2º Trimestre de 2009 - mahle

mahle.com.br

2º Trimestre de 2009 - mahle

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2009

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

Divulgação Externa

Legislação Societária

O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA , SENDO OS SEUS

ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

4 - NIRE

35.3.0001506.1

01.02 - SEDE

1 - ENDEREÇO COMPLETO

Av. Ernst Mahle, 2000

2 - BAIRRO OU DISTRITO

Mombaça

3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

13846-146 Mogi Guaçu

SP

6 - DDD 7 - TELEFONE 8 - TELEFONE 9 - TELEFONE 10 - TELEX

19 3861-9100 - -

11 - DDD 12 - FAX 13 - FAX 14 - FAX

19

3861-9255

-

-

15 - E-MAIL

01.03 - DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES (Endereço para Correspondência com a Companhia)

1 - NOME

Axel Erhard Brod

2 - ENDEREÇO COMPLETO 3 - BAIRRO OU DISTRITO

Av. Ernst Mahle, 2000

4 - CEP 5 - MUNICÍPIO

Mombaça

6 - UF

13846-146 Mogi Guaçu SP

7 - DDD 8 - TELEFONE 9 - TELEFONE 10 - TELEFONE 11 - TELEX

19 3861-9260 - -

12 - DDD 13 - FAX 14 - FAX 15 - FAX

19 3861-4486 - -

16 - E-MAIL

axel.brod@br.mahle.com

01.04 - REFERÊNCIA / AUDITOR

EXERCÍCIO SOCIAL EM CURSO

1 - INÍCIO 2 - TÉRMINO

TRIMESTRE ATUAL

3 - NÚMERO 4 - INÍCIO 5 - TÉRMINO

TRIMESTRE ANTERIOR

6 - NÚMERO 7 - INÍCIO 8 - TÉRMINO

01/01/2009

9 - NOME/RAZÃO SOCIAL DO AUDITOR

31/12/2009 2 01/04/2009 30/06/2009 1 01/01/2009 31/03/2009

10 - CÓDIGO CVM

BDO Trevisan Auditores Independentes 00210-0

11 - NOME DO RESPONSÁVEL TÉCNICO

Esmir de Oliveira

12 - CPF DO RESP. TÉCNICO

464.699.408-97

13/08/2009 16:49:14

Pág: 1


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2009

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

Divulgação Externa

Legislação Societária

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

01.05 - COMPOSIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL

Número de Ações

(Mil)

Do Capital Integralizado

1 - Ordinárias

2 - Preferenciais

3 - Total

Em Tesouraria

4 - Ordinárias

5 - Preferenciais

6 - Total

1 - TRIMESTRE ATUAL 2 - TRIMESTRE ANTERIOR

30/06/2009

31/03/2009

12.261

18.193

30.454

0

0

0

12.261

18.193

30.454

0

0

0

3 - IGUAL TRIMESTRE EX. ANTERIOR

30/06/2008

12.261

18.193

30.454

0

0

0

01.06 - CARACTERÍSTICAS DA EMPRESA

1 - TIPO DE EMPRESA

Empresa Comercial, Industrial e Outras

2 - TIPO DE SITUAÇÃO

Operacional

3 - NATUREZA DO CONTROLE ACIONÁRIO

Privada Nacional

4 - CÓDIGO ATIVIDADE

1070 - Máquinas, Equipamentos, Veículos e Peças

5 - ATIVIDADE PRINCIPAL

Indústria e comércio de peças e componentes para motores a combustão

6 - TIPO DE CONSOLIDADO

Total

7 - TIPO DO RELATÓRIO DOS AUDITORES

Sem Ressalva

01.07 - SOCIEDADES NÃO INCLUÍDAS NAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS CONSOLIDADAS

1 - ITEM 2 - CNPJ 3 - DENOMINAÇÃO SOCIAL

01.08 - PROVENTOS EM DINHEIRO DELIBERADOS E/OU PAGOS DURANTE E APÓS O TRIMESTRE

1 - ITEM 2 - EVENTO 3 - APROVAÇÃO 4 - PROVENTO 5 - INÍCIO PGTO. 6 - ESPÉCIE E

CLASSE DE

AÇÃO

7 - VALOR DO PROVENTO P/ AÇÃO

13/08/2009 16:49:21 Pág:

2


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2009

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

Divulgação Externa

Legislação Societária

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM

-

2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL

3 - CNPJ

. . / -

01.09 - CAPITAL SOCIAL SUBSCRITO E ALTERAÇÕES NO EXERCÍCIO SOCIAL EM CURSO

1- ITEM 2 - DATA DA

ALTERAÇÃO

3 - VALOR DO CAPITAL SOCIAL

(Reais Mil)

4 - VALOR DA ALTERAÇÃO

(Reais Mil)

5 - ORIGEM DA ALTERAÇÃO

7 - QUANTIDADE DE AÇÕES EMITIDAS

(Mil)

8 - PREÇO DA AÇÃO NA

EMISSÃO

(Reais)

01.10 - DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES

1 - DATA 2 - ASSINATURA

05/08/2009

13/08/2009 16:49:22 Pág: 3


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2009

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

Divulgação Externa

Legislação Societária

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

02.01 - BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 30/06/2009

4 - 31/03/2009

1 Ativo Total 1.269.631 1.387.839

1.01 Ativo Circulante 648.675 747.983

1.01.01 Disponibilidades 173.437 184.321

1.01.01.01 Caixa e bancos (Nota 4) 12.178 14.429

1.01.01.02 Aplicações financeiras (Nota 4) 161.259 169.892

1.01.02 Créditos 325.081 387.203

1.01.02.01 Clientes 230.647 261.757

1.01.02.01.01 Contas a receber de clientes (Nota 5) 158.587 165.978

1.01.02.01.02 Contas a receber de part.relac. (Nota 8) 107.709 137.202

1.01.02.01.03 Provisão para devedores duvidosos (4.284) (4.317)

1.01.02.01.04 Cambiais descontadas (32.383) (53.909)

1.01.02.01.05 Dividendos e JCP de controlada a receber 1.018 16.803

1.01.02.02 Créditos Diversos 94.434 125.446

1.01.02.02.01 Impostos a recuperar (Nota 7) 41.062 45.024

1.01.02.02.02 IR e CS diferidos (Nota 9.c) 53.372 80.422

1.01.03 Estoques 134.860 161.022

1.01.04 Outros 15.297 15.437

1.01.04.01 Instrumentos Financeiros Derivativos 2.769 2.241

1.01.04.02 Outros 12.528 13.196

1.02 Ativo Não Circulante 620.956 639.856

1.02.01 Ativo Realizável a Longo Prazo 57.328 60.105

1.02.01.01 Créditos Diversos 0 0

1.02.01.02 Créditos com Pessoas Ligadas 0 0

1.02.01.02.01 Com Coligadas e Equiparadas 0 0

1.02.01.02.02 Com Controladas 0 0

1.02.01.02.03 Com Outras Pessoas Ligadas 0 0

1.02.01.03 Outros 57.328 60.105

1.02.01.03.01 IR e CS diferidos (Nota 9.c) 49.677 50.597

1.02.01.03.02 Impostos a recuperar (Nota 7) 6.423 8.278

1.02.01.03.03 Outras contas a receber 1.228 1.230

1.02.02 Ativo Permanente 563.628 579.751

1.02.02.01 Investimentos 63.876 63.477

1.02.02.01.01 Participações Coligadas/Equiparadas 0 0

1.02.02.01.02 Participações Coligadas/Equiparadas-Ágio 0 0

1.02.02.01.03 Participações em Controladas 63.505 63.106

1.02.02.01.04 Participações em Controladas - Ágio 0 0

1.02.02.01.05 Outros Investimentos 371 371

1.02.02.02 Imobilizado 386.717 398.230

1.02.02.03 Intangível 112.187 117.139

1.02.02.04 Diferido 848 905

13/08/2009 16:49:24 Pág: 4


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2009

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

Divulgação Externa

Legislação Societária

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

02.02 - BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 30/06/2009

4 - 31/03/2009

2 Passivo Total 1.269.631 1.387.839

2.01 Passivo Circulante 585.897 726.565

2.01.01 Empréstimos e Financiamentos 375.166 429.131

2.01.02 Debêntures 0 0

2.01.03 Fornecedores 33.771 32.629

2.01.04 Impostos, Taxas e Contribuições 13.271 11.216

2.01.05 Dividendos a Pagar 20.804 20.804

2.01.05.01 Juros sobre o capital próprio 20.804 20.804

2.01.06 Provisões 52.393 48.616

2.01.06.01 Prov. p/ férias e 13º salário (Nota 15) 18.983 13.546

2.01.06.02 Provisões diversas (Nota 16) 33.410 35.070

2.01.07 Dívidas com Pessoas Ligadas 19.252 12.955

2.01.08 Outros 71.240 171.214

2.01.08.01 Obrigações trabalhistas (Nota 15) 27.347 25.688

2.01.08.02 Adiantamentos de clientes 1.710 1.706

2.01.08.03 Perdas não realizadas com derivativos 29.407 132.478

2.01.08.04 Outras obrigações 12.776 11.342

2.02 Passivo Não Circulante 180.484 199.943

2.02.01 Passivo Exigível a Longo Prazo 180.484 199.943

2.02.01.01 Empréstimos e Financiamentos 76.169 96.971

2.02.01.02 Debêntures 0 0

2.02.01.03 Provisões 96.775 95.431

2.02.01.03.01 Provisão para contingências (Nota 18) 87.529 86.292

2.02.01.03.02 Provisão para garantias (Nota 17) 8.401 8.307

2.02.01.03.03 Provisão para passivo descoberto contr. 845 832

2.02.01.04 Dívidas com Pessoas Ligadas 0 0

2.02.01.05 Adiantamento para Futuro Aumento Capital 0 0

2.02.01.06 Outros 7.540 7.541

2.03 Resultados de Exercícios Futuros 0 0

2.05 Patrimônio Líquido 503.250 461.331

2.05.01 Capital Social Realizado 352.755 352.755

2.05.02 Reservas de Capital 0 0

2.05.03 Reservas de Reavaliação 0 0

2.05.03.01 Ativos Próprios 0 0

2.05.03.02 Controladas/Coligadas e Equiparadas 0 0

2.05.04 Reservas de Lucro 184.691 184.691

2.05.04.01 Legal 53.883 53.883

2.05.04.02 Estatutária 0 0

2.05.04.03 Para Contingências 0 0

2.05.04.04 De Lucros a Realizar 0 0

2.05.04.05 Retenção de Lucros 0 0

13/08/2009 16:49:26 Pág: 5


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2009

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

Divulgação Externa

Legislação Societária

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

02.02 - BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 -30/06/2009

4 -31/03/2009

2.05.04.06 Especial p/ Dividendos Não Distribuídos 0 0

2.05.04.07 Outras Reservas de Lucro 130.808 130.808

2.05.04.07.01 Reserva para expansão e modernização 130.808 130.808

2.05.05 Ajustes de Avaliação Patrimonial (2.726) (40.016)

2.05.05.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários (11.456) (56.420)

2.05.05.02 Ajustes Acumulados de Conversão 8.730 16.404

2.05.05.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0

2.05.06 Lucros/Prejuízos Acumulados (31.470) (36.099)

2.05.07 Adiantamento para Futuro Aumento Capital 0 0

13/08/2009 16:49:26 Pág: 6


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2009

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

Divulgação Externa

Legislação Societária

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

03.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/04/2009 a 30/06/2009 4 - 01/01/2009 a 30/06/2009 5 - 01/04/2008 a 30/06/2008

6 - 01/01/2008 a 30/06/2008

3.01 Receita Bruta de Vendas e/ou Serviços 355.902 673.580 493.327

929.513

3.02 Deduções da Receita Bruta (80.249) (150.568) (96.487)

(176.772)

3.03 Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços 275.653 523.012 396.840

752.741

3.04 Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos (218.820) (428.112) (292.719)

(550.640)

3.05 Resultado Bruto 56.833 94.900 104.121

202.101

3.06 Despesas/Receitas Operacionais (47.486) (133.296) (55.996)

(106.212)

3.06.01 Com Vendas (13.670) (26.891) (20.929)

(39.216)

3.06.02 Gerais e Administrativas (18.252) (33.622) (20.863)

(39.238)

3.06.02.01 Honorários administr. e conselho fiscal (864) (1.788) (826)

(1.696)

3.06.02.02 Despesas administrativas (17.388) (31.834) (20.037)

(37.542)

3.06.03 Financeiras (4.372) (41.037) (12.015)

(15.453)

3.06.03.01 Receitas Financeiras 9.964 11.982 11.990

27.977

3.06.03.02 Despesas Financeiras (14.336) (53.019) (24.005)

(43.430)

3.06.03.02.01 Despesas Financeiras (Nota 20) (40.976) (64.934) (29.564)

(48.087)

3.06.03.02.02 Resultado com Derivativos (Nota 20) 26.640 11.915 5.559

4.657

3.06.04 Outras Receitas Operacionais 854 2.190 1.735

2.546

3.06.05 Outras Despesas Operacionais (8.312) (19.854) (9.684)

(24.662)

3.06.05.01 Despesas c/ tecnologia e desenvolvimento (7.506) (15.801) (10.719)

(20.057)

3.06.05.02 Outras despesas operacionais (Nota 21) (806) (4.053) 1.035

(4.605)

3.06.06 Resultado da Equivalência Patrimonial (3.734) (14.082) 5.760

9.811

3.06.06.01 Equivalência Patrimonial (Nota 10) (3.734) (14.082) 5.760

9.811

3.07 Resultado Operacional 9.347 (38.396) 48.125

95.889

3.08 Resultado Não Operacional 0 0 0

0

3.08.01 Receitas 0 0 0

0

3.08.02 Despesas 0 0 0

0

3.09 Resultado Antes Tributação/Participações 9.347 (38.396) 48.125

95.889

3.10 Provisão para IR e Contribuição Social 0 0 (19.124)

(30.503)

13/08/2009 16:49:28

Pág: 7


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2009

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

Divulgação Externa

Legislação Societária

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

03.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/04/2009 a 30/06/2009 4 - 01/01/2009 a 30/06/2009 5 - 01/04/2008 a 30/06/2008

6 - 01/01/2008 a 30/06/2008

3.11 IR Diferido (4.718) 6.926 5.402

2.247

3.12 Participações/Contribuições Estatutárias 0 0 0

0

3.12.01 Participações 0 0 0

0

3.12.02 Contribuições 0 0 0

0

3.13 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 0 0 0

0

3.15 Lucro/Prejuízo do Período 4.629 (31.470) 34.403

67.633

NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Mil)

LUCRO POR AÇÃO (Reais)

PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais)

30.454 30.454 30.454 30.454

0,15200 1,12967

(1,03336)

2,22082

13/08/2009 16:49:28

Pág: 8


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2009

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

Divulgação Externa

Legislação Societária

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

04.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA - METODO INDIRETO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/04/2009 a 30/06/2009 4 - 01/01/2009 a 30/06/2009

5 - 01/04/2008 a 30/06/2008 6 - 01/01/2008 a 30/06/2008

4.01 Caixa Líquido Atividades Operacionais 99.030 122.531 36.892 54.295

4.01.01 Caixa Gerado nas Operações 46.684 39.743 43.932 103.067

4.01.01.01 Lucro líquido do exercício 4.629 (31.470) 34.403 67.633

4.01.01.02 Depreciação e amortizações 15.677 31.730 19.025 39.466

4.01.01.03 Resultado da equivalencia patrimonial 3.722 13.538 (5.809) (9.860)

4.01.01.04 Juros e variações cambiais e monetárias 17.126 32.059 696 6.638

4.01.01.05 Resultado na vendas ativos permanentes (277) (467) (433) (526)

4.01.01.06 Imp. de renda e contr. social diferidos 4.718 (6.926) (5.402) (2.247)

4.01.01.07 Reversão de prov. p/ devedores duvidosos (33) (622) 24 193

4.01.01.08 Provisão imposto de renda e contr.social 0 0 1.037 1.037

4.01.01.09 Rev. de prov. p/conting. e obrig. legais (1.463) 379 2.941 3.653

4.01.01.10 Reversão de provisão para garantias 93 (11) 369 465

4.01.01.11 Reversão (const.) de provisão diversas (1.660) (4.355) (2.968) (3.434)

4.01.01.12 Const.de prov. perdas com imob. e intang 4.140 5.344 49 49

4.01.01.13 Prov. p/ desval. de partic. societária 12 544 0 0

4.01.02 Variações nos Ativos e Passivos 52.346 82.788 (7.040) (48.772)

4.01.02.01 Contas a receber de clientes 7.391 (9.056) (15.556) (27.511)

4.01.02.02 Conta a receber de partes relacionadas 29.493 95.540 (18.879) (22.837)

4.01.02.03 Estoques 26.162 41.608 (963) (26.642)

4.01.02.04 Impostos a recuperar 5.817 11.332 12.829 23.916

4.01.02.05 Outras contas a receber 670 (4.752) (5.344) (5.123)

4.01.02.06 Fornecedores 1.142 (10.534) (5.628) 5.344

4.01.02.07 Salários, férias e enc. sociais a pagar 7.096 4.105 14.942 14.466

4.01.02.08 Impostos e contribuições a recolher 2.055 3.974 7.528 3.303

4.01.02.09 Contas a pagar a empresas relaciondas 6.297 5.191 3.007 4.941

4.01.02.10 Perdas não realizadas com derivativos (35.210) (54.750) (7.133) (21.343)

4.01.02.11 Outras contas a pagar 1.433 130 8.157 2.714

13/08/2009 16:49:30 Pág: 9


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2009

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

Divulgação Externa

Legislação Societária

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

04.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA - METODO INDIRETO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 -01/04/2009 a 30/06/2009

4 -01/01/2009 a 30/06/2009

5 - 01/04/2008 a 30/06/200801/04/20086 a - 30/06/2008 01/01/2008 a 30/06/200801/01/2008 a 30/06/2008

4.01.03 Outros 0 0 0 0

4.02 Caixa Líquido Atividades de Investimento 802 (1.074) (55.416) (95.781)

4.02.01 Dividendos e JSCP recebidos de control. 15.785 15.785 8.598 9.889

4.02.02 Adições em Investimentos (11.769) (11.769) 0 (22.722)

4.02.03 Adições ao imobilizado (2.352) (4.241) (22.085) (41.397)

4.02.04 Adições ao intangível (38) (268) (1.606) (1.606)

4.02.05 Adições de diferido 0 0 (342) (342)

4.02.06 Reversão de prov. p/ devedores duvidosos 682 682 1.519 1.519

4.02.07 Caixa desp.aquis.control., líq.cx receb. (1.058) (1.058) (41.122) (41.122)

4.02.08 Recebimento por vendas de ativos perm. (243) 0 (378) 0

4.02.09 Ganhos na participação de investimentos (205) (205) 0 0

4.03 Caixa Líquido Atividades Financiamento (110.716) 1.575 (9.169) 90.799

4.03.01 Ingressos de financiamentos 45.076 210.896 102.955 343.424

4.03.02 Amortizações de principal de financ. (121.486) (202.718) (104.746) (239.884)

4.03.03 Amortizações de juros s/ financiamentos (12.784) (23.533) (7.670) (12.469)

4.03.04 Cambiais descontadas (21.526) 18.658 29.742 29.083

4.03.05 Adiantamento de clientes 4 (9) (25) 70

4.03.06 Dividendos e JSCP pagos 0 (1.719) (29.425) (29.425)

4.04 Variação Cambial s/ Caixa e Equivalentes 0 0 0 0

4.05 Aumento(Redução) de Caixa e Equivalentes (10.884) 123.032 (27.693) 49.313

4.05.01 Saldo Inicial de Caixa e Equivalentes 0 50.405 (1) 30.578

4.05.02 Saldo Final de Caixa e Equivalentes (10.884) 173.437 (27.694) 79.891

13/08/2009 16:49:30 Pág: 10


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

Data-Base - 30/06/2009

Divulgação Externa

Legislação Societária

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

05.01 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO DE 01/04/2009 a 30/06/2009 (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - CAPITAL SOCIAL 4 - RESERVAS DE 5 - RESERVAS DE 6 - RESERVAS DE 7 - LUCROS/ PREJUÍZOS 8 - AJUSTES DE 9 - TOTAL PATRIMÔNIO

CAPITAL

REAVALIAÇÃO

LUCRO

ACUMULADOS

AVALIAÇÃO

LÍQUIDO

PATRIMONIAL

5.01 Saldo Inicial 352.755 0 0

184.691 (36.099) (40.016)

461.331

5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 0 0 0

0 0 0

0

5.03 Saldo Ajustado 352.755 0 0

184.691 (36.099) (40.016)

461.331

5.04 Lucro / Prejuízo do Período 0 0 0

0 4.629 0

4.629

5.05 Destinações 0 0 0

0 0 0

0

5.05.01 Dividendos 0 0 0

0 0 0

0

5.05.02 Juros sobre Capital Próprio 0 0 0

0 0 0

0

5.05.03 Outras Destinações 0 0 0

0 0 0

0

5.06 Realização de Reservas de Lucros 0 0 0

0 0 0

0

5.07 Ajustes de Avaliação Patrimonial 0 0 0

0 0 37.290

37.290

5.07.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 0 0 0

0 0 44.964

44.964

5.07.02 Ajustes Acumulados de Conversão 0 0 0

0 0 (7.674)

(7.674)

5.07.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0 0

0 0 0

0

5.08 Aumento/Redução do Capital Social 0 0 0

0 0 0

0

5.09 Constituição/Realização Reservas Capital 0 0 0

0 0 0

0

5.10 Ações em Tesouraria 0 0 0

0 0 0

0

5.11 Outras Transações de Capital 0 0 0

0 0 0

0

5.12 Outros 0 0 0

0 0 0

0

5.13 Saldo Final 352.755 0 0

184.691 (31.470) (2.726)

