Lista-azul-parâmetros-2

maconstr
  • No tags were found...

Lista-azul-parâmetros-2

Nesta lista você encontrará todos osparâmetros de certificação válidostanto para projetos (pRN, projetorenovação; e pNC, projeto novaconstrução) quanto para ambientesconstruídos (RN, renovação; NC, novaconstrução; e EPE, edificação préexistente).Os critérios avaliados säo: desenho,iluminação, acústica, materiais,hidráulica, elétrica, qualidade doar, paisagismo, sustentabilidade,manutenção.Parâmetros de CertificaçãoLISTA AZUL


Sumário1. Profissional certificado...............................3TOTAL DO ITEM 1.1 = 3 PONTOS2. Desenho arquitetônico..............................32.1. Personalização2.2. Psicologia do ambienteTOTAL DO ITEM 1.2 = 12 PONTOS3. Iluminação ......................................................33.1. Iluminação natural3.2. Quantidade luminosa3.3. Qualidade luminosaTOTAL DO ITEM 1.3 = 15 PONTOS4. Qualidade acústica......................................44.1. Poluição sonora4.2. Materiais e técnicas construtivas4.3. Sons inaudíveis4.4. GeneralidadesTOTAL DO ITEM 1.4 = 13 PONTOS5. Qualidade de materiais ............................55.1. Metais pesados5.2. Formaldeídos e gases tóxicos5.3. Solventes e outros compostos orgânicosvoláteis (COV)5.4. Compostos semi-voláteis (SCOV)TOTAL DO ITEM 1.5 = 11 PONTOS6. Projeto hidráulico ........................................66.1. Trajeto de tubulação6.2. Qualidade da tubulação6.3. Qualidade da águaTOTAL DO ITEM 1.6 = 12 PONTOS7. Projeto elétrico..............................................87.1. Trajeto da fiação7.2. Campos eletromagnéticosTOTAL DO ITEM 1.7 = 14 PONTOS8. Qualidade do ar interno ...........................98.1. Ventilação8.2. Oxigênio8.3. Dióxido de carbono8.4. Monóxido de carbono8.5. Aparelhos emissores de compostosquímicos8.6. Partículas e fibras8.7. Cargas ionizadoras8.8. Eletricidade do ar8.9. Higroscopia8.10. Temperatura8.11. Mofo8.12. BactériasTOTAL DO ITEM 1.8 = 21 PONTOS9. Paisagismo e áreas comuns................. 129.1. Projeto paisagístico9.2. Áreas comuns9.3. Áreas de lazer9.4. Áreas para atividades físicasTOTAL DO ITEM 1.9 = 18 PONTOS10. Sustentabilidade .....................................1410.1. Materiais utilizados10.2. Resíduos10.3. Água10.4. Energia10.5. Outras certificações10.6. Contrapartidas sociaisTOTAL APROXIMADO DO ITEM 10 = 14PONTOS11. Manutenção da edificaçãocertificada.......................................................... 1511.1. Processos utilizados11.2. Produtos de consumo utilizados11.3. Produtos de limpeza11.4. Caixas reservatórias11.5. Produtos e instalações elétrico-eletrônicase de automação futurosTOTAL DO ITEM 1.11 = 15 PONTOSLISTA AZULParâmetros de CertificaçãoItens que invalidam acertificaçãoItens que subtraempontosItens que demandam umaLegenda: FP: Fse de projetos; FEC: Fase de edificaçãojustificativa específicaconcluída; NSA: não se aplica; CTC: Comissão técnicaItens que somam pontosde certificação. Critérios de avaliação: mensuraçãoextras (Ms); verificação visual (VV); verificação técnica (VT); 2prova documental (PD). EPE: edificação pré-existente.


3.2. Iluminação natural Pontosa. Todo projeto cuja iluminaçãonatural seja responsável por mais2de 50% e menos de 69,9% da iluminaçãodiurna total da edificaçãoCritério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico com projetoluminotécnico e/ou memorial descritivo comficha de especificações técnicas dos produtos.• FEC: Ms – aparelho homologado pela CTC.• EPE: Ms – aparelho homologado pela CTC.b. Todo projeto cuja iluminação naturalseja responsável por mais de 70%da iluminação diurna total da edificaçãorecebe dois pontos extras por2decisão da CTCCritério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico com projetoluminotécnico e/ou memorial descritivo comficha de especificações técnicas dos produtos.• FEC: Ms – aparelho homologado pela CTC.• EPE: Ms – aparelho homologado pela CTC.3.3. Qualidade luminosaa. A iluminação artificial para locaisde trabalho, seja manual ou intelectual,e para áreas de estudo deve 2reproduzir a luz solar em mais de90% (IRC > 90)Critério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico com projetoluminotécnico e memorial descritivo com fichade especificações técnicas dos produtos.• FEC: PD – notas fiscais e/ou Ms – aparelhohomologado pela CTC.• EPE: PD – notas fiscais e/ou Ms – aparelhohomologado pela CTC.b. Para os projetos luminosos queexcedam a reprodução da luzsolar em mais de 95%, pode-se 1acreditar um ponto extra por decisãoda CTCCritério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico com projetoluminotécnico e memorial descritivo com fichade especificações técnicas dos produtos.• FEC: PD – notas fiscais e/ou Ms – aparelhohomologado pela CTC.• EPE: PD – notas fiscais e/ou Ms – aparelhohomologado pela CTC.c. Projetos que, nas áreas de trabalho/estudo, evitem o uso de tecnologiasintermitentes de produção deluz (ex. lâmpadas fluorescentes) efavoreçam o uso de luminosidade2continua (ex. lâmpadas incandescentese LED´s) em mais de 70% datotalidade da luz artificial gerada noespaço recebem dois pontos extraspor decisão da CTCCritério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico com projetoluminotécnico e memorial descritivo com fichade especificações técnicas dos produtos.• FEC: PD – notas fiscais e VV – prova fotográfica.• EPE: PD – notas fiscais e VV – prova fotográfica.TOTAL DO ITEM 3 154. Qualidade acústica4.1. Poluição sonora Pontosa. O nível de ruído no interior dasunidades certificadas, com janelas e 3portas fechadas, não deve ultrapas-sar 50 dB durante o período diurnoe 45 dB durante o período noturno(após as 21:00h)Critério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico e/ou memorialdescritivo com ficha de especificaçõestécnicas dos produtos e/ou projeto acústicoespecífico e/ou descrição de estratégiasacústicas.• FEC: Ms – aparelho homologado pela CTC.• EPE: Ms – aparelho homologado pela CTC.b. O terreno de implantação danova edificação não deve receberruídos provenientes de fontes2externas mais altos do que 70 dBcomo aqueles de vias de tráfegointenso, indústrias, etc.Critério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico com planta desituação explicitando as distâncias das fontesde emissão de ruídos em raio igual ou superiora 300m e/ou projeto arquitetônico comestratégias acústicas e/ou laudo acústico deempresa terceirizada reconhecida no mercado.• FEC: Ms – aparelho homologado pela CTC.• EPE: Ms – aparelho homologado pela CTC.4.2. Materiais e técnicas construtivasa. Para prédios, habitações ou empresascom mais de um pavimento, devehaver controle de isolamento acústicode um piso para outro (piso do andarsuperior-teto do andar inferior), independentede sua intensidade em dB.2O caminhar com calçados de saltos oua movimentação de cadeiras não deveser ouvido no andar inferiorLISTA AZULParâmetros de CertificaçãoItens que invalidam acertificaçãoItens que subtraempontosItens que demandam umaLegenda: FP: Fse de projetos; FEC: Fase de edificaçãojustificativa específicaconcluída; NSA: não se aplica; CTC: Comissão técnicaItens que somam pontosde certificação. Critérios de avaliação: mensuraçãoextras (Ms); verificação visual (VV); verificação técnica (VT); 4prova documental (PD). EPE: edificação pré-existente.


