho com especial

carinho, pois este é o dia de todos nós.

Constituído por oito membros, de diferentes

faixas etárias, o grupo de música tradicional

portuguesa Alento do Alentejo nasceu em

2008 e prepara-se para lançar, ainda este

ano, o primeiro trabalho discográfico.

O desejo de promover os temas que revelam

a cultura musical portuguesa constitui-se

como o mote para os espectáculos que este

grupo calipolense apresenta de Norte a Sul

do país.

Ao som de instrumentos típicos como o

adufe, bombo, bandolim, acordeão, entre

outros, vamos poder cantarolar as rapsódias

alentejanas, saias e viras que todos tão bem

conhecemos.

Cine-Teatro Florbela Espanca às 21h30

13


Junho '10

Programação

Cultural

19 de Junho

Banda Parakuka

26 de Junho

Sarau de Ginástica

Os sons tradicionais de África apresentados

pela Malta da Parakuka vão invadir Vila

Viçosa, num espectáculo que promove as

músicas do mundo.

Com duas décadas de existência, este

grupo une Carlos Sanches (guitarra e voz),

Jorge Kaipas (guitarra baixo e voz), Zezé

Ngambi (bateria) e Galeano Neto

(percussão e voz) num projecto de recolha e

divulgação da cultura musical de Angola.

Às memórias de infância foram buscar o

nome Parakuka, um doce que lhes enchia

as mãos e os bolsos no caminho para a

escola e que hoje adoça os muitos

espectáculos que apresentam um pouco

por todo o mundo.

Nesta noite de Verão, a Banda Parakuka vai

interpretar diversos ritmos angolanos como

Sembas, Rebitas, Kilapangas, Txiandas e

Mukumbis.

Agilidade, ritmo, destreza e energia não

vão faltar neste Sarau de Ginástica

apresentado por vários grupos do concelho

de Vila Viçosa.

De acordo com as várias definições, a

palavra ginástica deriva do grego

“gymnastiké”, um termo que significa a arte

ou o acto de exercitar o corpo para fortificálo

e dar-lhe agilidade.

Com distintas finalidades, a ginástica

representa o conjunto de exercícios

corporais sistematizados, realizados a solo

ou com auxílio de aparelhos, permitindo

desenvolver a condição física, promover

uma vida saudável e fomentar a integração

social.

Da beleza e complexidade da ginástica

rítmica à intensidade e alegria da ginástica

aeróbica prepare-se para uma noite repleta

de surpresas.

Praça da República às 22h00

Praça da República às 22h00

14


Cinema

9 de Abril | 21H30

Cinema

23 de Abril | 21H30

18 de Abril | 16H00

“Nas Nuvens”

Género: Comédia, Drama

Classificação: M/12

16 de Abril | 21H30

“O Lobisomem”

Género: Terror

Classificação: M/16

30 de Abril | 21H30

“Planeta 51”

Versão Portuguesa

Género: Animação, Comédia

e Fantástico

Classificação: M/4Q

“A Bela e o Paparazzo”

Género: Comédia, Romance

Classificação: M/12

“Shutter Island”

Género: Terror, Thriller

Classificação: M/16Q

Cine-Teatro Florbela Espanca

As sessões de cinema prosseguem nos meses de Maio e Junho (cartaz a definir)

15


Abril/Maio/Junho '10

Desporto

Futebol

Campo de Futebol Pereira Bom

Bencatel

24 de Abril | 16H00

Jogo entre a Associação Velhas Guardas

Bencatelense e os Veteranos de Pernes

(Santarém)

Organização:

Associação Velhas Guardas Bencatelense

5 de Junho | 15H30

Torneio Triangular com a Associação Velhas

Guardas Bencatelense, os Veteranos de Rio

de Moinhos e Pero Negro

Organização:

