são paulo - Metro

publimetro.band.com.br

são paulo - Metro

Alexandre Pato,do CorinthiansAGORA É A VEZDA RECOPASÃO PAULO E CORINTHIANS FAZEM PRIMEIROCONFRONTO PELO TÍTULO SUL-AMERICANO PÁG. 16Luis Fabiano,do São PauloSÃO PAULOQuarta-feira,3 de julho de 2013Edição nº 1.579, ano 7MÍN: 12°CMÁX: 22°Csunny snow rain partlywww.readmetro.com | leitor.sp@metrojornal.com.br | www.facebook.com/metrojornal | @jornal_metro sunnycloudy sleet thunder part sunny/showersthundershowerswindyJustiça proíbe bloqueio dehazy showersrodovias estaduais em SPProtestos. Entidade de caminhoneiros receberá multa de R$ 20 mil por hora se vias forem interditadas novamente. Manifestações continuam nasestradas de mais dez Estados. Ministro diz que demandas são impossíveis de serem atendidas. Correios não descartam atrasos em entregas PÁG. 04PARADOS NO PONTOEm protesto que durou 3 horas, motoristas e cobradoresparalisaram 97 linhas e prejudicaram 400 mil pessoas PÁG. 03Prazo podeemperrarplebiscitoPara valer em 2014, reforma políticadeve ser aprovada até 5 de outubro.Tempo é curto para TSE e todas asamarrações políticas necessárias PÁG. 06BALÉ DA CIDADECELEBRA 45 ANOSRECICLE A INFORMAÇÃO: PASSEESTE JORNAL PARA OUTRO LEITORPrograma solode 2013 começaamanhã, noMunicipalPÁG. 12Grupo bloqueou entrada e saída de veículos dos terminais Parque D. Pedro (foto), Bandeira e Expresso Tiradentes | FDANILO VERPA/FOLHAPRESS


|02| {FOCO}SÃO PAULO, QUARTA-FEIRA, 3 DE JULHO DE 2013www.readmetro.comCPI nem bem começa evereadores tiram folga1FOCOComparaçãoDannyGloverEm visita ao Brasil, oator norte-americanoDanny Glover afirmouver semelhanças entreas manifestaçõespopulares no país e omovimento Ocuppy WallStreet. “Nós temos emcomum entre eles umaquestão relativa à perdade direitos”, analisou oartista, que esteve emBrasília para promoveruma campanha mundialpela sindicalizaçãode funcionários damontadora Nissan, noEstado de Mississipi, nosEstados Unidos.CotaçõesSelic(8,00%)Dólar+ 0,84%(R$ 2,25)Bovespa- 4,24%(45.228 pts)Euro+ 0,17%(R$ 2,91)Saláriomínimo(R$ 678)Transporte. Próxima reunião será dia 19.Vereadora do PSD de Kassab será a relatoraApós realizar a primeira reunião,ontem, os vereadoresque integram a CPI (ComissãoParlamentar de Inquérito)dos transportes decidiramentrar em recesso atéo dia 19, data do próximoencontro.Na reunião, a vereadoraEdir Sales, do PSD (partidodo ex-prefeito GilbertoKassab), foi eleitarelatora da comissão. Poracordo de lideranças ficoudefinido que o vice-presidenteserá Eduardo Tuma(PSDB), único membro daoposição na CPI.Tuma conseguiu aprovarrequerimento para convocaro secretário dos Transportes,Jilmar Tatto (PT), aentregar as planilhas de gastosdo sistema de transportepúblico, como detalhessobre os subsídios repassadosàs empresas de ônibus.O requerimento teve objeçãoapenas de Milton Leite(DEM). Os documentos vãoservir para que os vereadoressaibam, por exemplo, comoa prefeitura vai fazer para cobriros R$ 260 milhões queserão usados para compensara redução da passagem de R$3,20 para R$ 3.A CPI também aprovou aconvocação de técnicos daSPTrans (São Paulo Transporte),TCM (Tribunal deContas da União), metrô eda CPTM para prestarem esclarecimentossobre as planilhasde custos do transportecoletivo.MÁRCIOALVESMETRO SÃO PAULOMelhor da América do SulO parque do Ibirapuera, na zona sul, foi eleito o melhorparque da América do Sul pelos usuários do site TripAdvisor.Em segundo lugar ficou o parque Nacional de Ibitipoca, emMinas Gerais. | ANDRÉ PORTO/METROFALE COM A REDAÇÃOleitor.sp@metrojornal.com.br011/3528-8522COMERCIAL: 011/3528-8549O jornal Metro circula em 23 países e tem alcance diário superior a 20 milhõesde leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicaçãoe da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda asexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre,ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.Membros da CPI durante primeira reunião | LEANDRO MARTINS/FUTURA PRESSBrayan.Suspeito saiuda prisão noDia das MãesO suspeito de matar o meninoboliviano Brayan YanaricoCapcha, de 5 anos,havia sido beneficiado pelaJustiça com a saída temporáriado Dia das Mães.Segundo a Secretaria de SegurançaPública, Diego RochaFreitas Campos, de 20anos, teve saída temporáriada Penitenciária de Francoda Rocha em 9 de maio. Eledeveria ter retornado em 13de maio para terminar decumprir a pena de sete anose meio, mas não voltou.Segundo a polícia, desdeque está foragido, Camposjá teria participado de roubosa outras casas na regiãode São Mateus, onde Brayanfoi morto. METROCrime. Bandorouba lojano shoppingMorumbiArmados, oito criminososinvadiram a joalheria Sayegh,no shopping Morumbi,na zona sul, no iníco danoite de ontem, e fugiramlevando joias.Os ladrões anunciaram oassalto por volta das 18h45,renderam os funcionários eroubaram os produtos. Emseguida, fugiram em doisveículos. A polícia perseguiua quadrilha pela marginalPinheiros, no sentidorodovia Castello Branco,mas não conseguiu prendernenhum dos suspeitos.O bando abandonou umdos carros próximo à ponteEusébio Matoso. Algumasjoias estavam dentrodele. METROEXPEDIENTEMetro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145).Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB: 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini.Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior.Gerente Executivo: Ricardo Adamo.Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso.Metro São Paulo. Editores-Executivos: Ariel Kostman e Lara De Novelli (MTB: 31.369).Editor de Arte: Tiago Galvão. Gerentes Comerciais: Tânia Biagio e Elizabeth Silva.Editado e distribuído por Metro Jornal S/A. Endereço: rua Tabapuã, 81, 14º andar, Itaim, CEP 04533-010, São Paulo, SP. Tel.: 3528-8500. O jornal Metro é impresso na Plural Editora e Gráfica Ltda.RegrasConselho seráformado por39 pessoasO prefeito FernandoHaddad (PT) definiu ontemas regras para oconselho municipal detransportes. Trata-se deum grupo que será formadopor 39 pessoasque irá debater como seráo serviço em São Paulo.Um terço dos membrosserá da própriaprefeitura. Outros 13 serãorepresentantes dasoperadores de serviços(tanto sindicatos comoviações). O restante viráda sociedade civil. Essesúltimos serão eleitos emvotação direta pela população.METROEducação.USP aprovabônus de 5%para negrosA USP aprovou ontem, emúltima instância, programaque prevê um bônus de até5% a candidatos negros, pardose indígenas que estudaramem escola pública. Adecisão já vale para o próximovestibular. Além disso,a USP aumentou de 15% para20% o bônus para o alunoque cursou integralmenteo ensino fundamental narede pública e o segundo eterceiro ano do ensino médiona mesma rede.Assim, um candidato autodeclaradonegro, pardoou indígena, que tenha cursadoo ensino básico na redepública, poderá ter umacréscimo de até 25% na suanota na Fuvest. METROFiliado ao


SÃO PAULO, QUARTA-FEIRA, 3 DE JULHO DE 2013www.readmetro.com {FOCO} |03|◊◊Paralisação deônibus atinge400 mil pessoasTERMINAIS BLOQUEADOSQUEM SÃOCerca de 200 motoristas ecobradores ligados a umgrupo de oposição aosindicato da categoriaO QUE QUEREMGarantia de que oscobradores não serãodemitidos e melhorescondições de trabalhoNICO NEMER/FUTURA PRESSO QUE FIZERAMBloquearam as entradas esaídas de 97 linhas de trêsterminais: Parque D. Pedro,Bandeira e Expresso TiradentesProtestos. Grupo de oposição a sindicato de motoristas fechouos terminais Parque D. Pedro, Bandeira e Expresso TiradentesUm protesto de motoristase cobradores de ônibusna manhã de ontem paralisouo funcionamento de97 linhas e prejudicou cercade 400 mil passageirosna capital.O protesto fez com queos ônibus ficassem travadosno entorno dos terminais.A CET (Companhia de Engenhariade Tráfego) recomendouque os motoristasque evitassem trafegar pelaregião central por conta dogrande congestionamento.Segundo o sindicato dosmotoristas e cobradores, oprotesto foi realizado por umgrupo dissidente. O Metro97é o número de linhasde ônibus que foramparadas ontem pormotoristas e cobradores.tentou entrar em contato comesse grupo na tarde de ontem,mas não obteve resposta.Os manifestantes fecharama entrada e a saída dosterminais Parque D. Pedro,Bandeira e Expresso Tiradentes,por cerca de três horas(das 8h50 às 12h).Eles reivindicavam melhorescondições de trabalhoe a garantia de manutençãodos empregos paraos cobradores. Querem queo governo assegure que nãovai revogar a lei municipalque garante que os ônibustenham dois funcionários.A prefeitura afirma quenão existe nenhum planode extinguir a função do cobradorna cidade.Após deixarem os terminais,cerca de 200 manifestantespartiram em passeataem direção à Câmara,interditando a via em frenteao legislativo. Parte do grupose reuniu na calçada doViaduto do Chá, em frente àprefeitura. METRO


|04| {BRASIL}SÃO PAULO, QUARTA-FEIRA, 3 DE JULHO DE 2013www.readmetro.comJustiça proíbebloqueios emestradas de SPRODOVIAS PARADASQUEM SÃOMovimento União BrasilCaminhoneiro: grupo ligado apequenos empresários do setorde transporteO QUE FIZERAMFecharam estradas dedez estados ontemROBERTO CUSTODIO/FOLHAPRESSO QUE QUEREMRedução no preço de pedágios e nostributos sobre combustíveis eflexibilização na lei que aumenta ointervalo de descanso dos motoristasProtestos. Juiz fala em risco de prejuízos a terceiros. Atos no país continuam até amanhãCaminhoneiros protestam na marginal Pinheiros | TABA BENEDICTO/FUTURA PRESSApós a onda de protestosnas rodovias do Estado,o juiz Randolfo Ferrazde Campos, da 14ª Vara daFazenda de São Paulo, concedeuontem liminar favorávelà PGE (ProcuradoriaGeral do Estado) impedindoo bloqueio de estradas emtodo território paulista.O magistrado estipulouuma multa de R$ 20 mil porhora ao MUBC (MovimentoUnião Brasil Caminhoneiro),entidade que coordenaos atos, caso a decisão nãoseja respeitada.“As paralisações aqui emanálise vão além de relesmovimento grevista parapassar a abarcar a ocupaçãode rodovias (...) com prejuízosde vulto até mesmo aterceiros”, afirmou o magistradona decisão.Na segunda-feira, três rodoviasficaram bloqueadas.A Castello Branco foi interditadapor 15 horas; a Anchieta,por 11. A CônegoDomênico Rangoni só foi liberadaontem, após 25 horasde paralisação.Desde o início dos protestos,a Artesp - órgão estadualque administra asconcessões de estradas - vinhaestudando uma medidajudicial.Anteontem, o governofederal conseguiu uma liminarna Justiça do Rio deJaneiro para impedir queR$ 20 milé o valor a ser aplicado demulta por cada hora que oscaminhoneiros bloquearemas rodovias de São Paulo.os movimentos de caminhoneirosfechem rodoviasfederais.O MUBC e seu presidente,Nélio Botelho, ficam sujeitosa multa de R$ 10 milpor cada hora que as rodoviasficarem paralisadas.Motoristas ligados à empresaBRFoods também realizaramum protesto namarginal Pinheiros por cercade duas horas na parte damanhã pedindo melhorescondições de trabalho.Anteontem, o governadorGeraldo Alckmin já haviadito que os caminhoneirosque bloquearem asrodovias responderão criminalmente.METROMédicos vãoàs ruas