porto alegre - Metro

publimetro.band.com.br

porto alegre - Metro

O Jornal Metro é impresso em papel certificado FSC, com garantiade manejo florestal responsável, pelo Grupo Sinos S/A.Três em umFundação Iberêabre mostrasamanhã {pág 13}CinebiografiaRetrato de VioletaParra estreia noBrasil {pág 11}ANTES DO PESADELOLIVRO REVELA A ÍNTEGRA DAÚLTIMA ENTREVISTA DO CASALJOHN E YOKO {pág 12}PORTO ALEGREQuarta-feira,13 de junho de 2012Edição nº 155, ano 1Mín 12°CMáx 26°CGaúchos não trocarãomulta por advertênciaConselho Estadual de Trânsito determinou ontem que os órgãos de fiscalização do Estado desconsiderema medida, que entra em vigor no dia 1º de julho EPTC já informou que adotará a recomendação {pág 03}Dia do beijoCara e restritaGrandesoperadorasdividem 4GLeilão realizado ontem pelaAnatel arrecadou R$ 2,6bilhões, com ágio de 35% sobrepreço mínimo {pág 07}Rio+20 reunirá180 paísesConferência mundial da ONUtem início oficial hoje {pág 05}RECICLE A INFORMAÇÃO: PASSEESTE JORNAL PARA OUTRO LEITORAtivistas aproveitaram o Dia dos Namorados e protestaram contra ações homofóbicas com um beijo coletivo {pág 03}GABRIELA DI BELLA/METROInglaterra faráplebiscito nasilhas MalvinasGoverno britânico vai consultarpopulação sobre cidadania {pág 08}


02porto alegrewww.readmetro.comQUARTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2012Governo cede e Assembleiaaprova criação de estatal1focoCotaçõesDólar+ 0,38%(R$ 2,06)BovespaEuro+ 0,87%(R$ 2,56)Selic(8,5%)Numa sessão tensa e demorada,que se estendeu pormais de seis horas, a Assembleiaaprovou ontem o projetoque cria a EGR (EmpresaGaúcha de Rodovias). Aestatal administratá o sistemade concessões rodoviáriasno Estado a partir de julhode 2013, quando vencemos atuais contratos.Apesar da sessão tensa, avitória do governo foi tranquila:31 a 9. O governo obteveos votos necessários àaprovação do projeto depoisde ceder à bancada doPDT, que apresentou umaproposta de exclusividadeaos pedágios comunitários,fiscalizados pelas própriaslocalidades, no novo modelode concessão que seráadotado. A emenda foi apresentadapelo líder do governona Assembleia, ValdeciOliveira (PT), e foi duramentecritica pela oposição. Osparlamentares reclamaramque a emenda foi apresentadadurante a sessão e que,por isso, não pôde ser analisadatecnicamente.Quatro deputados daoposição votaram com o governo:Mano Changes, SilvanaCovatti e Adolfo Brito,todos do PP, e Álvaro Boéssio,do PMDB. A EGR deveráadministrar as atuais setepraças de pedágio do RioGrande do Sul, cujos contratosvencem no ano quevem. METRO POANegociação intensa marcou a sessão de ontem na AssembleiaMARCELO BERTANI/ALVotação revelou ampla maioria a favor do governo para criar empresa de pedágios no Estado+ 1,95%(55.049 pts)Saláriomínimo(R$ 622)Vacina contraa gripe só atéesta quartaSem atingir as metas estabelecidaspela secretariamunicipal da Saúde,termina hoje a campanhade vacinação contraa gripe em Porto Alegre.Desde 5 de maio foramimunizadas 18 mil crianças(65% da meta), 8 milgestantes (58%) e 150mil idosos (71%). A vacinapode ser realizadanos postos de saúde dacapital. METRO POARadar móvelHoje, o radar móvelda EPTC estaránas seguintes vias:Assis BrasilPlínio KroeffManoel EliasDante Angelo PillaCristiano FischerFarraposCarris contesta dados dapré-candidata do PCdoBEstatal contestou ontem declaraçõesda pré-candidata do PCdoBGABRIELA DI BELLA/METROFALE COM A REDAÇÃOleitor.poa@metrojornal.com.br051/2101.0471O jornal Metro circula em 22 países e tem alcance diário superior a 20 milhõesde leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicaçãoe da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda asexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre,ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.A Carris contestou ontemas declarações da pré-candidatado PCdoB à prefeiturade Porto Alegre, ManuelaD’Ávila, sobre a situação dacompanhia. Em nota, a empresareconheceu que elevouseu endividamento devidoà renovação integralda frota entre 2006 e 2012.“O aumento das despesasda Carris e consequente endividamentose dá pela renovaçãototal da frota, necessidadeimprorrogávelvisto que já estava operandono limite de seu tempohábil de 10 anos”, informa anota. Segundo a assessoriada empresa, foram trocadosos 362 veículos que atendemas 28 linhas mantidaspela Carris.A empresa também contestoua informação de quenenhuma linha nova eracriada desde 2006, quandofoi implantada a T11. “A últimalinha implantada pelaCarris foi a C4 (BaladaSegura), que começou aoperar em dezembro último– ou seja, há sete meses”,informa o texto. A linhaliga bairros com movimentonoturno de bares erestaurantes em horáriosdiferenciados.De acordo com a nota, aCarris tem 42 cargos em comissão(CCs) e não 53 comoafirmou a pré-candidata ementrevista ao Metro na segunda-feira.“A quantidadede cargos apontados peladeputada é equivocada, assimcomo é equivocada a informaçãode que havia oitodesses cargos há quatroanos.” Segundo o comunicadoda empresa, “as afirmaçõesda deputada Manuelasão feitas sem embasamentoe, portanto, nãotêm consistência”.METRO POAEXPEDIENTEMetro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini.Diretor de Redação: Fábio Cunha (MTB: 22.269). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini.Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Operações: Luís Henrique Correa.Editor Chefe: Luiz Rivoiro. Editor de Arte: Vitor Iwasso. Coordenador de Redação: Irineu Masiero.Gerente Comercial Nacional: Ricardo Adamo.Metro Porto Alegre. Gerente Executivo: Luís Grisólio. Editor Executivo: Flávio Ilha (MTb 6068/RS).Editora de Arte: Julia Rodrigues. Grupo Bandeirantes de Comunicação RS. Diretor Geral: Leonardo Meneghetti.BrevesGuia orientausuáriosCIVILIDADE. A Trensurblança hoje um guia impressocom dicas de convivênciapara utilizar oserviço de trens urbanos.O guia traz dez dicas parauso do serviço. A partirdas 10h, todas as estaçõesestarão distrubuindoos impressoss. No total,a primeira tiragemdo guia terá 30 milexemplares. METRO POAPolícia indiciamotoristaCRIME. O motorista do caminhãoque causou amorte de dois jornalistasda Band na serra, emabril, foi indiciado ontempor dois homicídiose por sete tentativas. Osremédios encontradosna cabine do veículo resultaramno enquadramentotambém por possede drogas. METRO POAEditado e distribuído por SP PublimetroS/A. Endereço: rua Delfino Riet, 183,Santo Antônio, 90660-120, PortoAlegre, RS. Tel.: 051/2101.0302O jornal Metro é impresso noGrupo Sinos S/A.A tiragem e distribuiçãodesta edição de 40.000exemplares sãoauditadas pela BDO.


