são paulo - Metro

publimetro.band.com.br

são paulo - Metro

PÁSSARO AVIÃO

MAS DE NOVO

O BRITÂNICO HENRY CAVILL FALA AO METRO

SOBRE O SEU ‘HOMEM DE AÇO’ PÁG. 32

SÃO PAULO

Sexta-feira,

12 de julho de 2013

Edição nº 1.585, ano 7

MÍN: 12°C

MÁX: 25°C

sunny snow rain partly cloudy sleet thunder part sunny/

www.readmetro.com | leitor.sp@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metro

sunny

showers

thunder

showers

windy

hazy

showers

Na maior manifestação do dia, as centrais sindicais conseguiram reunir 7 mil pessoas e fechar a avenida Paulista por quatro horas; índice de congestionamento ficou bem abaixo do normal | ANDRÉ PORTO/METRO

RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSE

ESTE JORNAL PARA OUTRO LEITOR

Protestos não

empolgam os

paulistanos

‘Dia de Lutas’. Atos convocados pelas centrais sindicais pipocaram pela

capital, mas, com baixa adesão, não causaram grandes transtornos. Estradas

foram bloqueadas em 18 Estados. No Rio, houve tumulto PÁGS. 04 A 08

Senadores

aprovam lei

das domésticas

Texto segue para a Câmara dos

Deputados. Empregadores terão 120

dias para se adaptar à nova regra PÁG. 12

Dilma sanciona Ato

Médico com vetos e

enfurece categoria

Médicos não terão exclusividade para

receitar e fazer diagnósticos PÁG. 10

Mostra abre amanhã, com virada | ANDRÉ PORTO/METRO

Renascentistas

chegam ao CCBB

Exposição reúne 57 obras de mestres

como Da Vinci, Rafael e Ticiano PÁG. 28


|02| {FOCO}

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com

Marginal ganha novo trecho

de faixa para ônibus na 2 a

1FOCO

Cassação

Donadon

O presidente da Câmara

dos Deputados, Henrique

Eduardo Alves (PMDB-

RN), afirmou ontem

que pretende encerrar

o processo de cassação

do deputado federal

Natan Donadon (sem

partido-RO) o mais rápido

possível. Donadon está

preso. Ele foi condenado

pelo STF por formação de

quadrilha e peculato por

desvios na Assembleia

Legislativa de Rondônia.

Cotações

Selic

(8,50%)

Dólar

- 0,61%

(R$ 2,25)

Bovespa

+ 2,51%

(46.626 pts)

Euro

+ 1,46%

(R$ 2,95)

Salário

mínimo

(R$ 678)

Transporte. Ao todo, a marginal Pinheiros terá 21 km de

vias exclusivas para coletivos das 6h às 9h e entre 17h e 20h

A marginal Pinheiros ganha

na segunda-feira mais 7,4

km de pistas exclusivas para

ônibus. Este é o último

trecho de faixa exclusiva da

via, que assim terá um total

de 21 km de faixas só para

os coletivos, desde a avenida

Interlagos até a ponte

Engenheiro Ary Torres.

Segundo a CET (Companhia

de Engenharia de Tráfego),

o terceiro e último

trecho da nova faixa será

implantado na avenida das

Nações Unidas, sentido Castello

Branco, entre a avenida

Mário Lopes Leão e a

ponte Engenheiro Ary Torres.

Neste trecho circulam

17 linhas municipais de ônibus,

transportando 193 mil

passageiros por dia útil.

A exclusividade dos ônibus

na faixa de toda a marginal

valerá de segunda a

sexta-feira, das 6h às 9h e

das 17h às 20h.

Por enquanto, os motoristas

que passam pela marginal

Pinheiros estão tendo

um período de adaptação,

Após a demolição de um casarão

da década de 1960 no

último domingo, apenas quatro

imóveis desse tipo ainda

sobrevivem na região da avenida

Paulista. São eles um

museu, duas agências bancárias

e uma mansão. A residência,

que foi do cafeicultor

Joaquim Franco de Mello, hoje

é habitada por seu neto.

O imóvel é tombado e portanto,

não pode ser demolido.

Dos casarões, o único que

sofre risco de demolição é a

Agência Santander no número

709 da avenida. METRO

ou seja, a CET não está aplicando

multas para quem invadir

a via. Mas as autuações

devem começar a ser

aplicadas a partir do dia 22.

Invadir a faixa à direita é

uma infração leve e rende

multa de R$ 53,20, além de

três pontos na carteira.

Avenida Paulista

Anteontem foi o primeiro

dia de funcionamento da

faixa exclusiva para ônibus

na avenida Paulista. Sem

multas, muitos carros circularam

normalmente pelo

trecho reservado, contrariando

a nova regra.

Assim como na marginal,

as multas só devem começar

a ser aplicadas no dia

22 de julho. Os táxis não poderão

circular nas faixas exclusivas,

mesmo quando tiverem

passageiros. Para o

embarque e desembarque

os taxistas podem entrar na

faixa, mas têm de usar a linha

tracejada para entrar e

sair do trecho, o que pode

causar dificuldades.

FALE COM A REDAÇÃO

leitor.sp@metrojornal.com.br

011/3528-8522

COMERCIAL: 011/3528-8549

O jornal Metro circula em 23 países e tem alcance diário superior a 20 milhões

de leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicação

e da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda a

sexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre,

ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.

Regras

As faixas exclusivas na

marginal Pinheiros valem de

segunda a sexta:

• Das 6h às 9h

• Das 17h às 20h

7,4 km

é aproximadamente a extensão

do terceiro trecho de faixa

exclusiva à direita para ônibus

na marginal Pinheiros.

Também receberão faixas

para ônibus em julho,

a avenida Sapopemba (dia

29) e o trecho do corredor

Norte/Sul composto pelas

avenidas Tiradentes, Santos

Dumont e Prestes Maia

(dia 25). Até o final do ano, a

prefeitura promete implantar

220 km de vias exclusivas.

METRO

Quatro casarões ainda

sobrevivem na Paulista

Fachada do museu Casa das Rosas | RODRIGO COCA/FOTOARENA/FOLHAPRESS

TRECHO 1

SENTIDO

CASTELLO BRANCO

Entre a av. Interlagos e a

av. Mário Lopes Leão

SENTIDO

INTERLAGOS

Entre a rua Prof. Leme da Fonseca

e a av. Interlagos

TABOÃO

DA SERRA

INTERLAGOS

EXPEDIENTE

Metro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145).

Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB: 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini.

Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior.

Gerente Executivo: Ricardo Adamo.

Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso.

Metro São Paulo. Editores-Executivos: Ariel Kostman e Lara De Novelli (MTB: 31.369).

Editor de Arte: Tiago Galvão. Gerentes Comerciais: Tânia Biagio e Elizabeth Silva.

Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: rua Tabapuã, 81, 14º andar, Itaim, CEP 04533-010, São Paulo, SP. Tel.: 3528-8500. O jornal Metro é impresso na Plural Editora e Gráfica Ltda.

TRAJETO

DA FAIXA

NA MARGINAL

TRECHO 3

JOÃO DIAS

SENTIDO

CASTELLO BRANCO

Entre a av. Mário Lopes Leão

e a ponte Ary Torres

REPRESA DE

GUARAPIRANGA

A Polícia Civil deteve na noite

de anteontem o terceiro

suspeito de participar do arrastão

ao restaurante Puleiro,

na Vila Mariana, zona sul

da cidade.

O suspeito é um adolescente

de 17 anos, e foi localizado

no bairro de Glicério,

na região central. Outros dois

homens, de 18 e 19 anos, já

haviam sido presos. Um veículo

Honda Fit roubado também

foi apreendido durante

a operação do Deic (Departamento

Estadual de Investigações

Criminais). Um quarto

suspeito de participação no

EUSÉBIO

MATOSO

TRECHO 2

SOCORRO

Filiado ao

MORUMBI

CASTELLO

BRANCO

CIDADE

JARDIM

ENG. ARY

TORRES

SENTIDO INTERLAGOS

Entre a ponte Ary Torres e o

acesso à av. Jõao Dias

SANTO AMARO

MOEMA

Crime. Menor é preso por

arrastão em restaurante

crime ainda é procurado.

O arrastão ocorreu por

volta das 20h de segunda-

-feira. Quatro homens armados

invadiram o restaurante

na rua Domingos de Morais e

assaltaram clientes que estavam

no local.

De acordo com a polícia,

foram levados pelo menos

três bolsas, 8 celulares,

R$ 740 reais, além de cartões

bancários, documentos

e dinheiro do caixa.

Segundo os suspeitos, os objetos

foram repassados a receptadores

na Praça da Sé.

METRO


SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com {FOCO} |03|◊◊

Polícia investiga

tiroteiro em sindicato

O

Violência. Corregedorias apuram suspeitas de que policiais fazendo bico participaram de

tumulto no sindicato dos motoristas que deixou dez pessoas feridas. Eleição foi suspensa

A Delegacia-Geral da Polícia

Civil do Estado abriu

um inquérito para tentar

identificar os autores do

tiroteio ocorrido anteontem

na frente do sindicato

dos Motoristas e Trabalhadores

em Transporte Rodoviário

Urbano de São Paulo.

As Corregedorias das

polícias Civil e Militar estão

apurando as suspeitas

de que policiais das duas

corporações estejam envolvidos

no tiroteio. O tumulto

deixou ao menos 10

pessoas feridas.

As suspeitas são de que

alguns policiais que estariam

fazendo bico como

seguranças para os sindicalistas

tenham participado

da troca de tiros.

A assessoria do sindicato

negou as suspeitas e

afirmou que os seguranças

que trabalhavam no local

eram de uma empresa

particular.

O tumulto ocorreu na véspera

da eleição para a escolha

da nova diretoria, que foi

suspensa. Anteontem, um

grupo da oposição fechou 16

terminais da cidade. O atual

presidente do sindicato Isao

Hosogi, que ocupa o cargo

desde 2004, já foi acusado de

desvio de dinheiro de cestas

básicas e de convênio de planos

de saúde dos funcionários.

Ele nega as acusações.

O candidato da oposição Valdevan

Noventa já foi investigado

por roubo, assassinato

e lavagem de dinheiro. Ele

também negou todas as acusações.

METRO

Tiroteio no sindicato deixou dez feridos | NIVALDO LIMA/FUTURA PRESS

SP. Vetada ‘ficha suja’

para motorista bêbado

governador Geraldo Alckmin

(PSDB) vetou ontem lei

aprovada na Assembleia Legislativa

que previa a divulgação

dos nomes dos motoristas

que perderam a

carteira de habilitação por

dirigir sob o efeito do álcool.

A proposta, aprovada

no mês passado, foi apresentado

pelo deputado

Cauê Macris (PSDB), vice-líder

da bancada tucana na

Assembleia.

O jornalista Murilo Aguiar,

de 25 anos, foi agredido dentro

da boate Yatch Club, na

região central da cidade, por

um funcionário de limpeza.

Segundo Murilo, ele foi alvo

de comentários homofóbicos

e, posteriormente, sofreu

agressões físicas. O jornalista

teve dois dentes quebrados e

Para justificar o veto,

Alckmin alegou que, de

acordo com a Constituição,

cabe à União legislar sobre

o trânsito. No veto, o governador

não entrou no mérito

do projeto. Em junho, logo

após a proposta ter sido

aprovada pelos deputados,

Alckmin chegou a dizer que

era favorável à medida. A

Assembleia ainda pode derrubar

o veto do Poder Executivo.

METRO

Homofobia. Jornalista

é agredido em boate

escoriações pelo corpo. Ele

denunciou um funcionário

da boate por agressão e pretende

acionar a Justiça contra

a boate por danos morais.

O caso está sendo investigado

pela polícia. Os donos da

boate afirmam que o funcionário

foi imediatamente afastado

da boate. METRO


|04| {FOCO}

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com

VOX POPULI

Este protesto

representa você

Motoboys

Metalúrgicos

“Esse ato me representa. As

centrais são a força popular.”

AMÂNDIO CRUZ, 64,

TÉCNICO EM TELEFONIA

“Lógico que não. Atrapalha o

comércio e são partidários.”

LUCI CARVALHO, 30,

GERENTE

“Me representa porque sou

trabalhador e apoio a Dilma.”

Por que protesto

Motoboys protestam na avenida Paulista | ANDRÉ PORTI/METRO

• Contra uso obrigatório

da viseira. Um grupo

pedia o fim da

obrigatoriedade do uso

de colete airbag.

Metalúrgicos fazem ato em frente ao Masp | ANDRÉ PORTO/METRO

Por que protesto

• Pela redução da jornada

de trabalho de 44h para

40h, sem redução dos

salários.

DANIEL CALAZAN, 48,

OPERÁRIO

Em vez de caos, cidad

“Não. É um movimento

de sindicalistas sem o povo.”

JOSÉ VIANA, 50,

SEGURANÇA

“Sim. Ela é expressiva.

Antes eram estudantes,

agora o povão.”

JANUÁRIO NAPOLITANO, 84,

DENTISTA

“Não, representam bandeiras

sindicais e interesses

eleitoeiros.”

DIMAS AGUIAR, 46,

OFICIAL ADMINISTRATIVO

‘Dia de Lutas’. Manifestações organizadas por centrais sindicais não vingam e lentidão fica abaixo da média em SP

A tentativa das centrais sindicais

(CUT, Força Sindical,

Conlutas e UGT) de surfar na

onda de protestos fracassou

em São Paulo. Com o sistema

de transportes funcionando

normalmente, a cidade não

parou, apesar de “manifestações

pipoca em 51 pontos,

entre eles a ponte Estaiada,

a marginal Pinheiros e rodovias

que dão acesso à cidade.

Diferentemente das manifestações

de junho, que

chegaram a reunir mais

de 100 mil pessoas, as passeatas

eram compostas por

militantes sindicais e reuniram

menos de 10 mil pessoas.

Alguns manifestantes

eram “profissionais” que receberam

R$ 70, mais lanche

e transporte para participar

(leia mais na pág. 6).

Com os paulistanos informados

sobre os atos, a cidade

registrou índices de trânsito

típicos de um feriado.

Segundo a CET (Companhia

de Engenharia de Tr;áfego),

Manifestantes fecham

Paulista por 4 horas

O ato na avenida Paulista

teve início no vão do Masp

às 12h. Por volta das 16h,

as pistas já haviam sido totalmente

liberadas. Alguns

comerciantes, com receio

de tumulto, chegaram a fechar

as portas e o Center 3

suspendeu o funcionamento

durante a passagem dos

manifestantes.

Diferente de outros manifestações,

quando a PM

chegou a usar cerca de mil

homens na região, apenas

100 foram destacados para

acompanhar o ato de ontem.

Não houve confrontos.

As agências bancárias

não funcionaram na via. Os

manifestantes seguiram pela

rua da Consolação e o ato

foi encerrado na praça Roosevelt

às 17h. METRO

às 9h30, havia 12 km de congestionamentos.

A média para

o horário varia entre 70

km e 102 km. Às 18h, eram

8 de lentidão, quando o normal

são 110 km. De acordo

com a CET, muitas pessoas

reprogramaram suas viagens.

A companhia afirma

que ontem, as viagens com

carros particulares começaram

mais cedo, às 6h, quando

foi observado um volume

de tráfego maior do que

o normal. Além disso, as férias

escolares, que tiram cerca

de 20% da frota das ruas,

também contribuíram.

Muitas pessoas desmarcaram

compromissos e evitaram

circular pela cidade.

Alguns até deixaram de ir

trabalhar com medo de enfrentar

manifestações. “Todo

mundo estava comentando

desse protesto. Resolvi

ficar em casa”, diz a secretária

Jessica dos Santos, de

38 anos.

O comércio abriu normalmente.

Apenas na região da

rua 25 de Março e na Paulista

algumas lojas baixaram

as portas enquanto manifestantes

passavam.

À tarde, o secretário-geral

da Força Sindical, João

Carlos Gonçalves, o Juruna,

reconheceu que a adesão foi

baixa. Segundo ele, a ausência

de categorias de peso,

como motoristas de ônibus

e metroviários, enfraqueceu

o “Dia Nacional de Luta”.