contraestrangeirosA decisão da presidente DilmaRousseff de autorizara contratação de médicosformados fora do país paratrabalhar nas cidades dointerior levará às ruas osprofissionais de saúde. Marchasestão marcadas parahoje nos 26 Estados e no DistritoFederal.Em São Paulo, os médicosvão se reunir às 16h na sededa AMB (Associação MédicaBrasileira), na rua São Carlosdo Pinhal, no centro. Depoiso grupo seguirá até a sede daPresidência da República, naavenida Paulista. Atendimentosde urgência serão mantidos.A principal queixa équanto à falta de infraestruturanas cidades suburbanase condições inferiores às dascidades maiores.A meta do Ministério daSaúde é contratar 35 mil médicos.A intenção do governoé oferecer um salário de R$10 mil. METRO BRASÍLIACaminhoneiros voltama interditar rodoviasAs manifestações realizadaspor caminhoneiros pelo paísvoltaram a fechar rodoviase a causar tumulto: ontemhouve bloqueios em 10 estados.Na Cônego DomênicoRangoni, que liga a capitalao Porto dos Santos, a tropade choque precisou ser acionadadurante a manhã paraliberar a pista, que ficou 25horas interditada.Cerca de mil caminhõesainda estão parados no PortoSeco, o maior da AméricaLatina, em Uruguaiana (RS). Omovimento promete manteros bloqueios nas estradas brasileirasaté às 6h de amanhã.Coordenado pelo MovimentoUnião Brasil Caminhoneiro- grupo ligado a pequenosempresários do setordo transporte -, eles reivindicamredução no preço do pedágioe nos tributos sobrecombustíveis. Eles tambémprotestam contra chamadalei de descanso.Ela obriga os motoristasprofissionais a terem umapausa de 11 horas por períodotrabalhado. Os manifestantesquerem reduzir essapausa. Os protestos nãotêm apoio de outras associaçõesdo setor nem do sindicatoque representa as empresasde carga.Em São Paulo, todas as rodoviasforam liberadas, masna Bahia, Mato Grosso, MinasGerais, Paraná, Rio deJaneiro, Rio Grande do Sul,Rondônia, Santa Catarina eTocantins ainda registravaminterdições de pistas.Governo‘São apenasinteressesde ocasião’O ministro dos Transportes,César Borges, afirmouontem que as reivindicaçõesdos caminhoneirossão “impossíveis de serematendidas”. Após reuniãono Palácio do Planaltocom dirigentes defederações de transportadorascontrários às paralisações,ele afirmou queos protestos são fruto deum “movimento pequeno”e que são motivadosapenas por “interesses deocasião”. Borges disse queo óleo diesel já é subsidiadoe não se pode contrariarcontratos existentesde pedágio.“Estamos vendo agoraum movimento pequenose aproveitar do queestá passando no país, impedindoo direito de ir evir”. Borges também afirmouque a pasta criaráuma câmara de diálogocom representantes dosetor. METROCorreiosOs Correios informaram ontemque as alterações notráfego em razão das manifestaçõesnas rodovias poderãocausar atraso no encaminhamentoda carga e naentrega de objetos postais.A empresa afirmou que parareduzir os prejuízos estãosendo adotadas medidas comoa transferência do transportede encomendas expressaspara o modal aéreo,quando possível. METRO


|06| {BRASIL}SÃO PAULO, QUARTA-FEIRA, 3 DE JULHO DE 2013www.readmetro.comPrazo é barreirapara plebiscitoReforma política. TSE pede 70 dias para consulta popular. Câmara e Senado estão divididosA reforma política começa aser desenhada, mas precisaráde um esforço extra da Câmarae do Senado para seraprovada até 5 de outubro evaler nas eleições de 2014, comodeseja o governo. A presidenteDilma Rousseff encaminhouontem ao Congressouma mensagem com cincosugestões de itens da lei eleitorale dos partidos políticosque gostaria de ver submetidasà avaliação popular.Em resposta à consulta dogoverno, o TSE (Tribunal SuperiorEleitoral), porém, informouque precisará de, nomínimo, 70 dias para organizara votação. O trabalho incluiconvocar mesários, organizaros colégios eleitorais eprogramar as urnas eletrônicas.A data do plebiscito seria8 de setembro. Antes, umacampanha deverá ser feita paraexplicar as perguntas. “Nãopodemos menosprezar a capacidadede o povo brasileiroentender as questões”, defendeuo ministro da Justiça, JoséEduardo Cardozo.O Congresso poderá incluirou extinguir as sugestões. Oinício do processo, porém, dependede um decreto legislativo,que encontrará resistênciasdos parlamentares, e quecomeçará a tramitar pela Câmara.Após o resultado das urnas,deputados e senadores teriammenos de um mês paraaprovar as mudanças.AlternativaPrevendo dificuldades, opresidente da Câmara, HenriqueEduardo Alves (PMDB--RN), convocou uma comissãoespecial para apresentarO governo sugereOS CINCO PONTOSmudanças na lei eleitoralDA REFORMA POLÍTICA e dos partidos políticosSISTEMA ELEITORAL1Cada Estado (e município) tem umdeterminado número de vagas,definido conforme a população -São Paulo, por exemplo, o maispopuloso do país, tem o maiornúmero de cadeiras na Câmara dosDeputados, 70. O eleitor vota emcandidatos que disputam todoo eleitorado do Estado ou domunicípio para vagas de vereadores,deputados estaduais e deputadosfederais. As cadeiras são distribuídasproporcionalmente à quantidadede votos obtida pelo candidatoe pelo partido (ou por coligaçõespartidárias)Se o voto proporcional permanece;se será o voto distrital (cada Estadoseria dividido em distritos, comos candidatos disputando os votosdos eleitores de áreas específicas);ou se haverá um sistema misto,em dois turnos (uma parte dasvagas seria reservada para votaçãoem partidos, que apresentariamas suas listas de candidatos; a outraparte das cadeiras em disputacontinuaria distribuída conforme avotação em candidatos específicos)uma proposta alternativa dereforma política em até 90dias. “O plebiscito pode nãoavançar”, admitiu.No Senado, o governo temmais apoio. O presidente daCasa, senador Renan Calheiros(PMDB-AL), argumentouque o fim dos suplentes, quehoje ocupam 10 das 81 cadeirasde senadores, e o fim dovoto secreto, são temas comtramitação adiantada.