Apresentação do PowerPoint

fca.pucminas.br

Apresentação do PowerPoint

O B J E T I V A S


Lentes e objetivas

Chamamos de LENTE a um vidro polido com características específicas

capazes de, ao transmitir os raios de luz que por ele passam, formar

uma imagem qualquer sob determinadas condições. As lentes mais

comuns são as Convexas e as Côncavas. OBJETIVA por sua vez é um

conjunto de lentes.

Por usar uma objetiva e não uma lente simples?

Uma lente de um único elemento apresenta imperfeições inerentes,

muitas das quais podem ser corrigidas ou neutralizadas por meio de

vários elementos óticos.


Distancia focal

A luz de um ponto de

um objeto no infinito

produz raios paralelos

que são refratados

pela lente e

focalizados em um

único ponto. A

distância entre a lente

e esse ponto é a

distância focal da

lente.

Numa lente simples, mede-se a distância focal a partir do centro

da lente. Numa objetiva, a medição leva em conta fatores mais

complexos, embora o princípio seja o mesmo.


Objetiva se

Normal, Grande angular ou Tele-objetiva

Uma objetiva é

definida quanto a seu

ângulo de

abrangência,

aproximação e relação

entre os sucessivos

planos da imagem

considerando-se sua

distância focal e o

filme (formato) que irá

trabalhar.

Assim considerando-se um filme 35 mm que tem como medidas

24X36 mm sua diagonal será de 43mm. A lente normal é aquela que

possui uma distância focal que mais se aproxima desta medida, ou

seja uma lente 50mm.


Distância Focal da Lente Terminologia Fotografia indicada

Menos de 21 milímetros Extrema Grande Angular Arquitetura

21-35 mm 21-35 milímetros Grande angular Paisagem

35-70 mm 35-70 milímetros Normal Rua e fotografia documental

70-135 mm 70-135 milímetros Tele objetiva “curta” Retrato

135-300+ mm 135-300 + mm Teleobjetiva “longa” Esportes, animais, etc


A distância focal de uma lente determina o seu ângulo de visão, e assim

também o quanto o assunto será ampliada para uma determinada

posição fotográfica. lentes grande-angulares possuem pequenas

distâncias focais, enquanto teleobjetivas têm maior correspondentes

distâncias focais.

Grande angular

Objetos são de tamanhos muito diferentes

Teleobjetiva

(Objetos são semelhantes em tamanho)


Teleobjetiva - 85mm

A perspectiva foi comprimida as

colunas parecem mais juntas do que

realmente estão.

Objetiva normal – 50mm.

Perspectiva quase igual à da

visão humana.

Objetiva Grande Angular - 20mm

As colunas parecem mais afastadas do

que realmente estão. Note-se ainda a

distorção causada por lentes de tão

grande angular

(a primeira coluna parece estar torta)


Grande angulares

ESCALA DOS ASSUNTOS

A lente grande angular exagera o tamanho

relativo dos indivíduos próximos e

distantes. Para enfatizar esse efeito é

importante ficar muito perto de seu

assunto. As lentes grande angular também

normalmente têm muito mais distâncias

mínimas de foco, e permitir que o seu

espectador a ver muito mais em espaços

apertados.

ORGANIZAÇÃO / CONFUSÃO

As fotos grande angular geralmente

abrangem um vasto conjunto de assunto,

por isso é fácil para o espectador se perder

na confusão. Experimente com diferentes

técnicas de organização de seu assunto.


Grande angulares

Distorção.

Distorção de barril podem

afetar o seu assunto.

Perspectiva E Convergência de Linhas


Abertura efetiva da objetiva - LUMINOSIDADE

Diâmetro do feixe luminoso cobre por completo os elementos

internos da mesma. Isso se dá por que o feixe de luz que atravessa

a largura de seu primeiro elemento (a frente) é em geral convergido,

resultando num feixe de diâmetro menor. A abertura, junto com a

distância focal, irá determinar a luminosidade da objetiva, expressa

em números-f, da seguinte maneira:

f = F(distância focal) /

diâmetro da abertura efetiva.


Uma objetiva de 50mm com abertura efetiva de

25mm terá um índice de luminosidade igual a 2. A

abertura efetiva é conhecida pelo fabricante da

objetiva, que irá fornecer um índice de luminosidade

expresso da seguinte maneira 1:2 ou f/2. Este será o

número de diafragma mais aberto da objetiva;

aquele que permite a passagem da maior

quantidade de luz. O número de diafragma não irá

corresponder, portanto, a um diâmetro de abertura

fixo; o diâmetro será diferente em cada distância

focal. Isso acontece porque quanto maior a distância

focal, mais longe estará a imagem da objetiva,

correspondendo a uma perda de luminosidade. O

número-f irá relacionar a luminosidade das objetivas

de diferentes distâncias focais.

