Satélite CBERS - Aplicações no Mercado Brasileiro - INPE-DGI

dgi.inpe.br

Satélite CBERS - Aplicações no Mercado Brasileiro - INPE-DGI

Baseado em

Pesquisa Mercadológica

Realizada pela GEOCONSUL Consultoria

Especializada em Geotecnologia

9 de Novembro de 2006


Objetivo: Trabalho idealizado para obter informações sobre o

uso do CBERS-2, e se entrevistou profissionais de diferentes

setores da economia nacional.



Identificar as principais aplicações, buscando falhas e

sugestões;

Gerar hipóteses e identificar as variáveis envolvidas no

contexto do projeto.

Metodologia:



35 organizações (25,3% de todas as imagens processadas)

15 organizações com entrevistas qualitativas aprofundadas

escolhidas pelo número de imagens solicitadas e pela área de

atuação

CBERS é uma solução alternativa. Eu não sei como seria a dinâmica de

trabalho desta instituição sem o CBERS


Instituições Pesquisadas:


Agroflorestal, Donadoni Ltda, ANA, ANEEL, Banco da Amazônia,

Banco do Brasil, Bookimage Ltda, Cargil Ltda, CEFET-GO, CESP,

CODEVASF, CONGAR-FAB, CPRM, Eletronorte, EMBRAPA,

Geomapas, Geoprocessamento; Globalsat S. Remoto Ltda;

IBAMA; IBGE; INCRA; Jatobá Ambiental Ltda; Oceansatpeg Ltda;

Oikos Pesquisa Aplicada Ltda; ONG Amazon; ONG Oreades;

PETROBRAS; Photosat Ltda; Polícia Federal, Polícia Militar

Ambiental-SP; Ruralsat Ltda; SEFAZ-GO; SEMA-MT; SIPAM;

Tecnomapas Ltda; USP; Valor Florestal Ltda.

“Na Amazônia o SR é muito importante... para ter informações sobre o

impacto na floresta, das atividades agrícolas ou acompanhamento de

desmatamentos para retirada de madeira.”


!"#

A Pesquisa Mostra:




A facilidade de acesso as imagens CBERS aumentou o

número de pessoas e a quantidade de trabalhos realizados;

Nas empresas públicas;

Nas empresas privadas;

Nas Universidades;

Falta de preparo e conhecimento especializado para uso

correto e pleno das geotecnologias na grande maioria

destas organizações;

A ampla disseminação desta tecnologia na internet, permite

que informações contidas nas imagens contribua para

compreender melhor a realidade de suas regiões;

“Na PETROBRÁS o Sensoriamento Remoto (SR) cresceu porque a

empresa passou a valorizar o meio ambiente... Quanto as

preocupações ambientais o SR pode dar grandes respostas”


!"#

A política do INPE

Ampliou o conhecimento sobre o uso das técnicas de

sensoriamento remoto;

Facilitou a realização de inúmeros trabalhos;

Viabilizou a inserção destas imagens em projetos, que até então

estavam limitados:

a contenção de recursos;

e a burocracia para aquisição destes produtos;

Abrangeu desde indivíduos comuns, pequenas empresas e até

grandes consumidores desta tecnologia;

Tem obtido bons resultados no uso em trabalhos com impacto

social, econômico e ambiental.

“O SR é fundamental para gerar camadas de informação, por exemplo, a

malha de estradas não oficiais, não estão nos mapas do IBGE”


$ %&'

Os inúmeros benefícios alcançados pelo uso das imagens

CBERS em substituição as cenas Landsat, são abrangentes e

superam os pontos fracos atribuídos ao satélite pelas pessoas

entrevistadas;

De forma pontual, a atualização sistemática e contínua das

imagens CBERS permite enriquecer os trabalhos desenvolvidos

por diversas organizações, acumular informações para estudos

multitemporais, validar processos administrativos, além de

aumentar o número de fiscalizações e inibir infrações,

minimizando prejuízos econômicos e ambientais.

“Os trabalhos que depende da realidade atual, utilizam quase sempre as

imagens CBERS: monitoramento do desmatamento, acompanhamento da

mineração dentro das florestas nacionais...entre muitos”

“Eu acredito que quanto mais recursos nós tivermos para tomarmos conta do

que é nosso, do nosso país, melhor. Quanto mais especialistas

formarmos... podemos gerir... completamente nosso território”.


