Expoflora mostra tendência de flores e plantas em ... - Jornal Domingo

jornaldomingo.com.br

Expoflora mostra tendência de flores e plantas em ... - Jornal Domingo

1

Semana do dia 14/09/2013 a 21/09/2013

Nas Bancas

R$ 1,00

Ano XIII - Pouso Alegre - Semana de 14/09/2013 a 21/09/2013 - Nº 608 - www.jornaldomingo.com.br

TURISMO

Expoflora mostra tendência de flores

e plantas em verde e amarelo

A maior exposição de

flores e plantas ornamentais

da América Latina – a

Expoflora - já começou e

dá boas vindas à primavera.

Até o próximo dia 29 é

possível conferir de perto

todas as novidades desta

exposição que este ano

traz as tendências de flores

e plantas ornamentais nas

cores verde e amarelo.

LOCAIS

Arte a partir da sucata

COLUNISTAS DESTA EDIÇÃO:

Jr. Rosa

“As famílias felizes se

assemelham; entre as

infelizes, cada uma é

infeliz a seu modo”.

Newton

Schmidt

Duas semanas fora e

um retorno com muitas

surpresas...

Cristiana

Libânio

Os Super-homens da

Nova Era

Leandro

Alkmin

O que é que você

quer?

Eliana Miranda

Despedidas dos ipês

Graziela Loyola

Rega correta

para seu jardim

Nas mãos do artista plástico César Gianini, sucatas como

parafusos, correntes, peças de relógio, moedas antigas e

outros objetos de metal que não serviriam para mais nada

e teriam como destino certo o lixo dão forma a peças

diferenciadas.

Pe. Jayme

Fernandes

Mundo solidário

Celso Gama

A palavra mais rica da

língua portuguesa!!!


2

Semana do dia 14/09/2013 a 21/09/2013

Semana

Local

Cultura lança concurso “Demonstre

o seu amor por Pouso Alegre”

A

Secretaria de Cultura

e Turismo lançou esta

semana o concurso

‘Demonstre o seu Amor por

Pouso Alegre’. A proposta é

selecionar fotografias, imagens

e desenhos que retratem

ou se relacionem com a paisagem,

arquitetura e monumentos

de Pouso Alegre.

Os trabalhos escolhidos

serão exibidos em outdoors

como parte das atividades

de celebração do aniversário

da cidade, em outubro.

Pode participar do concurso

qualquer pessoa que resida

no município há pelo menos

dois anos. Cada participante

pode inscrever até dois trabalhos.

As inscrições são gratuitas

e podem ser feitas até o dia

30 de setembro. O formulário

deve ser preenchido

e entregue

na sede da

Secretaria

Municipal

de Cultura,

na Avenida

Doutor Lisboa,

nº 201,

Centro, das

12h às 18h,

de segunda

à sexta-feira.

As peças artísticas serão

submetidas a uma comissão

avaliadora composta por um

representante do Conselho

Municipal de Turismo, um do

Conselho Municipal de Cultura

e dois representantes da Secretaria

Municipal de Cultura

e Turismo.

Os critérios de avaliação levarão

em conta a criatividade

da obra e a expressividade da

imagem. Cinco trabalhos serão

selecionados para exibição em

outdoors, pelo período de 15

dias, em diversos pontos da

cidade. Os nomes dos vencedores

do concurso serão divulgados

no dia 10 de outubro nas

páginas da Prefeitura e da Secretaria

Municipal de Cultura.

Mais informações podem

ser obtidas no Regulamento

do Concurso disponível no

site www.pousoalegre.mg.gov.

br e na página da Secretaria

de Cultura e Turismo de Pouso

Alegre no Facebook.

Espaço Aberto

Local

Câmara recebe evento

“Encontros com a Política”

Na próxima semana, a

Câmara Municipal de

Pouso Alegre recebe

especialistas nacionais para

discutir política, cidadania e

participação popular. Durante

todo o dia 19, quarta-feira, o

evento “Encontros com a Política”

traz as palestras como a

do ex-ministro de Estado, Patrus

Ananias, e o filósofo e especialista

em Ética, Ludovikus

Moreira.

O evento, promovido pela

Escola do Legislativo da

ALMG em parceria com a

Escola do Legislativo Prof.

Rômulo Coelho, é voltado

aos servidores e vereadores

de toda a região. Mais de

50 câmaras de todo o Sul

de Minas devem participar.

Não há taxa de inscrição e

a população também está

convidada a conferir. O

evento começa às 8h30 no

Plenário da Câmara de Pouso

Alegre.

DO LEITOR

Sobre a matéria publicada na edição de 07/09/13, relativa aos altos preços da gasolina em Pouso Alegre, informo que há

aproximadamente 4 anos tenho o hábito de abastecer em outras cidades. Uma vez que viajo frequentemente à Varginha,

abasteço em postos da Rodovia Fernão Dias.

Ressalto que são postos de bandeira confiável (Ipiranga) e nunca tive problemas relativos à qualidade do combustível.

Uma vez que a gasolina custa nestes postos R$ 2,90, isso me permite uma razoável economia. Porém, mais importante, isso

estimula os postos a cobrar valores menos extorsivos.

Sugiro que o Jornal Domingo dê essa sugestão aos leitores. Acredito que se muitos condutores deixarem de abastecer em

postos locais, o preço do combustível cairá a níveis toleráveis.

Luciano Nogueira Marmontel

Pouso Alegre, MG.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO:

8h — Abertura

8h30 às 10h — Palestra

“O Papel do Vereador”

Professor Ludovikus

Moreira - Formado em Filosofia

pela UFMG, com

especialização em Ética,

é funcionário da Assembleia

Legislativa há 30

anos. Há 11 anos é professor

da Escola do Legislativo

10h — Intervalo

10h15 às 12h — Palestra

“Planejamento e Orçamento

Público”

Professor José Raphael

Olivé - Administrador e

contador público, especialista

em Gestão e Políticas

Públicas e professor da

Escola do Legislativo

12h — Intervalo para

almoço

14h às 16h — Palestra

“Administração Pública”

Professor Antônio

José Calhau de Resende

- Bacharel em Direito,

mestre em Direito Público,

consultor da Assembleia

Legislativa e

professor da Escola do

Legislativo

16h — Intervalo

16h15 às 18h — Palestra

“Gestão Pública

Democrática e Participativa”

Professor Patrus Ananias

de Sousa - Advogado,

especialista em Poder

Legislativo e mestre em

Direito Processual e professor

da Escola do Legislativo,

com experiência

na vida pública como

vereador, deputado federal,

prefeito e ministro de

Estado

18h — Encerramento

Inscrições e informações com Tatiana Rezende e

Mônica Fonseca pelo e-mail: legis.escola@gmail.com

ou pelos telefones: (35)3429-6508 e (35)3429-6501

FLASH DE DOMINGO

Já sentimos saudades...

“Eu era jovem, feliz, perto

do selvagem coração da

vida”, escreveu Joyce ao

chegar a Paris com 22 anos.

Pois eu estava em Londres

em 1967, quando saiu o

Sargent Pepper dos Beatles

e senti a mesma coisa. Havia

em King’s Road uma

espécie de comício dissolvido

nos olhares, uma palavra

de ordem flutuando

no vento, “blowing in the

wind”, como cantava o Bob

Dylan. O mundo careta tremia,

ameaçado pelo perigo

do comunismo e pela alegre

descrença que os hippies

traziam.

A reação começou no

início dos anos 80, quando

morreu John Lennon, assassinado

por um psicopata

anunciador do que viria.

Depois, em 90, com o fim

da Guerra Fria, nos pareceu

que os Estados Unidos iam

derramar pelo mundo seu

melhor lado: a democracia

liberal, a autocrítica modernizadora,

o poder multipolarizado,

a tolerância;

parecia que a liberdade era

inevitável, quase uma necessidade

de mercado.

Mas não era esse o desejo

dos caretas republicanos.

Essa máfia de psicopatas

queria se vingar do desprezo

que sofreram nos anos

60, se vingar do vexame de

Nixon e Watergate, se vingar

dos Beatles, dos Rolling

Stones, de Marcuse, de

Dylan, da arte, dos negros,

das mulheres, da liberdade

sexual que sempre odiaram.

Imaginem Bush, Karl Rove

ou Rumsfeld diante de um

Picasso, ouvindo “free

jazz”. Começou a reação

da caretice estúpida contra

a modernização do mundo,

O futuro já era

tanto no Ocidente, quanto no

fundamentalismo islâmico.

Osama Bin Laden e Bush se

uniram, sob a aparência de

inimigos, numa aliança fundamentalista

contra a paz e

a democracia. Deixaram a

“herança maldita”: o mercado

global insensato, roído

por homens-bomba e medo,

a destruição do Iraque, o Afeganistão,

o Ocidente como

cão infiel do Oriente. E hoje

assistimos a uma política

mundial que é um balé impotente,

com a razão humilhada

e ofendida, para desespero

dos que acreditavam num futuro

iluminado. Não teremos

nem o “fim da história” do

Hegel, nem do Fukuyama,

aquele “hegelzinho” do Departamento

de Estado.

Cada vez mais, a vontade

dos homens está submetida

às suas produções - criamos

as soluções que nos aprisionam;

as coisas mandam nos

desejos. Num primeiro momento,

isso nos dá o pavor do

descontrole racional sobre o

mundo, ou melhor, da “ilusão

de controle” que tínhamos:

“Ah... que horror... o humano

está se extinguindo, a grande

narrativa, o sentido geral...”.

Mas, pergunta-se: que “humano”

é esse que só no séc.

20 gerou duas guerras mundiais,

Hitler, Mussolini, Hiroshima

e Nagasaki, Vietnã,

China, Pol Pot, África faminta.

Que “humano” é esse que

os racionalistas teimosos cismam

em idealizar?

Está se formando uma nova

vida social, sem finalidade,

sem esperança ideológica,

mas que poderá ser muito interessante

em sua estranheza.

A tecnociência, o espantoso

avanço da comunicação, da

cultura da web, dos diálogos

em rede no mundo todo, os

twitters e blogs estão roendo

os princípios totalizantes

e totalitários. O futuro já era

(apud Valéry). Tudo se passará

aqui e agora, sempre. Há

um enorme presente. O passado

será chamado dedepreciação”.

A rapidez dessas mutações

nos dá frio no estômago, mas

a vida mesma dará um jeito

de prevalecer e talvez esse

atual fantasma que assombra

os metafísicos esteja nos

libertando de antigos “sentidos”

tirânicos, trazendo

uma nova forma de aventura

existencial e social que possa

vir justamente da desorganização

da “ideia única”. Em

nossa cabeça, as ideias sempre

criaram as invenções, os

avanços morais ou políticos.

Mas as ideias agora surgem

das coisas. Sistemas éticos ou

racionais surgirão dos microchips,

da tecnologia molecular

e não o contrário.

O mundo está se desunificando

sim, em forma de uma

grande esponja, em vazios, em

avessos, em buracos brancos

que vão se alargando, à medida

que a ideia do tecido da sociedade

“como um todo” se esgarça.