Constituição da escala de números F

A escala de números-f será construída diminuindo-se o diâmetro da abertura efetiva

em pontos que permitam a passagem da metade da luminosidade do ponto anterior.

Como esta relação será baseada na área de cada abertura, multiplicando-se cada

ponto sucessivamente pela raiz quadrada de 2 (1,4), será construída a seguinte

escala de números-f: 1; 1.4; 2; 2.8; 4; 5.6; 8; 11; 16; 22; 32 etc., correspondendo

cada ponto à metade da luminosidade do ponto anterior.


FOCO e PROFUNDIDADE DE CAMPO –

focalizar é ajustar a distância entre a objetiva e o filme para que

se obtenha uma imagem nítida da cena. Podemos obter um foco

preciso somente para um plano em frente a câmera, e todos os

objetos neste plano estarão nítidos na imagem.

Além disso, haverá uma

área imediatamente a

frente e atrás desse plano

que aparecerá

razoavelmente nítida toda

esta região onde o foco é

adequado representa a

PROFUNDIDADE DE CAMPO

do negativo.


Fator de corte

Como exemplo, observe estas duas

imagens abaixo, ambas fotografadas com

uma lente 50mm: na primeira, foi utilizada

uma Canon 300D, que possui um fator de

corte de 1.6x. Já na segunda foto, foi

utilizada uma Canon 5D, que não possui

fator de corte por ter um sensor

equivalente a 35mm (chamada de Full

Frame).

Como a primeira câmera possui fator de

corte de 1.6x, a lente de 50mm na verdade

se comporta equivalentemente a uma de

80mm (50x1.6) em uma Full Frame ou em

uma analógica de 35mm. Isto ocorre

justamente por causa do tamanho menor

do sensor, que aproveita uma menor área

da luz projetada pela objetiva sobre ele.

Por este motivo, este fator pode ser

prejudicial aos fotógrafos que utilizam

objetivas grande-angulares, que podem se

comportar como uma tele.


Fator de corte


Filme

Formato do

Negativo

Diagonal

(mm)

Objetivas Normais

(mm)

Campo

Abrangido

135 24x36mm 43 50 45

120 45x60mm 75 75 53

120 60x60mm 85 80 57

120 60x90mm 111 105 53

FOLHA 4x5 pol 160 150 53

Grande angular < NORMAL > Teleobjetiva

quanto a distância focal


Zoom ou zum (do inglês: zoom lens)

é um tipo de lente fotográfica e

cinematográfica de distância focal

variável, permitindo assim uma

mudança do enquadramento das fotos

sem a necessidade de

reposicionamento do fotógrafo ou a

troca das lentes. As objetivas zoom

costumam indicar o intervalo de

distâncias focais que conseguem

atender pela notação Min-Max mm,

onde Min é a distância focal mínima

em número absoluto, Max é a

distância focal máxima em número

absoluto e mm é a unidade de

milímetros para ambas as distâncias

focais


Classificação das Objetivas

1. Mobilidade da Distância Focal

2. Focalização

3. Integração

Quanto à

DISTÂNCIA

FOCAL

TIPO

FIXAS

VARIÁVEIS

DESCRIÇÃO

A distância focal não muda

Podem mudar a distância focal, e por

conseqüência, variam o campo abrangido e o

tamanho da imagem. São denominadas de lentes

"ZOOM“

As OBJETIVAS ZOOM trazem sempre gravadas as distâncias focais

mínima e máxima para cada modelo. Assim, por exemplo, podemos ter

70-210mm, 28-90mm, e assim por diante.


OBJETIVAS: Quanto a focalização

TIPO

DESCRIÇÃO

FIXAS

São aquelas que não dispõem de mecanismo que permita

focalizar seletivamente sobre cada assunto, estando

pré-determinadas a dar foco a partir de uma distância

mínima, geralmente 1,5m m até infinito

VARIÁVEIS

Têm mecanismo que permite focalizar seletivamente

sobre cada assunto. Em geral, é acionado manualmente

por movimento rotatório num anel externo.

O foco poderá ser ajustado por meio de uma escala de distância que existe na lente,

colocando no indicador apropriado a distância entre a câmera e o assunto.

As câmeras mais modernas têm dispositivo para focalização automática, que consiste num

micro motor a bateria que faz girar o anel de foco de acordo com a distância do assunto, a

qual é calculada por um sensor infravermelho.

More magazines by this user
Similar magazines