Critério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico e/ou memorialdescritivo com ficha de especificaçõestécnicas dos produtos e/ou projeto acústicoespecífico e/ou descrição de estratégiasacústicas.• FEC: VT – Análise técnica sensorial 4 .• EPE: VT – Análise técnica sensorial.4Com prova audiovisual seguindo protocolo específico, napresença de representante do empreendimento responsávelpelo acompanhamento do auditor, que deve, obrigatoriamente,figurar no registro das imagens e sons.b. O nível de permeabilidade deruídos entre cômodos contíguos(separados por apenas uma parede)de um mesmo pavimento deve sertal que uma conversa a altura e 2tons normais em um determinadocômodo não possa ser percebida nooutro, independente de sua intensidadeem dBCritério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico e/ou memorialdescritivo com ficha de especificaçõestécnicas dos produtos e/ou projeto acústicoespecífico e/ou descrição de estratégiasacústicas.• FEC: Análise técnica sensorial.• EPE: VT – Análise técnica sensorial.4.3. Sons inaudíveis Pontosa. Não deve haver vibrações ultrassônicas(> 20 KHz) constantese provenientes de fontes artificiais,dentro ou fora da construção, que2sejam perceptíveis em quartos oulocais de longa permanência (salasde estar, escritórios, etc.) com portase janelas fechadasCritério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico e/ou memorialdescritivo com ficha de especificações técnicasdos produtos e/ou projeto acústico específicoe/ou descrição de estratégias acústicas.• FEC: Ms – aparelho homologado pela CTC.• EPE: Ms – aparelho homologado pela CTC.4.4. Generalidadesa. Medidas extras de proteçãocontra poluição sonora e vibraçõesultrassônicas que aumentem a qualidadedo conforto, saúde e bem es-2tar de um local podem receber doispontos extras por decisão da CTCCritério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico e/ou memorialdescritivo com ficha de especificações técnicasdos produtos e/ou projeto acústico específicoe/ou descrição de estratégias acústicas.• FEC: por demanda, PD – notas fiscais e/ouVV – prova fotográfica ou audiovisual e/ouMs – aparelho homologado pela CTC.• EPE: por demanda, PD – notas fiscais e/ouVV – prova fotográfica ou audiovisual e/ouMs – aparelho homologado pela CTC.TOTAL DO ITEM 4 135. Qualidade de materiais5.1. Metais pesados (cromo, mercúrio,arsênio, chumbo, cádmio,manganês, etc.)a. Ausência completa de metaispesados para todos os materiais.Exceção aceita apenas para metaisde estrutura da edificação desdeque não fiquem aparentesPontos3Critério de avaliação:• Fase de projetos: PD – memorial descritivocom ficha de especificações técnicas.• FEC: PD – notas fiscais.• EPE: PD – notas fiscais e/ou Ms – aparelhohomologado pela CTC e/ou análise laboratorialpor demanda.5.2. Formaldeídos e gases tóxicosa. Produtos que liberem Formaldeídos,metanol, ozônio, cloro, monóxidode carbono, dióxido de nitrogênioe outros gases de combustão 3devem exalar menos de 50 microgramaspor metro cúbico (µg/m³) nafase de implantaçãoCritério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo com ficha deespecificações técnicas.• FEC: PD – notas fiscais.• EPE: PD – notas fiscais e/ou Ms – aparelhohomologado pela CTC e/ou análise laboratorialpor demanda.b. Emissões acima de 100 microgramaspor metro cúbico (µg/m³) naFEC inviabilizam a certificação deobra 5Critério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo com ficha deespecificações técnicas.• FEC: PD – notas fiscais.• EPE: PD – notas fiscais e/ou Ms – aparelhohomologado pela CTC e/ou análise laboratorialpor demanda.5Os valores se aplicam à somatória de todos os materiaisa serem aplicados em uma dada área e não apenas acomponentes individuais.LISTA AZULParâmetros de CertificaçãoItens que invalidam acertificaçãoItens que subtraempontosItens que demandam umaLegenda: FP: Fse de projetos; FEC: Fase de edificaçãojustificativa específicaconcluída; NSA: não se aplica; CTC: Comissão técnicaItens que somam pontosde certificação. Critérios de avaliação: mensuraçãoextras (Ms); verificação visual (VV); verificação técnica (VT); 5prova documental (PD). EPE: edificação pré-existente.


