Política de Distribuição de Imagens do INPE e o - INPE/OBT/DGI

dgi.inpe.br
  • No tags were found...

Política de Distribuição de Imagens do INPE e o - INPE/OBT/DGI

Política de Distribuiçãode Imagens do INPEe oCDSR – CENTRO DE DADOS DESENSORIAMENTO REMOTOLuís Geraldolgeraldo@dgi.inpe.br5o.SEMINÁRIO DE SENSORIMENTO REMOTO,INTERPRETAÇÃO E PROCESSAMENDE IMAGENS25 de novembro de 2008


HISTÓRICO DO SENSORIAMENTO REMOTO NO BRASIL• JUN/1972 - Satélite ERTS• ABR/1973 – Brasil passa a receberos dados• Cobertura de 80% da América do Sul• Satélites:•LANDSAT-1973, SPOT1-1988,ERS1-1991, ERS2-1995,CBERS1-1999, RADARSAT1-2001, SPOT4-2003, CBERS2-2003 e CBERS2B-2007• 2004 – Projeto CDSR e as imagensCBERS sem custo pela Internet• 2006 – Abertura do Catálogo CDSRpara América do Sul• 2007 – Abertura do Catálogo para oMundo•2008 – Antena ENVISAT em C.P.


MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIAINPE-INSTITUTO NACIONALDE PESQUISAS ESPACIAISCOORDENAÇÃO GERAL DEOBSERVAÇÃO DA TERRA-OBTDGI-DIVISÃO DE GERAÇÃO DE IMAGENS• Estação de Recepção e Gravação – CuiabáMT• Estação de Processamento – C.Paulista SP– DPI-DIVISÃO DE PROCESSAMENTO DEIMAGENS(Spring e TerraLib)– DSR-DIVISÃO DE SENSORIAMENTO REMOTO


CDSR – CENTRO DE DADOS DE SR• O Centro de Dados de Sensoriamento Remotoimplementa uma política agressiva, facilitadora douso de sensoriamento remoto no país.Status:– CBERS-2 – 2003 até 21 de novembro 2007 (deforma regular);– CBERS-2B – Distribuindo dados WFI, CCD eHRC;– LANDSAT 1, 2, 3 – 1973 a 1983– LANDSAT 5 e 7 – 1984-2008• Usuários ativos: +16.000• Imagens já distribuidas: +679.000• 2004=+57mil;• 2005,2006 e 2007=+100mil• 2008= + 278.496 imagens (24-11-2008-18:10h)


VOLUME DE DADOS• Acervo:– Mais de 220TB (LANDSAT; CBERS; ERS; SPOT;RADARSAT; MODIS)• Dados Brutos Gravados por Dia:– 2 passagens por dia para cada satélite• LANDSAT-5 – 14.000 imagens por ano (TM)• CBERS 2B – 124.750 imagens por ano(CCD22.000 + 2.750 WFI + 100.000 HCR)• CBERS-2 – 46.750 imagens por ano (CCD22.000 + IRMS 22.000 + 2.750 WFI)


CDSR – CENTRO DE DADOS DE SR• DESCRIÇÃO DO PROJETO– Orçamento:• 2002-2004 - R$ 2.090.000,00– (FINEP R$ 1.300.000,00 e INPE - R$ 790.000,00)• 2005-2006 - R$ 700.000,00 INPE– Expansão do Centro de Dados, de 45TB para 140TB epara 280TB.• 2007 - R$ 200.000,00 INPE– Para melhorar a eficiência do sistema dearmazenameno.• 2008 – R$ 8.500.000,00– 500.000,00 EM EQUIPAMENTOS, 1.100.000,00 NOVA SUBESTAÇÃO DEENERGIA, 600.000,00 AR CONDICIONADO, 1.800.000,00MODERNIZAÇÃO DA ESTAÇÃO DE CUIABÁ E 4.500.000,00 ANTENAENVISAT EM CP.– Será investido cerca de R$ 500.000,00 ano


COM A CRIAÇÃO DO CDSR• Transposição de mídia do acervo garantindo asegurança dos dados;• Recuperação e distribuição dos dados históricos (1973-1983), em formato GeoTIFF, pela internet;• Distribuição dos dados CBERS e LANDSAT pela internetsem custos para o usuário;• Dados disponíveis no mesmo dia da passagem dosatélite (RNP);• Nacionalização do sistema de produção de imagens;• Sistema de Recepção e de Processamento Multisatélites;• A partir de 2004 assumiu a liderança mundial emdistribuição de imagens.