METRO

Centrais receberam R$ 114 mi

As maiores centrais sindicais

do país contam com

uma receita garantida, vinda

do imposto sindical - dinheiro

repassado pelo Ministério

do Trabalho às

entidades.

Apenas no ano passado,

as três principais centrais

sindicais contaram com

uma verba de R$ 114 milhões

vindas desse imposto.

Juntas, a CUT (Central Única

dos Trabalhadores), que é ligada

ao PT, a Força Sindical,

vinculada ao PDT, e a UGT

(União Geral dos Trabalhadores),

que é ligada ao PSD

e PPS, contam com 4,6 milhões

de filiados.

Por serem ligadas aos

partidos da base governistas,

anteontem, lideres de

oito centrais envolvidas no

“Dia Nacional de Luta” fecharam

um acordo para não

transformar os atos em um

movimento contra a presidente

Dilma Rousseff (PT).

O presidente da Força

Sindical, Paulinho, disse ontem

que quer convocar uma

greve geral. O presidente

da CUT, Vagner Freitas, não

apoia a proposta. Ele afirmou

que a CUT é contra direcionar

uma greve geral

contra a presidente Dilma,

METRO


SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com {FOCO} |04|◊◊ |05|◊◊

Químicos

MST

ZANONE FRAISSAT/FOLHAPRESS

JOSÉ

PASTORI

O professor da USP José

Pastore, especialista

em economia do trabalho,

analisou os protestos de

ontem, em entrevista à rádio

BandNews FM.

Químicos se reúnem no parque Trianon | ANDRÉ PORTO/METRO

Membros do MST fazem passeata na Paulista | ANDRÉ PORTO/METRO

e vive dia de feriado

PONTOS DE MANIFESTAÇÃO

Veja os locais onde aconteceram os principais protestos:

A

B

C

6h40 Cerca de 40 metalúrgicos ligados à

Força Sindical bloquearam a pista local da

marginal Pinheiros, próximo à ponte João

Dias e seguiram até o largo 13

8h30 Grupo com 100 motoboys se

reuniu no Brooklin e seguiu rumo

a avenida Paulista

9h30 Aproximadamente 700 comerciários

fizeram ato na 25 de Março

av. Raimundo

Pereira de

Magalhães

ponte

João Dias

av. Guido

Calói

ponte

Octávio Frias

A

25 de

av. Prestes Maia Março

C

ligação Leste-Oeste F

E

r. da Consolação

av. Paulista B

corredor Norte-Sul

(SENTIDO SANTANA)

D

av. Washington Luís

marginal Pinheiros

(SENTIDO CASTELO BRANCO)

largo 13

de Maio

ponte do Socorro

B

D

E

10h Policiais civis fizeram passeata

da praça Alfredo Issa até a

avenida Paulista

11h Funcionários da construção civil

se reuniram e fizeram passeata na

ponte Octávio Frias (Estaiada)

11h Manifestantes ligados à Força

Sindical fecharam a Radial Leste

por uma hora

av. Salim Farah Maluf

av. Bernardino

de Campos

via Dutra

r. Silva Bueno

av. Celso Garcia

Radial Leste

av. do Estado

Itapegica

Por que protesto

• Além da redução da

jornada de trabalho,

mudança na lei que

amplia a terceirização.

B

B

F

F

12h Cerca de 7 mil pessoas, entre

motoboys e trabalhadores ligados

às centrais sindicais se

concentraram na avenida Paulista

15h Líderes sindicais encerraram

ato na Paulista e seguem em

direção à praça Roosevelt

16h40 Manifestantes de centrais

sindicais protestaram na ligação

Leste-Oeste

17h50 Protestos se dispersam e

encerram no centro

r. da Consolação

av. Paulista

MASP

av. Jacu-Pessêgo

PRAÇA

ROOSEVELT

Por que protesto

• Reformas urbana

e agrária, além do

fim do fator

previdenciário.

No ABC, prefeitos

participam de atos

As manifestações lideradas

por centrais sindicais no

ABC contaram com a participação

até de prefeitos do

PT. Diferentemente dos atos

passados, realizados até a noite

por jovens e que levaram

ao menos 10 mil às ruas da

região, os de ontem tinham

cores e aparatos da CUT e

Força Sindical. Entre as reivindicações,

redução das horas

de trabalho sem prejuízo

nos salários e fim do fator

previdenciário.

Os prefeitos e ex-sindicalistas

Carlos Grana (PT), de Santo

André, e Luiz Marinho (PT), de

São Bernardo, estavam entre

os manifestantes. Grana arriscou

até discurso para o público

no paço municipal à tarde,

formado em sua maioria por

trabalhadores ligados à Força

Sindical. “Sou sindicalista,

mas estou prefeito”, disse.

Os atos bloquearam o

trânsito em vias centrais da

região. Pela manhã, foram interditados

trechos da via Anchieta,

em São Bernardo, na

altura no km 18, da avenida

Goiás, em São Caetano, e da

avenida Mário Toledo de Camargo,

em Santo André. Passageiros

que dependiam de

transporte público no Terminal

da Vila Luzita, em Santo

André, foram prejudicados

por manifestantes ligados ao

MTST (Movimento dos Trabalhadores

Sem Teto). O grupo

impediu a passagem dos ônibus

pela manhã.

Agências bancárias da rua

Marechal Deodoro, em São

Bernardo, não funcionaram.

Comerciantes fecharam as

portas por cerca de uma hora

durante a manifestação.

De acordo com o Sindicato

dos Metalúrgicos do ABC,

o trabalho nas montadoras

de São Bernardo foi paralisado

durante todo o dia. A entidade

diz que cerca de 15 mil

pessoas participaram da caminhada

pela Anchieta até o

paço. Já a PM diz que foram 2

mil. METRO ABC

Por que as centrais não

conseguiram uma mobilização

mais significativa

O direito de greve é legítimo

e garantido pela CLT.

Mas bloquear ruas e estradas,

como aconteceu no

mês passado, não é um direito.

Isso enfraqueceu o

apelo para que mais trabalhadores

comparecessem

aos protestos realizado

ontem.

A baixa adesão, na comparação

com as manifestações

espontâneas que

vimos eclodir no mês de

junho, mostra um enfraquecimento

das centrais

Eu penso que não. O sindicatos

ainda são entidades

organizadas para defenderem

os direitos dos trabalhadores.

Mas levar a defesa

da redução da jornada de

trabalho para um protesto,

como foram os anteriores,

é uma estratégia muito

complicada para o próprio

trabalhador entender. É

diferente.

Sempre que criticamos o

bloqueio de ruas e estradas,

a população diz que essa é

a única forma de chamar a

atenção. Sendo assim, como

esses trabalhadores deveriam

se organizar

Com uma greve que seja

ordeira e que siga as regras

da legislação como em

qualquer parte do mundo.

Não podemos permitir bloqueios

a uma estrada, prejudicando

direitos pessoais

e também de toda a coletividade.

Isso traz prejuízos

para a economia.

E qual seria a melhor estratégia

para que esses

trabalhadores ganhem

mais visibilidade e força

para conquistar suas

reivindicações

Para conseguir uma redução

na jornada de trabalho,

como eles querem, as manifestações

deveriam ser feitas

em frente ao Congresso,

que é onde a mudança pode

ser feita.

METRO

rod. Raposo

Tavares

av. Brig.

Faria Lim


|06| {FOCO}

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com

Por onde

andará

Guy Fawkes

‘Dia de Lutas’. Máscaras dão lugar a ‘uniforme sindical’. Piqueteiros

profissionais chegaram a receber R$ 70, lanche e transporte

Manifestantes vestiram coletes e bonés das centrais sindicais | ANDRÉ PORTO/METRO

Redes sociais

Turma do Face não curtiu

Os protestos das centrais sindicais

foram criticados nas

redes sociais ontem. No Facebook,

rede social que funcionou

como aglutinadora

dos protestos de junho,

a maioria afirmava que a

manifestação era política e

que as reivindicações não tinham

foco. Alguns sugeriam

que, para haver uma

grande mobilização, é preciso

que todos se manifestem

por causas comuns, e maiores.

“Cada sindicato fez uma

“lista” de reivindicações. Isso

enfraquece qualquer movimento”,

comentou Ivan Stefani

no Facebook.

“Cada sindicato fez uma

lista de revindicações

diferentes. Isso

enfraquece demais

qualquer movimento.”

IVAN STEFANI

Também houve críticas

pelo movimento ter sido organizado

por centrais sindicais

aliadas a partidos políticos.

“Envolve um leque de

interesses políticos e de organizações

diferentes”, comentou

Danilo Bezerra.

Muitos paulistanos também

disseram que evitaram

sair de casa. “Minha

contribuição para a ‘greve

geral’: ficar quietinha em

casa”, publicou no twitter

a usuária @ednninha.

Outros comentaram sobre

o fato de o protesto

não ter afetado o dia a dia

do paulistano. Também

houve quem comemorou

o fato de a cidade ter ficado

vazia, sem tanto trânsito.

“Sem congestionamento,

sem lentidão no metrô,

trem vazio.... Acho que deveria

ter paralisações mais

vezes!”, disse @Mariopontocom.

METRO

“Não é um protesto

operário. São centrais

ligadas a partidos

políticos. Muitas pessoas

estão aqui até pagas.”

HUGO LACERDA, 25 ANOS

Símbolo das manifestações

que levaram milhões às ruas

do país no mês passado, a

máscara do revolucionário

inglês Guy Fawkes, popularizada

pelo filme “V de Vingança”,

não deu as caras ontem

na avenida Paulista.

No chamado Dia Nacional

de Lutas convocado pelas

centrais sindicais, os cerca de

7 mil manifestantes (segundo

a PM) preferiram deixar de

lado a referência ao personagem

do século 16 que planejava

explodir o parlamento

britânico e vestir o tradicional

uniforme dos protestos

organizados: colete ou camiseta

vermelha (ou azul, branca

ou amarela, dependendo

da sua ‘filiação’) com o nome

da central sindical estampado

no peito em letras garrafais.

Diferentemente das manifestações

de junho, nas quais

o público era predominantemente

jovem e de classe média,

o ato sindical de ontem

teve presença de operários e

pessoas mais humildes.

Parte compareceu ao protesto

graças ao transporte

custeado pelas centrais, promessa

de pagamento (R$ 70

por pessoa) e lanche. Famílias

inteiras aderiram. “Já

ajuda bastante”, contou uma

mulher que que levou mais

três filhos ao protesto e pediu

para não ser identificada.

Os cartazes escritos à mão

que nos protestos juninos se

multiplicaram por expressar

as mais diversas demandas,

anseios e até piadas foram

trocados por faixas personalizadas

com a pauta impressa

dos sindicalistas.

As bandeiras de partidos

políticos, hostilizadas nos

atos do mês passado, voltaram

às ruas. Legendas como

o PMDB se juntaram ao PT,

PC do B, PSTU, PCO e Psol.

Do carros dos som (outra

“novidade”), sindicalistas defilavam

as reivindicações de

suas entidades sem esquecer

de elogiar as lideranças e representantes

partidários.

Comerciantes que em junho

chegaram a vender 200

bandeiras do Brasil em um

único dia, reclamavam da

queda nas vendas. “É outro

público. Hoje é mais de sindicalista.

Vendi só 20 hoje”,

afirmou o ambulante Edson

Assis, de 58 anos.

Pessoas que trabalham na

Paulista, que no mês passado

se acostumaram a se juntar às

multidões depois do expediente,

preferiram observar de longe.

“Em junho, representavam

um desejo de mudança do

país, hoje representam bandeiras”,

afirmou o comerciante

Júlio Azzolini, de 71 anos.

Nem a trilha sonora emplacou.

Toda vez que um grupo

tentava entoar o “sou brasileiro

com muito orgulho e

muito amor”, acabava desistindo

por falta de eco.

No fim, depois de quatro

horas, o que se viu foi um ato

que mais lembrou a celebração

do 1 o de Maio. E quem levou

vinagre para se proteger das

bombas de gás da polícia, teve

de se conformar em usá-lo para

apenas temperar a salada.

HENRIQUE

BEIRANGÊ

METRO SÃO PAULO

Estivadores sequestram

navio no porto de Santos

Estivadores invadem navio | FERD CASAGRANDE/METRO SANTOS

As manifestações em Santos

começaram por volta das 5h

e terminaram com um ato

unificado na praça Mauá ao

meio-dia. Depois, um grupo

de cerca de 50 estivadores invadiu

o navio Maersk La Paz,

atracado no porto. Eles afirmaram

que só saem da embarcação

se a Embraport (Empresa

Brasileira de Terminais

Portuários) contratar funcionários

pela Ogmo (Órgão Gestor

de Mão de Obra) ou ela

deixar o porto.

Os estivadores pegaram

duas lanchas e invadiram o

navio. Seguranças atiraram

para alto para evitar que os

portuários entrassem no cais

do terminal, porém ninguém

ficou ferido. Por volta das 18h

uma liminar expedida pelo

juiz Marcelo Azevedo Chamone,

do TRT da 2ª Região, solicitava

a desocupação de trabalhadores

portuários do navio

e da Embraport (Empresa Brasileira

de Terminais Portuários),

sob pena de multa diária

de R$ 50 mil.

No entanto, o vice-presidente

do sindicato dos Estivadores,

Cesar Rodrigues Alves

afirmou que a liminar

dizia respeito a quem estava

no terminal e não à bordo do

navio. Até o fechamento desta

edição, sindicalistas e empresa

ainda tentavam chegar

num acordo e o navio

permanecia ocupado.

Em nota, a Embraport afirmou

que “respeita manifestações

pacíficas, e repudia atos

de violência, agressão e de invasão

de propriedade privada.

Excessos eventuais ocorridos

do lado de encarregados

de segurança da empresa serão

apurados com rigor e com

a punição de responsáveis, se

for o caso.

Multa

Em nota enviada ontem, a

prefeitura de Santos afirma

que multou a Embraport em

R$ 772,20, no dia 3 de julho,

pelo fato de o terminal entrar

em operação sem ter sido

concedida a Carta de Ocupação

(habite-se). METRO SANTOS


|08| {BRASIL}

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com

Protestos fecham 39

rodovias em 18 Estados

‘Dia de Lutas’. Na Régis Bittencourt, polícia teve de usar gás lacrimogêneo para tirar manifestantes que bloqueavam a estrada

80

é o número de trechos de

rodovias que foram bloqueados

ontem por manifestantes em

todo o país.

Uma série de manifestações

organizadas por centrais

sindicais parou trechos de

39 estradas do país ontem,

no chamado “Dia Nacional

de Lutas”. Ao menos 80 trechos

de rodovias em 18 Estados

foram interditados.

Em São Paulo, as vias Dutra,

Anhanguera, Ayrton Senna,

Anchieta e Régis Bittencourt

tiveram bloqueios.

As interrupções foram

mais intensas no início da

manhã. Em algumas rodovias,

manifestantes chegaram

a queimar pneus e fazer

barricadas.

Além de atos nas estradas,

os manifestantes interditaram

avenidas, bloquearam

pontes e fecharam

portos em diversas cidades.

O transporte público,

a coleta de lixo e os correios

foram afetados em

várias delas. Em ao menos

cinco Estados, as agências

bancárias não abriram

normalmente.

Em algumas rodovias

houve tumulto entre manifestantes

e a Polícia Militar.

No km 279 da Régis

Bittencourt, próximo ao Rodoanel,

um grupo de 300

integrantes do MTST (Movimento

dos Trabalhadores

Sem Teto) bloqueou os

dois sentidos da via. Por volta

das 18h, a polícia usou

bombas de gás lacrimogêneo

para tentar dispersar os

manifestantes e recolheu algumas

bandeiras do grupo.

Segundo organizadores,

o trajeto havia sido combinado

com a Polícia Rodoviária

Federal e seguia pacífico

até a chegada da PM. A manifestação

causou congestionamento

entre o km 283

e o km 279, no sentido São

Paulo.

Em Campinas, um grupo

de moradores que terão

seus imóveis desapropriados

pela ampliação do Aeroporto

Internacional de

Viracopos fechou a rodovia

Miguel Melhado Campos,

que liga o aeroporto a

Vinhedo.