5.3. Solventes e outros compostosorgânicos voláteis (COV), como alifatos,aldeídos, cicloalcaninas, álcoois,aminas, aromas, CKW, ésteres,éteres, glicóis, isocianatos, acrilatos, Pontosalcanos, alcenos, cicloalcanos, halógenos,benzenos, hidrocarbonatos,cetonas, cresóis, fenóis, siloxanos,terpenos dentre outrosa. Devem exalar menos de 300 microgramaspor metro cúbico (µg/m³) 3na fase de implantaçãoCritério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo com ficha deespecificações técnicas.• FEC: PD – notas fiscais e/ou Ms – aparelhohomologado pela CTC e/ou análise laboratorialpor demanda.• EPE: PD – notas fiscais e/ou Ms – aparelhohomologado pela CTC e/ou análise laboratorialpor demanda.b. Emissões acima de 1.000 microgramaspor metro cúbico (µg/m³) naFEC inviabilizam a certificação deobra (ambiente) 6Critério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo com ficha deespecificações técnicas.• FEC: PD – notas fiscais.• EPE: PD – notas fiscais e/ou Ms – aparelhohomologado pela CTC e/ou análise laboratorialpor demanda.6Os valores se aplicam à somatória de todos os materiaisa serem aplicados em uma dada área e não apenas acomponentes individuais.5.4. Compostos semi-voláteis(SCOV) como biocidas, inseticidas,fungicidas, conservantes de madeiras,piretróides, retardadoresde chamas, plasticizadores, PCBs,PAHs, como PCP, lindano, permetrina,chlorpirifos, DDT, diclofluanido,PCB (bifenilos policlorados), dioxinasa. Devem ter exalação máxima de2,5 microgramas por metro cúbico(µg/m³) no ar e 2 micrograma porquilo (µg/kg) quando aplicados sobresuperfícies de contato, podendo2ser elevado a 10 micrograma (µg)por quilo se a superfície não for decontato 7Critério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo com ficha deespecificações técnicas.• FEC: PD – notas fiscais.• EPE: PD – notas fiscais e/ou Ms – aparelhohomologado pela CTC e/ou análise laboratorialpor demanda.7Os valores se aplicam à somatória de todos os materiaisa serem aplicados em uma dada área e não apenas acomponentes individuais.TOTAL DO ITEM 5 116. Projeto hidráulico6.1. Trajeto da tubulação Pontosa. As prumadas verticais não devemcoincidir com paredes projetadas 1para cabeceiras de camaCritério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico com projetohidráulico.• FEC: VV – prova fotográfica.• EPE: VV – prova fotográfica.b. As tubulações não devem passarno sentido horizontal de formaque na sua projeção vertical haja o1posicionamento projetado de camasou lugares de longa permanência(salas de estar, escritório, etc.)Critério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitet. com proj. hidráulico.• FEC: VV – prova fotográfica 8 .• EPE: VV – prova fotográfica.8A ser gerada e enviada pelo empreendedor/construtorao longo da obra.6.2. Qualidade da tubulaçãoa. A tubulação especificada deveser inerte quimicamente sob quaisquercircunstâncias de temperaturae pressão em condições humanas3indiferente do seu uso pretendidona obra (águas frias e quentes) comexceção para tubulações de esgoto/dejetos/resíduosCritério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico com projetohidráulico e memorial descritivo com ficha deespecificações técnicas dos produtos comprovandoa inércia dos materiais.• FEC: PD – notas fiscais e VV – prova fotográficae/ou Ms – análise labor. sob demanda.• EPE: PD – notas fiscais e VV – prova fotográficae/ou Ms – análise laboratorial sobdemanda.6.3. Qualidade da águaa. O empreendimento deve garantira remoção de cloro em mais de 70%,para todas as águas que serão utilizadaspara contato humano (águas1de torneiras, chuveiros e jardim)LISTA AZULParâmetros de CertificaçãoItens que invalidam acertificaçãoItens que subtraempontosItens que demandam umaLegenda: FP: Fse de projetos; FEC: Fase de edificaçãojustificativa específicaconcluída; NSA: não se aplica; CTC: Comissão técnicaItens que somam pontosde certificação. Critérios de avaliação: mensuraçãoextras (Ms); verificação visual (VV); verificação técnica (VT); 6prova documental (PD). EPE: edificação pré-existente.