Não há mais “células de

resistência”; apenas “buracos

de desistência”. Há tribalizações

de grupos, sem proselitismo;

há uma recusa ao mundo,

aceitando-o como algo irremediável,

mas sem conformismo.

Por dentro de seu luto, as tribos

se desenham.

Os jovens de hoje querem

alcançar uma forma de identidade

alternativa e não almejam

mais o “Poder” que

está em mil pedaços. Antes,

lutávamos contra uma realidade

complexa, sonhando

com utopias totalizantes. Era

* Arnaldo Jabor

o “uno” contra o “múltiplo”.

Hoje, é o contrário; a luta

é para dissolver, não para

unir; luta-se para defender o

vazio, o ócio possível, o que

não seja “mercável”. Agora,

os novos combatentes não

sonham com o absoluto; sonham

com o relativo.

A desesperança está parindo

novas formas larvais de

sobrevivência. E isso pode

ser o novo rosto da humanidade

se formando. É claro

que o ser humano necessita

de explicação, de sínteses,

de consolidação de ideias.

Sem dúvida, as religiões e

o fanatismo estão florescendo

e o irracionalismo (mesmo

disfarçado de sensatez)

resistirá bravamente.

Talvez sejamos robotizados,

modificados geneticamente,

talvez espantosas

tragédias surjam nos corpos

e nas sociedades, mas um

tempo diferente de tudo que

conhecemos já começou. Os

intelectuais falam no tempo

pós-humano. Mas a própria

ideia de “pós” já é antiga.

De qualquer forma, talvez o

pós-humano seja interessantíssimo,

até divertido. Será

que vamos viver dentro de

um videogame planetário?

Pode ser - mas é mais interessante

que o melancólico

lamento pela razão e harmonia

que não chegam nunca...

Estamos mais sozinhos; o

misterioso rumo da história,

com tragédias e comédias,

está no comando, (como, aliás,

sempre esteve), e as tentativas

de prevê-las foram todas para

o brejo... Estamos em pleno

mar, porém mais “perto do selvagem

coração da vida”.

Colunista do “O Estado

de S.Paulo”

O

jovem competente Emerson se desliga da

Citroën Pouso Alegre e retorna a Belo

Horizonte, dando prosseguimento à sua

carreira no Grupo Cheverny Citroën. Emerson, sua

esposa Ana Luisa e o raiozinho de luz Laura deixam

bons exemplos a todos nós pelo espirito de família

muito jovem, mas trilhando o bom caminho.

Um minuto

por favor

- Pe. Jaime Fernandes -SJ

Mundo Solidário

Comunidade Internacional

é a Comunidade das Nações...

As decisões políticas não podem ser ditadas

por ambições hegemônicas.

Nem por interesses egoístas.

Que perdessem de vista os imperativos

duma justiça supranacional.

Porque todas as nações são hoje solidárias

num destino comum.

Estimulando formas de consumo.

Explorando predatoriamente a natureza.

Caminhando para um colapso total...

Ou, pelo contrário, aceitando formas

de realização humana

em níveis de consumo mais austeros e igualitários.

Garantindo assim a sobrevivência da humanidade...

Não há desenvolvimento integral do ser humano

sem desenvolvimento solidário da humanidade.

Licenciado em Teologia

Sistema de Comunicação Domingo Ltda-ME

Rua Cel. José Inácio, 186, Sala 01, Centro

Fone/Fax: (35) 3421-5025 - 9144-2248

CNPJ: 08.648.912/0001-86

Inscrição na Junta Comercial do Estado de Minas Gerais

3120777109-5

www.jornaldomingo.com.br

Diretoria: diretoria@jornaldomingo.com.br

Jornalismo: jornalismo@jornaldomingo.com.br

Administrativo: adm@jornaldomingo.com.br

Diretor e Editor: Valtencir C. de Miranda - MTB 518-LIV.04-FLS-240

Processo 58480 em 02/02/80

Diretora Admistrativo e Financeiro: Constanzza Miranda Askar

Conselho Editorial: Eliana Carvalho Miranda

Jornalista Responsável: Eliana Silva - MTB MG10284JP-LIV.054-FLS-46

Assessoria Jurídica: Clóvis Massafera Pereira OAB/MG 91.827 - Tels.: 3425-9979 / 9105-3133

Projeto Gráfico | Diagramação: Maurílio A. de Oliveira

Colaboradores: Eliana Carvalho Miranda, Jackson Rennó, Newton Rios Schmidt, Celso Gama, Cristiana

Libânio Vilhena, Pe. Jaime Fernandes, Isaías Pascoal, Graziela Loyola, Dr. Lincoln J. C. Almeida, Leandro

Alkmim Teixeira, Maria Eunice Vilela Dande Netto, Simone Xavier, Rosane Arid, Leonardo Pereira Chiarini,

Adriana Taets, Pe. Adilson da Rocha, Dra. Isabella dos Santos Riêra, Dra. Mariângela Baldim Beraldo, Pe.

Marco Aurélio Gubiotti, Pe. João Luiz Ferreira e Maria Virgínia Brandão Krepp.

Gráfica: Editora Atlântica - telefone: (11) 3404-7719 ou (11) 9962-0021

Os artigos assinados não expressam a opinião do jornal.


3

Semana do dia 14/09/2013 a 21/09/2013

Com Portal da Transparência será mais fácil

fiscalizar concessionárias que atuam na cidade

A

Câmara aprovou na

terça-feira, 10, o Projeto

de Lei 7006/2013

que dispõe sobre a implantação

do Portal da Transparência

dos atos e informações

no âmbito das empresas concessionárias

do município de

Pouso Alegre.

De acordo com sua justificativa,

com o projeto será

possível ter acesso a planilhas

de custo, gasto com

funcionários, mão de obra.

Enfim, será mais fácil fiscalizar

a prestação de serviços

Álias...

- Júnior Rosa

“As famílias felizes se assemelham;

entre as infelizes, cada uma é infeliz

a seu modo”. - Tolstoi

Conforme prometido reproduzo

parte de um interessante

trabalho de duas pesquisadoras,

Kátia Maria Felipe Estol

e Maria Cristina Ferreira, que

fala um pouco mais sobre esse

importante assunto que é o planejamento

sucessório nas empresas

familiares e na família,

que muitos deixam para depois

não contando com o incerto e

as surpresas que a vida nos reserva.

É muito importante que as

pessoas que construíram ou

ainda constroem um patrimônio

saibam que esse planejamento

deve começar já quando

se pensa em casar e constituir

família de modo a garantir direitos

e obrigações aos cônjuges

e, posteriormente aos filhos

através de um estudo pré-matrimonial

que deságüe em um

acordo pré-nupcial que prevejam

todas as nuances patrimoniais

das partes.

Portanto, pensar que planejar

a sucessão deve ser assunto

para quando já se está velho ou

doente é um erro que na maioria

das vezes irá causar muita

dor de cabeça e dissabor na família

coisas que o planejamento

evita.

Mas, leiam o texto abaixo

amigos e tirem suas conclusões,

é muito interessante e

temos feito muitos trabalhos

com nossa equipe de parceiros

e consultores que deixaram

muitas famílias tranqüilas,

pense nisso.

“O PROCESSO

SUCESSÓRIO EM

EMPRESAS FAMILIARES

A grande participação da

família na direção e gerenciamento

das empresas familiares

costuma desencadear conflitos

relacionados às dificuldades de

se separarem as relações familiares

das decisões profissionais

(Peiser & Wooten, 1983).

Esses conflitos costumam vir

à tona principalmente durante

o processo sucessório, especialmente

quando o fundador

abre mão do poder para o seu

sucessor, que geralmente é um

membro da família.

Assim é que o fundador, por

vezes, percebe o empreendimento

como uma extensão de

si mesmo, além de não aceitar

a velhice, criando, assim, empecilhos

à passagem do poder

para a segunda geração da família

que, em contrapartida, se

julga com competência para

assumir o empreendimento.

de empresas concessionárias

como a Copasa, Viação Princesa

do Sul e KTM.

O Portal da Transparência

será alocado no site da Câmara

Municipal de Pouso Alegre,

sem ônus para o município

e para a empresa. Desta

forma, as empresas concessionárias

deverão apenas disponibilizar

a documentação

para a Câmara Municipal nos

prazos posteriormente estabelecidos.

De autoria do vereador Ayrton

Zorzi (PMDB), o projeto

Acrescente-se a isso o fato de

que, em geral, a segunda geração

é a responsável por introduzir a

profissionalização administrativa

e gerencial na empresa, o que

obviamente aumenta ainda mais

as resistências do fundador quanto

a “largar o seu negócio” (De

Vries, 1993). Desse modo, nesse

tipo de empresas “a história mais

comum a respeito da sucessão é

o choque de duas forças opostas:

a dificuldade da geração mais

velha para sair e a dificuldade da

geração mais nova para esperar”

(Gersick et al., 1997, p. 97).

Analisando o processo sucessório

em empresas familiares

brasileiras, Lodi (1987) destacou

os três tipos de crise que tais organizações

costumam vivenciar.

A crise da sucessão costuma

ocorrer por ocasião da passagem

do bastão do fundador para seu

sucessor, em virtude de o primeiro

desenvolver extremo culto

à personalidade, ser autocrata,

concentrar decisões, sacrificar a

família, criar obstáculos à profissionalização

e ter dificuldades

em treinar e avaliar os filhos, o

que acaba por castrar seus herdeiros

e prejudicar grandemente

o processo sucessório.

Na passagem da segunda para

a terceira geração que, em geral,

coincide com o crescimento e a

multiplicidade dos negócios da

organização, é comum as empresas

familiares vivenciarem a crise

de liderança entre os diversos

sucessores ou entre o sucessor e

o sucedido, motivada pelo fato de

os sucessores não apresentarem

condições de liderar e assumir

desafios, o que gera crise política

na definição de poderes (conflito

de lideranças) e sinaliza para a

necessidade de profissionalização.

O terceiro e último tipo de crise

caracteriza-se pela perda da

identidade da empresa, que não

mais sabe a que veio e quais os

seus objetivos. Tal crise coincide

com o acúmulo de dinheiro

e gigantismo da organização e é

decorrente do fracionamento do

poder acionário entre vários herdeiros

de interesses divergentes

e distantes dos valores do fundador,

que buscam unicamente a

renda e não demonstram nenhum

compromisso com o histórico da

empresa, adotando até mesmo a

corrupção para a solução de problemas

isolados.

Ainda segundo Lodi (1994),

com o crescimento e expansão da

empresa torna-se extremamente

difícil a transferência da intuição

gerencial ou espírito empreendedor

que são próprios do fundador

foi aprovado em 1ª votação.