Por volta das 10h30,

quando os cerca de 500 manifestantes

começaram a se

dispersar, algumas pessoas

começaram a atirar pneus

queimados e rojões contra a

PM, que revidou com bombas

de efeito moral e gás lacrimogêneo.

A pista foi liberada

por volta das 11h.

Em Brasília, cerca de 2

mil manifestantes fecharam

as seis faixas da Esplanada

dos Ministérios por 40

minutos e o trânsito precisou

ser desviado. Em seguida,

a marcha seguiu para o

gramado em frente ao Congresso

Nacional.

Os policiais fizeram um

cordão de isolamento em

volta do prédio. O protesto

foi pacífico. Os manifestantes

levaram cartazes pedindo,

principalmente, o fim

do fator previdenciário, a

redução da jornada de trabalho

para 40 horas semanais,

reforma agrária e investimento

de 10% do PIB

em educação e 10% do Orçamento

da União em saúde.

Não foram registrados

confrontos.

No Paraná, integrantes

do MST e de sindicatos protestaram

em rodovias que

cortam o Estado. Eles chegaram

a abrir cancelas em 16

praças de pedágio. Seis pessoas

foram presas. Em Curitiba,

motoristas e cobradores

paralisaram as linhas

de ônibus por duas horas e

meia. Avisados da mobilização,

comerciantes, instituições

públicas e empresas

fecharam as suas portas no

período da tarde. Não houve

confusão.

No centro de Belo Horizonte,

pelo menos 6 mil

pessoas de diferentes grupos

foram à Praça Sete com

diversas reivindicações. O

metrô não funcionou e ao

menos quatro estações de

ônibus da cidade foram paralisadas.

METRO

Sem ônibus, Porto Alegre vira cidade-fantasma

Sem ônibus e com bloqueios de sindicalistas nos principais acessos da cidade, moradores de

Porto Alegre (RS) tiveram uma quinta-feira com movimento menor do que em um domingo ou

feriado. Levantamento do site MapLink mostrou que a capital gaúcha teve 27 km de lentidão. No

mesmo dia e hora da semana anterior, eram 55. | GABRIELA DI BELLA/METRO

DIA NACIONAL DE LUTAS

Veja os principais bloqueios pelo país

AMAZONAS

Em Manaus, 40% dos ônibus

pararam e ao menos quatro

avenidas foram bloqueadas

80

trechos de

rodovias foram

bloqueados em

18 Estados

MATO GROSSO

Ao menos cinco rodovias

foram paralisadas

AM

DISTRITO FEDERAL

Em Brasília, seis faixas da Esplanada dos

Ministérios foram bloqueadas

RIO GRANDE DO SUL

20 pontos das principais rodovias tiveram

bloqueios e um policial morreu atropelado

AC

PARANÁ

Ao menos três rodovias foram

bloqueadas na Região

Metropolitana de Curitiba

SANTA CATARINA

Manifestantes impediram

ônibus de entrarem em

terminais, em Florianópolis

A manifestação convocada

por centrais sindicais no Dia

Nacional de Lutas, ontem,

reuniu cerca de 5 mil pessoas

no Rio de Janeiro, e teve

confusão logo no início.

Ainda na avenida Presidente

Vargas, por volta das

15h, na esquina com a Rio

Branco, um homem foi detido

por policiais e arrastado

até a Candelária. Segundo

os PMs, o manifestante foi

detido após ter sido flagrado

jogando uma pedra paraquebrar

o vidro de uma janela

da igreja.

No início da noite, policiais

da Tropa de Choque

RO

RR

CEARÁ

Ao menos duas rodovias foram

fechadas por sindicatos e

trabalhadores sem terra

MT

MS

PA

RS

AP

PR

GO

SC

TO

SP

MA

MG

fizeram um cerco na praça

da Cinelândia, onde um

grupo de aproximadamente

100 manifestantes ocupava

as escadarias da Câmara

Municipal.

A PM chegou a usar o jatos

d’água para dispersar o

grupo. De acordo com a assessoria

da PM, dez pessoas

foram presas e dois menores,

detidos. Um policial foi

ferido na cabeça.

Nos carros de som, os

sindicalistas falavam que

não aceitavam os mascarados

e que eles não os

representavam.

Uma confusão entre os

RJ

PI

BA

ES

CE

PERNAMBUCO

Complexo de Suape

foi paralisado

RN

PB

PE

AL

SE

PARAÍBA

Ao menos quatro

rodovias foram

bloqueadas. Terminais

de ônibus foram

interditados

ALAGOAS

Acesso ao aeroporto de

Alagoas foi bloqueado

ESPÍRITO SANTO

Pontes foram parcialmente

bloqueadas e ônibus

não funcionaram

RIO DE JANEIRO

Pontes foram bloqueadas e

a BR-463 foi ocupada por

manifestantes

MINAS GERAIS

Belo Horizonte - Piquetes

impediram funcionamento

de ônibus e metrô

SÃO PAULO

Dutra, Anhanguera, Ayrton Senna, Anchieta

e Régis Bittencourt foram bloqueadas

Manifestantes entram em

confronto com PM no Rio

manifestantes e o grupo de

mascarados provocou a reação

dos policiais, que reagiram

jogando bombas de gás

lacrimogêneo e de efeito

moral. Pedras foram jogadas

em carros de som.

Uma cabine da PM, agências

bancárias e pontos de

ônibus foram apedrejados

No Palácio Guanabara,

sede do Governo do Estado,

um outro o ato, com cerca

de 500 pessoas, protestava

contra o governador Sérgio

Cabral. No local, a Tropa de

Choque da PM montou uma

barreira e houve mais confrontos.

METRO RIO


|10| {BRASIL}

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com

Política

CLÁUDIO

HUMBERTO

CLAUDIO.HUMBERTO

@METROJORNAL.COM.BR

ESPIONAGEM: EUA MAN-

TÊM CENTRAL EM BRASÍLIA.

O O governo dos Estados

Unidos instalou há vários

anos uma central de comunicações

em discreto

edifício comercial no Setor

de Mansões Dom Bosco,

no Lago Sul, em Brasília,

agora sob suspeita de

ter sido utilizada na espionagem

a brasileiros revelada

por Edward Snowden,

ex-agente da NSA, Agência

de Segurança Nacional do

governo dos EUA. A central

foi localizada pelo portal

DiariodoPoder.com.br.

Edward Snowden | REUTERS/

EWEN MACASKILL/THE GUARDIAN/HANDOUT

INSTALAÇÕES. A central de

comunicações dos EUA é

protegida com grades no

comércio local. Vizinhos

dizem ter visto “muitas

máquinas” por lá.

ARAPONGAGEM. No Lago

Sul funciona, segundo

Hector Torres, o Information

Programs Officer

da Embaixada (IPO), que

pode ser braço de arapongagem.

PSD QUER ATRAIR SERRA

PARA DISPUTAR EM 2014.

Animado com pesquisas

de intenção de voto

que o colocaram à frente

do desafeto tucano Aécio

Neves (MG), José Serra

(PSDB-SP) estreitou ainda

mais os laços com o presidente

do PSD, Gilberto

Kassab. O ex-governador

vê no PSD a possibilidade

de ter mais tempo de

TV do que lhe permitiria

Autor de algumas das melhores

frases da história

recente da política brasileira,

o saudoso ex-ministro

da Justiça Fernando Lyra

considerava memorável

a reação do ex-senador e

PODER SEM PUDOR

Vaia é aplauso

COM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROS

WWW.CLAUDIOHUMBERTO.COM.BR

“É JOGAR A

FALÊNCIA DO

GOVERNO

DILMA NAS

COSTAS DO

CONGRESSO.”

DEPUTADO RONALDO CAIADO (DEM-GO)

SOBRE A “COBRANÇA” DAS RUAS AO

PARLAMENTO

o PPS numa eventual disputa

pela Presidência em

2014. Segundo liderança

do PSD, Serra e Kassab

têm se falado como nunca.

HUMILHANTE. Segundo tucanos,

a principal preocupação

do senador Aécio

Neves já não é disputar

contra Dilma em 2014,

mas não perder para José

Serra.

JOGO DUPLO. De olho em

obter apoio na eleição

ao governo de São Paulo,

Gilberto Kassab afaga

Serra enquanto assedia o

PT de Dilma Rousseff.

ARREPENDIMENTO. O senador

Pedro Simon (PMDB-

-RS) contou em entrevista

que se arrependera de

lançar o ex-governador

gaúcho Antonio Britto,

então ministro da Previdência,

para a sucessão

de Itamar Franco. “Britto

seria um fiasco”, reconheceu

o velho senador,

em rara bangornada.

ex-ministro Roberto Campos,

ao ser tremendamente

vaiado após uma palestra,

no Rio de Janeiro:

- A vaia é o aplauso

daqueles que não

concordaram.

Com 10 vetos, Dilma

sanciona Ato Médico

Saúde. Presidente vetou mudanças que poderiam prejudicar programas do SUS. Entidades

que representam médicos fazem críticas e afirmam que a proposta foi descaracterizada

A presidente Dilma Rousseff

sancionou ontem a lei

que regulamenta a prática

de medicina provocando

um novo desgaste do

governo com os médicos.

A categoria já está insatisfeita

com a possibilidade de

contratação de estrangeiros

e com a reformulação na

formação dos profissionais.

A lei do Ato Médico foi

aprovada pelo Congresso

após 11 anos de discussão,

mas recebeu 10 vetos e entrará

em vigor em 60 dias.

A principal queixa é a

derrubada do artigo 4º, que

tornava exclusiva dos médicos

a prescrição de medicamentos,

o diagnóstico

de doenças e a aplicação

de injeções. Esses pontos

foram alvo de protestos

de 13 categorias ligadas à

área de saúde, como psicólogos,

fisioterapeutas e enfermeiros,

que acusavam a

lei de interfência em suas

atividades.

“Atinge o coração da

lei. Abre margem para o

charlatanismo”, protestou

o presidente da Fenam

(Federação Nacional

dos Médicos), Geraldo Ferreira.

“O que sobrou da lei

não nos interessa.” A preocupação

do governo foi

um possível comprometimento

de políticas públicas,

como campanhas

de vacinação ou programas

de combate a malária,

tuberculose, hanseníase

e doenças sexualmente

transmissíveis.

Greve

Em resposta à sanção parcial

da lei do Ato Médico

e da criação do Programa

‘Mais Médicos’, a categoria

promete fazer paralisações

a partir da próxima

segunda-feira.

Caso os médicos não sejam

chamados para negociar

mudanças, os médicos

prometem fazer

greve. “Foram duas pauladas.

A categoria foi

atingida de uma forma

brutal”, reclamou o

presidente da Fenam.

METRO BRASÍLIA

Senado pede lista de

voos da FAB desde 2002

ATO MÉDICO

Veja abaixo como ficou a lista de responsabilidade

sobre os principais procedimentos

ATIVIDADE PRIVATIVA

DOS MÉDICOS

Indicação e execução da

intervenção cirúrgica e prescrição

dos cuidados pré e

pós-operatórios

Indicação e execução de

procedimentos invasivos, sejam

diagnósticos, terapêuticos ou

estéticos, incluindo as biópsias e

as endoscopias

Intubação traqueal

Execução de sedação profunda,

bloqueios anestésicos e

anestesia geral

Atendimento à pessoa sob risco de

morte iminente

Ensino de disciplinas

especificamente médica

Coordenação dos cursos de

graduação em Medicina, dos

programas de residência médica e

dos cursos de pós-graduação

específicos para médicos

O Senado pediu ontem ao

Ministério da Defesa a lista

de todas as autoridades

e de acompanhantes que

usaram aviões da FAB (Força

Aérea Brasileira) nos últimos

11 anos. O requerimento

visa averiguar se o direito

está sendo extrapolado.

O requerimento é de autoria

do senador Aloysio Nunes,

líder do PSDB no Senado,

e foi aprovado por

unanimidade pela Mesa. No

mês passado, os presidentes

da Câmara, deputado Henrique

Eduardo Alves (PMDB-

-RN), e do Senado, Renan

Calheiros (PMDB-AL), e o ministro

da Previdência, Garibaldi

Alves, levaram parentes

e amigos em voos da FAB

para assistir jogos do Brasil

na Copa das Confederações

e compromissos particulares.

Os três se comprometeram

a ressarcir os cofres

públicos.

Na lista, deverão constar,

além da lista de passageiros,

a origem e o destino e o horário

dos voos. METRO BRASÍLIA

Consultas e respectivas

prescrições terapêuticas

Análise de biópsias e exames

citopatológicos

Diagnósticos psicológico,

nutricional e socioambiental

Avaliações comportamentais,

sensoriais e psicomotoras

Indicação do uso de órteses e

próteses, prescrição de lentes

de contatos e de próteses

oftalmológicas

Renan Calheiros

| REUTERS/JAMIL BITTARA

PODERÃO SER EXERCIDOS POR

OUTROS PROFISSIONAIS DE SAÚDE

Injeção, sucção,

punção, insuflação,

drenagem, instilação

ou enxertia, com ou

sem o uso de agentes

químicos ou físicos

Aplicação de injeções

subcutâneas,

intramusculares e

intravenosas seguindo

a prescrição médica

Cateterizações de

acordo com a

prescrição médica

Direção e chefia de

serviços médicos

STOCKXCHNG

“A sanção do texto do

Congresso colocaria em

risco políticas da área de

saúde, além do risco de

judicializar a matéria.”

PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF

Vetos. Novo

sistema de

votação é

aprovado

O Congresso Nacional aprovou

ontem um novo sistema

de votação dos vetos

presidenciais.

Segundo o modelo, todos

os vetos feitos pela presidente

Dilma Rousseff a partir

de 1º de julho deste ano deverão

ser analisados até 30

dias. Se isso não ocorrer, o

Congresso ficará com a pauta

trancada até a sua apreciação.

A análise desses vetos

começa em agosto. METRO


|12| {ECONOMIA}

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com

Defeito. Recalls

atingem 12,9 mil

cadeiras de bebê

As marcas de produtos infantis

Chicco e Burigotto

anunciaram um recall da

fivela do cinto de segurança

de cadeiras de bebê para

automóveis em razão do

risco de abertura do fecho

em caso de batida e eventual

desprendimento da

criança do dispositivo. Segundo

a Burigotto, a campanha

abrange 5.122 produtos.

O recall da Chicco

envolve 7.842 unidades.

A campanha envolve o

modelo Auto-Fix, da Chicco,

com o dispositivo “Daphne

0” e comercializadas entre

1º de janeiro de 2010 e 16 de

maio de 2013. No caso da Burigotto,

fazem parte da campanha

de recall os modelos

Burigotto Neonato, Peg-Pérego

Tri-Fix K e Navetta XL,

fabricadas entre janeiro de

2010 e maio de 2013.

No caso da Chicco, mais

informações podem ser obtidas

por meio do 0800

2000210 ou pelo site www.

chicco.com.br. A Burigotto

coloca à disposição o 0800

770 2298 e o site www.burigotto.com.br.

METRO

Senado aprova

lei de doméstica

Regulamentação. Texto segue agora para análise da Câmara dos

Deputados. Empregador terá 120 dias para se adaptar às regras

Após três meses em tramitação,

o Senado aprovou ontem,

por unanimidade, projeto

que regulamenta os

direitos dos empregados domésticos

no país. O texto

do relator senador Romero

Jucá (PMDB-RR) ainda precisa

passar por votação na

Câmara e sanção da presidente

Dilma Rousseff. Os

empregadores terão 120

dias, a partir da publicação

do texto, para se adaptar às

novas regras.

O projeto fixou em 11,2%

a alíquota do FGTS dos empregados

domésticos, dos

quais 3,2% serão recolhidos

para serem usados quando

o empregado for dispensado

sem motivo justificável. Por

outro lado, a contribuição

patronal do INSS foi reduzida

de 12% para 8%. Além disso,

os patrões terão de pagar

Proposta de Jucá é aprovada após

3 meses de tramitação | JOSE CRUZ/ABR

0,8% de seguro para acidente

de trabalho.

Quando houver demissão

por justa causa, licença, morte

ou aposentadoria, o valor

referente aos 3,2% é revertido

para o empregador.