Critério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo com ficha deespecificações técnicas dos produtos comprovandoa ação específica em questão.• FEC: PD – notas fiscais e VV – prova fotográficae/ou Ms – análise laboratorial sob demandae/ou Ms – aparelho homologado pela CTC.• EPE: PD – notas fiscais e VV – prova fotográficae/ou Ms – análise laboratorial sob demandae/ou Ms – aparelho homologado pela CTC.b. O empreendimento deve garantira remoção de flúor em mais de 70%,para todas as águas que serão utilizadaspara contato humano (águas1de torneiras, chuveiros e jardim)Critério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo com ficha deespecificações técnicas dos produtos comprovandoa ação específica em questão.• FEC: PD – notas fiscais e VV – prova fotográficae/ou Ms – análise laboratorial sob demandae/ou Ms – aparelho homologado pela CTC.• EPE: PD – notas fiscais e VV – prova fotográficae/ou Ms – análise laboratorial sob demandae/ou Ms – aparelho homologado pela CTC.c. O empreendimento deve garantira ação bactericida integral, paratodas as águas que serão utilizadas 1para contato humano (águas detorneiras, chuveiros e jardim)Critério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo com ficha deespecificações técnicas dos produtos comprovandoa ação específica em questão.• FEC: PD – notas fiscais e VV – prova fotográficae/ou Ms – análise laboratorial sob demandae/ou Ms – aparelho homologado pela CTC.• EPE: PD – notas fiscais e VV – prova fotográficae/ou Ms – análise laboratorial sob demandae/ou Ms – aparelho homologado pela CTC.d. O empreendimento deve garantira remoção de metais pesados, paratodas as águas que serão utilizadas 1para contato humano (águas detorneiras, chuveiros e jardim)Critério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo com ficha deespecificações técnicas dos produtos comprovandoa ação específica em questão.• FEC: PD – notas fiscais e VV – prova fotográficae/ou Ms – análise laboratorial sob demandae/ou Ms – aparelho homologado pela CTC.• EPE: PD – notas fiscais e VV – prova fotográficae/ou Ms – análise laboratorial sob demandae/ou Ms – aparelho homologado pela CTC.e. O empreendimento deve garantira remoção de odores e micropartículasem suspensão, para todas1as águas que serão utilizadas paracontato humano (águas de torneiras,chuveiros e jardim)Critério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo com ficha deespecificações técnicas dos produtos comprovandoa ação específica em questão.• FEC: PD – notas fiscais e VV – prova fotográficae/ou Ms – análise laboratorial sob demandae/ou Ms – aparelho homologado pela CTC.• EPE: PD – notas fiscais e VV – prova fotográficae/ou Ms – análise laboratorial sob demandae/ou Ms – aparelho homologado pela CTC.f. O empreendimento deve garantirum pH maior que 7,0 e menor que 19,0, para todas as águas que serãoutilizadas para contato humano(águas de torneiras, chuveiros ejardim)Critério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo com ficha deespecificações técnicas dos produtos comprovandoa ação específica em questão.• FEC: PD – notas fiscais e VV – prova fotográficae/ou Ms – análise laboratorial sob demandae/ou Ms – aparelho homologado pela CTC.• EPE: PD – notas fiscais e VV – prova fotográficae/ou Ms – análise laboratorial sob demandae/ou Ms – aparelho homologado pela CTC.g. O empreendimento deve garantira remoção de compostos químicossintéticos (hormônios, antibióticos,pesticidas, herbicidas), para todas 1as águas que serão utilizadas paracontato humano (águas de torneiras,chuveiros e jardim) 9Critério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo com ficha deespecificações técnicas dos produtos comprovandoa ação específica em questão.• FEC: PD – notas fiscais e VV – prova fotográficae/ou Ms – análise laboratorial sob demandae/ou Ms – aparelho homologado pela CTC.• EPE: PD – notas fiscais e VV – prova fotográficae/ou Ms – análise laboratorial sob demandae/ou Ms – aparelho homologado pela CTC.9Fica excluído desta obrigatoriedade apenas águasdestinadas a descarga ou outro tipo de uso em que nãohaja contato com o corpo, ainda que apenas tópico. Parasistemas industrializados são aceitos, para fins de certificaçãodo projeto ficando ainda a parte de análise da obraa ser executada para certificação final da obra, laudos dofabricante.TOTAL DO ITEM 6 12LISTA AZULParâmetros de CertificaçãoItens que invalidam acertificaçãoItens que subtraempontosItens que demandam umaLegenda: FP: Fse de projetos; FEC: Fase de edificaçãojustificativa específicaconcluída; NSA: não se aplica; CTC: Comissão técnicaItens que somam pontosde certificação. Critérios de avaliação: mensuraçãoextras (Ms); verificação visual (VV); verificação técnica (VT); 7prova documental (PD). EPE: edificação pré-existente.


7. Projeto elétrico7.1. Trajeto da fiação Pontosa. Não deve haver fiação elétricaa uma distancia menor que 0,41metros do local projetado para ascamasCritério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico com projetoelétrico.• FEC: Ms – aparelho homologado pela CTC.• EPE: Ms – aparelho homologado pela CTC.b. A fiação não deve passar no sentidohorizontal de forma que na suaprojeção vertical haja o posicionamentoprojetado de camas ou lugares1de longa permanência (salas de estar,escritório, etc.)Critério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico com projetoelétrico.• FEC: Ms – aparelho homologado pela CTC.• EPE: Ms – aparelho homologado pela CTC.7.2. Campos eletromagnéticosa. A emissão de campos elétricosalternados da rede elétrica interna(AC-60Hz) não deve ultrapassar 50Volts por metro (V/m) a uma distânciade 0,5 m da fiação bem como2nos locais projetados para de camasou lugares de longa permanência(salas de estar, escritório, etc.)Critério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico com projetoelétrico dimensionado.• FEC: Ms – aparelho homologado pela CTC.• EPE: Ms – aparelho homologado pela CTC.b. Alterações maiores que 5.000Volts por metro inviabilizam a certificaçãoaté que sejam corrigidasCritério de avaliação:• FP: NSA.• FEC: Ms – aparelho homologado pela CTC.• EPE: Ms – aparelho homologado pela CTC.c. A emissão de campos magnéticosalternados da rede elétrica interna(AC-60 Hz) não deve ultrapassar300 nanoTesla (nT) a uma distancia1de 0,5m da fiação bem como noslocais projetados para de camasou lugares de longa permanência(salas de estar, escritório, etc.)Critério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico com projetoelétrico dimensionado.• FEC: Ms – aparelho homologado pela CTC.• EPE: Ms – aparelho homologado pela CTC.d. Alterações maiores que 500 nanoTeslainviabilizam a certificaçãoaté que sejam corrigidasCritério de avaliação:• FP: NSA.• FEC: Ms – aparelho homologado pela CTC.• EPE: Ms – aparelho homologado pela CTC.e. Os campos elétricos contínuos darede elétrica interna (DC-60Hz/DC-150Hz) não devem ultrapassar 500Volts (V) em potência de superfícieCritério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico com projetoelétrico dimensionado.• FEC: Ms – aparelho homologado pela CTC.• EPE: Ms – aparelho homologado pela CTC.f. Alterações maiores que 2000Volts inviabilizam a certificação atéque sejam corrigidasCritério de avaliação:• FP: NSA.• FEC: Ms – aparelho homologado pela CTC.• EPE: Ms – aparelho homologado pela CTC.g. Os campos magnéticos contínuosda rede elétrica interna (DC-60Hz/DC-50Hz) não devem ultrapassar 1100 nanoTesla (nT) em flutuação dofluxo de densidadeCritério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico com projetoelétrico dimensionado.• FEC: Ms – aparelho homologado pela CTC.• EPE: Ms – aparelho homologado pela CTC.h. Alterações maiores que 400 nanoTesla(nT) inviabilizam a certificaçãoaté que sejam corrigidasCritério de avaliação:• FP: NSA.• FEC: Ms – aparelho homologado pela CTC.• EPE: Ms – aparelho homologado pela CTC.i. Nos locais de longa permanência(quartos, salas, escritórios, etc.) nãodeve haver uma alteração magnéticacapaz de mover o ponteiro de uma1bússola mais que 30 graus a umadistância de 0,5 m do solo e 0,3 mdas paredes próximas aos locais projetadospara a longa permanênciaCritério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico com projetoelétrico dimensionado mais projeto estruturalindicando materiais ferrosos.LISTA AZULParâmetros de CertificaçãoItens que invalidam acertificaçãoItens que subtraempontosItens que demandam umaLegenda: FP: Fse de projetos; FEC: Fase de edificaçãojustificativa específicaconcluída; NSA: não se aplica; CTC: Comissão técnicaItens que somam pontosde certificação. Critérios de avaliação: mensuraçãoextras (Ms); verificação visual (VV); verificação técnica (VT); 8prova documental (PD). EPE: edificação pré-existente.