“A ideia central é trazer para

a população respostas sobre

muitos questionamentos

feitos ao Poder Executivo e

Legislativo. O projeto trará

transparência e as pessoas

poderão ficar cientes sobre as

receitas e despesas das empresas

e, ainda, analisar se

estas estão compatíveis com

os serviços prestados e se o

valor cobrado é justo”, explica

o vereador. O Portal da

Transparência deverá entrar

em vigor em janeiro de 2014.

para seus sucessores, o que tem

levado muitas empresas familiares

a optarem pela profissionalização

como forma de garantir

sua continuidade. A profissionalização

implica a substituição

de administradores familiares

por gerentes contratados e assalariados

que costumam levar a

empresa a adotar práticas administrativas

mais racionais e menos

personalizadas. Em outras

palavras, a empresa familiar se

profissionaliza, quando sua administração

passa para as mãos

de executivos profissionais, em

geral recrutados no mercado,

muito embora este executivo

possa ser também, alguém da

própria família, que tenha recebido

formação adequada para

assumir o comando gerencial da

empresa.

Identificam-se seis dimensões

básicas relacionadas às dificuldades

do processo sucessório:

lacunas na capacitação do sucessor

(falta de preparo gerencial,

pouca experiência no exercício

da autoridade etc.); interferências

do relacionamento familiar nos

negócios (rivalidade entre familiares

pela posse do controle da

empresa, despreparo da família

para o entendimento do processo

sucessório etc.); resistência

do sucedido em desligar-se da

empresa, restrições à profissionalização

por parte da empresa,

resistência à sucessão por parte

dos funcionários mais antigos

e falta de interesse do sucessor

pelos negócios da família. Já as

dimensões que emergiram como

facilitadoras do processo sucessório

foram: preparação adequada

do sucedido para o processo

de sucessão, necessidade de

profissionalização da empresa,

capacitação do sucessor através

de treinamento específico para o

desempenho gerencial, participação

da família no planejamento

do processo sucessório, definição

de critérios para a escolha

do sucessor e assessoramento ao

sucessor por meio de equipe interna

da empresa.

Em síntese, a literatura evidencia

que embora a sucessão

constitua evento de fundamental

importância para a continuidade

dos negócios e sobrevivência

das empresas familiares, ela

poderá tornar-se traumática, se

não for conduzida de forma racional

e eficaz, o que demonstra

a necessidade de tal processo se

desenvolver através de planejamento

cuidadoso e racional, que

procure levar em conta a ampla

gama de fatores que o afetam”.

Bom Domingo!

Advogado pós-graduado em processo cívil, MBA Executivo em

Gestão Empresarial pela FGV

Nota de

agradecimento

O

Movimento Social São

José Pró-tuberculosos

agradece ao Colégio

São José, na pessoa de seu

diretor, professor Giovanni

Marques Santos, por ceder

mais uma vez as dependências

da escola para a realização da

Festa Junina em prol do Movimento

neste ano de 2013.

Toda a arrecadação é revertida

para os trabalhos assistenciais

e estruturais do Movimento.

Reafirmamos, mais uma vez,

a importância da parceria com

o Colégio, que não mede esforços

para que o evento aconteça.

A solidariedade é o amor

em movimento. A Feijoada e

a Gincana Solidária também

são eventos em prol do Movimento

Social.

Ao Colégio, equipe pedagógica,

funcionários, professores,

pais, alunos e voluntários

do nosso Bazar Solidário

e membros da diretoria do

Movimento Social São José

Pró-Tuberculosos, o nosso

muito obrigado.

Carla Magalhães

Presidente

Cidadania em

Movimento

- Leandro Alkmim Teixeira

O que é que você

quer?

Na última década, o governo

– que se diz democrata

– vem, de maneira

impositiva e ditatorial,

tendo condutas que visam

desviar a atenção

das pessoas dos problemas

que verdadeiramente

nos afetam, como o povo

já mostrou e continua

mostrando. Não estamos

falando, é claro, dos

“vândalos orquestrados”

do sindicalismo pelego,

aquela coisa fingida e

forçada. O que parece é

que se de um lado o capitalismo

evoluiu, de outro

o socialismo permaneceu

completamente parado, se

é que não andou pra trás.

Ora, convenhamos: o

capitalismo cedeu a muitas

demandas de cunho

social há muito tempo. A

própria CLT já é uma senhora

idosa, e já precisa

de uma reforma. Há toda

uma legislação trabalhista

em vigor, e até mesmo

a chamada “Justiça do

Trabalho” - conceito muito

curioso, pois a própria

existência da Justiça “comum”

e da do “trabalho”

denota dois pesos e duas

medidas. A quantidade de

impostos que é recolhida

em nome de um trabalhador

chega a ser ofensiva,

principalmente quando

confrontamos os números

com os serviços prestados

pelo poder público. Pífio.

Mas o nosso é um país

contraditório. Ou povo

não se atenta aos detalhes,

ou é completamente ingênuo.

São vários os exemplos.

Para começar, existe

a questão religiosa: todo

país protestante (ou seja,

evangélico) é capitalista.

Sem exceção. Igualmente,

países católicos são capitalistas

(como a França,

que sempre teve tendência

socialista) – exceto aquelas

republiquetas latino-

-americanas de segunda

classe. Existem países

capitalistas com religiões

predominantes diferentes

(como o Japão, de maioria

budista; ou a Alemanha,

60% católica), porém se

um país é em sua maioria

católico ou protestante,

então ele é capitalista.

De mais a mais, filosoficamente,

em países onde

não há liberdade de inciativa,

o estado toma o lugar

de Deus como referência

transcendental – e isso acaba

gerando uma dúvida: se

o brasileiro é notoriamente

religioso, como é que alguns

“se dizem” socialistas

– e com isso acabam

negando a existência de

Deus? É uma contradição

Engenheiro Eletricista / Presidente da AEPA

E-mail: leandro@rtiengenharia.com

Locais

tão grande que quando

alguém aparece com esse

discurso é de se pensar

se ela é merecedora de

pena, de indiferença, ou

de desprezo. É o mesmo

que um ateu entrar na faculdade

de Teologia.

Uma outra questão

fundamental é a propriedade.

Peça basilar

do capitalismo, o brasileiro

decididamente

defende seu patrimônio

como pode – e vejam

que curiosidade: uma

das funções principais

de uma arma de fogo é

justamente defender a

propriedade, o patrimônio

que qualquer cidadão

tenha construído,

mas cujo direito o governo

vem lentamente

cercando na última década,

com a ideia de que

o desarmamento resolve

alguns problemas sociais

que foi incapaz de

gerir. Exatamente como

foi feito com os judeus

pelos nazistas: sem possibilidade

de reação,

não havia outra opção

senão entregar aos alemães

o que lhes fosse

solicitado.

Resta ao cidadão refletir

sobre o que deseja

para seu próprio futuro e

dos seus.


4

Semana do dia 14/09/2013 a 21/09/2013

Locais Turismo

Expoflora mostra tendência

de flores e plantas em verde

e amarelo

A

maior exposição

de flores

e plantas ornamentais

da

América Latina

– a Expoflora - já começou

e dá boas vindas à

primavera. O evento, que

está em sua 32ª edição,

acontece em Holambra

(SP) - o maior centro de

cultivo e comercialização

de flores e plantas ornamentais

do Brasil. Até o

próximo dia 29 é possível

conferir de perto todas as

novidades desta exposição

que atrai cerca de 300

mil visitantes.

Neste ano, a Expoflora

traz as tendências de flores

e plantas ornamentais

nas cores verde e amarelo,

uma aposta dos produtores

de Holambra no paisagismo

e decoração para a

Copa do Mundo de Futebol.

O foco são os hotéis,

as empresas, os restaurantes,

as residências e até os

estádios.

Durante a exposição,

os mais de 300 produtores

aproveitam para lançar

novas variedades e

avaliar a aceitação pelos

consumidores. Entre os

lançamentos e novidades

dessa edição estão a rosa

Blueberry, a calla preta e

o sunpatiens (espécie de

impatiens cultivado ao

Sol). Apresenta, também,

as novas flores como a

simpática barleria, a preguiçosa

dormideira, a

aveludada celósia, as floridas

tarantas e as exóticas

e encantadoras orquídeas

oncidium. Não faltam

novas e lindas variedades

de anêmonas, ranúnculos,

A mostra de Paisagismo conta com 25

ambientes

hisbiscus, lírios e alstroemerias.

EXPOSIÇÕES

Carro-chefe da Expoflora,

a exposição de arranjos

florais traz o tema

“Flores, contos e lendas”,

resgatando as tradições e o

folclore do Brasil e da Holanda.

Dezenas de bruxas,

Chapeuzinho vermelho na

singela casa da vovó, João

e Maria, Rapunzel e Cinderela

são os personagens

usados pelos decoradores

e paisagistas holandeses

Jan Willem van der Boon e

Jessica Drost para mostrar

as tendências das decorações

florais e as espécies e

variedades de flores e plantas

ornamentais produzidas

em Holambra.

Já na mostra de paisagismo

e jardinagem o desafio

dos foi destacar em

seus projetos o uso da

água, integrando o design,

o conforto e a praticidade

à sustentabilidade, como

o uso racional ou o reuso

desse recurso natural. O resultado

pode ser visto nos

25 ambientes criados por

paisagistas, agrônomos,

arquitetos, designers, decoradores

e outros profissionais

da área.

ENTRETENIMENTO

Plantas ornamentais nas

cores verde e amarelo são

a aposta dos produtores de

Holambra no paisagismo e

decoração para a Copa do

Mundo.

“Flores, contos e lendas” é o tema da

exposição de arranjos florais

A Bela e a Fera, Shrek

e Fiona, Cuca, Emília e o

Visconde de Sabugosa divertem

os turistas nos 250

mil m² do parque que abriga

o evento. Eles passeiam

pelo recinto, junto com os

Tulipos e a Banda Ipê, para

fotos e entretenimento dos

visitantes.

Entre as atrações fixas

estão a Parada das Flores

(16h) e a Chuva de Pétalas

(16h30). Inspiradas no

desfile de encerramento

das atividades diárias do

parque da Disney, o objetivo

é atrair o público para

a apoteose do evento. Só

que, na Expoflora, em vez

de fogos de artifício, o espetáculo

é feito na forma

de uma chuva que, em vez

de molhar, encanta a todos

os que dela participam por

ser feita com as pétalas de

aproximadamente 150 quilos

de rosas. São necessárias

18 mil rosas, aproximadamente,

por dia, para a

produção desse espetáculo.

Diz a tradição que aquele

que consegue pegar uma

pétala ainda no ar tem os

seus desejos realizados.

E todos os sábados, a

partir das 17h30, após a

Chuva de Pétalas, a Banda

Me Gusta (Eu gosto,

em espanhol), de Amparo,

se apresenta no palco das

Rosas, em frente à praça

de alimentação. A proposta

é proporcionar um happy

hour descontraído, animado

por ritmos variados,

composições nacionais e

internacionais.

Já o Passeio Turístico

mostra aspectos da história

e a arquitetura da

ex-colônia holandesa no

Brasil, além de um campo

de flores. A novidade

este ano é que os visitantes

serão levados a um

dos campos que serviu

de cenário para o personagem

Bento, interpretado

pelo ator Marco

Pigossi, nas gravações

da novela Sangue Bom,

exibida pela TV Globo.

O city tour é uma das

atrações durante o evento,

com saídas de hora

em hora.

