Download - Astra Tech

dentsplyih.com

Download - Astra Tech

Bem-vindo ao

da Astra Tech Dental


A Astra Tech é uma companhia

do Grupo AstraZeneca, um dos

líderes mundiais no campo dos

produtos farmacêuticos. O foco

da nossa atenção é claro: um trabalho

avançado de investigação e

desenvolvimento na implantologia.

de ter possibilidades ilimitadas

No que se refere a implantes dentários, todos

prometem o mesmo: sorrisos bonitos, fáceis de

conseguir - nós também. Contudo, como sabe,

o assunto é muito mais complexo. Assim, o que

procura num sistema de implantes? O que é mais

importante para si e para os seus pacientes?

O objectivo da Astra Tech Dental é fornecer a

todos os profissionais de Medicina Dentária

a liberdade de possibilidades ilimitadas em

relação ao tratamento com implantes. Os nossos

produtos e soluções são projectados para ajudar

a tornar seu trabalho mais fácil, mas sem nunca

comprometer a função e a estética fiáveis a

longo prazo - tudo para o benefício do paciente.

Na verdade, o Astra Tech Implant System

é um dos sistemas de implantes melhor

documentados do mundo.

Sendo uma companhia aberta, um dos nossos

valores fundamentais é a liberdade, pelo que nós

também oferecemos soluções abertas à maioria

dos sistemas de implantes.

Estas soluções abertas Astra

Tech Dental incluem os

Pilares Individualizados

Atlantis , para restaurações

cimentadas e o Método de

Precisão Cresco para restaurações

aparafusadas.

Na Astra Tech tudo começa no

entendimento dos processos

biológicos e clínicos envolvidos

no tratamento implantológico. Isto

permite-nos aprender, perguntarnos

“O que aconteceria se...?” e

oferecer constantemente as

melhores soluções.


Em contínua evolução

Os conceitos inovadores da Astra Tech Dental

são o resultado do conhecimento e da

compreensão dos processos biológicos e

clínicos implicados na terapia com implantes

dentários. Consideramos o desenvolvimento da

nossa companhia, do nosso sistema e de tudo

aquilo que lhe podemos proporcionar em

contínua evolução. Algumas das novidades

são decisivas e inovadoras, enquanto outras

constituiem pequenos passos que facilitam o

seu trabalho diário.

1985 Astra Tech entra no campo

da implantologia dentária, dando

os seus primeiros passos o conceito

BioManagment Complex .

1991 MicroThread surge a ideia de micro-roscas

no colo do implante para garantir a estimulação

biomecânica positiva do osso e preservar o seu nível

marginal. Depois da comparação de 840 formas de

rosca de diferentes dimensões, é identificado o perfil

óptimo para a distribuição positiva das tensões.

1990 OsseoSpeed uma equipa da Univ.

de Oslo, Noruega, começa a questionar--se:

“O que aconteceria se pudessemos acelerar

o processo de osteointegração por modificação

química da superfície do implante?”

Assim nasceu a ideia da superfície do

implante modificada com Flúor.

1991 Inicia-se o primeiro ensaio

clínico com MicroThread no

colo de um implante cónico.

1989 Surge a ideia de jactear a superfície

do implante com partículas de

Dióxido de Titânio para incrementar o

crescimento ósseo e a osteointegração.

Nasce assim a superfície TiOblast .

1993 Desenvolve-se e apresenta-se

ao mercado um implante de paredes

paralelas com a superfície MicroThread .

1985 Utiliza-se clinicamente a primeira

geração de implantes com Conical

Seal Design e Connective Contour

num estudo no Hospital Universitário de

Karolinska de Estocolmo, Suécia.

1990 Inicia-se o primeiro estudo

clínico sobre a superfície TiOblast

e, em seguida, apresenta-se esta

supefície ao mercado.


1992 Astra Tech adquire os direitos de

propriedade intelectual da superfície

OsseoSpeed e inicia o processo de

desenvolvimento em colaboração com

a Univ. de Oslo.

2000 O primeiro paciente recebe

um implante OsseoSpeed na

Univ. de Oslo.

2005 A Astra Tech adquire Cresco ,

um método exclusivo para a obtenção

de um ajuste perfeito em restaurações

aparafusadas. CRESCO é independente

da plataforma e pode utilizar-se

na maioria dos sistemas de implantes.

2006 Novos resultados sobre a

superfície OsseoSpeed e sua resposta

biológica demonstram a importância de

uma superfície modificada com Flúor

com uma exclusiva topografia à escala

nanométrica.

2001 Inicia-se o primeiro estudo

clínico aleatório controlado

sobre uma superfície de implante

ortopédico modificado com Flúor.

2009 Astra Tech Implant System

prova clinicamente que mantém

os níveis ósseos marginais,

apresentando uma redução óssea

marginal média de apenas 0,3 mm.

Estudos a 5 anos com implantes

OsseoSpeed confirmam os

excelentes resultados.

2002 Inicia-se o primeiro

estudo clínico multicêntrico

com OsseoSpeed .

2003 Inicia-se o projecto FOCUS,

um estudo exclusivo sobre a

superfície OsseoSpeed , envolvendo

mais de 100 clínicos na

Europa e EUA.

1993 Iniciam-se os primeiros

estudos pré-clínicos experimentais

com OsseoSpeed .

2004 OsseoSpeed , a primeira

e única superfície de implante

quimicamente modificada,

é apresentada na EAO de Paris.

Suportada pelos notáveis resultados

associa-se-lhe a expressão “mais

osso, mais depressa”.

2006 A Astra Tech estabelece

uma acordo com a Materialise

(Bélgica) para o desenvolvimento

do Facilitate , um software para

tratamentos implantológicos

guiados por computador.

2010 é lançado o

Osseo Speed TX.

TX deriva de “Tapered

Apex” e foi introduzido

em toda a linha de

implantes.

2007 A Astra Tech adquire Atlantis ,

uma companhia inovadora em tecnologia

CAD/CAM dentário que fabrica

pilares individualizados para implantes.

O procedimento é independente da

plataforma e está adaptado à maioria

dos sistemas de implantes.


Astra Tech

Implant System

Para desenhar um sistema de implantes de

sucesso não é necessário apenas um amplo

conhecimento de biologia e de biomecânica, há

também que compreender o que sucede quando

há interacção entre ambas. Desde o início que

temos vindo a aplicar um enfoque holístico aos

implantes dentários. É por essa razão que o

sistema de implantes Astra Tech se baseia em

princípios biológicos e biomecânicos. Alcançámos

o nível máximo com a modificação da natureza

bioquímica da superficie OsseoSpeed , com uma

topografia única à escala nanométrica.

BioManagement Complex da Astra Tech

Tal como acontece na natureza, o êxito

não depende unicamente de uma

característica isolada. Os termos

biomecânica e bioquímica

não são suficientes

e devem existir

outras qualidades

interdependentes

que trabalhem em

conjunto.