Critério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico e/ou estratégiasde renovação do ar.• FEC: Ms – aparelho homologado pela CTC e/ou análise laboratorial por demanda.• EPE: Ms – aparelho homologado pela CTC e/ou análise laboratorial por demanda.8.4. Monóxido de carbonoa. A concentração de monóxido decarbono não deve ultrapassar 5 partespor milhão (ppm) após finalizadaa obra e com as portas e janelas1fechadasCritério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico e/ou estratégiasde renovação do ar.• FEC: Ms – aparelho homologado pela CTC e/ou análise laboratorial por demanda.• EPE: Ms – aparelho homologado pela CTC e/ou análise laboratorial por demanda.8.5. Aparelhos emissores de compostosquímicosa. Projetos empresariais que prevejamo uso de máquinas copiadoras,fac-símile, fotocopiadoras e impressorasde todos os tipos ou outrotipo de aparelho emissor de partículasquímicas devem contemplar2sala específica com exaustão parao exterior, retirando-as do meioutilizado pelas pessoasCritério de avaliação:• FP: PD – desenho de projeto arquitetônicocom detalhamento do projeto de exaustão.• FEC: VV – prova fotográfica para documentar.• EPE: VV – prova fotográfica para documentar.8.6. Partículas e fibras (pó, partículasno ar, asbesto, fibras minerais)a. Nenhum material usado naconstrução deve conter asbesto(amianto). A presença deste mineralinviabiliza a certificaçãoCritério de avaliação:• FP: PD – Declaração de não uso de asbestoem nenhum dos componentes citados nomemorial descritivo em anexo.• FEC: PD – Análise documental e VV - provafotográfica para documentar, ambas pordemanda.• EPE: PD – Análise documental e VV - provafotográfica para documentar, ambas pordemanda.b. Demais materiais não devemultrapassar 200 partes por metro 1cúbico (ppm³) após aplicaçãoCritério de avaliação:• FP: NSA.• FEC: Ms – aparelho homologado pela CTC e/ou análise laboratorial por demanda.• EPE: Ms – aparelho homologado pela CTC e/ou análise laboratorial por demanda.8.7. Cargas ionizadorasa. As cargas ionizadoras devem sermaiores que 200 unidades por centímetrocúbico (cm³) de ar2Critério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico e/ou estratégiasde renovação do ar.• FEC: Ms – aparelho homologado pela CTC e/ou análise laboratorial por demanda.• EPE: Ms – aparelho homologado pela CTC e/ou análise laboratorial por demanda.b. O uso de materiais inovadoresque garantam a ionização do ar1pode receber um ponto extra pordecisão da CTCCritério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo com ficha deespecificações técnicas do produto e/ou desenhode projeto arquitetônico com detalhamentodo projeto de ionização do ar.• FEC: VV – prova fotográfica para documentar.• EPE: VV – prova fotográfica para documentar.8.8. Eletricidade do ara. A eletricidade do ar não deve ultrapassar500 Volts por metro (V/m)1Critério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico e/ou estratégiasde renovação do ar.• FEC: Ms – aparelho homologado pela CTC.• EPE: Ms – aparelho homologado pela CTC.8.9. Higroscopiaa. As paredes devem ser difusíveise higroscópicas. Nenhum materialutilizado para cobertura das paredesdeve ser selante ao ponto deimpedir a umidade e as concentraçõesquímicas de se equilibrarem 2naturalmente. Exceção para fundações,pisos e paredes que estejamem contato direto com elementosumidificadores (terreno, encostasou taludes, caixas d´água, etc.)Critério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo com ficha deespecificações técnicas.• FEC: PD – notas fiscais e VV - prova fotográficapara documentar.LISTA AZULParâmetros de CertificaçãoItens que invalidam acertificaçãoItens que subtraempontosItens que demandam umaLegenda: FP: Fse de projetos; FEC: Fase de edificaçãojustificativa específicaconcluída; NSA: não se aplica; CTC: Comissão técnicaItens que somam pontosde certificação. Critérios de avaliação: mensuraçãoextras (Ms); verificação visual (VV); verificação técnica (VT); 10prova documental (PD). EPE: edificação pré-existente.