Associação Velhas Guardas Bencatelense

Maio / Junho

Torneio de Futebol 7

Organização: Associação Bencatel Jovem

Campo de Futebol João Figueiredo

Vila Viçosa

30 de Maio

1.º Troféu “Terras do Duque”

Organização: O Calipolense

Torneio de Malha

Largo dos Capuchos

10 de Abril

Organização: O Bairrense

11 de Abril

Organização: Casa do Benfica

29 de Maio

Organização: O Bairrense

5 de Junho

Organização: O Bairrense

16

Liga de Sueca

3 de Abril | 14H00

Apuramento para o 1.º

Mundial Casas do Benfica

Organização: Casa do Benfica

Pesca

Torneios de Pesca

18 de Abril | Barragem de Alqueva

16 de Maio | Barragem do Lucefecit

06 de Junho | Barragem da Oleirita

20 de Junho | Barragem da Oleirita

Organização: O Bairrense

Convívio Piscatório

23 de Maio

Organização: Núcleo Sportinguista

Cicloturismo

Junho

Organização: Casa do Benfica

Karting Urbano

5 e 6 de Junho

Organização: Núcleo Sportinguista

Duatlo

19 de Junho

Campeonato Nacional de Duatlo de Clubes

Organização: Câmara Municipal de Vila Viçosa

e Associação de Municípios do Distrito de Évora

Triatlo

20 de Junho

Taça de Portugal de Triatlo

Organização: Câmara Municipal de Vila Viçosa

e Associação de Municípios do Distrito de Évora


Desporto

Calendário de Jogos 2009/2010

Campeonato Distrital de Seniores

03/04/2010 | 16H00

Bencatelense - Borbense

11/04/2010 | 16H00

O Calipolense - Arraiolense

18/04/2010 | 16H00

Bencatelense - O Calipolense

24/04/2010 | 16H00

O Calipolense - Sporting Viana

09/05/2010 | 16H00

Bencatelense - Arcoense

15/05/2010 | 16H00

O Calipolense - Escouralense

23/05/2010 | 17H00

Bencatelense - Oriola

Campeonato Distrital de Juniores

10/04/2010 | 16H00

O Calipolense - Estremoz

24/04/2010 | 16H00

O Calipolense - Canaviais

15/05/2010 | 16H00

O Calipolense - Sport Lisboa e Évora

29/05/2010 | 17H00

O Calipolense - Redondense

Campeonato Distrital de Juvenis

10/04/2010 | 16H00

O Calipolense - União Montemor

Campeonato Distrital de Escolas

Futebol 7

10/04/2010 | 10H30

O Bencatelense - Monte Trigo

17/04/2010 | 10H30

O Bencatelense - Alcaçovense

24/04/2010 | 10H30

O Calipolense - Luso Morense

01/05/2010 | 11H00

O Bencatelense - União Montemor “B”

15/05/2010 | 10H30

O Calipolense - Lusitano Évora “B”

22/05/2010 | 10H30

O Bencatelense - Redondense “B”

Campeonato Distrital de Infantis

Futebol 7

17/04/2010 | 10H30

O Calipolense-Terena

24/04/2010 | 10H30

O Bencatelense - Sport Lisboa e Évora

01/05/2010 | 10H30

O Calipolense - Atlético Reguengos “B”

08/05/2010 | 10H30

O Bencatelense - Lusitano Évora “B”

22/05/2010 | 09H30

O Calipolense - União Montemor “B”

29/05/2010 | 10H30

O Bencatelense - Canaviais

05/06/2010 | 10H30

O Calipolense - Bencatelense

17


Abril/Maio/Junho '10

Outras

Actividades

Semana Santa

11 de Abril | 16H00

Salão Nobre dos Paços do Concelho

Lançamento do livro

“Nun' Álvares Pereira: profeta

da Padroeira de Portugal - um

hino de Santidade”, da autoria

de Carlos Filipe e Francisco

Lima Nogueira.