A obtenção e

manutenção de

um selado de tecido

mole em redor da

parte transmucosa

da restauração implantosuportada,

é imprescindível para o êxito

clínico. A formação de uma barreira de tecido

mole em redor do pilar torna-se fundamental

para o êxito clínico a longo prazo. Assim, durante

a cicatrização, será criada uma barreira

epitelial adjacente ao pilar e, na direcção

apical a este epitélio, será criada

uma zona de tecido que fará

a união em redor do pilar, por forma a proteger

o tecido ósseo subjacente. A barreira epitelial e

o interface tecido/pilar vão, consequentemente,

estabelecer um certo espaço biológico da mucosa

peri-implantária. É importante que neste

processo não existam micro-movimentos nem

micro-infiltrações na ligação implante / pilar,

uma vez que isso iria perturbar o processo de

cicatrização e comprometer o resultado no futuro.

A natureza, por si mesma, encarrega-se da

arquitectura dos tecidos moles, desde que lhe

sejam proporcionadas as condições adequadas

- manutenção do osso marginal e tecidos moles

sãos. Com o Astra Tech Implant System pode

dispor de uns tecidos duros e moles óptimos.

A cicatrização precoce e a manutenção do osso

marginal a longo prazo são afectados pelo

desenho do implante e e pelas propriedades

da superfície. Estímulos bioquímicos e

biomecânicos adequados na superficie do

implante são de extrema importância para o

processo de cicatrização óssea.

A estabilidade do osso marginal a longo

prazo depende primariamente de estímulos

biomecânicos do implante, em particular em

Função

be


Astra Tech BioManagement Complex

redor do seu colar. Isto

implica que o êxito

clínico tanto a curto

como a longo prazo

está relacionado com

as características do

implante.

OsseoSpeed

– mais osso, mais rápido

MicroThread

– estímulo biomecânico do osso

Se não se conseguem

controlar estes factores

a consequência

será a perda de osso

marginal, problemas

como triângulos negros

entre dentes e, no pior

dos casos, pode chegar-

-se a perder o implante.

Infecções ou inflamações do tecido mole

também podem comprometer o processo de

cicatrização e o resultado a longo prazo. A

causa destes problemas pode estar em factores

não relacionados propriamente com o implante,

mas antes com uma falta de manutenção ou

cuidado por parte do paciente ou até pelo seu

estado geral de saúde. Mas também podem

ter como causa micro-movimentos e microinfiltrações

devido a um desenho de implante

menos favorável. A nossa forma de assegurar

resultados fiáveis, previsíveis e estéticos a

curto e longo prazo é através do Astra Tech

leza

BioManagement Complex .

Conical Seal Design

– ajuste forte e estável

Connective Contour

– aumento da área e do volume de contacto

com tecido mole

Este consiste na combinação única das seguintes

características: OsseoSpeed , MicroThread ,

Conical Seal Design , Connective Contour .

O exclusivo selado do tecido mole ao nível

do pilar, em conjunto com as interações

biomecânicas bem calculadas relativamente ao

osso em redor do colar do implante, asseguram

as condições óptimas para o osso. A distribuição

das cargas e a ausência de micro-movimentos

e micro-infiltrações são as principais causas da

manutenção dos tecidos peri-implantares sãos e

dos níveis estáveis de osso marginal.

e biologia em perfeita harmonia


Os benefícios

dos implantes OsseoSpeed

Com os implantes OsseoSpeed os pré-requisitos

biológicos, bioquímicos e biomecânicos foram

optimizados para criar resultados excelentes,

tanto na fase inicial de cicatrização como

a longo prazo. O poder de crescimento do

OsseoSpeed torna-o uma solução perfeita para

todos os seus pacientes de implantes:

• Resultados previsíveis para todos os pacientes,

incluindo casos comprometidos, nos quais

implantes com outros tratamentos de superfície

podem ser menos eficazes.

• Permite o tratamento com implantes em todas as

indicações.

• Suporte biológico melhorado para protocolos de

instalação imediata e carga precoce.

Conseguindo o êxito: a nova

superfície OsseoSpeed

Todos sabemos que a superfície

do implante é um componente

activo no êxito clínico. Há um

consenso geral de que uma

superfície rugosa é superior a

uma mecanizada. Desde 1990,

todos os implantes Astra Tech

se caracterizam por ter uma

superfície rugosa bem definida

chamada TiOblast , que proporciona

vantagens biomecânicas demonstradas ao

nível da formação de osso e da retenção do

implante. Na realidade, a Astra Tech é o único

fornecedor de implantes com mais de dez anos

de seguimento clínico de uma superfície de

implante definida como “microrugosa”.

OsseoSpeed : mais osso, mais rápido

Desenvolvido a partir do êxito comprovado do

TiOblast , OsseoSpeed é o primeiro e único

implante do mundo com uma superfície de

Titânio quimicamente modificada, que estimula a

cicatrização precoce do osso e acelera o processo

de cicatrização óssea. O resultado dessa superfície

de Titânio microrugosa, tratada com Flúor, é o

aumento da formação de osso e uma união mais

forte do osso ao implante. Com MicroThread

no colo do implante, o OsseoSpeed oferece

uma verdadeira força de crescimento em acção

para oferecer um tratamento mais fiável e

eficaz. Os benefícios do OsseoSpeed estão

demonstrados cientificamente e encontram-se

bem documentados.

Resultados clínicos assinaláveis

As características e propiedades da

superficie OsseoSpeed foram revistas e

publicadas em inúmeros artigos científicos,

demostrando uma resposta positiva do

osso e resultados clínicos óptimos. Os

resultados do extenso programa de estudos

clínicos OsseoSpeed demonstram uma boa

funcionalidade, e níveis ósseos marginais

mantidos e previsíveis, com uma redução

média do osso marginal de apenas 0,3 mm.

Não existe um decréscimo significativo

no quociente de estabilidade do implante,

tradicionalmente observado nas 2-6 semanas

após a instalação. Isto interpreta-se como

um ganho contínuo da osteointegração e

da estabilidade. Os resultados publicados

demonstram que os implantes OsseoSpeed

podem utilizar-se de forma segura, com um

rácio de sobrevivência publicado de 94,5% a

100%, incluindo o uso de protocolos de carga

imediata, inclusivé em maxilares edêntulos

atróficos, em zonas posteriores do maxilar

superior em conjunto com elevações de seio,

colocação imediata em alvéolos pós-extração

e implantes colocados em mandíbulas

atróficas junto ao nervo.


OsseoSpeed é indicado para todos os pacientes

implantes. As indicações autorizadas pela

FDA estabelecem que o OsseoSpeed está

especialmente acon-selhado em zonas com

osso pouco denso, nas quais implantes com

outros tratamentos de superfície seriam menos

eficazes. Um seguimento clínico a três anos

confirma os excelentes resultados.*

Gostaria dispor de uma lista completa de

evidência científica?