• EPE: PD – notas fiscais e VV – prova fotográficapara documentar.b. Sistemas de regulação naturalda umidade e difusão de concentraçõesquímicas podem ganhar um1ponto extra por decisão da CTCCritério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo com ficha deespecificações técnicas e/ou desenho deprojeto arquitetônico com detalhamento doprojeto específico.• FEC: VV - prova fotográfica para documentar.• EPE: VV - prova fotográfica para documentar.8.10. Temperaturaa. Sistemas de resfriamento datemperatura exclusivamente embasadosem formas naturais2Critério de avaliação:• FP: PD – desenho de projeto arquitetônicocom detalhamento do projeto específico.• FEC: VV – prova fotográfica.• EPE: VV – prova fotográfica.b. Sistemas mistos, natural e por1aparelho, de resfriamento de arCritério de avaliação:• FP: PD – desenho de projeto arquitetônicocom detalhamento do projeto específico e/ou memorial descritivo com ficha de especificaçõestécnicas.• FEC: VV – prova fotográfica.• EPE: VV – prova fotográfica.c. Sistemas de resfriamento datemperatura embasados em uso-2exclusivo de aparelhos perdem doispontos na certificaçãoCritério de avaliação:• FP: PD – desenho de projeto arquitetônicocom detalhamento do projeto específico e/ou memorial descritivo com ficha de especificaçõestécnicas.• FEC: VV – prova fotográfica.• EPE: VV – prova fotográfica.d. Sistemas de aquecimento datemperatura exclusivamente embasadosem calor radiante2Critério de avaliação:• FP: PD – desenho de projeto arquitetônicocom detalhamento do projeto específico e/ou memorial descritivo com ficha de especificaçõestécnicas.• FEC: VV - prova fotográfica.• EPE: VV - prova fotográfica.e. Sistemas de aquecimento datemperatura exclusivamenteembasados em calor radiante do 1sol recebem um ponto extra pordecisão da CTCCritério de avaliação:• FP: PD – desenho de projeto arquitetônicocom detalhamento do projeto específico e/ou memorial descritivo com ficha de especificaçõestécnicas.• FEC: VV - prova fotográfica.• EPE: VV - prova fotográfica.f. Sistemas de aquecimento datemperatura mistos, radiante e por 1convecçãoCritério de avaliação:• FP: PD – desenho de projeto arquitetônicocom detalhamento do projeto específico e/ou memorial descritivo com ficha de especificaçõestécnicas.• FEC: VV - prova fotográfica.• EPE: VV - prova fotográfica.g. Sistemas de aquecimento datemperatura embasados em uso–2exclusivo de calor por convecçãoperdem dois pontos na certificaçãoCritério de avaliação:• FP: PD – desenho de projeto arquitetônicocom detalhamento do projeto específico e/ou memorial descritivo com ficha de especificaçõestécnicas.• FEC: VV - prova fotográfica.• EPE: VV - prova fotográfica.8.11. Mofoa. Nenhum tipo de mofo deve estarvisível. A presença de mofo visívelimpede a certificaçãoCritério de avaliação:• FP: NSA.• FEC: VV - prova fotográfica.• EPE: VV - prova fotográfica.b. Nenhum tipo de mofo danosoà saúde deve estar presente emmaior concentração que o indicadopelos organismos oficiais desaúde locais. A presença de mofosdanosos à saúde nestas condiçõesinviabiliza a certificaçãoCritério de avaliação:• FP: NSA.• FEC: Ms – aparelho homologado pela CTC e/ou análise laboratorial por demanda.• EPE: Ms – aparelho homologado pela CTC e/ou análise laboratorial por demanda.c. A quantidade de mofo do ar do1interior após finalizada a obra e comLISTA AZULParâmetros de CertificaçãoItens que invalidam acertificaçãoItens que subtraempontosItens que demandam umaLegenda: FP: Fse de projetos; FEC: Fase de edificaçãojustificativa específicaconcluída; NSA: não se aplica; CTC: Comissão técnicaItens que somam pontosde certificação. Critérios de avaliação: mensuraçãoextras (Ms); verificação visual (VV); verificação técnica (VT); 11prova documental (PD). EPE: edificação pré-existente.


janelas e portas fechadas deve sermenor que 500 por metro cúbico(m³)Critério de avaliação:• FP: NSA.• FEC: Ms – aparelho homologado pela CTC e/ou análise laboratorial.• EPE: Ms – aparelho homologado pela CTC e/ou análise laboratorial.d. Materiais fungicidas aplicadosa superfícies em geral (paredes,assentos sanitários, metais deacabamento, etc.) não devem contersubstâncias danosas à saúdede acordo com os parâmetros dequalidade do ar e de materiais(itens 5 e 8). No caso de uso de tais –1materiais, um laudo descritivo deseus componentes com respectivatoxicologia deve ser apresentado.Qualquer material consideradotóxico, ou não testado para consumohumano, perde um ponto nacertificaçãoCritério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo com ficha deespecificações técnicas do produto.• FEC: PD – notas fiscais.• EPE: PD – notas fiscais.8.12. Bactériasa. Nenhum tipo de bactéria danosaà saúde deve estar presente emmaior concentração que o indicadopelos organismos oficiais de saúdelocais. A presença de bactériasdanosas à saúde nestas condiçõesinviabiliza a certificaçãoCritério de avaliação:• FP: NSA.• FEC: Ms – aparelho homologado pela CTC e/ou análise laboratorial por demanda.• EPE: Ms – aparelho homologado pela CTC e/ou análise laboratorial por demanda.b. Os tipos e quantidade de bactériasencontradas em análise doar interior após finalizada a obra ecom janelas e portas fechadas deve 1ser similar e em menor quantidadedo que as bactérias do ar imediatamentefora da edificaçãoCritério de avaliação:• FP: NSA.• FEC: Ms – aparelho homologado pela CTC e/ou análise laboratorial.• EPE: Ms – aparelho homologado pela CTC e/ou análise laboratorial.c. Materiais bactericidas aplicadosa superfícies em geral (paredes,assentos sanitários, metais deacabamento, etc.) não devem contersubstâncias danosas à saúdede acordo com os parâmetros dequalidade do ar e de materiais(itens 5 e 8). No caso de uso de tais –1materiais um laudo descritivo deseus componentes com respectivatoxicologia deve ser apresentado.Qualquer material consideradotóxico, ou não testado para consumohumano, perde um ponto nacertificaçãoCritério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo com ficha deespecificações técnicas do produto.• FEC: PD – notas fiscais.• EPE: PD – notas fiscais.TOTAL DO ITEM 8 21POSSIBILIDADE DE PERDA 99. Paisagismo e áreas comuns9.1. Projeto paisagístico Pontosa. Ausência de um projeto paisagísticomínimo interno ou externo,ainda que apenas de interiores e –2de vasos de plantas móveis, perdedois pontos na certificaçãoCritério de avaliação:• FP: PD – projeto paisagístico.• FEC: VV – prova fotográfica.• EPE: VV – prova fotográfica.b. Presença em espaços internos deuma planta de folhagem média porcada 10 metros cúbicos (m³), ou uma4planta de folhagem grande por cada30 metros cúbicos de espaço contínuo(sem paredes ou divisórias)Critério de avaliação:• FP: PD – projeto paisagístico com especificaçãodas espécies utilizadas e cálculo decubagem.• FEC: VV – prova fotográfica.• EPE: VV – prova fotográfica e VT – verificaçãotécnica.c. Os tipos de plantas a serem utilizadosnos projetos paisagísticos deinterior e as respectivas condiçõesde luminosidade, temperatura e 2irrigação das espécies devem estarde acordo com as condições do ambienteonde irão se localizarLISTA AZULParâmetros de CertificaçãoItens que invalidam acertificaçãoItens que subtraempontosItens que demandam umaLegenda: FP: Fse de projetos; FEC: Fase de edificaçãojustificativa específicaconcluída; NSA: não se aplica; CTC: Comissão técnicaItens que somam pontosde certificação. Critérios de avaliação: mensuraçãoextras (Ms); verificação visual (VV); verificação técnica (VT); 12prova documental (PD). EPE: edificação pré-existente.