(

As empresas privadas pesquisadas admitem que as imagens

CBERS ainda não são utilizadas em larga escala devido as

características dos dados e inconsistências identificadas nas

bandas do satélite, mas, mesmo assim afirmam que existe

vários projetos em execução com CBERS em complementação

a outros sensores orbitais;

A facilidade de acesso contínuo e a gratuidade tem motivado às

empresas a desenvolverem metodologias que incluam as

imagens CBERS para baratear os projetos e agregar valor a

monitoramento contínuo, principalmente ao mercado de

agricultura e meio ambiente.

“Aumentou muito o número de empresas de Geoprocessamento que

trazem trabalhos no SEMA,... Cresceu muito o número de pessoas

que trabalham com isto.”


(


Aumento da lucratividade de empresas – gera economia –

viabiliza novos negócios;

Alavanca novos projetos – demonstrativos para o cliente –

possibilita simulações;

Adiciona mais informações aos projetos – agrega conhecimento

sobre a área de estudo – melhoria da qualidade dos trabalhos;

Viabiliza projetos de grande porte – imagens gratuitas –

monitoramento sistêmico de grandes áreas – melhoria da

eficiência dos trabalhos sem sair do orçamento;

Possibilita o acompanhamento sistemático de projetos – análise

multitemporal – informação atualizada;


(

Aumento do número de empresas no setor – facilita o aprendizado e

uso da tecnologia – abriu mercado de trabalho;

Apóia a criação de empregos – direto e indiretos – terceirização de

serviços – projetos viabilizados por meio do uso de imagens CBERS;

Participa da abertura de uma empresa de Geoprocessamento –

prestação de serviços para o governo estadual e empresas da região –

possibilidade de expansão.

“Nós colocamos de 30 a 150 mil reais por ano, no nosso projeto para compra

de imagens. Poderíamos realocar esse recurso em infra-estrutura,

software, computadores novos, etc.”

“Antes do CBERS eu não fazia grandes projetos, e hoje faço... Sendo 1000

reais por imagens, diria que seria uma economia de 400 mil... Eu estaria

trabalhando em uma escala de projetos menores.”


)&'(*%

Além de economizar e viabilizar novos projetos, aperfeiçoa os

processos e dá liberdade de ação;

Proporciona a melhoria na eficiência dos órgãos públicos, já

que dá facilidades de acesso minimizando a burocracia e a

atualização rápida dos serviços;

A informação é pública, tanto a fiscalização quanto o fiscalizado

tem o acesso;

“Por exemplo, tem uma denúncia, um vazamento de um reservatório e você

preciso fazer um croqui de localização, faço dawnload, e com a imagem

vou a campo. Se precisasse comprar, abrir licitação, imagine.”

”Quanto mais a informação sobre SR for conhecida mais ela abrirá novos

mercados,... pois, a informação deixa de ser restrita e o benefício que

aquela informação pode trazer é de todos.”

“Quando o delegado regional vai a campo, ele já sabe aonde vai, já sabe

quem plantou e onde. ... O monitoramento agrícola não é feito de forma

empírica”


)&'(*%


Possibilita maior investimento em equipamentos e material de

trabalho;

Permite a aquisição de software de treinamento;

Contribui para contratação de funcionários;

Ajuda a disseminar a tecnologia – disponibiliza imagens –

descentraliza a informação;

Representa uma economia real para as instituições – imprime

maior eficiência aos trabalhos além de baratear os custos

operacionais;

Incrementa o conhecimento necessário para o gerenciamento

das atividades dos órgãos do governo – melhora a fiscalização

por parte de instituições públicas;

Viabiliza projeto Mapa para Todos, que objetiva fornecer

informações geográficas a todas as unidades do IBAMA;


)&'(*%

Aumenta a massa de informações sobre o território nacional –

IBGE;

Possibilita maior fiscalização e controle ambiental – SEMA-MT”;

Contribui para fiscalização fazendária – incrementa a

arrecadação – inibe fraudes – SEFAZ-GO;

Aperfeiçoa o planejamento – monitoramento de culturas –

informações sobre o que está sendo plantado – SEFAZ-GO;

Possibilita o acompanhamento sistemático das atividades do

Projeto Costeiro da Carcenicultura – aperfeiçoou o uso

sustentável do recurso pesqueiro – IBAMA;

Fiscaliza a outorga de água – mapeamento dos pivôs de

irrigação – ANA;

Viabiliza projetos sistêmicos – monitoramento da Bacia do Rio

Preto e levantamento dos espelhos de água de todo Brasil –

ANA.