Visite www.astratechdental.pt.

MicroThread :

estímulo biomecânico do osso

O colo do implante foi desenhado com

MicroThread : roscas muito pequenas que

oferecem uma distribuição óptima da

carga a valores de stress mais

baixos. Este desenho baseia-

-se num entendimento

completo da fisiologia

óssea, de importância

vital para o desenho

óptimo dos implantes.

Como o tecido ósseo está

desenhado para suportar

cargas, os implantes dentários

têm que ser desenvolvidos

para estimular mecanicamente o

osso circundante a fim de o preservar.

Para isso há que ter em conta que o ponto

crítico da interface osso-implante se situa no

osso cortical marginal, onde têm lugar os picos

de stress.

Conical Seal Design :

ajuste forte e estável

O Conical Seal Design é uma conexão cónica

sob o nível do osso marginal, que transfere

a carga mais profundamente no osso. Em

comparação com conexões

cónicas acima do osso

marginal e o desenho

de superfície plana, o

Conical Seal Design

reduz os picos de

stress preservando

assim o osso marginal.

Além disso, sela o

interior do implante no

que diz respeito aos tecidos

circundantes, minimizando os

micro-movimentos e a micro-infiltração.

Isto simplifica a manutenção e assegura a

fiabilidade em todos os casos clínicos. E além

disso, o ajuste forte e preciso da relação pilarimplante

que acontece no Conical Seal Design,

faz da colocação do pilar um procedimento

rápido e simples. O pilar autoconduz-se, e o

procedimento de colocação não é traumático, o

que ajuda a eliminar o risco de trauma ósseo.

Connective Contour : aumento de

volume e área de tecido mole

O Connective Contour é

um contorno que se cria

quando se faz a união do

pilar ao implante. Este

contorno permite um

aumento da zona de

contacto do tecido que

estabelece a conexão,

tanto em altura como em

volume, e que se integra

com a parte transmucosa do

implante, selando e protegendo o

osso marginal.

*Stanford C, Johnson G, Fakhry A, Aquilino S, Gratton D, Reinke M, et al. Three year

post-loading outcomes with MicroThread OsseoSpeed dental implants placed in the

posterior-maxilla. Appl Osseointegration Res 2008;7:49-57.IADR poster.

Roediger M, Schliephake H, Huels A, E M, K P. Early loading of fluoride modified

implants in the posterior mandible. Poster #3385 IADR Miami 2009.

Steveling H, Mertens C, Merkle K. Bioactive implants: 5 years of experience with a

fluoridized surface. J Clin Periodontol 2009;36(Suppl 9):197.


Inicial 1 ano 3 anos (seguimento pós-estudo)

TITULO: Immediate functional loading of implants in single tooth replacement: a prospective clinical multi-center study. AUTORES: Donati M., et al.

Cortesia de: Dr. Donati M., 2008

Inicial

5 anos

TITULO: A 5-year prospective study of Astra single tooth implants. aUTORES: Palmer R.M., et al.

Cortesia de: Dr. Palmer R.M., 2008

Inicial 5 anos 12 anos (seguimento pós-estudo)

TITULO: Implant-supported single-tooth restorations: a 5-year prospective study. aUTORES: Wennström J.L., et al.

Cortesia de: Dr. Wennström J.L., 2008

Inicial 5 anos 15 anos (seguimento pós-estudo)

TITULO: A 5-year prospective study of single-tooth replacements supported by the Astra Tech implant: a pilot study. aUTORES: Gotfredsen K.

Cortesia de: Dr. Gotfredsen K., 2008


Porquê aceitar a

perda óssea

A manutenção do osso marginal é determinante,

tanto a partir de um ponto de vista funcional

como estético. Contudo, alguma perda óssea é

normalmente aceite como uma consequência

inevitável do tratamento com implantes.

Na Astra Tech nunca aceitámos esta abordagem,

porque não há nenhuma razão para que você ou

o seu paciente devam ter de aceitar a perda óssea.

A manutenção dos níveis ósseos marginais e o

estabalecimento do espaço biológico ao nível

do pilar são, na realidade, a garantia da correcta

estimulação óssea e o crescimento de tecidos

moles sãos. Como no ditado popular: qual

nasceu primeiro, o ovo ou a galinha? Tecidos

moles saudáveis e níveis ósseos estáveis são

interdependentes. Um não pode existir sem o

outro, porque enquanto uma função importante

do tecido mole é a protecção do osso, este deve

manter-se para suportar o tecido mole periimplantar

adjacente. Uma simbiose necessária.

Precisamente o que oferece o Astra Tech

BioManagement Complex .

É tempo de questionar velhos modelos

A norma standard estabelecida em 1986 referente

ao êxito do tratamento com implantes não

reflecte o que hoje é possível conseguir. Não

existe nenhuma razão para que o clínico ou

o paciente devam aceitar uma perda de osso

marginal de pelo menos 1,5mm com base numa

norma estabelecida há 20 anos. Foi comprovado,

estudo após estudo, que com o Astra Tech

Implant System , a redução média do nível ósseo

marginal é apenas de 0,3 mm depois de 5 anos.

“A limitada reabsorção óssea

marginal documentada para

os implantes Astra Tech indica

que é hora de repensar o nosso

velho ‘standard’ estabelecido

em 1986. O novo padrão deve

permitir que talvez apenas

50%, ou menos, da reabsorção

óssea actualmente aceite, seja

um resultado de êxito.”

Prof. Tomas Albrektsson

Sahlgrenska Academy, Universidade de Gotemburgo, Suécia

Manutenção do osso marginal com o Astra Tech Implant System


Os factos por

detrás dos números

Pode contar com a Astra Tech para uma

sólida documentação pré-clínica e clínica

e com resultados fiáveis. De facto, o nosso

sistema de implantes é um dos sistemas

melhor documentados do mundo. Para a

Astra Tech a documentação é uma parte

integrante e essencial do nosso processo

de desenvolvimento de produtos. Como

companhia do Grupo AstraZeneca, uma das

companhias farmacêuticas líderes mundiais, a

Astra Tech ajusta-se a estritos procedimentos

standard de operação e benefícia do acesso a

recursos e conhecimentos únicos.

Os nossos programas de investigação e

desenvolvimento estão orientados para os

tratamentos de casos comprometidos mais

exigentes e avançados, assim como para

protocolos alternativos para incrementar

o conforto dos pacientes e simplificar os

procedimentos para os clínicos. Tudo isto

suportado pela importante informação que

recolhemos em estudos pré-clínicos e clínicos.

O extenso programa de estudos sobre o Astra

Tech Implant System começou em 1985.

Até à data publicaram-se mais de 330 artigos

em revistas científicas, cubrindo um amplo

leque de temas, desde a carga imediata até

manuteção do osso marginal a longo prazo.