Critério de avaliação:• FP: PD – projeto paisagístico com especificaçãodas características das espécies.• FEC: VV – prova fotográfica.• EPE: VV – prova fotográfica e VT – verificaçãotécnica e/ou PD - especificação dascaracterísticas das espécies.d. Os substratos e a adubação devemutilizar produtos não tóxicos1Critério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo com especificaçãotécnica.• FEC: PD – notas fiscais e/ou Ms – análiselaboratorial por demanda.• EPE: PD – notas fiscais e/ou Ms – análiselaboratorial por demanda.e. Os substratos e a adubação queutilizarem produtos de origem orgânicareceberão um ponto extra por1decisão da CTCCritério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo com especificaçãotécnica e certificação de produto orgânico.• FEC: PD – notas fiscais e/ou Ms – análise laboratorialpor demanda e/ou Ms – aparelhohomologado pela CTC.• EPE: PD – notas fiscais e/ou Ms – análise laboratorialpor demanda e/ou Ms – aparelhohomologado pela CTC.f. A presença de plantas reconhecidamentetóxicas por ingestão perde –1um ponto da certificaçãoCritério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo com especificaçãodas características das espécies.• FEC: VV – prova fotográfica.• EPE: VV – prova fotográfica e VT – verificaçãotécnica.g. Projetos que incluam, em mais de30%, espécies comestíveis recebem 1um ponto extra por decisão da CTCCritério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo com especificaçãodas características das espécies.• FEC: VV – prova fotográfica.• EPE: VV – prova fotográfica e VT – verificaçãotécnica.h. Projetos que considerem floraçãodurante todo o ano, podendoser alcançada através de espécies 1diferentes, recebem um ponto extrapor decisão da CTCCritério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo com especificaçãodas características das espécies.• FEC: VV – prova fotográfica.• EPE: VV – prova fotográfica e VT – verificaçãotécnica.9.2. Áreas comuns devem possuiramplas áreas verdesa. De 30 a 49,99% de área verde em1relação à área do terrenoCritério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico/paisagísticocom projeto de implantação.• FEC: VV – prova fotográfica.• EPE: VV – prova fotográfica e VT – verificaçãotécnica.b. De 50 a 69,99% de área verde em2relação à área do terrenoCritério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico/paisagísticocom projeto de implantação.• FEC: VV – prova fotográfica.• EPE: VV – prova fotográfica e VT – verificaçãotécnica.c. Acima de 70% de área verde em3relação à área do terrenoCritério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico/paisagísticocom projeto de implantação.• FEC: VV – prova fotográfica.• EPE: VV – prova fotográfica e VT – verificaçãotécnica.9.3. Áreas de lazera. Projetos que possuam áreas delazer e convivência, capazes desuportar acima de 10% (inclusive) 1do total de usuários para o qual foiprojetadoCritério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitet. e/ou paisagístico.• FEC: VV – prova fotográfica.• EPE: VV – prova fotográfica e VT – verificaçãotécnica.9.4. Áreas para atividades físicasa. Projetos que possuam áreaspara atividades físicas, capazes desuportar acima de 5% (inclusive) 1do total de usuários para o qual foiprojetadoCritério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico e/ou projetopaisagístico e memorial descritivo com fichade especificações técnicas dos produtos.• FEC: VV – prova fotográfica.• EPE: VV – prova fotográfica e VT – verificaçãotécnica.TOTAL DO ITEM 9 18POSSIBILIDADE DE PERDA 3LISTA AZULParâmetros de CertificaçãoItens que invalidam acertificaçãoItens que subtraempontosItens que demandam umaLegenda: FP: Fse de projetos; FEC: Fase de edificaçãojustificativa específicaconcluída; NSA: não se aplica; CTC: Comissão técnicaItens que somam pontosde certificação. Critérios de avaliação: mensuraçãoextras (Ms); verificação visual (VV); verificação técnica (VT); 13prova documental (PD). EPE: edificação pré-existente.