20 de Abril | 15H00

Cine-Teatro Florbela Espanca

1 de Abril | 21H00

Igreja de São Bartolomeu

Missa da Ceia do Senhor com lava-pés

2 de Abril | 21H30

Igreja de Nossa Senhora da Conceição

Procissão do “Enterro do Senhor”

3 de Abril | 21H30

Igreja de São Bartolomeu

Vigília Pascal

18

”Os benefícios da actividade física na

saúde

No quarta conferência promovida pela

Universidade Sénior de Vila Viçosa, os professores

José Alberto Parraça e José Carmelo Adsuar

(Espanha) vão abordar as questões relacionadas

com os benefícios da actividade física na saúde.

Numa época em que poucas, ou nenhumas,

dúvidas existem relativamente à relevância do

exercício físico para o bem-estar e melhoria da

qualidade de vida das populações, este colóquio

promete alertar os seniores para as múltiplas

vantagens da actividade física regular.

30 de Abril

“Vila Viçosa -

Município Florido

(Início do período do concurso)

Organização:

Câmara Municipal de Vila Viçosa

até 1 de Maio

Convento de Santo

Agostinho (Salas do Claustro)

Exposição "Registos de Fé".

Organização: Seminário de São José

(Projecto "Porta aberta") e Câmara

Municipal de Vila Viçosa


Outras actividades

Até 23 de Maio

Convento de Santa Cruz

(Museu de Arte Sacra)

Exposição “Da Ceia à Ressureição”

Organização: Paróquia de São Bartolomeu

e Câmara Municipal de Vila Viçosa

Durante o mês de Maio

Torneio Pro Evolution Soccer 2010

Organização: Casa do Benfica

25 de Maio | 15H00

Cine-Teatro Florbela Espanca

“Envelhecimento e memória”

O debate sobre as questões relacionadas com o

envelhecimento e memória assinala o

encerramento do primeiro Ciclo de Conferências

promovido pela Universidade Sénior de Vila

Viçosa. Esta iniciativa surgiu com o objectivo de

sensibilizar os seniores para diversas questões

que marcam o dia-a-dia e, simultaneamente,

constituir-se como uma actividade complementar

ao plano de estudos, permitindo

diversificar os contextos de aprendizagem.

1 a 13 de Junho

Concurso de Fotografia Digital

Organização: O Bairrense

17 de Junho

Apresentação do livro “Arte Sacra no

concelho de Vila Viçosa”

A Fundação Eugénio

de Almeida (Évora) e

a Câmara Municipal

d e V i l a V i ç o s a

apresentam o livro

“Arte Sacra no concelho de Vila Viçosa”. Um

trabalho que revela o inventário das peças de

arte sacra presentes nas Igrejas e no Convento

de Santa Cruz (Museu de Arte Sacra). Integrado

num projecto mais vasto que pretende fazer o

levantamento do Inventário Artístico da

Arquidiocese de Évora, este livro demonstra a

riqueza do espólio de arte sacra do concelho de

Vila Viçosa, que se destaca, no contexto

regional, pela sua qualidade e diversidade.

Organização: Câmara Municipal de Vila Viçosa e

Fundação Eugénio de Almeida

21 de Junho

Comemorações do 15º. Aniversário

da ACREP

Organização: Associação Cultural e Recreativa

Estrelas de Pardais

25 e 26 de Junho

Abertura ao público das Igrejas dos

Agostinhos, das Chagas e do Jardim

da Duquesa

Organização: Fundação da Casa de Bragança

10 a 13 de Junho

“Nós e o ambiente”

Passeio a São Pedro do Sul

Organização: Associação Bencatel Jovem

Inscreva-se através do endereço electrónico

abencateljovem@sapo.pt

19


Abril/Maio/Junho '10

Onde Comer

... em Vila Viçosa

A Tasquinha do

Rua Luís de Camões, 1A

Tel.: 268 881 301

Especialidades: Sopa de tomate, Grelhados no

carvão, Costeletas de borrego.

