Views
4 years ago

LIVRO DE RESUMOS - Inpe

LIVRO DE RESUMOS - Inpe

ESTUDO DA INFLUÊNCIA DA

ESTUDO DA INFLUÊNCIA DA NEBULOSIDADE E VARIÁVEIS AMBIENTAIS SOBRE A INCIDÊNCIA DE IRRADIAÇÃO Eduardo Weide Luiz 1 (UFSM – CRS/CCR/INPE – MCT, Bolsista PCI-ITI-A) Nelson Jorge Schuch 2 (Orientador – CRS/CCR/INPE – MCT) Fernando Ramos Martins³ (Co-Orientador – CCST/INPE – MCT) RESUMO Recursos energéticos renováveis são cada vez mais necessários devido à necessidade da substituição da geração de energia através de combustíveis fósseis, pelo motivo que emitem grande quantidade de gases poluentes na atmosfera. Atualmente no Brasil, o Projeto SONDA (Sistema de Organização Nacional de Dados Ambientais) tem o objetivo de gerar uma base de dados solarimétricos e meteorológicos que atenda a demanda de informações necessárias para a atração de investimentos e a realização de ações efetivas ao desenvolvimento de outras fontes energéticas. Assim, os dados de irradiação solar na superfície coletados pelo Projeto SONDA são utilizados na validação e parametrização das estimativas e previsões fornecidas pelos modelos numéricos. As principais incertezas das estimativas são resultados da variabilidade de aerossóis na atmosfera, juntamente com incertezas sobre a variabilidade da cobertura de nuvens (Pinker and Laszlo, 1989). Devido à essa importância e complexidade da parametrização da nebulosidade e outros componentes atmosféricos na estimativa da radiação solar, o Projeto tem como objetivo o estudo da influência da nebulosidade sobre a irradiação solar global incidente na superfície e dos aerossóis e água precipitável para dias sem nebulosidade. Todos os dados são coletados com sensores instalados na estação SONDA localizada no Observatório Espacial do Sul - OES/CRS/CCR/INPE– MCT, São Martinho da Serra, RS. Foram utilizados um piranômetro CM21 (Kipp&Zonen), que mede a irradiância solar global em superfície, um Fotômetro Cimel CE 318 (Cimel Eletronique) que mede espessura ótica de aerossóis e água precipitável e um imageador do céu Total Sky Imager TSI-440 (Yes, Inc.). Dados de irradiação solar difusa obtidos com um pirânometro CM22 (Kipp&Zonen) sombreado com um ocultador em forma de disco posicionado com ajuda de um rastreador solar foi utilizado para a seleção dos dias de céu claro utilizados no estudo. O projeto de pesquisa, desenvolvido no Centro Regional Sul de Pesquisas Espaciais – CRS/CCR/INPE – MCT, em Santa Maria, RS, tem como uma de suas finalidades apresentar análises sobre a influência dessas variáveis atmosféricas sobre a irradiação solar em superfície, gerando uma importante contribuição para a definição do perfil energético e avaliação do potencial solar do Sul do Brasil. 1 Aluno do Curso de Meteorologia da UFSM, vinculado ao LACESM/CT – UFSM, atuando no Laboratório de Recursos de Energia Renováveis CRS/CCR/INPE – MCT. E-mail: ewluiz@lacesm.ufsm.br 2 Pesquisador Titular Sênior III do Centro Regional Sul de Pesquisas Espaciais – CRS/CCR/INPE – MCT. E-mail: njschuch@lacesm.ufsm.br ³Pesquisador do Centro de Ciências do Sistema Terrestre – CCST/INPE – MCT. E-mail: fernando.martins@inpe.br 34