EM ANDAMENTO• Ingestão das Imagens LANDSAT-TM eETM+, inclusive por solicitação do usuário;• Produto CBERS - Nível 3 - georeferenciadopor Ponto de Controle;• Ingestão de Imagens HRC/CBERS-2B(2,7m), última atualização SET/2008;• Mais de 70 mil HRC disponíveis e mais de 35 milpedidos atendidos• Com o CBERS-2B, entendimentos paraimplantação de estações de recepção eprocessamento em outros países sãoretomados;


EM ANDAMENTO• AQUA/TERRA – dados MODIS – Estarãodisponíveis até meados de 2009;• ENVISAT – Antena em C.Paulista SP,MERIS e ASAR, recebendo eprocessando até fevereiro de 2009;• Acordo com a Índia para recepção eprocessamento do satélite IRS(instrumentos com resolução de 23m e50m);


PRODUTOS DGICaracterísticasReamostragemDatumGradeamentoFormatoProjeçãoCartográficaCorreçãoProduto PadrãoConvoluçãoCúbicaSAD 69Base/PontoGeotiffUTMRadiométricatrica/Geométrica


PRODUTOS LANDSAT• MSS (LANDSAT 1, 2 e 3)» 1973/1984– 82m - G,R,NIR,NIR - 185km• TM (LANDSAT 5)» Desde 1984– 30m e 120m - B,G,R,NIR,MIR,TIR,DIR - 185km• ETM+ (LANDSAT 7)» 1999/2003– 15m e 30m e 60m - PAN,B,G,R,NIR,MIR,TIR*,DIR -185km


Imageadores dos CBERS-1 e CBERS-2CâmerasResoluçãoBandasFaixaimageadaCCD20 mB, G, R,NIR, PAN113 km,visada lateral(32 o )IRMSS80 m160mMIR, PAN,TIR120 kmWFI260 mR, NIR890 kmGravação a bordo dos dados da CCD


Imageadores do CBERS-2BCâmerasResoluçãoBandasFaixaimageadaCCD20 mB, G, R,NIR, PAN113 km,visada lateral(32 o )HRC2,7 mPAN27 km, visadalateral (4 o )WFI260 mR, NIR890 kmGravação a bordo dos dados da CCD, HRC e WFI


High Resolution Panchromatic Camara – HRC (CBERS-2B)• Spectral Bands :0,50 - 0,80 µm (pan)• Spatial Resolution :2,7 x 2,7 m• Band Width : 27 km• Temporal Resolution :130 days (26x5);((in the mode of operation adopted)• Rate of data in the Image :432 Mbit/s (antes da compressão)


INPE - Planejamento de Lançamento2010 2015 2020CBERS-3CBERS-4CBERS-5CBERS-6AMAZONIA-3AMAZONIA-1AMAZONIA-2MAPSAR-1MAPSAR-2


Amazônia-1 (carga útil óptica)Bandas Espectrais(µm)AWFI0,45-0,52 B0,52-0,59 G0,63-0,69 R0,77-0,89 NIRResolução Espacial (m) 40Faixa imageada (km) 780Revisita (dias) 5– Garantir imageamento global a cada dois diasao operar em conjunto com o CBERS-3– Prover dados ambientais para o planeta


Imageadores dos CBERS-3 e CBERS-4CâmerasResoluçãoBandasFaixaimageadaPAN5 m10mPAN,G, R, NIR60 km, visadalateral (32 o )MUX20 mB, G, R,NIR120 kmIRS40 m80 mNIR, MIR,TIR120 kmWFI73 mB, G, R,NIR890 kmGravação a bordo dos dados de todas as câmeras


CBERS 5 – 6 Sensor ConfigurationCCD 20 m (800 km)HRC 2.5 m (60 km)0.4 0.5 0.7 0.9 1.1 1.5 1.7 2.1 2.3CBERS-5 (high-resolution)CBERS-6 (wide swath)µm


POLÍTICA DE IMPLEMENTAÇÃO DE ESTAÇÕESCBERS• Taxa de Acesso seguirá a do LANDSAT(taxa anual básica);• Não há custo adicional para Distribuiçãode Imagens;• Cada estação é responsável pelaDistribuição dos Dados na área derecepção;• As estações são encorajadas a DistribuirDados CBERS livre de custos pela Web;