O trabalhador terá que cumprir

aviso prévio de 30 dias e,

no caso de descumprimento

do aviso em função de um

novo emprego, o empregador

ficará autorizado a descontar

a quantia nas verbas

rescisórias.

A proposta cria o Redom,

um programa de refinanciamento

de dívidas de empregadores

com o INSS. Quem

tiver um empregado sem

carteira assinada, terá condições

facilitadas de quitar

a dívida em renegociações

com a Previdência.

Em plenário, foram apresentadas

mais emendas,

Uma delas estabelece que

o empregado não será responsável

por despesas de

alimentação quando estiver

acompanhando os patrões

em viagens. Outra determina

que, nessas viagens,

a hora de trabalho será 25%

maior, podendo ser convertida

em banco de horas a critério

do empregado. METRO

Mercados. Bolsa sobe 2,5%

e dólar fecha em queda

A Bovespa aproveitou o bom

humor externo para corrigir

parte das fortes perdas

recentes, diante da sinalização

de que o banco central

norte-americano não reduzirá

seu programa de estímulo

monetário tão cedo

quanto analistas previam.

O Ibovespa fechou ontem

em alta de 2,51%, a

46.626 pontos. A Petrobras

subiu mais de 7%, puxando

a valorização.

Tarifa de embarque internacional

será de R$ 29,38 | MARCELO CAMARGO/ABR

Já o dólar fechou em queda

de 0,61%, a R$ 2,2591 na

venda. A alta da taxa básica

de juros brasileira, definida

na noite da véspera pelo

Banco Central, contribuiu

para manter a atratividade

da moeda brasileira.

Na semana, a moeda está

praticamente estável, com

queda de 0,02%. No mês de

julho há alta acumulada de

1,23% e no ano, a valorização

é de 10,49%. METRO

Aviação. Tarifa

aeroportuária

ficará mais cara

As tarifas aeroportuárias de

Cumbica, em Guarulhos, e

Viracopos, em Campinas,

serão reajustadas em 6,7%.

A tarifa de embarque doméstico

chega ao valor de

R$ 16,59 e a de embarque

internacional a R$ 29,38. Os

novos valores entrarão em

vigor em 30 dias. METRO


|14| {ECONOMIA}

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com

COMPARE Taxa mensal em julho

BANCO EMPRÉSTIMO CHEQUE

BANCO DO BRASIL

BRADESCO

CAIXA ECONÔMICA

HSBC

ITAÚ

SAFRA

SANTANDER

FONTE: PROCON-SP

4,32%

6,19%

3,51%

5,77%

6,02%

4,90%

5,91%

5,80%

8,82%

4,27%

9,82%

8,75%

8,25%

9,95%

Juros. No cheque especial,

taxa chega a 150% ao ano

Em um cenário de alta dos juros,

o consumidor deve ser

cauteloso ao tomar um empréstimo.

A taxa média de

juro no cheque especial, em

um ano, chegou a 150,46%

em julho. No empréstimo

pessoal, o juro médio ficou

em 84,39%, segundo pesquisa

realizada pelo Procon-SP.

A maior taxa do cheque

especial é oferecida pelo

Santander, de 9,95% ao mês.

A Caixa cobra o menor juro

na modalidade, de 4,27%

ao mês. No empréstimo pessoal,

a maior taxa é a do Bradesco

(6,19% ao mês) e a menor,

a da Caixa (3,51% ao

mês).

A taxa média nas duas modalidades

apresentaram leve

alta em julho. No empréstimo

pessoal, a taxa foi de

5,23% ao mês, superior à registrada

em junho, de 5,22%

ao mês. No cheque especial,

o juro médio foi de 7,95% ao

mês, ante 7,93% em junho.

Na última quarta-feira, o

Comitê de Política Monetária

elevou a taxa básica de juros,

a Selic, de 8% para 8,5% ao

ano. Foi a terceira alta seguida,

o que pode encarecer os

empréstimos. METRO

Custo de pacote bancário

sobe acima da inflação

Seu bolso. Serviços de menor valor tiveram

alta de 61% em cinco anos, segundo o Idec

Os preços dos pacotes de

tarifas dos seis maiores

bancos do país tiveram

reajustes superiores à inflação.

Entre os pacotes

mais econômicos o aumento

de 2008 para 2013 foi

em média de 61%, enquanto

os pacotes de maior valor

ficaram 49% mais caros.

No mesmo período, o IPCA

(Índice de Preços ao Consumidor

Amplo) acumulou

alta de 32,34%.

Os dados são de uma

pesquisa realizada pelo

Idec (Instituto de Defesa

do Consumidor) com

Banco do Brasil, Bradesco,

Caixa Econômica Federal,

HSBC, Itaú e Santander).

O Idec constatou que o número

de pacotes disponíveis

mais do que dobrou

em relação a 2008: passou

de 35 para 78.

Os bancos ofertavam

em média seis pacotes em

maio de 2008, incluindo

universitários e contas eletrônicas,

o preço médio

dos pacotes básicos com

menor quantidade de serviços

era de R$ 9,57 e o pacote

com maior valor médio

custava R$ 30,53.

Em 2013 o preço médio

do pacote com menor

quantidade de serviço foi

de R$ 15,37 e o preço médio

para o pacote com mais

serviços foi de R$ 45,40.

Entre os 14 pacotes que

sobreviveram no período,

6 tiveram aumentos entre

38% e 111%, de acordo

com a pesquisa realizada

pelo Idec. O pacote universitário

da Caixa e do HSBC

foram os únicos que sofreram

redução de 14% e 21%,

respectivamente. METRO

ACIMA DA INFLAÇÃO

Reajustes entre 2008 e 2013

COMPARATIVO DO PREÇO DOS PACOTES EM CINCO ANOS

BANCOS

BANCO DO BRASIL

BRADESCO

CAIXA

HSBC

ITAÚ

SANTANDER

MÉDIA

VALOR VARIAÇÃO

MÍNIMO

R$ 11,90 32%

R$ 14,00 65%

R$ 12,80 71%

R$ 19,50 30%

R$ 14,10 66%

R$ 19,90 124%

R$ 15,37 61%

PACOTES QUE FORAM REAJUSTADOS

VALOR

MÁXIMO

R$ 38,00

R$ 35,90

R$ 24,00

R$ 59,50

R$ 50,00

R$ 65,00

R$ 45,40

IPCA

no período

32,34%

VARIAÇÃO

9%

71%

12%

38%

153%

52%

49%

BANCO PACOTE VALOR* VAR.** BANCO PACOTE VALOR* VAR.**

Bradesco Universitária 4,00 33% HSBC Universitária 3,95 -21%

Cesta Básica 14,00 65%

HSBC Premier Básico 48,50 28%

Cesta Fácil 19,00 111%

HSBC Premier 59,50 38%

Cesta Completa 27,30 30% Itaú Maxconta Econômica 14,10 66%

Caixa Fácil Caixa 12,80 71%

Maxconta Simples 19,50 56%

Super Caixa 15,00 20%

Maxiconta Total 27,50 39%

Especial Caixa 24,00 12% FONTE: IDEC *EM R$ **VARIAÇÃO EM 5 ANOS

Universitária 3,45 -14%


|16| {MUNDO}

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com

Papa Francisco endurece

penas contra pedofilia

Reforma. Decreto do pontífice amplia a lei penal do Vaticano e prevê a colaboração com outros países em investigações sobre lavagem de dinheiro

Em uma das reformas mais

significativas nas leis do Vaticano,

o papa Francisco criminalizou

os abusos sexuais

contra menores dentro do

Estado e estipulou uma pena

de até 12 anos de prisão

para os agressores. Trata-se

da medida concreta mais

importante para o combate

à pedofilia desde o início do

pontificado.

Em um decreto intitulado

Motu Proprio (que só pode

ser feito por papas), Francisco

endureceu, ainda, as

leis contra corrupção e a lavagem

de dinheiro. Pessoas

que vazarem informações

sigilosas da Santa Sé também

estarão sujeitas à consequências

mais severas.

Francisco, que ocupou,

em março, a cadeira do papa

emérito Bento 16, herdou a

administração de uma série

de escândalos. Além de lidar

“A evolução da

sociedade, da economia

e do fenômeno da

globalização tem

mostrado que há uma

necessidade de prever

novas situações.”

GIUSEPPE DALLA TORRE,

PRESIDENTE DO TRIBUNAL DO VATICANO

com os casos de pedofilia, o

papa precisa dar respostas

sobre as frequentes denúncias

que atingem o banco

do Vaticano, uma das instituições

financeiras mais secretas

do mundo.

De acordo com a Santa

Sé, as reformas divulgadas

ontem harmonizam as leis

locais com o direito internacional,

no que se refere

à proteção de crianças, aos

crimes de guerra e ao terrorismo.

Na quarta-feira, a

ONU (Organização das Nações

Unidas) anunciou que

cobraria do Vaticano explicações

sobre os abusos de

menores.

Surpresa

A Snap, uma rede de atendimento

a vítimas de abusos

cometidos por religiosos,

disse ter ficado impressionada

com a iniciativa do papa

Francisco. Ainda assim,

“no mundo real, isso não

muda praticamente nada.”

Como o Vaticano tem

0,44 quilômetros quadrados,

a aplicação das novas

regras será muito restrita.

A Snap pediu que a Igreja

se concentre no respeito às

leis seculares sobre o abuso

de crianças e adolescentes e

que puna os bispos que acobertaram

casos. METRO

O cardeal Jorge Mario Bergoglio celebra missa, no último fim de semana | TONY GENTILE/REUTERS

Sepultadas 409 vítimas de Srebrenica

Após 18 anos do massacre de Srebrenica, no qual 8 mil muçulmanos foram assassinados, os

restos mortais de 409 vítimas foram enterrados. Ainda ontem, o Tribunal Penal Internacional

anulou o indeferimento de uma acusação de genocídio contra o ex-comandante sérvio Radovan

Karadzic. Ele volta agora a responder por duas acusações de genocídio | DADO RUVIC/REUTERS

No Senado. Ministro diz que

EUA acessaram conversas

Em depoimento à Comissão

de Relações Exteriores do

Senado, o ministro das Comunicações,

Paulo Bernardo,

disse estar convencido de

que os Estados Unidos acessaram

o conteúdo de e-mails e

ligações telefônicas do Brasil.

“Se você tem os dados resumidos,

é evidente que você

tem de ter esses dados. Fiquei

convencido que o conteúdo é

recolhido com todas as informações,

pois não há como selecionar

e gravar depois.”

Bernardo também contou

que a presidente Dilma

Rousseff não usa telefones

criptografados para falar

com sua equipe. “Ela liga no

telefone normal.”

Bernardo: Dilma não usa telefone

criptografado | AGÊNCIA BRASIL

O ministro falou à comissão

por conta da denúncia

de que os EUA monitoram

dados de cidadãos brasileiros.

O embaixador americano

no Brasil teria reconhecido

apenas a coleta de dados

na internet. METRO

Microsoft colaborou com a

NSA, revela ‘The Guadian’

A Microsoft colaborou estreitamente

com a espionagem

conduzida pela NSA (sigla

em inglês para Agência

Nacional de Segurança). De

acordo com o jornal britânico

“The Guardian”, a empresa

teria, inclusive, ajudado o

serviço secreto americano a

burlar criptografia.

O monitoramento teria

ocorrido no OutLook, no Hotmail

e em ligações feitas via

Skype. Em nota, a companhia

disse que só facilita o acesso a

dados “em resposta às exigências

do governo sobre contas

específicas.” METRO

Canadá

50 mortos em

acidente de trem

Autoridades do Quebéc,

no Canadá, revisaram o

número de mortos em

um acidente de trem de

15 para 50. A polícia passou

a considerar vítimas

fatais as dezenas de desaparecidos

no choque.

A composição, carregada

de petróleo bruto,

descarrilou e atingiu vários

prédios do centro de

uma pequena cidade, no

último sábado. METRO

Egito

ONU preocupada

com prisões

O secretário-geral da

ONU (Organização das

Nações Unidas), Ban Ki-

-moon, expressou preocupação

com as ordens de

prisão emitidas pelo Ministério

Público egípcio

contra membros da Irmandade

Muçulmana. Os

EUA também criticaram

as detenções. “Se prisões

políticas continuarem,

é difícil ver como o Egito

vai sair da crise”, disse

um porta-voz. METRO


|18| {MUNDO}

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com

Latinos preparam moção

de repúdio à espionagem

Mercosul. Países do bloco devem condenar os EUA pelo monitoramento de dados

dos cidadãos. Líderes também analisarão ingresso da Bolívia e do Equador no grupo

Os chefes de Estado de países

do Mercosul devem fazer

hoje uma declaração de repúdio

à espionagem praticada

pelos Estados Unidos na

região. Eles se reúnem em

Montevidéu, no Uruguai, para

uma cúpula do Mercosul.

A fúria dos latinos foi

desencadeada pela revelação

de documentos sigilosos

obtidos pelo americano

Edward Snowden. O material,

publicado no jornal “O

Globo”, revelou o monitoramento

de dados pessoais

de cidadãos, sem o conhecimento

dos governos.

O ministro de Relações

Exteriores da Venezuela,

Elías Jaua, afirmou que haverá

também uma condenação

à “ofensa” contra o presidente

boliviano, Evo Morales.

Chanceleres posam para foto antes da reunião preparatória | ANDRES STAPFF/REUTERS

O avião de Morales foi

obrigado a fazer um desvio

após ser impedido de sobrevoar

quatro países europeus.

Havia a suspeita de que

Snowden estava a bordo.

Jaua participou ontem, ao

lado dos chanceleres do Uruguai,

Luis Almagro, do Brasil,

Antonio Patriota, e da Argentina,

Héctor Timerman,

de uma reunião preparatória

para a cúpula de hoje. A

presidente Dilma Rousseff

seguiu para Montevidéu na

noite de ontem.

Nova presidência

Durante a cúpula, o Uruguai

passará para a Venezuela,

a mais nova integrante do

Mercosul, a presidência pró-

-tempore do bloco. A atribuição

fica com os venezuelanos

até dezembro.

Dilma e os colegas latino-

-americanos também devem

discutir a possível entrada de

Equador e Bolívia como membros

plenos do Mercosul. Outro

assunto será a volta do

Paraguai, suspenso desde o

impeachment do ex-presidente

Fernando Lugo. METRO

Volta do Paraguai

‘Há disposição

dos sócios

do bloco’

Um dos temas mais espinhosos

da cúpula do Mercosul

será a reincorporação

do Paraguai ao bloco.

O país foi suspenso em junho

do ano passado, como

punição pelo processo de

impeachment sumário imposto

ao ex-presidente Fernando

Lugo.

O chanceler uruguaio,

Luis Almagro, disse que

“existe a melhor disposição

dos sócios do Mercosul” para

o retorno. “Estamos trabalhando

no projeto de decisão”,

garantiu. A ideia é

que a volta seja concretizada

em 15 de agosto, quando

o presidente eleito do

Paraguai, Horacio Cartes,

assume o cargo.

O processo, entretanto,

não deve ser simples. Cartes

disse, recentemente,

que só voltará ao Mercosul

se seu país tomar conta da

presidência pró-tempore.

Pelas regras do bloco, que

seguem a ordem alfabética

das nações, o Paraguai assumiria

desta vez, e não a

Venezuela.

“Insisto que este é o caminho

para dar legitimidade

ao Mercosul. Nós temos

dado tudo de nossa parte e

estamos abertos a escutar

qualquer outra ideia, mas

com esse requisito”, disse

Cartes, em uma entrevista

no fim de junho. METRO


+

MODA

|20| {MODA}

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com

Estilo.

A elegância da tradicional

marca Brooks Brothers, fundada em

1818, recria o estilo anos 1920 dos Estados

Unidos, que fará as garotas desmaiarem com as roupas inspiradas no figurino do filme de Baz Luhrmann

O vestuário masculino de

‘O GRANDE GATSBY’

Um filme não pode ser considerado

de moda se não tiver uma

grife responsável pelo figurino.

A Brooks Brothers leva os looks

masculinos da tela para a loja,

com uma coleção inspirada em

“O Grand Gatsby”.