Os dados demonstram resultados excepcionais:

• Elevadas taxas de êxito e sobrevivência dos implantes.

• Nenhuma ou limitada reabsorção do osso marginal.

• Tecidos peri-implantares sãos.

• Resultados clínicos excelentes, tanto em protocolos

de uma, como de duas fases cirúrgicas.

• Resultados previsíveis para protocolos de carga

imediata e precoce.

Conheça os nossos últimos resultados e

navegue na nossa documentação científica em:

www. astratechdental.pt


A simplicidade tem sentido

O Astra Tech Implant System permite-lhe

proporcionar aos seus pacientes resultados

superiores: previsíveis, fiáveis e simples,

com uma estética extraordinária em todas as

situações clínicas. O sistema está pensado

para que os diferentes componentes ofereçam

a versatilidade necessária para conseguir

resultados superiores. Com o Astra Tech

Implant System tem a flexibilidade de tratar

todas as situações clínicas e adaptar-se aos

diferentes desafios que lhe podem surgir:

• Um sistema para todas as indicações.

• Tanto para protocolos de uma, como de duas fases

cirúrgicas.

• Desenhado para restaurações imediatas e precoces.

• Liberdade e simplicidade restauradoras.

Flexibilidade cirúrgica

Os resultados convincentes obtidos na

investigação clínica demonstram

um amplo leque de opções de

procedimentos cirúrgicos e

restauradores. Nos casos

de instalação imediata e

restaurações precoces, o

desenho dos componentes é

particularmente importante

para uma adaptação final do

contorno dos tecidos moles

de forma a que se consigam

resultados estéticos óptimos.

Em função da situação de cada

paciente pode escolher entre

protocolos de uma e duas fases

cirúrgicas.

Ao racionalizar

os nossos componentes

e instrumentos, os

procedimentos clínicos

simplificam-se e poupa-

-se tempo e dinheiro. O

nosso sistema inclui um

mínimo de componentes

intermutáveis que lhe

oferecem a máxima

flexibilidade restauradora -

um sistema para todas

as indicações.

Oferecendo

X-Estreita

3.0 S

Estreita

3.5 S 4.0 S

Larga

4.5 5.0 5.0 S

Os implantes OsseoSpeed estão disponíveis numa completa gama

de diâmetros e comprimentos para todas as indicações, incluindo

situações com espaço ou disponibilidade óssea limitados.


Facilitate : tratamento implantológico

guiado por computador

Facilitate ajuda a melhorar a precisão e elimina

surpresas desagradáveis durante a cirugia. Adicionalmente

proporciona um melhor controlo

dos resultados estéticos. O conceito baseia-se

numa visualização 3D da anatomia do paciente.

O software ajuda-o a medir e localizar estruturas

vitais como o nervo dentário inferior, os seios

maxilares e o pavimento nasal.

O programa contém imagens de implantes,

pilares e dentes em 3D. Isto permitir-lhe

realizar uma planificação eficaz, precisa e fiável

do número de implantes necessários, da sua

posição e seu tamanho, assim como dos pilares.

Quando o caso já tenha sido planificado, é

pedida uma guia cirúrgica para se assegurar

que o resultado planificado se transfere para a

situação cirúrgica real. A guia cirúrgica e o

instrumental estão especificamente desenhados

para o Astra Tech Implant System . O software é

válido para qualquer sistema de implantes.

BoneTrap : a forma mais simples

de recuperar osso

BoneTrap é o recolector definitivo para

recuperar partículas de osso durante a cirurgia

de implantes que, de outra forma, se perderiam.

É fácil de utilizar, não requer preparação ou

equipamentos adicionais e minimiza o uso

de dispendiosos materiais de

preenchimento. O osso

autológo é um bem

demasiado valioso

para se descartar.

BoneTrap pode utilizar-

-se com todos os sistemas

de implantes.

Com BoneTrap poderá recuperar

de forma fácil e rápida o osso do

próprio paciente durante a cirurgia

de implantes.

para as suas necessidades

O Software Facilitate contém imagens em três dimensões de implantes pilares e dentes.


Liberdade e simplicidade restauradoras

A Astra Tech oferece uma ampla linha de

soluções protéticas para resultados estéticos

individualizados. Independentemente de requerer

uma restauração cimentada, aparafusada ou de

encaixe ou se está a pensar em pilares pré-fabricados

ou em pilares desenhados especificamente para o

seu paciente, temos uma solução para si.

Quando falamos de restaurações cimentadas,

Atlantis é o expoente absoluto em pilares CAD/

CAM, desenhados à medida para cada paciente.

Ao utilizar pilares específicos, feitos à medida

de cada paciente em lugar de pilares de stock,

obterá uma série de vantagens:

Atlantis : pilares específicos para cada

paciente e para os sistemas de implantes

mais importantes

Atlantis é a solução CAD/CAM, líder nos E.U.A.,

em pilares cimentados especificos para cada

paciente. O segredo deste êxito é o software

patentado VAD (Desenho Virtual de Pilar)

de Atlantis utilizado pela Astra Tech para

desenhar os pilares. Com o VAD de Atlantis ,

desenham-se pilares únicos a partir da forma

do dente definitivo, para conseguir resultados

estéticos mais naturais e umas propriedades

mecânicas óptimas.

Pilar de stock

Pilar Atlantis específico para o

paciente

• A possibilidade de criar um perfil de emergência

do pilar óptimo, oferecendo uma estética a longo

prazo, tanto para os tecidos moles como para a

restauração final.

• As margens podem situar-se de maneira a que a

remoção do excesso de cimento seja fácil e segura,

eliminando peri-implantites provocadas por restos

de cimento.

• O desenho do pilar oferece um suporte e retenção

óptimos para a restauração final e, ao mesmo

tempo, reduz os custos dos materiais das supraestruturas,

por exemplo das ligas de ouro.

O modelo digitalizado converte-se numa imagem 3D, tornando possível

a criacão da forma final do dente.

Este processo patenteado proporciona possibilidades

ilimitadas e soluções específicas para cada

paciente em casos unitários, parciais e totais. Os

pilares Atlantis melhoram o resultado estético final

para os sistemas de implantes mais importantes.

Pilar Atlantis de titânio

Para todas as posições em boca.

Pilar Atlantis de titânio dourado

Fabricado em titânio com um fino

recobrimento de TiN biocompativel

que proporciona um tom

quente sob a gengiva oferecendo

um resultado natural. Para todas

as posições em boca.

Pilar Atlantis em zircónio

Perfeito para os casos mais

complexos da zona estética,

mas também para utilizar em

todas as posições em boca.

Pilar Atlantis Gemini

Um duplicado do pilar Atlantis .

Pede-se ao mesmo tempo que o

pilar inicial e no mesmo material.