No Shopping das Flores,

instalado em uma

área de 3.300 m², estão

à disposição para serem

levadas para casa cerca

de 200 espécies e mais de

duas mil variedades cultivadas

por cerca de 400

produtores. A expectativa

de vendas em 2013 é

de aproximadamente 100

mil unidades.

A 32ª Expoflora acontece de sexta-feira a domingo, das 9h às 19h.

Localização: Holambra, SP 340, rodovia Campinas-Mogi Mirim, saída 140.

Ingressos: R$ 32 na bilheteria

Informações: (19) 3802-1421 e expoflora@expoflora.com.br

A Chuva de Pétalas encanta o público

Durante a exposição é possível conhecer um campo de flores


5

Semana do dia 14/09/2013 a 21/09/2013

Locais

Arte a partir

da sucata

Nas mãos do

artista plástico

César

Gianini, de

38 anos, sucatas

como parafusos,

correntes, peças de relógio,

moedas antigas, chaves,

componentes eletrônicos,

restos de peças de

automóveis e outros objetos

de metal que não serviriam

para mais nada e

teriam como destino certo

o lixo dão forma a peças

diferenciadas.

Caixas, cadernos, porta-

-joias, quadros, esculturas

e outros artigos de decoração

ganham um toque todo

especial ao serem revestidos

com estes materiais.

É preciso paciência e, é

claro, uma boa dose de talento

para encaixar tudo no

seu devido lugar. Segundo

o artista, há peças que levam

seis meses para ficarem

prontas. “É como se

fosse um quebra-cabeça.

Tenho que juntar as peças,

encaixá-las no lugar certo”,

conta.

Gianini explica que o

objetivo de sua arte levar

à reflexão sobre os conceitos

de meio ambiente,

trabalho e arte. “Hoje

nada se joga fora. Tudo

pode ser reaproveitado.

Adquirindo minhas peças

a pessoa se torna um cidadão

eco responsável”,

diz.

Os materiais que ele

utiliza nas peças vêm de

amigos que conhecem

sua arte. Mas muita coisa

também ele encontra

na rua e leva para casa.

“Vou guardando tudo

dentro de um baú para

depois utilizar. Quando

estou na elaboração das

peças não vejo o tempo

passar. Para mim é uma

terapia”, revela.

Segundo César Gianini há peças que levam seis meses para ficarem prontas

Natural de Senador

Amaral e morador

de Pouso Alegre há

dez anos, desde criança César

Gianini já demonstrava

talento para a arte. Mas foi

a música que bateu primeiro

à sua porta. Aos oito anos de

idade aprendeu a tocar violão

observando o avô. Mais

tarde iniciou a carreira como

cantor e compositor sertanejo.

Aos 17 anos saiu de casa,

conheceu um amigo hippie

e passou a viajar durante um

ano pela região. No período,

O artista

aprendeu a fazer bijuterias e

outros artigos para vender.

Quando parou de viajar criou

o primeiro exemplar de sua

arte com sucata: uma pequena

caixa de madeira revestida

com correntes, peças de

relógios, chaves e parafusos.

Ele recorda que no principio

era apenas uma arte para

si mesmo. “Essa caixinha

ficou na estante de minha

casa e meus amigos quando

viram gostaram e disseram

que eu deveria fazer este tipo

de peça para vender. Mas na

época estava trabalhando

com música e fotografia e

não tinha muito tempo para

fazer isso”, conta.

Mas tempos depois veio

a vontade de investir nas

artes plásticas. Fez várias

peças e as apresentou a outras

pessoas. Divulgou em

sites de relacionamento e

começou a fazer exposições.

Gianini já expôs na

Galeria Artigas, em Pouso

Alegre, e também nas cidades

de Bragança Paulista e

Itajubá. Atualmente concilia

a carreira de músico e

artista plástico.

Conheça mais detalhes dessa arte no

http://cesargianini.blogspot.com.br/

Contato com o artista: cesargianini@yahoo.com.br


6

Semana do dia 14/09/2013 a 21/09/2013

Locais

Diversas atrações culturais movimentam a próxima semana

ATRAÇÕES DO

TEATRO

Nos dias 17 e 18 de

setembro, sempre

às 19h, o Colégio

Anglo apresenta sua mostra

cultural no Teatro de

Pouso Alegre. A entrada

é gratuita. Os visitantes

da mostra poderão acompanhar

apresentações de

dança, teatro e coral, todas

relacionadas ao tema “Viver

bem é saber conviver”.

Na quinta-feira, 19, outra

mostra com apresentações

culturais da Creche Jesus

Maria José. Também com

entrada franca, às 19h. No

sábado, 21, no mesmo horário,

o grupo Soul PA realiza

apresentações de dança

com ingressos a R$ 10.

A capoeira invade o Theatro

Municipal no domingo,

22, a partir das 15h.

Crianças e adolescentes

dos projetos Chama e Prossan

mostram todo seu gingado

no palco da casa de

artes. O evento é apoiado

pela Associação Brasileira

de Apoio e Desenvolvimento

da Arte Capoeira -

ABADÁ.

INATEL CULTURAL

No dia 20, sexta-feira, o

Inatel Cultural apresenta o

show de Gustavo Carvalho

com lançamento de seu

CD “Tons do Mar”. Será

às 20h, no Teatro Inatel.

Os ingressos custam R$

10,00. Evento beneficente,

em prol da APAE de Santa

Rita do Sapucaí e Grupo

Escoteiros Papa Léguas.

CONSERVATÓRIO

Na 3ª Maior do dia 17,

às 20h40, o Conservatório

de Pouso Alegre apresenta

o projeto “Quase Lá”.

O projeto teve início em

Revitalização do prédio do

antigo Fórum está em fase final

A

Prefeitura de Pouso

Alegre, por meio

da Secretaria de

Cultura e Turismo, está

dando os últimos retoques

no prédio que pertenceu

ao Fórum. Em reforma

desde maio deste ano, o

antigo endereço da justiça

vai abrigar a Biblioteca

Municipal Prisciliana Duarte

de Almeida.

As obras de revitalização

interna já foram finalizadas.

Pintura, fiação

elétrica e tubulações readequadas.

As obras agora

se concentram na fachada.

Os proprietários de jazigos

no Cemitério

Municipal de Pouso

Alegre devem procurar a

administração do cemitério

para fazer o recadastramento

e emitir a nova certidão

de titularidade. Estão livres

da atualização apenas aqueles

proprietários que emi-

As paredes

externas receberam

uma

massa especial

essa semana,

a preparação

para

a pintura que

virá a seguir,

finalizando as

obras.

“Em algumas

semanas

concluiremos

as obras de revitalização

do prédio e, então, seguimos

com o trabalho de

catalogação e desenho do

layout da biblioteca em seu

novo endereço”, informa o

secretário de Cultura e Turismo

José Clévio.

Proprietários de jazigos devem

fazer recadastramento

Campanha de educação no

trânsito começa esta semana

A

Secretaria

de

Transporte e Trânsito

começa esta

semana mais uma campanha

educativa do programa

“Pouso Alegre por um

Trânsito mais Seguro”.

Os agentes de trânsito vão

abordar motoristas e pedestres

para chamar atenção

para condutas mais

amigáveis e seguras nas

vias. Panfletos com informações

e reflexões sobre

conscientização no trânsito

serão entregues pelos

profissionais de mão em

mão.

Dados do Censo de 2010

do Instituto Brasileiro de

tiram sua certidão a partir

de 2012. Os demais devem

comparecer à Rua Comendador

José Garcia, 1059, no

Centro, das 8h às 17h30. O

recadastramento segue até

janeiro de 2014.

Para emitir a nova certidão,

os proprietários dos

jazigos devem apresentar

Geografia

e Estatística

(IBGE)

contabilizam

57,5

mil veículos

circulando

pela

cidade. Pelos

cálculos

da SMTT,

esse número

estará em

torno de 70

mil até o final deste ano.

Para compor a realidade

do trânsito de Pouso

Alegre ainda é preciso

lembrar que, além de

seus 140 mil habitantes,

fotocópia acompanhada do

original de seu documento

de identidade. Também é

necessário apresentar uma

cópia, acompanhada do original,

de qualquer recibo,

ainda que antigo, expedido

pelo município no qual

conste o número do espaço

concedido ao titular.

a cidade abriga uma população

flutuante que

pode variar entre 100 e

200 mil pessoas que passam

pela cidade ao longo

do mês.

2001, sob a coordenação

da Profª Aurea Lemes, com

a proposta de incentivar os

alunos a se reunirem e criar

trabalhos próprios. Todas

as músicas apresentadas

durante o evento são composições

próprias ou de repertório

de outros compositores,

mas com arranjos

próprios. Os alunos que

participam são de vários

níveis e departamentos.

Já na 5ª Musical do dia

19 tem recital de piano

com Maria Clara e Ana

Luiza. Será às 20h40, no

Auditório do Conservatório,

com entrada franca.

EXPOSIÇÃO

A Divina Maria Café e

Cultura apresenta, até o

dia 14 de outubro, a exposição

de fotografias

“Caçador de Paisagens”

de Fernando Campanella.

Nas fotografias, os surpreendentes

relevos e,

porque não, alguns dos

enigmas de Minas são

traduzidos em imensuráveis

matizes da luz. Mais

do que fotografias, são

panoramas erigidos pela

natureza capturados pelo

Administradores recebem homenagem

No início da sessão da Câmara do último dia 10, administradores foram homenageados

pelo seu dia - comemorado em 09 de setembro. Receberam o

certificado de Honra ao Mérito o Delegado Regional do Conselho Regional de

Administração, Aldo Ambrósio Morolli; o coordenador do curso de Administração da

Univás, professor Júlio Antônio Moreira Gomes; e a coordenadora do Curso Técnico

em Administração do Instituto Federal do Sul de Minas, professora Daniele Martins

Duarte Costa.

Duas semanas fora e

um retorno com muitas

surpresas agradáveis e desagradáveis,

assim como

é a vida de qualquer ser.

Saí com o dólar a 2,10 e

voltei com ele a 2,40; é

mais de 10% em 15 dias.

Li que a inflação anual no

ano passado foi projetada

para 4,3% e atingiu 5,5%,

e que este ano estava acima

do alvo projetado pelo

governo, de 4,5%. Rondava

a casa dos 6%, o acho

que não é tão verdadeiro

assim. No supermercado

percebi que nada estava

neste nível de 6, tudo acima

de 20%, quando não

30%. Um vinho que eu sabia

que estava a R$ 44,00,

e até cheguei a comprar

por R$ 36,00, ontem estava

a 58,00 a garrafa. Nenhum

leite está mais na

casa dos 2 Reais. O queijo

parece que virou ouro

branco. Não existe carro

no mercado Brasileiro de

10 mil dólares. Quem faz

a barba sabe que o preço

dos barbeadores bons

estão todos na faixa de 8

Conversa no

Alpendre

- Newton Rios Schmidt

a 10 reais cada cartucho.

Você está construindo? Então

muito cuidado com os

cálculos no fim da obra.