Isso mesmo! O que significa que

é possível ter o guarda-roupa inteiro

anos 1920 de Jay Gatsby. “A Brooks

Brothers foi mencionada várias vezes,

com distinção, nas anotações

de Fitzgerald como a fornecedora,

com distinção, de roupas finas para

o homem americano”, disse, em

um comunicado, Catherine Martins,

a figurinista por trás de um guarda-

-roupa de 500 peças do filme.

A coleção “O Grande Gatsby” traz

ternos, camisas, gravatas, casacos e

roupas formais, em uma interpretação

dos looks do filme, em vez de

uma cópia fiel das roupas da época.

Apesar de tudo, nenhum homem

quer andar por aí com algo que não

é nada além de uma fantasia. Entretanto,

os anos 1920 significavam

champagne e a busca do prazer, e estas

roupas captam bem este estilo.

Pegue, por exemplo, o terno branco

feito sob medida, com um lenço

amarelo no bolso e sapato bicolor.

Você há de convir – é um senhor visual.

Embora, na nossa opinião, um

cardigã verde garrafa (como visto no

filme) será o campeão de vendas.

RICHARD

PECKETT

METRO INTERNACIONAL

No Brasil

A coleção da Brooks

Brothers pode ser

adquirida no site

da marca e entregue

no Brasil. METRO

Leonardo DiCaprio

Vida imita

a arte

Ator veste nas telas

peças que você pode

usar no seu dia a dia.

Charmoso: jaqueta

listada, gravata

borboleta, calça

e sapato branco

Dandi: terno branco,

com colete, sapato

bicolor e bengala

Gala: total look preto,

terno, colete, gravata

borboleta e sapatos

Esporte: cardigã

verde, calça e

sapato bicolor


|22| {TURISMO}

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com

País de 3,4 milhões de habitantes

é um pouco menor

que o Rio Grande do Sul,

o Uruguai ganha cada vez

mais cores, sotaques e idiomas

diferentes. Os diversos

destinos que mesclam o luxo

das mansões de Punta

del Este à história conservada

na arquitetura de Colônia

do Sacramento e da capital

Montevidéu.

Ao todo, 426.315 pessoas

deixaram o Brasil para fazer

turismo no vizinho Uruguai

em 2011. O dado coloca

o país como o terceiro destino

preferido dos brasileiros,

segundo o Ministério do Turismo,

computando um aumento

de 115% em relação a

2005, quando o Uruguai era

apenas o sétimo destino do

ranking. “Nossos produtos

turísticos são variados. Temos

belas praias, mas, sem

dúvida, a arquitetura e a cultura

se encontram aqui”,

avalia a ministra do Turismo

e Esporte do Uruguai, Liliam

Kechichián. METRO POA

Mais perto. País é o terceiro destino

dos brasileiros no exterior

Os mais visitados

Confira os destinos prediletos

dos brasileiros segundo

estudo do Ministério do

Turimo realizado em 2011:

1 0 Estados Unidos

2 0 Argentina

3 0 Uruguai

4 0 França

5 0 Portugal

“Nossos produtos

turísticos são variados.

Temos belas praias,

mas, sem dúvida, a

arquitetura e a cultura

se encontram aqui.”

LILIAM KECHICHIÁN, MINISTRA DO

TURISMO E ESPORTE DO URUGUAI

Monumento Los Dedos

é atração em Punta del Este

URUG

A capacidade do teatro é de 1.250 pessoas sentadas

Cultura. Teatro Solís: arte

uruguaia conservada

Inaugurado em Montevidéu

em 1856 pelo então

presidente Gabriel Antonio

Pereira, o Teatro Solís

é um dos destinos prediletos

dos turistas. A histórica

edificação, reformada

diversas vezes, é administrada

pela prefeitura,

que organiza visitas guiadas

todos os dias, exceto

às segundas-feiras. A visita

com guia falando português

custa 50 pesos uruguaios,

cerca de R$ 5, e

em espanhol a metade do

preço. O teatro segue sendo

utilizado para receber

peças.

METRO POA

Uruguaios se orgulham do Tango, dança típica no país

Danças.

Uma noite

de Tango e

Candomblé

Engana-se quem pensa que

o tango é especialidade única

dos argentinos. A dança,

de compassos marcantes

que remetem ao sofrimento,

também é popular no

Uruguai. Na capital Montevidéu,

há diversos bares e

restaurantes com apresentações

de tango.

O restaurante El Milongón

é o ponto mais indicado

por guias aos que desejam

ver as danças típicas

do país. Além de pratos típicos

da culinária uruguaia,

o estabelecimento oferece

shows de tango e candomblé

– manifestação cultural

afro-montevideana.

METRO POA


SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com {TURISMO} |22|◊◊ |23|◊◊

FOTOS: GABRIELA DI BELLA/METRO

Não perca

1

2

UAI

Punta del Este. A praia

do glamour e das festas

Arquitetura colonial é preservada na simpática cidade | MAICON BOCK/METRO

Colônia. Um canto

português no Uruguai

Colônia do Sacramento, de

apenas 25 mil habitantes,

fica pequena para o número

de turistas que recebe. O

município fundado por portugueses

em 1680 é uma opção

de calmaria para quem

procura uma visita marcada

por história e boa comida.

Nada aconselhável a quem

procura agitação.

Fica a duas horas de ônibus

de Montevidéu e é um

bom destino para partir em

direção a Buenos Aires. Há

pelo menos duas empresas

que fazem a travessia pelo

Rio da Prata até a capital

argentina, em uma hora de

viagem. METRO POA

Prédios de luxo são a marca de Punta del Este

Badalação, glamour e agito

refletidos em mansões, carros

importados e festas. Assim

pode se definir Punta

del Este, praia mais afamada

do Uruguai e destino da alta

sociedade sul-americana.

Os preços das lojas, que

oferecem uma ampla gama

de produtos de grifes famosas

e dos restaurantes, é

condizente com a fama da

cidade, principalmente durante

o verão.

A distância entre Punta

del Este e Montevidéu é

de 130 km, em uma estrada

bem sinalizada e sem

buracos.

METRO POA

4

1Cidade verde. Praças e parques

A praça do Entrevero (foto) é uma das áreas arborizadas

da capital uruguaia. Bem como os parques

El Prado e Parque Batlle.

2Transporte. Turismo de ônibus

É possível conhecer os principais pontos turísticos

de Montevidéu sem pagar muito ou se cansar em

intermináveis caminhadas. Um passe único dos ônibus

na cidade é de 18 pesos uruguaios, o equivalente

a R$ 2. O passe que permite uso livre em duas horas

custa 20 pesos, cerca de R$ 2,20.

3Nas alturas. Palácio Salvo,

um gigante histórico

3

Com 97 metros de altura, o Palácio Salvo, localizado

na praça Independência, centro da capital, foi por

muito anos o prédio mais alto da América do Sul. Hoje

é cenário das fotos de turistas.

4Cassinos. Proibição brasileira,

tentação uruguaia

No Brasil são proibidos, mas no Uruguai fazem o

maior sucesso. Os cassinos são uma marca do turismo

uruguaio. Em Montevidéu os mais luxuosos são o Casino

Parque Hotel, o Maroñas Entertainment e o cassino

localizado no interior do Radisson Victoria Plaza (foto).


|24|

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com


SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com {} |25|◊◊


|26| COMPORTAMENTO

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com

Para todos os gostos. Vídeos amadores de sexo bombam na internet. Ex-bibliotecária e atual

musa pornô diz que pessoas gostam de assistir a garotas comuns porque se identificam

O QUE É SEXY

NERDS

PORNÔ DOS

Ela Darling

ganhou espaço no pornô

HERÓIS

Sheldon Cooper, personagem

da série “The Big

Bang Theory” e atual ídolo

nerd, não se interessa

por sexo. Parece só um estereótipo,

ou a produtora

norte-americana Vivid

Entertainment, especializada

em paródias pornôs e

criadora de clássicos como

“Batman XXX: A Porn Parody”

e “Star Wars XXX”,

não estaria fazendo tanto

sucesso ao desnudar o cavaleiro

das trevas e também

Luke Skywalker.

Apesar de parecer brincadeira,

o investimento em

paródias eróticas do gênero

é cada vez maior. Produtoras

como a Vivid reproduzem

com bastante

fidelidade os cenários originais

dos filmes, o que

exige um orçamento milionário.

Mas elas também

ganham alguns milhares

com o retorno do público.

Um exemplo A paródia

do filme de George Lucas

vendeu 20 mil unidades

em apenas dois dias após o

lançamento.

Até quem não é fã de heróis

e tipos nerds se interessa.

Isso porque as empresas

apelam para o velho ardil:

cenas explícitas de todo o

tipo entre muitas mulheres

e homens fortes – ainda que

em versões coloridas ou

com máscaras. Um dos novos

filmes da Vivid é “She-

-Hulk”, uma heróina verde

e sexy, e “Superman VS

Spider-man XXX”, em que

o homem de aço e o aracnídeo

das HQs se enfrentam e

ainda aproveitam para curtir

com a mulherada.

Leia mais sobre

esse assunto no

www.vivid.com

Jesse Jane diz que as

loiras têm seu lugar cativo

O QUE NÃO É

SEXY

E la Darling era bibliotecária.

Mas ficar em meio

a tantos livros e encarar o

silêncio das 9h às 17h começou

a deixar a moça

meio entediada. Então, para

quebrar a rotina, Ela resolveu

participar de filmes

de sadomasoquismo. E a

garota dos livros se sentiu

tão à vontade no seu novo

ambiente, e tudo deu

tão certo, que pouco depois

já estava posando nua

para fotos do gênero e se

tornou estrela de vídeos

lésbicos do estilo BSDN

(Bondage, Dominação, Sadismo

e Masoquismo). Ela

Darling também tem seu

próprio site (darlingela.

com), que é denominado

um “pornô esperto, para

pessoas inteligentes”.

“Misture nudismo e escravidão

e terá um filme

pornô”, diz Ela ao Metro.

Assim, a intelectual

se transformou em estrela

do sexo.

Darling faz pornô com

pitadas de sadismo

A loira Jane já tem 11

anos de carreira

Abaixo o clichê

Fugindo do padrão do pornô

- de uma loirona vestida

como líder de torcida -,

atualmente a performance

de maior sucesso traz

o corpo e os trejeitos de

uma garota comum. Os

vídeos mais populares do

canal YouPorn estão na

categoria amadora. Ou seja,

as pessoas querem ver

peitos de proporções possíveis,

estrias, corpos flácidos,

narizes grandes e

outros atributos, digamos,

triviais.

“Sempre existiu um

mercado para a garota comum,

todo mundo é comum,

mas isso é realmente

popular agora”, diz ao

Metro Jesse Jane, uma

das atrizes pornô mais famosas

do mundo, com 11

anos de carreira.

Segundo ela, a internet

permitiu um aumento no

número de “amadores” do

sexo pornográfico. “Antes

o foco era uma estrela e

as companhias eram construídas

em torno dessa garota,

fazendo dela uma

fantasia.”

Jesse pode ser a última das

garotas contratadas com

esse perfil. Loira e gloriosa,

com enormes seios falsos,

ela é exatamente o

que você imagina quando

ouve as palavras: estrela

pornô.

Ela agora sabe que as

garotas com quem trabalhou

nos últimos tempos

foram selecionadas por parecerem

“alguém que você

veria em um café”. Mas diz

encarar isso com tranquilidade.

“Realmente existe

esse movimento, essa procura,

principalmente na

internet, mas não acredito

que o mercado da garota

FOTOS: DIVULGAÇÃO

comum vá, algum dia, acabar

com as gostosas”, filosofa

em sua defesa, a loira

pra lá de turbinada.

Zumbi, suor e chulé

Ela Darling, a ex-bibliotecária,

diz que algumas

vezes se veste como

um zumbi. Em outras está

suada, por vezes com cheiro

de chulé - para agradar

os fetichistas por pés. Em

certos filmes estrela vídeos

BDSM, experimentando

vários tipos de utensílios:

é torturada e tenta

se desamarrar.

Em nenhum momento

Ela se incomodou

com as fotos tiradas pelo

Metro, opondo as duas

mulheres. “Antes de fazer

os filmes, não tinha percebido

o quanto me sinto

confortável fazendo sexo.

E também com o meu

próprio corpo”, diz. E a

garota comum analisa o

seu sucesso: as pessoas,

em geral, procuram situações

e tipos com os quais

se identificam.

E cada um na sua... Jane,

a loira, não se preocupa

com as novatas na área:

“Acho que sempre estaremos

presentes.”

MICHELLE

CASTILHO

METRO INTERNACIONAL


|28| {CULTURA}

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com

Destaques

1

Comentários do curador Alessandro Delpriori

FOTOS: DIVULGAÇÃO

2CULTURA

Funcionários retiram cobertura de “San Girolamo”, de Bassano | ANDRÉ PORTO/METRO

2

3 4

Sam Mendes

Diretor é

confirmado

em ‘Bond 24’

A Sony Pictures anunciou

ontem que Sam Mendes,

que dirigiu “007 –

Operação Skyfall”, volta

a trabalhar na franquia.

Ao lado dele estará

novamente Daniel Craig

no papel do agente

secreto. “Bond 24” tem

estreia prevista para 6 de

novembro de 2015, nos

Estados Unidos.

Garota observa “Ritratto di Buffone di Corte”, de Dosso Dossi (1490-1542) | ANDRÉ PORTO/METRO

Cinco séculos

em exposição

Grátis. ‘Mestres do Renascimento’ reúne 57 obras de artistas

como Rafael, Ticiano e Tintoretto. Mostra abre amanhã com virada

Depois de formar filas quilométricas

no ano passado ao

expor artistas impressionistas

do Museu D’Orsay, o CCBB

promete ainda mais comoção

no centro de São Paulo com

a exposição “Mestres do Renascimento”,

que reúne 57

obras que fazem um panorama

abrangente do movimento

artístico que dominou a Itália

entre os séculos 15 e 16.

“A ideia é de uma exposição

bem formativa, que conta

a história do Renascimento

como um todo”, explica Cláudia

Abreu, da produtora Base7,

responsável pela mostra,

que faz os recortes das obras a

partir de seis regiões italianas

que concentraram trabalhos:

Milão, Roma, Florença, Ferrara,

Urbino e Veneza.

Ela explica que a curadoria

se esforçou para trazer ao menos

um quadro de cada um

dos nomes referenciais do

movimento, como Rafael, Michelangelo

e Da Vinci.

Inédita, “Mestres do Renascimento”

demandou um

esquema logístico complexo,

já que reúne obras de 24

museus e de 4 colecionadores

particulares. “Cada um deles

nos exigiu coisas diferentes,

que vão desde o tipo de seguro

ao método de transporte.

Houve obra que só pôde

viajar acompanhada por dois

cuidadores”, diz Abreu.

Ela também revela que o

trabalho exige muito trabalho

político. “A ‘Leda e il Cigno’,

de Da Vinci, era um trabalho

considerado ‘imexível’.

Para trazê-lo, nos comprometemos

a restaurar outras duas

obras do acervo do dono.”

A exposição abre amanhã

às 15h e vara a madrugada, ficando

aberta até as 21h de domingo.

O CCBB promete outras

cinco viradas da mostra.

O orçamento da mostra é

de R$ 6 milhões, sendo que

20% desse valor foi destinado

ao seguro das obras. METRO

Serviço

No CCBB (r. Álvares Penteado,

112, tel.: 3113-3651).

Seg., qua. e qui, das 10h às

22h; sex., das 10h às 23h.

Sáb, das 8h às 23h; e dom.,

8h às 22h. Grátis. Até 23/9.

5

1Milão. ‘Leda e il Cigno’, sem data,

de Da Vinci (1452-1519)

“É uma obra muito refinada, anterior à virada na trajetória

de Leonardo. Vem antes da Monalisa e antecipa a expressividade

típica dele da mulher que lembra homem.

Todo o mistério de Leonardo está presente na Leda.” METRO

2Florença. ‘Annunciazione’, sem

data, de Botticelli (1445-1510)

“Ele é um dos artistas mais típicos da pintura da Florença

do Renascimento no que diz respeito a perspectiva e ao

uso da luz. Essa obra pertence a uma coleção particular e

esta é a primeira vez que é exposta ao público.” METRO

3Ferrara. ‘Ritratto di Alfonso I d’Este’,

século 16, de Dossi (1490-1548)

“A obra é fruto a cultura do retrato típica do Renascimento.

