Views
3 years ago

Normas Consolidadas para a Inspeção Empresas de Bebidas

Normas Consolidadas para a Inspeção Empresas de Bebidas

Normas

Normas Consolidadas para a Inspeção 1. Métodos Operacionais e Práticas Pessoais A recepção, armazenamento, monitoramento, manipulação e processamento de matérias-primas para elaborar e distribuir um produto acabado seguro. 1.1 Rejeição de Cargas/Recebimento de Produtos A empresa pode salvaguardar seus produtos alimentícios através da identifi cação e proibição da entrada de matériasprimas potencialmente contaminadas. Requisitos Críticos 1.1.1.1 Veículos/contêineres sujos, danificados ou infestados são rejeitados. 1.1.1.2 Materiais enviados em veículos sujos, danificados ou infestados são rejeitados. 1.1.1.3 A empresa mantém documentos da rejeição de cargas que inclui as razões para a rejeição. 1.1.1.4 Os veículos de transporte estão em boas condições, são limpos e livres de furos e infestação. 1.2 Rejeição de Cargas/Recebimento de Perecíveis Uma empresa pode proteger seus produtos alimentícios por meio da identifi cação e proibição da entrada ou carregamento de matérias-primas ou produtos acabados potencialmente contaminados. Requisitos Críticos 1.2.1.1 Veículos/contêineres sujos, infestados ou danificados são rejeitados. 1.2.1.2 Materiais enviados em veículos sujos, infestados ou danificados são rejeitados. 1.2.1.3 Materiais congelados ou perecíveis devem satisfazer exigências mínimas de temperatura nos pontos de envio, transporte e recebimento. 1.2.1.4 A empresa mantém documentação de verificações de temperatura para bens perecíveis nos pontos de recebimento. 1.2.1.5 A empresa mantém documentação de remessas rejeitadas que inclui os motivos para a rejeição. 1.2.1.6 Os veículos de transporte estão em boas condições, são limpos e livres de furos e infestação. 1.2.1.7 Os produtos cumprem com os requerimentos locais ou governamentais no recebimento. 1.3 Práticas de Armazenamento Matérias-primas e produtos acabados são armazenados de forma a satisfazer as exigências do programa para o armazenamento seguro de materiais. Requisitos Críticos 1.3.1.1 Matérias-primas, embalagens, trabalho em processamento e produtos acabados são armazenados e removidos do armazenamento de uma maneira que previne a contaminação. 1.3.1.2 As datas que facilitam a rotação do estoque são visíveis no pallet ou em contêineres individuais. 1.3.1.3 Matérias-primas, embalagens, trabalho em processamento e produtos acabados são armazenados acima do piso em pallets, folhas de separação (slipsheets) ou estantes. 1.3.1.4 Matérias-primas, embalagens, trabalho em processamento e produtos acabados são armazenados com pelo menos 18 polegadas ou 45 centímetros de espaço entre paredes e forros. 1.3.1.5 Há a manutenção de espaço adequado entre pilhas de matérias-primas, embalagens, trabalho em processamento e produtos acabados armazenados a fim de permitir a limpeza e inspeção. Há o cumprimento de procedimentos para garantir a limpeza, inspeção e monitoramento adequados em busca de atividade de pragas em áreas de armazenamento, onde um perímetro de inspeção de 18 polegadas ou 45 centímetros não pode ser oferecido. 1.3.1.6 Caso os materiais sejam armazenados em área externa, estes são protegidos de maneira adequada contra deterioração e contaminação. Métodos Operacionais e Práticas de Pessoal—1

