Views
3 years ago

Tradução de Ana Biscaia Tradução de Manuel Alberto Vieira

Tradução de Ana Biscaia Tradução de Manuel Alberto Vieira

— Receio que sim,

— Receio que sim, sire.— Nesse caso tem de segurá-los com a segunda linha. Entendido?— Sim, sire.Napoleão virou-se para um dos membros da sua escolta.— Regresse ao quartel-general. Diga a Berthier que envie a cavalariada Guarda em auxílio a Vandamme imediatamente.O soldado de cavalaria fez continência e deu meia volta com o cavalo,acicatando-o na direção de Pratzen. Napoleão voltou-se e viu os primeiroshomens da linha da frente a virar costas e a fugir. O medo era contagiosoe de imediato muitos outros homens lhes repetiram o gesto, alguns delesatirando as armas para o chão enquanto corriam desesperadamente. Oscorações mais corajosos continuavam a lutar, e morriam ceifados pelos russos,que os golpeavam até à morte quando estavam no chão. Enquanto ossoldados em fuga corriam na direção da segunda linha, os seus companheirosque ali estavam assobiaram, dirigiram insultos, socaram e pontapearambrutalmente aqueles que tentavam fugir por entre a sua formação. Um punhadode homens conseguiu atravessá-la e continuou a correr, apesar de jáestarem em segurança, e Vandamme seguiu a cavalo na direção deles comum semblante feroz.— Regressem à linha, meus cobardes! — Apontou para Napoleão.— São capazes de cair em desgraça diante do próprio Imperador, meus canalhas?Um dos soldados passou por ele em corrida desenfreada, levando asmãos sobre a cabeça para se proteger. Ao ver Napoleão, gritou «Vida longaao Imperador!» e passou por ele, correndo a toda a velocidade no sentidode Pratzen. Um dos membros da escolta de Napoleão sacou iradamenteuma pistola do coldre da sela e rodou com os pés encaixados nos estribospara fazer pontaria.— Deixe-o! — ordenou Napoleão. — Guarde a sua bala para os russos!No encalço dos sobreviventes da linha da frente vinha a Guarda Russa,com os peitos palpitantes em virtude da investida ascendente e do frenéticocombate com a primeira linha francesa. Alguns, ainda inflamados pelosucesso anterior, avançavam impetuosamente, de rostos fixos, rosnando egritando incoerentemente. A rajada da segunda linha caiu em estrépito amenos de quarenta passos e, enquanto o fumo se dissipava, Napoleão viucorpos russos acumulados no chão diante dos franceses. Atrás dos mortose dos feridos, os outros estacaram. Alguns lançavam um olhar feroz aos inimigos,outros observavam, horrorizados, os companheiros tombados. Osmais duros, baixaram os mosquetes e dispararam contra as fileiras azuis àsua frente. Vários dos homens de Vandamme fizeram uma pirueta e colap-136

saram com o impacto das balas russas, enquanto os seus camaradas recarregaramrapidamente os mosquetes e os levantaram para uma nova rajada.Uma nova nuvem de fumo, perfurada por clarões laranja-vivo, ergueu-seno ar e uma saraivada de chumbo atingiu a dianteira da turbamulta russa.Quando o fumo se dissipou, desta vez Napoleão exibiu um sorriso sinistroao ver o inimigo recuar com os rostos temerosos e tomados pelo pânico.Diante deles, os seus camaradas jaziam em pilhas ensanguentadas.Uma terceira rajada fê-los fugir da linha francesa, de regresso a um localonde uma linha de oficiais permanecia de espadas desembainhadas, e atrásdeles uma linha de granadeiros impassíveis com as baionetas preparadas. Auma curta distância dos granadeiros encontrava-se um corpo da cavalariarussa, ainda incólume e a postos para investir. No momento em que o primeirodos soldados russos deteve o passo, os oficiais levantaram as espadase gritaram ordens para que os seus soldados se reagrupassem em volta dasbandeiras e se voltassem a formar, forçando a colocação dos homens maislentos através de golpes com os lados das lâminas das espadas. Num curtoespaço de tempo, a força e a disciplina reafirmaram controlo e, sob a mirade Napoleão, a Guarda Russa formou-se numa densa coluna, pronta a renovaro ataque.Depois, sentiu o solo estremecer debaixo do seu cavalo, e, rodando acabeça, avistou Bessières e o primeiro dos esquadrões de cavalaria da GuardaImperial, com uma bateria de peças de acompanhamento, a galopar nacrista do Planalto em direção ao flanco direito da linha remanescente deVandamme. Bessières cavalgou até junto de Napoleão e refreou o cavalo.— Sire? As suas ordens?Napoleão esticou o braço para a coluna russa. — Invista contra elesimediatamente. Têm de ser aniquilados a qualquer custo. Qualquer custo.Fui claro?— Sim, sire.— Então vá!Bessières fez continência, e acicatou o seu cavalo, contornando a retaguardada divisão de Vandamme ao encontro dos seus homens. Cavalgandoaté à dianteira da coluna de cavalaria, cujas montadas respiravam atravésde narinas dilatadas, batiam com os cascos e faziam piafés no solo congelado,Bessières ergueu-se sobre os estribos e levantou a espada na direção docéu. Deteve-se por um momento, e depois fez descer a ponta da lâmina atéa apontar diretamente para a Guarda Russa. Um toque de corneta ressoou,e os esquadrões avançaram a trote numa configuração ondulante, os cascosribombando no chão duro. A distância em relação ao inimigo era curta e ainclinação emprestou à cavalaria um ímpeto extra, com a cadência a acelerarpara o galope, e depois, a cinquenta metros dos russos, investiram. Es-137

Tradução de: J. Espadeiro Martins, Ana Silva e Teresa Damásio
Tradução da doc de Perl
O Comodoro Alberto Manuel Silvestre Correia nasceu a 8 de Agosto ...
Caderno Lingua Portuguesa - Ana Paula Teixeira - Dom Alberto
Evolução - RH Atlântico Leste - Ana
Irrigação no Plano Estratégico - Ana
Evolução - RH Tocantins-Araguaia - Ana
Evolução - RH Atlântico Sudeste - Ana
PROPOSTA DE PROGRAMAS E AÇÕES PARA O PNRH - Ana
ANA vai regular serviços de irrigação Nova atribuição será para ...
Evolução - RH Atlântico Sul - Ana
Diagnóstico das águas do Brasil - Ana
Evolução - RH São Francisco - Ana
Evolução - RH Atlântico Nordeste Ocidental - Ana
plano nacional de recursos hídricos navegação interior - Ana
Evolução - RH Atlântico Nordeste Oriental - Ana
MACIEL, Ana Paula. Vacância residencial na RMBH. Dissertação ...
aNA - AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUA - LENHS UFPB
ESTATUTO DO IDOSO: AVANÇOS COM CONTRADIÇÕES Ana ...