(10) Mensageiro Informativo 15 junho 2013 - Diocese de Erexim

diocesedeerexim.org.br

(10) Mensageiro Informativo 15 junho 2013 - Diocese de Erexim

Paróquia São Luiz Gonzaga

Mensageiro Paroquial

Informativo Semanal

Gaurama, 15 junho 2013

Programação da semana:

- Missa na Comunidade São Marcos: 15 de junho, sábado, missa às 14h.

- Missa na igreja matriz, no sábado, dia 15, às 18h, e domingo, dia 16, às 9h, missa com batismo

de crianças.

- Tríduo preparatório da festa do Padroeiro São Luiz, dias 19, 20 e 21 de junho, 4ªf a 6ªf, às

19h30, na igreja matriz.

- Sábado que vem, dia 22, não haverá missa na igreja matriz, devido à missa solene da festa do

padroeiro no próximo domingo, às 10h.

- A Comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro será visitada no dia 26 de junho, 4ªf, missa

às 14h.

Falece religiosa de grande atuação na educação em Erechim

Terça-feira passada, 11, no Cemitério Parque dos Ervais, em Erechim, foi

sepultada Ir. Maria Celeste Hamester, das Irmãs Franciscanas Missionárias de

Maria Auxiliadora, professora e primeira diretora brasileira do Colégio São

José, de 1939 a 1965. Nascida no dia 23 de maio de 1915, em Santa Clara,

Lajeado, RS, chegou em Erechim em 1928 para estudar no Colégio São José.

Em 1935, entrou para a Congregação, na qual viveu 75 dos seus 98 anos.

Além de sua longa atuação no São José, dedicou 20 anos à causa da

beatificação e canonização da fundadora da Congregação, Santa Maria

Bernarda Butler. A celebração de exéquias foi presidida pelo Bispo Diocesano

de Erexim, Dom José Gislon, com a participação de muitas irmãs, diversos

parentes e ex-alunos da renomada educadora que, além de português,

dominava os idiomas italiano, francês, espanhol e inglês.

Mensageiro Paroquial via internet

As pessoas que desejarem receber em sua casa, pela internet, o InformativoMensageiro

Paroquial”, forneçam seu e-mail, o endereço eletrônico, na secretaria paroquial. Pode-se também

deixar escrito num papel o nome da pessoa ou família e respectivo endereço eletrônico e

entregar nas missas de sábado e domingo, na igreja matriz.

Nome: __________________________________________________

E-mail: _________________________________________________

E mandar para: pe.olirio@diocesedeerexim.org.br


Festa do Padroeiro São Luiz Gonzaga vem aí!

Está se aproximando o dia 23 de junho de 2013, dia

em que o povo da paróquia vai celebrar seu padroeiro, São

Luiz Gonzaga. Tema: Com São Luiz, viver e celebrar a fé.

Lema: Bote fé! É claro, inspirados no testemunho de São Luiz,

vamos dar uma atenção especial aos doentes.

Haverá um tríduo preparatório na igreja matriz, às

19h30:

1) dia 19 (4ªf) – CRER: despertar e cultivar a FÉ na FAMÍLIA. Bote fé na

família! Cada família é convidada a levar para a celebração a chave da casa.

Será dada a bênção da família e da casa através da chave. Coloque sua família nas mãos de

Deus!

2) dia 20 (5ªf) – CELEBRAR: celebrar a FÉ na COMUNIDADE. Bote fé na Comunidade! Será

destacada a presença de todos os agentes de pastoral da comunidade: membros das equipes

de liturgia, do conselho econômico, catequistas, ministros, das diversas pastorais (do dízimo,

do batismo, da criança, da juventude, da saúde, cáritas, Apostolado da Oração, zeladoras das

capelinhas... dos movimentos eclesiais (MFC, Cursilho...), enfim, todos os agentes de pastoral;

3) dia 21 (6ªf) – VIVER: viver, testemunhar a FÉ na SOCIEDADE, no mundo do trabalho e do

lazer, nas relações sociais... Bote fé na sociedade! Para a celebração na igreja matriz leve as

chaves dos estabelecimentos de indústria, de comércio, de prestação de serviços, para

serem abençoadas. Podem ser trazidas para a bênção também as carteiras de trabalho. Bote

fé no mundo do trabalho e do lazer, no mundo da educação e da comunicação!