Requisitos Menores 1.3.2.1 Datas utilizadas para rotação de estoque estão em uma parte permanente da embalagem (por exemplo: não no envoltório plástico). 1.3.2.2 Há no mínimo 14 polegadas ou 35 cm de espaço entre as fileiras de pallets. 1.3.2.3 Existem espaços para o armazenamento e rotas de tráfego disponíveis para os itens armazenados ao nível do piso. 1.3.2.4 Se a distância de 18 polegadas ou 45 cm das paredes for impossível devido à largura do corredor e o espaço para a manobra das empilhadeiras, um sistema de prateleiras pode ser instalado contra a parede. Neste caso, a prateleira inferior é instalada a 18 polegadas ou 45 cm do piso para que nenhum pallet esteja armazenado diretamente no piso. 1.4 Condições de Armazenamento As matérias-primas são armazenadas em uma área limpa protegendo-as de fontes de contaminação. Requisitos Críticos 1.4.1.1 As áreas de armazenamento são limpas, bem ventiladas e secas. Matérias-primas, produtos em processo, materiais de embalagens e produtos acabados são protegidos da condensação, esgoto, pó, sujeira, produtos químicos ou outros contaminantes. 1.4.1.2 Os materiais de embalagem e matérias-primas parcialmente usados são protegidos antes de serem devolvidos ao armazém. 1.4.1.3 Todos os produtos químicos tóxicos, incluindo materiais de limpeza e de manutenção, e produtos não alimentícios, incluindo equipamentos e utensílios, são armazenados em uma área segregada. 1.4.1.4 Itens de Pesquisa e Desenvolvimento e matérias-primas, materiais de embalagem e produtos acabados não usados frequentemente são regularmente inspecionados por sinais de infestação. 1.4.1.5 Procedimentos de manuseio específicos são seguidos para os materiais de embalagem que apresentam um risco de segurança ao produto se não manipulados apropriadamente (por ex.: embalagem asséptica ou de vidro). As falhas e as Ações Corretivas são documentadas. 1.4.1.6 Produtos devolvidos por clientes não são devolvidos à área de armazenamento de produtos acabados até que sejam inspecionados e liberados por funcionários autorizados. Requisitos Menores 1.4.2.1 As embalagens são armazenadas longe das matérias-primas e do produto acabado em uma área definida, se possível. 1.4.2.2 Materiais e suprimentos preparados para a utilização são inspecionados em busca de danos, contaminação e conformidade com especificações, se aplicável, antes do seu uso. 1.5 Estoque de Matérias-Primas/Estoque de Produtos Acabados Os estoques de matérias-primas e produtos acabados são mantidos em volumes razoáveis para evitar o envelhecimento excessivo e a infestação de insetos. Requisitos Críticos 1.5.1.1 Ingredientes, materiais de embalagem, produtos em processo, produtos acabados e outros materiais giram de acordo com o sistema Primeiro-Que-Entra, Primeiro-Que-Sai (PEPS) ou outro método que seja verificável (como Primeiro-Que-Expira, Primeiro-Que-Sai [FEFO em inglês]) para assegurar o giro de estoque. 1.5.1.2 Materiais suscetíveis a insetos estocados por mais de quatro semanas são inspecionados regularmente. 1.5.1.3 Os recipientes são tampados ou invertidos durante o armazenamento para protegê-los de contaminação proveniente de estruturas acima deles. Requisitos Menores 1.5.2.1 Um sistema é definido e seguido para identificar e rastrear a inspeção dos materiais suscetíveis a infestação. (Por exemplo: inventário do estoque, datas de repaletização, etc.) 2—Normas Consolidadas para Inspeção

Normas Consolidadas para a Inspeção Programas de Pré ...
Os controles nas indústrias de alimentos e bebidas - SBCC
aquisição de alimentos e bebidas estocáveis, para o consumo nas ...
realidade das empresa e normas internacionais - Masterdirect
Apresentação das Normas ECSS - CRN
Normas de procedimento para a higiene de equipamentos - ESAC
Documento com as alterações que acompanham as Normas ...
CLASSIFICAÇÃO INTERNACIONAL DE NORMAS (ICS) - IPQ
A IMPORTÂNCIA DA HARMONIZAÇÃO DAS NORMAS CONTÁBEIS ...
novas normas para a aviação agrícola - Siagri
Uma Introdução às Normas da Série ISO 9000 - AllChemy
armazenagem e movimentação de materiais em uma empresa
Emendas ao anexo à Convenção Internacional sobre Normas de ...
Normas de Ética e Conduta Empresarial - Bristol-Myers Squibb
O que a normalização representa para a empresa - IPQ
Patrocinadores do Pan e a ética nas empresas - Ibase
Normas Técnicas Específicas para a Produção Integrada de Maçã
A Superior Essex é uma empresa mundial líder na con
Implantação do Sistema Empresa Fabricante de ... - Unimep
QUEM É A ANVER É uma associação de empresas e empresários ...
Código de Defesa do Consumidor obriga empresas obedecer às ...
Da logística empresarial à logística reversa - Empresa Responsável