‘Cura gay’. Autor pedeque projeto seja arquivadoFINANCIAMENTO DE CAMPANHA2As empresas e as pessoas físicasestão autorizadas a fazer doaçõeslivremente para candidatose partidos políticosSe mantém o atual sistema;permitindo doações apenaspúblicas ou privadas; ou seautorizará contribuições mistas,mas com valores limitadosSUPLENTEOs senadores escolhem livrementeos dois suplentes, que ocupam ocargo em caso de vacância, mesmosem ter conseguido um votoSe é a favor ou não àmanutenção da suplência4COMO ÉO QUE O ELEITOR DECIDIRÁVOTO SECRETO NO CONGRESSO3Os deputados e senadores mantêmsecreto o voto em caso de cassaçãode mandato, escolha de autoridades,como membros do Poder Judiciárioe chefes de missão diplomática,vetos presidenciaisSe é favorável a manter a votaçãofechadaCOLIGAÇÕES5Os partidos podem compor chapasconjuntas na eleição para deputadose vereadores. O voto vai paraa coligação e não somente paraa legenda escolhida pelo eleitorSe o sistema deverá ser mantidoou proibidoSem consensoA oposição fez críticas à propostae voltou a defender umreferendo, quando a populaçãoé consultada após a medidaser aprovada. “O queDilma busca fazer é convidaro Congresso para umpasseio de primeira classenuma cabine do Titanic”, criticouo senador Aécio Neves(PSDB-MG).A proposta não tem consensotambém na base aliada.O PMDB, por exemplo, se posicionoucontra uma consultafeita às pressas. “A bancada daCâmara quer que o plebiscitoseja realizado em 2014 paravaler em 2016 e 2018”, afirmouo presidente do PMDB,senador Valdir Raupp (RR).MARCELOFREITASMETRO BRASÍLIAPEC. Senado aprova FichaLimpa para servidoresPolíticaCLÁUDIOHUMBERTOCLAUDIO.HUMBERTO@METROJORNAL.COM.BRPOVO PAGA PADARIA, TÁXIE GASOLINA DE SENADO-RES. Apesar de receberemR$ 26,7 mil de salário eR$ 110 mil em auxílios everba indenizatória pormês, senadores põem naconta do contribuinteaté as despesas mais pessoaise até bizarras. Só nomês de maio o senadorJoão Durval (PDT-BA), porexemplo, colocou na nossaconta quatro visitas àpadaria Belini, no LagoSul, em Brasília. Total dadolorosa: R$ 347,60. Emaluguel de carros, torrouR$ 19,1 mil em maio.DE GRÃO EM GRÃO. FranciscoDornelles (PP-RJ) espetouno bolso do contribuinteR$ 12,50 de umtáxi, e em março abasteceuo carro doze vezes.Total: R$ 2,3 mil.DESPERDÍCIO. Dono de empresasde comunicação,Jader Barbalho (PMDB--PA) fez o contribuintepagar R$ 77 mil, entre janeiroe maio, em sua “divulgação”.VIDA MELHOR. Especializadoem mercado imobiliárioamericano, o siteOpp Connect revela quebrasileiros lideram a buscamundial por imóveisem Miami.MURO DE BERLIM. Lula fez“parada técnica” em Berlim,ontem, e pediu motoristada embaixada brasileirapara pegá-lo noaeroporto. O Itamaratynega, e garante desconhecersua agenda, queo Instituto Lula não divulga.CACHORRO LOUCO. Alémde “ouvir as ruas”, Dilmadeveria também olharo malsinado calendário“É ELITISTAPENSAR QUEO POVO NÃOSABE VOTAR EMPLEBISCITO.”MINISTRO JOSÉ EDUARDO CARDOZO(JUSTIÇA) SOBRE A NOVA ENGANAÇÃO DACLASSE POLÍTICAbrasileiro: aproxima-seagosto, “o mais cruel dosmeses”.CASTELO DE CARTAS. Até 26de abril, o ex-bilionárioEike Batista era “o lídermais admirado pelo executivos”,segundo pesquisade jornal paulista. NoTwitter, já querem “desestatizá-lo”,ironizandoque “venderia” até oBNDES.Eike Batista | SÉRGIO LIMA/FOLHA PRESSPODER SEM PUDORO boêmio e o advogadoPressionado, o presidenteda bancada evangélica, deputadoJoão Campos (PSDB--GO), decidiu ontem retirarde tramitação o polêmicoprojeto que autoriza o tratamentopara reverter a homossexualidade- a chamada‘cura gay’.O projeto foi apresentadoem 2011 para suspenderuma resolução do ConselhoFederal de Psicologia, queproíbe a prática, e foi aprovadona Comissão de DireitosHumanos.O presidente da Câmara,deputado Henrique EduardoAlves (PMDB-RN), queriaque o projeto fosse levadodireto ao plenário para serderrotado.A avaliação dos evangélicos,no entanto, é que oprojeto é impopular e poderiatrazer prejuízos naseleições do ano que vem.METRO BRASÍLIAA PEC (Proposta de Emendaà Constituição) que prevê aextensão das exigências daLei da Ficha Limpa aos servidorespúblicos foi aprovadaontem, em primeiro turno,no Senado.Caso a PEC passe em 2ºturno e também seja aprovadana Câmara dos Deputados,em dois turnos, osfuncionários (concursadosou ocupando cargos em comissão)também não poderãoter sido condenados emdecisão colegiada de órgãojudicial, mesmo que aindanão tenha transitado em julgado(quando não há maispossibilidade de recursos.“A importância dessaPEC é a a defesa da moralidade,da probidade”, disse osenador Pedro Taques PDT--MT), que pretendia que asnovas regras valessem apenaspara os comissionados.METRO BRASÍLIAQuando era um jovemadvogado e deixou Minaspara viver no Rio, JoséAparecido de Oliveiraficou amigo do jornalistae boêmio carioca AntônioMaria. Até dividiram umapartamento, mas poucose encontravam: quandoAparecido chegava doCOM ANA PAULA LEITÃO E TERESA BARROSWWW.CLAUDIOHUMBERTO.COM.BRtrabalho, Antônio Mariajá havia saído para a noiteboêmia. Um dia, ao levantar-sepela manhã, ele encontrouum bilhete do genialcronista:- Se eu estiver dormindo,deixe; mas se eu estivermorto, por favor meacorde...