Utiliza-se como modelo mestre no

laboratório (disponível em titânio

e titânio dourado).

Pilar Atlantis Gemini+

Um duplicado diferido ou modificado

de um pilar Atlantis

pedido anteriormente.


Cresco : soluções aparafusadas

para um ajuste perfeito

Quando falamos de pontes aparafusadas sobre

implantes, Cresco é a escolha preferida dos

clínicos e técnicos de laboratório. A razão é

simples: liberdade e precisão sempre. Cresco

é uma solução simples, fácil de utilizar e está

disponível em diferentes materiais para os

sistemas de implantes mais importantes.

Vantagens com Cresco :

• Angulação para uma estética óptima.

• Disponível para os sistemas de implantes mais

importantes e em diferentes materiais.

• Kit API (All Parts Included) de Cresco : tudo

incluído para uma maior simplicidade.

• Ajuste perfeito sempre.

Componentes clínicos Componentes de laboratório

Para uma gestão óptima do seu inventário e

uma boa coordenação da equipa, os kit API de

Cresco contém tudo o necessário para realizar

os procedimentos clínicos e de laboratório.

Pilares pré-fabricados para soluções

cimentadas

Se prefere opções pré-fabricadas, recomendamos-lhe

os pilares DesignLine : ZirDesign ,

TiDesign , CastDesign e TempDesign .

Outra opção é o Pilar Directo . Para um

procedimento simplificado e uma gestão

eficiente do inventário, este pilar é fornecido

juntamente com o transportador, a toma de

impressão, a tampa de cicatrização, a réplica

e o cilindro calcinável, num kit API .

Soluções para sobredentaduras

DesignLine e Pilar Directo

Pilares pré-fabricados para o

Astra Tech Implant System .

Para as soluções de encaixe pode escolher

entre barras, pilares bola ou pilares

Locator . Este último oferece-lhe diferentes

níveis de retenção e a posibilidade de

acomodar diferentes angulações.


Os actos de ensinar e aprender decorrem

desde há milhões de anos; antigos

conhecimentos sedimentados em conjunto

com novas descobertas contribuiram para

o mundo em que vivemos hoje.

No entanto, o que sucederia se, de repente,

deixássemos de aprender coisas novas?

A nossa história está marcada pelo progresso

tecnológico e pelo constante avanço do

conhecimento, sem sombra alguma de um

possível retrocesso. Portanto, a educação

contínua é um compromisso para se atingir

a excelência profissional, manter-se actual,

tentar ampliar os conhecimentos e melhorar

as competências.


Formação contínua

A Astra Tech Dental oferece uma ampla selecção

de cursos em mais de 500 localizações em todo

o mundo. Graças à colaboração de longo prazo

que temos estabelecido com centros clínicos e

universidades em todo o mundo, os nossos cursos

reflectem a tecnologia e a informação científica

mais recentes. Sem ter em conta a sua experiência

e suas competências em implantologia, estamos

seguros que, no nosso catálogo internacional

e na nossa página web, encontrará cursos que

satisfarão os seus interesses e necessidades.

Nível dos cursos

Cursos básicos para todos os membros

da equipa que começa a realizar

tratamentos com implantes.

Cursos intermédios para todos os

membros da equipa com conhecimentos

básicos de tratamentos com implantes

(ou seja, que já tenham participado

em cursos básicos e tenham certa

experiência clínica).

Cursos avançados para todos os membros

da equipa que tenham participado em

cursos básicos e intermédios e tenham

suficientes conhecimentos clínicos e

experiência para aprender protocolos de

tratamentos avançados.

Categorias

• Cirurgia de implantes.

• Prótese sobre implantes.

• Cirurgia e prótese sobre implantes.

• Tratamento implantológico guiado por computador.

• Técnicas de laboratório.

• Fotografía clínica.

• Gestão da clínica.

• Simpósia/Seminários.

Programa de cursos

Os programas de formação local e

internacional oferecem de forma conjunta

uma ampla e profunda selecção de cursos.

Visite www.astratechdental.pt de forma regular

e consulte a disponibilidade de cursos, já que o

programa se actualiza continuamente.

Final do curso

Uma vez terminado o curso, receberá

um diploma assinado pelos respectivos

responsáveis.


Serviço e apoio de grande dedicação

A Astra Tech aspira a uma cooperação a longo

prazo com cada equipa dentária que utiliza

o seu sistema de implantes. Esta cooperação

implica não só o fornecimento do produto,

como também o apoio com soluções e

assessoria, formação e uma variada oferta de

informação para pacientes.

Através da actualização da nossa documentação,

seminários e sessões de formação,

mantê-lo-emos informado sobre os últimos

desenvolvimentos no campo da implantologia.

Também o podemos ajudar nas suas actividades

de marketing, com sessões de formação

para os seus pacientes e publicidade.

A Astra Tech oferece um extenso programa

de garantia para todos os seus clientes. Onde

quer que a Astra Tech esteja representada,

comprometemo-nos a prestar os mais altos níveis

de serviço e conhecimentos técnicos - uma ajuda

e inspiração para o seu trabalho quotidiano.

Qualidade e meio ambient

A Astra Tech está comprometida com o

fornecimento de produtos de alta qualidade,

baseados num desenho inovador, materiais

comprovados e na tecnologia de produção.

Pôr em prática a nossa filosofia, exige prestar

uma atenção contínua à qualidade, desde

a investigação e desenho até ao fabrico e

empacotamento. Sem esquecer que todos os

componentes de implantes e instrumentos

cumprem as mais altas normas de gestão

de qualidade. A Astra Tech segue assim

as directrizes internacionais referentes à

segurança, saúde e meio ambiente observadas

por todas as empresas do Grupo AstraZeneca.

Economizamos em recursos naturais e

reduzimos assim o impacto no meio ambiente.

O lado humano do negócio: quem é

a Astra Tech Dental

Cada paciente é um indíviduo e um ser

humano. Este ponto de vista é a base da nossa

forma de fazer as coisas na Astra Tech Dental,

porque todos somos potenciais pacientes de

implantes. Esta é a razão pela qual o nosso

negócio é pessoal.

O nosso trabalho, junto com

o dos nossos clientes, não

consiste somente em repor um

ou vários dentes, tem também

a missão de devolver a alegria

e a qualidade de vida perdidos

devido ao edentulismo. Esta é

uma grande responsablidade,

e nós tomamo-la muito a sério.

Ao mesmo tempo devemos

investir na investigação e

desenvolvimento, para poder

ser competitivos e manter-

-mo-nos numa posição de

liderança. Adicionalmente

devemos cumprir com os

requisitos legais relativos à

segurança e qualidade dos

dispositivos médicos. Os requisitos legais,

os lucros das vendas e o lado humano não

criam um conflito de interesses. Ao contrário,

trabalham de forma conjunta e estimulam-nos

a encontrar melhores soluções e resultados,

que beneficiem os nossos clientes e, de forma

final, os pacientes.