503.250

13/08/2009 16:49:32

Pág:

11


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

Data-Base - 30/06/2009

Divulgação Externa

Legislação Societária

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

05.02 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO DE 01/01/2009 a 30/06/2009 (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - CAPITAL SOCIAL 4 - RESERVAS DE 5 - RESERVAS DE 6 - RESERVAS DE 7 - LUCROS/ PREJUÍZOS 8 - AJUSTES DE 9 - TOTAL PATRIMÔNIO

CAPITAL

REAVALIAÇÃO

LUCRO

ACUMULADOS

AVALIAÇÃO

LÍQUIDO

PATRIMONIAL

5.01 Saldo Inicial 352.755 0 0

184.691 0 (90.918)

446.528

5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 0 0 0

0 0 0

0

5.03 Saldo Ajustado 352.755 0 0

184.691 0 (90.918)

446.528

5.04 Lucro / Prejuízo do Período 0 0 0

0 (31.470) 0

(31.470)

5.05 Destinações 0 0 0

0 0 0

0

5.05.01 Dividendos 0 0 0

0 0 0

0

5.05.02 Juros sobre Capital Próprio 0 0 0

0 0 0

0

5.05.03 Outras Destinações 0 0 0

0 0 0

0

5.06 Realização de Reservas de Lucros 0 0 0

0 0 0

0

5.07 Ajustes de Avaliação Patrimonial 0 0 0

0 0 88.192

88.192

5.07.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 0 0 0

0 0 98.021

98.021

5.07.02 Ajustes Acumulados de Conversão 0 0 0

0 0 (9.829)

(9.829)

5.07.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0 0

0 0 0

0

5.08 Aumento/Redução do Capital Social 0 0 0

0 0 0

0

5.09 Constituição/Realização Reservas Capital 0 0 0

0 0 0

0

5.10 Ações em Tesouraria 0 0 0

0 0 0

0

5.11 Outras Transações de Capital 0 0 0

0 0 0

0

5.12 Outros 0 0 0

0 0 0

0

5.13 Saldo Final 352.755 0 0

184.691 (31.470) (2.726)

503.250

13/08/2009 16:49:34

Pág:

12


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2009

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

Divulgação Externa

Legislação Societária

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

08.01 - BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO CONSOLIDADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 30/06/2009

4 - 31/03/2009

1 Ativo Total 1.489.414 1.624.983

1.01 Ativo Circulante 819.648 922.362

1.01.01 Disponibilidades 257.511 276.826

1.01.01.01 Caixa e bancos (Nota 4) 23.039 45.274

1.01.01.02 Aplicações financeiras (Nota 4) 234.472 231.552

1.01.02 Créditos 340.551 376.862

1.01.02.01 Clientes 229.283 228.668

1.01.02.01.01 Contas a receber de clientes (Nota 5) 227.013 245.916

1.01.02.01.02 Contas a receber de part.relac. (Nota 8) 42.667 46.937

1.01.02.01.03 Provisão para devedores duvidosos (7.440) (8.427)

1.01.02.01.04 Cambiais descontadas (32.957) (55.758)

1.01.02.02 Créditos Diversos 111.268 148.194

1.01.02.02.01 Impostos a recuperar (Nota 7) 54.071 62.932

1.01.02.02.02 IR e CS diferidos (Nota 9.c) 57.197 85.262

1.01.03 Estoques 204.333 251.725

1.01.04 Outros 17.253 16.949

1.01.04.01 Instrumentos Financeiros Derivativos 3.073 2.343

1.01.04.02 Outros 14.180 14.606

1.02 Ativo Não Circulante 669.766 702.621

1.02.01 Ativo Realizável a Longo Prazo 74.111 77.258

1.02.01.01 Créditos Diversos 0 0

1.02.01.02 Créditos com Pessoas Ligadas 0 0

1.02.01.02.01 Com Coligadas e Equiparadas 0 0

1.02.01.02.02 Com Controladas 0 0

1.02.01.02.03 Com Outras Pessoas Ligadas 0 0

1.02.01.03 Outros 74.111 77.258

1.02.01.03.01 IR e CS diferidos (Nota 9.c) 64.410 65.431

1.02.01.03.02 Impostos a recuperar (Nota 7) 8.347 10.472

1.02.01.03.03 Outras contas a receber 1.354 1.355

1.02.02 Ativo Permanente 595.655 625.363

1.02.02.01 Investimentos 371 371

1.02.02.01.01 Participações Coligadas/Equiparadas 0 0

1.02.02.01.02 Participações em Controladas 0 0

1.02.02.01.03 Outros Investimentos 371 371

1.02.02.02 Imobilizado 473.829 494.265

1.02.02.03 Intangível 120.607 129.822

1.02.02.04 Diferido 848 905

13/08/2009 16:49:36 Pág: 13


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2009

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

Divulgação Externa

Legislação Societária

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

08.02 - BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO CONSOLIDADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 30/06/2009

4 - 31/03/2009

2 Passivo Total 1.489.414 1.624.983

2.01 Passivo Circulante 742.579 902.315

2.01.01 Empréstimos e Financiamentos 476.910 537.766

2.01.02 Debêntures 0 0

2.01.03 Fornecedores 45.146 46.512

2.01.04 Impostos, Taxas e Contribuições 17.862 15.874

2.01.05 Dividendos a Pagar 22.032 21.252

2.01.05.01 Juros sobre o capital próprio 22.032 21.252

2.01.06 Provisões 67.445 64.690

2.01.06.01 Prov. p/ férias e 13º salário (Nota 15) 22.915 16.284

2.01.06.02 Provisões diversas (Nota 16) 44.530 48.406

2.01.07 Dívidas com Pessoas Ligadas 27.305 30.747

2.01.08 Outros 85.879 185.474

2.01.08.01 Obrigações trabalhistas (Nota 15) 33.078 30.055

2.01.08.02 Adiantamentos de clientes 2.582 2.600

2.01.08.03 Perdas não realizadas com derivativos 29.697 134.297

2.01.08.04 Outras obrigações 20.522 18.522

2.02 Passivo Não Circulante 232.851 251.486

2.02.01 Passivo Exigível a Longo Prazo 232.851 251.486

2.02.01.01 Empréstimos e Financiamentos 98.372 118.410

2.02.01.02 Debêntures 0 0

2.02.01.03 Provisões 116.744 115.315

2.02.01.03.01 Provisão para contingências (Nota 18) 107.611 106.250

2.02.01.03.02 Provisão para garantias (Nota 17) 9.133 9.065

2.02.01.04 Dívidas com Pessoas Ligadas 0 0

2.02.01.05 Adiantamento para Futuro Aumento Capital 0 0

2.02.01.06 Outros 17.735 17.761

2.03 Resultados de Exercícios Futuros 0 0

2.04 Part. de Acionistas Não Controladores 10.734 9.851

2.05 Patrimônio Líquido 503.250 461.331

2.05.01 Capital Social Realizado 352.755 352.755

2.05.02 Reservas de Capital 0 0

2.05.03 Reservas de Reavaliação 0 0

2.05.03.01 Ativos Próprios 0 0

2.05.03.02 Controladas/Coligadas e Equiparadas 0 0

2.05.04 Reservas de Lucro 184.691 184.691

2.05.04.01 Legal 53.883 53.883

2.05.04.02 Estatutária 0 0

2.05.04.03 Para Contingências 0 0

2.05.04.04 De Lucros a Realizar 0 0

2.05.04.05 Retenção de Lucros 0 0

13/08/2009 16:49:38 Pág: 14


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2009

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

Divulgação Externa

Legislação Societária

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

08.02 - BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO CONSOLIDADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 -30/06/2009

4 -31/03/2009

2.05.04.06 Especial p/ Dividendos Não Distribuídos 0 0

2.05.04.07 Outras Reservas de Lucro 130.808 130.808

2.05.04.07.01 Reserva para expansão e modernização 130.808 130.808

2.05.05 Ajustes de Avaliação Patrimonial (2.726) (40.016)

2.05.05.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários (11.456) (56.420)

2.05.05.02 Ajustes Acumulados de Conversão 8.730 16.404

2.05.05.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0

2.05.06 Lucros/Prejuízos Acumulados (31.470) (36.099)

2.05.07 Adiantamento para Futuro Aumento Capital 0 0

13/08/2009 16:49:38 Pág: 15


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2009

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

Divulgação Externa

Legislação Societária

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

09.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO CONSOLIDADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/04/2009 a 30/06/2009 4 - 01/01/2009 a 30/06/2009 5 - 01/04/2008 a 30/06/2008

6 - 01/01/2008 a 30/06/2008

3.01 Receita Bruta de Vendas e/ou Serviços 476.366 909.490 605.316

1.119.976

3.02 Deduções da Receita Bruta (115.360) (214.901) (117.857)

(208.707)

3.03 Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços 361.006 694.589 487.459

911.269

3.04 Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos (287.213) (569.784) (352.459)

(655.823)

3.05 Resultado Bruto 73.793 124.805 135.000

255.446

3.06 Despesas/Receitas Operacionais (62.002) (160.944) (84.589)

(154.721)

3.06.01 Com Vendas (22.074) (40.397) (31.776)

(57.818)

3.06.02 Gerais e Administrativas (20.521) (40.244) (24.382)

(45.442)

3.06.02.01 Honorários administr. e conselho fiscal (868) (1.792) (827)

(1.697)

3.06.02.02 Despesas administrativas (19.653) (38.452) (23.555)

(43.745)

3.06.03 Financeiras (5.424) (51.297) (14.240)

(18.530)

3.06.03.01 Receitas Financeiras 24.500 26.921 14.526

36.812

3.06.03.02 Despesas Financeiras (29.924) (78.218) (28.766)

(55.342)

3.06.03.02.01 Despesas Financeiras (Nota 20) (58.201) (92.960) (34.565)

(60.246)

3.06.03.02.02 Resultado com Derivativos (Nota 20) 28.277 14.742 5.799

4.904

3.06.04 Outras Receitas Operacionais 1.270 3.572 3.008

4.208

3.06.05 Outras Despesas Operacionais (15.253) (32.578) (17.199)

(37.139)

3.06.05.01 Despesas c/ tecnologia e desenvolvimento (8.779) (18.535) (12.338)

(23.397)

3.06.05.02 Outras despesas operacionais (Nota 21) (6.474) (14.043) (4.861)

(13.742)

3.06.06 Resultado da Equivalência Patrimonial 0 0 0

0

3.07 Resultado Operacional 11.791 (36.139) 50.411

100.725

3.08 Resultado Não Operacional 0 0 0

0

3.08.01 Receitas 0 0 0

0

3.08.02 Despesas 0 0 0

0

3.09 Resultado Antes Tributação/Participações 11.791 (36.139) 50.411

100.725

3.10 Provisão para IR e Contribuição Social (1.254) (1.491) (20.602)

(34.011)

3.11 IR Diferido (4.937) 6.570 4.751

2.208

13/08/2009 16:49:39

Pág: 16


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2009

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

Divulgação Externa

Legislação Societária

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

09.01 - DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO CONSOLIDADO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/04/2009 a 30/06/2009 4 - 01/01/2009 a 30/06/2009 5 - 01/04/2008 a 30/06/2008

6 - 01/01/2008 a 30/06/2008

3.12 Participações/Contribuições Estatutárias 0 0 0

0

3.12.01 Participações 0 0 0

0

3.12.02 Contribuições 0 0 0

0

3.13 Reversão dos Juros sobre Capital Próprio 0 0 0

0

3.14 Part. de Acionistas Não Controladores (971) (410) (157)

(1.289)

3.15 Lucro/Prejuízo do Período 4.629 (31.470) 34.403

67.633

NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Mil)

LUCRO POR AÇÃO (Reais)

PREJUÍZO POR AÇÃO (Reais)

30.454 30.454 30.454 30.454

0,15200 1,12967

(1,03336)

2,22082

13/08/2009 16:49:39

Pág: 17


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2009

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

Divulgação Externa

Legislação Societária

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

10.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA CONSOLIDADO - METODO INDIRETO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - 01/04/2009 a 30/06/2009 4 - 01/01/2009 a 30/06/2009

5 - 01/04/2008 a 30/06/2008 6 - 01/01/2008 a 30/06/2008

4.01 Caixa Líquido Atividades Operacionais 106.704 103.268 65.364 76.110

4.01.01 Caixa Gerado nas Operações 52.658 41.136 55.237 124.041

4.01.01.01 Lucro líquido do trimestre 4.629 (31.470) 34.403 67.633

4.01.01.02 Depreciação e amortizações 20.321 41.293 23.379 46.176

4.01.01.03 Amortização ágio sobre aquis. controlada 0 0 24 24

4.01.01.04 Participação dos acionistas não contr. 971 410 159 1.289

4.01.01.05 Juros e variações cambiais e monet. liq, 18.554 41.275 127 6.146

4.01.01.06 Resultado na venda de ativos permanentes 1.608 1.522 (291) (318)

4.01.01.07 Imp. de renda e contrib. social diferido 4.937 (6.570) (4.751) (2.208)

4.01.01.08 Reversão de prov. p/ cred. liq. duvidosa (987) (5.786) (61) 293

4.01.01.09 Provisão imposto de renda e contr.social 75 75 (649) (649)

4.01.01.10 Rev. de prov. p/ contig. e obrig. legais (1.808) (371) 5.085 5.734

4.01.01.11 Rev. de prov. para garantias 67 (37) (121) 2

4.01.01.12 Rev. de prov. diversas (3.876) (6.421) (2.067) (81)

4.01.01.13 Const.de prov. perdas com imob. e intang 6.012 7.216 0 0

4.01.01.14 Variação cambial s/ investim. em contr. 2.155 0 0 0

4.01.02 Variações nos Ativos e Passivos 54.046 62.132 10.127 (47.931)

4.01.02.01 Contas a receber de clientes 18.903 4.359 (17.502) (42.666)

4.01.02.02 Contas a receber de partes relaciondas 4.270 24.690 2.920 653

4.01.02.03 Estoques 47.392 83.779 (2.208) (33.322)

4.01.02.04 Impostos a recuperar 10.986 23.373 11.913 16.902

4.01.02.05 Outras contas a receber 428 (3.261) (4.997) (9.111)

4.01.02.06 Fornecedores (1.366) (20.349) (2.151) 12.325

4.01.02.07 Sálarios, férias e enc. sociais a pagar 9.654 4.004 17.521 15.503

4.01.02.08 Imposto e contribuições a recolher 1.988 6.441 9.700 5.907

4.01.02.09 Contas a pagar a empresas relacionadas (3.442) (5.515) (6.621) 3.352

4.01.02.10 Perdas não realizadas com derivativos (36.666) (57.643) (7.344) (21.496)

13/08/2009 16:49:40 Pág: 18


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2009

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

Divulgação Externa

Legislação Societária

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

10.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA CONSOLIDADO - METODO INDIRETO (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 -01/04/2009 a 30/06/2009

4 -01/01/2009 a 30/06/2009

5 - 01/04/2008 a 30/06/200801/04/20086 a - 30/06/2008 01/01/2008 a 30/06/200801/01/2008 a 30/06/2008

4.01.02.11 Outras contas a pagar e deps. judiciais 1.899 2.254 8.896 4.022

4.01.03 Outros 0 0 0 0

4.02 Caixa Líquido Atividades de Investimento (6.053) (9.754) (69.671) (97.657)

4.02.01 Adições ao imobilizado (3.516) (7.162) (28.637) (53.236)

4.02.02 Adições ao intangível (157) (707) (2.700) (6.521)

4.02.03 Adições de diferido 0 0 (342) (342)

4.02.04 Receb. por vendas de ativos permanentes (1.322) (827) 1.196 1.630

4.02.05 Caixa desp.aquis.control., líq.cx.receb. (1.058) (1.058) (39.188) (39.188)

4.03 Caixa Líquido Atividades Financiamento (119.966) 220 1.066 94.551

4.03.01 Ingresso de financiamentos 76.929 284.930 126.851 375.133

4.03.02 Amortizações de principal de financ. (158.514) (263.294) (114.608) (263.452)

4.03.03 Amortizações de juros de financ. (16.342) (36.285) (8.278) (13.441)

4.03.04 Cambiais descontadas (22.801) 17.120 27.769 28.221

4.03.05 Adiantamento de clientes (18) (532) 49 (640)

4.03.06 Dividendos e JSCP pagos 780 (1.719) (30.717) (31.270)

4.04 Variação Cambial s/ Caixa e Equivalentes 0 0 0 0

4.05 Aumento(Redução) de Caixa e Equivalentes (19.315) 93.734 (3.241) 73.004

4.05.01 Saldo Inicial de Caixa e Equivalentes 0 163.777 0 77.910

4.05.02 Saldo Final de Caixa e Equivalentes (19.315) 257.511 (3.241) 150.914

13/08/2009 16:49:40 Pág: 19


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

Data-Base - 30/06/2009

Divulgação Externa

Legislação Societária

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

11.01 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO CONSOLIDADO DE 01/04/2009 a 30/06/2009 (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - CAPITAL SOCIAL 4 - RESERVAS DE 5 - RESERVAS DE 6 - RESERVAS DE 7 - LUCROS/ PREJUÍZOS 8 - AJUSTES DE 9 - TOTAL PATRIMÔNIO

CAPITAL

REAVALIAÇÃO

LUCRO

ACUMULADOS

AVALIAÇÃO

LÍQUIDO

PATRIMONIAL

5.01 Saldo Inicial 352.755 0 0

184.691 (36.099) (40.016)

461.331

5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 0 0 0

0 0 0

0

5.03 Saldo Ajustado 352.755 0 0

184.691 (36.099) (40.016)

461.331

5.04 Lucro / Prejuízo do Período 0 0 0

0 4.629 0

4.629

5.05 Destinações 0 0 0

0 0 0

0

5.05.01 Dividendos 0 0 0

0 0 0

0

5.05.02 Juros sobre Capital Próprio 0 0 0

0 0 0

0

5.05.03 Outras Destinações 0 0 0

0 0 0

0

5.06 Realização de Reservas de Lucros 0 0 0

0 0 0

0

5.07 Ajustes de Avaliação Patrimonial 0 0 0

0 0 37.290

37.290

5.07.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 0 0 0

0 0 44.964

44.964

5.07.02 Ajustes Acumulados de Conversão 0 0 0

0 0 (7.674)

(7.674)

5.07.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0 0

0 0 0

0

5.08 Aumento/Redução do Capital Social 0 0 0

0 0 0

0

5.09 Constituição/Realização Reservas Capital 0 0 0

0 0 0

0

5.10 Ações em Tesouraria 0 0 0

0 0 0

0

5.11 Outras Transações de Capital 0 0 0

0 0 0

0

5.12 Outros 0 0 0

0 0 0

0

5.13 Saldo Final 352.755 0 0

184.691 (31.470) (2.726)

503.250

13/08/2009 16:49:42

Pág:

20


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

Data-Base - 30/06/2009

Divulgação Externa

Legislação Societária

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

11.02 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO CONSOLIDADO DE 01/01/2009 a 30/06/2009 (Reais Mil)

1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3 - CAPITAL SOCIAL 4 - RESERVAS DE 5 - RESERVAS DE 6 - RESERVAS DE 7 - LUCROS/ PREJUÍZOS 8 - AJUSTES DE 9 - TOTAL PATRIMÔNIO

CAPITAL

REAVALIAÇÃO

LUCRO

ACUMULADOS

AVALIAÇÃO

LÍQUIDO

PATRIMONIAL

5.01 Saldo Inicial 352.755 0 0

184.691 0 (90.918)

446.528

5.02 Ajustes de Exercícios Anteriores 0 0 0

0 0 0

0

5.03 Saldo Ajustado 352.755 0 0

184.691 0 (90.918)

446.528

5.04 Lucro / Prejuízo do Período 0 0 0

0 (31.470) 0

(31.470)

5.05 Destinações 0 0 0

0 0 0

0

5.05.01 Dividendos 0 0 0

0 0 0

0

5.05.02 Juros sobre Capital Próprio 0 0 0

0 0 0

0

5.05.03 Outras Destinações 0 0 0

0 0 0

0

5.06 Realização de Reservas de Lucros 0 0 0

0 0 0

0

5.07 Ajustes de Avaliação Patrimonial 0 0 0

0 0 88.192

88.192

5.07.01 Ajustes de Títulos e Valores Mobiliários 0 0 0

0 0 98.021

98.021

5.07.02 Ajustes Acumulados de Conversão 0 0 0

0 0 (9.829)

(9.829)

5.07.03 Ajustes de Combinação de Negócios 0 0 0

0 0 0

0

5.08 Aumento/Redução do Capital Social 0 0 0

0 0 0

0

5.09 Constituição/Realização Reservas Capital 0 0 0

0 0 0

0

5.10 Ações em Tesouraria 0 0 0

0 0 0

0

5.11 Outras Transações de Capital 0 0 0

0 0 0

0

5.12 Outros 0 0 0

0 0 0

0

5.13 Saldo Final 352.755 0 0

184.691 (31.470) (2.726)

503.250

13/08/2009 16:49:43

Pág:

21


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

(Em milhares de reais, exceto quando indicado de outra forma)

1. CONTEXTO OPERACIONAL

A Companhia tem como atividade preponderante a pesquisa, desenvolvimento,

fabricação e a comercialização, no país e no exterior, de peças e acessórios para

motores de combustão interna, cuja venda é efetuada a diversas indústrias e ramos

de atividades, tais como montadoras (automóveis, caminhões, tratores etc.),

mercado de peças de reposição, indústria de motores para aviação, estacionários e

outros.