Churrasqueira Irmãos Broa

Largo Gago Coutinho, 40 A

Tel.: 268 980 355

Especialidades: Grelhados no carvão, Bacalhau à

casa, Coelho no barro.

D. Carlos

Pousada D. João IV

Terreiro do Paço

Tel.: 268 980 742

Especialidades: Sopa de tomate com enchidos,

Borrego assado à alentejana, Manjar das Chagas.

D. João IV

Alameda das Piscinas, 7

Tel.: 967 115 662

Especialidades: Arroz de pato, Bacalhau com

espinafres, Assado de borrego no forno

Do Paço

Hotel Solar dos Mascarenhas

Rua Florbela Espanca, 125

Tel.: 268 886 000

Especialidades: Empada de caça, Sopa de tomate

com carne do alguidar, maçã gratinada com queijo

Roquefort, mel e nozes.

Florbela Espanca

Rua Florbela Espanca, 56 A

Tel.: 268 980 489

Especialidades: Migas com entrecosto, Carne de

porco à alentejana, Arroz de marisco.

Marisqueira O Cantinho do Paraíso

Rua da Paz, lote 177

Tel.: 268 989 572

Especialidades: Marisco, Cherne na frigideira,

Costeletas do cachaço.

O Forno

Rua Cristóvão de Brito Pereira

Tel.: 268 999 797

Especialidades: Cozido à portuguesa, Migas com

carne de porco, Encharcada.

O Framar

Praça da República, 35

Tel.: 268 980 158

Especialidades: Açorda alentejana, Ensopado de

borrego à alentejana, Sericá.

O Paraíso

Rua Augusta, 38

Tel.: 268 980 392 / 963 493 725

Especialidades: Açorda alentejana, Arroz de pato,

Bacalhau à casa.

O Pipo

Largo D. João IV, 18

Tel.: 268 980 296

Especialidades: Sopa de cação, Bacalhau à casa,

Ensopado de borrego.

O Regional

Rua Florbela Espanca, 22

Tel.: 969 450 983

Especialidades: Bacalhau à Zé do Pipo, Burras

assadas no forno, Bife à Marrare.

O Restauração

Praça da República

Tel.: 268 980 256

Especialidades: Migas à alentejana, Entrecosto frito

com migas de tomate, Sericá.

Os Cucos

Mata Municipal

Tel.: 268 980 806

Especialidades: Bacalhau à Zé do Pipo, Perna de

javali no forno com puré de maçã, Sericá com

ameixas.

Ouro Branco

Alameda das Varandinhas, 43

Tel.: 268 980 248

Especialidades: Cação com amêijoas, Caldeirada de

Borrego, Borrego assado no barro.

20


Onde Comer

... em Bencatel

Peixinhos

Aldeamento de Peixinhos

Tel.: 268 886 870

Especialidades: Cação com amêijoas, Sela de

borrego com molho de hortelã, Secretos de porco

preto com maçã assada e frutos silvestres.

Pizzaria A Canga

Rua Augusta, 154

Tel.: 268 881 144

Especialidades: Pizzas, Massas, Bacalhau à Canga.

Pizzaria O Paço Ducal

Largo Mariano Prezado, 2 A

Tel.: 268 881 010 / 927 384 615

Especialidades: Espetadas, Pizzas, Migas com

entrecosto.

Tapas Gugu

Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de

Vila Viçosa

Parque Industrial, lote 16

Tel:. 927 652 953

Especialidades: Bacalhau à casa, Borrego assado no

forno, Arroz de pato.

Tasca O Necas

Rua Cristóvão de Brito Pereira, 12

Tel.: 969 149 029

Especialidades: Bochechas de porco preto no forno,

Cozido à alentejana, Migas à alentejana.

Taverna dos Conjurados

Largo 25 de Abril, 12

Tel.: 268 989 530

Especialidades: Cogumelos na chapa recheados

com presunto, Costeletas de borreguinho ao alecrim,

Manjar dos Conjurados.