EM ANDAMENTO PROJETOCBERS• O INPE pretende colocar mais uma estaçãopara receber dados em Boa Vista (RR);• O INPE esta negociando colocar estaçãoCBERS: na Africa do Sul, Ilhas Canárias e naEtiópia, isto cobriria as florestas tropicais.– Apoio será dado para uso de SR eacompanhamento do desmatamento com atecnologia do PRODES e DETER.• Também em vista uma estação na Austrália,onde demostraram interesse no CBERS, queunida a estação chinesa cobriria a Indonésia.


CBERSCBERS ground stations will cover most of the Earth’s land massbetween 30 0 N and 30 0 S


CBERSCBERS ground stations will cover most of the Earth’s land massbetween 30 0 N and 30 0 S


CBERSCBERS ground stations will cover most of the Earth’s land massbetween 30 0 N and 30 0 S


IMPORTÂNCIA DO PROJETOCBERS• Desenvolvimento tecnológico• Popularização do sensoriamento remoto• Desenvolvimento de novas aplicações• Gerador de demandas para novos satélites• Sedimentação da necessidade do ProgramaEspacial de Sensoriamento Remoto• Qualificação da industria nacional• Capacitação de pessoal• Destaque da importância do INPE• Exemplo de política de distribuição deimagens


Catálogo de Imagens: (www.dgi.inpe.br)Consulta:SatéliteInstrumentoLocalização:• base & ponto• área geográfica• município• mapaRestrições:Cobertura de nuvensIntervalo temporal


ACESSO PELA INTERNETwww.dgi.inpe.br


ACESSOS INTERESSANTES• Home Page INPE – www.inpe.br– Acesso a todas as áreas da instituição, Noticias,Calendário de cursos, etc.• Home Page DGI - www.dgi.inpe.br– Pesquisa aos catálogos de imagens, Informaçõessobre produtos, catálogo para pedir imagens;demo de Imagens, imagem do dia, etc.– Cursos semipresenciais e eventos para usuários.• Home Page DSR - www.dsr.inpe.br– Cursos, livros, Pós-Graduação, etc.• www.dsr.inpe.br/education.htm• Home Page DPI - www.dpi.inpe.br– Cursos Rápidos de SR, Pós-Graduação, etc.• Programa Spring – www.dpi.inpe.br/spring


ACESSOS INTERESSANTES• Home Page CBERS–www.cbers.inpe.br• Principais Documentos CBERS–www.obt.inpe.br/cbers/doc.htm• Catálogo para Pesquisa e Pedido deImagens–www.dgi.inpe.br/CDSR/


Visão de Futuro – Projeto CBERS• Estações terrenas de satélites CBERSabrangerão a maior parte da Terra entre30 0 N e 30 0 S;• Brasil e China irão estabelecer programasde capacitação para os países emdesenvolvimento;• CBERS será um modelo “Sul-Sul” decooperação onde Nações emdesenvolvimento serão as beneficiadas.


ALGUMAS CONSIDERAÇÕES• A Política de Distribuição de Imagens adotou:– Custo zero• Permite o aumento do número deusuários;– Atendimento rápido• Torna o Sensoriamento Remoto umaferramenta mais ágil;– Acesso facilitado ao produto• Imagens pela Internet facilita o uso doSensoriamento Remoto pelos usuários.


CONCLUSÃO• Maior acompanhamento, fiscalização econtrole dos recursos naturais e domeio ambiente;• Maior número de empresas e serviçosde SR sendo oferecidos;• Maior interesse no meio educacionalpelo SR, em todos os níveis (médio,fundamental, superior).


CONCLUSÃOQUEM GANHA ?USUÁRIOSOCIEDADEINPEGOVERNO


CONCLUSÃOO planeta Terraganha!!!Com maior acompanhamento,fiscalização e controle dosrecursos naturais e do meioambiente.


Luís Geraldolgeraldo@dgi.inpe.brOBRIGADO!!


ConviteXIV SBSRSimpósio Brasileiro deSensoriamento RemotoCentro de ConvençõesNatal – RN – BRASIL25 a 30 abril de 2009www.dsr.inpe.br/sbsr2009

More magazines by this user
Similar magazines