Os produtos fabricados pela Companhia são: pistões, pinos de pistão, eixos de

comando de válvulas, bronzinas, buchas, tuchos de válvula, balancins, bielas, portaanéis,

guias e sedes de válvula, camisas de cilindro e filtros.

Outras atividades são desenvolvidas por intermédio de empresas controladas, que

incluem a produção de peças de metal sinterizado, válvulas para motores de

combustão e peças forjadas bem como a comercialização de produtos e a

prestação de assistência técnica no mercado internacional.

Em Assembléia Geral Extraordinária – AGE de 28 de janeiro de 2008, foi aprovada

a aquisição, pela controlada MAHLE Argentina S.A., das atividades de distribuição

de pistões, cilindros e “aftermarket”, exercidas pela subsidiária argentina da

controladora desta Companhia, MAHLE Componentes de Motores Argentina S. A.

(antiga MAHLE S.A. de Argentina), pelo valor de US$8,5 milhões.

Em 19 de maio de 2008 e, complementarmente em abril de 2009, a Companhia

adquiriu o controle acionário da empresa Forjas Brasileiras S.A. Indústria

Metalúrgica (atual denominação: MAHLE HIRSCHVOGEL FORJAS S.A.), empresa

especializada e detentora de tecnologia em produtos forjados, com aquisição de

51,00% das ações ordinárias e 51,00% das ações preferenciais, que diversos

acionistas possuíam nessa empresa pelo montante de R$42,7 milhões, tendo sido

apurado um ágio no valor de R$35,8 milhões, fundamentado na rentabilidade futura

do negócio, o qual foi amortizado na mesma proporção dos lucros gerados pela

controlada até 31 de dezembro de 2008.

A Administração da Companhia e suas controladas após a publicação da MP 449 de

04 de dezembro de 2008 fez a opção pelo Regime Tributário Transitório - RTT, o

qual visa neutralizar os efeitos das alterações contábeis introduzidas pela Lei

11.638/07.

13/08/2009 16:49:57 Pág: 22


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

2. BASE DE PREPARAÇÃO E APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES

CONTÁBEIS

2.1. BASES DE PREPARAÇÃO E APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES

CONTÁBEIS

As Informações Trimestrais - ITRs são de responsabilidade da Administração e

foram elaboradas com observância das disposições contidas na Lei das Sociedades

por Ações e normas da Comissão de Valores Mobiliários.

O processo de elaboração das Informações Trimestrais - ITRs envolve a utilização

de estimativas contábeis. Essas estimativas foram baseadas em fatores objetivos e

subjetivos, com base no julgamento da Administração para determinação do valor

adequado a ser registrado nas Informações Trimestrais - ITRs. Estimativas e

premissas são utilizadas na seleção de vida útil do ativo imobilizado e na análise de

sua recuperabilidade nas operações, na análise do risco de crédito para

determinação da provisão para créditos de liquidação duvidosa, assim como na

análise dos demais riscos para determinação de outras provisões, inclusive para

contingências e garantias, e na avaliação dos instrumentos financeiros e demais

ativos e passivos na data das Informações Trimestrais - ITRs.

A liquidação das transações envolvendo essas estimativas poderá resultar em

valores significativamente divergentes dos registrados nas Informações Trimestrais -

ITRs devido às imprecisões inerentes ao processo de estimativa. A Companhia

revisa suas estimativas e premissas pelo menos trimestralmente.

Os ativos e passivos são classificados como circulantes quando sua realização ou

liquidação é provável que ocorra nos próximos doze meses. Caso contrário, são

demonstrados como não circulantes. Os ativos e passivos monetários denominados

em moedas estrangeiras foram convertidos para Reais pela taxa de câmbio da data

de fechamento das Informações Trimestrais - ITRs. Adicionalmente, ativos e

passivos de longo prazo, quando aplicável, estão demonstrados ajustados a valor

presente com base em taxas de descontos que reflitam as melhores avaliações

atuais de mercado quanto ao valor do dinheiro no tempo e riscos específicos. As

diferenças decorrentes de conversão de moeda e de valor presente foram

reconhecidas na demonstração do resultado.

2.2. ALTERAÇÃO DA LEGISLAÇÃO SOCIETÁRIA BRASILEIRA, COM VIGÊNCIA

A PARTIR DE JANEIRO DE 2008

Em 28 de dezembro de 2007 e 03 de dezembro de 2008, foram promulgadas a Lei

N o 11.638 e Medida Provisória N o 449, convertida na Lei Nº 11.941/09, que alteram,

revogam e introduzem novos dispositivos à Lei das Sociedades por Ações,

notadamente em relação ao capítulo XV, sobre matéria contábil, que entra em vigor

13/08/2009 16:49:57 Pág: 23


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

a partir do exercício iniciado em 1º de janeiro de 2008. O objetivo foi de atualizar a

legislação societária brasileira para possibilitar o processo de convergência das

práticas contábeis adotadas no Brasil com aquelas constantes nas normas

internacionais de contabilidade (IFRS) e permitir que novas normas e procedimentos

contábeis, por meio de endosso dos pronunciamentos técnicos emitidos pelo Comitê

de Pronunciamentos Contábeis – CPC, sejam expedidos pela Comissão de Valores

Mobiliários - CVM em consonância com os padrões internacionais de contabilidade.

Em 17 de dezembro de 2008 foi emitida a Deliberação CVM N o 565, aprovando o

Pronunciamento Técnico CPC 13, que trata da adoção inicial da Lei N o 11638/07 e

Medida Provisória N o 449/08, convertida na Lei Nº 11.941/09. A Companhia e suas

controladas com base no item 10(a) do referido pronunciamento optou pela data de

transição dede janeiro de 2008, desta forma, não alterando as demonstrações

contábeis anteriores decorrentes desta mudança de prática contábil.

Dentre as mudanças de práticas contábeis ocorridas a partir dede janeiro de

2008, as que afetam a Companhia e suas controladas são:

(a) o ajuste decorrente de conversão de demonstrações contábeis de investimentos

no exterior em sociedades controladas, diretas e indireta, que não se caracterizam

como entidades independentes mantidas pela Companhia, conforme

Pronunciamento Técnico CPC 02, aprovado pela Deliberação CVM N o 534/2008.

Em 31 de dezembro de 2007, o montante do ajuste acumulado de conversão que foi

segregado dos lucros acumulados no patrimônio líquido é de R$4.291. O montante

do ajuste decorrente das movimentações do exercício de 2008 da Companhia é de

R$14.268, perfazendo um total acumulado em 31 de dezembro de 2008 no

montante de R$18.559. O impacto deste ajuste no resultado do primeiro semestre

de 2008, em decorrência desta mudança de prática contábil foi uma perda de

R$4.106, perfazendo um total acumulado de ganho em 30 de junho de 2008 no

montante de R$8.397, apresentado de forma comparativa.

(b) o ajuste decorrente de mudança das práticas contábeis relacionadas a

reconhecimento, mensuração e evidenciação de instrumentos financeiros, conforme

Pronunciamento Técnico CPC 14, aprovado pela Deliberação CVM N o 566/2008. O

montante do ajuste decorrente das movimentações do exercício de 2008 da

Companhia e suas controladas que impactaram a rubrica de ajustes de avaliação

patrimonial no patrimônio líquido foi de R$109.477, líquido de imposto de renda e

contribuição social diferidos. Em 31 de dezembro de 2007, o ajuste não foi

relevante. O impacto deste ajuste no resultado e na rubrica de ajuste de avaliação

patrimonial no patrimônio líquido do primeiro semestre de 2008, em decorrência

desta mudança de prática contábil foi um ganho de R$131, líquido do imposto de

renda e contribuição social diferidos, apresentado de forma comparativa.

13/08/2009 16:49:57 Pág: 24


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

(c) a eliminação do grupo de receitas e despesas não operacionais, reclassificado

para o grupo de outras receitas e despesas operacionais. Esse assunto já foi

normatizado por meio da Medida Provisória N o 449/2008 e Pronunciamento Técnico

de Orientação CPC O 02.

(d) o ajuste a valor presente para as operações ativas e passivas de longo prazo e

para as relevantes de curto prazo. Esse assunto foi normatizado por meio da

Deliberação da CVM N o 564/2008 e em 31 de dezembro de 2007, os trimestres

findos em 31 de março, 30 de junho e de 2008, 31 de dezembro de 2008 e os

trimestres findos em 31 de março e 30 de junho de 2009, a Administração efetuou o

cálculo do ajuste a valor presente para os créditos de ICMS, PIS e COFINS

vinculados às aquisições para o ativo imobilizado, do qual não foram identificados

ajustes relevantes que possam impactar as Informações Trimestrais – ITRs – ITRs.

Em 31 de março de 2008, a Administração da Companhia e suas controladas,

baseadas na Instrução Normativa da CVM N o 469/2008, efetuou alguns ajustes

sobre este assunto, totalmente revertidos em 30 de junho de 2008, pela

reconsideração do entendimento e procedimento adotado.

(e) a reclassificação de softwares da rubrica de Imobilizado para Intangível, em

razão do Pronunciamento Técnico CPC 04 – Ativos Intangíveis, aprovado pela

Deliberação CVM N o 553/2008.

(f) a obrigatoriedade da Companhia e suas controladas analisar, periodicamente, a

capacidade de recuperação dos valores registrados no ativo imobilizado, intangível

e diferido conforme Deliberação CVM N o 527/2007. A Companhia e suas

controladas efetuaram a avaliação para o exercício findo em 31 de dezembro de

2008 e não identificaram ajustes significativos. A avaliação para o exercício de

2009, será realizado até 31 de dezembro de 2009.

(g) a substituição da demonstração de origens e aplicações de recursos pela

demonstração dos fluxos de caixa, já apresentados pela Companhia em 31 de

dezembro de 2008 e 2007. Em razão das alterações de preparação dos formulários

intermediários, no caso Informações Trimestrais – ITRs, conforme OFÍCIO-

CIRCULAR/CVM/SEP/N°002/2009, a demonstração dos fluxos passou a fazer parte

como formulário de apresentação nos trimestres findos em 31 de março, 30 de

junho e 30 de setembro, comparativos.

Para melhor comparabilidade das Informações Trimestrais - ITRs foram efetuadas

reclassificações e ajustes nos saldos do primeiro semestre de 2008, visando à

adequação as práticas contábeis adotadas no primeiro semestre de 2009, baseados

nos itens de (a), (b), (c) e (e) acima mencionados, conforme segue no quadro

abaixo:

13/08/2009 16:49:57 Pág: 25


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

1º Semestre de 2008

(originalmente divulgado)

Ajustes e reclassificações de

comparabilidade

1º Semestre de 2008 (após

ajustes e reclassificações)

Controladora Consolidado Controladora Consolidado Controladora Consolidado

Ativo

Não circulante

Imobilizado 399.208 487.929 (9.051) (9.327) 390.157 478.602

Intangível 109.106 120.941 9.051 9.327 118.157 130.268

- -

Patrimônio líquido

Reserva para expansão e modernização 107.921 107.921 4.291 4.291 112.212 112.212

Lucros/Prejuízos acumulados 60.474 60.474 3.975 3.975 64.449 64.449

Ajustes acumulados de conversão - - (8.397) (8.397) (8.397) (8.397)

Ajustes de avaliação patrimonial - - 131 131 131 131

- -

Resultado

Receita bruta de vendas e/ou serviços 929.513 1.096.382 - 23.594 929.513 1.119.976

Deduções de Venda (176.772) (207.469) - (1.238) (176.772) (208.707)

Custo de bens e/ou serviços vendidos (553.130) (641.583) 2.490 (14.240) (550.640) (655.823)

Despesas com vendas, gerais e administrativas (78.454) (101.480) - (1.780) (78.454) (103.260)

Resultado Financeiro (14.111) (14.660) (1.072) (3.600) (15.183) (18.260)

Resultado com derivativos Commoditie (2.760) (2.760) 2.490 2.490 (270) (270)

Outras receitas operacionais 13.580 13.580 (11.034) (9.372) 2.546 4.208

Outras despesas operacionais (36.562) (41.953) 11.900 4.814 (24.662) (37.139)

Receitas - resultado não operacional 896 1.006 (896) (1.006) - -

Despesas - resultado não operacional (30) (4.200) 30 4.200 - -

IR Diferido 2.180 2.095 67 113 2.247 2.208

84.350 98.958

3.975 3.975

A Administração da Companhia e suas controladas também com base no

Pronunciamento Técnico CPC 13, optou pela manutenção do ativo diferido até a sua

completa amortização, sujeito à análise sobre recuperação conforme o

Pronunciamento Técnico CPC 01 - Redução ao Valor Recuperável de Ativos,

aprovado pela Deliberação CVM N o 527/2007.

Em 2009, foram emitidos novos Pronunciamentos Técnicos com vigência a partir de

de janeiro de 2010. A Companhia e suas controladas estão em processo de

análise daqueles que causam impacto em suas demonstrações contábeis para o

exercício a findar em 31 de dezembro de 2009. Dentre os Pronunciamentos

Técnicos emitidos pelo CPC e endossados pela CVM em 2009, os que podem

afetar a Companhia e suas controladas são:

(a) a avaliação, mensuração e registro de combinações de negócios realizadas a

partir dede janeiro de 2009, com o objetivo de divulgação das demonstrações

contábeis do exercício a findar em 31 de dezembro de 2010 e de forma comparativa

com as demonstrações contábeis do exercício a findar em 31 de dezembro de 2009,

conforme Deliberação CVM N o 580/2009.

13/08/2009 16:49:57 Pág: 26


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

(b) a análise quanto aos registros em estoques e a adequação quanto à

classificação destes ativos baixados no resultado, que não geram receitas futuras

para a Companhia e suas controladas, conforme Deliberação CVM N o 575/2009.

(c) a alocação de custos de empréstimos relacionados a ativos qualificáveis quando

da aquisição, construção ou produção, conforme Deliberação CVM N o 577/2009. Os

ativos qualificáveis são aqueles que levam um período de tempo substancial para

ficaram prontos para seu uso ou venda pretendidos.

(d) a divulgação de informações por segmento operacional da Companhia e suas

controladas, conforme Deliberação CVM N o 582/2009. O segmento operacional é

um componente que desenvolve atividades de negócio dos quais pode obter

receitas e despesas e são regularmente revistos pelo principal gestor das operações

para a tomada de decisões.

(e) avaliação do ativo imobilizado e quanto a vida útil dos ativos que geram

benefício econômico para a Companhia e suas controladas, conforme Deliberação

CVM N o 583/2009.

3. SUMÁRIO DAS PRINCIPAIS PRÁTICAS CONTÁBEIS

a. Apuração do resultado

O resultado das operações é apurado em conformidade com o regime contábil de

competência. A receita de venda de produtos é reconhecida no resultado quando

todos os riscos e benefícios inerentes ao produto são transferidos para o

comprador. Uma receita não é reconhecida se há uma incerteza significativa da sua

realização.

b. Disponibilidades e valores equivalentes

Incluem os saldos em conta movimento e aplicações financeiras resgatáveis no

prazo de até 90 dias da data do balanço, registradas ao custo, acrescido dos

rendimentos auferidos até a data do balanço, que não supera o valor de mercado.

c. Provisão para créditos de liquidação duvidosa

A provisão para créditos de liquidação duvidosa é calculada com base nas perdas

estimadas e seu montante é considerado suficiente pela Administração para fazer

face a eventuais perdas na realização das contas a receber.

13/08/2009 16:49:57 Pág: 27


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

d. Estoques

Os estoques são avaliados ao custo médio de aquisição ou de produção, o qual é

inferior aos valores de reposição ou de realização.

e. Investimentos

Os investimentos em empresas controladas no Brasil e no exterior são avaliados

pelo método da equivalência patrimonial com base nos respectivos patrimônios

líquidos apurados na mesma data, conforme divulgado na nota explicativa nº 10.

As demonstrações contábeis das controladas com sede no exterior são convertidas

para reais utilizando-se os seguintes critérios:

• Contas ativas e passivas pela taxa de câmbio de fechamento;

• Contas específicas no patrimônio líquido pela taxa histórica das transações ou

movimentações;

• Contas de resultado pela taxa de câmbio média de cada mês.

As variações cambiais existentes nas demonstrações contábeis das controladas

com sede no exterior convertidas para reais são lançadas na rubrica específica do

patrimônio líquido na Companhia de “Ajustes acumulados de conversão”. A

realização destes ajustes de variações cambiais ocorre com a realização do

investimento, ou seja: recebimento de dividendos, alienação, perecimento.

Tais demonstrações contábeis são adaptadas, quando aplicável, às práticas

contábeis adotadas no Brasil.

f. Imobilizado

O imobilizado está demonstrado ao custo de aquisição ou construção, deduzido das

depreciações. A depreciação é calculada pelo método linear, utilizando-se taxas que

levam em consideração a vida útil-econômica dos bens, as quais estão divulgadas

na nota explicativa nº 11.

g. Intangível

Refere-se, substancialmente, a ágios apurados em aquisições de participações

societárias, fundamentados na rentabilidade futura dos investimentos.

13/08/2009 16:49:57 Pág: 28


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

h. Despesas com desenvolvimento de tecnologia e produtos

Os gastos com desenvolvimento de tecnologia e produtos, bem como outros gastos

incorridos com novos produtos são registrados como despesas operacionais.

Aqueles relacionados a gastos com desenvolvimento de novos produtos atrelados

ao benefício futuro até 31 de dezembro de 2007 foram registrados no ativo diferido e

amortizados pelo prazo máximo de 10 anos.

i. Perdas por não recuperação de ativos – Imobilizado, Intangível e Diferido

É reconhecida uma perda por redução ao valor recuperável (“impairment”) se o valor

de contabilização de um ativo ou de sua unidade geradora de caixa, no caso do

imobilizado, excede seu valor de recuperação. Uma unidade geradora de caixa é o

menor grupo identificável de ativos que gera fluxos de caixa substancialmente

independentes de outros ativos e grupos. Perdas por “impairment” são reconhecidas

no resultado do período, não podendo ser revertidas quando for relacionadas a

intangíveis.

j. Demais ativos circulantes e não circulantes

São apresentados ao valor de custo, acrescido dos rendimentos e das variações

monetárias auferidas, quando aplicáveis, e deduzidos de provisão para refletir o

valor de realização, quando necessário.

k. Passivos

Reconhecidos no balanço quando a Companhia e suas controladas possuem uma

obrigação legal ou como resultado de eventos passados, sendo provável que

recursos econômicos sejam requeridos para liquidá-los. Alguns passivos envolvem

incertezas quanto ao prazo e valor, sendo estimados na medida em que são

incorridos e registrados através de provisão. As provisões são registradas tendo

como base as melhores estimativas do risco envolvido.

l. Tributação

As receitas de vendas e serviços estão sujeitas aos seguintes impostos e

contribuições, pelas seguintes alíquotas básicas:

13/08/2009 16:49:57 Pág: 29


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Estado de

São Paulo

Outros

Estados

ICMS 18% 7% ou 12%

IPI 4% a 16% 4% a 16%

PIS 1,65% 2,30%

COFINS 7,60% 7,60%

ISS 2% a 5% 2% a 5%

Esses encargos são apresentados como deduções de vendas na demonstração do

resultado. Os créditos decorrentes da não cumulatividade do PIS/COFINS são

apresentados reduzindo o custo dos produtos vendidos na demonstração do

resultado.

A tributação sobre o lucro compreende o imposto de renda e a contribuição social. O

imposto de renda é computado sobre o lucro tributável pela alíquota de 15%,

acrescido do adicional de 10% para os lucros que excederem R$240 no período de

12 meses, enquanto que a contribuição social é computada pela alíquota de 9%

sobre o lucro tributável, reconhecidos pelo regime de competência; portanto, as

inclusões ao lucro contábil de despesas temporariamente não dedutíveis, para

apuração do lucro tributável corrente, geram créditos tributários diferidos.

As antecipações ou valores passíveis de compensação são demonstrados no ativo

circulante ou não circulante, de acordo com a previsão de sua realização.

m. Derivativos

Para proteger o saldo de exposição cambial das contas a receber e a pagar em

moeda estrangeira da Companhia e suas controladas às variações nas taxas de

câmbio, e nas oscilações nos preços das matérias-primas níquel, cobre, alumínio e

estanho, a Companhia e suas controladas utilizam instrumentos financeiros

derivativos. Esses instrumentos consistem substancialmente de operações de

venda e compra de contratos a termo de moedas.

Os derivativos são reconhecidos e mensurados inicialmente pelo seu valor justo. Os

custos de transação atribuíveis são reconhecidos no resultado quando incorridos.

Posteriormente ao reconhecimento e mensuração inicial, os derivativos são

mensurados novamente e as alterações são contabilizadas no resultado, exceto nas

circunstâncias descritas abaixo para contabilização de operações de hedge.

Hedge é a designação de um ou mais contratos com instrumentos financeiros

derivativos realizados com terceiros, com o objetivo de compensar, no todo ou em

parte, os riscos decorrentes da exposição às variações no fluxo de caixa ou no valor

justo de qualquer ativo, passivo, compromisso ou transação futura prevista.

13/08/2009 16:49:57 Pág: 30


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Hedge de fluxo de caixa

É o hedge da exposição à variabilidade nos fluxos de caixa que podem impactar o

resultado da entidade, como no caso das provisões sobre os itens a serem

protegidos, dos quais se destacam: operações sobre contas a receber e a pagar,

vendas a serem realizadas, e commodities a serem adquiridas. As alterações no

valor justo do instrumento derivativo como hedge de fluxo de caixa são

reconhecidas diretamente no patrimônio líquido, na medida em que o hedge é

considerado efetivo. Se o hedge não for considerado efetivo, as alterações do valor

justo são consideradas no resultado. O ganho ou perda acumulado no patrimônio

líquido na rubrica “Ajustes de Avaliação Patrimonial” é realizado ao mesmo tempo

em que o item protegido de hedge realizar no resultado, ou quando o critério para a

contabilização de hedge é descontinuado.