Café Bencatelense

Rua General Humberto Delgado, 7

Tel.: 268 409 187

Especialidades: Vitela com molho de tomate, Chispe

de porco no forno, Carne de porco preto grelhada.

Café dos Caçadores

Rua General Humberto Delgado, 48

Tel.: 268 409 217

Especialidades: Frango assado, Bacalhau no forno,

Carne de porco à alentejana.

Pizzaria A Paragem

Rua General Humberto Delgado, 146

Tel.: 922 024 557 / 968 484 757

Especialidades: Pizzas, Secretos de Porco Preto, Arroz

de Pato.

... em São Romão

Bendito

Rua Dr. Couto Jardim, 137

Tel.: 268 969 240

Especialidades: Frango no churrasco, Bacalhau com

natas.

O Carreiro

Rua António Joaquim Nepomuceno, lote 28

Tel.: 268 969 158

Especialidades: Bacalhau à Carreiro, Carne de porco

à alentejana, Pudim de leite condensado.


Abril/Maio/Junho '10

Onde Dormir

Herdade da Ribeira de Borba

Ciladas (São Romão)

Tel.: 268 980 709

herdaderibeiraborba@me.com

www.hrb.com.pt

Aldeamento de Peixinhos

Vila Viçosa

Tel.: 268 886 870

aldeamento@peixinhos.com

www.peixinhos.com

Pousada D. João IV

Terreiro do Paço - Vila Viçosa

Tel.: 268 980 742

recepcao.djoao@pousadas.pt

www.pousadas.pt

Casa de Hóspedes O Paraíso

Estrada do Alandroal

Vila Viçosa

Tel.: 268 980 392

Quinta do Alfaval

Bencatel

Tel.: 268 409 190

www.quintaalfaval.com

Casa de Peixinhos

Estrada do Paúl

Vila Viçosa

Tel.: 268 980 472

Solar dos Mascarenhas

Rua Florbela Espanca, 125 - Vila Viçosa

Tel.: 268 886 000

hotel@solardosmascarenhas.com

www.solardosmascarenhas.com

22


Animação Nocturna

À noite

... em Vila Viçosa

... em São Romão

Baila'aqui

Salão de Dança

Largo D. João IV, 60

A Fechadura

Rua Dr. Couto Jardim, 57

Bar das Piscinas

Piscinas Municipais

Josué Bar

Rua Florbela Espanca, 80

Kopus Bar

Largo Mariano Prezado

To Be

Rua Florbela Espanca, 78

William's Bar

Avenida Duques de Bragança

... em Bencatel

BBC Bencatel Bar Café

Rua 1.º de Maio, 3

Copofonia Café Bar

Rua Dr. António José de Almeida, 4 B

O Recanto

Rua Machado Santos, 13

... em Pardais

Carlos Pub

Rua das Casas Novas, 18 1.º

23


Abril/Maio/Junho '10

Sugestões deLeitura

Catarina de Bragança

Com 23 anos Catarina de

Bragança, filha de D. Luísa de

Gusmão e de D. João IV,

deixou para trás tudo o que

lhe era querido para navegar

rumo a uma vida nova. No

coração um misto de tristeza e

alegria. Saudades de Lisboa e

de Vila Viçosa, do cheiro a laranjas e dos seus

irmãos. Mas os seus olhos escuros deixavam

perceber o entusiasmo pelo casamento com o

homem dos seus sonhos, Charles de Inglaterra,

um príncipe encantado que Catarina amava

perdidamente mesmo antes de o conhecer.

Este é um romance histórico que retrata a vida

da a única portuguesa que foi Rainha de

Inglaterra, uma "mulher de coragem que teve

uma vida comprida e muito cheia”.