É a representação do homem verdadeiro. Há também

no fundo uma paisagem, algo típico de Ferrara.” METRO

4Roma. ‘Studio di Portale’, sem

data, de Michelangelo (1475-1564)

“Ele resume o culto ao antigo próprio do Renascimento,

mas o faz com uma modernidade toda sua, inventando

grandes colunas que representam a verdadeira veia de Michelangelo,

que era sobretudo arquiteto e escultor.” METRO

5Veneza. ‘Madonna con Bambino’,

1560-1565, de Ticiano (1473-1576)

“Maior do seu tempo, ele pintava com as mãos porque entendia

que a força criativa vinha de Deus e se expressava

por elas. A obra representa bem a cultura veneziana, com

cores fortes e bastante expressivas.” METRO


|30| {CULTURA}

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com

MIS-SP celebra o dia do rock

O Dia Internacional do

Rock (13/7) ganha celebração

especial no MIS-SP (av.

Europa, 158, tel.: 2117-

4777) de hoje até domingo,

com o especial “It´s Only

Rock and Roll”.

Hoje (19h30) e amanhã

(15h30) acontece o I Festival

de Bandas Cover do

MIS (R$ 8 por dia), com seis

grupos que vão interpretar

músicas de Pink Floyd,

Rush, Queen, Stray Cats,

Yes e Cream. Também nesse

sábado, a partir das 12h,

tem a Feirinha Trovão com

venda e troca de zines e

publicações independentes,

com a participação

de algumas editoras como

Cuco, Rapadura, Bote/Kaput,

Amarello, Sobrelivros.

A entrada é gratuita.

No domingo, às 12h,

com entrada grátis, tem

a Feira de Discos de Vinil,

que abre espaço para

compra, venda e troca de

LPs, novos e usados, além

de edições especiais e raras.

No mesmo dia, às 16h

e 20h tem o projeto Cinematographo

exibe “Fantasia”

(1940), de Walt Disney,

com a banda M. Kurk substituindo

as composições de

Bach e Beethoven da trilha

por músicas de Talking

Heads, The Doors, Ozzy Osbourne,

Led Zeppelin, entre

outros. METRO

“Fantasia” ganha trilha sonora

roqueira | DIVULGAÇÃO

Gravações terão os principais hits da banda | DIVULGAÇÃO

Planet

Hemp faz

gravação

de DVD

Shows. Após turnê de reunião da banda

carioca, Marcelo D2 e companhia voltam a São

Paulo para gravação das apresentações que

acontecem hoje e amanhã, no Credicard Hall

Para quem esperava um

retorno curto, o Planet

Hemp surpreende os fãs e

grava hoje e amanhã, no

Credicard Hall, o segundo

DVD da banda – o primeiro

foi “MTV Ao Vivo: Planet

Hemp”, de 2001.

A volta do grupo aconteceu

em setembro do ano

passado, após 11 anos separados.

Desde então o

quinto já fez dezenas de

shows pelo país. A apresentação

das duas noites

vai reunir todos os hits

produzidos por Marcelo

D2 e companhia contidos

nos três álbuns de estúdio

lançados entre 1994

e 2000, como “Mantenha

o Respeito”, “Legalize Já”,

“Queimando Tudo”, entre

tantos outros.

Em entrevista à Trip

TV, Marcelo D2 comentou

que se arrepende do fim

do Planet Hemp, no começo

dos anos 2000. “A maturidade

me mostra que foi

uma imbecilidade a gente

ter ficado tanto tempo

sem se falar”, diz, e esse

“A maturidade me

mostra que foi uma

imbecilidade a gente

ter ficado tanto tempo

sem se falar.”

MARCELO D2, VOCALISTA

pode ser mais um sinal de

que o quinteto deve aparecer

com material inédito.

“Não tínhamos ideia sobre

a turnê e ela tomou essa

proporção, então, pode ser

que saia algo novo no futuro”,

completou o guitarrista

Rafael Crespo.

Serviço

PAULO

BORGIA

METRO SÃO PAULO

No Credicard Hall (Avenida

das Nações Unidas,

17.955, tel.: 2846-6010).

Hoje e amanhã, às 22h30.

De R$ 35 a R$ 180.

www.ticketsforfun.com.br.


SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com {CULTURA} |31|◊◊

Estreia nova temporada de ‘The Exes’

O Comedy Central exibe neste

domingo, às 23h30, o primeiro

episódio da segunda

temporada da série de comédia

“The Exes”.

O seriado tem como destaque

o ator Wayne Knight,

o eterno Newman de “Seinfeld”,

agora como o tranquilo

Haskel. Ele atua ao lado de

Donald Fraison (Scrubs), David

Alan Basche (Lipstick Jungle),

parceiros com quem divide

um apartamento, além da

amiga Kristen Johnston (3rd

Rock From the Sun), a Holly.

No primeiro capítulo,

Stuart (Basche) passa por um

momento de carência pós-

-divórcio e sente a necessidade

de conquistar uma nova

mulher. Desesperado, ele

vai atrás da ajuda dos amigos,

mas uma bem dotada condição

física vira o assunto entre

eles e o que poderia ajudá-

-lo na conquista pode ser um

grande problema. METRO Basche, Knight e Fraison em cena de “The Exes” | DIVULGAÇÃO

Festival

Ingressos para

Stevie Wonder

têm pré-venda

Clientes do Banco do Brasil

podem comprar os ingressos

para o Circuito

Cultural Banco do Brasil,

no dia 14/12, no Campo de

Marte. Eles estão disponíveis

no site ingresso.com

ao custo de R$ 168. O público

em geral pode adquirir

as entradas a partir do

dia 18, por R$ 200. METRO

Evento

School of Life

apresenta novo

curso no domingo

A escola oferece neste

domingo, das 10h às

13h, o curso “Sermão

Secular”, com a dra. Ana

Claudia Arantes, no Teatro

Augusta (r. Augusta,

943, tel.: 3151-2464. R$

80). No bate-papo, Ana

Claudia vai falar sobre

a temática “Arrependimento”.

METRO

O Metro indica

Show

Carlos Careqa. Músico lança o disco Ladeira da

Memória – Afluentes da Vanguarda Paulista”, com

participações de Chico Buarque, Luiz Tatit, entre

outros. No Sesc Pompeia (r. Clelia, 93, tel.: 3871-7700).

Hoje e amanhã, às 21h. R$ 20.

Os Mutantes. Sob o comando de Sergio Dias,

remanescente da formação original, a banda apresenta os

clássicos como “Ando Meio Desligado”, “Bat Macumba”,

entre outros. No Sesc Itaquera (av. Fernando do Espírito

Santo Alves de Mattos, 1.000, tel.: 2523-9200). Domingo,

às 15h. R$ 7.

Teatro

Mostra de Dramaturgia. O dramaturgo Renato

Andrade apresenta três textos e a direção das peças “Antes

que o Holofote se Apague” (hoje), “Baixo Augusta” (amanhã)

e “E se Não Tivesse Amor no Título” (domingo). No Teatro

Augusta (r. Augusta, 943, tel.: 3151-2464). Hoje, às 21h30;

amanhã, às 21h; domingo, às 19h. Até 1/9. R$ 40.

“Os Adultos Estão na Sala”.

Peça tem estreia de sua

terceira temporada e mostra

as loucuras dos cenários

urbanos com inspiração no

desenho South Park. No

CIT-ECUM (r. da Consolação,

1623). Sáb, às 19h; dom., às

18h. R$ 40. Até 18/8.

Dança

“Um do Outro”. A intervenção coreográfica da Cia. de

Dança Henrique Lima propõe a apresentação de improvisos

e adaptações de seu repertório. No Sesc Santana (av. Luiz

Dumont Villares, 579, tel.: 2971-8700). Hoje e no dia 26/7,

às 20h. Grátis.

Exposição

“São Paulo Neo Noir”. A mostra do fotógrafo Jorge

Sato busca referências no passado da cidade para criar uma

possível imagem do futuro. No MIS-SP (av. Europa, 158,

tel.: 2117-4777). Ter. a sex., das 12h às 21h; sáb, dom. e

feriados, das 11h às 21h. Grátis. Até 21/8.

Concerto

Orquestra Sinfônica Municipal + Paul Meyer. John

Neschling rege a OSM na obra “Sinfonia Nº 5 em Mi Menor

Op. 64”, de Tchaikovski. O clarinetista francês Paul Meyer sola

no “Concerto para Clarinete e Orquestra em Lá Maior K. 622”,

de Mozart. No Teatro Municipal (pça Ramos de Azevedo, s/

nº, tel.: 3397-0327). Amanhã, às 20h. De R$ 20 a R$ 60.

Festa

Macumbia. Festa é carregada de músicas da cúmbia –

tradicional ritmo colombiano – , além de sambas e grooves.

Na Trackers (r. Dom José de Barros, 337). Hoje, às 23h30. R$ 20.


|32| {CULTURA}

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com

HENRY CAVILL

Ator britânico fala ao Metro sobre versão modernizada do Superman interpretado por ele em ‘Homem de Aço’.

Filme estreia hoje no Brasil apresentando nova roupagem para a história do kryptoniano mais famoso das galáxias.

‘AINDA PRECISAMOS DE HERÓIS’

O Homem de Ferro tem as

melhores piadas. O Batman,

os melhores filmes. Já o Superman...

Bem, ele resolveu

começar tudo de novo. Aos

75 anos, o kryptoniano está

de volta em “Homem de

Aço”. O longa, que estreia hoje,

é dirigido por Zack Snyder

(“300”) e produzido por

Christopher Nolan, responsável

pela mais recente trilogia

sobre Batman. A trama se

volta para as origens do alienígena

a partir de seu envio

à Terra, onde cresce, encontra

uma garota chamada Lois

Lane (Amy Adams) e defende

nosso planeta do malvado General

Zod (Michael Shannon).

Nesse caminho, ele se lamenta

(e apanha) bastante. Tal como

em o “Cavaleiro das Trevas”,

que concedeu densidade

a Batman, “Homem de Aço”

tem um herói com novas dimensões

que o deixam bem

menos chato. Mais conhecido

pela série de TV “The Tudors”,

Henry Cavill estrela a

produção e comenta sobre a

nova abordagem em torno do

personagem.

Os super-heróis deixaram

de ser semideuses e agora

têm vulnerabilidades ou falhas.

O que você acha disso

Quando esses personagens

foram criados, nós simplesmente

precisávamos deles

desesperadamente. Precisávamos

que fossem durões –

aquela figura clássica com

mãos na cintura e balas ricocheteando.

Quando Superman

surgiu, a Segunda Guerra

Mundial começava a se

desenhar. Precisávamos de

caras que fizessem coisas incríveis

com os quais pudéssemos

fantasiar com nossos

problemas sendo resolvidos.

E agora

Agora eles evoluíram para

uma forma mais moderna

e realística, que tem a ver

com nosso tempo. Hoje em

dia, as pessoas não acham

interessante o herói intocável

que vai sempre vencer.

Preferimos pensar que nosso

herói vai perder para só

então o vermos vencer. Precisamos

ser capazes de nos

conectar com eles. Eles deixaram

de ser uma fantasia para

se tornarem um ideal a se

conquistar.

E o que fez o Superman parecer

mais com a gente

Nós lhe conferimos muita essência

humana. Apesar de

não ser muito suscetível às

fragilidades físicas do corpo

humano, ele é bastante suscetível

às fragilidades da psiqué

humana, e isso o faz se

conectar com qualquer um e

nos faz imaginar coisas do tipo

“sei a dor que você está

sentindo” ou “sim, também

já me senti feliz assim antes”.

O diretor de “O Cavaleiro

das Trevas” produziu “Homem

de Aço” e fez o mundo

dos quadrinhos acusar os filmes

de estarem mais presos

à realidade do que às HQs.

Tudo tem muito mais a ver

com a evolução dos super-

-heróis. Precisamos vê-los em

um cenário real porque isso

nos ajuda a sentir melhor

o clima e a fazer parte da história.

É isso que importa para

mim. Quis interpretá-lo como

um ser humano real que,

por acaso, tem esses poderes

incríveis que a computação

gráfica me deu. (risos)

Há boatos sobre um filme

da Liga da Justiça. Você sente

rivalidade com os “Vingadores”

da Marvel, empresa

rival da DC Comics

Claro que há competição porque

são times de superheróis.

Mas não gosto de pensar dessa

forma, apesar de as pessoas

naturalmente o fazerem.

O que faz o público ainda

precisar dos superheróis

O mesmo de sempre, que é

algum sentimento de esperança.

Sempre há algo errado

no mundo e é sempre legal

ter essa fantasia de que há alguém

capaz de resolver tudo.

O mesmo ocorre com personagens

mitológicos desde o

início dos tempos. Nada mudou

na psiqué humana. Ainda

precisamos de heróis.

NED

EHRBAR

METRO INTERNACIONAL

DIVULGAÇÃO

Raio-X: Henry Cavill

Conheça um pouco do

novíssimo Superman

• Idade. 30 anos

• Nasceu em. Jersey, Reino

Unido

• Você o conhece. da série de

TV “The Tudors”

• Foi cotado para interpretar.

Cedric Diggory, em “Harry

Potter”, Edward Cullen, em

“Crepúsculo”, James Bond,

em “Cassino Royale”, e

Superman em “Superman -

O Retorno”

• Leituras básicas. “As

que mais gosto são ‘A

Morte do Superman”, ‘O

Retorno do Superman’ e

‘Superman entre a Foice

e o Martelo’. E adoro a

interação entre Superman

e Batman nos gibis de

crossover.”

SALÁRIO DE

SUPER-HERÓI

INVENTOR/GÊNIO

TONY STARK

(HOMEM DE FERRO)

FOTÓGRAFO

FREELANCER

PETER PARKER

(HOMEM-ARANHA)

Quem ganha mais em seu trabalho sem capa

ou armadura Homem de Ferro ou Batman

Superman ou Homem-Aranha

Mostramos a renda deles já convertida em reais

FÍSICO

BRUCE BANNER

(O INCRÍVEL HULK)

REPÓRTER

DE JORNAL

CLARK KENT

(SUPERMAN)

GÊNIO/FILANTROPO

BRUCE WAYNE

(BATMAN)

DEUS NÓRDICO

THOR

TEXTO: MICHELLE

CASTILLO; GRÁFICO:

MIA KORAB, METRO

INTERNACIONAL

SOLDADO

CAPITÃO AMÉRICA

Longa é sexta aventura do

personagem nos cinemas

Em “Homem de Aço”, Henry

Cavill tem a dura missão de

fazer jus ao trabalho de Christopher

Reeve (1952-2004), que

encarnou o personagem em

suas quatro primeiras adaptações

para o cinema: “Superman

- O Filme” (1978), “Superman

2” (1980), “Superman 3”

(1983) e “Superman 4” (1987).

Após um acidente que deixou

Reeve tetraplégico, em

1995, o herói só voltou a ser

revivido, nas telas, na pele

de Brandon Routh, em “Superman

– O Retorno” (2006),

mas o longa fracassou. Uma

versão mais popular (e jovem)

do kryptoniano foi vivida

por Tom Welling, durante

dez anos, na série de TV

“Smallville”. METRO

R$ 19,9

BILHÕES

segundo

a Forbes

R$ 97,5 MIL

por ano incluindo

revenda de fotos

R$ 239,2 MIL

por ano com base

no salário médio

de um físico

R$ 120,9 MIL

com base na carreira

de jornalista no jornal

Toronto Star


R$ 14,7 BILHÕES R$

segundo

também conhecido

a Forbes

como infinito

R$ 145,9 MIL

por ano (mais

65 anos de salário

atrasado)


|34| {CULTURA}

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com

Os papéis mais esquisitos de Johnny Depp

Edward Mãos de

Tesoura (1990)

1

O mais antigo (e também

inesquecível). Afinal,

quem mais consegue

podar árvores e

cortar cabelos apenas

com as mãos É só chamar

por Edward. METRO

Willy Wonka

(2005)

Não há outra palavra

para definir o personagem

no remake do

diretor Tim Burton

para “A Fantástica Fábrica

de Chocolate”:

bizaaaaaaarro. METRO

2

Chapeleiro Maluco

(2010)

O personagem já era originalmente

tão pirado

que parecia não haver outro

ator para interpretá-

-lo nesta versão de Tim

Burton para “Alice no País

das Maravilhas”. METRO

3 4

Jack Sparrow (2003)

O astro da série

“Piratas do Caribe”

se tornou tão popular

que virou pratica–

mente um alterego

do ator com o qual

todo mundo já se acostumou.