porto alegrewww.readmetro.comQUARTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 201203Ato simbólicoCerca de 30 casais se beijaram ontem na Esquina Democrática, no Centro Histórico de Porto AlegreBeijaço pede igualdadee criminalização dahomofobia no BrasilGABRIELA DI BELLA/METROEm pleno Dia dos Namorados, ontem, um beijaço chamou a atenção de quempassava pela Esquina Democrática, no centro da capital. O ato simbólico organizadopelo DCE da UFRGS, a setorial LGBT do Movimento Juntos e a Anel (AssociaçãoNacional de Estudantes – Livre) reivindica a criminalização da homofobiano país. Além disso, o beijaço é um apoio à proposta do deputado federalJean Wyllys (PSOL-RJ), que propôs ao Congresso o direito ao casamento civila todas as pessoas, sejam elas gays, lésbicas, bissexuais, travestis, transexuaisou heterossexuais.EPTCrecebe 38pedidos devistoriaNo primeiro dia de agendamentodas vistorias veicularesgratuitas, ontem, aEPTC (Empresa Pública deTransporte e Circulação) recebeu38 pedidos, incluindoa do carro particular doprefeito José Fortunati. Avistoria técnica e ambientalde veículos de passeio ocorreráaos sábados na sede daempresa (rua João Neves daFontoura, 7). Será feita análisede gases nas emissõesdos escapamentos movidosa gasolina, etanol ou GNV,além de testes de alinhamento,freio e suspensão.Os condutores que tiveremseus carros reprovadosnão serão autuados. Os interessadosem realizar a avaliaçãotécnica e ambientalde seu veículo deverãoagendar a vistoria no sitewww.eptc.com.br/inspecao.Outras informações no fone(51) 3289-4235. METRO POARS rejeita transformarmulta em advertênciaConselho Estadual de Trânsito definiu que não adotará resolução nacional, que valerá a partir do dia 1ºPela norma, motorista poderia substituir infração leve ou média, mas decisão cabe ao órgão autuadorO Cetran (Conselho Estadualde Trânsito) determinouontem que os órgãos detrânsito do Rio Grande doSul não adotem a substituiçãode multas leves e médiaspor uma advertência,como prevê a resolução 363do Contran (Conselho Nacionalde Trânsito). A medidaentra em vigor em 1 o dejulho, mas permite ao órgãoautuador local a decidir sobrecada caso.A definição sobre o tema,que deverá ser seguida portodas as prefeituras gaúchas,foi tomada na reuniãodos conselheiros, na sede doCetran. O grupo decidiu aindaencaminhar ao Contranum pedido de prorrogaçãoda implementação da medidae um documento à Câmarados Deputados para alteraro artigo do CTB (Códigode Trânsito Brasileiro) quetrata do tema. “Não é o momentopara adotar a medida.O Brasil é o quinto paísque mais mata no trânsito.Seria contraditório transformarmultas leves em advertênciae continuar recolhendocorpos nas ruas e estradas”,disse o presidente doCetran, Jaime Lobo Pereira.Custo do envioSe fosse adotada, a medidatambém traria custos aoscofres públicos. “A emissãoda notificação teria um custopara o órgão autuador entreR$ 25 e R$ 32. Nossa sugestãoé que, se for para adotar,que o custo do envio sejado motorista”, afirmou Pereira.A resolução é de 2010e deveria ter entrado em vigor360 dias após a publicação.Em setembro passado, opróprio Contran prorrogousua entrada em vigor.MAICON BOCKMETRO PORTO ALEGREComo seriaConfira os critérios parapedir a substituição deuma multa em advertência,caso a medida fosse adotadano Estado a partir de 1 ode julho:Quem poderia pedirMotoristas não reincidentesna mesma infração leveou média nos últimos 12mesesComo seria feitoSeria preciso pedir por escritoao próprio órgão autuadorno prazo previstopara apresentar recursoTipos de multasLeves: estacionar em localproibido, parar sobre a calçada,parar sobre faixa depedestres. Médias: estacionarem esquinas, em paradade ônibus, não respeitar1,5 metro de ciclistasDecisão não afeta trabalho dos agentes de trânsito da capitalGABRIELA DI BELLA/METROEPTC seguirá a determinaçãoEm Porto Alegre, a EPTC(Empresa Pública de Transportee Circulação) seguiráa determinação do Cetrane não substituirá multas levese médias por advertênciasescritas. “Como o Cetrané o órgão máximo dotrânsito no Estado, vamosseguir a determinação. Nósque levamos essa preocupaçãoao conselho”, informouo diretor de trânsitoda EPTC, Carlos Pires.METRO POA


