TRANSMISSÃO DA CARTA DE CORREÇÃO ELETRÔNICA ... - Siagri

siagri.com.br

TRANSMISSÃO DA CARTA DE CORREÇÃO ELETRÔNICA ... - Siagri

TRANSMISSÃO DA CARTA DE CORREÇÃO ELETRÔNICA DE NOTAS FISCAIS

Assim como nas versões anteriores quando a Carta de Correção era gerada sobre Notas Fiscais

Emitidas pela empresa era gerada na rotina Fatu2032 – Notas Fiscais Emitidas, a nova Carta de

Correção Eletrônica também será gerada por essa rotina, porém para que o sistema gere e

transmita de forma correta, há necessidade de efetuar algumas configurações.

Aplicativo de comunicação com SEFAZ

Para fazer a transmissão da CC-e (Carta de Correção Eletrônica), foi desenvolvido um aplicativo

não independente do sistema Agribusiness, titulado como EnviarCCe.exe, o qual poderá ser

obtido juntamente com o Suporte da Siagri Sistemas de Gestão. Juntamente esse aplicativo,

será fornecido uma pasta titulada Cce, na qual conterá duas outras pastas, uma titulada

Schemas (contendo os Schemas de comunicação com o Web Service da SEFAZ, e a pasta

titulada Xmls, na qual irá armazenar os xml's das cartas geradas e transmitidas, assim como na

pasta NFe dentro da pasta Bin do sistema Agribusiness. O aplicativo EnviarCCe.exe e a pasta

Cce, ambos deve ser colocados na pasta Bin do sistema Agribusiness, pasta que contem os

executáveis do sistema.

Configuração do certificado de transmissão de NF-e para a CC-e

Para que o aplicativo EnviarCCe.exe possa comunicar com os Web Service da SEFAZ, precisa

que seja informado no cadastro da empresa emissora da NF-e, o número de série do

certificado usado na comunicação segura. Para isso o usuário pode informar de duas formas,

que seguem abaixo:

• Método via sistema (Recomendado)

Na rotina de manutenção do cadastro de empresas, Tran1021 - Manutenção no

Cadastro de Empresas, na aba 8-NF-e, foi incluído dois novos campos, o campo Nº

Ultimo Lote CC-e e Número Série Cert (número de série do certificado).


Figura 01 – Tran1021 - Manutenção no Cadastro de Empresas

Para informar o número da série, pode ser feito de duas formas, via sistema (Recomendado)

ou manualmente, que é a forma tradicional, apresentada pelo item abaixo. Via sistema, basta

o usuário carregar novamente o certificado no campo Certificado Padrão, ao pressionar a tecla

Enter, o sistema irá localizar o nº da série do certificado, e informar o mesmo no campo

Número Série Cert, como apresentado na imagem abaixo:


Figura 02 – Tran1021 - Manutenção no Cadastro de Empresas - nº série certificado

Observação:

Para garantir os direitos de informação, o nome do certificado apresentado no campo

“Certificado Padrão”, foi ocultado.

• Método tradicional

O número da série do certificado digital usado na emissão da NF-e, pode ser obtido via sistema

operacional, seguindo os seguintes paços:


1. Abrir o Internet Explorer (browser IExplorer);

Figura 03 – IExplorer - Configuração Internet Explorer

2. Clicar na aba Ferramentas, caso não esteja visível a barra de Menu, basta clicar na tecla

Alt, que o navegador apresenta a barra de Menu. No menu de Ferramentas, clicar na

opção Opções da Internet. Na janela de Opções da Internet, acessar a aba Conteúdo,

clicar no botão Certificados, presente no painel Certificados;

Figura 04 – IExplorer - Opções da Internet


3. Na janela de Certificados, selecione o certificado usado pelo sistema Agribusiness, e dê

duplo clique para o navegador apresentar os detalhes do certificado;

Figura 05 – IExplorer - Certificados

4. Na janela Certificado acesse a aba Detalhe, nela há uma grid, na qual tem o campo titulado

Número de série, o valor apresentado na coluna Valor, será o número que deverá ser

informado no campo Número Série Cert, da aba 8-NF-e do cadastro de empresa, porem os

caracteres alfanuméricos deverão ser maiúsculo.

Figura 06 – IExplorer – Certificados - Detalhes


A geração da carta de correção foi modificada. Antes na gravação da alteração da nota o

sistema questionava se o usuário quer gerar a carta de correção. Com a nova funcionalidade, o

usuário ao alterar uma nota fiscal eletrônica, o sistema irá apresentar nas abas inferiores da

rotina Fatu2032 - Notas Fiscais Emitidas, a aba Carta Correção para que o usuário inclua as

correções a serem feitas.

Figura 07 – Fatu2032 - Notas Fiscais Emitidas

As inclusões das correções serão via texto, diferente do que era a correção não será

selecionada, qual o tipo da correção, como ICMS, Base de Cálculo etc, agora ficará a critério e

responsabilidade do usuário informar na carta de correção qual a alteração. Dessa forma, o

usuário deve se atentar quanto à possibilidade legal de alterar os dados da nota fiscal

eletrônica emitida.


Figura08 – Fatu2032 - Notas Fiscais Emitidas – Inclusão de item de correção

Cada item de correção incluído será inserido de forma seqüencial, a iniciar pelo número 1.

Cada item seqüencial é caracterizado pela SEFAZ como um “evento”, evento esse que será a

correção de uma determinada informação da nota. Cada lote de remessa de carta de correção,

conterá de 1 à 20 eventos, sendo cada lote gerado a cada transmissão da carta de correção.

Igor Vinícius dos Santos Silva

Analista de Teste

Igor.silva@siagri.com.br

www.siagri.com.br

More magazines by this user
Similar magazines