ANÁLISE DA OCORRÊNCIA DOS EVENTOS DE EFEITOS SECUNDÁRIOS DO BURACO DE OZÔNIO ANTÁRTICO SOBRE O SUL DO BRASIL Natália Machado Crespo 1 (UFSM – CRS/CCR/INPE – MCT, Bolsista PIBIC/INPE – CNPq/MCT) Neusa Paes Leme 2 (Orientadora – CRN/CCR/INPE – MCT) Nelson Jorge Schuch 3 (Co-orientador – CRS/CCR/INPE – MCT) Damaris Kirsch Pinheiro 4 (Co-orientadora – LACESM/CT – UFSM) RESUMO O Projeto de Pesquisa tem por objetivo analisar a ocorrência dos eventos de efeitos secundários do Buraco de Ozônio Antártico sobre o Sul do Brasil durante o período de 1992 a 2010. Os dados da coluna total de ozônio analisados são do Espectrofotômetro Brewer em operação no Observatório Espacial do Sul – OES/CRS/CCR/INPE-MCT, (29,42°S, 53,87°O), em São Martinho da Serra, RS, Brasil, em uma cooperação entre o Centro Regional Sul de Pesquisas Espaciais – CRS/CCR/INPE-MCT e o Laboratório de Ozônio da Divisão de Geofísica Espacial – LO/DGE/CEA/INPE-MCT, com o Laboratório de Ciências Espaciais de Santa Maria – LACESM/CT-UFSM. Dados de reanálise do NCEP e os dados da coluna total de ozônio dos instrumentos TOMS e OMI, o qual, a partir de 2006, substituiu os dados do TOMS, são analisados. A metodologia é baseada na análise de Vorticidade Potencial (VP) em superfícies isentrópicas para os dias com quedas na coluna total de ozônio do Brewer e TOMS ou OMI. Para complementar a análise, são geradas trajetórias de massas de ar pelo modelo HYSPLIT. Continuando a análise que estava sendo realizada em anos anteriores, para o período de 1992 a 2009, foi adicionado ao banco de dados as observações do ano de 2010. A partir dos novos dados percebe-se que, no período em que o “Buraco de Ozônio Antártico” está aberto, há eventos de queda na coluna total de ozônio na Região Sul do Brasil, em relação às médias mensais, que podem ser considerados como efeitos secundários do Buraco de Ozônio Antártico. No período, efetuaram-se mudanças na rotina de cálculo da Vorticidade Potencial, ocorrendo notada melhora na precisão dos valores postos no modelo para gerar as superfícies isentrópicas. Foram traçadas trajetórias das massas de ar provenientes da Antártida, e variáveis da NCEP foram usadas para gerar superfícies isentrópicas e campos de ventos sobre o Observatório Espacial do Sul, comprovando, o fato, a existência de influência de massas de ar pobres em ozônio sobre o Sul do Brasil, totalizando a ocorrência de dois eventos para o ano de 2010. Resultados são apresentados. 1 Aluna do Curso de Meteorologia da UFSM. E-mail: nataliagates@hotmail.com 2 Pesquisadora do Centro Regional do Nordeste – CRN/CCR/INPE – MCT. E-mail: nleme@crn.inpe.br 3 Pesquisador do Centro Regional Sul de Pesquisas Espaciais – CRS/CCR/INPE – MCT. E-mail: njschuch@lacesm.ufsm.br 4 Pesquisadora do Laboratório de Ciências Espaciais de Santa Maria – LACESM/CT – UFSM. E-mail: damaris@ufsm.br 35

Livro de Resumos - UTAD
Livro de Resumos, versão para download. - IEAv - Centro Técnico ...
Introdução a Softwares Científicos de Livre ... - mtc-m17:80 - Inpe
Resumo do livro O Nosso Tempo – Uma História da Galp Energia
Livro - Vulnerabilidade Ambiental - Inpe
Dados Municipais do Levantamento de informações de uso e ... - Inpe
Recursos para Comunicação Alternativa - Livros Grátis
Caderno de resumos - Faculdade de Ciências Sociais - UFG
Livro de Resumos - Ordem dos Farmacêuticos
CIENCIOMETRIA - Inpe
uploads/files/Livro de Resumos SEMIC 2012.pdf - PPPG - Ufma
Consultar o Livro de Resumos - Pluris2010 - Universidade do Minho
Livro de Resumos VIII SEMINÁRIO ANUAL DE PESQUISA DO IDSM
Leonel Fernando Perondi - Inpe
Livro de Resumos - Instituto de Desenvolvimento Sustentável ...
1661-SPNC-Livro de Resumos - Sociedade Portuguesa de ...
SHOW CASE DO INPE NO XVI SBSR Título: 40 anos de ... - INPE-DGI
Resumos das Comunicações - Sociedade Portuguesa de Cardiologia
Caderno de Resumos - UFCG
Livro de Resumos - Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
resumos - Letras-II SINALEL - UFG
2008 – Caderno de Resumos - Núcleo de TCC e IC
Livro Azul 2008 - Comunidade França-Brasil
Livro Azul 2008 - Comunidade França-Brasil
livro de resumos - Inpe
LIVRO DE RESUMOS - Inpe
LIVRO DE RESUMOS - Inpe