Cineminha, cafezinho, estacionamento:

Buum! É

uma farsa oferecer 5% para

os aposentados; nós já não

conseguíamos sobreviver

com o que tínhamos, nem

conseguiremos nos manter

com esta bondosa oferta.

Levanto isto porque vivenciamos

à pouco tempo uma

inflação estratosférica, e o

noticiário juntamente com

o cenário naquela época era

exatamente este. Dá medo.

Este universo do valor imobiliário

está igual a recente

pré-bolha Americana, e a

distribuição da renda parecendo

com o oriente,

Arábia e China. Trilhardários

comprando o mundo e

miseráveis comendo terra

do próprio solo. A gente

tem bons administradores,

mas, como dizia meu sábio

avô, a propriedade é

melhor gerida com número

certo de pessoas, senão

vira ferida. Excesso de cabeças

uma bate na outra.

Engenheiro

prisma de um poeta que

desvenda cenários ímpares

através do olhar. O

endereço é Rua Adolfo

Olinto, 34, Centro, Pouso

Alegre.

Olhem o descalabro que

estão fazendo com relação

a permanência no

mandato deste deputado

já condenado por conta

de contas, tudo isto

para manter uma certa

segurança em prováveis

processos futuros. Agora

estão condenando os

mensaleiros e após deverá

expor o resto da corja.

Isto é puro medo. Adivinhem

se este cara não

vai entrar com processo

reivindicando salário

mesmo estando na prisão?

Isto sim mereceria

o povo na rua. É muita

afronta à administração

e ao poder, ao povo. Para

que “ficha limpa” aos

candidatos se ela não

servir para os eleitos? A

gente passa a vida vendo

a repetição das mesmas

coisas e o País piorando

na politica. Vamos ficar

o tempo todo batendo

tamborim pra macaco

dançar? Chega!


7

Semana do dia 14/09/2013 a 21/09/2013

Economia

A pedido dos leitores, publicamos novamente esta semana

a síntese de preços da gasolina praticados em postos de

Pouso Alegre.

Período : De 01/09/2013 a 07/09/2013

RAZÃO SOCIAL ENDEREÇO BAIRRO BANDEIRA

PREÇO

VENDA

DATA

COLETA

Geraes Auto Posto Ltda Avenida Vereador Antônio da Costa Rios, 1515 São Geraldo BRANCA 2,899 04/09/2013

Auto Posto Vista Alegre Ltda Rua Erickson Flavio da Silva, 2950 Rod. Mg 290 Km 04 Gamba BRANCA 2,899 04/09/2013

Posto Lava Jato do Bambui Ltda Avenida Doutor Joao Beraldo, 960 Centro PETROBRAS 2,998 04/09/2013

Agenor & Cia Ltda Avenida Juscelino Kubitschek de Oliveira, 1480 São José PETROBRAS 3,010 04/09/2013

Auto Posto Gilroma Ltda. Rodovia Juscelino Kubstchek, 106 Ipiranga BRANCA 3,040 04/09/2013

Posto Nova Minas Ltda Avenida Pinto Cobra, 100 Vila Mariana SHELL 3,058 04/09/2013

Sergio Villar e Cia. Ltda. Rua Comendador José Garcia, 502 Centro IPP 3,059 04/09/2013

J.r.cobra Ltda Avenida Antonio Mariosa, 3245 Jardim Yara PETROBRAS 3,059 04/09/2013

Posto Confiança Ltda Avenida Alferes Augusto Gomes de Medela, 60 Jardim Noronha IPP 3,059 04/09/2013

Auto Posto das Industrias Ltda Avenida Prefeito Olavo Gomes de Oliveira, 1760 Foch ALE COMBUSTÍVEIS 3,072 04/09/2013

Brito & Rodrigues Ltda. Rodovia Fernão Dias, S/n Km 839 - A Ipiranga PETROBRAS 3,080 04/09/2013

Posto Sao Jose Ltda Rua Comendador Jose Garcia, 1026 Centro BRANCA 3,080 04/09/2013

Auto Posto Mariano Ltda Praca Jose Custodio Ferreira, 105 Santo Antônio BRANCA 3,090 04/09/2013

Auto Posto Medicina Ltda Avenida Coronel Alfredo Custodio de Paula, 75 Centro SHELL 3,094 04/09/2013

Auto Posto Pouso Alegre Ltda. Avenida Vicente Simoes, 400 0 Centro PETROBRAS 3,098 04/09/2013

Fatima Auto Posto Ltda Avenida Tuani Toledo, 10 Fatima PETROBRAS 3,099 04/09/2013

Mario Sergio Duarte & Cia. Ltda. Rua Professor Mendonça, 29 Centro IPP 3,099 04/09/2013

Posto Confiança Ltda Rua Doutor Vinicius Meier, 131 Centro COSAN COMBUSTÍVEIS 3,099 04/09/2013

Auto Posto Bonanza Ltda Rodovia Br 459 - Jk, S/n Km 101 Ipiranga PETROBRAS 3,099 04/09/2013

Auto Posto Rigotti & Moraes Ltda. Rua Comendador Jose Garcia, 588 Centro PETROBRAS 3,099 04/09/2013

PREÇ0 VENDA: MÉDIA: 3,055 | DESVIO PADRÃO: 0,061 | VALOR MÍNIMO: 2,899 | VALOR MÁXIMO 3,099

Semana passada vi

de perto, dessa vez

na cidade de Sorriso

(MT) --considerada a

capital nacional do agronegócio

e nosso maior

produtor individual de

soja--, exemplos práticos

das contradições que

comprometem o desempenho

da nossa economia.

Ao mesmo tempo em

que nos orgulham os ganhos

formidáveis de produtividade

no campo, é

desoladora a descrença

dos produtores na capacidade

do governo federal

de prover investimentos

mínimos, em logística

e em infraestrutura, que

garantam menores custos

e maior competitividade

no momento de escoar a

produção.

A frustração é de tal ordem

que ouvi de muitos

deles o desejo de plantar

menos, já na próxima safra,

por não haver sequer

condições adequadas de

armazenagem.

Com o crescimento do

PIB projetado ao redor

de apenas 2% ao ano, o

setor rural resiste de forma

heroica e produz resultados

que devem ser

Agronegócio

reconhecidos e saudados

pelos brasileiros: no segundo

trimestre, em comparação

com o primeiro, o

PIB agropecuário cresceu

mais que o dobro do PIB.

O crescimento foi de

14,7% no primeiro semestre,

se comparado

com o mesmo período de

2012, enquanto o setor de

serviços cresceu 2,1% e a

indústria, 0,8%.

A grande performance

reflete as transformações

ocorridas quando a estabilização

da economia

decretou o fim do uso especulativo

da terra e inaugurou

a fase da busca pela

eficiência na produção.

É notável, desde então,

a crescente utilização de

novas tecnologias e métodos

de manejo, tornando

produtivo e eficiente

o setor, da porteira para

dentro.

As dificuldades a serem

superadas estão da porteira

para fora e são as

mesmas que outros setores

enfrentam. O Programa

de Investimento em

Logística acaba de completar

um ano sem realizar

nem sequer um leilão

para obras em rodovias,

ferrovias e portos.

*Aécio Neves

Esse é o terceiro ano

consecutivo em que o

Brasil cai no Índice de

Competitividade Mundial,

divulgado pelo Institute

for Management

Development: em 2010,

ocupávamos o 38º lugar;

em 2011, o 44º; em 2012,

46º. Na edição 2013, o

Brasil caiu mais cinco posições

-está em 51º lugar

entre 60 países.

O resultado são montanhas

de grãos ao ar livre

(principalmente soja

e milho) por falta de armazenagem;

quilométricas

filas de carretas para

chegar aos portos; escassez

de ferrovias, além de

navios e contêineres parados

nos portos, multiplicando

custos e reduzindo

competitividade.

É uma realidade que

penaliza a economia

como um todo e atinge

intensamente o setor do

agronegócio, cuja cadeia

produtiva contribui com

22% na formação do PIB

nacional.

A ausência de planejamento,

o improviso e a

prioridade dada ao marketing

têm condenado os

desafios do Brasil real ao

esquecimento.

Fonte: Agência Nacional do Petróleo

*Senador pelo PSDB-MG. Foi governador de Minas Gerais entre 2003 e 2010.

É formado em economia pela PUC-MG


8

Semana do dia 14/09/2013 a 21/09/2013

Bem Locais

Estar

Cirurgia de

catarata é

simples e

rápida

Com o passar

dos anos uma

lente natural

que existe dentro

do olho,

chamada cristalino, pode

perder sua transparência.

Essa opacificação dificulta

a entrada da luz dentro

do olho e sua chegada até

a retina, o que diminui a

visão. É a catarata - uma

doença mais frequente em

idosos, mas que pode acometer

pessoas de qualquer

idade.

“Quando nascemos o

cristalino é transparente

e com o passar do tempo

ele vai ficando opacificado,

podendo ficar esbranquiçado,

amarelado e até

negro. A pessoa começa

a sentir um desconforto,

um embaçamento visual.

Quanto maior o nível da

catarata, menor a visão”,

explica o médico oftalmologista

Dr. Luiz Augusto

Moreira de Magalhães.

O diagnóstico, segundo

o oftalmologista, é simples,

feito através de exame

por um profissional

oftalmologista realizado

no próprio consultório.

“Através do microscópio

conseguimos ver se o cristalino

está ou não transparente”.

TRATAMENTO

O tratamento da catarata

é cirúrgico. Dr. Luiz

Augusto conta que as cirurgias

antigamente eram

mais invasivas. Hoje o procedimento

é simples e dura

em média 15 minutos.

Através da facoemulsificação

o oftalmologista realiza

a aspiração do cristalino

natural através de uma

microincisão autosselante,

ou seja, dispensa a utilização

de pontos. No lugar

do cristalino, que equivale

normalmente a uma lente

de 20 graus, é implantada

uma lente artificial intra-

-ocular dobrável. “O grau

desta lente varia de caso

a caso. É definido através

de um cálculo que leva em

conta o tamanho do olho e

a curvatura da córnea”, informa

o oftalmologista.

Nos primeiros dias após

a cirurgia é importante o

Dr. Luiz Augusto destaca que após a cirurgia, com a visão

recuperada, o paciente passa a ter mais qualidade de vida.

paciente não fazer esforço,

deve evitar possíveis traumas

no olho, utilizar corretamente

os colírios e usar

óculos de sol.

Dr. Luiz Augusto destaca

que após a cirurgia,

com a visão recuperada, o

paciente passa a ter mais

qualidade de vida. “É muito

satisfatório ver os pacientes

enxergando após

a cirurgia, principalmente

em casos de catarata mais

avançada. A qualidade de

vida melhora muito”.

De acordo com ele o

não tratamento da catarata

pode levar a perda total da

visão. Mas o quadro é reversível.

Com a cirurgia,

a pessoa volta a enxergar.

Mas o oftalmologista ressalta

que quanto antes realizada

a cirurgia, melhor.

“Hoje em dia é mais difícil

a pessoa com catarata

deixar o quadro evoluir.

Temos feito a cirurgia cada

vez mais cedo”.