|08| {ECONOMIA}SÃO PAULO, QUARTA-FEIRA, 3 DE JULHO DE 2013www.readmetro.comBolsa. Bovespa cai maisde 4% com novas perdasda OGX, de Eike BatistaO Ibovespa, principal índiceda Bolsa brasileira, fechouem baixa de 4,24%, aos45.228,95 pontos. É a menorpontuação desde 22 de abrilde 2009, quando a Bolsa fechouaos 44.888,20 pontos.A queda acentuada foiinfluenciada pela divulgaçãode dados fracos de produçãoindustrial e por maisum dia de perdas das açõesdo grupo EBX, de Eike Batista.Na última segunda--feira, os papéis da petrolíferado empresário, a OGX,recuaram quase 30% com oanúncio de que vai suspenderos planos de exploraçãode três poços de petróleo docampo de Tubarão Azul.No pregão de ontem,as ações da OGX caíram19,64%, a R$ 0,45, após doisbancos cortarem o preço--alvo de suas ações paraR$ 0,10. Para piorar o cenário,a agência de classificaçãode risco Standard &Poor’s rebaixou as notas decrédito da empresa para onível de pré-calote. METROBolsa voltou ao menor nível desde2009 | ELISA RODRIGUES/FUTURA PRESSCâmbioDólar fechaem R$ 2,25O dólar comercial fechouem alta de 0,84%, paraR$ 2,25 na venda, o maiorvalor desde 20 de junho(R$ 2,258). Os investidoresestavam preocupados,aguardando a divulgaçãode dados de emprego nosEstados Unidos nesta semana.METROPreço de imóveis sobe6% no 1º semestreMercado imobiliário. Aumento real do valor do m 2 ficou em 2,8%, segundo o índiceFipeZap. Expectativa é que altas continuem acima da inflação nos próximos mesesCom uma valorização de1,1% em junho, o preço dom 2 dos imóveis no país fechouem alta de 6,1% no primeirosemestre do ano, segundoo Índice FipeZap. Oresultado representa um aumentoreal de 2,8%, considerandoa projeção de 3,2% parao IPCA (Índice de Preçosao Consumidor Amplo) noperíodo. O valor médio nas16 cidades pesquisadas chegoua R$ 6.824.E a tendência é que omesmo padrão de alta semantenha nos próximosmeses. “Mas não esperamosum deslocamento dos preçosdo imóveis como ocorreuem 2010, quando o aumentoficou bem acima dainflação”, diz Priscila FernandesRibeiro, economistada Fipe (Fundação Institutode Pesquisas Econômicas).11,6%é a valorização dos imóveis em 12meses, 4,5% acima da inflação.Segundo a economista, ospreços reduziram o ritmo dealta no final do ano passado,mas voltaram a subir bemacima da inflação a partir deabril. “Algumas cidades têmsurpreendido. Vitória, porexemplo, vem apresentandotaxas elevadas devido aos investimentosem construçãocivil e infraestrutura.”Curitiba, Rio de Janeiroe Vitória tiveram maior altanos últimos seis meses.O preço médio ficou entreR$ 9.285 (Rio) e R$ 3.583 (VilaVelha). Em São Paulo foide R$ 7.268. METROMÉDIA NACIONALRIO DE JANEIROBRASÍLIASÃO PAULONITERÓIRECIFEBELO HORIZONTEFORTALEZASÃO CAETANO DO SULFLORIANÓPOLISPORTO ALEGRESANTO ANDRÉCURITIBASALVADORVITÓRIASÃO BERNARDO DO CAMPOVILA VELHAFONTE: FIPEZAPVariação do valorEM ALTA dos imóveis1ºSEM.6,1%7,7%0,7%5,9%5,4%6,1%4,3%6,6%3,5%7,2%5,9%5,0%14,3%5,2%7,5%4,2%5,3%12MESES11,6%14,9%-0,7%13,9%15,1%10,2%6,3%10,6%9,2%6,0%13,8%9,7%11,3%12,1%9,9%10,6%5,0%PREÇO DO M 2EM JUNHOR$ 6.824R$ 9.285R$ 8.381R$ 7.268R$ 6.790R$ 5.429R$ 5.163R$ 5.063R$ 4.893R$ 4.704R$ 4.499R$ 4.293R$ 4.218R$ 4.192R$ 4.133R$ 4.091R$ 3.583


|10| {MUNDO}SÃO PAULO, QUARTA-FEIRA, 3 DE JULHO DE 2013www.readmetro.comAcusada de racismoLíder da direitafrancesa perdeimunidadeVINCENT KESSLER/REUTERSPresidente egípciorejeita deixar o poderMarine Le Pen disse que apenasmencionou o que todos pensamMarine Le Pen, líder daFN (Frente Nacional, partidofrancês de extrema--direita), perdeu sua imunidadeno ParlamentoEuropeu. Com isso, elaterá de enfrentar na Justiçaas acusações de racismofeitas por umaentidade de defesa dos direitoscivis. Em 2010, Marinedisse que ver muçulmanosorando nas ruasera semelhante à ocupaçãonazista na SegundaGuerra Mundial. METROEm SantiagoAvenida volta ater o nome deantes do golpeA avenida Once de Septiembre,uma movimentadarua de Santiago, capitaldo Chile, voltaráa se chamar Nova Providência.Em 1980, seteanos depois do golpe militar,o regime estabeleceuque o local seria conhecidopor Once deSeptiembre, em homenagemà data na qual AugustoPinochet derrubouo governo de Salvador Allende.A direita chilenacondenou a retomada doantigo nome. METROGuerra na SíriaPadre católico édecapitado porradicais rebeldesO Vaticano confirmou amorte de um padre católico,decapitado por rebeldesjihadistas no norte daSíria. François Murad, 49,foi assassinado em 23 dejunho, durante um ataqueao convento onde eleestava refugiado. O sacerdoteera da ordem franciscanae responsável pelacustódia de locais cristãosno Oriente Médio. Com oavanço do conflito na Síria,minorias étnicas e religiosastêm sido duramenteafetadas. METRORevolta. Isolado politicamente, embora com apoio de parte da população, Mohamed Mursi rechaçou o ultimatodado pelas Forças Armadas. Confrontos entre governistas e oposicionistas deixaram ao menos sete mortosA menos de 24 horas para ofim do prazo dado pelo Exércitopara a solução da criseegípcia, o presidente MohamedMursi negou que pretendadeixar o cargo. O mandatáriotambém disse quenão vai aceitar ordens e culpouo antigo regime pelosproblemas do país.“Tivemos eleições livres,justas e democráticas. NossaConstituição é grande efoi aprovada pela vontadedo povo. Se a legitimidadenão é suficiente para vocês,o que é?”, questionou Mursi,em rede nacional.As declarações incendiaram,ainda mais, governistase opositores. Durante a noitede ontem, choques entreos dois grupos já haviam deixadoao menos sete mortos e140 feridos. Desde domingo,23 pessoas perderam a vidanas manifestações.Mesmo com o apoio demembros da Irmandade Muçulmananas ruas, Mursi estácada vez mais isolado politicamente.Seis ministrosjá renunciaram, e a grandeparte dos opositores se recusaa negociar.“O presidente acreditaque já dialogou e, com isso,cumpriu sua obrigação. Oproblema é que não há maisApoiadores do mandatário param manifestação para rezar, no Cairo | KHALED ABDULLAH/REUTERSconfiança alguma da oposição”,diz Nezar Al Sayyad,professor egípcio da Universidadede Berkeley, nos EUA.Os EUA e as Nações Unidasexpressaram preocupaçãocom a crise. Segundo aCasa Branca, o presidente BarackObama ligou para Mursie disse que apoia “o processodemocrático no Egito e nãoum grupo em particular.”Planos militaresO Exército não voltou a falarsobre como pretende intervir,caso Mursi e a oposiçãonão cheguem a umacordo. Segundo a agênciaReuters, entretanto, o planodos militares incluiria asuspensão da Constituição ea dissolução do Parlamento,que tem maioria islâmica.