10. Sustentabilidade 1010Os itens deste tópico, exceção ao b, reconhecidosno mercado como parâmetros de sustentabilidade naedificação, poderão receber pontos extras, por avaliaçãoda comissão técnica, segundo os parâmetros abaixorelacionados.10.1. Materiais utilizados Pontosa. Materiais com mais de 70% dematéria prima natural e de fontesrenováveis, quando presentes em 1mais de 70% da obra ganham umponto extra por decisão da CTCCritério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo com ficha deespecificação técnica dos produtos utilizados.• FEC: PD – notas fiscais e/ou VV – prova fotográfica.• EPE: PD – notas fiscais e ficha de especificaçãotécnica dos produtos utilizados e/ou VV– prova fotográfica e/ou VT – vistoria técnica.b. Sempre que a edificação possuirmais de 50% de materiais sintéticosou adulterados na totalidade de –1seus materiais utilizados, perderáum pontoCritério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo com ficha deespecificação técnica dos produtos.• FEC: PD – notas fiscais e/ou VV – prova fotográfica.• EPE: PD – notas fiscais e ficha de especificaçãotécnica dos produtos utilizados e/ou VV– prova fotográfica e/ou VT – vistoria técnica.c. O uso de recursos raros e nãorenováveis deve ser reduzido ao2máximo. Projetos que mostrem reduçãosensível (maior que 30%) nouso de materiais de construção nãorenováveis (ex. concreto e estruturametálica) recebem dois pontosextras por decisão da CTCCritério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo de produtos/técnicas/processos e quadro comparativocom as justificativas em relação às respectivasalternativas ditas convencionais.• FEC: PD – notas fiscais e/ou VV – prova fotográfica.• EPE: PD – notas fiscais e ficha de especificaçãotécnica dos produtos utilizados e/ouVV – prova fotográfica e/ou VT – vistoriatécnica.10.2. Resíduosa. Projetos com gestão de resíduode obras, incluindo formas de utilizaçãodos rejeitos da construção2ou descarte renovável dos rejeitos,recebem dois pontos extras pordecisão da CTCCritério de avaliação:• FP: PD – projeto de gestão de resíduos de obras.• FEC: PD – memória do processo, através denotas fiscais, provas fotográficas, e outrosdocumentos que sejam capazes de comprovara execução do projeto.• EPE: PD – memória do processo, através denotas fiscais, provas fotográficas, e outrosdocumentos que sejam capazes de comprovara execução do projeto.10.3. Águaa. Projetos com gestão, uso e descarteinteligente de água recebem1 a 3de um a três pontos extras pordecisão da CTCCritério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo de produtos/técnicas/processos e quadro comparativocom as justificativas em relação às respectivasalternativas ditas convencionais.• FEC: PD – notas fiscais e/ou VV – prova fotográfica.• EPE: VT – verificação técnica com PD – memorialdescritivo de produtos/técnicas/processose quadro comparativo com as justificativasem relação às respectivas alternativasditas convencionais e VV – prova fotográfica.10.4. Energiaa. Projetos com redução eficaz douso de energia (maior que 10%) namanutenção da edificação, sem prejuízopara os demais tópicos da cer-1 a 2tificação, podem receber até doispontos extras por decisão da CTCCritério de avaliação:• FP: PD – memorial descritivo de produtos/técnicas/processos e quadro comparativocom as justificativas em relação às respectivasalternativas ditas convencionais.• FEC: PD – notas fiscais e/ou VV – prova fotográfica.• EPE: VT – verificação técnica com PD – memorialdescritivo de produtos/técnicas/processose quadro comparativo com as justificativasem relação às respectivas alternativasditas convencionais e VV – prova fotográfica.10.5. Outras certificaçõesa. Projetos que recebam certificaçãode outros programas com focoem sustentabilidade no edifícioconstruído (ex. Leed, Procel, Acqua)recebem um ponto extra para cadacertificação apresentada1 paracadacertificaçãoLISTA AZULParâmetros de CertificaçãoItens que invalidam acertificaçãoItens que subtraempontosItens que demandam umaLegenda: FP: Fse de projetos; FEC: Fase de edificaçãojustificativa específicaconcluída; NSA: não se aplica; CTC: Comissão técnicaItens que somam pontosde certificação. Critérios de avaliação: mensuraçãoextras (Ms); verificação visual (VV); verificação técnica (VT); 14prova documental (PD). EPE: edificação pré-existente.


Critério de avaliação:• FP: PD – documento comprobatório da certificação.• FEC: PD – documento comprobatório da certificação.• EPE: PD – documento comprobatório dacertificação.10.6. Contrapartidas sociaisa. Projetos que prevejam contrapartidassociais em função dosimpactos causados (poluição sonora,poeira, tráfego de veículos pesados), 1 a 3ou alternativas para sua redução, nafase de execução, recebem até trêspontos extras por decisão da CTCCritério de avaliação:• FP: PD – projeto de compensação ou contrapartidasocial com descrição dos processos,técnicas e materiais utilizados.• FEC: PD – memória do processo, através denotas fiscais, provas fotográficas, e outrosdocumentos que sejam capazes de comprovara execução do projeto.• EPE: PD – memória do processo, através denotas fiscais, provas fotográficas, e outrosdocumentos que sejam capazes de comprovara execução do projeto.TOTAL APROXIMADO DO ITEM 10 14POSSIBILIDADE DE PERDA 111. Manutenção da edificação certificadaa. A forma como as instalações daedificação devem ser mantidas,com relação aos processos utilizados(limpeza de ar condicionado,Pontos3limpeza de dutos e canos, acessoe reparos às instalações elétricas eetc.) devem estar contidas em ummanual simples e de fácil leiturapara o usuário finalCritério de avaliação:• FP: PD – Texto/material a ser utilizado emmanual do proprietário.• FEC: PD – manual do proprietário.• EPE: PD – manual do proprietário.b. Os produtos de consumo utilizados(lâmpadas, filtros de água, etc.)previstos em projeto e consideradosdentro dos padrões dessa certificaçãodevem estar relacionados3em um manual simples e de fácilleitura para o usuário finalCritério de avaliação:• FP: PD – Texto/material a ser utilizado emmanual do proprietário.• FEC: PD – manual do proprietário.• EPE: PD – manual do proprietário.c. Os produtos de limpeza quemelhor conservem os materiais daedificação e suas mobílias e possuambaixa ou nenhuma toxicidadecomprovada por laudos de cada3componente, e considerados dentrodos padrões dessa certificaçãodevem estar relacionados em ummanual simples e de fácil leiturapara o usuário finalCritério de avaliação:• FP: PD – Texto/material a ser utilizado emmanual do proprietário.• FEC: PD – manual do proprietário.• EPE: PD – manual do proprietário.d. Caixas reservatórias de água devempossuir fácil acesso e facilidadede manutenção1Critério de avaliação:• FP: PD – projeto arquitetônico.• FEC: VV – verificação visual.• EPE: VV – verificação visual.e. Caso os produtos e instalaçõeselétrico-eletrônicas e de automaçãoprevistos, estejam descritos emmemorando à parte e possuam acapacidade de emitir menos camposeletromagnéticos no período1 a 5noturno, dependendo da ação dousuário, ou caso sejam automatizadospara diminuir estas emissõesnos períodos noturnos, receberãoaté cinco pontos extras por decisãoda CTCCritério de avaliação:• FP: PD – o próprio memorando.• FEC: PD – o próprio memorando.• EPE: PD – o próprio memorando.TOTAL DO ITEM 11 15LISTA AZULParâmetros de CertificaçãoItens que invalidam acertificaçãoItens que subtraempontosItens que demandam umaLegenda: FP: Fse de projetos; FEC: Fase de edificaçãojustificativa específicaconcluída; NSA: não se aplica; CTC: Comissão técnicaItens que somam pontosde certificação. Critérios de avaliação: mensuraçãoextras (Ms); verificação visual (VV); verificação técnica (VT); 15prova documental (PD). EPE: edificação pré-existente.

Similar magazines