Views
2 years ago

Tradução de Ana Biscaia Tradução de Manuel Alberto Vieira

Tradução de Ana Biscaia Tradução de Manuel Alberto Vieira

suficiente para servir a

suficiente para servir a Grã-Bretanha de modo eficiente? Seria melhor senão apoiássemos nenhuma fação. Na verdade, seria melhor se não houvessequaisquer fações durante o período de guerra. — Arthur parou de falar epensou por um momento antes de continuar. — Acho que seria arriscadoligarmo-nos a Buckingham.— Mas e se ele for bem-sucedido? — Os olhos de William cintilaram.— Nesse caso talvez pudéssemos escolher os cargos do Estado 1 e servir aGrã-Bretanha no máximo das nossas capacidades. Pensa nisso, Arthur. Afamília Wellesley estaria no centro do governo, onde reside o verdadeiropoder. É aí que merecemos estar.Arthur abanou a cabeça tristemente.— Quer-me parecer que te preocupas demasiado com o poder. Comodisse antes, os políticos vêm e vão, sejam eles Tories ou Whigs. São um detalheefémero, meu irmão. Não farei inimigos políticos numa altura em queo destino da Grã-Bretanha está suspenso por um fio. A minha ambição, aminha única ambição neste momento, é ver Bonaparte e a França derrotados.Não coloco nada acima disso. Nem partido, nem fação, nem sequer asambições políticas da minha família. Compreendes o que eu digo? Nadaimporta para além da derrota da França.William aquiesceu com um aceno lento de cabeça.— Talvez tenhas razão. Mas poder-se-ia dizer que, à semelhança doque acontece com os políticos, também os nossos inimigos externos vêm evão. E Bonaparte é, afinal de contas, apenas mais um político. Não estarás tua exagerar o perigo que um homem representa para a Grã-Bretanha?— Não — replicou Arthur com firmeza. — Tenho a certeza de queele é a maior ameaça que esta ilha alguma vez conheceu. Para que não hajadúvidas, Bonaparte é um político, mas também é um soldado e um homemde Estado que reúne a estima de grande parte do seu povo. A França é umaextensão da sua vontade, e ele tenciona esmagar a Grã-Bretanha, de umavez por todas. Certamente que isso é óbvio para ti, William? E sendo esseo caso, nenhum inglês se pode permitir distrações com questões políticasmenores.— Questões políticas menores? — William fez uma careta. — Ésassim tão ingénuo ao ponto de achares que existe alguma alternativa àpolítica? Ora, é o impulso vital do governo. Tens de abraçar a política,Arthur, caso contrário permitirás que aqueles que o fazem te ponhamde parte.1Os quatro mais importantes e prestigiantes cargos no sistema de governo parlamentarbritânico: Primeiro-Ministro, Chanceler do Tesouro, Ministro dos Negócios Estrangeirose Ministro do Interior. (N. do T.)82

Arthur fitou-o de volta, de cenho carregado. Tempos houvera em queWilliam fora um homem de princípios, inclusive pedante, mas agora Arthurconstatava que o seu irmão sucumbira aos valores ignóbeis daquelesque haviam feito do parlamento sua casa. Sentia-se cansado e sem disposiçãopara prosseguir a discussão. Se era desejo de William imiscuir-se napolítica, Arthur não iria demovê-lo dessa intenção. Porém, não se deixariarender à mesma tentação. Ainda assim, por mais desagradável que pudesseser, Arthur percebeu que teria de ceder um pouco de modo a servir os interessesda Grã-Bretanha. Inclinou-se na direção do fogo e, com o auxílio dapá, lançou mais carvão à fogueira.— Pois muito bem, William. Falarei com Lorde Buckingham.William sorriu, invadido por uma satisfação animada.— Eu sabia que serias sensato. Abordarei o assunto com ele quantoantes.Arthur fez que sim com a cabeça, e depois fitou o irmão com umolhar firme.— Mas que fique claro, eu não me entregarei a esta causa. Estamosentendidos?— Estamos, sim. Acredita-me, basta que fales com o homem.À medida que os gélidos dias de inverno passavam e Arthur fazia a rondapelos eventos sociais da capital, sentia-se como se rodeado de inimigos, visíveise invisíveis. Portanto, quando lhe foi dirigido um convite da parte deLorde Buckingham para que se encontrassem no seu casarão em Stowe eminícios de novembro, Arthur de bom grado aceitou a oportunidade de fugirde Londres por alguns dias. Seria bom respirar ar fresco. Buckingham eraconhecido pelo seu amor pela caça, e Arthur, que partilhava essa paixão,esperava com antecipado prazer a oportunidade de montar novamente.William deixou que Arthur usasse a sua carruagem para a viagem e, namanhã em que Arthur partiu, o irmão tomou-lhe delicadamente o braçoenquanto ele se instalava no lugar.— Não te esqueças, este homem pode ser vital para os nossos sucessos.Tem cuidado com o que lhe dizes.Arthur sorriu.— Confia em mim.William não respondeu imediatamente, e passado um momento o cocheirosacudiu as rédeas. A carruagem pôs-se subitamente em movimentoe William retirou prontamente a mão. Arthur recostou-se e puxou a mantade viagem para cima do corpo na tentativa de se manter quente. Assim queas monótonas fachadas cinzentas da cidade deram lugar a uma paisagemrural aberta, sentiu o espírito animar-se. Apesar das boas recordações dos83

Tradução de: J. Espadeiro Martins, Ana Silva e Teresa Damásio
Tradução da doc de Perl
O Comodoro Alberto Manuel Silvestre Correia nasceu a 8 de Agosto ...
Caderno Lingua Portuguesa - Ana Paula Teixeira - Dom Alberto
Irrigação no Plano Estratégico - Ana
Evolução - RH Tocantins-Araguaia - Ana
Evolução - RH Atlântico Leste - Ana
Evolução - RH Atlântico Sudeste - Ana
PROPOSTA DE PROGRAMAS E AÇÕES PARA O PNRH - Ana
Evolução - RH Atlântico Nordeste Ocidental - Ana
ANA vai regular serviços de irrigação Nova atribuição será para ...
Evolução - RH Atlântico Sul - Ana
Diagnóstico das águas do Brasil - Ana
Evolução - RH São Francisco - Ana
plano nacional de recursos hídricos navegação interior - Ana
MACIEL, Ana Paula. Vacância residencial na RMBH. Dissertação ...
Evolução - RH Atlântico Nordeste Oriental - Ana
ESTATUTO DO IDOSO: AVANÇOS COM CONTRADIÇÕES Ana ...
aNA - AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUA - LENHS UFPB