Autora: Isabel Stilwell

Editora: A Esfera dos Livros | P.V.P: 22€

O Tubarão na Banheira

Depois de encontrar um

aquário vazio perdido no

sótão, o protagonista

desta historia decidiu

enchê-lo de água e

colocar um peixe a nadar

dentro! E assim o herói

desta aventura e o seu

avô vão à pesca, mas o

peixe que morde o isco

não é bem o que estavam

à espera… E agora? Só com a ajuda do Caderno

de Palavras Difíceis é que te podemos dar pistas

para o que acontece a seguir.

Um livro repleto de imaginação e humor que

promete deixar os leitores de palmo e meio

deslumbrados.

Autor: David Machado

Ilustrações: Paulo Galindro

Editora: Editorial Presença | P.V.P: 8€

24

Fúria Divina

E m W a s h i n g t o n u m a

mensagem secreta da Al-

Qaeda faz soar as campainhas

de alarme. Seduzido por uma

bela operacional da CIA, o

historiador e criptanalista

português, Tomás Noronha, é confrontado em

Veneza com uma estranha cifra… E se a Al-

Qaeda tem a bomba atómica?

No seu mais recente livro, José Rodrigues dos

Santos analisa, a partir de informações verídicas,

a questão do fundamentalismo islâmico,

desvendando alguns mistérios através dos quais

se esconde a problemática do terrorismo.

Fúria Divina é um empolgante romance que

permite ao leitor conhecer pormenores do

Alcorão e das crónicas sobre a vida de Maomé. A

não perder!

Autor: José Rodrigues dos Santos

Editora: Gradiva | P.V.P: 23€

Uma casa sem tecto

Depois da poesia em Ironias, a autora

calipolense Rita Peixinhos publicou Uma Casa

sem Tecto, contando histórias de uma vida difícil.

“(...) o grande momento do dia, a mãe colhia um

molho de papoulas ao lado da casa da Russa,

pegava na menina ao colo, alisava-lhe o vestido

de chita, que já estava a ficar curto e

desfolhavam pétalas rubras e macias, como as

mãos e o colo da mãe, ambas riam cúmplices

daqueles momentos só seus. Era breve a magia,

terminava quando o homem chamava, exigindo

sempre qualquer capricho.”

Empenhada em promover a

cultura calipolense, Rita

Peixinhos deixou-nos um

importante legado ao fundar o

Grupo de Teatro Amadores de

Vila Viçosa. Até sempre!