METRO

5

Mais que fiel

escudeiro

Estreia hoje. Johnny Depp explica

porque aceitou encarnar o índio Tonto

no remake de ‘O Cavaleiro Solitário’

Origens

Não é o Zorro!

“O Cavaleiro Solitário” é

inspirado em uma série

de TV exibida nos EUA entre

1949 e 1957 e protagonizada

por John Reid, um

patrulheiro do Texas que

se alia ao índio Tonto para

fazer justiça. No Brasil,

o seriado foi rebatizado

como “Zorro, o Cavaleiro

Solitário”. No entanto,

o verdadeiro Zorro, é o herói

personificado por Don

Diego de la Vega. METRO

Para Johnny Depp, interpretar

um personagem tão icônico

quanto o índio Tonto

em “O Cavaleiro Solitário” foi

uma chance de reverter vários

erros de Hollywood. “Na

história do cinema, o americano

nativo tem sido retratado

como um selvagem ou alguém

de menor valor. Era

importante para mim tentar

ao menos apagar esse histórico”,

afirma o astro do filme

que chega hoje aos cinemas.

Depp diz ainda que não

gostava do retrato feito até

então de Tonto, parceiro inseparável

do personagem mascarado

que batiza a produção,

alvo de incontáveis releituras

desde que foi criado em 1933.

“Quando garoto, me incomodava

com a ideia de Tonto ficar

relegado ao papel de fiel

escudeiro. Pensei que essa era

a oportunidade de fazer justiça

a ele, sabe”

Segundo o ator, é preciso

não apenas redefinir a abordagem

de Hollywood para

americanos nativos, mas também

remodelar séculos de injustiças

e de estereótipos.

Apesar do orçamento de

US$ 350 milhões, o longa naufragou

em seu primeiro fim

de semana de exibição nos Estados

Unidos, faturando minguados

US$ 49,8 milhões.

A cifra surpreendeu por ir

na direção contrária aos sucessos

anteriores da parceria

entre o astro, o diretor

Gore Verbinski e o produtor

Jerry Bruckheimer, responsáveis

pela franquia “Piratas

do Caribe”, que já arrecadou

US$ 3,7 bilhões ao redor do

globo com seus quatro títulos.

O quinto longa da série

está previsto para 2015.

NED

EHRBAR

METRO INTERNACIONAL

Estreias no cinema

Jean (Vincent Rottiers) e Renoir (Michel Bouquet) em cena do filme | DIVULGAÇÃO

Estreia. ‘Renoir’ mostra

artista no fim da vida

Um dos principais nomes

do Impressionismo tem um

pouco de sua vida e de seu

trabalho retratados em “Renoir”,

que estreia hoje. Dirigido

por Gilles Bourdos,

o drama traz Michel Bouquet

no papel do artista já

no fim da vida.

A trama se passa no ano

de 1915, quatro anos antes

da morte dele, quando

se encontra isolado na Côte

d’Azur, mas ainda em atividade.

Ele lamenta a perda

da mulher, mas ganha fôlego

novo para pintar ao conhecer

uma nova musa, a

jovem Andrée (Christa Theret).

Cheia de energia, ela se

torna a última modelo de

Renoir e também desperta

a paixão do filho dele, Jean,

que volta à casa do pai para

se recuperar de um ferimento

de guerra. Ele também é

inspirado por Andrée, que o

incentiva a se iniciar na carreira

de cineasta.

O melhor do longa é sua

fotografia, que se vale da

luz da Côte D’Azur para imprimir

em suas cores tons

semelhantes aos colocados

pelo artista em seus quadros.

METRO

“A Voz Adormecida”

[Espanha, 2011], de Benito

Zambrano. Com Inma

Costa, María Leon, Marc

Clotet, Daniel Holguín

Nos anos seguintes à

Guerra Civil Espanhola,

Pepita vai a Madri visitar

sua irmã Hortênsia,

grávida e presa pelo

regime franquista.

“A Cidade É uma Só”

[Brasil, 2012], de Adirley

Queirós. Documentário.

Filme mostra a história de

Brasília contada a partir de

moradores comuns que,

conscientes de seus

lugares na sociedade,

lutam por uma capital do

país mais justa com seus

habitantes e também com

a sua própria história.


|36| {VARIEDADES}

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com

Receita Minuto

DANIEL

BORK

DANIEL.BORK@METROJORNAL.COM.BR

PATÊ DE ALHO

Esta receita é rápida e sempre faz sucesso. Um bom patê de

alho vai bem em muitas ocasiões, podendo ser servido tanto

como entrada de um churrasco de domingo quanto como

um petisco bastante charmoso num jantar com os amigos.

Experimente.

Os invasores

Cruzadas

Leitor fala

Sindicatos

Como bem disse o professor de Ciências

Políticas da Unicamp, Valeriano

Costa, na análise “Sindicatos estão se

arriscando”, publicado na página 6 da

edição de ontem, as centrais sindicais

estão se sentindo desafiadas pelas manifestações

que tomaram o país em junho.

Isso fica claro na falta de clareza

de suas reivindicações, sem objetivos

claros, ao contrário do que tinha o Movimento

Passe Livre. Trata-se do protesto

pelo protesto. Quem sai perdendo é

o cidadão comum que, pouco contemplado

por este movimento, fica parado

nos congestionamentos da capital.

RODOLFO ARRIAZA - SÃO PAULO, SP

Diretas na USP

Confesso que o anúncio do reitor da USP,

João Grandino Rodas, de que irá propor

ao Conselho Universitário uma participação

efetiva de todos os uspianos nas eleições

internas, me pegou de surpresa. As

diretas são uma das mais antigas reivindicações

da comunidade docente, discente

e de funcionários da universidade, e

Rodas foi um dos grandes beneficiados

com o processo indireto.

FREDERICO TARDIN - SÃO PAULO, SP

Metro pergunta

Você evitou sair de

casa ontem por causa

das manifestações

sindicais

Siga o Metro

no Twitter:

@jornal_metro

Sudoku

@FabioSanca1

Trabalhei de casa, o que é bem pior,

porque as distrações são maiores e a

produtividade despenca.

INGREDIENTES

2 colheres (sopa) de azeite

2 dentes de alho picados

1 xícara (chá) de ricota

2 colheres (sopa) de maionese

½ xícara (chá) de

cheiro-verde picado

sal e pimenta-do-reino

a gosto

Modo de Preparo:

Em uma panela doure os dentes de alho no azeite, escorra

para um papel absorvente para retirar qualquer gordura e coloque

em uma vasilha com o restante dos outros ingredientes.

Misture bem e passe sobre fatias generosas de pão.

Daniel Bork apresenta o programa Dia Dia de segunda a sexta às 8h, na Band

@RafaGottschalk

Não há como evitar, porque o trabalho

continua. Mas saí mais cedo para prevenir

qualquer atraso.

@PedroMoreale

Não, mas me arrependi, porque o trânsito

estava infernal, principalmente pelas

manifestações no centro.

Metro web

Para falar com a redação:

leitor.sp@metrojornal.com.br

Participe também no Facebook:

www.facebook.com/metrojornal

Horóscopo Está escrito nas estrelas www.estrelaguia.com.br

Por ansiedade pode deixar de observar o

que é importante para pessoas especiais. Exercite seu poder de

observação diante das relações.

Fique atento para evitar gestos pegajosos

e de ciúme com quem tem vínculo afetivo. Assuntos financeiros

propensos a ajustes.

Envolva-se de forma mais otimista

com projetos sem deixar que certas pessoas ou pequenos contratempos

alterem seu humor.

Tendências a momentos mais intensos

de lazer, vivência de novos círculos sociais e tudo que afaste

qualquer ideia de isolamento.

Com a Lua em seu signo, sua postura

detalhista e observadora estará acentuada em diversos assuntos.

Evite se exceder nas críticas.

O envolvimento com atividades

culturais, religiosas, espirituais e que enriqueçam seus conhecimentos

preencherá seu dia positivamente.

Período para exercitar a compreensão

com manias de outras pessoas. Também tem as suas, especialmente

com pessoas mais próximas.

Período para superar receios em lidar

com alguns assuntos e sentimentos, especialmente na vida amorosa.

Hora para decisões importantes.

Cuide para dosar sua dedicação aos

problemas de quem você tem mais convivência. É bom deixá-las

que resolvam assuntos sozinhas.

Informações precisas devem ser priorizadas.

Não crie alardes por falsas especulações, especialmente

em trabalho e finanças.

O envolvimento com grupos e

mesmo a retomada de convívio com amizades será mais frequente

e algo que fará muito bem.

Os assuntos associados a parcerias estão

propensos a tomar empenho mais intenso para novos objetivos

profissionais.


|38| {ESPORTE}

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com

Autuori: ‘Confio na

minha capacidade’

3ESPORTE

Vida nova. Treinador volta ao Tricolor após oito anos e afirma

que chega para recuperar equipe e retomar o caminho dos títulos

O PERFIL DO COMANDANTE

Se depender do entusiasmo

seu novo treinador, a torcida

do São Paulo pode ficar despreocupada

quanto ao futuro.

De volta ao clube após

oito anos, Paulo Autuori chegou

esbanjando confiança. E

prometendo alegrias.

“Confio na minha capacidade

como líder e nos jogadores,

para recuperar tanto no

Campeonato Brasileiro quanto

na Recopa. Não vim para

ser amado, vim para ser campeão”,

disse o novo comandante,

que assinou contrato

até o fim do ano que vem.

E, de títulos, Autuori tem

boas lembranças no Tricolor.

Foi ele o comandante

dos últimos grandes títulos

internacionais da equipe, a

Taça Libertadores e a Copa

do Mundo de Clubes da Fifa,

ambos em 2005.

“Situação diferente, em

comum apenas a grandiosidade

da instituição São Paulo

Futebol Clube. Para qualquer

profissional é uma

honra”, disse o novo treinador

que já comandou o treinamento

da tarde ontem e

pediu a reintegração do volante

Fabrício à equipe.

O primeiro desafio de

Autuori no retorno ao Tricolor

será no domingo. O clube

enfrenta o Vitória, em

Salvador, tentando quebrar

sequência de sete jogos sem

vitórias. METRO

FRASES

“Sou contrário ao que se

fala, que não tenho mais

o que provar. Tenho

muito a provar.”

“Ganso tem qualidade de

sobra. O jogador tem de

ser um competidor para

render. Esse é o desafio.”

“Tomei a decisão natural.

É com muita satisfação

que regresso a essa

instituição grandiosa.”

Política e salário pesaram

Paulo Autuori e Muricy Ramalho

foram os nomes cogitados

pela diretoria são-

-paulina para substituir Ney

Franco no comando do time.

A vontade dos torcedores,

expressada nos gritos

das arquibancadas do Morumbi

nos últimos jogos,

era por Muricy. Mas o presidente

Juvenal Juvêncio explicou

ontem o porquê de

Autuori ter sido escolhido:

“Temos um grande respeito

pela torcida, mas ela

é movida à paixão. Administração

é razão. O São Paulo

tem um gestor. Tem gente

que gosta e gente que não

gosta. E o gestor disse que é

o Autuori. Eu perguntaria a

esses cidadãos [torcedores]:

‘Por que não o Autuori”,

disse o cartola.

Nos bastidores, comenta-se

que Juvêncio não quis

bater de frente com o vice-

-presidente Carlos Augusto

de Barros e Silva, o Leco, tido

como um dos responsáveis

pela saída de Muricy do

Tricolor em 2008.

Oficialmente, o discurso

do presidente é outro: “Não

é verdade! Ele não tem poder

de veto e não falou nenhuma

palavra sobre isso.

Não vetou, não. E, se vetasse,

não seria ouvido.”

Outras questões também

pesaram: salário mais baixo

para Autuori – Muricy tem

ganhos mensais especulados

em R$ 700 mil – além de

maior propensão do atual

treinador a usar mais jogadores

da categoria de base.

METRO

NOME PAULO AUTUORI DE MELLO

PRINCIPAIS TRABALHOS

Botafogo (CAMPEÃO BRASILEIRO EM 1995)

Cruzeiro (CAMPEÃO DA LIBERTADORES EM 1997)

105

GOLS

PELO SÃO PAULO EM 2005

55 JOGOS

MARCADOS

LÉO PINHEIRO/FUTURA PRESS

IDADE 56 ANOS

Seleção do Peru

Seleção do Qatar

26 vitórias 11 empates 18 derrotas

TÍTULOS

77 Campeão da

GOLS

Libertadores

54%

Mundial de

Clubes

SOFRIDOS DE APROVEITAMENTO

Otimismo

“Conquistando a

Recopa, essa situação

ruim será amenizada.

Com a chegada do

novo treinador [Paulo

Autuori], o São Paulo

tem tudo para retomar

o caminho das vitórias.”

LUCAS, MEIA DO PARIS SAINT-GERMAIN

E EX-ATLETA DO SÃO PAULO

Ibson herda vaga no time

para duelo contra o Galo

Com Renato Augusto fora

de combate neste domingo,

o técnico Tite dará chance

a Ibson na equipe titular

do Corinthians que enfrenta

o Atlético-MG no Pacaembu,

pela 7ª rodada do Campeonato

Brasileiro.

O camisa 34 treinou na

equipe principal ontem e deve

formar a linha de três armadores

ao lado de Romarinho

e Alexandre Pato, com o

peruano Guerrero à frente.

“Todos sabem que gosto

de jogar como segundo

volante, ali me sinto bem à

vontade. Mas já joguei assim

[mais avançado] no Santos e

no Flamengo. Tenho certeza

que meus companheiros vão

me ajudar”, disse Ibson.

Sheik de saída

O atacante Emerson Sheik

recebeu proposta do Flamengo.

O contrato do atleta

vai até o fim do ano. METRO

5 corintianos ainda presos

142

DIAS

na Bolívia

Santos

Goleiro Rafael se

despede do Peixe

Depois de negociação conturbada,

o goleiro Rafael

se despediu ontem do Santos.

Ele defenderá o Napoli

(ITA) pelas próximas cinco

temporadas. “Agora o

sonho é jogar a Liga dos

Campeões. É uma competição

difícil, muito forte,

mas vou dar o meu melhor”,

disse o atleta. Aos

23 anos, Rafael foi negociado

por R$ 16 milhões.

O Peixe ficará com 70%

do valor. METRO

Portuguesa

Lusa quer Zé Love

e André Lima

A Portuguesa quer reforçar

a linha de frente

com dois nomes conhecidos:

Zé Love, ex-Santos

e atualmente no Siena

(ITA), e André Lima, do

Beijing Guoan, da China.

Love quase voltou para o

Brasil no início do ano,

após forçar transferência

do Genoa (ITA) para o

Vasco – que lhe rendeu o

empréstimo para o Siena.