Em relação aos estudos clínicos e à documentação

dos nossos produtos e processos,

escolhemos requisitos adicionais aos

necessários. Porquê? A razão é simples: não

acreditamos em atalhos. Faz-nos sentir bem

saber que o nosso trabalho diário proporciona

alegria e qualidade de vida a um grande

número de pessoas, hoje, amanhã e no futuro.


Contacte connosco e deixe-se inspirar!


DOCUMENTAÇÃO SOBRE O ASTRA TECH

BioManagement Complex

Abrahamsson I, Berglundh T. Tissue characteristics

at microthreaded implants: an experimental study

in dogs. Clin Impl Dent Rel Res 2006;8(3):107-

13. (ID Não. 78779)

Abrahamsson I, Berglundh T, Sekino S, Lindhe J.

Tissue reactions to abutment shift: an experimental

study in dogs. Clin Impl Dent Rel Res 2003;5(2):82-

8. (ID Não. 79027)

Arvidson K, Bystedt H, Frykholm A, von Konow L,

Lothigius E. A 3-year clinical study of Astra dental

implants in the treatment of edentulous mandibles.

Int J Oral Maxillofac Implants 1992;7(3):321-9.

(ID Não. 75051)

Barewal RM, Stanford C. A randomized prospective

clinical trial of the effect of three dental implant

loading protocols on stability -an interim report.

Appl Osseointegration Res 2006;5:62-67.(ID

Não. 78448)

Berglundh T, Abrahamsson I, Albouy JP, Lindhe J.

Bone healing at implants with a fluoride-modified

surface: an experimental study in dogs. Clin

Oral Implants Res 2007;18(2):147-52. (ID

Não. 78775)

De Kok IJ, Chang SS, Moriarty JD, Cooper LF.

A retrospective analysis of peri-implant tissue

responses at immediate load/provisionalized

microthreaded implants. Int J Oral Maxillofac

Implants 2006;21(3):405-12. (ID Não. 78727,

78776)

DeAngelo SJ, Kumar PS, Beck FM, Tatakis

DN, Leblebicioglu B. Early soft tissue healing

around one-stage dental implants: clinical

and microbiologic parameters. J Periodontol

2007;78(10):1878-86

Ellingsen JE, Johansson CB, Wennerberg A,

Holmén A. Improved retention and boneto-implant

contact with fluoride-modified titanium implants.

Int J Oral Maxillofac Implants 2004;19(5):659-

66. (ID Não. 78245)

Fermergård R, Åstrand P. Osteotome sinus floor

elevation and simultaneous placement of implants

–a 1-year retrospective study with Astra Tech

implants. Clin Impl Dent Rel Res 2008;10(1):62-9

Guo J, Padilla RJ, Ambrose W, De Kok IJ, Cooper

LF. The effect of hydrofluoric acid treatment of

TiO(2) grit blasted titanium implants on adherent

osteoblast gene expression in vitro and in vivo.

Biomaterials 2007;28(36):5418-25

Hansson S. Implant-abutment interface: biomechanical

study of flat top versus conical. Clin Impl Dent Rel

Res 2000;2(1):33-41. (ID Não. 75159)

Hansson S, Werke M. The implant thread as a

retention element in cortical bone: the effect of

thread size and thread profile: a finite element

study. J Biomech 2003;36(9):1247-58.(ID Não.

78158)

Harvey BV. Optimizing the esthetic potential of

implant restorations through the use of immediate

implants with immediate provisionals. J Periodontol

2007;78(4):770-6

Isa ZM, Schneider GB, Zaharias R, SeaboldD,

Stanford CM. Effects of fluoride-modified titanium

surfaces on osteoblast proliferation and gene

expression. Int J Oral Maxillofac Implants

2006;21(2):203-11. (ID Não. 78731)

Lops D, Chiapasco M, Rossi A, Bressan E, Romeo

E. Incidence of inter-proximal papilla between a

tooth and an adjacent immediate implant placed

into a fresh extraction socket: 1-year prospective

study. Clin Oral Implants Res 2008;19(11):1135-

40. (ID Não. 79132)

Moon IS, Berglundh T, Abrahamsson I,Linder E,

Lindhe J. The barrier between the keratinized

mucosa and the dental implant. An experimental

study in the dog. J Clin Periodontol 1999;

26(10):658-63. (ID Não. 75158)

Norton MR. An in vitro evaluation of the strength

of an internal conical interface compared to a

butt joint interface in implant design. Clin Oral

Implants Res 1997;8(4):290-8. (ID Não. 75183)

Norton MR. Marginal bone levels at single

tooth implants with a conical fixture design. The

influence of surface macro- and microstructure.

Clin Oral Implants Res 1998;9(2):91-9

Palmer RM, Farkondeh N, Palmer PJ, Wilson

RF. Astra Tech single-tooth implants: an audit of

patient satisfaction and soft tissue form. J Clin

Periodontol 2007;34(7):633-8. (ID Não. 78941)

Rasmusson L, Kahnberg KE, Tan A. Effects of

implant design and surface on bone regeneration

and implant stability: an experimental study

in the dog mandible. Clin Impl Dent Rel Res

2001;3(1):2-8. (ID Não. 75411)

Stanford C, Johnson G, Fakhry A, Aquilino S,

Gratton D, Reinke M, et al. Three year postloading

outcomes with MicroThread OsseoSpeed dental

implants placed in the posterior-maxilla. Appl Osseointegration

Res 2008;7:49-57. (ID Não. 79034)

Thor A, Rasmusson L, Wennerberg A, Thomsen

P, Hirsch JM, Nilsson B, et al. The role of

whole blood in thrombin generation in contact

with various titanium surfaces. Biomaterials

2007;28(6):966-74. (ID Não. 78908)

Toljanic J, Thor A, Baer R, Ekstrand K. Immediate

fixed restoration of implants in the atrophic

edentulous maxilla. Dent Today 2008;June:56-63

Veltri M, Ferrari M, Balleri P. One-year outcome

of narrow diameter blasted implants for

rehabilitation of maxillas with knife-edge

resorption. Clin Oral Implants Res 2008;

19(10):1069-73 (ID Não. 79131)

Zipprich H, Weigl P, Lauer H-C, Lange B. Micromovements

at the implant-abutment interface:

measurements, causes and consequences.

