Estratégia Dots

cve.saude.sp.gov.br
  • No tags were found...

Estratégia Dots

D directlyO observedTStreatmentshort-course


D O T S “Estratégia mais eficiente para salvar vidasde 20 milhões de pessoas com TB e tambéma melhor maneira de diminuir a transmissãoe evitar gastos futuros com medicamentospara doentes resistentes.” Hiroshi Nakajima – OMS


Elementos da estratégia DOTS1. Vontade política2. Retaguarda laboratorial3. Sistema de informação4. Distribuição e estoque de medicamentos5. Tratamento supervisionado/diretamenteobservado (TDO)


1. Vontade política Compromisso do Governocolocando o controle datuberculose como prioridadeentre as políticas de saúde


2. Retaguarda laboratorial Detecção de casos porbaciloscopia do escarro entreSintomáticos Respiratórios (SR)Resultado em 4 h – urgência/emergência24 h – ambulatório


3. Sistema de Informação Sistema de registro e comunicaçãoconforme normas padronizadas, quepermitam avaliar e monitorar o resultadodo tratamento e funcionamento integraldo programa de controle da TB


4. Distribuição e estoque de medicamentos


5. Tratamento diretamente observado – TDO Mudança na forma de seadministrar osmedicamentos, semmudanças no esquematerapêutico. ou seja, um profissional desaúde passa a observar opaciente "engolir" osmedicamentos, desde oinício do tratamento até asua cura.


A escolha do TDO deve ser decididaentre o doente e equipe de saúdeUnidade de Saúderesidência do doente


Tratamento diretamente observado – TDOPor que?• Aumentar a cura• Diminuir o abandono• Diminuir a resistência aos medicamentos• Estabelecer vínculos entre o paciente e o serviço de saúde• Aumentar a auto-estima do pacienteColetivo:• Prevenir novas infecções• Evitar o custo social


Adesão ao tratamento TB• Doença crônica• No mínimo 6 meses de tratamento• Exige tomada diária e regular• Nos primeiros 15 dias sensível melhora dossintomas – não se sente doente


Tratamento diretamente observado – TDO1 – Flexibilidade de atendimento2 – Equipe treinada e interessadaEquipe tem que acreditar!3 – Oferecer incentivospara melhorar aADESÃO• Cestas básicas• Vale-transportes• Leite• Café da manhã• Oficina profissionalizante


Tratamento diretamente observado – TDOIncentivos Os incentivos sãooferecidos aos pacientesem DOT para reduzir aschances de abandono dotratamento, ou seja,estes incentivos sãooferecidos para que hajaadesão do paciente aoDOT.


Tratamento diretamente observado – TDOIncentivosReferem-se, principalmente à: Cesta básica durante otratamento Garantia de transportedurante tratamento.


Para quais doentes deve-seoferecer o TDO ?TODOSATENÇÃO ESPECIAL HIV positivos Detentos Retratamentos Alcoolistas Moradores emsituação de rua


Quem pode fazer o TDO ?Observador treinado agentes desaúde outrosprofissionais desaúde em algumassituações especiais:professor, voluntário agentes do sistemapenitenciário


Se o paciente não comparecer ? Registrar Providenciar contato telefônico ou a visitadomiciliar (preferência no mesmo dia) Identificar o motivo da falta Retomar o tratamento.


DOTS – Rocinha(filme – 18’30”)


Coordenadora do Programa de Controle da TB do Estado de São PauloVera Mª Neder Galesi – médicaEquipe TécnicaLaedi Alves R. Santos – médicaMª Josefa Penon Rujula (Pepita) –médicaMª de Lourdes V. Oliveira – médicaNecha Goldgrub – médicaSidney Bombarda – médicoZelita Lelis M. Barbosa – médicaAndrea Mathias Losacco – enfermeiraAdalgiza R. Guarnier – Assistente SocialEdméa Costa Pereira – médicaMª Cecília Vieira Santos – enfermeiraMª Ivone P. S. Braz – enfermeiraSuely Fukasava – enfermeiraConsultores TécnicosRicardo da C. Barbosa – fisioterapeutaValdir de Souza Pinto – fisioterapeutaEquipe de ApoioEugênia Ap. de OliveiraMariliza Locatelli FernandesVera Lúcia A. do Nascimento


Homepage:E-mail:Telefone:Telefax:

More magazines by this user
Similar magazines