Views
2 years ago

repercussões da neurolingüística discursiva na ... - Celsul.org.br

repercussões da neurolingüística discursiva na ... - Celsul.org.br

repercussões da neurolingüística discursiva na ... -

Anais do 6º Encontro Celsul - Círculo de Estudos Lingüísticos do SulREPERCUSSÕES DA NEUROLINGÜÍSTICA DISCURSIVA NA FONOAUDIOLOGIAElenir FEDOSSE (Universidade Metodista de Piracicaba; Universidade Estadual de Campinas)Luciana Claudia Leite FLOSI (Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Limeira).ABSTRACTSpeech Language and Hearing Sciences (health professional) meeting with Discursive Neurolinguistics busyof the relationship cognition - language is very promising. Evaluate and accompany aphasic subject, in theoperation perspective language, in it translates in Speech therapist practice differentiated as considers thesense production and interpretation multiple aspects.KEYWORDS: Neurolinguistic, Speech Language and Hearing Sciences, Language, Discourse, Aphasic.0. IntroduçãoA Neurolingüística, área voltada para os estudos da linguagem e demais processos cognitivos,tem uma história recente no Brasil, mais recente ainda é a formação nessa área. Neste trabalho, nos referimosa uma Neurolingüística concebida no interior da Lingüística, especialmente, àquela elaborada por Coudry(desde 1986/88), no Instituto de Estudos da Linguagem - IEL/UNICAMP, inspirada na concepção abrangentede linguagem de Franchi (1977) 1 , o qual, entre outros fatos, assume que há linguagem nas afasias. Convémressaltar que esta Neurolingüística é concebida no Departamento de Lingüística 2 , primeiramente como área deextensão do curso de graduação de Lingüística, posteriormente, torna-se disciplina regular desse curso e áreade concentração do programa de pós-graduação em Lingüística. Atualmente é também uma disciplina regulardo curso de graduação em Fonoaudiologia 3 desta universidade.Coudry, para desenvolver o que aqui denominamos de Neurolingüística Discursiva, toma comoponto de partida a Neurolingüística de Lebrun (1983) e também diversas frentes teóricas da Lingüística, asaber: a concepção de heterogeneidade do sujeito da linguagem (Authier-Révuz, 1982); a polifonia comoprincípio dialógico (Bakthin, 1977; Ducrot 1984); a teoria dos atos de fala (Austin, 1990; Searle, 1981), ateoria da enunciação (Benveniste, 1976 e 1989) e a análise do discurso (Maingueneau,1987; Pêcheux, 1983,Osakabe, 1979).Para esclarecer o percurso desta Neurolingüística, destacamos, inicialmente, a definição deNeurolingüística de Lebrun (1983) e, em seguida, discorremos brevemente sobre a concepção de linguagemexpressa nessa definição, para, então, tratarmos de uma Neurolingüística Discursiva e de sua repercussão naFonoaudiologia, especialmente relacionada ao processo de avaliação e acompanhamento terapêutico desujeitos com afasia.1 Carlos Franchi implanta, junto com Haquira Osakabe, Rodolfo Ilari e Carlos Vogt, o primeiro departamentode Lingüística do Brasil e participa substancialmente da estruturação e crescimento do Instituto de Estudos daLinguagem – IEL/UNICAMP. Assume um projeto arrojado de estudos lingüísticos e desenvolve umaconcepção abrangente de linguagem. Tomando-a como pública postula sua indeterminação e a concebe comoatividade constitutiva do sujeito, dela própria e das interações sociais. Orienta, entre outros, estudos sobre asubjetividade da linguagem (Possenti, 1988), patologia da linguagem (Coudry, 1986/88), linguagem e ensino(Geraldi, 1990/91) entre outros.2 A Neurolingüística na UNICAMP teve início em 1972 com o movimento de alunos e docentes do IEL e doInstituto de Biologia (IB) que buscavam estudar a relação da Lingüística com a Biologia, da linguagem com océrebro.3 O recém criado curso de Fonoaudiologia da UNICAMP (2002) é resultado da parceria da Faculdade deCiências Médicas/ CEPRE (Centro de Estudos e Pesquisas em Reabilitação “Prof. Dr. Gabriel Porto”) comoInstituto de Estudos da Linguagem-IEL.

sobre discurso e traducao
uma análise discursiva do sujeito e seus movimentos - Celsul.org.br
por um paradigma das formas da alteridade: a ... - Celsul.org.br
Práticas discursivas da modernidade tardia - Celsul.org.br
o movimento dos gêneros discursivos na escola - Celsul.org.br
um estudo sobre atitudes lingüísticas: o caso da ... - Celsul.org.br
As condições de produção e o discurso na mídia: a ... - Celsul.org.br
A erotização da mulher em anúncios publicitários de ... - Celsul.org.br
o gênero discursivo entrevista de emprego ea ... - Celsul.org.br
paráfrases: mecanismos de interação discursiva ... - Celsul.org.br
OS SENTIDOS DE ESCOLA: FORMAÇÕES ... - Celsul.org.br
Marcadores discursivos interacionais: análise ... - Celsul.org.br
NOÇÕES DE GÊNERO DISCURSIVO Nara Caetano ... - Celsul.org.br
Documentação de Estudos em Lingüística Teórica e Aplicada - Leffa
Relações de gênero na publicidade - Celsul.org.br
Processo discursivo e subjetividade: vozes ... - Maralice Neves
A transposição de gêneros discursivos para o ... - Celsul.org.br
Discurso sindical da CUT - Celsul.org.br
A dualidade de bem/mal e belo/feio na construção discursiva de ...
O DISCURSO JORNALÍSTICO ENQUANTO ... - Celsul.org.br
estudo da heterogeneidade constitutiva em catálogos ... - Celsul.org.br
uma abordagem bakhtiniana da linguagem - Celsul.org.br
análise discursiva do telecurso 2000 - Unisul
O Sujeito Discursivo Contemporâneo: um exemplo - ufrgs
A CONSTITUIÇÃO DA MEMÓRIA DISCURSIVA DO ... - fflch
Interações no IRC: funcionamento discursivo pelo viés da designação
Discurso político e mídia - Celsul.org.br
Léxico, ideologia e a historiografia lingüística do ... - Celsul.org.br
da análise do discurso à apreciação das práticas discursivas