Implantologie 2007;15:31-45. (http://www.kgu.

de/zzmk/werkstoffkunde/ ID Não. 79041)

DOCUMENTAÇÃO SOBRE A MANUTENÇÃO

DE OSSO MARGINAL

Arvidson K, Bystedt H, Frykholm A, von Konow L,

Lothigius E. Five-year prospective follow-up report

of the Astra Tech Dental Implant System in the

treatment of edentulous mandibles. Clin Oral

Implants Res 1998;9(4):225-34. (ID Não. 75187)

Cecchinato D, Bengazi F, Blasi G, Botticelli D,

Cardarelli I, Gualini F. Bone level alterations at

implants placed in the posterior segments of the

dentition: outcome of submerged/non-submerged

healing. A 5-year multicenter, randomized,

controlled clinical trial. Clin Oral Implants Res

2008;19(4):429-31

Cooper LF, Ellner S, Moriarty J, Felton DA,

Paquette D, Molina A, et al. Three-year evaluation

of single-tooth implants restored 3 weeks after

1-stage surgery. Int J Oral Maxillofac Implants

2007;22(5):791-800. (ID Não. 78988)

Cooper L, Felton DA, Kugelberg CF, Ellner S,

Chaffee N, Molina AL, et al. A multicenter

12-month evaluation of single-tooth implants

restored 3 weeks after 1-stage surgery. Int J

Oral Maxillofac Implants 2001;16(2):182-92.

(ID Não. 75410)

Cooper LF, Moriarty JD, Guckes AD, Klee LB,

Smith RG, Almgren C, et al. Five-year prospective

evaluation of mandibular overdentures retained

by two microthreaded, TiOblast nonsplinted

implants and retentive ball anchors. Int J Oral

Maxillofac Implants 2008;23(4):696-704

Davis DM, Packer ME. Mandibular overdentures

stabilized by Astra Tech implants with either

ball attachments or magnets: 5-year results. Int J

Prosthodont 1999;12(3):222-9. (ID Não. 79028)

Donati M, A Scala V, Billi M, Di Dino B, Torrisi P,

Berglundh T. Immediate functional loading of

implants in single tooth replacement: a prospective

clinical multicenter study. Clin Oral Implants Res

2008;19:740-48. (ID Não. 79065)

Gotfredsen K. A 5-year prospective study of

single-tooth replacements supported by the Astra

Tech implant: a pilot study. Clin Impl Dent Rel Res

2004;6(1):1-8. (ID Não. 78273)

Gotfredsen K, Holm B, Sewerin I, Harder F,

Hjorting-Hansen E, Pedersen CS, et al. Marginal

tissue response adjacent to Astra Dental Implants

supporting overdentures in the mandible. Clin

Oral Implants Res 1993;4(2):83-9.(ID Não. 75058)

Karlsson U, Gotfredsen K, Olsson C. Single-tooth

replacement by osseointegrated Astra Tech

dental implants: a 2-year report. Int J Prosthodont

1997;10(4):318-24. (ID Não. 75067)

Kemppainen P, Eskola S, Ylipaavalniemi P. A

comparative prospective clinical study of two

single-tooth implants: a preliminary report of

102 implants. J Prosthet Dent 1997;77(4):382-7.

(ID Não. 75068)

Laurell L, Lundgren D. Marginal bone level changes

at dental implants after 5 years in function. A

meta-analysis. Accepted for publication Feb.

2009. Clin Impl Dent Rel Res

Lee DW, Choi YS, Park KH, Kim CS, Moon IS.

Effect of microthread on the maintenance of

marginal bone level: a 3-year prospective study.

Clin Oral Implants Res 2007;18(4):465-70. (ID

Não. 78930)

Nordin T, Jonsson G, Nelvig P, Rasmusson L. The

use of a conical fixture design for fixed partial

prostheses. A preliminary report. Clin Oral

Implants Res 1998;9(5):343-7. (ID Não. 75052)

Norton MR. A short-term clinical evaluation of

immediately restored maxillary TiOblast

singletooth implants. Int J Oral Maxillofac

Implants 2004;19(2):274-81. (ID Não. 78173)

Palmer RM, Howe LC, Palmer PJ. A prospective

3-year study of fixed bridges linking Astra Tech ST

implants to natural teeth. Clin Oral Implants Res

2005;16(3):302-7. (ID Não. 78300)

Palmer RM, Palmer PJ, Smith BJ. A 5-year prospective

study of Astra single tooth implants. Clin Oral

Implants Res 2000;11(2):179-82. (ID Não. 75352)

Palmer RM, Smith BJ, Palmer PJ, Floyd PD. A

prospective study of Astra single tooth implants.

Clin Oral Implants Res 1997;8(3):173-9. (ID

Não. 75182)

Wennström JL, Ekestubbe A, Gröndahl K, Karlsson S,

Lindhe J. Implant-supported single-tooth restorations:

a 5-year prospective study. J Clin Periodontol

2005;32(6):567-74. (ID Não. 78476)

Yi SW, Ericsson I, Kim CK, Carlsson GE, Nilner

K. Implant-supported fixed prostheses for the

rehabilitation of periodontally compromised

dentitions: a 3-year prospective clinical study.

Clin Impl Dent Rel Res 2001;3(3):125-34. (ID

Não. 75415)

DOCUMENTAÇÃO A LONGO PRAZO

Baelum V, Ellegaard B. Implant survival in

periodontally compromised patients. J Periodontol

2004;75(10):1404-12

Bakke M, Holm B, Gotfredsen K. Masticatory function

and patient satisfaction with implantsupported

mandibular overdentures: a prospective 5-year study. Int

J Prosthodont 2002;15(6):575-81. (ID Não. 78148)

Eliasson A, Blomqvist F, Wennerberg A, Johansson

A. A retrospective analysis of early and delayed

loading of full-arch mandibular prostheses using

three different implant systems: clinical results

with up to 5 years of loading. Clin Impl Dent

Rel Res 2008;e-pub, Doi: 10.1111/j.1708-

8208.2008.00099.x

Ellegaard B, Baelum V, Kolsen-Petersen J.

Nongrafted sinus implants in periodontally

compromised patients: a time-to-event analysis.

Clin Oral Implants Res 2006;17(2):156-64

Ellegaard B, Kolsen-Petersen J, Baelum V. Implant

therapy involving maxillary sinus lift in periodontally

compromised patients. Clin Oral Implants Res

1997;8(4):305-15. (ID Não. 75065)

Gotfredsen K, Holm B. Implant-supported

mandibular overdentures retained with ball or bar

attachments: a randomized prospective 5-year

study. Int J Prosthodont 2000;13(2):125-30. (ID

Não. 75355)

Gotfredsen K, Karlsson U. A prospective 5-year

study of fixed partial prostheses supported by

implants with machined and TiO2-blasted surface.

J Prosthodont 2001;10(1):2-7. (ID Não. 75416)

Koutouzis T, Wennstrom JL. Bone level changes at axialand

non-axial-positioned implants supporting fixed

partial dentures. A 5-year retrospective longitudinal

study. Clin Oral Implants Res 2007;18(5):585-90.

(ID Não. 79031)

Makkonen TA, Holmberg S, Niemi L, Olsson C,

Tammisalo T, Peltola J. A 5-year prospective clinical

study of Astra Tech dental implants supporting

fixed bridges or overdentures in the edentulous

mandible. Clin Oral Implants Res 1997;8(6):469-75.