“Se Mursi continuar teimoso,provavelmente, haveráum golpe”, afirma o professorAl Sayyad. O especialista acreditaque haverá muito caosnas ruas nos próximos dias.Também é possível, diz, quea Irmandade Muçulmana ganheainda mais força.Vaticano confirma segundo milagreO papa João Paulo 2º podese tornar oficialmentesanto até o fim deste ano.A Santa Sé aprovou ontemo segundo milagre do falecidopontífice, uma das últimasetapas para que ele sejacanonizado.Os cardeais e bispos daCongregação para as Causasdos Santos consideraramque a cura de uma enfermeiraem 1º de maio de 2011 foicientificamente inexplicável.Nesse mesmo dia, maiscedo, João Paulo 2º havia sidobeatificado devido a umoutro milagre.Não há detalhes sobre osegundo caso, que foi avaliadopor uma comissão médicaligada à Santa Sé. A pacientesofreria de uma doença incurávele teria rezado pela intercessãode João Paulo 2º.Especialistas ouvidos pelaJoão Paulo 2º pode ser canonizado em dezembro | MAX ROSSI/AQUIVO/REUTERSagência Ansa acreditam queo pontífice será canonizadoem dezembro. Falta apenasa assinatura de um decretopelo papa Francisco e aconvocação de um consistório,para anunciar a data dacanonização.A cerimônia encerraria oprocesso mais rápido de canonizaçãodos últimos 500anos na Igreja. João Paulo2º faleceu em 2005, aos 84anos. METRO COM AGÊNCIASCAROLINAVICENTINMETRO SÃO PAULOPreparação para JMJPapa afirmaque protestossão justosO papa Francisco, quese prepara para a JornadaMundial da Juventude,no Rio de Janeiro, nofim deste mês, mudouo discurso que fará noevento.Segundo o jornal “ElPaís”, o pontífice fez alteraçõesno texto após serinformado sobre a naturezados protestos que tomaramas ruas do país.O papa teria dito que asmanifestações são justase estão de acordo com oEvangelho. METROAnálisePaís tem novaoportunidadedemocráticaO presidente MohamedMursi está procurandoestabelecer um acordono qual ele não renunciee, ao mesmo tempo,faça concessões à oposição.O Exército, por suavez, tenta fazer com queMursi ouça as pessoas ecrie um sistema no qualelas acreditem. Muitosegípcios estão com raiva,pois o governo não conseguiuos incluir.Eu acredito que essaseja uma nova oportunidadedemocrática para oEgito. Mas os próximosdias são muito incertos,porque os militares nãovão recuar, e os protestosdevem continuar fortesem todo o país.THOMASCAROTHERSVice-presidente doCarnegie Endowmentfor International PeaceSnowden.Brasil rejeitapedido de asiloO governo brasileiro “não vairesponder” ao pedido de asilopolítico feito pelo técnicoem informática EdwardSnowden. A solicitação foienviada por fax à embaixadado Brasil em Moscou na noitede segunda-feira.O país é um dos 21 aosquais Snowden recorreu, segundoinformações do siteWikiLeaks. O jovem, que delatouo programa de monitoramentode civis do governoamericano, está há 10 dias emuma área de trânsito de umaeroporto da capital russa.Entre as nações que responderam,a maioria rechaçouo pedido de Snowden.As exceções são o Equador ea Bolívia. O governo italianodisse estar avaliando a solicitação.METRO COM AGÊNCIAS


|12| {CULTURA}SÃO PAULO, QUARTA-FEIRA, 3 DE JULHO DE 2013www.readmetro.com2CULTURAFestival de cinemaFilme comGloria Piresabre GramadoCom direção de BrunoBarreto, “Flores Raras”abre a 41ª edição doevento, que vai de 9 a17 de agosto na cidadegaúcha. “Primeiro Diade Um Ano Qualquer”,de Domingos Oliveira,disputa entre longasnacionais. Já “RepareBem”, da portuguesaMaria de Medeiros,compete entre os latinos.Problema na sededo Balé da Cidadenão abala estreia“Uneven”, de Cayetano Soto, faz sua estreia nacional na temporada que começa amanhã | SYLVIA MASINI/DIVULGAÇÃODança. Vazamento leva grupo para a Praça dasArtes, onde finaliza ‘A Sagração da Primavera’e ‘Uneven’, em cartaz a partir de amanhãCom a missão de festejar seus45 anos, o Balé da Cidade deSão Paulo retorna ao TheatroMunicipal para seu primeiroprograma solo de 2013.Os arremates da remontagemde “A Sagração da Primavera”(1985), de Luis Arrieta, eda estreia nacional de “Uneven”(2010), de Cayetano Soto,foram feitos na Praça dasArtes, anexo do Theatro ondefuncionam as escolas municipaisde música e dança.Há três semanas a companhiaocupa duas salas do espaçodevido a vazamentos emsua sede, na Bela Vista. “Foium problema no telhado quecomeçou a ficar perigoso. Preferimosnão correr riscos desnecessários”,explica a diretoraartística Iracity Cardoso.O grupo se instalou no prédioem 1976 com a promessade que a casa seria provisória,mas, 37 anos depois, ele permaneceali à espera da finalizaçãode uma nova etapa daPraça das Artes, prevista para2014, onde será abrigado emdefinitivo. A manutenção dasede antiga acaba em agosto.Enquanto isso, o Balé relêsua própria história ao revivera “Sagração” de Arrieta, quehonra o centenário da partiturade Igor Stravinski (1882-1971), celebrado este ano.“Arrieta é muito importantepara a companhia. Ele começoucomo bailarino na décadade 1970 e foi aqui quefez sua primeira coreografia,além de ter sido duas vezesdiretor do grupo”, diz Cardoso.“A ideia foi remontar esse“A ideia foi remontar ‘ASagração da Primavera’de Luis Arrieta com umaroupagem mais urbana.”IRACITY CARDOSO, DIRETORA DO BALÉclássico com uma roupagemmais urbana, mas o conceitoe a coreografia não mudarammuito.” À exceção da matinêde domingo, a música seráinterpretada pela OrquestraSinfônica Municipal sob aregência de Victor Hugo Toro.Já em “Uneven”, Raiff Dantasfaz um solo de violonceloao vivo em cima de uma composiçãogravada do americanoDavid Lang. O título significa“desigual”, qualidade queo espanhol Soto imprime nosmovimentos e na cenografia,em um trabalho diferentedo já visto em “Canela Fina”(2008). “Essa obra é bastantedifícil e precisa, toda montadaa partir de solos, duos e pas--de-deux, ressaltando as personalidadesdesse grupo”, dizCardoso sobre a peça, criadapara o Aspen Santa Fe Ballet.ServiçoAMANDAQUEIRÓSMETRO SÃO PAULONo Theatro Municipal (pça.Ramos de Azevedo, s/nº, tel.:3397-0327). Qui., sex. e sáb.,20h. Dom., 11h e 18h. De R$20 a R$ 60. Até 7/7.Três mostras imperdíveisCansado do cinema comercial? Corra para as salas alternativas, que celebram nesta semana as obrasde Howard Hawks e Jacques Rivette, além da produção autoral nacional do Festival de Tiradentes21 3Cena de“Paris nos Pertence”“Jacques Rivette – JáNão Somos Inocentes”A mostra abre hoje, às 19h, com“Paris Nos Pertence” (1961), e segueaté o dia 21 com outros 25 filmesdo cineasta francês, algunsinéditos no Brasil. Além dos longas,palestras e debates completama programação. No CCBB-SP (r.