CAUSAS DA

CATARATA

O médico lembra que existe

uma forte ligação entre a

catarata e a exposição aos

raios ultravioletas. Mas ela

também pode aparecer em

função de alterações congênitas

(quando a criança já

nasce com catarata), predisposição

genética, traumas e

uso de alguns medicamentos.

Pacientes diabéticos

também são mais propensos

a desenvolver a doença.

Embora recomende-se o

uso de óculos escuros com

proteção UV devido a forte

associação entre a radiação

ultravioleta e a catarata, não

existem medicamentos preventivos

para a doença.


9

Semana do dia 14/09/2013 a 21/09/2013

Comportamento

Culpa zero

- Martha Medeiros

Eu não sirvo de

exemplo para

nada, mas, se

você quer saber

se isso é possível,

me ofereço como piloto

de testes. Sou a Miss

Imperfeita, muito prazer.

Uma imperfeita que faz

tudo o que precisa fazer,

como boa profissional,

mãe e mulher que também

sou: trabalho todos os

dias, ganho minha grana,

vou ao supermercado três

vezes por semana, decido

o cardápio das refeições,

levo a filha no colégio e

busco, estudo com ela,

telefono para minha mãe

todas as noites, procuro

minhas amigas, namoro,

viajo, vou ao cinema, pago

minhas contas, respondo a

toneladas de e-mails, faço

revisões no dentista, mamografia,

caminho meia

hora diariamente, compro

flores para casa, providencio

os consertos domésticos,

participo de eventos

e reuniões ligados à minha

profissão, a igreja, acredito

e oro a Deus e ainda

faço escova toda semana

- e as unhas!

E, entre uma coisa

e outra, leio livros.

Portanto, sou ocupada,

mas não uma

workaholic. Por mais

disciplinada e responsável

que eu seja,

aprendi duas coisinhas

que operam

milagres. Primeiro:

a dizer NÃO. Segundo:

a não sentir um

pingo de culpa por

dizer NÃO.

Culpa por nada,

aliás. Existe a Coca

Zero, o Fome Zero,

o Recruta Zero. Pois inclua

na sua lista a Culpa Zero.

Quando você nasceu, nenhum

profeta adentrou a

sala da maternidade e lhe

apontou o dedo dizendo

que a partir daquele momento

você seria modelo

para os outros. Seu pai e

sua mãe, acredite, não tiveram

essa expectativa: tudo

o que desejaram é que você

não chorasse muito durante

Papo de Domingo

as madrugadas e mamasse

direitinho. Você não é Nossa

Senhora. Você é, humildemente,

uma mulher. E,

se não aprender a delegar, a

priorizar e a se divertir, bye-

-bye vida interessante. Porque

vida interessante não

é ter a agenda lotada, não

é ser sempre politicamente

correta, não é topar qualquer

projeto por dinheiro,

não é atender a todos e criar

para si a falsa impressão de

ser indispensável.

É ter tempo. Tempo para

fazer nada. Tempo para fazer

tudo. Tempo para dançar

sozinha na sala. Tempo

para bisbilhotar uma loja de

discos. Tempo para sumir

dois dias com seu amor.

Três dias. Cinco dias! Tempo

para uma massagem.

Tempo para ver a novela.

Tempo para receber aquela

sua amiga que é consultora

de produtos de beleza.

Tempo para fazer um trabalho

voluntário. Tempo para

procurar um abajur novo

para seu quarto.

Tempo para conhecer

outras pessoas.

Tempo para voltar a

estudar. Para engravidar.

Tempo para

escrever um livro

que você nem sabe

se um dia será editado.

Tempo, principalmente,

para descobrir

que você pode

ser perfeitamente

organizada e profissional

sem deixar de

existir. Porque nossa

existência não é contabilizada

por um

relógio de ponto ou

pela quantidade de

memorandos virtuais que

atolam nossa caixa postal.

Existir, a que será que se

destina? Destina-se a ter o

tempo a favor, e não contra.

A mulher moderna anda

muito antiga. Acredita que,

se não for super, se não for

mega, se não for uma executiva

ISO 9000, não será

bem avaliada. Está tentando

provar não-sei-o-quê

para não-sei-quem. Precisa

respeitar o mosaico

de si mesma, privilegiar

cada pedacinho de si. Se

o trabalho é um pedação

de sua vida, ótimo! Nada

é mais elegante, charmoso

e inteligente do que

ser independente. Mulher

que se sustenta fica muito

mais sexy e muito mais

livre para ir e vir. Desde

que lembre de separar alguns

bons momentos da

semana para usufruir essa

independência, senão é

escravidão, a mesma que

nos mantinha trancafiadas

em casa, espiando a vida

pela janela.

Desacelerar tem um

custo. Talvez seja preciso

esquecer a bolsa Prada, o

hotel decorado pelo Philippe

Starck e o batom

da M.A.C. Mas, se você

precisa vender a alma ao

diabo para ter tudo isso,

francamente, está precisando

rever seus valores.

E descobrir que uma bolsa

de palha, uma pousadinha

rústica à beira-mar e

o rosto lavado (ok, esqueça

o rosto lavado) podem

ser prazeres cinco estrelas

e nos dar uma nova

perspectiva sobre o que é,

afinal, uma vida interessante’.

- Eliana Miranda

Despedidas dos Ipês

Hoje o dia amanheceu

chorando.

Os ipês estão se despedindo.

Suas flores

dançam com mais freqüência.

Tudo é rápido,

mas cheio de beleza.

É a natureza nos ensinando

a florir no silêncio

e a dançar para marcar

a despedida cheia

de cor e vida.

Despedidas são terríveis,

mas o recolhimento

para a espera do

reencontro é cheio de

fantasia, desejo, delicadeza

de pensamento e

cuidado carinhoso.

Cuidar carinhosamente

de quem amo é delicioso

e me faz sentir

saber amar.

Amar filho, amar neto

é fácil, já vem definido

pelas entranhas. São

criaturas de Deus que já

chegam anunciando sonhos

e alegrias.

Amar meu companheiro

de caminhar é difícil,

pois já vem pron-

to, embrulhado como

presente, mas quando desembrulhado

verifico que

pouco conheço e pouco

sei como seremos.

Mas o convívio aberto

e claro torna minha vida

cada dia melhor, com o

oferecimento do que tenho

de bom para o nosso

crescimento a dois.

E este convívio tem

que ter o mesmo cuidado

como o de um ipê para

que possa nos presentear

novamente, com sua exuberante

beleza.

Assim sou eu com o

meu escolhido amor.

Vida é cheia de briguinhas

chatas de gente com

mais de meio século.

Quando nossa casa esvazia

e nos encontramos

como nos primeiros anos

de casados, sem filhos,

tornamo-nos cheios de

picuinhas, mas transbordamos

de vontade de estar

um com o outro.

O abraço é o nosso melhor

companheiro. Como

é gostoso abraçar!!!!!

Quando estamos abraçados,

percebo o quanto

sou sua amiga, o quanto

sou pertencida.

Abraço-o com vontade

de estar junto, sentindo

seu cheiro (infelizmente

com cigarro de palha),

mas leal, sincero e verdadeiro.

Beijar é ótimo, mas

percebo que no beijo

posso mentir através da

rapidez e do não querer.

Assim posso beijar á

distancia, rapidamente,

como um gesto mecânico,

fazendo alguma outra

coisa.

Agora o abraçar requer

entrega, compartilhamento,

aconchego,

percepção, carinho, delicadeza,

ternura que

pode nos levar a embalos

gostosos como uma

dança.

Abracem mais e procurem

sentir o que sentem. É

exuberante, como os ipês.

Beijos e até mais.

Pedagoga | E-mail: elianamicarva@yahoo.com.br


10

Semana do dia 14/09/2013 agosto trinta alunos a do 21/09/2013

Agenda Universitária

Semana do dia 14/09/2013 a 21/09/2013

Durante os dias 27 e 28 de

Inatel e duas estagiárias

do Inatel Competence Center

(ICC) participaram em São Paulo

do maior evento de tecnologia

em sistemas embarcados da

América Latina, a Embedded

System Conference Brazil –

ESC Brazil.

O evento reuniu cerca de cinco

mil visitantes entre arquitetos

de sistemas, designers, tecnólogos,

empresários e fornecedores,

criando um ambiente favorável

para a expansão dos negócios e

interação entre profissionais. Foi

a oportunidade dos alunos conhecerem

de perto as inovações

tecnológicas de sistemas embarcados

e manter contato com fornecedores

para futuras parcerias.

Para a aluna de Engenharia Biomédica

do Inatel Tassiany Domingos Albergaria, a

participação na feira acrescentou novos conhecimentos

em sua área estudo. “Acredito

que participar da ESC Brasil incrementou

o meu conhecimento sobre novas plataformas

de desenvolvimento de software que

estão sendo desenvolvidas. Pude conhecer

representantes da empresa da qual utilizo

o sistema de desenvolvimento de software

e, ao conversar com eles, descobri novas

ferramentas que antes eu não sabia que a

empresa possuía. Além disso, pude ver

sistemas de controle que são utilizados em

áreas diferentes da minha, mas que com

algum aperfeiçoamento também poderiam

gerar um novo projeto para a área da Engenharia

Biomédica”, ressalta.

Simultaneamente à ESC, aconteceu a

Med Tech World - MD&M Brazil, a mais

importante feira mundial para a indústria

de design e fabricação de equipamentos

médicos, reconhecida pela alta qualidade

de informação, conteúdo técnico e volume

de negociações, que também contou com a

participação dos alunos do Inatel. “Participei

também da Feira de Equipamentos Médicos,

a MD&M, que aconteceu no mesmo

lugar na ESC Brasil. Nela, estava sendo

apresentada uma impressora 3D, além de

algumas impressões que foram feitas pelo

equipamento. Achei muito interessante

ver como o sistema reproduz a imagem

corretamente, já que uma das impressões

apresentadas era de um pé que mostrava os

As inscrições para o Processo Seletivo

2014 da Universidade do

Vale do Sapucaí (Univás) estão

abertas no período de 2 de setembro a

4 de novembro de 2013. Para quem se

inscrever no mês de setembro, a taxa é

R$ 40,00 e nos demais meses (outubro e

novembro) R$ 50,00.

As provas serão aplicadas no dia 10

de novembro de 2013 e as inscrições são

feitas exclusivamente pelo site: www.

univas.edu.br.

Informações pelo telefone: 0800 039

00 10.

Conheça um pouco sobre o curso de

Psicologia da Univás e venha fazer sua

inscrição.

A entrevista foi cedida pela coordenadora

do curso de Psicologia da Univás,

professora Maria Inês Bustamante.

1. Porque fazer Psicologia na Univás?

Maria Inês Bustamante - No curso

de Psicologia da Univás você conta

com uma proposta curricular atualizada

e adaptada aos avanços científicos e

mudanças socioculturais, o que permite

formar profissionais aptos a prestarem

serviços com padrão de qualidade e princípios

éticos.