As imagens CBERS desempenham um papel importante nas

universidades e colégios técnicos especializados:

Geram conhecimento por meio de projetos de pesquisa;

São úteis como material de ensino;

Permitem adquirir experiência de uso das técnicas de

sensoriamento remoto;

Aumentam a capacitação para o mercado de trabalho;

Viabilizam projetos de pesquisas que nunca seriam iniciados sem

este recurso;

Possibilitam que os alunos utilizem imagens de suas próprias

áreas de estudo.

“Hoje eu consigo que cada aluno, trabalhe com uma área diferente... para

depois montar um grande mosaico do resultado final que os alunos

obtiveram.”


Ganhos reais na área de educação – disponibilidade de

informação – acesso gratuito às imagens – garantia de

multitemporalidade;

Melhoram o aproveitamento de recursos – aprimoram a

eficiência e a qualidade dos trabalhos sem sair do orçamento;

Ajuda a disseminar a tecnologia – disponibiliza imagens –

descentraliza a informação;

Viabilizam inúmeros projetos de pesquisa que não dependem

mais de verbas para compra de imagem – exemplo: Projeto

Lagoa Mirim – USP;

Viabilizam convênios entre colégios técnicos e universidades

para compra de equipamentos de informática para os alunos –

CEFET-GO.


$&'

Usos para as imagens CBERS identificados a partir

das entrevistas:








Agricultura:

Planejamento:

Fiscalização:

Meio Ambiente:

Pesquisa / educação:

Inteligência / segurança nacional:

Outros: Ilustração – complementa informações do

mapa – incrementa o conhecimento


+

PONTOS FORTES









Gratuidade;

Acesso rápido e fácil;

Atualização sistemática;

Disponibilidade de

informações técnicas;

Logomarca do INPE;

Tempo de Revisita;

Possibilidade de

monitoramento;

Satélite brasileiro.

PONTOS FRACOS

Problemas radiométricos

nas imagens;

Baixa qualidade da

banda 4;

Inconsistência na

geometria dos dados;

Deslocamento entre

órbitas paralelas;

Falta de informações de

uso efetivos;

Problemas de

comunicação do INPE.


" %

S ecretaria Estadual de Me io Ambiente e Recursos Naturais – S EMA

Instituto de Meio Ambiente do Acre - IMAC

3. Ações e Resultados do Programa de Desenvolvimento

Sustentável para o Estado do Acre - área ambiental

• Campanhas de fiscalização do

desmate e queima através de

sobrevôos, imagens de satélite

(landsat, Modis, Cbers, etc.),

vistorias em campo e utilização de

dados do PROARCO

• Aplicação de multas (caso das

multas “milionárias”)

• Criação das Áreas Naturais Protegidas no âmbito do Sistema Estadual

de Áreas Naturais Protegidas - SEANP (45,3% da área total do Estado)



Fonte: SEMA/IMAC - Acre


ESTADO DE MATO GROSSO

Secretaria de Estado do Meio Ambiente

%

AÇÕES DE CONTROLE DO DESMATAMENTO NO

ESTADO DE MATO GROSSO

Sensoriamento Remoto

• Utilização de imagens de satélite CBERS 2 e Landsat 5 TM;

• Tratamentos de Brilho e Contraste;

• Banco de Imagens de satélite da SEMA;

• Base Cartográfica fornecida aos Engenheiros;

• Normas e definições internas para orientar a apresentação dos

produtos analógicos e digitais;

Dinâmica do Desmatamento

• Acompanhamentos anuais;

• Impressão de mapas para auxiliar na fiscalização de campo;

• Identificação de áreas desmatadas;

• Cruzamento de informações;

• Auxílio no planejamento de ações de fiscalização.



Fonte: SEMA-MT


(-# .-


xyxyxyxyx

xyxyxyxyxyxyx

/01"2


"

Análises GeoInformacionais

More magazines by this user
Similar magazines