Hedge de valor justo

É o hedge da exposição às mudanças no valor justo de um ativo ou passivo

reconhecido (i.e., contabilizado) quando o reconhecimento do valor justo desse

instrumento se confronta com os efeitos contábeis desse ativo ou passivo, como por

exemplo, no caso das liquidações com efeito caixa sobre os itens que foram

protegidos, entre os quais: operações sobre contas recebidas e pagas, vendas

realizadas, commodities adquiridas e empréstimos liquidados. Valor justo é o preço

pelo qual um instrumento financeiro poderia ser negociado na data de encerramento

das Informações Trimestrais - ITRs, ou seja, é o montante pelo qual um ativo

poderia ser trocado, ou um passivo liquidado, entre partes independentes com

conhecimento do negócio e interesse em realizá-lo, em transação em que não há

favorecidos. As alterações no valor justo do instrumento derivativo como hedge de

valor justo são reconhecidas diretamente no resultado. O item protegido também é

mensurado pelo valor justo em relação ao risco a ser coberto. O ganho ou perda

atribuível ao risco coberto é reconhecido no resultado e ajustam o valor do item

protegido.

Consolidação

As informações trimestrais consolidadas foram elaboradas de acordo com os

princípios básicos de consolidação previstos na Lei das Sociedades por Ações e

normas da Comissão de Valores Mobiliários e apresentam os saldos das contas de

todas as suas empresas controladas. A consolidação incorpora as contas totais de

ativos, passivos e resultados e distingue a participação de acionistas não

controladores no balanço patrimonial e na demonstração do resultado consolidados,

correspondente ao percentual de participação nas controladas.

13/08/2009 16:49:57 Pág: 31


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

O processo de consolidação contempla a eliminação dos investimentos

proporcionalmente à participação da controladora nos patrimônios líquidos das

controladas, dos saldos das contas patrimoniais, resultados não realizados nos

estoques e das receitas e despesas entre as empresas consolidadas.

Destacamos abaixo as companhias consolidadas:

Participação no capital total (%)

1º Sem. 2009 1º Sem. 2008

Direta Indireta Direta Indireta

MAHLE Metal Leve Miba Sinterizados Ltda. 70 - 70 -

MAHLE Argentina S.A. (antiga Establecimentos Metalúrgicos Edival S.A.) 97,14 2,86 96 4

MAHLE Filtroil Ind. e Com. de Filtros Ltda. 60 - 60 -

MAHLE Metal Leve GmbH (exterior) 100 - 100 -

MAHLE Metal Leve International NV (exterior) - 100 - 100

MAHLE HIRSCHVOGEL FORJAS S.A. 51 - 49,77 -

4. DISPONIBILIDADES E VALORES EQUIVALENTES

Controladora

Consolidado

30.06.2009 31.03.2009 30.06.2009 31.03.2009

Caixa e Bancos 508 2.280 9.199 27.935

Aplicações financeiras 161.259 169.892 234.472 231.552

Valores aguardando fechamento de câmbio 11.670 12.149 13.840 17.339

173.437 184.321 257.511 276.826

Os valores aguardando fechamento de câmbio referem-se a recebimentos de

exportações, cuja liquidação das divisas para moeda nacional não foi realizada até a

data do encerramento do exercício, estando vinculados às operações de

financiamento de exportações (BNDES-Exim) e instrumentos financeiros derivativos.

As aplicações financeiras referem-se substancialmente a Certificados de Depósito

Bancário – CDB, remunerados pelo Certificado de Depósito Interbancário (CDI), e

aplicações em fundos estrangeiros lastreados em títulos do HSBC Bank Brasil S.A.

13/08/2009 16:49:57 Pág: 32


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

5. CONTAS A RECEBER DE CLIENTES

Controladora

Consolidado

30.06.2009 31.03.2009 30.06.2009 31.03.2009

Mercado

Interno 122.603 117.843 162.703 154.584

Externo 35.984 48.135 64.310 91.332

158.587 165.978 227.013 245.916

A Companhia e suas controladas possuem seguro de crédito de exportação - risco

comercial contratado junto à instituição SECREB – Seguradora de Crédito do Brasil

S.A. O limite de indenização abrange um volume de exportações previsto na apólice

de US$100 milhões. A apólice foi renovada em agosto de 2008 com vigência de um

ano.

6. ESTOQUES

Controladora

Consolidado

30.06.2009 31.03.2009 30.06.2009 31.03.2009

Produtos acabados 62.124 74.778 99.612 128.807

Produtos em elaboração 55.131 60.956 69.365 75.998

Matérias-primas 21.741 29.723 34.623 45.492

Materiais auxiliares 5.688 6.569 13.374 14.928

Importações em andamento 3.665 748 8.508 6.248

Provisão para perdas nos estoques (13.489) (11.752) (21.149) (19.748)

134.860 161.022 204.333 251.725

13/08/2009 16:49:57 Pág: 33


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

7. IMPOSTOS A RECUPERAR

Controladora

Consolidado

30.06.2009 31.03.2009 30.06.2009 31.03.2009

Imposto de renda e contribuição social (Nota 9.b) 21.500 21.117 23.921 24.146

Imposto de renda sobre rendimentos de aplicações financeiras 650 153 707 241

Imposto de renda e contribuição social sobre prestação de 495 248 4.345 5.293

ICMS sobre aquisição de ativo imobilizado 11.855 12.824 14.355 15.581

ICMS e IPI 6.203 6.443 9.815 13.097

PIS 982 1.306 1.126 1.595

COFINS 4.509 11.056 5.510 12.450

Outros impostos 1.291 155 2.639 1.001

47.485 53.302 62.418 73.404

Circulante (41.062) (45.024) (54.071) (62.932)

Não circulante 6.423 8.278 8.347 10.472

O ICMS, PIS e COFINS sobre aquisições de ativo imobilizado é compensado à

razão de 1/48 ou 1/24 mensais.

13/08/2009 16:49:57 Pág: 34


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

8. PARTES RELACIONADAS

Controladora

Transações do 1º semestre de 2009

Saldos em 30.06.2009 Vendas/receitas Compras

Ativo Passivo

circulante circulante Comissões Comissões Royalties

Empresas Produtos Serviços Ativo fixo Produtos Serviços Ativo fixo

MAHLE Metal Leve Miba Sinterizados Ltda. 289 797 - 1.505 - - 2.440 - - - -

MAHLE Componentes de Motores do Brasil Ltda. 3.709 10.941 120 11.141 - 2.834 31.734 436 - - -

MAHLE Filtroil Ind. e Com. de Filtros Ltda. 46 5 2 185 - - 59 - - - -

MAHLE HIRSCHVOGEL FORJAS S.A. 621 1.547 41 700 - - 4.584 - - - -

MAHLE Componentes de Motores S.A. 38 364 - 709 - - - - - - -

MAHLE Componentes de Motores Argentina S.A. 1.056 - - 391 - - 4 - - - -

MAHLE GmbH 9 3.210 - 9 - - 2.117 - 3.878 - 5.030

MAHLE France SARL 701 - 742 - - - - - - - -

MAHLE Filtersysteme 1.640 1.533 1.780 - - - 1.417 - - 3 -

MAHLE Argentina S.A. 19.558 12 8.839 503 - - 838 - - - -

MAHLE Componentes de Motores de México, S. de R.L. de C.V. 3.191 1 3.564 165 - - - - - - -

MAHLE, Inc. 33 - 80 9 - - - - - - -

MAHLE Motorkomponenten GmbH 51 78 - - - - 51 - - - -

MAHLE Motorkomponenten Schweiz AG - - - - - - 8 - - - -

MAHLE Technology, Inc. 2 - - - - - - - - - -

MAHLE Metal Leve International N.V. 74.324 - 96.591 581 - - - - - - -

MAHLE Engine Components Australia Pty Ltd. - 3 - - - - - - - 1 -

MAHLE Engine Components Japan Corporation 12 - 14 67 - - - - - - -

MAHLE Sistemas de Filtracion S.L. - - - - - - - - - 1 -

MAHLE Aftermarket GmbH 112 281 1.190 - - - 359 - - 22 -

MAHLE Bearings (Yingkou) Co.,Ltd. 669 - 10 - 310 - - - - - -

MAHLE Engine Components (Yingkou) Co., Ltd. 37 - 1.128 - - - - - - - -

MAHLE Donghyun Filter Systems Co., Ltd. - 285 - - - - 685 - - - -

MAHLE Vöcklabruck GmbH 115 - 920 - - - - - - - -

MAHLE Trading Shangai Co., Ltda. - 24 - - - - 22 - - 13 -

MAHLE Powertrain Ltd. 30 8 - 95 - - - - - - -

MAHLE Aftermarket SAS 27 - 30 - - - - - - - -

MAHLE Aftermarket Ltd - 2 - - - - - - - - -

MAHLE Brockhaus GmbH - 2 - - - - - - - - -

MAHLE Clevite Inc. 66 30 - 156 - - - - - 56 -

MAHLE Engine Components USA, Inc. - 64 186 - - - 11 - - - -

MAHLE Engine Components (Chongging) Co. Ltd. - - 240 - - - - - - - -

MAHLE Engine Systems UK Ltd. 80 10 42 11 - - 11 - - - -

MAHLE International GmbH 15 41 - - - - - - - - -

MAHLE Pistoni Italia SPA 8 - 19 - - - - - - - -

MHALE Componente de Motor SRL 1.261 - 993 - - - - - - - -

MAHLE Composants Moteur France 9 - 10 - - - - - - - -

MAHLE Mopisan - 4 - - - - - - - 5 -

MAHLE Industries Inc - - 2 - - - - - - - -

Glacier Vendervell Italy S.r.l. - 10 53 - - - 10 - - - -

Total 107.709 19.252 116.596 16.227 310 2.834 44.350 436 3.878 101 5.030

13/08/2009 16:49:57 Pág: 35


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Consolidado

Transações do 1º semestre de 2009

Saldos em 30.06.2009 Vendas/receitas Compras

Ativo Passivo

circulante circulante Comissões Comissões Royalties

Empresas Produtos Serviços Ativo fixo Produtos Serviços Ativo fixo

MAHLE Componentes de Motores do Brasil Ltda. 3.709 17.545 121 11.141 - 2.835 34.336 436 - - -

MAHLE Filtroil Ind. e Com. Ltda. - - 1 - - - - - - - -

MAHLE Componentes de Motores S.A. 2.747 364 5.087 709 - - - - - - -

MAHLE Componentes de Motores Argentina S.A. 1.167 - 1.277 518 - - 5.965 526 48 - -

MAHLE Argentina S.A. 665 - 1.387 - - - 1 - - - -

MAHLE GmbH 5.228 3.945 13.127 9 - - 2.117 116 3.878 - 5.030

MAHLE France SARL 7.729 2 16.460 - - - - - - - -

MAHLE Filtersysteme 1.697 2.144 1.078 - - - 1.581 - - 3 -

MAHLE Pistons France SARL 1.093 - 4.388 - - - - - - - -

MAHLE Pistoni Italia SPA 1.734 22 2.366 - - - - - - - -

MAHLE Componentes de Motores de México, S. de R.L. de C.V. 5.858 47 10.101 165 - - - - - - -

MAHLE Componente de Motor SRL 1.261 - 993 - - - - - - - -

MAHLE Engine Components (Thailand) Co. Ltd. 118 - 318 - - - - - - - -

MAHLE, Inc. 100 417 2.652 9 - - - - - - -

MAHLE Motorkomponenten Schweiz AG - 8 - - - - 8 - - - -

MAHLE Motorkomponenten GmbH 679 243 2.231 - - - 51 - - - -

MAHLE Technology, Inc. 2 576 - - - - - - - - -

MAHLE Sud America N.V. 28 - - 80 - - - - - - -

MAHLE Engine Components Australia Pty Ltd. - 3 - - - - - - - 1 -

MAHLE Engine Components Japan Corporation 12 - 14 67 - - - - - - -

MAHLE Sistemas de Filtracion S.L. - - - - - - - - - 1 -

MAHLE Ventiltrieb GmbH 33 612 14 - - - - 34 - - -

MAHLE Aftermarket GmbH 4.197 655 9.800 95 - - 359 75 - 22 -

MAHLE Aftermarket Ltd - 2 - - - - - - - - -

MAHLE Bearings (Yingkou) Co.,Ltd. 749 - 95 - 311 - - - - - -

MAHLE Engine Components (Yingkou) Co., Ltd. 37 - 1.128 - - - - - - - -

MAHLE Engine Comp. Slovakia 43 - 45 - - - - - - -

MAHLE Donghyun Filter Systems Co., Ltd. - 285 - - - - 685 - - - -

MAHLE Vöcklabruck GmbH 115 - 919 - - - - - - - -

MAHLE Migma Private Ltd. 31 - - - - - - - - - -

MAHLE Trading Shangai Co., Ltd. - 24 - - - - 22 - - 13 -

MAHLE Powertrain Ltd. 686 8 953 95 - - - - - - -

MAHLE Aftermarket SAS 27 24 30 - - - - - - 11 -

MAHLE Brockhaus GmbH - 2 - - - - - - - - -

MAHLE Powertrain LLC - - - - - - - - - - -

MAHLE Ventiltrieb Brandenburg GmbH 12 28 - - - - - - - - -

MAHLE Engine Components USA, Inc. 1.665 63 2.038 - - - 11 - - - -

MAHLE Engine Components (Chongging) Co. Ltd. - - 240 - - - - - - - -

MAHLE Engine Systems UK Ltd. 136 10 102 11 - - 11 - - - -

MAHLE International GmbH 15 196 - - - - - 54 - - -

MAHLE Valve Train Italia S.r.l. - 3 - - - - 3 - - - -

MAHLE Mopisan 154 3 - - 179 - - - - 5 -

MAHLE Composants Moteur France 22 - 23 - - - - - - - -

Glacier Vendervell Italy S.r.l. 2 10 53 - - - 10 - - - -

MAHLE Clevite, Inc 916 64 2.037 156 - - 34 - - 81 -

MAHLE AKO GmbH - - - - - - 20 - - - -

MAHLE IPL Limited - - 17 - - - - - - - -

Outros - - 2 - - - - - - - -

Total 42.667 27.305 79.097 13.055 490 2.835 45.214 1.241 3.926 137 5.030

13/08/2009 16:49:57 Pág: 36


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Controladora

Transações do 1º semestre de 2008

Saldos em 31.03.2009 Vendas/receitas Compras

Ativo Passivo

circulante circulante Comissões Comissões Royalties

Empresas Produtos Serviços Ativo fixo Produtos Serviços Ativo fixo

MAHLE Metal Leve Miba Sinterizados Ltda. 372 681 1 1.545 - - 2.513 - - - -

MAHLE Componentes de Motores do Brasil Ltda. 2.628 5.654 140 11.193 - 2.878 46.423 708 - - -

MAHLE Indústria e Comércio Ltda. - 77 - - - - - 305 - - -

MAHLE Filtroil Ind. e Com. de Filtros Ltda. 69 4 849 94 - - 2 - - - -

MAHLE HIRSCHVOGEL FORJAS S.A. 791 924 - - - - 1.313 - - - -

MAHLE Componentes de Motores S.A. 20 - - 391 - - 12 - - - -

MAHLE Componentes de Motores Argentina S.A. 1.208 - 2.143 - - - 214 - - - -

MAHLE Componenti Motori Italia SpA 19 - - - - - - - - - -

MAHLE GmbH 10 2.380 1.082 - - - 7.831 - 7.822 - 7.440

MAHLE France SARL 816 - 1.335 - - - - - - - -

MAHLE Filtersysteme 1.925 967 1.701 - - - 2.851 - - 3 -

MAHLE Argentina S.A. 21.143 796 9.129 95 - - 31 - - - -

MAHLE Componentes de Motores de México, S. de R.L. de C.V. 898 8 - - 923 - - - - 1 -

MAHLE, Inc. 314 - 539 54 - - - - - 88 -

MAHLE Motorkomponenten GmbH 61 12 - - - - 270 - - - -

MAHLE Technology, Inc. 20 - - - - - - - - - -

MAHLE Metal Leve International N.V. 102.865 - 175.026 - - - - - - - -

MAHLE Engine Components Australia Pty Ltd. - 1 58 - - - - - - 1 -

MAHLE Engine Components Japan Corporation 83 1.074 680 - - - 315 - - - -

MAHLE Sistemas de Filtracion S.L. - 1 - - - - - - - 5 -

MAHLE Ventiltrieb GmbH - 1 43 - - - 73 - - - -

MAHLE Aftermarket GmbH 1.107 211 2.275 - - - 576 - - 40 -

MAHLE Bearings (Yingkou) Co.,Ltd. - - 50 - - - - - - - -

MAHLE Engine Components (Yingkou) Co., Ltd. 779 - - - - - - - - - -

MAHLE Donghyun Filter Systems Co., Ltd. - 91 9 - - - - - - - -

MAHLE Vöcklabruck GmbH 1.052 - 3.485 - - - - - - - -

MAHLE Migma Private Ltd. 2 - - - - - 26 - - - -

MAHLE Trading Shangai Co., Ltda. - 10 - - - - 153 - - 9 -

MAHLE Powertrain Ltd. 35 - - - - - - - - - -

MAHLE Aftermarket SAS 30 - - - - - - - - - -

MAHLE Brockhaus GmbH - 2 - - - - - - - - -

MAHLE Powertrain LLC 83 - - - - - - - - - -

MAHLE Clevite Inc. 98 50 - - - - - - - - -

MAHLE Engine Components USA, Inc. 184 - 305 - - - - - 2 - -

MAHLE Engine Components (Chongging) Co. Ltd. 390 - - - - - - - - - -

MAHLE Engine Systems UK Ltd. 133 11 27 - - - 625 - 923 - -

MAHLE International GmbH 13 - - - - - - - - - -

Glacier Vendervell Italy S.r.l. 54 - - - - - - - - - -

Diversos - - 1.740 - - - 602 - - 2 -

Total 137.202 12.955 200.617 13.372 923 2.878 63.830 1.013 8.747 149 7.440

13/08/2009 16:49:57 Pág: 37


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Consolidado

Transações do 1º semestre de 2008

Saldos em 31.03.2009 Vendas/receitas Compras

Ativo Passivo

circulante circulante Comissões Comissões Royalties

Empresas Produtos Serviços Ativo fixo Produtos Serviços Ativo fixo

MAHLE Componentes de Motores do Brasil Ltda. 2.628 11.227 140 11.193 - 2.878 46.424 708 - - -

MAHLE Indústria e Comércio Ltda. - 77 - - - - - 305 - - -

MAHLE Componentes de Motores S.A. 4.716 - 7.369 392 - - 12 - - - -

MAHLE Componentes de Motores Argentina S.A. 4.209 11.109 2.352 567 - - 11.610 1.107 - - -

MAHLE S.A. 2.019 - 34 - - - - - - - -

MAHLE Componenti Motori Italia SpA 1.410 - 5.221 - - - 1 - - - -

MAHLE GmbH 3.909 3.151 17.440 - - - 7.831 - 7.822 - 7.440

MAHLE France SARL 8.068 - 30.199 - - - - - - - -

MAHLE Filtersysteme 1.924 1.205 1.697 - - - 3.279 - - 3 -

MAHLE Pistons France SARL 908 - - - - - - - - - -

MAHLE Componentes de Motores de México, S. de R.L. de C.V. 3.665 8 7.464 - 923 - - - - 1 -

MAHLE Engine Components (Thailand) Co. Ltd. - - 2.074 - - - - - - - -

MAHLE, Inc. 1.442 492 7.905 55 - - - - 3.766 88 -

MAHLE Motorkomponenten Schweiz AG - 521 - - - - 130 - - - -

MAHLE Motorkomponenten GmbH 1.854 12 14.555 - - - 271 - - - -

MAHLE Technology, Inc. 20 472 - - - - - - - - -

MAHLE Sud America N.V. 10 - 73 - - - - - - - -

MAHLE Engine Components Australia Pty Ltd. - 1 58 - - - - - - 1 -

MAHLE Engine Components Japan Corporation 83 1.074 680 - - - 315 - - - -

MAHLE Ventiltrieb GmbH - 628 93 - - - 73 - - -

MAHLE Aftermarket GmbH 4.332 356 16.806 - - 576 - - 40 -

MAHLE Bearings (Yingkou) Co.,Ltd. 315 2 50 - - - - - - - -

MAHLE Engine Components (Yingkou) Co., Ltd. 779 - - - - - - - - - -

MAHLE Donghyun Filter Systems Co., Ltd. - 91 9 - - - 465 - - - -

MAHLE Vöcklabruck GmbH 1.052 - 3.485 - - - - - - - -

MAHLE Migma Private Ltd. 23 - - - - - 26 - - - -

MAHLE Trading Shangai Co., Ltd. - 10 - - - - 153 - - 9 -

MAHLE Powertrain Ltd. 607 - - - - - - - - - -

MAHLE Aftermarket SAS 30 - - - - - - - - - -

MAHLE Brockhaus GmbH - 2 - - - - - - - - -

MAHLE Powertrain LLC 83 - - - - - - - - - -

MAHLE Powertrain Ltd. - - 3.012 - - - - - - - -

MAHLE Ventiltrieb Brandenburg GmbH 1 - 15 - - - - - 2 - -

MAHLE Engine Components USA, Inc. 969 - 305 - - - - - - - -

MAHLE Engine Components (Chongging) Co. Ltd. 390 - - - - - - - - - -

MAHLE Engine Systems UK Ltd. 134 69 27 - - - 625 - 922 - -

MAHLE International GmbH 19 100 - - - - - - - - -

MAHLE Sistemas de Filtracion de México S.A. de C.V. 51 - - - - - - - - 5 -

Glacier Vendervell Italy S.r.l. 54 8 8 - - - - - - - -

MAHLE Clevite, Inc 1.233 132 2.522 - - - - - 0 -

Outros - - 2.265 - - - 6 - - 2 -

Total 46.937 30.747 125.858 12.207 923 2.878 71.797 2.120 12.512 149 7.440

13/08/2009 16:49:57 Pág: 38


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

As transações mercantis com partes relacionadas referem-se substancialmente a

aquisição e venda de produtos e serviços diretamente relacionados com as suas

atividades operacionais e são efetuadas em condições similares àquelas praticadas

no mercado com partes não relacionadas.