Já Lima afirmou que quer

voltar ao país. METRO


|40| {ESPORTE}

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com

AMANHÃ

18h30

X

FLUMINENSE

INTER

18h30

X

SANTOS

PORTUGUESA

21h

X

PONTE PRETA

BAHIA

CORINTHIANS

VITÓRIA

GRÊMIO

CORITIBA

VASCO

CRICIÚMA

CRUZEIRO

Brasileirão

7ª rodada

DOMINGO

16h

X

16h

X

16h

X

16h

X

18h30

X

18h30

X

18h30

X

CLASSIFICAÇÃO

SÉRIE A

ATLÉTICO-MG

SÃO PAULO

BOTAFOGO

ATLÉTICO-PR

FLAMENGO

P

GOIÁS

NÁUTICO

V GP SG

1º BOTAFOGO 13 4 9 4

2º CORITIBA 12 3 8 3

3º BAHIA 11 3 8 -1

4º VITÓRIA 10 3 10 4

5º FLUMINENSE 9 3 9 2

6º CRUZEIRO 9 2 12 5

7º INTERNACIONAL 9 2 13 3

8º CORINTHIANS 9 2 5 2

9º GRÊMIO 9 2 6 1

10º SÃO PAULO 8 2 9 2

11º SANTOS 8 2 6 0

12º GOIÁS 8 2 5 -4

13º ATLÉTICO-MG 7 2 6 -1

14º VASCO 7 2 8 -5

15º PORTUGUESA 7 1 6 0

16º PONTE PRETA 6 2 8 -2

17º CRICIÚMA 6 2 8 -5

18º FLAMENGO 6 1 7 0

19º ATLÉTICO-PR 6 1 12 -1

20º NÁUTICO 4 1 4 -7

Classificados para a Libertadores

Rebaixados para a Série B

Após ‘grande partida’,

Kleina repete a equipe

Gilson Kleina vai repetir time no duelo desta noite | VINICIUS PEREIRA/FOLHAPRESS

Conmebol contraria o Galo

e marca final no Mineirão

O grito “caiu no Horto, tá

morto”, símbolo da campanha

do Atlético-MG na Libertadores

deste ano, não valerá

para a decisão. Isso porque a

Conmebol confirmou ontem

que o segundo jogo da final,

no próximo dia 24, entre Galo

e Olimpia (PAR), será disputado

no Mineirão.

O estádio foi o escolhido

por ter capacidade para

63 mil torcedores. O regulamento

do torneio exige

que a final seja disputada

em um palco que possa acomodar

ao menos 40 mil pessoas.

O Independência, por

sua vez, só comporta 23 mil

torcedores.

A diretoria atleticana

pretendia que a partida fosse

jogada no acanhado estádio,

onde acredita que a

torcida do Galo exerce uma

Mineirão será o palco da final | GERALDO BUBNIAK/FOTOARENA

pressão maior sobre o adversário.

O que deu resultado.

Tanto que nessa edição

da Libertadores, o Atlético

mandou seis jogos no Independência

e está invicto: ganhou

cinco duelos e empatou

um. METRO

“Temos 50% de chance,

e o segundo jogo é em

casa, independentemente

do estádio.”

CUCA, TÉCNICO DO ATLÉTICO-MG

Série B. Palmeiras encara o ABC hoje, às

21h, com mesma equipe que goleou Oeste

Em busca da sexta vitória na

sua caminhada na Série B do

Brasileirão, o técnico Gilson

Kleina deve manter a mesma

escalação que venceu o Oeste

por 4 a 0 para o confronto

com o ABC, hoje, às 21 horas,

no Pacaembu.

Assim, o meia paraguaio

Mendieta, recém-contratado

pelo clube, terá de esperar

um pouco mais para ser testado

ao lado de Valdivia no time

titular.

“A gente está respeitando

uma programação. O Mendieta

está demonstrando muita

qualidade, mas ainda precisa

de adaptação. Vamos repetir

a equipe, porque teve grande

desempenho no último jogo”,

disse o comandante.

Ainda assim, o paraguaio

PALMEIRAS

Fernando Prass; Luis

Felipe, Henrique, André

Luiz e Juninho; Márcio

Araújo, Charles, Wesley e Valdivia;

Leandro e Vinícius.

Técnico: Gilson Kleina

será o único relacionado entre

os reforços. O volante uruguaio

Eguren ainda não está

regularizado, enquanto o

meia Felipe Menezes e o atacante

Alan Kardec ainda aprimoram

a parte física. Léo Gago

e Rondinelly, lesionados,

também não jogam.

Já Vilson, recuperado, também

fica como opção. “O Vilson

sabe que goza da nossa

confiança e do torcedor. Mas

o grande mérito desse elenco

é respeitar o próximo, o companheiro

que está em uma fase

boa”, declarou Kleina.

Após sete rodadas, o Verdão

ocupa o terceiro lugar na

tabela, com 15 pontos, atrás

apenas de Chapecoense (19

pontos) e Joinville (15 pontos).

METRO

ABC-RN

Lopes; Renato, Flávio

Boaventura, Lino e

Guto; Bileu, Edson,

Rodrigo Santos e Tony; Erick

Flores e Pingo.

Técnico: Waldemar Lemos

• Estádio. Pacaembu, às 21h

• Transmissão. Rádio Bandeirantes, Bradesco Esportes FM

e BandNews FM

Mercado

City prepara uma

fortuna para ter

Cristiano Ronaldo

O jornal inglês “Daily

Star” publicou que o

Manchester City não

pretende economizar para

tentar contratar o atacante

Cristiano Ronaldo,

do Real Madrid. A oferta

salarial oferecida ao craque

português seria na

casa de 1,4 milhão de euro

por mês (cerca de

R$ 4 milhões).

O vínculo de Cristiano

Ronaldo com o clube

espanhol termina apenas

em 2015, mas a insatisfação

do atacante com

os termos atuais de seu

contrato tem sido alvo

de muitas especulações.

Ainda de acordo com a

publicação, o representante

do jogador já tem em

mãos a proposta. METRO

Vasco

Juninho está de

volta, de novo

Após passagem pelo futebol

norte-americano,

o meia Juninho Pernambucano,

38, acertou contrato

até o final desta

temporada com o Vasco.

Essa será a terceira passagem

do Reizinho no

clube carioca. METRO


|44| {ESPORTE}

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com

O torcedor já sabe: quando o time começa a ir mal, o treinador geralmente é mandado embora. A degola não perdoa e atinge nomes badalados, com

passagens até pela Seleção Brasileira, e outros que ainda não tem o nome consolidado. Confira algumas opções que estão livres para assinar

a qualquer momento de crise e que podem voltar à ativa durante o Campeonato Brasileiro

1

METRO

Ney Franco

Vanderlei Luxemburgo

4

Papai Joel, como é conhecido, deu as caras pela última

vez no Bahia. A quarta passagem do treinador

pelo Tricolor foi curta: 7 jogos, sendo que a

despedida ocorreu de forma melancólica: goleada

do rival Vitória por 7 a 3, em plena Fonte Nova,

pelo primeiro jogo da decisão do estadual, em

maio. Desde então, o técnico, que já comandou a

Seleção da África do

Sul, segue fora do

mercado. METRO

Joel Santana

Joel não deu tempero ao Bahia

| MAURO AKIN NASSOR/FOTOARENA

6Celso Roth

Emerson

Por desentendimentos

com o presidente Gilvan

de Pinho Tavares, o técnico

se despediu do

Cruzeiro em

dezembro do

ano passado

e segue sem clube para

treinar desde então. Já

passou por Grêmio, Internacional

(onde conquistou

a Libertadores em

2010), Palmeiras e outros

clubes. METRO

Roth não se entendeu com

a diretoria azul | PEDRO VILELA/

AGÊNCIA I7/FUTURA PRESS

O ex-treinador do São Paulo é o

mais novo nome a integrar o clube

dos desempregados. Ney não

resistiu à derrota por 2 a 1 para

o Corinthians no 1º jogo da Recopa,

quarta-feira, no Morumbi,

e foi demitido na sexta. Contratado

em 5 de julho vindo da Seleção

Sub-20, ele se desentendeu

também com o capitão Rogério

Ceni. Pelo Tricolor, conquistou a

Copa Sul-Americana no ano passado.

METRO

Ney teve problemas no Tricolor

| GUSTAVO EPIFANIO/FOTOARENA

2

METRO

Luxa fracassou em Porto Alegre

| GERALDO BUBNIAK/FOTOARENA

8

treinadores de nome

dando sopa no mercado

Ex-técnico da Seleção e com um 5 títulos brasileiros

na bagagem (2 pelo Palmeiras, 1 no Corinthians,

1 no Santos e 1 no Cruzeiro), Luxa afundou no Rio

Grande do Sul: não conseguiu conduzir o Grêmio ao

esperado título da Libertadores e foi despachado do

tricolor gaúcho no fim de junho.

Contratado em fevereiro,

não conseguiu bons

resultados também no

Campeonato Gaúcho.

3Muricy Ramalho

5Jorginho

O ex-volante, que comandou o time da Portuguesa

campeão da Série B de 2011 – que ficou conhecido

como “Barcelusa” –, está sem clube desde

que pediu demissão do Bahia, em abril deste ano.

Assim como Joel Santana, que o sucedeu

no cargo, caiu após perder

para o arquirrival vitória

por 5 a 1, na reabertura da

Fonte Nova. Ele, que chegara

ao Tricolor de Aço

em agosto de 2012, obteve

11 vitórias, 10 empates

e 8 derrotas em

29 jogos. METRO

7 8

Leão é marcado por polêmicas

| NELSON ANTOINE/FOTOARENA

Leão

O polêmico treinador está sem atuar desde outubro

do ano passado, quando deixou o comando do São

Caetano menos de dois meses após sua contratação.

Teve problemas em outros clubes, como o São Paulo,

último grande clube da carreira do ex-goleiro da Seleção

Brasileira. METRO

Dono de currículo invejável (3 títulos

brasileiros com o São Paulo

entre 2006 e 2008, 1 pelo

Fluminense, em 2010 e 1

Libertadores com o Santos,

em 2011), Muricy está

sem clube desde maio

deste ano, quando foi

demitido do Peixe. Além

dos títulos conquistados

no Tricolor e de sua história

no clube – onde jogou

como meia entre 1973

e 1979 –, disse que voltaria

ao clube. Mas o escolhido foi

Paulo Autuori. METRO

Jorginho caiu no Bahia

| MAURO AKIN NASSOR/FOTOARENA

Falcão

O ex-volante da Seleção Brasileira

é outro que não treina

um clube desde que foi

demitido do Bahia, em julho

do ano passado. Diferentemente

de Joel Santana

e Jorginho, deixou o Tricolor

após ser goleado pelo

Fluminense e, desde então,

está fora do mercado de

treinadores. Já teve passagens

pelo Internacional, em

2011, e até pela Seleção, entre

1990 e 1991. METRO

Falcão não foi bem no Inter e no Bahia

| NELSON ANTOINE/FOTOARENA

Muricy esteve no Peixe

| GUSTAVO MAGNUSSON/FOTOARENA


|46| {ESPORTE}

SÃO PAULO, SEXTA-FEIRA, 12 DE JULHO DE 2013

www.readmetro.com

Vôlei. Brasil encerra

1ª fase da Liga Mundial

diante dos EUA, no Rio

A Seleção Masculina de vôlei

encerra neste fim de semana

a primeira fase da

Liga Mundial contra os Estados

Unidos, no Rio de Janeiro.

Sábado a partida

acontece amanhã às 10h, e

domingo, às 9h45. Ambos

os duelos acontecem no Maracanãzinho

e estão com os

ingressos esgotados.

O Brasil já está classificado

para a fase final do torneio,

que acontece em Mar

del Plata, na Argentina, entre

os dias 17 e 21 deste

mês. Mas isso não será motivo

para a equipe entrar em

quadra mais relaxada.

“Vamos encará-los querendo

vencer, buscando

nossa evolução. Nessa reta

final, mesmo já classificados,

nós nos preocupamos

em treinar bastante. Temos

foco lá na frente, mas também

queremos a vitória neste

fim de semana”, afirmou

o levantador Bruninho, capitão

da equipe.

Como o time já está garantido

na fase final – em

que se classificam seis países

–, alguns atletas devem

ser testados contra os americanos

no Rio.

“Não haverá uma mudança

completa no time, mas

certamente haverá testes.

Claro que entraremos para

ganhar”, declarou o técnico

Bernardinho. METRO

F-Indy:

emoção dupla

em Toronto

Helio Castroneves acelera no circuito de Pocono, nos Estados Unidos | JEFF ZELEVANSKY/GETTY IMAGES

No Canadá. Castroneves terá duas oportunidades de conquistar uma vitória

inédita no circuito. Último brasileiro a triunfar foi Cristiano da Matta, em 2002

“Mesmo já classificados,

nós nos preocupamos

em treinar bastante.

Temos foco lá na frente,

mas também queremos

a vitória neste fim de

semana.”

BRUNINHO, LEVANTADOR E

CAPITÃO DA SELEÇÃO

Bruninho pede foco à equipe brasileira | ALEXANDRE ARRUDA/CBV

57s143

é o tempo da melhor volta

cravada em Toronto, pelo

brasileiro Gil de Ferran, no grid

classificatório em 1999.

Líder da Fórmula Indy

com 356 pontos, o brasileiro

Helio Castroneves tenta

manter o posto na etapa

dupla de Toronto, no Canadá.

As provas serão disputadas

amanhã e domingo,

com transmissão do canal

Bandsports.

A primeira bateria de

treinos começa às 11h25.

O classificatório para a prova

de sábado terá início às

16h10. No sábado, os pilotos

voltam à pista de manhã,

às 11h50, para definir

a largada de domingo. No

mesmo dia, disputam a 1ª

prova, às 16h40. No domingo,

os pilotos fazem o aquecimento

às 11h50, enquanto

às 16h40 aceleram para

valer pela segunda vez.

Castroneves nunca venceu

em Toronto, e sabe que terá a

companhia de concorrentes

experientes no circuito. Dario

Franchitti é o piloto em atividade

com maior número de

vitórias no Canadá: três. Will

177,9 km

é o recorde de velocidade

na pista, conquistado pelo

brasileiro André Ribeiro, no grid

classificatório em 1996.

Power tem duas, já Sebastien

Bourdais, Justin Wilson e

Ryan Hunter-Reay venceram

uma vez cada.

O último triunfo de um

brasileiro foi em 2002,

com Cristiano da Matta.

Em 1987, Emerson Fittipaldi

também se consagrou

no circuito. METRO

Classificação

1Helio Castroneves - Team

Penske - 356 pontos

2Ryan Hunter-Reay -

Andretti - 333 pontos

3Marco Andretti -

Andretti - 301 pontos

4Scott Dixon - Chip

Ganassi - 291 pontos

5James Hinchcliffe -

Andretti - 272 pontos

Tony Kanaan - KV Racing

6 - 271 pontos

Ciclismo Ginástica artística Tênis Vôlei de praia

Kittel vence

12ª etapa da

Volta da França

‘Fera russa’

assume a

Seleção Brasileira

Bellucci fracassa

na 2ª rodada no

ATP de Stuttgart

Invictas,

brasileiras Taiana

e Talita avançam

Animação pelos 50 anos

A escuderia McLaren escolheu uma forma inusitada para

celebrar seus 50 anos: um desenho animado chamado “Tooned”,

que conta a história da equipe em 12 capítulos. Acima, aparecem

alguns personagens da animação(da esquerda para a direita):

Bruce McLaren (fundador do time), Sergio Perez, Emerson

Fittipaldi, Ayrton Senna, Professor M (personagem fictício), Alan

Prost, Mika Hakkinen, Jenson Button e James Hunt | DIVULGAÇÃO

A arrancada nos 50m finais

da 12ª etapa da Volta

da França garantiu ao alemão

Marcel Kittel a terceira

vitória na competição.

Ele superou o britânico

Mark Cavendish, e completou

o circuito de 218

km em 04h49min.

Líder do campeonato,

o britânico Christopher

Froome foi apenas

o 14º. METRO

O russo Alexander Alexandroc

é o novo treinador-chefe

da Seleção

Brasileira feminina de ginástica

artística.

Responsável por seis

medalhas nos Jogos

Olímpicos de Londres,

em 2012, Alexandrov será

apresentado hoje no

Rio de Janeiro. Seu contrato

é válido até os Jogos

do Rio, em 2016. METRO

Thomaz Bellucci, número

56 do mundo, foi

eliminado na 2ª fase do

ATP 250 de Stuttgart,

na Alemanha.

Apático, o paulista

foi dominado pelo romeno

Victor Hanescu,

número 51 do mundo,

e caiu em dois sets com

parciais de 6/1 e 6/4,

em partida que durou

1h10. METRO

As atuais líderes do ranking

mundial do vôlei

de praia foram as únicas

brasileiras a se garantirem

nas oitavas de final

do Grand Slam de Gstaad,

na Suíça, etapa do

Circuito Mundial 2013. A

vaga veio ontem, após vitória

sobre as alemãs Ludwig

e Walkenhorst por 2

sets a 0, com parciais de

21/12 e 21/14. METRO

More magazines by this user
Similar magazines