(ID Não. 75181)

Norton MR. Marginal bone levels at single

tooth implants with a conical fixture design. The

influence of surface macro- and microstructure.

Clin Oral Implants Res 1998;9(2):91-9

Norton MR. Multiple single-tooth implant

restorations in the posterior jaws: maintenance

of marginal bone levels with reference to the

implant-abutment microgap. Int J Oral Maxillofac

Implants 2006;21(5):777-84. (ID Não. 78773)

Rasmusson L, Roos J, Bystedt H. A 10-year followup

study of titanium dioxide-blasted implants. Clin Impl

Dent Rel Res 2005;7(1):36-42. (ID Não. 78272)

Wennström JL, Ekestubbe A, Gröndahl K, Karlsson S,

Lindhe J. Oral rehabilitation with implant-supported

fixed partial dentures in periodontitis- susceptible

subjects. A 5-year prospective study. J Clin Periodontol

2004;31(9):713-24. (ID Não. 78275)

Wennström J, Zurdo J, Karlsson S, Ekestubbe

A, Gröndahl K, Lindhe J. Bone level change at

implant-supported fixed partial dentures with

and without cantilever extension after 5 years

infunction. J Clin Periodontol 2004;31(12):1077-

83. (ID Não. 78276)

von Wowern N, Gotfredsen K. Implant-supported

overdentures, a prevention of bone loss in

edentulous mandibles? A 5-year follow-up study.

Clin Oral Implants Res 2001;12:19-25. (ID Não.

75358)

Åstrand P, Engquist B, Dahlgren S, Grondahl K,

Engquist E, Feldmann H. Astra Tech and Brånemark

system implants: a 5-year prospective study of

marginal bone reactions. Clin Oral Implants Res

2004;15(4):413-20. (ID Não. 78172)


Astra Tech BioManagement Complex

78992-PT-1005 © 2010 Astra Tech

O êxito de um sistema de implantes não depende unicamente de

uma característica isolada. Tal como na natureza, existem várias

características interdependentes que funcionam em conjunto.

A seguinte combinação de características-chave é exclusiva do

Astra Tech Implant System:

• OsseoSpeed — mais osso, mais rápido

OsseoSpeed

MicroThread

• MicroThread — estímulo biomecânico do osso

• Conical Seal Design — ajuste forte e estável

• Connective Contour — aumento da área e do

volume de contacto com

tecido mole

Conical Seal Design

Connective Contour

Austrália

Astra Tech Pty Ltd.

Suite 1, 53 Grandview St, Pymble NSW 2073

+61 2 9488 3500. +61 2 9440 0744

www.astratechdental.com.au

Áustria

Astra Tech GesmbH

Schloßhofer Straße 4/4/19, AT-1210 Wien

+43-(0)1-2146150. +43-(0)1-2146167

www.astratechdental.at

Benelux

Astra Tech Benelux B.V.

Signaalrood 55, NL-2718 SG Zoetermeer

+31 79 360 1955/+32 3 232 81 50

+31 79 362 3748/ +32 3 213 30 66

www.astratechdental.nl

Canadá

Astra Tech Inc.

2425 Matheson Blvd East, 8th Floor

Mississauga, ON L4W 5K4

+1 905 361 2844

www.astratechdental.com

Dinamarca

Astra Tech A/S

Roskildevej 163, 1. th., DK-2620 Albertslund

+45 43 71 33 77. +45 43 71 78 65

www.astratechdental.dk

Leste da Ásia

Astra Tech

Suite 15.02, 15th Floor Menara PanGlobal

No. 8 Lorong P Ramlee, MY-50250, Kuala Lumpur

Malaysia

+60 3 27 11 2531. +60 3 27 11 2532

www.astratechdental.com

Finlândia

Astra Tech Oy

PL 96, FI-02231 Espoo

+358 9 8676 1626. +358 9 804 4128

www.astratechdental.fi

França

Astra Tech France

7, rue Eugène et Armand Peugeot, TSA 90002

FR-92563 Rueil Malmaison Cedex

+33 1 41 39 02 40. +33 1 41 39 02 44

www.astratechdental.fr

Alemanha

Astra Tech GmbH

An der kleinen Seite 8. DE-65604 Elz

+49 6431 9869 0. +49 6431 9869 500

www.astratechdental.de

Itália

Astra Tech S.p.A.

Via Cristoni, 86, IT-40033 Casalecchio di Reno (BO)

+39 051 29 87 511. +39 051 29 87 580

www.astratechdental.it

Japão

Astra Tech K.K.

1-7-16 Sendagaya, Shibuya-ku, Tokyo 151-0051

+81 3 5775 0515. +81 3 5775 0571

www.astratech.jp

Noroega

Astra Tech AS

Postboks 160, NO-1471 Lørenskog

+47 67 92 05 50. +47 67 92 05 60

www.astratechdental.no

Polónia

Astra Tech Sp.z o.o.

ul. Orężna 58, PL-02-937 Warszawa

+48 22 853 67 06. +48 22 853 67 10

www.astratechdental.pl

Portugal

Astra Tech

Lagoas Park, Edifício 8 – 1º piso

PT-2740-268 Porto Salvo

+351 21 421 2273. +351 21 421 0234

www.astratechdental.pt

Espanha

Astra Tech S.A.

Calle Ciencias nº 73 derecha. Nave 9,

Polígono Industrial Pedrosa,

ES-08908 L´Hospitalet de Llobregat

Servicio al cliente: +34.902.101.558

+34.932.643.560. +34.933.363.231

www.astratechdental.es

Suécia

Astra Tech AB

P.O. Box 14, SE-431 21 Mölndal

+46 31 776 30 00. +46 31 776 30 17

www.astratechdental.se

Suiça

Astra Tech SA

Avenue de Sévelin 18, P.O. Box 54

CH-1000 Lausanne 20

+41 21 620 02 30. +41 21 620 02 31

www.astratechdental.ch

Reino Unido

Astra Tech Ltd.

Brunel Way, Stonehouse, Glos GL10 3SX

+44 845 450 0586. +44 1453 791001

www.astratechdental.co.uk

EUA

Astra Tech Inc.

590 Lincoln Street, Waltham, MA 02451

+1-800-531-3481. +1-781-890-6808

www.astratechdental.com

Outros Mercados

Astra Tech AB, Export Department

P.O. Box 14, SE-431 21 Mölndal, Sweden

+46 31 776 30 00. +46 31 776 30 23

www.astratechdental.com

Astra Tech S.A. - sucursal em Portugal, Lagoas Park, edificio 8 - 1º piso, 2740-268 Porto Salvo, Portugal.

Informações: +351 21 421 2273 /+351 91 228 5254. +351 21 421 0234 www.astratechdental.pt.

More magazines by this user
Similar magazines