A Companhia mantém contrato de transferência de tecnologia com o seu acionista

controlador indireto na Alemanha que viabiliza o seu acesso à tecnologia de pistões,

facilitando sua penetração no mercado industrial. As despesas de royalties foram

contabilizadas na rubrica “Despesas com tecnologia e desenvolvimento”, no

montante de R$ 5.030 no primeiro semestre de 2009 (R$ 7.440 no primeiro

semestre de 2008).

As comissões referem-se a serviços de representação comercial realizados para ou

por partes relacionadas. Os preços são calculados considerando margens de lucro

normalmente praticadas no mercado em transações semelhantes.

Remuneração dos Administradores

A remuneração do Conselho de Administração e Diretoria na controladora foi de

R$1.639 no primeiro semestre de 2009 (R$1.634 no primeiro semestre de 2008) e

no consolidado R$1.643 no primeiro semestre de 2009 (R$1.635 no primeiro

semestre de 2008).

9. IMPOSTO DE RENDA E DA CONTRIBUIÇÃO SOCIAL

O imposto de renda e a contribuição social sobre o lucro foram calculados às

alíquotas vigentes.

a. Conciliação da despesa de imposto de renda e contribuição social

A conciliação da despesa calculada pela aplicação das alíquotas fiscais nominais

combinadas e da despesa de imposto de renda e contribuição social registrada no

resultado está demonstrada abaixo:

13/08/2009 16:49:57 Pág: 39


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Controladora

Consolidado

30.06.2009 30.06.2008 30.06.2009 30.06.2008

Resultado antes do imposto de renda e contribuição social (38.396) 95.889 (36.139) 100.725

Inclusão (Exclusão) do resultado da equivalência patrimonial e

provisão para desvalorização 14.082 (9.810) - -

Exclusão de resultados de controladas - - 17.748 (10.313)

Lucro ajustado antes do imposto de renda e contribuição social (24.314) 86.079 (18.391) 90.412

IRPJ e CSLL à taxa nominal (34%) 8.267 (29.267) 6.253 (30.740)

Ajustes para cálculo da taxa efetiva:

Efeitos sobre diferenças permanentes

Outros, líquido (648) 110 (1.518) (1.181)

Efeitos sobre diferenças temporárias:

Prejuízos fiscais (16.345) - (16.898) -

Provisões 8.726 (1.346) 10.672 (2.090)

Imposto de renda e contribuição social corrente - (30.503) (1.491) (34.011)

Imposto de renda e contribuição social diferidos 6.926 2.247 6.570 2.208

Total do imposto de renda e contribuição social 6.926 (28.256) 5.079 (31.803)

Alíquota efetiva 28,5% 32,8% 27,6% 35,2%

b. Imposto de renda e contribuição social a recuperar

Controladora

Consolidado

30.06.2009 31.03.2009 30.06.2009 31.03.2009

Imposto de renda sobre o lucro do exercício e período - - 1.023 176

Contribuição social sobre o lucro do exercício e período - - 378 61

- - 1.401 237

Outros (saldo negativo de IRPJ e CSSL 2008) (21.500) (21.117) (25.322) (24.383)

Saldo em impostos a recuperar (Nota 7) (21.500) (21.117) (23.921) (24.146)

13/08/2009 16:49:57 Pág: 40


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

c. Composição do saldo do imposto de renda e contribuição social diferidos

O imposto de renda e a contribuição social diferidos foram calculados sobre

provisões temporariamente indedutíveis, conforme segue:

Controladora

Consolidado

30.06.2009 31.03.2009 30.06.2009 31.03.2009

Diferenças temporárias

Prejuízo fiscal e base negativa de CSLL 16.345 14.838 21.599 20.619

Provisão para contingências e garantias 33.789 33.550 40.491 40.148

Provisão para perdas nos estoques 12.913 13.777 16.201 17.275

Provisão para devedores duvidosos 900 911 1.628 1.923

Provisão para perdas na realização de outros ativos 5.457 3.720 5.653 3.916

Comissões sobre vendas e outras provisões

temporariamente indedutíveis 12.713 12.358 21.004 13.885

Operações com derivativos 20.932 51.865 15.031 52.927

103.049 131.019 121.607 150.693

Circulante (53.372) (80.422) (57.197) (85.262)

Não circulante 49.677 50.597 64.410 65.431

Conforme projeções efetuadas pela Administração da Companhia, o imposto de

renda e a contribuição social diferidos classificados no ativo não circulante, em 30

de junho de 2009 e 31 de março de 2009, serão realizados nos seguintes prazos:

30.06.2009

Ano Controladora Consolidado

2010 4.782 7.173

2011 16.170 20.707

2012 4.025 6.262

2013 5.296 8.015

2014 a 2016 13.842 15.780

2017 a 2019 5.562 6.473

49.677 64.410

13/08/2009 16:49:57 Pág: 41


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

31.03.2009

Ano Controladora Consolidado

2010 6.818 8.846

2011 16.998 21.489

2012 3.973 6.260

2013 5.230 8.086

2014 a 2016 12.073 14.348

2017 a 2019 5.505 6.402

50.597 65.431

10. INVESTIMENTOS EM CONTROLADAS

30.06.2009 30.06.2008

Informações das

Informações das controladas Participação controladas

Participação

Patrimônio

líquido

(Passivo a

descoberto)

Resultado do

semestre %

No

patrimônio

líquido

No

passivo a

descoberto

No

resultado

do semestre

Patrimônio

líquido

Resultado

do semestre %

No

patrimônio

líquido

No

passivo a

descoberto

No

resultado

do semestre

Variação cambial

sobre

investimento

MAHLE Metal Leve Miba Sinterizados Ltda. 37.938 4.729 70 26.557 - 3.310 34.206 6.830 70 23.944 - 4.781 -

MAHLE Argentina S.A. 20.975 (15.166) 97,14 20.375 - (14.612) 36.922 (650) 96 35.445 - (624) (3.344)

MAHLE Metal Leve GmbH 16.573 (1.674) 100 16.573 - (1.674) 19.618 6.471 100 19.618 - 6.471 (763)

MAHLE Filtroil Ind. e Com. de Filtros Ltda. (927) (426) 60 - (556) (256) (81) (317) 60 - (49) (190) -

MAHLE HIRSCHVOGEL FORJAS S.A. (566) (1.712) 51 - (289) (851) 12.905 (1.260) 49,77 6.423 - (627) -

63.505 (845) (14.082) 85.430 (49) 9.811 (4.107)

Em 30 de junho de 2009, a participação sobre o passivo a descoberto das empresas

MAHLE Filtroil Ind. e Com. de Filtros Ltda. R$556 e MAHLE HIRSCHVOGEL

FORJAS S.A. R$289, está registrada no passivo não circulante, sob a rubrica

“Provisão para passivo a descoberto de empresa controlada”.

Em abril de 2009, a Companhia aportou recursos na MAHLE Argentina S.A. no

montante de R$11.769, que gerou um ganho de capital de R$120 que foi registrado

na rubrica “Outras receitas” e uma perda cambial acumulada de R$325 que foi

registrada na rubrica “Ajuste Acumulado de Conversão”, no patrimônio líquido.

Em abril de 2009, a Companhia adquiriu 3,73%, compreendendo as ações

preferenciais de ex-acionistas da MAHLE HIRSCHVOGEL FORJAS S.A., que gerou

um ágio de R$1.067.

13/08/2009 16:49:57 Pág: 42


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

A Companhia e suas controladas monitoram o risco de continuidade de suas

subsidiárias (principalmente na Argentina), em razão da forte queda das operações

neste semestre.

31.03.2009

Informações das controladas

Participação

Patrimônio

líquido

(Passivo a

descoberto)

Resultado do

exercício %

No

patrimônio

líquido

No

passivo a

descoberto

No

resultado

do exercício

MAHLE Metal Leve Miba Sinterizados Ltda. 35.087 1.633 70 24.561 - 1.143

MAHLE Argentina S.A. 18.420 (10.520) 96 17.683 - (10.099)

MAHLE Metal Leve GmbH 20.862 (290) 100 20.862 - (290)

MAHLE Filtroil Ind. e Com. de Filtros Ltda. (802) (302) 60 - (481) (181)

MAHLE HIRSCHVOGEL FORJAS S.A. (704) (1.851) 49,77 - (351) (921)

63.106 (832) (10.348)

11. IMOBILIZADO

Taxas anuais de

depreciação

Controladora 30.06.2009 Consolidado 30.06.2009

(%) Custo Depreciação Líquido Custo Depreciação Líquido

Terrenos - 6.122 - 6.122 7.627 - 7.627

Edifícios e construções 4 127.541 (47.462) 80.079 138.187 (52.466) 85.721

Máquinas, equipamentos e instalações 10-20 948.287 (667.020) 281.267 1.157.042 (802.183) 354.859

Móveis e utensílios 10 17.453 (11.585) 5.868 20.960 (13.828) 7.132

Bens de transporte 20-40 16.481 (12.128) 4.353 18.660 (13.313) 5.347

Imobilizações em andamento* - 630 - 630 1.640 - 1.640

Adiantamentos a fornecedores - 12.206 - 12.206 15.311 - 15.311

(-) Provisão para perdas com imobilizado (3.808) - (3.808) (3.808) - (3.808)

1.124.912 (738.195) 386.717 1.355.619 (881.790) 473.829

13/08/2009 16:49:57 Pág: 43


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Taxas anuais de

depreciação

Controladora 31.03.2009 Consolidado 31.03.2009

(%) Custo Depreciação Líquido Custo Depreciação Líquido

Terrenos - 6.122 - 6.122 7.768 - 7.768

Edifícios e construções 4 127.902 (46.390) 81.512 139.282 (51.486) 87.796

Máquinas, equipamentos e instalações 10-20 943.232 (657.389) 285.843 1.158.986 (793.175) 365.811

Móveis e utensílios 10 17.411 (11.337) 6.074 21.158 (13.683) 7.475

Bens de transporte 20-40 16.568 (11.802) 4.766 18.962 (12.985) 5.977

Imobilizações em andamento* - 3.870 - 3.870 6.149 - 6.149

Adiantamentos a fornecedores - 14.821 - 14.821 18.067 - 18.067

(-) Provisão para perdas com imobilizado (4.778) - (4.778) (4.778) - (4.778)

1.125.148 (726.918) 398.230 1.365.594 (871.329) 494.265

(*) As imobilizações em andamento e os adiantamentos a fornecedores em 30 de

junho de 2009 e em 31 de março de 2009 referem-se a bens que se encontram

em fase de aquisição e/ou instalação, bem como a diversas construções civis,

para ampliação e remodelação nos diversos segmentos do parque industrial da

Companhia e suas controladas. Dentre os projetos em andamento encontramse

investimentos em projetos de aumento de capacidade, otimização de

processos industriais e modernização das plantas industriais.

A Companhia e suas controladas ofereceram bens do ativo imobilizado, em garantia

de empréstimos, financiamentos, processos trabalhistas e tributários, no montante

de R$64.072 no consolidado, em 30 de junho de 2009 (R$47.263 em 31 de março

2009), estes itens são representados, em sua totalidade por máquinas e

equipamentos.

13/08/2009 16:49:57 Pág: 44


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

12. INTANGÍVEL

Taxas

Controladora

Consolidado

anuais de

amortização % 30.06.2009 31.03.2009 30.06.2009 31.03.2009

Ágio na incorporação das controladas:

P.F.S. II Ind. e Com. de Peças Automotivas Ltda. 20 2.236 2.236 2.236 2.236

T.C.V. Ind. e Com. de Peças Automotivas Ltda. 20 6.674 6.674 6.674 6.674

Ágio na aquisição das controladas:

MAHLE Argentina S.A. - 60.462 60.462 64.428 64.948

MAHLE HIRSCHVOGEL FORJAS S.A. - 35.751 34.684 35.751 34.684

MAHLE Filtroil Ind. e Com. de Filtros Ltda. - 5.110 5.110 5.110 5.110

Gastos com aquisição e instalação de softwares 20 31.480 31.442 33.180 33.064

Marcas e patentes - 4.677 4.677 4.917 4.917

Outros 0-20 2.847 2.847 9.321 14.991

Provisão para perdas com intangíveis (5.444) (334) (5.453) (343)

143.793 147.798 156.164 166.281

Amortização acumulada (31.606) (30.659) (35.557) (36.459)

112.187 117.139 120.607 129.822

13. FORNECEDORES

Controladora

Consolidado

30.06.2009 31.03.2009 30.06.2009 31.03.2009

Nacionais 31.238 26.401 38.971 37.354

Estrangeiros 2.533 6.228 6.175 9.158

33.771 32.629 45.146 46.512

13/08/2009 16:49:57 Pág: 45


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

14. FINANCIAMENTOS

Controladora

Consolidado

Encargos financeiros 30.06.2009 31.03.2009 30.06.2009 31.03.2009

Moeda nacional

Finame – variação da TJLP acrescida de juros anuais de 1,0% a 4,5%. 2.780 3.360 2.780 3.360

Finame – juros anuais de 10,5 a 11,5%. 4.950 6.004 4.950 6.004

Conta Garantida (Capital de giro) juros anuais de 116,50% a 138,50% do

CDI - - 3.434 5.640

Conta Garantida (Capital de giro) juros anuais de 100,00% do CDI

acrescido de 1,30% ao ano. - - - 1.570

Leasing – juros anuais de 12,42% a 24,83% - - 3.381 3.867

Finame – variação da TJLP acrescida de juros de 8,5% ao ano - - - 42

CCB – Cédula de crédito bancário (Capital de giro) – juros anuais de CDI

acrescido de 0,87% a 2,43% - - 19.831 22.324

CCB – Cédula de crédito bancário (Capital de giro) – juros anuais

123,00% a 138,50% CDI 115.408 121.403 146.775 141.646

CCB – Cédula de crédito bancário (Capital de giro) – juros anuais de

15,39% - - - 1.470

BNDES-Exim (US$20 milhões): - 100% do saldo devedor indexado à

variação da TJLP acrescida de juros anuais de 2,20%. 28.226 35.478 28.226 35.478

BNDES-Exim (US$10 milhões): - 100% do saldo devedor indexado à

variação da TJLP acrescida de juros anuais de 2,40%. 10.082 17.021 10.082 17.021

BNDES-Exim (US$10 milhões): - 100% do saldo devedor indexado à

variação da TJLP acrescida de juros anuais de 2,18%. 10.082 17.015 10.082 17.015

BNDES-Finem (R$45 milhões): - 100% do saldo devedor indexado à

variação da TJLP acrescida de juros anuais de 2,30%. 39.188 41.415 39.188 41.415

BNDES-Exim (US$6 milhões): - 100% do saldo devedor indexado à

variação da TJLP acrescida de juros anuais de 2,20%. - - 8.414 10.576

BNDES-Exim (US$20 milhões): - 100% do saldo devedor indexado à

variação da TJLP acrescida de juros anuais de 2,28%. 33.189 33.161 33.189 33.161

BNDES-Exim (US$40 milhões): - 100% do saldo devedor indexado à

variação da TJLP acrescida de juros anuais de 2,07%. - 14.580 - 14.580

BNDES-Exim (US$50 milhões): - 100% do saldo devedor indexado à

variação da TJLP acrescida de juros anuais de 2,07%. - 54.196 - 54.196

BNDES-Exim (US$20 milhões): - 100% do saldo devedor indexado à

variação da TJLP acrescida de juros anuais de 2,23%. 14.191 35.457 14.191 35.457

BNDES-Exim (US$20 milhões): - 100% do saldo devedor indexado à

variação da TJLP acrescida de juros anuais de 2,20%. 33.771 33.743 33.771 33.743

BNDES-Exim (US$24 milhões): - 100% do saldo devedor indexado à

variação da TJLP acrescida de juros anuais de 5,75%. 45.396 - 54.851 -

BNDES-Exim (US$30 milhões): - juros anuais de 15,92% 65.858 65.859 65.858 65.859

BNDES-Exim (US$20 milhões): - juros anuais de 16,54% 46.262 46.164 46.262 46.164

Outros 573 446 578 781

13/08/2009 16:49:57 Pág: 46


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Controladora

Consolidado

Encargos financeiros 30.06.2009 31.03.2009 30.06.2009 31.03.2009

Moeda estrangeira

Provisão de juros sobre saques descontados 1.379 800 1.389 882

Capital de giro – variação cambial acrescida de juros anuais de

11,1% a 22,5%. - - 20.231 14.988

Financiamento à importação – EURIBOR acrescida de juros de

1,00% a 2,70% ao ano. - - 5.842 7.219

ACC – juros anuais de 6,5% a 12,0% - - 21.977 41.718

451.335 526.102 575.282 656.176

Circulante (375.166) (429.131) (476.910) (537.766)

Não circulante 76.169 96.971 98.372 118.410

Os financiamentos Finame foram obtidos para aquisição de máquinas e

equipamentos, estão garantidos por avais da diretoria e alienação fiduciária dos

bens financiados e possuem cláusulas de vencimento antecipado principalmente

relacionadas à não realização do projeto e/ou aquisição do bem objeto do

financiamento. Nos financiamentos Exim existem cláusulas de vencimento

antecipado principalmente relacionadas à aplicação dos recursos concedidos em

finalidade diversa daquela prevista nos Contratos de Abertura de Crédito com as

instituições financeiras. Não há garantias concedidas para os financiamentos de

capital de giro e BNDES-Exim.

A Companhia e suas controladas não tem nenhuma situação de descumprimento

das cláusulas contratuais dos contratos de Finame, BNDES-Exim, BNDES-Finem e

Capital de Giro nas informações trimestrais de 30 de junho de 2009 e 31 de março

de 2009.

A Administração da Companhia e de suas controladas está permanentemente

empenhada junto às instituições financeiras no sentido de buscar fontes

competitivas para financiamento de suas operações.

Os montantes referentes ao passivo não circulante têm a seguinte composição por

ano de vencimento:

13/08/2009 16:49:57 Pág: 47


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Controladora

Consolidado

30.06.2009 31.03.2009 30.06.2009 31.03.2009

2010 39.372 72.325 51.174 85.507

2011 23.111 10.968 32.528 18.014

2012 10.290 10.284 11.041 11.233

2013 3.396 3.394 3.629 3.656

76.169 96.971 98.372 118.410

15. OBRIGAÇÕES TRABALHISTAS E PROVISÃO PARA FÉRIAS E 13º SALÁRIO

Controladora

Consolidado

30.06.2009 31.03.2009 30.06.2009 31.03.2009

Férias e 13º salário 18.983 13.546 22.915 16.284

Obrigações sociais 7.014 9.891 10.419 12.325

Participação de empregados no resultado 20.333 15.797 22.659 17.730

46.330 39.234 55.993 46.339

16. PROVISÕES DIVERSAS

Controladora

Consolidado

30.06.2009 31.03.2009 30.06.2009 31.03.2009

Provisão para perdas futuras 24.488 28.767 27.608 31.885

Provisão para reestruturação 3.819 1.623 4.153 1.852

Provisão para bonificação comercial 3.335 3.308 3.335 3.308

Provisão para benefícios a empregados 827 447 936 512

Provisão para controle de qualidade 759 743 1.179 1.241

Provisão para royalties e patentes - - 824 977

Provisão para serviços profissionais - - 3.358 3.252

Provisão para gastos corporativo - - - 787

Outras 182 182 3.137 4.592

33.410 35.070 44.530 48.406

13/08/2009 16:49:57 Pág: 48


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Provisão para perdas futuras

Constituída em montante suficiente para fazer face às perdas em contratos de

vendas já firmados e para as suas estimativas de perdas já previstas, onde a

Administração tem expectativa de incorrer em margens negativas.

Provisão para reestruturação

Constituída em montante suficiente para fazer face aos gastos relativos a projeto de

realocação da linha produtiva de pistões.

17. PROVISÕES PARA GARANTIAS

Controladora

Consolidado

30.06.2009 31.03.2009 30.06.2009 31.03.2009

Provisão para garantias 3.383 3.306 3.973 4.064

Gastos com garantias já identificados 5.018 5.001 5.160 5.001

8.401 8.307 9.133 9.065

A Companhia e suas controladas garantem a seus clientes a qualidade de seus

produtos, assumindo a responsabilidade por eventuais substituições e reparos

decorrentes de defeitos apresentados. Com base em estimativas que levam em

consideração os dados históricos com gastos dessa natureza e as vendas, dentre

outros fatores, a Companhia reconhece as seguintes provisões:

a. Provisão para garantias

Calculada sobre a venda de produtos, tendo como base, percentuais históricos de

gastos.

b. Gastos com garantias já identificados

Referem-se aos casos já identificados onde a Companhia e suas controladas

estimam despender recursos na substituição e reparo de produtos, incluindo-se os

chamados “recalls”.

13/08/2009 16:49:57 Pág: 49


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

18. PROVISÃO PARA CONTINGÊNCIAS E OBRIGAÇÕES LEGAIS VINCULADAS A

PROCESSOS JUDICIAIS

A Companhia e suas controladas são parte envolvida em processos cíveis,

trabalhistas e tributários, e está discutindo essas questões tanto na esfera

administrativa como na judicial, as quais, quando aplicáveis, são amparadas por

depósitos judiciais. As respectivas provisões para contingências foram constituídas

considerando a estimativa feita pelos assessores jurídicos, para os processos cuja

probabilidade de perda nos respectivos desfechos foi avaliada como provável e

demais obrigações legais não vinculadas. A Administração acredita que a resolução

destas questões não produzirá efeito significativamente diferente do montante

provisionado.