Autora: Rita Peixinhos

Editora: Edições Colibri | P.V.P: 6.30€


Contactos úteis

Contactos úteis

Juntas de Freguesia

Bencatel | 268 409 170 | jfbencatel@sapo.pt

Ciladas (São Romão)| 268 969 150 | f.ciladas@sapo.pt

Conceição | 268 980 505 | f.conceicao.vv@mail.telepac.pt

Pardais | 268 449 243 | juntafpardais@sapo.pt

São Bartolomeu | 268 980 505 | jfbartolomeu@gmail.com

Saúde

Centro de Saúde de Vila Viçosa |268 887 200

Extensão do Centro de Saúde de Bencatel | 268 409 259

Extensão do Centro de Saúde de Pardais | 268 431 129

Extensão do Centro de Saúde de São Romão | 268 969 138

Farmácias Farmácia Duarte | 268 980 105

Farmácia Marques (Bencatel)| 268 408 022

Farmácia Monte | 268 980 156

Farmácia Torrinha | 268 980 454

Serviços Bombeiros Voluntários de Vila Viçosa | 268 889 160

Caritas Paroquial de Nossa Senhora da Conceição | 268 980 117

Cartório Notarial | 268 881 466

Cine-Teatro Florbela Espanca | 268 980 431

GNR - Posto Territorial de Vila Viçosa | 268 980 469

GNR - Posto Territorial de Bencatel | 268 409 143

Piscinas Municipais | 268 980 727

Posto de Turismo | 268 881 101

Repartição de Finanças | 268 980 327

Rodoviária Alentejo | 266 769 410

Santa Casa da Misericórdia | 268 889 273

Segurança Social | 268 999 501

Táxis Bencatel | 268 409 656 / 917 253 772

Táxis Pardais | 268 449 598 / 918 730 090

Táxis São Romão | 919 362 521

Táxis Vila Viçosa | 268 980 115

Tribunal Judicial de Vila Viçosa | 268 980 463

Outros contactos Alerta de Incêndios | 117

Linha de Apoio à Vitima | 707 20 00 77

Linha de Saúde 24 | 808 24 24 24

Linha Verde “Recados da Criança” | 800 20 66 56

Número Nacional de Emergência | 112

25


Abril/Maio/Junho '10

Abril

Dia 2

21H00

Procissão

do “Enterro

do Senhor”

Dia 3

21H30

José Rosa

Dia 17

Dia 18

Dia 23

21H30 - Cinema

21H30

Dia 5

Junho Dia 4 “Planeta 51” (Versão Portuguesa) Cinema

21H30

Rosa Ventus

e Fantástico

Género: Animação, Comédia

Género: Terror

“O Lobisomem”

Classificação: M/4Q

Classificação: M/16

Maio

Dia 7

Dia 8

Cinema

21H30

(ver cartaz

Banda

do mês)

Sons de

Dia 21

Dia 22

Cinema

(ver cartaz

21H30

do mês)

Rão Kyao

Cinema

21H30

(ver cartaz

Cidália

do mês)

Moreira

Dia 19

21H30

Banda

Parakuka

Dia 25

Cinema

(ver cartaz

do mês)

26


Síntese de Programação

Dia 9 Dia 10

Dia 16

21H30

Cinema

“Nas Nuvens”

Género: Comédia, Drama

Classificação: M/12

21H30

Quinteto

Jazz de

Lisboa

21H30

“A Bela e o Paparazzo”

Género: Comédia, Romance

Classificação: M/12

Dia 24

21H30

Carlos Mendes

25 Abril

Comemorações

do 25 de Abril

(ver programa próprio)

Dia 30

21H30

Cinema

“Shutter Island”

Género: Terror, Thriller

Classificação: M/16Q

Dia 9

17H30

Concerto

“Coral Évora”

Dia 14

Cinema

(ver cartaz

do mês)

Dia 15

21H30

Noite

de Fados

Dia 28

Cinema

(ver cartaz

do mês)

Dia 29

2ªGala

de Fados

Rádio

Campanário

Dia 11

Cinema

(ver cartaz

do mês)

Dia 12

21H30

Alento do

Alentejo

Dia 18

Cinema

(ver cartaz

do mês)

Dia 25 e 26

Abertura das Igrejas

dos Agostinhos, das

Chagas e do Jardim

da Duquesa

Dia 26

21H30

Sarau de

Ginástica

27


Um Alentejo

para Descobrir

Património

Histórico

Património

Religioso

Das memórias da nossa história, do património cultural, gastronómico e

natural, Vila Viçosa quer ser redescoberta.

O sentimento de tranquilidade que proporciona, transporta-nos para

momentos de referência marcante.

Visitá-la e dela usufruir, deixando-se levar pelos seus sabores,

fragrâncias e memórias é garantia de sublime presença de prazer e

satisfação.

Património

Natural

Reencontre-a e deixe-se envolver.

Vila Viçosa sabe receber.

Paços do Concelho

Praça da República | 7160-207 Vila Viçosa

Tlf.: 268 889 310 | Fax: 268 980 604

geral@cm-vilavicosa.pt | www.cm-vilavicosa.pt

Divisão de Serviços Sócio-Culturais

Largo D.João IV, 40-A | 7160-254 Vila Viçosa

Tlf.: 268 889 314 | Fax: 268 889 314

cultura@cm-vilavicosa.pt

More magazines by this user
Similar magazines