Views
3 years ago

Tradução de Ana Biscaia Tradução de Manuel Alberto Vieira

Tradução de Ana Biscaia Tradução de Manuel Alberto Vieira

tou os olhos, mastigando

tou os olhos, mastigando furiosamente uma fatia de presunto, e indicouuma cadeira no outro lado da mesa antes de franzir o cenho e apontar ogarfo na direção do maço de papéis que Berthier trazia consigo.— A chamada matinal da divisão designada para demonstrar o desembarque,sire — explicou Berthier. — Ao que parece, perdemos mais dedois mil homens ontem. É claro que alguns devem ter sido varridos paraoutras zonas da costa e poderão ainda regressar aos respetivos batalhões.Mas não ascenderão a um número muito elevado.Napoleão engoliu em seco e bebeu uma golada de água para desobstruira boca.— Isso agora não interessa. Chamei-o por uma outra razão.— Sire?— Vou cancelar a invasão. Se Villeneuve algum dia chegar, terá capacidadepara defrontar a marinha de guerra britânica. Quem sabe se pormilagre ele não conseguirá mesmo derrotá-los. Seja como for, o exército deinvasão deverá reduzir-se a um corpo. Quanto ao resto do exército, terá deestar preparado para marchar.— Marchar, sire? — Berthier esbugalhou os olhos de surpresa. — Paraonde?— Para o Danúbio, Berthier. É chegada a altura de enfrentar a Áustria.Capítulo 7Paris, setembro de 1805— Não é um estado de coisas lá muito satisfatório — murmurou Napoleãoentre dentes enquanto se recostava na banheira. Suspirou no momento emque Josefina se inclinou para a frente no seu banco almofadado e lhe afagouo cabelo. — Ausento-me de Paris durante dois meses e aquele imbecil doMercurier faz vista grossa enquanto os oficiais dele se põem a andar comuma fortuna do Tesouro Nacional. Como se isso não bastasse, o Fouchédisse-me que, entre os homens convocados para integrar o exército, milharesderam à sola e estão escondidos na região rural. — Carregou o sobrolhopor instantes e depois prosseguiu: — Bom, em breve conhecerão o preço apagar por desafiarem o seu imperador.— Oh? — Josefina arqueou as sobrancelhas.— Dei ordens ao Fouché para que localizasse aqueles que roubaramdo Tesouro, bem como os desertores que traíram o seu país. Serão julgadose mortos a tiro, todos eles. — Napoleão acenou veementemente com acabeça. — E que alívio sentirei quando isso acontecer. Não preciso de tais58

distrações na véspera de uma guerra. Tenho de me ausentar de Paris dentrode poucos dias, uma semana no máximo.— Tão cedo? — Josefina fez beicinho ao olhar para Napoleão.Napoleão fez que sim com a cabeça.— Minha querida, nunca devíamos ter ficado em Paris neste últimomês. Nunca foi minha intenção. — Bocejou. — Por esta altura esperava queestivéssemos com o estado-maior em Estrasburgo.— Estrasburgo… — repetiu Josefina vagamente. — Uma cidade simpática,creio, mas não é Paris. Por vezes pergunto-me como é que aquelesprovincianos lidam com semelhante falta de estimulação.Napoleão fitou-a com um sorriso divertido.— Às vezes és tão snobe, minha querida. Nem todos gozam dos teusprivilégios. E não nasceste propriamente rodeada deste fausto. — Gesticulouem redor, percorrendo o quarto pomposamente decorado, com as suaspesadas cortinas de cor púrpura, os ornatos revestidos a folha de ouro e ostapetes espessos. — Nem eu, tão-pouco.Fixou a atenção no quarto por alguns instantes, meditando. Na verdade,sentia-se pequeno para todo aquele aparato luxuoso. A veia corsa quenele existia tendia a valorizar o prático em detrimento do faustoso, porém apanóplia da casa imperial era necessária para consolidar a legitimidade donovo regime e colocá-la ao mesmo nível das restantes casas reais da Europa.Era uma triste verdade, refletiu, o facto de os homens serem tão facilmentedominados por ninharias. Mas uma verdade útil. Faça-se um homem rodeardo aparato de um rei e ele será tratado como tal, apesar de ser feito damesma carne e do mesmo sangue daqueles que lhe fazem uma vénia. Essafora a razão pela qual Napoleão, na altura em que se havia tornado imperador,insistira que todos os velhos protocolos da destituída casa de Bourbonfossem consultados de modo a assegurar que a corte imperial parecesseautêntica e tradicional, e não surgida do nada. Certamente que os palácios,os criados e os procedimentos davam o aparato desejado, mas dentro delepersistia uma certa dúvida incómoda e voltou a olhar para Josefina.— Achas que nos estamos a sair bem?Josefina franziu a sobrancelha feita.— Como assim, meu querido?— Em relação a tudo isto. — Acenou com a mão na direção do aposentoe depois retomou a fala. — E a nós. O Imperador Napoleão e a ImperatrizJosefina.Ela encolheu os ombros.— O que é que isso interessa? Tu és o Imperador. Por lei e pela vontadedo povo. Só isso interessa, seguramente?— Não sei. — Napoleão carregou o sobrolho. — Sinto que fiz por59

Tradução de: J. Espadeiro Martins, Ana Silva e Teresa Damásio
Tradução da doc de Perl
Caderno Lingua Portuguesa - Ana Paula Teixeira - Dom Alberto
O Comodoro Alberto Manuel Silvestre Correia nasceu a 8 de Agosto ...
ESTATUTO DO IDOSO: AVANÇOS COM CONTRADIÇÕES Ana ...
Diagnóstico das águas do Brasil - Ana
Evolução - RH São Francisco - Ana
Evolução - RH Atlântico Sul - Ana
aNA - AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUA - LENHS UFPB
Evolução - RH Atlântico Leste - Ana
Irrigação no Plano Estratégico - Ana
Evolução - RH Tocantins-Araguaia - Ana
Evolução - RH Atlântico Nordeste Ocidental - Ana
Evolução - RH Atlântico Sudeste - Ana
PROPOSTA DE PROGRAMAS E AÇÕES PARA O PNRH - Ana
ANA vai regular serviços de irrigação Nova atribuição será para ...
plano nacional de recursos hídricos navegação interior - Ana
Evolução - RH Atlântico Nordeste Oriental - Ana
MACIEL, Ana Paula. Vacância residencial na RMBH. Dissertação ...