Álvares Penteado, 112, tel.: 3113-3651; R$ 4; programação completano site bb.com.br). METROSeleção de filmes daMostra de TiradentesDe amanhã até o dia 11 o Cinesesc(r. Augusta, 2.074, tel.: 3087-0500;grátis) recebe 15 filmes que foramexibidos no Festival de Tiradentes,realizado em janeiro em Minas Gerais.A abertura, às 19h30, contacom a pré-estreia nacional de “DossiêJango”. A programação está emmostratiradentes.com.br. METROO ex-presidente Jangoé tema de documentárioBogart e Lauren em“À Beira do Abismo”“Mostra Howard Hawks”Quarenta longa-metragens do diretoramericano, lançados entre 1926e 1970, estão na mostra organizadano Centro Cultural São Paulo (r.Vergueiro, 1.000, tel.: 3397-4002;R$ 1), que segue até o dia 31. O destaquede hoje, às 16h, é “À Beira doAbismo” (1946), com HumphreyBogart e Lauren Bacall. Veja a programaçãocompleta no site centrocultural.sp.gov.br. METROFOTOS: DIVULGAÇÃO


|14| {VARIEDADES}SÃO PAULO, QUARTA-FEIRA, 3 DE JULHO DE 2013www.readmetro.comFOTO: RODRIGO ZORZIO fino da cidadeFABIOBRANCATELLIFABIO.BRANCATELLI@METROJORNAL.COM.BRA seleção de Luiz Felipe Scolari deu um chocolate natemida Espanha, conquistou a torcida e virou umadas grandes favoritas à Copa 2014. Nem os mais otimistasesperavam um final tão feliz.Mas o melhor momento da Copa das Confederaçõesnão saiu dos pés de Neymar, Fred, Paulinho ecompanhia. A cena que ficará para sempre em nossamemória e simboliza o novo tempo veio da arquibancada,com o apoio dos jogadores, que cantaram o hinobrasileiro mesmo depois de encerrada a execuçãodo trecho inicial.O Padrão Fifa queria pouco, o povo mostrou queaqui a banda toca diferente. O país tem dono e nãofala inglês.A nova modalidade de protesto demonstrou oamor da nação pelo país e, principalmente, a maturidadede uma torcida que vibra, mas não mais se ilude.Acabou a ideia de que o futebol é o ópio do povo.O gigante acordou, o campeão voltou e os próximoscapítulos têm cor de esperança!A SEMANA:1Gigi Monteiro (5)no lançamentoda artista plásticaDayse Xavier,na Mostra Black.57Fabio Brancatelli é empresário, publisher do Bicofino e consultor de marketingcom 20 anos de mercado em grandes agências e empresas.3FOTO: WALDEMIR FILETTINatalia Vizza (6) na festa Farofada, napista do Sambódromo do Anhembi.Felipe Solari (7) comemorou o tetradas Confederações na Mansão da Bud.O FINO DA SEMANAO top fotógrafo Ike Levy jogou uma nova luz sobre as bicicletas,revelando-as com muita poesia e irreverência. A “Expo Bikes” jácomeçou e faz sucesso, no Paris 6.26Marcos Mioncomemorou aniversáriona Disco comDi Ferrero (1),Gabi Amarantos(2), Latino (3) eNarizinho (4).4FOTO: CHARLES NASEHFOTOS: WALDEMIR FILETTIOs invasoresCruzadasSudokuLeitor falaObra no ItaimAchei muito interessante e útil o mapapublicado ontem com os desviospara quem utiliza o túnel da avenidaSão Gabriel, na reportagem “Obra vaitravar trânsito no Itaim até 4 de agosto”.Fui pego de surpresa pelo congestionamento,não houve nenhum avisosobre a obra. Poderiam ter colocadouma faixa avisando, para que os motoristasevitassem a região ontem mesmo,ao invés de ficarem presos, sem sinalizaçõessobre desvios.LUCAS OMETO - SÃO PAULO, SPProtestosAgora que a população percebeu queé possível conseguir mudanças atravésde manifestações, parece que as coisasvão mudar. Apesar da violência no últimoprotesto, antes da redução da tarifados transportes coletivos da cidade, atarifa foi revogada. Porém, acho importantelevar em consideração o protestodos caminhoneiros ontem, onde nãofoi preciso depredar nada. É claro queeles se utilizaram de um artifício muitomaior (parar as estradas), mas não deixade ser relevante a falta de violência.DANIELA BARRETO - SÃO PAULO, SPMetro perguntaVocê acha que a CPI dostransportes irá contribuirpara melhorar o serviçona capital?Metro webSiga o Metrono Twitter:@jornal_metro@guxlieEu acho que a investigação vai ser“chapa branca”, já que apenas um dosintegrantes é da oposição. Nada vaimudar na qualidade do serviço.@viviangarciaAcredito que depois dos protestos,a pressão está maior em relação aostransportes, então acho que pode melhorarsim.@dridadaqueEu espero que sim, porque do jeito queestá não dá mais.Para falar com a redação:leitor.sp@metrojornal.com.brParticipe também no Facebook:www.facebook.com/metrojornalHoróscopo Está escrito nas estrelas www.estrelaguia.com.brEsteja atento para não agir de forma intolerantecom os valores das pessoas. Há costumes dos outrosque poderemos levar tempo para compreender.O trabalho traz tendências para maior envolvimentoemocional e necessidade de ponderar antes de tomardecisões importantes. Contenha a ansiedade.Muitas vezes uma conquista oubons momentos a dois se dá muito mais pela simplicidade degestos e ideias do que por algumas sofisticações.A Lua segue em seu signo, indicandoposturas sentimentais mais intensas de sua parte. Cuide paranão se exceder nos cuidados e esquecer de si mesmo.Estudos e atividades que enriqueçamo intelecto são sempre bem vindas e serão mais frequentes devivenciar. Priorize bom humor e positivismo na vida afetiva.Momentos de lazer serão maisfrequentes e positivos para tirar o stress de problemas. As situaçõessociais, como eventos e festas, estarão mais favoráveis.Uma atenção extra ao corpo e amente será essencial para revitalizar suas energias na rotina.Nas relações, dedique-se se mais às pessoas que merecem.Momentos do seu dia voltados a temasespirituais, religião, meditação, terapia ou o que sirva de combustívelpara revitalizá-lo serão essenciais.A paciência será determinante paracompreender certos padrões e costumes das pessoas que convive.Período propício para esclarecer antigos assuntos afetivos.Momento propício para conversas sobrea sua individualidade e a de pessoas que se relaciona, sejana vida amorosa, familiar ou amizades.Há mais chances para decisõesjunto a quem se relaciona afetivamente. Quem está em novaconquista ou paquera chegou a hora de expor mais o que sente.Período para ocupar a mente com estudos,gostos culturais, leituras, e-mails, correspondências e conversascom pessoas que alegrem sua rotina.