No sábado, dia 22, não haverá missa na igreja matriz.

A missa solene da festa do padroeiro será no domingo, dia 23, às 10 horas.

Tudo será celebrado à luz do Ano da Fé e da Juventude.

Está sendo promovida uma Ação entre

Amigos, com sorteio de 25 prêmios. Colabore!

Os membros do Conselho Econômico, os

casais festeiros e muitas pessoas voluntárias vão

preparar alimentos especiais para a festa no salão

paroquial, já durante a semana da festa. Bolachas

e cucas podem adquiridas a partir de quarta-feira

de tarde; assados de porco e galinha, a partir de

Casais festeiros

do meio-dia de quinta-feira. No domingo, haverá

almoço festivo no salão paroquial. Todos deverão levar os talheres.

E para encerrar, um matinezão no domingo, às 19h, com as bandas Virtual e Os Cometas.

Atenção: para o almoço no dia da festa no salão paroquial, leve os talheres.

Equipe dos festeiros:

Geraldo e Celoni Preczeski, Ires Cavalli, Edi e Elizete Pierozan, Luís e Loiri Mazutti, Gabriel e

Páscoa Maria Stefanoski, João e Olindo Coppini.


Pais e padrinhos preparam Batismo

Na tarde ensolarada de sábado, 8 de junho, pais e padrinhos, em número de 60,

passaram juntos um momento, rezando e refletindo sobre o significado do Batismo para

seus filhos e afilhados. O Pároco Pe. Olírio Streher fez a acolhida a todos, motivando a

oração inicial.

O encontro foi assessorado por Sady Mores e Ana

Paula Thomé. Refletiram sobre o significado do Batismo e

a responsabilidade dos pais e padrinhos que pedem este

Sacramento para seus filhos e afilhados. Além de

Gaurama, houve participantes de outras paróquias, como

Erechim, Áurea, Três Arroios...

Os pais e padrinhos manifestaram sua alegria em

participar deste momento de formação, sinal de que eles

Sady e Ana Paula

querem o melhor para os seus filhos e afilhados, isto é, transmitir para eles a fé em Cristo,

o Salvador. Pois, sabem que, como afirma o Evangelho de Marcos, “quem crer e for

batizado, será salvo”.


Movimento Familiar Cristão

elege e oficializa nova coordenação

Na noite deste segundo domingo de maio, no contexto das festas de Santo Antonio,

defensor da família, o Movimento Familiar Cristão de Erechim realizou assembleia geral de

eleição e oficialização de sua nova coordenação para o período de 2013 a 2016. Por aclamação,

foram eleitos: Armelindo e Diva Provin Trentin como casal coordenador; Décio José e Maria

Hilesheim Cantele, como casal vice-coordenador; Osmar e Adelise Ioris Chinazzo, como casal

secretário; Jurandir Vergílio e Cleoci Maria Velter Pezzenatto, como casal secretário de finanças.

A equipe que conduziu o Movimento até agora, nas mesmas funções, era constituída pelos casais:

Volmir e Maria de Lourdes Bortolanza, Alcione e Clair Tedesco, Francisco e Maria Eloiza

Franceschi, Jacir e Arlete Ampessam.

Durante a Assembleia, houve apresentação do relatório de atividades e balanço financeiro

do período de 2010 a 2013. Por fim, o Bispo diocesano, Dom José, dirigiu sua palavra aos casais,

ressaltando a importância do trabalho junto às famílias e motivando para o ano diocesano da

família em 2014. Concluindo sua mensagem, deu a bênção ao grupo, especialmente à nova

coordenação. Em seguida, todos participaram de confraternização.