Em 30 de junho de 2009 e 31 de março de 2009 os riscos contingentes, conforme

opinião dos assessores jurídicos, encontram-se descritos no quadro a seguir:

Controladora

Consolidado

30.06.2009 31.03.2009 30.06.2009 31.03.2009

Cíveis e trabalhistas 64.635 64.513 69.164 69.309

Tributárias 40.231 39.765 55.884 55.021

Depósitos judiciais (17.337) (17.986) (17.437) (18.080)

87.529 86.292 107.611 106.250

As contingências cíveis e trabalhistas consistem, principalmente, de reclamações de

empregados vinculadas a verbas decorrentes da relação de emprego e a vários

pleitos indenizatórios.

As contingências tributárias são representadas, basicamente, por autuações

processuais estaduais e federais que se encontram com processos em julgamento

ou não. Referem-se, principalmente, a discussões quanto à adequada interpretação

da legislação tributária.

Além dos valores anteriormente mencionados, não foram computados nos

montantes acima R$ 9.905 (R$ 9.691 em 31 de março de 2009) decorrentes de

causas trabalhistas, cíveis e tributárias, cuja avaliação dos assessores legais da

Companhia e suas controladas aponta para uma probabilidade reduzida de perda

(possível de perda), razão pela qual a Administração não registrou esse montante

nas informações trimestrais.

13/08/2009 16:49:57 Pág: 50


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

De acordo com a legislação vigente, as declarações de imposto de renda entregues

nos últimos dez anos estão sujeitas à revisão das autoridades fiscais. Várias outras

declarações referentes a impostos e contribuições federais e municipais,

contribuições previdenciárias e outros encargos similares referentes a períodos

variáveis estão sujeitas à revisão por períodos variados. No entanto, na opinião da

Administração da Companhia e suas controladas, todos os impostos e encargos

devidos foram pagos ou estão devidamente provisionados no balanço patrimonial e,

em 30 de junho de 2009 e 31 de março de 2009, não há processos significativos

conhecidos contra a Companhia e suas controladas. Contingências que possam

advir de eventuais fiscalizações não podem ser determinadas no momento.

Conseqüentemente, a Companhia e suas controladas não têm registrado provisão

para contingências dessa natureza.

19. PATRIMÔNIO LÍQUIDO

a. Capital social

O capital social, subscrito e integralizado, está representado pelas seguintes

quantidades de ações, sem valor nominal, em 30 de junho de 2009 e 31 de março

de 2009:

Quantidade

de ações

Ações ordinárias 12.260.373

Ações preferenciais 18.193.197

Total das ações emitidas 30.453.570

As ações preferenciais da Companhia não têm direito a voto, sendo a elas

assegurada prioridade de reembolso de capital e no pagamento de dividendos

mínimos não cumulativos. Estas ações adquirirão o direito a voto se a Companhia,

por um prazo de três anos consecutivos, deixar de pagar os dividendos mínimos a

que fazem jus, nos termos do Estatuto Social. Além disso, as ações preferenciais

têm assegurado o direito de dividendos de valor superior a 10% aos que forem

atribuídos às ações ordinárias.

13/08/2009 16:49:57 Pág: 51


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

b. Reserva de lucros

Reserva legal

Foi constituída nos termos da legislação societária, na base de 5% do lucro líquido,

observando-se o limite de 20% do capital social realizado ou 30% do capital social

somadas as reservas de capital. Após esses limites, as apropriações a essa reserva

não são obrigatórias. A reserva legal somente pode ser utilizada para aumento do

capital social ou para absorção de prejuízos.

Reserva de lucros para expansão e modernização

É destinada à aplicação em investimentos previstos em orçamento de capital em

conformidade com o art. 196 da Lei das Sociedades por Ações. Na destinação do

resultado do exercício findo em 31 de dezembro de 2008 foi aprovada em

Assembléia Geral Ordinária - AGO, realizada em 30 de abril de 2009 o montante de

R$27.178, como retenção de lucros, destinado a atender aos investimentos

estabelecidos para o exercício e demais. A AGO realizada em 30 de abril de 2008

aprovou a destinação de retenção de lucros no montante de R$63.073.

13/08/2009 16:49:57 Pág: 52


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

20. RESULTADO FINANCEIRO, LÍQUIDO

Controladora

Consolidado

30.06.2009 30.06.2008 30.06.2009 30.06.2008

Despesas Financeiras

Juros (26.668) (14.487) (34.533) (16.262)

Variações Monetárias Passivas (5.848) (5.076) (6.785) (5.220)

Variações Cambiais Passivas (29.694) (27.198) (47.244) (35.391)

Outras (2.724) (1.326) (4.398) (3.373)

(64.934) (48.087) (92.960) (60.246)

Receitas financeiras

Juros 6.170 2.862 7.547 4.906

Variações Monetárias Ativas 128 133 128 133

Variações Cambiais Ativas 5.613 24.919 19.062 31.708

Outras 71 63 184 65

11.982 27.977 26.921 36.812

Sub Total (52.952) (20.110) (66.039) (23.434)

Variação cambial com derivativos:

Perdas com Derivativos sobre Empréstimos - (14.148) - (14.148)

Resultado com Derivativos (Exportações/Importações) 23.027 18.733 23.865 18.980

23.027 4.585 23.865 4.832

Resultado com Derivativos sobre Commodities (8.749) 72 (8.749) 72

Perdas com Derivativos sobre receitas de exportação (2.363) - (374) -

(11.112) 72 (9.123) 72

Sub Total com Derivativos 11.915 4.657 14.742 4.904

Resultado Financeiro, Líquido (41.037) (15.453) (51.297) (18.530)

No acumulado do semestre findo em 30 de junho de 2009, os valores de ganho no

montante de R$ 11.915 (R$4.657 em 30 de junho de 2008) na controladora e R$

14.742 (R$4.904 em 30 de junho de 2008) no consolidado, referentes a resultados

de operações com derivativos, são decorrentes da política de administração

financeira adotada em 2007, de proteção contra as oscilações: (a) nos preços de

commodities no mercado internacional; (b) nas taxas de câmbio de ativos e

passivos denominados em moeda estrangeira; e (c) nas operações futuras sobre

receitas de exportação, conforme mencionado na nota explicativa 22.

13/08/2009 16:49:57 Pág: 53


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

21. OUTRAS RECEITAS (DESPESAS) OPERACIONAIS

Controladora

Consolidado

30.06.2009 30.06.2008 30.06.2009 30.06.2008

Outras receitas operacionais

Ganhos na alienação de bens 492 896 608 1.010

Impostos recuperados 544 692 717 776

Recuperação de perdas em sinistros 392 373 269 384

Outras receitas 762 585 1.978 2.038

Outras despesas operacionais

2.190 2.546 3.572 4.208

Provisão para perda com intangível (5.110) - (5.110) -

Provisão (Reversão) fiscal (1.878) (677) (1.964) (1.546)

Provisão (Reversão) para qualidade (223) (263) (1.371) (3.037)

Provisão (Reversão) passivo ambiental - (4) (35) (427)

Provisão (Reversão) garantia 269 (465) 375 (465)

Provisão (Reversão) diversas 139 (1.050) (2.320) (2.356)

Provisão (Reversão) perdas com produtos 4.046 4.753 4.046 5.130

Provisão (Reversão) para devedores duvidosos (244) (347) (2.203) (381)

Perdas na alienação de bens (108) (403) (287) (443)

Provisão (Reversão) para contingências 176 (4.022) (9) (4.041)

Outras despesas (1.120) (2.127) (5.165) (6.176)

(4.053) (4.605) (14.043) (13.742)

Outras operacionais, líquidas (1.863) (2.059) (10.471) (9.534)

22. INSTRUMENTOS FINANCEIROS

A Companhia e suas controladas participam de operações envolvendo instrumentos

financeiros, registrados em contas patrimoniais que se destinam a atender suas

necessidades operacionais, bem como a reduzir sua exposição a riscos financeiros,

principalmente de crédito, de moeda, de taxa câmbio e decorrentes da mudança de

preços de commodities de materiais metálicos empregados na fabricação de seus

produtos e de taxa de juros. As atividades de gerenciamento desses riscos segue

uma política formal estabelecida que inclui sistemas de controle e determinação de

limite das posições sob gestão da Administração. Não são realizadas operações

envolvendo instrumentos financeiros com finalidade especulativa.

13/08/2009 16:49:57 Pág: 54


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Em 30 de junho de 2009 a composição dos saldos com impactos relacionados a

instrumentos financeiros derivativos, de acordo com os critérios de reconhecimento

e mensuração previstos no Pronunciamento Técnico CPC 14 por rubrica das

demonstrações contábeis é como segue:

30.06.2009

31.03.2009

Provisões Controladora Consolidado Controladora Consolidado

Resultado financeiro, líquido

Resultados com Derivativos (Exportações/Importações)

Provisões

- Operações sobre o Contas a Receber e a Pagar 2.630 2.925 1.541 1.641

- Reversão da Provisão de 2008 para Operação sobre o Contas a Receber e a Pagar 26.567 26.931 26.567 26.931

Efeito Caixa

- Operações sobre o Contas a Receber e a Pagar (6.170) (5.991) (17.091) (17.333)

Nota 20 23.027 23.865 11.017 11.239

Resultado com Derivativos sobre Commodities

Provisões

- Operações sobre Commodities (6.234) (6.234) (17.235) (17.235)

- Reversão da Provisão de 2007 sobre Operações com Commodities 11.487 11.487 11.487 11.487

Efeito Caixa

- Operações sobre Commodities (14.002) (14.002) (8.405) (8.405)

Nota 20 (8.749) (8.749) (14.153) (14.153)

Resultado com Derivativos sobre receitas de exportação

Provisões

- Operações sobre as vendas a serem realizadas no exercício de 2009 (3.613) (3.798) (21.334) (22.615)

- Reversão da Provisão de 2008 para as vendas a serem realizadas 26.016 28.472 26.017 28.472

Efeito Caixa

- Operações sobre as vendas realizadas no período de jan a jun de 2009 (24.766) (25.048) (16.274) (16.478)

Nota 20 (2.363) (374) (11.591) (10.621)

TOTAL OPERAÇÕES COM DERIVATIVOS - RESULTADO FINANCEIRO LÍQUIDO 11.915 14.742 (14.726) (13.535)

Patrimônio Líquido

Provisões

- Operações sobre as vendas a serem realizadas no exercício de 2009 (9.498) (9.518) (64.748) (65.290)

- Operações sobre Commodities (7.886) (7.886) (20.810) (20.810)

Imposto de Renda e Contribuição Social Diferido 5.929 5.949 29.139 29.681

TOTAL OPERAÇÕES COM DERIVATIVOS - PATRIMÔNIO LÍQUIDO (11.455) (11.455) (56.420) (56.420)

Resultado Bruto

.Receita bruta de vendas

- Operações sobre as vendas a serem realizadas no exercício de 2009 (1.094) (1.132) (6.282) (6.481)

- Liquidações com Efeito Caixa (25.255) (26.003) (9.878) (10.223)

(26.349) (27.135) (16.160) (16.704)

.Custo dos Produtos Vendidos

- Operações sobre as vendas a serem realizadas no exercício de 2009 (969) (969) (1.224) (1.224)

Liquidações com Efeito Caixa (6.301) (6.301) (6.301) (6.301)

(7.270) (7.270) (7.525) (7.525)

TOTAL OPERAÇÕES COM DERIVATIVOS - RESULTADO BRUTO (33.619) (34.405) (23.685) (24.229)

13/08/2009 16:49:57 Pág: 55


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Risco de crédito

A Companhia e suas controladas operam em dois mercados distintos, quais sejam,

equipamentos originais (OEM) e reposição (“aftermarket”). A possibilidade de a

Companhia e suas controladas virem a incorrer em perdas por conta de problemas

financeiros com seus clientes OEM é reduzida, em função do perfil desses clientes

(montadoras e outras empresas de atuação mundial).

No tocante às vendas “aftermarket” e/ou a mercados em que a Administração

entende haver maior risco de inadimplência, são solicitadas cartas de crédito,

pagamentos antecipados ou outras formas de garantia anteriormente à

concretização das vendas. Nesse mercado, a participação de cada cliente nas

vendas é bastante diluída, não havendo qualquer cliente que individualmente

represente mais de 5% das vendas.

Em 30 de junho de 2009, não havia nenhuma operação de “vendor” em aberto.

a. Risco de taxa de câmbio

Os riscos ocorrem pelas oscilações das taxas de câmbio que geram efeitos

significativos sobre os saldos de ativos e passivos em moeda estrangeira.

A Companhia e suas controladas, visando proteger seus resultados e seu fluxo de

caixa contra essas oscilações, têm por política a contratação de operações de

venda de contratos a termo de dólares norte-americanos e euros (NDF – Nondeliverable

Forward). As operações da Companhia e suas controladas em aberto

em 30 de junho de 2009 estão lastreadas da seguinte forma:

1. o saldo líquido entre as exportações e importações realizadas e em aberto em

30 de junho de 2009, cujas cambiais vinculadas como lastro serão liquidadas

nos respectivos vencimentos das operações. No encerramento do trimestre, o

saldo de exposição cambial da Companhia em dólares norte-americanos

(valor a contratar de operações de venda de contratos a termo de dólares

norte-americanos e euros, equivalente em dólares norte-americanos) foi de

USD 16.772 mil na Controladora e USD 17.146 mil no Consolidado, conforme

demonstrado no quadro abaixo:

13/08/2009 16:49:57 Pág: 56


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

A política da Companhia e suas controladas é contratar volume de operações de

termo de moeda no exato valor de sua exposição cambial, sendo que pequenas

oscilações, positivas ou negativas, podem ocorrer em função de exportações e

importações que ocorrem no último dia útil do mês e que ficam disponíveis para

contratação de operações de termo de moeda no dia útil subseqüente.

2. o saldo líquido entre as exportações e importações a serem realizadas entre

julho e janeiro de 2010, cujos lastros se realizarão ao longo dos vencimentos

no mesmo período e as cambiais liquidadas quando do recebimento dos

clientes. Em 30 de junho de 2009, estas operações totalizavam USD 101.575

mil e EUR 21.863 mil na Controladora (USD 103.275 mil e EUR 22.448 mil no

Consolidado)..

Em 30 de junho de 2009, o volume em aberto de operações de venda de contratos

a termo de dólares norte-americanos e euros na Companhia e suas controladas,

para cada um dos itens 1, 2 e 3 mencionados abaixo e suas respectivas taxas

médias ponderadas para a liquidação nos diversos vencimentos das operações

(entre julho de 2009 e janeiro de 2010), foram de:

13/08/2009 16:49:57 Pág: 57


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Os ajustes positivos ou negativos das operações do item 2 acima representam

apenas um descasamento no fluxo de caixa futuro entre a data de liquidação das

operações e a data da liquidação do saldo líquido entre as exportações e

importações, de tal forma que o resultado será o definido pelas taxas médias

ponderadas demonstradas no quadro acima.

Em 30 de junho de 2009, as operações em aberto, em atendimento ao

Pronunciamento Técnico CPC 14, geraram uma provisão na Companhia e suas

controladas conforme quadro abaixo:

Os valores do quadro acima foram calculados pelo critério de “valor justo de

mercado”, que consiste na diferença entre o valor presente ponderado da taxa de

câmbio futura (“forward”) de liquidação de cada contrato para a data de 30 de junho

de 2009 menos a taxa de câmbio Ptax de venda, de dólar norte-americano e euro,

divulgada pelo Banco Central do Brasil (para as operações do tipo “Plain Vanilla”. A

taxa Ptax de venda, do dólar norte-americano e do euro, é a vigente no dia 30 de

junho de 2009; para as operações do tipo “Asiática”, é considerada a taxa média

Ptax de venda do mês de junho de 2009, de dólar norte-americano e euro).

13/08/2009 16:49:57 Pág: 58


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

O valor presente ponderado da taxa de câmbio futura (“forward”) de liquidação de

cada contrato para a data de 30 de junho de 2009 é calculado considerando a taxa

Pré-fixada em Reais para cada período de 30 dias e em relação ao vencimento de

cada contrato. As taxas Pré-fixadas em Reais são as divulgadas pela Bloomberg em

30 de junho de 2009.

A contabilização dos valores acima, incluindo os efeitos caixa das operações

liquidadas durante o primeiro semestre de 2009, está demonstrada no quadro

abaixo:

Conforme o Pronunciamento Técnico CPC 14, o valor referente à provisão do saldo

líquido entre as exportações e importações a serem realizadas entre julho e

dezembro de 2009 (R$ 14.177 na Controladora e R$ 14.460 no Consolidado) foi

contabilizado em duas rubricas:

• Foi contabilizado R$ 9.470 na Companhia e R$ 61 na controlada como

contrapartida no Patrimônio Líquido da Companhia e referem-se a parte das

operações de venda de contratos a termo de dólares norte-americanos e euros

(NDF – Non-deliverable Forward) sobre o saldo líquido entre as exportações e

importações a serem realizadas entre julho e dezembro de 2009 que em 30 de

junho de 2009 foi demonstrada para quais clientes / fornecedores seriam

vendidos ou comprados os respectivos produtos / insumos. À medida que as

vendas e compras, bem como as respectivas operações de venda de contratos

a termo de dólares norte-americanos e euros forem sendo efetivamente

realizadas e liquidadas, este efeito será revertido e contabilizado dentro da

rubrica “Resultado financeiro, líquido”.

• Foi contabilizado R$ 3.613 diretamente na rubrica “Resultado financeiro, líquido”,

da Controladora e R$ 3.798 no Consolidado e referem-se ao saldo das

operações de venda de contratos a termo de dólares norte-americanos e euros

(NDF – Non-deliverable Forward) sobre o saldo líquido entre as exportações e

importações a serem realizadas entre abril e dezembro de 2009 consideradas

como “overhedging”, ou seja, volume de operações excedentes e que não

possuem, na data de 30 de junho de 2009, lastro durante o exercício de 2009.

13/08/2009 16:49:57 Pág: 59


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

• Foi contabilizado R$ 1.094 diretamente na rubrica “Receita de Exportação”, da

Controladora e R$ 1.132 no Consolidado e referem-se ao saldo das operações

de venda de contratos a termo de dólares norte-americanos e euros (NDF –

Non-deliverable Forward) sobre o saldo líquido entre as exportações e

importações a serem realizadas entre julho e dezembro de 2009 consideradas

como efetivado.

Por determinação do Pronunciamento Técnico CPC 14, os resultados efetivos

(desembolso de caixa) das operações de venda de contratos a termo de dólares

norte-americanos e euros (NDF – Non-deliverable Forward) das exportações menos

importações ocorridas no primeiro semestre de 2009 tiveram sua classificação

contábil segregada em duas partes: (i) R$ 25.255 na Controladora (R$ 26.003 no

Consolidado) foram contabilizados na rubrica de “Receita de Vendas de

Exportação”, valor este que correspondeu à verificação de lastro para estas

operações dentro das exportações menos importações ocorridas no primeiro

trimestre de 2009; (ii) R$ 24.766 na Controladora (R$ 25.048 no Consolidado)

foram contabilizados no “Resultado financeiro, líquido”, por não terem tido lastro nas

exportações menos importações ocorridas no primeiro semestre de 2009

(“overhedge”).

b. Risco de preço de matérias-primas

A partir de agosto de 2007, a Companhia e suas controladas passaram a contratar

operações com derivativos para diminuição dos riscos de flutuação dos preços das

commodities níquel, alumínio, cobre e estanho, empregadas na fabricação de seus

produtos. Esses derivativos referem-se a resultados financeiros entre preço

daqueles metais e variação cambial.

A demonstração do efeito caixa e provisão dessas operações que geraram efeito no

primeiro semestrede 2009 foram registradas na rubrica “Resultado financeiro,

líquido”, conforme abaixo:

A provisão das operações com derivativos tiveram os valores contabilizados

calculados pelo método “valor justo de mercado”, ou seja, a diferença entre o preço

de liquidação em 30 de junho de 2009, divulgado pela “London Metal Exchange”

menos o valor presente do preço futuro (“forward”) de liquidação de cada contrato,

13/08/2009 16:49:57 Pág: 60


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

vezes a taxa de câmbio Ptax de venda, de dólar norte-americano, da data de 30 de

Junho de 2009.

Conforme o Pronunciamento Técnico CPC 14, o valor referente à provisão das

operações de commodities em aberto em 30 de Junho de 2009 foi contabilizado em

duas rubricas:

• Foi contabilizado R$ 7.886 como contrapartida no Patrimônio Líquido

Companhia e referem-se à parte das operações de commodities que em 30 de

Junho de 2009 foi demonstrada para de quais fornecedores serão comprados as

respectivas matérias-primas. À medida que as compras, bem como as

respectivas operações de commodities forem sendo efetivamente realizadas e

liquidadas, este efeito será revertido e contabilizado dentro da rubrica “Resultado

financeiro, líquido”.

• Foi contabilizado R$ 6.234 diretamente na rubrica “Resultado finnceiro, líquido”,

da Controladora e Consolidado e referem-se à parte das operações de

commodities que em 30 de Junho de 2009 foram consideradas como

“overhedge”, ou seja, volume de operações excedentes e que não possuem, na

data do encerramento do trimestre, lastro durante o período.

• Foi contabilizado R$ 969 diretamente na rubrica “CPV”, da Controladora e

Consolidado referente a provisão operacional dos contratos com vencimento em

02 de Julho de 2009, porém referente a competência Junho/2009.

