Views
3 years ago

Normas Consolidadas para a Inspeção Empresas de Bebidas

Normas Consolidadas para a Inspeção Empresas de Bebidas

1.40 Tratamento

1.40 Tratamento de Água de Processo O tratamento da água usada como ingrediente no processo ou na limpeza de recipientes é efi caz e cumpre com os requisitos defi nidos. Requisitos Críticos 1.40.1.1 O tratamento da água pode incluir, mas não está limitado aos seguintes métodos: • Destilação • Cloração • Troca íonica • Filtração • Tratamento com ultra-violeta • Osmose reversa • Carbonatação • Adição de minerais 1.40.1.2 O processo de tratamento é verificado como eficaz para o propósito que foi estipulado. 1.40.1.3 Os registros demonstram que o processo de tratamento é eficaz e está atualizado. 1.40.1.4 Quando usado, os níveis de cloro residual são monitorados regularmente. Os registros que demonstramo cumprimento com os níveis de cloro residual estipulados são mantidos. 1.41 Bebidas Pasteurizadas A pasteurização de bebidas elimina ou reduz os micro-organismos patogênicos e/ou não-patogênicos de maneira efi caz. Requisitos Críticos 1.41.1.1 Os parâmetros de tempo e temperatura são estabelecidos usando um critério científico. 1.41.1.2 A eficácia do processo de pasteurização é verificada. 1.41.1.3 Os registros de pasteurização demonstram que os parâmetros de tempo e temperatura foram cumpridos e estão arquivados. 1.42 Bebidas Não-Pasteurizadas Métodos, além da pasteurização, são usados para reduzir os microorganismos patogênicos e não-patogênicos para assegurar a integridade microbiológica dos produtos acabados. Requisitos Críticos 1.42.1.1 Métodos para reduzir ou eliminar microorganismos e prevenir a deterioração/putrefação ou o desenvolvimento de patógenos estão definidos e implantados. 1.42.1.2 Registros que demonstram a redução ou eliminação eficaz dos micro-organismos são mantidos e estão atualizados. Requisitos Menores 1.42.2.1 Medidas de controle podem incluir, mas não estão limitadas a: • Preservativos • Carbonatação • Acidificação • Desinfecção dos produtos antes da extração Métodos Operacionais e Práticas de Pessoal—13

2. Manutenção para a Segurança dos Alimentos O desenho, a atualização e o gerenciamento de equipamentos, edifícios e áreas externas para fornecer um ambiente de manufatura sanitário, eficiente e confiável. 2.1 Localização da Empresa A seleção e o gerenciamento do local da empresa permitirão que as pessoas identifi quem e controlem impactos negativos em potencial oriundos das operações aos arredores. Requisitos Críticos 2.1.1.1 A empresa identifica atividades locais que poderiam ter impactos adversos na empresa e toma as medidas necessárias para prevenir a contaminação do produto ocasionada por estas atividades. Requisitos Menores 2.1.2.1 Os limites geográficos da empresa estão claramente definidos e são controlados. 2.1.2.2 Ações eficientes estão definidas para prevenir a contaminação do produto proveniente das propriedades vizinhas. Estas ações são revisadas periodicamente. 2.2 Áreas Externas As áreas externas são mantidas de maneira a prevenir a adulteração dos alimentos. Requisitos Críticos 2.2.1.1 Os equipamentos armazenados na área externa estão colocados de forma a prevenirem o refúgio de pragas, facilitarem o processo de inspeção e protegerem os equipamentos da deterioração e contaminação. 2.2.1.2 O lixo e os resíduos são removidos da propriedade. 2.2.1.3 Não há ervas daninhas e capim alto próximos às instalações. 2.2.1.4 As vias de tráfego, jardins e estacionamentos são mantidos livres de poeira, água parada e outros contaminantes em potencial. 2.2.1.5 Um sistema de drenagem está disponível para o terreno, telhados e outras áreas. 2.2.1.6 Compactadores, módulos ou contêineres para resíduos ou fragmentos úmidos e secos localizados na área externa estão instalados de maneira a prevenir a contaminação do produto. Estes recipientes são mantidos visando minimizar e conter vazamentos e são removíveis para que a área possa ser limpa. 2.2.1.7 Contêineres e compactadores de lixo são fechados ou cobertos e estão localizados sobre um piso de concreto ou de maneira a minimizar a atração e o refúgio das pragas. 2.2.1.8 O telhado e as estruturas são bem mantidos. Requisitos Menores 2.2.2.1 A armazenagem de equipamentos na área externa é mínima. 2.2.2.2 As áreas das báias dos caminhões e da garagem são mantidas de modo a evitar a atração e habitação de pragas. 2.3 Equipamentos de Segurança A instalação e a manutenção dos equipamentos e estruturas que apoiam o Programa de Segurança da Empresa (Proteção contra o Bioterrorismo) ajudam a proteger contra a contaminação intencional do produto. Requisitos Menores 2.3.2.1 Medidas de segurança de caráter físico que requerem manutenção ou design podem incluir: • Muros ao redor do perímetro • Câmaras de monitoramento • Portas de segurança • Postos de guardas de segurança • Acessos controlados • Áreas de armazenamento a granel controladas 14—Normas Consolidadas para Inspeção

Normas Consolidadas para a Inspeção Programas de Pré ...
Os controles nas indústrias de alimentos e bebidas - SBCC
realidade das empresa e normas internacionais - Masterdirect
Apresentação das Normas ECSS - CRN
CLASSIFICAÇÃO INTERNACIONAL DE NORMAS (ICS) - IPQ
Normas de procedimento para a higiene de equipamentos - ESAC
Documento com as alterações que acompanham as Normas ...
Uma Introdução às Normas da Série ISO 9000 - AllChemy
novas normas para a aviação agrícola - Siagri
A IMPORTÂNCIA DA HARMONIZAÇÃO DAS NORMAS CONTÁBEIS ...
armazenagem e movimentação de materiais em uma empresa
Emendas ao anexo à Convenção Internacional sobre Normas de ...
O que a normalização representa para a empresa - IPQ
Normas de Ética e Conduta Empresarial - Bristol-Myers Squibb
Patrocinadores do Pan e a ética nas empresas - Ibase
QUEM É A ANVER É uma associação de empresas e empresários ...
Implantação do Sistema Empresa Fabricante de ... - Unimep
A Superior Essex é uma empresa mundial líder na con
Código de Defesa do Consumidor obriga empresas obedecer às ...