Views
3 years ago

lucas fernando krug influência do beneficiamento ... - Cimento Itambé

lucas fernando krug influência do beneficiamento ... - Cimento Itambé

603.5 MÉTODOS DE

603.5 MÉTODOS DE ENSAIOA seguir apresentam-se os métodos de ensaios utilizados para obtenção de cadavariável de resposta estudada na pesquisa.3.5.1 Propriedades no estado frescoPara obtenção do tempo de pega das misturas utilizou-se a Norma ABNT NBR NM9:2003. Para este ensaio seguiram-se os seguintes passos de acordo com a Norma ABNTNBR NM 9:2003.• Executou-se o peneiramento do concreto no estado fresco na peneira 4,75mm paraobtenção do material de ensaio, conforme Figura 24.• Colocou-se o material passante na peneira 4,75mm em recipiente metálico cúbico comdimensões de 15 cm, e adensado manualmente com haste metálica (10 golpes para cada10000 mm²);• Finalmente, executou-se a penetração da agulha de altura de 25 mm e anotando-se aforça necessária para este procedimento bem como a temperatura da amostra e a idade daamostra, dada em minutos.Através da força obtida para a realização do ensaio calculou-se a tensão de penetraçãoem função da área da agulha. De acordo com a Norma ABNT NBR NM 9:2003, as tensões de3,4 MPa e 27,6 MPa, representam o tempo de início e final de pega respectivamente.O conjunto da haste com a agulha, bem como o recipiente metálico com uma dasamostras ensaiadas pode ser visualizado na Figura 25.Figura 24 - Peneiramento do concreto fresco

61Figura 25 - Haste de penetração e amostraOutro parâmetro do concreto no estado fresco estudado foi a evolução da temperaturasemi-adiabática de hidratação. Cabe salientar que o ensaio foi realizado em dois momentosdistintos. Ou seja, o ensaio foi realizado junto com as misturas de concreto tanto do primeiroquanto do segundo bloco de moldagens, conforme explicado no item 3.3. A primeira delasconsistiu na execução do ensaio com apenas o material passante na peneira 4,75mm doconcreto fresco, ou seja, sem agregado graúdo. Enquanto que na segunda etapa o ensaio foirealizado com o concreto fresco com a presença do agregado graúdo, com o objetivo de evitarmaior consumo de material, pois nesta etapa foi realizado também o ensaio de tempo de pega.Para a realização do ensaio de evolução da temperatura semi-adiabática utilizou-se osoftware PicoLog que captava os dados emitidos pelos termopares acoplados em cadaamostra, dos quais eram informadas as temperaturas em intervalos de 1 minuto. As amostrasforam colocadas em recipientes cilíndricos de alumínio com 350 ml de volume, sendo que otermopar foi colocado (mergulhado) até a metade do volume da amostra, com o objetivo deobter a temperatura desta.A Figura 26 apresenta a caixa contendo os recipientes para as amostras, bem como ostermopares conectados no equipamento e no computador de recepção dos dados de leitura detemperatura.

Fernanda Duarte Lopes Lucas Da Silva - Conpedi
Maria Luísa Spínola Fernandes Lucas 2007 ... - DigitUMa