Por determinação do Pronunciamento Técnico CPC 14, os resultados efetivos

(desembolso de caixa) das operações de commodities tiveram sua classificação

contábil segregada em duas partes: (i) R$ 6.301 foram contabilizadas no Custo de

Produtos Vendidos, valor este que correspondeu à verificação de lastro para estas

operações dentro das compras do primeiro trimestre de 2009; (II) R$ 14.002 foram

contabilizados no “Resultado financeiro, líquido”, por não terem tido lastro compras

ocorridas entre o primeiro semestre de 2009 (“overhedge”).

As toneladas totais dessas operações em aberto em 30 de Junho de 2009 têm

como lastro as compras de matérias-primas que ocorrerão em 2009 por um período

de 18 meses. Como conseqüência, o saldo das respectivas matérias-primas no

estoque não demonstra lastro físico de toneladas para essas operações. Tal lastro

se efetivará nos respectivos vencimentos à medida que as compras forem sendo

realizadas.

13/08/2009 16:49:57 Pág: 61


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

c. Risco de taxa de juros

A Companhia e suas controladas monitoram as flutuações das diversas taxas de

juros atreladas aos seus ativos e passivos monetários e, em caso de aumento da

volatilidade dessas taxas, pode vir a operar com derivativos com o objetivo de

minimizar estes riscos. Em 30 de Junho de 2009 e 31 de dezembro de 2008, a

Companhia e suas controladas não operavam com derivativos de taxas de juros.

d. Análise de Sensibilidade – Resultado das Operações a Termo de Moeda

Conforme Instrução CVM No 475/08 e Deliberação No 550/08, a Companhia e suas

controladas apresentam abaixo quadro de sensibilidade com os impactos para o

Demonstrativo de Resultado do Exercício de 2009 das operações de venda de

contratos a termo de dólares norte-americanos e euros (NDF – Non-deliverable

Forward) considerando três níveis de taxas de câmbio de dólar norte-americano e

euro, quais sejam: (i) USD/BRL 2,2000 como sendo a taxa de câmbio média

considerada a mais provável pela Administração da Companhia e suas controladas

para o exercício de 2009; (ii) USD/BRL 2,7500, considerando uma desvalorização

de 25% sobre a taxa do item (i) acima; e (ii) USD/BRL 3,3000, considerando uma

desvalorização de 50% sobre a taxa do item (i) acima. Para o euro, foi considerada

a paridade USD/EUR de 1,4000 para cada um dos cenários acima.

A Companhia e suas controladas também aplicaram as taxas acima para o cálculo

do impacto sobre o saldo líquido entre as exportações e importações a serem

realizadas entre Julho e dezembro de 2009, considerando para determinação do

volume de lastro e respectivo impacto nas receitas líquidas o mesmo percentual

aplicado para a contabilização das provisões de 30 de Junho de 2009 do resultado

destas operações dentro do “Resultado financeiro, líquido” e do Patrimônio Líquido

(21,76% e 78,24%, respectivamente, na Controladora, e 22,72% e 77,28%,

respectivamente, no Consolidado).

13/08/2009 16:49:57 Pág: 62


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Como informativo, sobre o saldo líquido da exposição cambial entre as exportações

e importações realizadas e em aberto em 30 de junho de 2009, foram aplicadas as

mesmas taxas do quadro anterior, gerando os seguintes impactos líquidos (taxa de

liquidação menos taxa de embarque das cambiais):

Para as operações swap de compra de commodities, com exceção das operações

de níquel, todas as demais (cobre, estanho e alumínio) apresentaram 100% de

lastro para os vencimentos de 2009.

13/08/2009 16:49:57 Pág: 63


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

Os preços apresentados como mais prováveis pela Administração da Companhia e

suas controladas para o exercício de 2009 são apresentados na tabela abaixo,

sofrendo também uma deterioração de 25% e 50%.

13/08/2009 16:49:57 Pág: 64


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

23. BENEFÍCIOS A EMPREGADOS

Os benefícios a empregados concedidos pela Companhia e suas controladas

referem-se basicamente a benefícios concedidos em bases mensais e assim

reconhecidos contabilmente. Inexistem benefícios pós-emprego, fundos de pensão

ou outros benefícios que requeiram tratamento contábil específico.

No primeiro semestre de 2009, a Companhia e suas controladas concederam a

seus empregados participação nos resultados com base em acordo sindical firmado,

no montante de R$11.016 (R$12.200 no primeiro semestre de 2008), na

controladora e de R$11.881 (R$13.192 no primeiro semestre de 2008), no

consolidado. Os critérios estabelecidos para pagamento da participação nos

resultados seguiram as regras definidas no acordo coletivo de trabalho, que

estabelecem determinados objetivos a serem atendidos, resumidos a seguir: (i)

atendimento a metas de produção, para um número pré-definido de funcionários; (ii)

manutenção do nível de absenteísmo até índice médio anual de horas/faltas,

previamente definido, em relação às horas padrão trabalhadas; e (iii) manutenção

do nível de refugo até o índice médio anual previamente definido, em relação ao

número de peças produzidas.

24. PLANO DE PREVIDÊNCIA PRIVADA – CONTRIBUIÇÃO DEFINIDA

Em setembro de 2006, a Companhia e suas controladas aderiram ao plano de

previdência privada Bradesco - PGBL, administrado pela Bradesco Vida e

Previdência, oferecendo a todos os empregados a opção de participar.

As contribuições são definidas de acordo com o enquadramento nas faixas salariais

acima de R$5.000,00, variando o percentual de contribuição de 2% a 4% por parte

do colaborador e empresa. Para os colaboradores com faixas salariais abaixo de

R$5.000,00, a empresa contribuirá com um salário nominal a cada 10 anos de

trabalho na ocasião da aposentadoria, não considerando períodos anteriores a

setembro de 2006. Anualmente, o administrador realiza avaliação atuarial do plano

para determinação de eventuais ajustes nos níveis de contribuição. As contribuições

do empregador e dos empregados iniciaram-se a partir do mês de outubro de 2006,

tendo a Companhia e suas controladas, contribuído com R$1.372 no primeiro

semestre de 2009 (R$1.403 no primeiro semestre de 2008).

13/08/2009 16:49:57 Pág: 65


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

06.01 - NOTAS EXPLICATIVAS

25. SEGUROS

Em 30 de junho de 2009 e 31 de março de 2009, a Companhia e suas controladas

possuíam cobertura de seguros contra incêndio e riscos diversos para os bens do

ativo imobilizado e para os estoques, por valores considerados, pela Administração,

suficientes para cobrir eventuais perdas.

* * *

13/08/2009 16:49:57 Pág: 66


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

07.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE

O Comentário do Desempenho da Controladora encontra-se juntamente com o Comentário

do Desempenho Consolidado.

13/08/2009 16:50:17 Pág: 67


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Cenário Macroeconômico

A economia brasileira, após período de retração provocada pela crise global, apresentou

sinais de recuperação mais consistentes a partir do segundo trimestre de 2009,

especialmente nos setores de bens de consumo duráveis e semiduráveis em função de

uma série de fatores, dos quais se destacam: demanda interna aquecida, medidas

governamentais temporárias de desoneração fiscal para alguns setores da economia,

retorno do crédito ao consumidor, controle inflacionário e continuidade na redução da taxa

básica de juros.

Entretanto, a produção industrial brasileira no primeiro semestre foi prejudicada pelos

efeitos da crise. O acúmulo e manutenção do nível de estoques no setor industrial e nas

cadeias de distribuição dos diversos setores, ao longo do primeiro bimestre do exercício

em curso, proporcionaram esse resultado.

Com a retomada gradativa das vendas no mercado interno, os estoques foram reduzidos

na mesma proporção e os principais setores da economia brasileira estão atravessando a

crise sem grande retração na demanda interna. Com o nível de demanda atual, as

indústrias deverão elevar a produção no segundo semestre, embora em patamar inferior

ao do período anterior à crise.

Há um descompasso entre a indústria e o comércio pelo fato de que a crise afetou

intensamente os investimentos (em bens de capital e construção civil) e as exportações,

com impactos relevantes no setor industrial. Apesar do descolamento da economia

brasileira, que conseguiu manter a demanda interna aquecida, em relação à maioria dos

países desenvolvidos, a queda na demanda global, principalmente na América Latina, que

historicamente absorve parte expressiva dos produtos industriais brasileiros de maior

valor agregado, tem provocado uma redução sensível no faturamento e rentabilidade das

empresas.

13/08/2009 16:50:22 Pág: 68


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Juros no mercado interno, Inflação e taxa do dólar - Com base nos indicadores

macroeconômicos, o Comitê de Política Monetária (Copom) manteve a trajetória de queda

da taxa de juros, reduzida em 4,50 p.p. no primeiro semestre, saindo de 13,75% a.a. ao

final de 2008 para 9,25% a.a. em 30 de junho de 2009. A inflação, medida pelo IPCA,

registrou uma taxa acumulada no semestre de 2,57%, inferior à taxa de 3,64% verificada

no mesmo período de 2008. O dólar norte-americano, após a trajetória de alta provocada

pela crise global, apresentou grande instabilidade e sucessivas quedas no segundo

trimestre, e fechou o período cotado a R$ 1,95/dólar, com uma redução de 17%

comparativamente à cotação de R$ 2,34 registrada no final do exercício de 2008.

Balança comercial - A balança comercial brasileira acumulou no primeiro semestre um

superávit de US$ 14,0 bilhões, o que representa um acréscimo de 23,8% ao registrado no

mesmo período do ano passado. Esse resultado deveu-se à queda mais acentuada das

importações em relação às exportações, principalmente em bens de capital, combustíveis

e consumo de produtos importados.

US$ bilhões

Balança Comercial 1º sem.09 1ºsem.08 Var.%

Exportações 70,0 90,6 -22,7

Importações 56,0 79,3 -29,4

Saldo 14,0 11,3 23,8

Segundo dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do

Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, três grupos de produtos registraram

queda no semestre: manufaturados, -30,6%; semimanufaturados, -26,9% e básicos, -

7,4%. No grupo de manufaturados, dentre os principais produtos exportados o

desempenho foi de queda em: veículos de carga, -50,3%; autopeças, -40,1%; e

automóveis, -37,9%.

As exportações brasileiras para a Argentina no primeiro semestre de 2009, principal

destino para a comercialização de autopeças, tiveram queda de 42% e as importações,

13/08/2009 16:50:22 Pág: 69


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

de 19%, ocasionando um déficit comercial de US$ 48 milhões, não apresentado desde

2003. Esse resultado foi decorrente das medidas protecionistas adotadas pelo governo

argentino e de uma forte retração da demanda, como no caso de automóveis, apesar de

não sofrer restrições para entrar no país.

Desempenho do Setor de Autopeças Brasileiro

O faturamento do setor de autopeças no primeiro semestre de 2009 foi 24,8% inferior ao

de igual período de 2008. O déficit do Brasil no setor no período acumulado de janeiro a

junho foi de US$ 997 milhões, 7,6% maior que o registrado em igual período de 2008,

segundo dados da Secex consolidados pelo Sindipeças. As exportações totalizaram US$

2,8 bilhões, com queda de 44,4%. As importações no montante de US$ 3,8 bilhões

também sofreram queda de 36,3%.

Desempenho do Setor Automobilístico Brasileiro

A indústria automobilística nacional, após um primeiro trimestre com queda nas vendas ao

mercado interno, sobretudo nos meses de janeiro e fevereiro, conseguiu a partir de março

apresentar crescimento nas vendas que foram beneficiadas pela prorrogação de redução

da alíquota do IPI, que se mostrou eficaz para estimular as vendas de veículos,

principalmente no segmento de veículos leves, e que deverá ajudar a manter a demanda

aquecida no terceiro trimestre. O setor foi estimulado também pela maior oferta de crédito,

com prazos mais longos de financiamento, e com taxas de juros mais atrativas. Por outro

lado, o segmento de caminhões e ônibus, apesar das medidas de incentivo à demanda,

continuou reprimido devido ao ritmo lento de recuperação da atividade econômica

nacional, conseqüência de um baixo nível de investimentos dos setores público e privado.

Vendas de veículos ao mercado interno – em unidades

Diante dos fatores citados acima, o setor automotivo apresentou leve recuperação no

segundo trimestre de 2009, e as vendas de veículos alcançaram 676,9 mil unidades

(veículos leves, caminhões e ônibus), com crescimento de 1,8% em relação a igual

trimestre de 2008. No segundo trimestre quando comparado ao trimestre imediatamente

anterior, as vendas apresentaram alta de 20,2%. No período acumulado do primeiro

13/08/2009 16:50:22 Pág: 70


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

semestre, as vendas totalizaram 1.240,5 mil unidades, o que significa um aumento de

0,7% frente ao mesmo período do ano anterior.

O destaque concentrou-se em veículos leves, que registrou aumento de 3,2% no

trimestre, e 1,8% no semestre, em relação a iguais períodos de 2008. No entanto, a

comercialização de caminhões e ônibus recuou no semestre 19,6% e 14,7%,

respectivamente, em relação ao primeiro semestre de 2008.

Unidade mil

Segmentos trim.09 trim.08 Var.% 1º sem.09 1ºsem.08 Var.%

Veículos leves (automóveis e

comerciais leves) 647,8 627,6 3,2% 1.186,0 1.165,0 1,8%

Caminhões 23,8 30,6 -22,2% 44,4 55,3 -19,6%

Ônibus 5,3 6,8 -22,1% 10,1 11,8 -14,7%

Total de autoveículos 676,9 664,9 1,8% 1.240,5 1.232,1 0,7%

Máquinas agrícolas automotrizes 12,2 14,2 -14,1% 23,1 25,4 -9,1

Vendas de veículos ao mercado externo – em unidades

As vendas de veículos e máquinas agrícolas ao mercado externo continuam reprimidas,

em decorrência dos efeitos da crise global. As exportações brasileiras de veículos no

segundo trimestre foram de 113,1 mil unidades, representando queda de 43,7% em

relação ao igual trimestre de 2008. No mercado de máquinas agrícolas automotrizes, a

queda nas vendas no segundo trimestre foi de 60%.

Unidade mil

Segmentos trim.09 trim.08 Var.% 1º sem.09 1ºsem.08 Var.%

Veículos leves (automóveis e

comerciais leves) 107,7 186,7 -42,3% 188,5 355,1 -46,9%

Caminhões 2,9 10,0 -71,0% 6,1 18,7 -67,5%

Ônibus 2,5 4,1 -39,0% 4,5 7,5 -39,9%

Total de autoveículos 113,1 200,8 -43,7% 199,1 381,2 -47,8%

Máquinas agrícolas automotrizes 3,2 8,0 -60,0% 7,3 14,8 -50,4%

No período acumulado de janeiro a junho de 2009, as exportações em unidades

apresentaram queda de 47,8% em veículos, e de 50,4% em máquinas agrícolas

automotrizes, em relação ao igual semestre de 2008. Essa queda foi decorrente da

diminuição na demanda global, principalmente na América Latina, e em especial na

Argentina e México, que juntas absorvem parte expressiva dos produtos e serviços da

cadeia automotiva brasileira.

13/08/2009 16:50:22 Pág: 71


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Produção de veículos

As medidas anunciadas pelo governo federal, para impulsionar as vendas no mercado

interno, ajudaram a alavancar a produção de veículos leves no segundo trimestre, quando

comparada ao trimestre imediatamente anterior, entretanto, não foram capazes de

reverter a queda expressiva no volume de vendas no mercado interno no segmento de

caminhões, ônibus e máquinas agrícolas. Um maior crescimento na produção de veículos

fica limitado aos baixos níveis de demanda no mercado externo.

Unidade mil

Segmentos trim.09 trim.08 Var.% 1º sem.09 1ºsem.08 Var.%

Veículos leves (automóveis e

comerciais leves) 766,1 845,7 -9,4% 1.393,8 1.590,6 -12,4%

Caminhões 29,4 42,1 -30,2% 53,6 79,3 -32,4%

Ônibus 8,2 12,6 -34,9% 16,3 23,4 -30,0%

Total de autoveículos 803,7 900,4 -10,7% 1.463,7 1.693,2 -13,6%

Máquinas agrícolas automotrizes 13,7 20,8 -34,1% 28,4 39,9 -28,8%

A produção total de veículos (veículos leves, caminhões e ônibus) no segundo trimestre

foi de 803,7 mil unidades, o que representa uma queda de 10,7%, e no segmento de

máquinas agrícolas, queda de 34,1%, em relação ao igual trimestre do ano anterior.

No acumulado de janeiro a junho do exercício em curso, a produção em unidades

apresentou queda de 13,6% em veículos, e de 28,8% em máquinas agrícolas.

Com as medidas de incentivos à demanda, a produção de veículos no segundo trimestre

apresentou crescimento de 21,8%, quando comparada ao trimestre imediatamente

anterior, concentrando-se basicamente no segmento de veículos leves.

Importação de veículos

A importação de veículos no segundo trimestre de 2009 totalizou 104,6 mil unidades, com

crescimento de 10,9% em relação ao igual trimestre de 2008. No período acumulado de

janeiro a junho, o crescimento foi de 19,5%, totalizando 209,3 mil veículos. Esse

acréscimo concentrou-se basicamente em veículos leves, representando uma

participação de 17,4% em relação ao total de veículos leves nacionais vendidos no

13/08/2009 16:50:22 Pág: 72


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

mercado interno (14,9% no 1º sem.08). Os modelos importados (incluindo os veículos

trazidos pelas montadoras instaladas no Brasil) tiveram alta expressiva no semestre em

relação às vendas dos modelos nacionais, ou seja, 19,5% contra 0,7%, respectivamente.

Desempenho do Setor Automobilístico Argentino

Sob o cenário de instabilidade macroeconômica e política que perdura, a situação da

indústria de autopeças argentina é preocupante. O setor de autopeças está sendo

duramente afetado pelo declínio no volume de vendas, tanto no mercado interno quanto

externo. O baixo nível de investimentos na Argentina anulou os esforços do governo

federal para a recuperação do setor. O governo lançou um plano de financiamento de

longo prazo para as vendas no varejo e impôs licenciamento não automático para

controlar a importação de uma lista de autopeças, com objetivo de proteger os fabricantes

locais contra uma suposta invasão de produtos chineses. A Argentina também foi

prejudicada pela falta de linhas de financiamento ao setor produtivo e de algum estímulo

fiscal mais efetivo, como fez o governo brasileiro com a redução da alíquota do Imposto

sobre Produtos Industrializados, entre outras medidas. O governo argentino não baixou

os impostos e o programa de incentivo à aquisição de carros pela população não produziu

os efeitos positivos esperados, pela excessiva burocracia e grau de incerteza quanto aos

rumos da economia.

Produção e vendas na Indústria Automobilística Argentina

Unidade mil

Segmentos trim.09 trim.08 Var.% 1º sem.09 1ºsem.08 Var.%

Produção de veículos 124,6 161,9 -23,0 196,1 286,3 -31,5

Vendas ao mercado interno

nacionais 50,0 66,9 -25,2 91,1 126,1 -27,8

Vendas ao mercado externo 79,1 89,4 -11,5 116,5 157,9 -26,3

Produção de veículos - No segundo trimestre de 2009, a produção de veículos na

Argentina foi de 124,6 mil unidades, representando uma queda de 23,0% em relação ao

igual trimestre de 2008. No período de janeiro a junho, foram produzidas 196,1 mil

unidades de veículos, representando uma redução de 31,5% em relação ao mesmo

semestre de 2008.

13/08/2009 16:50:22 Pág: 73


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Vendas ao mercado interno - Nesse trimestre, as vendas de veículos ao mercado

interno na Argentina caíram 25,2%, e no semestre, 27,8%, em relação aos mesmos

períodos do ano anterior. Em relação ao trimestre imediatamente anterior, as mesmas

apresentaram aumento de 21,6%.

Vendas ao mercado externo - As vendas de veículos ao mercado externo apresentaram

queda de 11,5% no trimestre, e no período acumulado de janeiro a junho, queda de

26,3%, quando comparadas aos mesmos períodos de 2008. Na comparação ao trimestre

imediatamente anterior, as exportações registraram um aumento de 111%. Do total

exportado, 88,7% têm como destino o Brasil.

Desempenho Econômico e Financeiro da Companhia

Em decorrência dos efeitos causados pela crise global, a Companhia sofreu uma redução

expressiva em sua carteira de pedidos nos principais mercados em que atua ao longo do

primeiro trimestre de 2009. No segundo trimestre, houve uma melhora no desempenho,

em decorrência do Plano de Ação definido pela Administração da Companhia para

minimizar os efeitos da crise, da demanda aquecida e volume de vendas no mercado

interno no setores automotivo e de autopeças, bem como das medidas governamentais

de desoneração fiscal, que visaram alavancar a demanda interna desses segmentos.

Receita Líquida de vendas

A receita líquida de vendas consolidadas no segundo trimestre de 2009, de R$ 361,0

milhões, apresentou um crescimento de 8,2% em relação ao trimestre imediatamente

anterior, em decorrência do aquecimento nas vendas de veículos leves no mercado

interno, como resultado de condições econômicas mais favoráveis, constituindo-se de

aumento de 16,4% no mercado interno e de queda de 9,7% no mercado externo. Tal

aumento no mercado interno representa uma recuperação nas vendas em período de

crise global. Embora, essa retomada de vendas não foi suficiente para um desempenho

mais satisfatório no semestre, como demonstrado a seguir, devido à lenta e gradativa

13/08/2009 16:50:22 Pág: 74


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

recuperação nos mercados internacionais, e do baixo desempenho ocorrido no primeiro

trimestre no mercado interno.

A receita líquida de vendas consolidadas no semestre, conforme demonstrado no quadro

abaixo, inclui os efeitos negativos de resultado com derivativos no montante de R$ 27,1

milhões.