Natureza do MFC: É uma

sociedade civil, sem fins lucrativos,

sem distinção de qualquer

natureza, declarada de Utilidade

Pública Federal, com Estatuto e

Regimento próprios. Está

comprometido com a construção de

uma sociedade mais justa, que

permita às famílias realizarem

plenamente suas funções

humanizadoras. Por isso, quer a

elaboração e o crescente aprimoramento de uma política social familiar que responda às suas

necessidades básicas de educação, saúde, habitação e lazer. Tem o compromisso de educar no

senso crítico ante os problemas sociais. Para tanto, a família, como célula-mãe da sociedade, não

pode pensar apenas em resolver seus problemas, mas em se transformar, ajudando outras

famílias, promovendo assim, o bem comum.

Em 2010, o MFC celebrou seus cinquenta anos de presença em Erechim, onde teve como

pioneiros, entre outros, Pe. Emílio Daiocchi e casal Estevão e Renita Allgayer.


Jovens da Diocese de Erexim

lançam logomarca própria para JMJ

Os jovens da Diocese de Erexim vivem a expectativa

da Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro. Já são

mais de 150 jovens e adultos inscritos. Como forma de

criar unidade e também sintonia, os jovens criaram uma

“logomarca” que retrata na perspectiva de sintonizar toda diocese rumo a esse

grande evento. Através das cores, traz presente o Brasil e o Rio de Janeiro, casa da

juventude do mundo inteiro nos dias 23 a 28 de julho próximo.

A logomarca será utilizada na confecção dos próximos materiais que estarão

com os jovens (camisetas, chapéus...).

Da paróquia de Gaurama estão inscritos dois jovens: Luana Giesel e Michael

Jonas Goronzi.

JMJ Rio2013:

os lugares das catequeses

Igrejas, salões, ginásios, quadras e auditórios já estão

reservados para os momentos de catequese, durante a JMJ Rio2013. São 273 locais espalhados em 10

regiões do Rio de Janeiro, e dioceses vizinhas, chamadas subsedes, como Niterói, Nova Iguaçu e

Duque de Caxias. De acordo com o Padre Leandro Lenin, Diretor executivo do Setor Preparação

Pastoral e Catequese, o número de locais pode crescer para 300, divulgados inicialmente pela

organização, caso as inscrições de peregrinos aumentem nesta reta final da Jornada.

“Os nossos jovens, respondendo ao pedido de inscrição, vão mostrar pra gente que eles estão

querendo participar e a nossa postura é a de oferecer também catequese para eles. A gente quer que

eles tenham participação neste momento da Jornada”, afirmou Padre Leandro.

Os locais serão chamados “sedes de Catequese” e estão organizados nas seguintes regiões:

Jacarepaguá, Norte, Suburbano, Urbano, Sul, Leopoldina, Oeste, Nova Iguaçu, Niterói e Caxias. Uma

paróquia pode ter mais de uma sede. E a mescla de diferentes línguas em uma

mesma paróquia tem por objetivo promover a diversidade cultural dos peregrinos

e ajudar na distribuição dos participantes entre as sedes e paróquias.

Em todas as regiões haverá oferta de catequese em português e espanhol,

línguas utilizadas pela maioria dos peregrinos. Serão 133 sedes em língua

portuguesa e 50, em espanhol. As outras línguas principais do evento estarão

distribuídas da seguinte forma: 25 locais para a catequese em inglês, 15 em

italiano, 15 em francês, oito em alemão e cinco em polonês.

Ao todo, haverá catequese em cerca de 20 idiomas, entre eles árabe, croata, dinamarquês,

esloveno, grego, tcheco, russo. As regiões Sul, Urbano, Norte e Niterói terão maior concentração de

locais para os peregrinos dessas línguas.


Recado da Palavra de Deus para este domingo

11º Domingo do Tempo Comum – Ano C

16 junho 2013

O evangelho proclamado neste domingo nas celebrações litúrgicas, Jesus nos dá um

recado muito importante: O amor e o perdão caminham juntos. O amor gera o perdão e o perdão

renova e confirma o amor. O amor não nos leva a excluir e a condenar, mas a acolher e

reintegrar, a perdoar e incluir. O perdão e o amor andam de mãos dadas e são capazes de

transformar as pessoas. Quem muito ama, será perdoado e saberá também perdoar. O amor e o

perdão abrem caminho para uma vida nova. Quem ama, perdoa.

