Estudos Setoriais de Inovação - Sistema Moda Brasil

sistemamodabrasil.com.br

Estudos Setoriais de Inovação - Sistema Moda Brasil

3. ESTRUTURA DA INDÚSTRIA TÊXTIL

Nessa seção, são descritos indicadores da estrutura da indústria têxtil, analisada a partir

de quatro grupos industriais, segundo a Classificação Nacional de Atividades Econômicas

(CNAE). A composição dos subsetores é detalhada a seguir:

Beneficiamento de Fibras Naturais (CNAE-171): compreende o beneficiamento

de fibras de algodão (cardação, penteação, etc.); a obtenção de subprodutos,

inclusive os desperdícios (lanolina); o descaroçamento do algodão quando não

associado ao cultivo; os beneficiamentos (lavagem, cardação, penteação, etc), de

outras fibras têxteis naturais (linho, seda, sisal, juta, rami, lã, crina, etc.).

Fiação e Tecelagem (CNAE-172 e CNAE-173): compreende a produção de fios de

algodão, inclusive mesclas, com predominância de algodão; de tecidos de fios e

filamentos contínuos artificiais ou sintéticos, inclusive mesclas, com predominância

de fios artificiais ou sintéticos; de tecidos de polipropileno; de tecidos de fibra de

vidro; de fios de papel; de fios de fibras artificiais ou sintéticas, inclusive mesclas,

com predominância de fios de fibras artificiais ou sintéticas; de linhas e fios para

costurar e bordar, de qualquer material (algodão, artificiais, sintéticos, sedas, lãs,

etc.); de tecidos planos de algodão, inclusive mesclas, com predominância de

algodão; de veludos, tecidos felpudos, tecidos de gaze e outros tecidos elaborados,

com predominância de fios de algodão; de tecidos de fios de fibras têxteis naturais

(lã, linho, juta, seda, rami, etc.), inclusive mesclas, com predominância de fibras

naturais; e de fibras têxteis naturais (linho, rami, juta, seda, lã, etc.), inclusive

mesclas, com predominância de fibras têxteis naturais.

Artefatos Têxteis (CNAE-174, CNAE-175 e CNAE-176): compreende a produção

de artefatos têxteis diversos, integrada com as fiações e tecelagens (sacos de

algodão e de outras fibras têxteis, bandeiras, etc.), de artefatos têxteis para uso

doméstico (roupas de cama, mesa, copa, cozinha, etc.), integrada com as fiações e

tecelagens; o alvejamento, texturização, estamparia, tingimento, torção e outros

acabamentos em fios, tecidos e artigos têxteis, inclusive peças do vestuário,

realizados para terceiros; a fabricação de artigos de tecidos de uso doméstico

(roupas de cama, mesa, copa, cozinha, etc.) a partir de tecidos; de artigos de

colchoaria a partir de tecidos (almofadas, travesseiros, edredons, etc.); de sacos a

partir de tecidos; de tapetes, forrações para revestimento de pisos (carpete) e

outros artefatos de tapeçaria; de barbantes, cordas, cabos e cordéis e de outros

artefatos de cordoaria; de redes de pesca a partir de fios e fibras; de feltros e

artigos de feltro; de tecidos e artefatos de crinas e cerdas de origem animal ou de

fibras vegetais; de tecidos impermeáveis e de acabamento especial (têxteis

técnicos, geotêxteis, tecidos revestidos de náilon, polipropileno e poliéster, panoscouro,

lonas, etc.); de artefatos têxteis técnicos, geotêxteis, lonas ou de outros

tecidos de acabamento especial; não-tecidos (falsos tecidos) e seus artefatos, para

usos industrial, sanitário ou doméstico; de mantas de fibras artificiais ou sintéticas,

agulhadas e/ou prensadas, para usos industriais (entretelas, forros, filtros

industriais e outros produtos para uso técnico e industrial); de telas para

28

More magazines by this user
Similar magazines