O curso de Psicologia da Univás oferece,

desde o início, incentivo à vivência

da profissão por meio de estágios

de observação e prática, direcionados a

comunidade e também em seus laboratórios

com tecnologia de ponta, como

Laboratório de Avaliação Psicológica,

Laboratório de Psicologia Experimental,

Aconselhamento Psicológico e Centro

de Atendimento Psicológico.

O curso de Psicologia da Univás está

inserido na área de Ciências da Saúde e

conta com corpo docente composto por

Mestres e Doutores formados em universidades

renomadas do Brasil.

Em 2012 o curso de Psicologia da

Univás teve sua qualidade de ensino

reconhecida pelo MEC com nota 4 em

uma avaliação de 1 a 5.

Mais do que um currículo que contempla

as exigências do MEC, oferecemos

uma formação abrangente, com

um olhar especial para a área de saúde,

o que é amplamente enfatizado em nossos

campos de estágio. Temos principalmente

um olhar voltado para o movimento

dinâmico da sociedade e suas

ALUNOS DO INATEL

PARTICIPAM DE EVENTOS

DE DIFERENTES SETORES

ossos e os tecidos que o cobrem apenas diferenciando

o material utilizado.”, comentou

a aluna.

Ainda com apoio do Inatel, dez alunos

participaram de um fim de semana regado

a tecnologia, empreendedorismo e criatividade.

Entre os dias 30, 31 de agosto e

de setembro os estudantes do Instituto

participaram da 1ª Startup Weekend Unifei.

Promovida na Universidade Federal de Itajubá,

o evento foi o primeiro SW realizado

em uma cidade do sul de Minas.

O evento reuniu cerca de 100 participantes.

Divididos em equipes, os startupers,

como são chamados os participantes do

evento, tiveram 54 horas para transformar

suas ideias em empresas reais. Para

isso, contaram com apoio de profissionais

e mentores com grande experiência em

empreendedorismo e gestão de Negócios.

Mentores de empresas e instituições como

Peixe Urbano, Endeavor, ESPM, entre outras,

auxiliaram os participantes na criação

de um correto Plano de Negócios.

Para o aluno Otávio Silvério participar

de um evento como esse contribuiu no desenvolvimento

de habilidades que ajudarão

em sua carreira. “Foi espetacular. O evento

proporcionou a todos a oportunidade de

melhorar o trabalho em equipe, lidar com

situações de stress altíssimo, procurar sempre

a inovação e, o que para mim foi o mais

importante, melhorar a desenvoltura em

apresentações no palco e praticar inglês, o

que contribuiu muito para minha carreira.

E tudo isso não seria possível sem o apoio

do Inatel”, ressalta Otávio.

FAÇA PSICOLOGIA NA UNIVÁS

necessidades.

2. O que o curso de Psicologia agregará

para meu futuro profissional?

Maria Inês Bustamante - A metodologia

utilizada no curso de Psicologia da

Univás possibilita a formação de profissionais

com diferencial competitivo e

ampla visão dos fenômenos biopsicossociais,

além de garantir ao aluno subsídios

para empreender sua carreira com

sucesso.

O campo de atuação do psicólogo é

amplo, abrangendo áreas como a da

Saúde, Organizações, Educação, Jurídica,

Comunitária, Esportes, Economia e

Consumo, lidando com diferentes populações

e manejando diferentes questões.

3. Quais são as características mais

importantes de quem decide ser Psicólogo?

Maria Inês Bustamante - Os candidatos

ao curso de Psicologia da Univás

deverão ter interesse em estudar e

cuidar. Ser psicólogo é ser humano, ter

clareza da posição ético-política que se

ocupa no mundo, nas relações pessoais

e profissionais. Ter clareza de objetivos,

de horizontes, da direção a seguir, descobrindo

e inventando maneiras de estabelecer

e manejar as relações humanas.

4. Deixe uma mensagem para o

vestibulando.

Maria Inês Bustamante - A Psicologia

é uma profissão com muitas possibilidades

para o futuro, com espaço

profissional a ser conquistado em todo

o país e que exige profissionais aptos a

prestarem serviços com padrão de qualidade

e princípios éticos.

O curso de Psicologia na Univás oferece

formação exatamente para estes

profissionais, com um projeto pedagógico

consistente, e um corpo docente

experiente e integrado. Oferece também

desde o início, incentivo à vivência

da profissão por meio de estágios

de observação e prática, em seus laboratórios,

hospital escola e instituições

da região; direcionados à comunidade;

formando psicólogos preparados para

as exigências do mercado profissional.

Venha fazer Psicologia na Univás.

Por Lucas Silveira

Ascom/FUVS

TURMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO

2012 CONCLUEM CURSOS

EM AGOSTO

Quatro cursos de gestão habilitaram mais

de 60 profissionais de diversas áreas

Apostar em uma Pós-Graduação amplia as chances de aumento de

salário ou de uma promoção. Sessenta profissionais de diversas áreas

sabem disso e ingressaram nos cursos da FAI buscando melhor

colocação no mercado de trabalho e/ou especialização na área de atuação.

Em março de 2012, as turmas de Gestão em Pessoas, Finanças, Logística

e Negócios iniciaram suas atividades. Após 16 meses os pós-graduandos

assistiram às últimas aulas na tarde de sábado, 31 de agosto. Em comemoração

a mais uma conquista na vida acadêmica e profissional, a FAI ofereceu

um almoço aos recém-formados.

PALESTRA DE GASTRONOMIA ENRIQUECE AULA

NO CURSO DE PEDAGOGIA DA FAI

Resgate cultural da comida mineira é debatido em sala de aula

A

turma do 8º período de

Pedagogia recebeu a professora

Yvone Vieira Rocha,

autora do livro: “Oh, Minas

Gerais!”, para falar sobre a cultura

ligada à comida mineira. A palestrante

foi convidada pela professora

Francisca Santos Paduan de

Mendonça, que ministra a disciplina

“Educação étnico social,

indígena e campo” no curso de

Pedagogia da FAI.

Durante o encontro, a profissional

de gastronomia fez um resgate

cultural e falou sobre as origens

dos alimentos e em especial da

comida mineira. De acordo com

Professora Francisca Santos Paduan de

Mendonça, professora Yvone Rocha Vieira e

professor Aldo Ambrósio Morelli.

Yvone, ministrar uma palestra para estudantes de pedagogia foi uma novidade. “O

contado com essas jovens possibilitou a descoberta de que toda receita tem uma

história e isto deve ser valorizado junto aos alunos destas futuras professoras.

As alunas prepararam uma mesa com diversos quitutes mineiros para receber

a palestrante. A estudante de pedagogia, Vanusa dos Reis Severini, pontuou a importância

da conscientização de uma alimentação saudável e elogiou as palavras

da professora. “A palestra dada pela professora Yvone foi muito interessante para

abrir novos horizontes para a educação, pois se sabe que por meio de uma receita se

trabalha infinitos conteúdos, além do poder de socialização que a comida consegue

exercer, dentro ou fora do ambiente escolar.”

A

Revista da Faculdade

de Direito do Sul

de Minas conquistou

nova classificação na

Qualis, sendo reconhecida

como uma das melhores

publicações científicas de

Direito do Brasil. Qualis é o

conjunto de procedimentos

utilizados pela CAPES (Coordenação

de Aperfeiçoamento

de Pessoal do Ensino

Superior) para a avaliação

da qualidade da produção

intelectual dos programas

de Pós-Graduação. A classificação

influencia a decisão

de pesquisadores em todo o

Brasil sobre onde publicar

seus textos, já que quanto

mais alto o estrato da revista,

mais valiosa será a publicação

para o currículo lattes

do pesquisador.

A Revista estava classificada

como B3 e agora passou à B2. O reconhecimento

do nível de qualidade

B2 significa que a publicação está

se consolidando como importante

meio de difusão dos melhores trabalhos

e artigos científicos de sua área,

tornando-se referência no cenário

nacional.

Segundo o Coordenador do Programa

de Pós-Graduação da FDSM,

Prof. Dr. Elias Kallás Filho, a evolução

da Revista tem sido constante.

“E isso está se refletindo na classificação

estabelecida pela Qualis. A

Revista da FDSM conta com um

Conselho Editorial internacional e

um grupo de pareceristas formado

por pesquisadores de várias regiões

do Brasil. É uma publicação do mais

alto nível”, disse.

Para o vice-coordenador do Programa

de Pós-Graduação, Prof. Dr.

Rafael Simioni, a nova classificação

traz ganhos significativos à comunidade

acadêmica. “Sempre sinalizamos

as possibilidades de pesquisas

de alto nível acadêmico na FDSM,

não só pelos professores e pesquisadores,

mas, sobretudo, pelos alunos

REVISTA CIENTÍFICA DA FDSM É

RECONHECIDA COMO UMA DAS

MELHORES DO BRASIL

do Mestrado, que agora podem encontrar

um poderoso meio de comunicação

e de diálogo científico entre

suas pesquisas e as dos principais

centros de investigação científica do

país e do mundo”, explicou.

Devido à conquista da classificação

B2, a Revista da FDSM deverá

ser propagada com maior ênfase por

todo o Brasil em suas próximas edições,

já que o objetivo da CAPES

é premiar os periódicos mais lidos

e citados por pesquisadores. “Para

aqueles com estrato B2, como é o

caso da Revista da FDSM, exige-

-se que o periódico esteja entre os

41% a 70% mais citados dentre as

revistas classificados como A e B.

Logo, a ideia é criar um ranking

das revistas mais utilizadas pela comunidade

acadêmica nacional. Por

isso faremos ampla divulgação de

nosso periódico, de forma que pesquisadores

de todo o Brasil utilizem

a Revista da FDSM como fonte de

consulta importante em suas pesquisas”,

finalizou a Professora Doutora

Fábia Veçoso, docente do Programa

de Pós-Graduação da FDSM.

Mais informações: 35 3449-8106

e revista@fdsm.edu.br .


11

Semana do dia 14/09/2013 a 21/09/2013

Inatel fortalece parceria com

a Qualcomm

O

Inatel participou

entre os dias 3 a

5 de setembro, da

feira Uplinq 2013, realizada

em San Diego, nos

Estados Unidos. O evento

reuniu desenvolvedores,

fabricantes, operadoras,

fornecedores de componentes

e de tecnologia -

parceiros da multinacional.

A instituição foi representada

pelo especialista

de Negócios, Sandro

Azevedo, e pelo gerente

de Desenvolvimento de

Projetos, professor Guilherme

Marcondes. No

estande do Inatel foram

expostos os serviços prestados

pela instituição, que

integram pesquisa, desenvolvimento

de tecnologias

e educação.

De acordo com o professor

Guilherme Marcondes,

a participação em

uma feira desse porte é importante

para o desenvolvimento

de projetos atuais

e futuros. “A Qualcomm

é líder mundial de tecnologia

de processamento

para dispositivos móveis

Estudantes podem fazer simulado

online gratuito do ENEM

Até o dia 30 de setembro

estudantes podem fazer

o Simulado Online

Enem 2013. Com 20 questões

para cada área do conhecimento

do exame (Linguagens,

Matemática, Ciências Humanas

e Ciências da Natureza),

o simulado gratuito é uma boa

oportunidade para quem está

se preparando ao Enem e quer

realmente testar seus conhe-

e o Uplinq

é o seu

evento anual

de apresentação

de tecnologia.