O perdão é a resposta carregada de amor misericordioso que o Senhor dá àqueles que se

voltam para ele. O perdão dá nova chance de vida. O perdão transforma, o perdão recupera. O

amor e o perdão abrem caminho para uma vida nova.

Em nossas celebrações litúrgicas já cantamos diversas vezes: “Quem ama, perdoa! Quem

ama, perdoa! O Perdão é prova de amor! Quem perdoa, constrói a paz!”.

Na festa do padroeiro, vamos viver e celebrar a fé, motivados pelo Ano da Fé e da

Juventude. Vamos botar fé na família, na comunidade e em toda a sociedade, no mundo do

trabalho e do lazer, e, à luz do exemplo de São Luiz, cuidar bem da vida e da saúde,

especialmente de nossos doentes.

Bote fé na família! Bote fé na comunidade! Bote fé na sociedade!

Dízimo: gratidão por tudo que recebemos de Deus

Acredite!

Ser dizimista é

- uma graça extraordinária de Deus;

- é retribuir um pouco do muito que recebemos de Deus;

- é prova de amor a Deus e à Igreja.

Faça esta experiência! Manifeste sua gratidão a Deus,

sendo um dizimista fiel na sua comunidade!

Com Deus a vida é mais fácil!


Mensagem do Bispo Diocesano

Família: berço de amor

Estimados Diocesanos!

A vida para todos nós é um caminho sem volta. Por onde passamos, podemos deixar as

marcas do bem ou do mal, dependendo das escolhas que fazemos. Porém, na vida, podemos

também ter a experiência da dor que causa tantos sofrimentos, pelo abandono e falta de amor

das escolhas que outros fazem, mas que nos afetam profundamente e podem marcar de forma

negativa a nossa existência.

Numa sociedade onde a estrutura familiar está bastante fragilizada, é importante

trabalharmos a conscientização dos valores da família. A família como espaço onde se acolhe a

vida humana, se recebe carinho, afeto e amor. Valores básicos para qualquer ser humano que

vem a este mundo. Contudo nem mesmo o que é básico e fundamental existe em muitas

realidades.

As consequências são danosas para toda a sociedade e se refletem em primeiro lugar no

ambiente familiar e por consequência em todas as instâncias e instituições que acolhem e

trabalham com esta realidade fragilizada: escolas, igrejas, etc. A falta de amor no ambiente

familiar, muitas vezes, se manifesta em forma de violência, que fere a vida de nossas crianças na

sua dignidade de ser humano. Não me refiro só à violência física, que deve ser sempre repudiada.

Mas também a outras formas de violência que ferem de forma cruel muitas das nossas crianças,

como a violência da falta de amor dos pais em relação aos filhos que geraram. Esta violência é

extremamente danosa, porque nega às crianças uma necessidade fundamental da vida: o ser amado.

Esta falta de amor no ambiente familiar pode muitas vezes ser a porta de ingresso para o

mundo da violência para muitos jovens. Por viverem e crescerem num ambiente familiar

fragilizado, podem não ter o referencial de família como um lugar de amor e perdão fundamental

para todos nós.

Portanto, a família deve ser sempre valorizada como lugar e berço de amor, escola de

comunhão, fonte de valores humanos e cívicos, lar onde a vida humana nasce e é acolhida

generosa e responsavelmente. A família guarda em seu seio todo o potencial humanizador que

nossa sociedade requer para um desenvolvimento integral. Lembramos que é tarefa dos pais de

fazerem do lar onde vivem com a sua família um lugar sagrado, que acolhe e defende a vida em toda a

sua dignidade, sobretudo hoje, quando a crise da vida familiar afeta a tantas crianças e jovens.

Tende todos um bom Domingo.