Reais milhões

Vendas 1º sem.09 1º sem.08 Var.%

Mercado Interno 494,8 562,7 -12,1

Mercado Externo 199,8 348,6 -42,7

total 694,6 911,3 -23,8

Vendas ao mercado Interno - As vendas consolidadas no primeiro semestre de 2009

totalizaram o montante de R$ 494,8 milhões, apresentando queda de 12,1%, em relação

ao igual semestre de 2008. Essa queda foi decorrente da redução expressiva no

fornecimento para o setor automotivo, principalmente nos segmentos de veículos pesados

e máquinas agrícolas, impactados pelos reflexos da crise global. No mercado de peças

para reposição embora ainda retraído no semestre, houve sinais de reaquecimento em

função do aumento da frota de veículos em circulação nos últimos quatro anos, e da

retração das vendas de veículos novos a partir do quarto trimestre de 2008, refletindo na

cadeia produtiva de reposição automotiva.

No segundo trimestre, houve uma recuperação no mercado de equipamento original e de

peças para reposição, apresentando aumento de 16,2% em relação ao trimestre

imediatamente anterior, resultado das condições econômicas mais favoráveis, e do

reaquecimento do setor automotivo que foi beneficiado pela prorrogação de redução da

alíquota do IPI.

13/08/2009 16:50:22 Pág: 75


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Vendas ao mercado externo - As vendas consolidadas no primeiro semestre de 2009

foram de R$ 199,8 milhões, registrando queda de 42,7% em relação ao igual semestre de

2008. Essa queda foi decorrente da recessão econômica nos principais mercados

internacionais, com a consequente desaceleração das exportações.

Síntese das Demonstrações de Resultados

Reais milhões

Consolidado

1º sem.09 1º sem.08 Var.%

Receita líquida de vendas

-Mercado interno 494,8 562,7 -12,1%

-Mercado externo 199,8 348,6 -42,7%

Total 694,6 911,3 -23,8%

Vendas - Mercado externo em US$ milhões 91,2 205,9 -55,7%

Resultado bruto

-margem bruta

124,8

18,0%

255,4

28,0%

-51,1%

-10,0p.p.

Resultado Operacional

- margem operacional

(36,1)

(5,2%)

100,7

11,1%

-135,8%

-16,3 p.p.

Lucro líquido

-margem líquida

(31,5)

(4,5%)

67,6

7,4%

-146,6%

-11,9 p.p.

EBITDA

-margem EBITDA

56,5

8,1%

165,4

18,1%

-65,8%

-10,0 p.p.

Margem bruta

O resultado bruto operacional consolidado no primeiro semestre de 2009 totalizou R$

124,8 milhões, registrando queda de 51,1% em relação aos R$ 255,4 milhões,

apresentados no mesmo semestre de 2008. Essa queda na margem se deve

principalmente à falta de absorção dos custos fixos nas operações da Companhia, em

decorrência da queda no volume de vendas, provocados pelos fatores já citados

anteriormente.

No segundo trimestre houve uma melhora no resultado bruto em relação ao trimestre

imediatamente anterior, com aumento de 44,7%, passando a margem bruta de 15,3%

para 20,4%, em decorrência do aquecimento de vendas nos segmentos de equipamento

original e peças para reposição.

13/08/2009 16:50:22 Pág: 76


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Reais milhões

Consolidado

1º trim.09 trim.09 Var.%

Receita líquida de vendas 333,6 361,0 8,2%

Resultado bruto 51,0 73,8 44,7%

- Margem bruta 15,3% 20,4% 5,1 p.p.

O custo dos produtos vendidos no consolidado no semestre inclui os efeitos negativos de

resultado com derivativos no montante de R$ 7,3 milhões.

Gestão Financeira

Resultado Financeiro Líquido

Reais milhões

Consolidado

trim.09 1º trim.09 trim.08 1º trim.08

Juros, líquido (13,0) (14,0) (5,5) (5,9)

Variações monetárias (3,6) (3,1) (3,5) (1,6)

Variação cambial, líquida (5,0) 0,7 - 1,1

Resultado derivativo overhedge 15,6 (24,7) (2,8) 2,9

Outras 0,6 (4,8) (2,4) (0,8)

Resultado financeiro líquido (5,4) (45,9) (14,2) (4,3)

Reais milhões

Consolidado

1º sem.09 1º sem.08 Variação

Juros, líquido (27,0) (11,4) (15,6)

Variações monetárias (6,7) (5,1) (1,6)

Variação cambial, líquida (4,3) 1,1 (5,8)

Resultado derivativo overhedge (9,1) 0,1 (8,8)

Outras (4,2) (3,2) (1,0)

Resultado financeiro líquido (51,3) (18,5) (32,8)

No segundo trimestre de 2009, embora o resultado financeiro líquido tenha sido negativo

em R$ 5,4 milhões, foi sensivelmente menor em relação ao apresentado no trimestre

imediatamente anterior, expressando recuperação no desempenho da gestão de riscos da

Companhia. A gestão do endividamento no segundo trimestre conseguiu manter, e até

diminuir levemente, os juros líquidos e o próprio endividamento que se mantêm sob

controle e em trajetória decrescente. A trajetória recente de variação da moeda brasileira

13/08/2009 16:50:22 Pág: 77


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

em relação ao dólar norte-americano e euro aproximam-se ao patamar que foi hedgeado

pela Companhia. Em conseqüência da retração do câmbio, as provisões referentes ao

“overhedge” puderam ser revertidas no segundo trimestre resultando um saldo positivo

em R$ 15,6 milhões.

No resultado acumulado do primeiro semestre de 2009, o resultado financeiro líquido

negativo de R$ 51,3 milhões ainda reflete o desempenho financeiro realizado no primeiro

trimestre de 2009, em conseqüência dos fatores já mencionados no trimestre anterior.

Endividamento

Reais milhões

Consolidado

Exigibilidades 30.06.09 30.06.08

Financiamentos 575,3 453,6

Cambiais descontadas 33,0 64,5

Ativos

Caixa/ bancos/ aplicações financeiras 257,5 150,9

Endividamento líquido 350,8 367,2

O endividamento líquido foi reduzido em R$ 16,4 milhões, quando comparado ao igual

período do ano anterior, apesar dos efeitos negativos do hedge e do aumento nas taxas

de juros, em função dos esforços da Companhia de reduzir o capital de giro e os

investimentos, bem como a implementação de um programa agressivo de redução de

custos. Em relação ao trimestre imediatamente anterior o endividamento líquido foi

reduzido em R$ 84,4 milhões, com redução de 19%.

Desempenho Operacional medido pelo EBITDA

No primeiro semestre de 2009 o desempenho operacional consolidado medido pelo

EBITDA (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) foi de R$ 56,5

milhões (R$ 165,4 milhões no igual semestre de 2008). A queda do desempenho

operacional medido pelo EBITDA deveu-se aos fatores já comentados no Item “Margem

Bruta”, ocorridos no primeiro trimestre do exercício em curso.

13/08/2009 16:50:22 Pág: 78


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

No segundo trimestre em relação ao trimestre imediatamente anterior, o EBITDA

apresentou aumento de 98,4%, com ganho de margem de 4,7 p.p.

EBITDA

-Margem EBITDA

Reais milhões

Consolidado

1ºtrim.09 trim.09 Var.%

18,9 37,5 98,4%

5,7 % 10,4 4,7 p.p.

Resultado do semestre

No primeiro semestre de 2009, a Companhia apresentou prejuízo de R$ 31,5 milhões

(lucro de R$ 67,6 milhões no igual semestre de 2008), composto de prejuízo no primeiro

trimestre de R$ 36,1 milhões, e de lucro no segundo trimestre de R$ 4,6 milhões.

O desempenho apresentado no primeiro trimestre foi decorrente da demanda reprimida

causada pela crise global, registrando queda no volume de vendas e produção, no

mercado interno e externo, principalmente nos segmentos de veículos pesados e

máquinas agrícolas, altos níveis de estoques de veículos no inicio do ano, bem como os

efeitos do resultado de “overhedge” nas operações com instrumentos financeiros sobre

exportações e matérias-primas.

No segundo trimestre, a Companhia apresentou um resultado satisfatório, no contexto do

cenário de crise, e conseguiu atingir o equilíbrio financeiro em suas operações devido às

condições econômicas mais favoráveis do País, das medidas governamentais de

desoneração tributaria, que refletiram positivamente no desempenho do setor automotivo,

aliados ao Plano de Ação definido pela Administração da Companhia para minimizar os

efeitos da crise.

O resultado consolidado do primeiro semestre de 2009 inclui os custos demissionais de

funcionários em função da adequação da produção à atividade econômica no montante

de R$ 8,0 milhões.

13/08/2009 16:50:22 Pág: 79


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Investimentos

Os principais projetos realizados no primeiro semestre de 2009 montaram a R$ 7,2

milhões. O orçamento de investimentos para o exercício em curso é de R$ 29,4 milhões,

destinados aos seguintes projetos: novos produtos, ferramentais, qualidade, pesquisa e

desenvolvimento, tecnologia da informação, meio ambientes, e outros.

Recursos Humanos

O efetivo de mão-de-obra da Companhia e suas controladas, em 30 de junho de 2009,

contava com 7.781 funcionários, e apresentou uma queda de 12% em relação a

31.12.2008 (8.812 funcionários). Essa queda visou ajustar o ritmo de produção da

Companhia e de suas controladas à correspondente demanda e momento econômico.

Premiações

A Companhia foi agraciada com o prêmio Melhores do Meio Ambiente, no início de junho,

em comemoração aos 25 anos da Associação Brasileira de Engenharia Automotiva – AEA

com um trabalho na categoria Tecnologia Diesel sobre “válvulas inovadoras para

máximas taxas de recirculação de gases de exaustão”. A Companhia também recebeu

menção honrosa na categoria Tecnologia Otto com o trabalho “Anéis de Pistão de Baixo

Atrito”. Os trabalhos submetidos à organização do premio foram julgados por uma banca

constituída de representantes de órgãos governamentais, associações de classe,

imprensa, universidades e a diretoria técnica da AEA.

Serviços Prestados pelos Auditores Independentes

Em atendimento à Instrução CVM nº 381/03, estão relacionadas a seguir informações a

respeito de outros serviços, além de auditoria externa, prestados pela BDO Trevisan

Auditores Independentes e suas partes relacionadas, durante o primeiro semestre de

2009, à MAHLE Metal Leve S.A., empresas controladas, e sociedades integrantes do

mesmo grupo a qual a Companhia pertence:

13/08/2009 16:50:22 Pág: 80


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

Natureza Contratação Duração

Honorários

R$ mil

Serviços de auditoria externa para

sociedades integrantes do mesmo grupo 1º trim. 2009 Jan. a dez. de 2009 33,4

a qual a Companhia pertence.

Treinamento e diagnóstico - IFRS Set. de 2008 Jan. a mar. de 2009 44,9

Os honorários contratados totalizaram R$ 78,3 mil e representaram 18% dos honorários

correspondentes aos serviços de auditoria externa prestados e a serem prestados para a

MAHLE Metal Leve S.A. e suas controladas em 2009.

As políticas da Companhia e de suas controladas vedam a contratação de seus auditores

independentes para a prestação de serviços que acarretem conflito de interesses, perda

de objetividade dos mesmos ou de independência.

A Administração da MAHLE Metal Leve S.A. e suas controladas, em discussão com seus

auditores independentes, concluiu que os trabalhos acima relacionados não representam

qualquer ameaça à independência da entidade de auditoria, pois não caracterizam a

perda real ou suposta da sua objetividade integridade.

Perspectivas

Macroeconômica - Os sinais de recuperação moderada no nível de atividade do setor

industrial, decorrente dos indicadores econômicos favoráveis, entre os quais: inflação sob

controle, juros em queda, maior disponibilidade de crédito ao consumidor, e medidas

governamentais de desoneração fiscal para alguns setores da economia não estão sendo

suficientes para impedir que as projeções de estimativas do PIB mais atualizadas sejam

próximas do crescimento zero. Essa estimativa é melhor em comparação à prevista no

início do ano, resultado de uma retomada mais consistente no nível de atividade

econômica do País. A expectativa do mercado para a taxa de juros (Selic) é de a mesma

chegar ao final do ano em 8,75%. No cenário internacional não há perspectiva de novas

reduções em curto prazo.

13/08/2009 16:50:22 Pág: 81


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

A projeção para o comércio exterior em 2009 é de queda de 26% nas exportações, ao

passo que no início do ano a previsão era de queda de 17,6%. O cenário atual está sendo

fortemente influenciado pela continuidade da crise global nos principais países de destino

da produção de bens manufaturados. Os preços das commodities continuam em

crescimento, com a China responsável pela manutenção dessa recuperação, bem como a

demanda por manufaturados.

Indústria Automobilística Brasileira - A perspectivas do setor automobilístico para o

segundo semestre de 2009 é de crescimento em relação ao primeiro semestre,

principalmente no que se refere às vendas de automóveis e comerciais leves no mercado

doméstico. Com a prorrogação da redução da alíquota do IPI, a expectativa é de que ao

final de 2009 o crescimento das vendas de veículos ao mercado interno seja 6% maior em

relação a 2008, algo improvável antes da entrada em vigor da redução da alíquota do IPI.

Além da redução do tributo, houve melhora na confiança dos consumidores. No segmento

de máquinas agrícolas a projeção é de queda de 14% em relação a 2008.

Os pacotes de desoneração fiscal para alguns setores da economia anunciados pelo

governo federal possibilitarão um cenário mais positivo no médio prazo ao mercado

interno de veículos pesados novos e usados.

A projeção para a produção de veículos em 2009 está na ordem de 3,05 milhões de

unidades, incluindo caminhões e ônibus, apresentando queda de 5% em relação a 2008,

conforme dados divulgados pela Anfavea no início de julho, contra uma expectativa

anterior de queda de 12%. Essa melhora deveu-se ao comportamento mais satisfatório

das vendas de veículos leves ao mercado interno a partir de março desse ano.

No mercado externo, as atividades sofreram maior impacto da crise global. A nova

estimativa divulgada pela Anfavea apresentou uma piora no cenário, passando de uma

queda nas vendas de veículos de 32% no início do ano para 40% em relação ao exercício

de 2008, em função das retrações dos mercados em especial da região do Nafta e

13/08/2009 16:50:22 Pág: 82


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

12.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE

europeu. As exportações de veículos em 2009 devem ficar em torno de 440 mil unidades.

No ano passado foram comercializadas 735 mil unidades.

Outras medidas de incentivo à demanda - O segmento de caminhões também está

sendo incentivado pelo programa Pró-caminhoneiro do BNDES, através da ampliação do

prazo máximo de financiamento, redução da taxa de juros, de 13,5% a.a. para 4,5%

(configurando juro real zero). O governo federal fará um aporte de R$ 4 bilhões para a

criação de um fundo garantidor de crédito para pequenas e médias empresas e para a

aquisição de bens de capital, inclusive abrangendo o segmento de caminhões. Será

possível também financiar caminhões usados de até 15 anos (antes o limite era de 8

anos) e utilizar o fundo garantidor de crédito para garantir as operações dos

transportadores autônomos, o que trará também reflexos positivos para as vendas de

veículos novos.

Companhia - A Companhia espera para o segundo semestre de 2009 uma reação mais

consistente de vendas no mercado interno.

No entanto, no cenário internacional em consonância com a queda de expectativa para o

setor Automotivo, e nas projeções de continuidade de desaquecimento do ambiente de

negócios, causado pela crise global, a Companhia estima um cenário de baixa

recuperação no segundo semestre, com volume de vendas próximo ao apresentado no

primeiro semestre de 2009. Apesar de que o mercado norte-americano se estabilizou no

segundo trimestre do ano, com um crescimento de 1% comparado ao trimestre anterior,

mas ainda assim 32% menor do que o mesmo período do ano passado. E ainda, as

vendas de veículos reagiram na Europa com os incentivos governamentais, depois de

quatorze meses em baixa, avançaram 2,4% no mês de junho em relação ao mesmo mês

do ano anterior, puxadas especialmente pela Alemanha e França, segundo informações

da Associação de Construtores Automotivos Europeus, com sede em Bruxelas.

13/08/2009 16:50:22 Pág: 83


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

21.01 - RELATÓRIO DA REVISÃO ESPECIAL - SEM RESSALVA

Aos Acionistas, Conselheiros e Administradores da

MAHLE Metal Leve S.A.

Mogi Guaçu - SP

1. Revisamos as informações contábeis contidas nas Informações Trimestrais - ITR

(individuais e consolidadas) da MAHLE Metal Leve S.A. (“Companhia”) e de suas

controladas referentes ao trimestre e semestre findos em 30 de junho de 2009,

compreendendo os balanços patrimoniais e as demonstrações do resultado, das

mutações do patrimônio líquido e dos fluxos de caixa, notas explicativas e o relatório

de desempenho, elaborados sob a responsabilidade de sua Administração.

2. Nossa revisão foi efetuada de acordo com as normas específicas estabelecidas pelo

IBRACON - Instituto dos Auditores Independentes do Brasil, em conjunto com o

Conselho Federal de Contabilidade - CFC, e consistiu, principalmente, em: (a)

indagação e discussão com os administradores responsáveis pelas áreas Contábil,

Financeira e Operacional da Companhia e de suas controladas quanto aos

principais critérios adotados na elaboração das Informações Trimestrais - ITR; e (b)

revisão das informações e dos eventos subsequentes que tenham, ou possam vir a

ter, efeitos relevantes sobre a posição financeira e as operações da Companhia e

de suas controladas.

3. Com base em nossa revisão, não temos conhecimento de nenhuma modificação

relevante que deva ser feita nas informações contábeis contidas nas Informações

Trimestrais - ITR referidas no parágrafo 1, para que estejam de acordo com as

práticas contábeis adotadas no Brasil e normas expedidas pela Comissão de

Valores Mobiliários - CVM, aplicáveis à elaboração das Informações Trimestrais -

ITR.

4. Conforme mencionado na nota explicativa nº 2.2, em decorrência das mudanças de

práticas contábeis adotadas no Brasil durante 2008, as demonstrações do resultado

e dos fluxos de caixa referentes ao trimestre e semestre findos em 30 de junho de

2008, apresentadas para fins de comparação, foram ajustadas e estão sendo

reapresentadas, como previsto na NPC 12 – Práticas Contábeis, Mudanças nas

Estimativas Contábeis e Correção de Erros, aprovada pela Deliberação CVM n º

506/06.

13/08/2009 16:50:26 Pág: 84


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

Divulgação Externa

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - Informações Trimestrais

Legislação Societária

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/06/2009

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

21.01 - RELATÓRIO DA REVISÃO ESPECIAL - SEM RESSALVA

Aos Acionistas, Conselheiros e Administradores da

MAHLE Metal Leve S.A.

Mogi Guaçu - SP

5. As Informações Trimestrais - ITR possuem informações contábeis referentes ao

trimestre findo em 31 de março de 2009, as quais foram revisadas por nós, e o

relatório de revisão dos auditores independentes, emitido em 8 de maio de 2009,

não continha ressalva. As demonstrações do resultado e dos fluxos de caixa

referentes ao trimestre e semestre findos em 30 de junho de 2008 foram revisadas

por nós, e o relatório de revisão dos auditores independentes, emitido em 8 de maio

de 2008, não continha ressalva.

São Paulo, 5 de agosto de 2009

Esmir de Oliveira

Sócio-contador

CRC 1SP109628/O-1

BDO Trevisan Auditores Independentes

CRC 2SP013439/O-5

As folhas da ITR por nós revisadas estão rubricadas somente para fins de identificação.

13/08/2009 16:50:26 Pág: 85


SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS

Data-Base - 30/06/2009

Divulgação Externa

Legislação Societária

01.01 - IDENTIFICAÇÃO

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

00857-5 MAHLE METAL LEVE S.A. 60.476.884/0001-87

ÍNDICE

GRUPO QUADRO DESCRIÇÃO

PÁGINA

01 01 IDENTIFICAÇÃO 1

01 02 SEDE 1

01 03 DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES (Endereço para Correspondência com a Companhia) 1

01 04 REFERÊNCIA DO ITR 1

01 05 COMPOSIÇÃO DO CAPITAL SOCIAL 2

01 06 CARACTERÍSTICAS DA EMPRESA 2

01 07 SOCIEDADES NÃO INCLUÍDAS NAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS CONSOLIDADAS 2

01 08 PROVENTOS EM DINHEIRO 2

01 09 CAPITAL SOCIAL SUBSCRITO E ALTERAÇÕES NO EXERCÍCIO SOCIAL EM CURSO 3

01 10 DIRETOR DE RELAÇÕES COM INVESTIDORES 3

02 01 BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO 4

02 02 BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO 5

03 01 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO 7

04 01 04 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA 9

05 01 05 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO DE 01/04/2009 a 30/06/2009 11

05 02 05 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO DE 01/01/2009 a 30/06/2009 12

08 01 BALANÇO PATRIMONIAL ATIVO CONSOLIDADO 13

08 02 BALANÇO PATRIMONIAL PASSIVO CONSOLIDADO 14

09 01 DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO CONSOLIDADO 16

10 01 10.01 - DEMONSTRAÇÃO DO FLUXO DE CAIXA CONSOLIDADO 18

11 01 11 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO CONSOLIDADO DE 01/04/2009 a 30/06/2009 20

11 02 11 - DEMONSTRAÇÃO DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO CONSOLIDADO DE 01/01/2009 a 30/06/2009 21

06 01 NOTAS EXPLICATIVAS 22

07 01 COMENTÁRIO DO DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE 67

12 01 COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE 68

21 01 RELATÓRIO DA REVISÃO ESPECIAL 84/85

13/08/2009 16:50:30

Pág: 86

More magazines by this user
Similar magazines