Com a

nossa participação,

pudemos

observar as

tendências

de produtos usando tecnologia

Qualcomm, estabelecer

contato com diversas

empresas parceiras dela

para futuros trabalhos e conhecer

melhor as demandas

de outras áreas da empresa,

além daquela com

a qual trabalhamos hoje”,

comenta.

PARCERIA

Uma parceria iniciada

em novembro de 2012 entre

a Qualcomm e o Inatel

resultou na criação de um

laboratório para a realização

de testes em aplicativos

para dispositivos móveis,

instalado no Inatel

Competence Center (ICC).

Recentemente, a relação

entre as duas instituições

foi intensificada e o Instituto

passou também a integrar

outras ações de relevância

junto à empresa.

Em menos de um ano, a

equipe de desenvolvimento

do laboratório testou

cerca de 200 aplicativos de

diversas categorias. Outra

ação resultante dessa parceria

tem sido a participação

dos desenvolvedores

em apresentações em eventos

como Campus Party,

Campus Mobile e também

em universidades, com

intuito de transferir os conhecimentos

com relação

às tecnologias Qualcomm

adquiridos nos projetos.

cimentos. As 80 questões têm

as mesmas características do

maior exame do país, que avalia

não apenas o conteúdo, mas as

habilidades dos estudantes.

Para participar, basta acessar

o site da Universia –www.

universia.com.br, preencher o

cadastro e realizar o simulado.

Ao terminar, o estudante terá

na mesma hora o resultado de

seu desempenho, com a atribuição

de uma nota. Além disso, o

sistema gera instantaneamente

uma análise personalizada de

cada competência do Enem, indicando

onde o aluno está bem

ou precisa estudar mais. Esse

relatório proporciona ao aluno

um roteiro de preparação, relacionando

aulas do curso Pré-

-Enem que o estudante pode

priorizar para estudar aquilo

que mais precisa.

Filosofando no

Domingo

Educação

- Cristiana Libânio Vilhena

Os Super-homens da

Nova Era

Quem são os super-homens

da Nova Era? Seriam as pessoas

que têm características, poderes

e habilidades incomuns?

Quais?

Poder de voar? Voar no tempo,

que nos dias de hoje já não

têm mais 24 horas e sim 16 horas,

segundo as comprovações

científicas da ressonância Shuman,

do campo eletromagnético

da Terra. Voar para o alto,

em busca do infinito manancial

de energias divinas.

Supervelocidade? “Mais

rápido que uma bala.” Surpreendente

velocidade de pensamento

e ações, já que o mundo

moderno é acelerado e exigente.

Velocidade de comunicação

e adaptação, mas principalmente

velocidade de mudança

e transformação interna.

Invulnerabilidade? Poder

de construir a própria imunidade,

com a mente e a vontade.

Capacidade de manter-se

íntegro, mesmo que alguém

queira causar-lhe algum dano.

Aquisição da responsabilidade

existencial e negação do ilusório

papel de vítima, atingida

pelo mal.

Superforça? Consegue parar

uma locomotiva de problemas,

com a firmeza de propósitos

positivos e força interior.

Quebra crenças mais duras do

que o aço. Supera desafios intensos,

com a resistência e o

brilho de um diamante.

Visão sobre-humana? Sentido

capaz de enxergar a longas

distâncias, anulando o referencial

limitado de espaço e tempo.

Inclui também a visão microscópica,

podendo assim, influenciar

partículas quânticas e criar

a realidade. Avista o lado bom

em toda e qualquer situação.

Visão holográfica consciencial.

Invencibilidade? Nenhum

inimigo poderá vencê-los. Há

dentro deles um poder, que é

ativado à partir de sua conexão

com um Poder Maior, que os

tornam invencíveis.

Super audição? Capta sons e

vibrações indetectáveis por ouvidos

comuns, como o sorriso

de uma rosa ao receber o raio

do sol e o movimento celular

em desgaste, ao tentar eliminar

toxinas de um alimento industrializado.

Visão de calor? Propriedade

de emitir feixes de energia pelos

olhos, geralmente emanadas

do coração, em benefício de alguém

ou alguma situação.

Visão de Raio X? Capacidade

de ver através dos objetos

físicos, além da matéria. Enxerga

as intenções, os valores

morais e os sentimentos. Percebe

as energias, a sabedoria

e os sinais cósmicos. Vê Deus

dentro de si, em tudo e em todos.

Intelecto de nível gênio?

Conhecimento, informação e

sabedoria Universal. Saber o

que fazer, como fazer e o que

não fazer.

Perfil de Herói? Herói é o

nome dado pelos gregos, aos

grandes homens divinizados,

por sua coragem e superação,

com ideais nobres e altruístas.

Desenvolver o perfil de

herói é viver uma História

Heroica. Herói é aquele que

percorre a “Jornada Heroica,

que é a busca por se tornar

quem você é, é a busca

solitária da autenticidade e

da excelência pessoal... É

uma das formas mais antigas

de se desenvolver o potencial

humano e ingressar

em um estado superior de

consciência, obtendo auxílio

da vasta e infinita Fonte

Universal.” (Mario Sérgio

F. Rocha) “A nossa história

individual não é uma história

isolada dentro da Grande

História Cósmica (...)”

(Francisco Di Biase)

Os poderes? Os poderes

não são conceitos metafísicos

e distantes, estão dentro

do coração dos homens.

São a PRESENÇA INTER-

NA. E chegará o dia, em

que nenhuma Kryptonita (

fraqueza do Super-homem)

poderá abalar os Super-

-homens: quando estiverem

plenamente conscientes

desta PRESENÇA.

E a identidade secreta?

Estranhamente, as pessoas

não percebem que Clark

Kent é o Superman. Estranhamente,

nós também não

percebemos que temos todos

esses poderes latentes

dentro de nós e que somos

mais do que um Super-homem,

somos DEUSES.

“Vós sois deuses.” Jesus.

Pedagoga. Educadora em Moralidade Infantil Construtivista

e-mail: cristiana@sitioescola.com.br


12

Semana do dia 14/09/2013 a 21/09/2013

Paisagismo

- Graziela Loyola

Rega correta para

seu jardim

Pode até parecer algo

fácil a rega das plantas

em um primeiro

momento, mas para

mantê-las sempre saudáveis

alguns cuidados

básicos, também

devem ser observados,

afim de que a planta

permaneça com

um bom aspeto. Sem

água, as plantas murcham

e morrem, mas

o excesso dela pode

ser tão ruim quanto a

falta.

As plantas devem ser

molhadas no frescor

da manhã ou a noite;

As plantas suscetíveis

a doenças como

fungos e ferrugens,

devem ser molhadas

de manhã, o sol ajudará

a secar as folhas;

As plantas novas

precisam de mais umidade

para fixar a raiz,

então deve se molhar

com mais frequência;

Dias muito quente

poderá haver necessidade

de mais água;

Quando o tempo estiver

fresco e as plantas

forem mais afastadas

uma das outras, ou solo

muito pesado e umido,

deve ser molhar menos;

Plantas mais maduras

e com grandes raizes,

podem ser regadas com

maior quantidade de

água e com menos frequência

que as plantas

novas.

Dependendo do tamaho

do jardim o uso

da mangueira é um

ótimo recurso, caso o

jardim seja pequeno

um regador manual é

o suficiente para regar

bem as plantas. Coloque

também um pluviômetro

em uma área

aberta do jardim, para

saber quanto de água o

jardim está recebendo

semanalmente, através

das chuvas e da irrigação.

Na hora de regar plantas

que cubram toda

a superfície do vaso,

sempre encha o prato

que se encontra sob o

vaso com muita água.

Se o seu caso for de

plantas de possuam

longos caules se atente

para regar as mesmas

de cima para baixo e só

terminar de rega-las na

hora que perceber que

a água está vazando

pelo furo da drenagem

do vaso. Sempre retire

folhas caídas ou secas

perto das demais.

Pode-se afirmar que

as plantas possuem

sensações e por isso

sentem necessidade de

receber alimento, água

e luz e ainda podem

sentir frio ou calor. As

pessoas acreditam que

tantos cuidados não se

fazem necessários mas

eles são muito importantes

no como cuidar

de sua planta para

que as mesmas mantenham-se

sempre belas

e fortificadas.

Fique atento a essa

época de seca principalmente,

sua planta

sente muito.

Boa sorte! E uma

ótima primavera!

Graduada em Arquitetura e Urbanismo pela - UNITAU

Pós-graduada em Marketing pela – UNITAU

Especializada em paisagismo pela - IBRAP - SP

Humor no Domingo

- Celso Gama

A palavra mais rica da

língua portuguesa!!!

(Nem o Aurélio poderia definir tão bem)

A palavra mais rica da

língua portuguesa é a

palavra “MERDA”. Esta

versátil palavra pode

mesmo ser considerada

um coringa da língua

portuguesa.

Vejam os exemplos a

seguir:

1) Como indicação geográfica:

Onde fica essa MER-

DA? Ou: Vou embora

dessa MERDA!

2) Como substantivo

qualificativo:

Você é um MERDA!

3) Como auxiliar quantitativo:

Trabalho pra caramba e

não ganho MERDA nenhuma!

4) Como indicador de

especialização profissional:

Ele só faz MERDA.

5) Como sinônimo de

covarde:

Seu MERDA!

6) Como questionamento

dirigido:

Fez MERDA, né?

7) Como indicador visual:

Não se enxerga MERDA

nenhuma!

8) Como elemento de indicação

do caminho a ser

percorrido:

Por que você não vai a

MERDA?

9) Como especulação de

conhecimento e surpresa:

Que MERDA é essa?

10) Como constatação da

situação financeira de um

indivíduo:

Ele está na MERDA...

11) Como indicador de

ressentimento natalino:

Não ganhei MERDA

nenhuma de presente!

12) Como indicador de

admiração:

Puta MERDA!

13) Como indicador de

espécie:

O que esse MERDA

pensa que é?

14) Como indicador de

continuidade:

Tô na mesma MERDA

de sempre.

15) Como indicador de

desordem:

Tá tudo uma MERDA!

Lazer

16) Como constatação

científica dos resultados

da alquimia:

Tudo que ele toca vira

MERDA!

17) Como resultado

aplicativo:

Deu MERDA.

18) Como indicador

de performance esportiva:

Meu time não está jogando

MERDA nenhuma

19) Como constatação

negativa:

Que MERDA!

20) Como situação de

‘orgulho/metidez’:

Ela se acha e não tem

‘MERDA NENHUMA!’

21) Como classificação

literária:

Êita textinho de MER-

DA!!!

E a melhor de todas as

definições:

22) Como indicativo

de ocupação:

Para você ter lido até

aqui, é sinal que não

está fazendo MERDA

nenhuma!!!

Adm. Empresas e Economista. - e½: cgamajr@gmail.com.br

More magazines by this user
Similar magazines