Dom José Gislon,

Bispo Diocesano de Erexim


Palavra do Papa Francisco

Destacamos algumas frases ditas pelo Papa Francisco nos últimos dias:

No dia do Sagrado Coração de Jesus, dia 7 junho: Precisamos aprender a

difícil "ciência" de nos deixar amar por Deus. Deixar-nos amar pelo Senhor com ternura é difícil,

mas é o que devemos pedir a Deus.

Jesus nos amou não tanto com as palavras, mas com as obras e com a sua vida. A solenidade do

Sagrado Coração de Jesus é “a festa do amor”, de um “coração que muito amou”. Um amor que se

manifesta mais nas obras do que nas palavras” e que é sobretudo “mais dar do que receber”. Ele, como

Pastor, conhece suas ovelhas uma a uma, porque não se trata de um amor abstrato, mas que se

manifesta por cada um de nós. Um Deus que se faz próximo por amor, caminha com seu povo, o

pastor próximo do seu rebanho, de suas ovelhas. O Senhor nos ama com ternura. O Senhor conhece

aquela bela ciência dos carinhos, a ternura. Não nos ama com as palavras. Ele se aproxima e nos dá o

amor com ternura. Proximidade e ternura! E este é um amor forte, porque nos faz ver a fortaleza do

amor de Deus”. Este amor deve fazer-se próximo do outro, deve ser como o do bom samaritano”.

“Mais difícil que amar a Deus é deixar-se amar por Ele! A maneira de retribuir tanto amor é

abrir o coração e deixar-nos amar. Deixar que Ele se faça próximo a nós, deixar que ele nos acaricie. É

tão difícil deixar-nos amar por Ele”.

Na quarta-feira, dia da audiência: Deus é mais forte que o mal e o diabo.

Papa Francisco refletiu sobre a Igreja como Povo de Deus e explicou que o Senhor é mais forte

que o mal e o demônio; e que a vida de cada fiel deve ser como a luz de Cristo que ilumina a escuridão

do mundo.

A missão do povo de Deus, de todos os cristãos é "levar ao mundo a esperança e a salvação de

Deus: ser sinal do amor de Deus que chama todos à amizade com Ele; ser fermento que faz fermentar a

massa, sal que dá o sabor e que preserva da corrupção, ser uma luz que ilumina. Ao nosso redor, basta

abrir um jornal e vemos que a presença do mal existe, o Diabo age".

"Mas gostaria de dizer em voz alta: Deus é mais forte, porque Ele é o Senhor, o único Senhor.

Por isso, a realidade, às vezes escura, marcada pelo mal, pode mudar".

"Se em um estádio, pensemos aqui em Roma no Olímpico, ou naquele de São Lourenço em

Buenos Aires, em uma noite escura, uma pessoa acende uma luz, será apenas uma luz, mas se os

outros setenta mil expectadores acendem cada um a própria luz, o estádio se ilumina. Façamos que a

nossa vida seja uma luz de Cristo; juntos levaremos a luz do Evangelho a toda a realidade.".

"A Igreja seja um lugar da misericórdia e da esperança de Deus, onde cada um possa sentir-se

acolhido, amado, perdoado, encorajado a viver segundo a vida boa do Evangelho. E para fazer o outro

sentir-se acolhido, amado, perdoado, encorajado, a Igreja deve estar com as portas abertas, para que

todos possam entrar. E nós devemos sair destas portas e anunciar o Evangelho. Muito obrigado!".


Participe da celebração litúrgica dominical,

pois você com Deus

na comunidade reunida no domingo,

Deus com você durante toda a semana.

XÅ ÇÉÅx wt ÑtÜÖâ|t fûÉ _â|é?

wxáx}É t àÉwÉá x t àÉwtá

âÅ à|ÅÉ wÉÅ|ÇzÉ x âÅt yxÄ|é áxÅtÇtA

TuÜt†Éá?

Pe. Olírio Luís Streher - pároco

Paróquia São Luiz Gonzaga

(54)3391-1250 Cel: 9932-1259

E-mail: pe.olirio@diocesedeerexim.org.br

More magazines by this user
Similar magazines