|16| {ESPORTE}SÃO PAULO, QUARTA-FEIRA, 3 DE JULHO DE 2013www.readmetro.comMajestoso vale taçae tabu no Morumbi3ESPORTEFim da folga. São Paulo e Corinthians seenfrentam às 21h50 pelo 1º jogo da Recopa5 corintianos ainda presos133DIASna BolíviaDepois de quase um mês paradospor conta da Copa dasConfederações, São Paulo eCorinthians voltam hoje acampo. Às 21h50, as equipesescrevem um novo capítulona história do clássico,no Morumbi, pela primeirapartida da Recopa – o segundoe decisivo duelo entreos campeões da Taça Libertadores(Corinthians) e da CopaSul-Americana (São Paulo)de 2012 ocorre no dia 17,no Pacaembu.O Tricolor quer desbancaro Timão quando o assuntoé confrontos em mata-mata.O último triunfo tricolorfoi na semifinal da CampeonatoPaulista de 2000. Desdeentão, só deu Corinthians –veja quadro ao lado. O duelotambém vale o desempateem jogos internacionais: doscinco até aqui, foram duasvitórias para cada lado, alémde um empate.Será, também, o 300º encontroentre as duas equipes.A vantagem é alvinegra:114 a 91 no confronto diretocom o Tricolor, com 94empates.HistóricoApesar do retrospecto recente,o Tricolor é o maior vencedordo país na Recopa, aolado do Internacional. Foramdois títulos, em 1993 e1994 – o Colorado venceu otorneio em 2007 e 2011. Anopassado, o Peixe ergueu ocaneco. Grêmio e Cruzeirotambém venceram. METROJadson: de volta da Seleção | RAFAEL NEDDERMEYER/FOTOARENAGuilherme substitui Paulinho | LEANDRO MARTINS/FUTURA PRESSSÃO PAULORogério Ceni; Douglas,Lúcio, Rafael Toloi eJuan; Rodrigo Caio,Denilson, Jadson e Ganso(Aloísio); Osvaldo e Luis Fabiano.Técnico: Ney Franco• Estádio. Morumbi, às 21h50• Transmissão. Rádio Bandeirantes, BandNews FM,Bradesco Esportes FM e GloboCORINTHIANSCássio; Edenilson,Gil, Paulo André eFábio Santos; Ralf,Guilherme, Romarinho, Daniloe Emerson; Guerrero.Técnico: TiteMAJESTOSOS DECISIVOSFINAL DO RIO-SÃOPAULO DE 2002IDA2 X 3VOLTA1 X 1SEMIFINAL DA COPADO BRASIL DE 2002IDA0 X 2VOLTA1 X 2FINAL DO PAULISTÃODE 2003IDA3 X 2VOLTA2 X 3Última vitória tricolor em mata-mata foi noPaulista de 2000. Desde então, só deu Corinthians:SEMIFINAL DOPAULISTÃO DE 2009IDA2 X 1VOLTA0 X 2SEMIFINAL DOPAULISTÃO DE 20130 X 0PÊNALTIS3 X 4Pitaco“A Espanha nãoteve sorte porquea competição foidisputada no Brasil.Se o jogo fosse emcampo neutro, o Brasilnão teria vencido.”DIEGO MARADONA, SOBRE A FINAL DACOPA DAS CONFEDERAÇÕESPalmeiras. Meia FelipeMenezes é o novo reforçoUm dia depois de apresentaro atacante Alan Kardec,o Palmeiras oficializouontem a contrataçãodo meia Felipe Menezes. Oatleta de 25 anos pertenciaao Benfica (POR) – assimcomo Kardec, que estáemprestado pelo clubeportuguês – e assinou contratoaté 30 de junho de2016 com o Verdão. Antesde chegar ao alviverde,ele estava emprestadoao Sport.Se Felipe Menezes chega,dois atletas deixam a equipe.O atacante Maikon Leite seránegociado com o Umm-SalalSports, do Qatar. Ele deveser emprestado até junhodo ano que vem. O zagueiroMaurício Ramos é outro quevai para mundo árabe: seráemprestado até o fim do anoao Sharjah FC, dos EmiradosÁrabes. METROMeia Felipe Menezes fica no Verdãopor três anos | CESAR GRECO/FOTOARENA“Temos muitos objetivoseste ano, queroparticipar e contribuircom o grupo. Queremosvoltar à Série A.”FELIPE MENEZES, MEIA DO VERDÃOSantos. Noaguardo dosreforços parao clássicoO técnico Claudinei Oliveiranão confirma, mas poderácontar com os laterais Cicinhoe Mena no clássico contrao São Paulo, domingo, no Morumbi,pela 6ª rodada doCampeonato Brasileiro.“O Mena tem a questãodo visto de trabalho, que estamostentando regularizar”,afirmou o treinador sobre ochileno de 24 anos, que chegouao Brasil na segunda-feirae atua pelo lado esquerdo.“O Cicinho estava treinandona Ponte Preta, masdeve ter tido aquele períodode folga. Então vamos vercomo ele vai se apresentar.Tem de ver a documentaçãodele e o rendimento durantea semana”, completou, sobreo lateral-direito. METROCuca busca a primeira final na Libertadores | CLUBE ATLÉTICO MINEIRO/DIVULGAÇÃOGalo. Último brasileirojoga a vida na ArgentinaÚnico remanescente brasileirona Taça Libertadores, o Altético-MGsabe que terá devencer uma verdadeira batalhacontra o Newell’s OldBoys para garantir vaga na finaldo torneio. E o primeirodos dois duelos acontece hoje,às 21h50, em Rosário.E o Galo já tem a estratégiatraçada para surpreender osargentinos. Preocupado coma pressão que sofrerá, os mineirosquerem evitar levar golno início da partida para nãoinflamar a torcida adversária.“Não podemos demorar aentender como vai ser a partida.Se tomarmos um, doisgols, ficará difícil de reverter”,disse o lateral Marcos Rocha.“Não é todo jogo que vamosconseguir uma virada, que oVictor vai fazer um milagre. Aúnica opção é fazer um grandejogo”, completou. METRO


SÃO PAULO - QUARTA-FEIRA, 3 DE JULHO DE 2013

More magazines by this user
Similar magazines