04porto alegrewww.readmetro.comQUARTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2012Disputa pela Reitoria valeorçamento de R$ 1 bilhãoCarlos Alexandre Netto e Jairton Dupont disputam amanhã votos de professores, estudantes e servidores da UFRGSApós resultado, membros da Consun devem enviar listra tríplice para a presidente da República definir reitor60 segundosInfraestrutura é projeto básico para desenvolvimentoCARLOS ALEXANDRE NETTO‘IREMOS INVESTIR EMQUALIDADE E INOVAÇÃO’Médico e professor do Departamentode Bioquímica.Reitor da UFRGS desde2008.Quais as principais mudançasque fará na UFRGS?Avanço nas condições deinfraestrutura. Até setembroserão entregues novassalas para cursos nocâmous central. Temosprojetos para a ampliaçãodo prédio da Enfermageme da Arquitetura,além de reforma na Medicina.Na Esef, estão previstosdois novos ginásiose, no Vale, um novo RU.Que outros tipos de investimentosserão feitos?O principal eixo da nossaDIVULGAÇÃOplataforma é a excelênciaacadêmica e a inovação,tanto tecnológica comode ensino. Iremos investirpara aprofundar aqualidade da UFRGS, quejá está entre as melhoresda America Latina. Paraavançarmos precisamos,é claro, melhorar a infraestrutura.Qual a importância da mundializaçãoda Universidade?A UFRGS já tem uma presençainternacional significativa.Nosso segundoeixo é fazer um movimentode mundializaçãoacadêmica. Aproximarculturas e abrir um lequede possibilidaes para nossosalunos. METRO POAVotaçãoAlunos, professores e servidoresda UFRGS podemvotar para a Reitoria daUniversidade.LocalSerão 37 locais para a votaçãoespalhados pelos câmpusda UFRGSComo votarO futuro reitor da UFRGS(Universidade Federal do RioGrande do Sul), que começaa ser escolhido amanhã, iráadministrar um orçamentoanual de R$ 1,1 bilhão – oterceiro maior orçamentopúblico do Estado. O valor édestinado ao pagamento deservidores e docentes, alémde custeio e investimentosem equipamentos e obras deinfraestrutura.Amanhã, estudantes, professorese servidores da universidadevotarão entre osdois candidatos que disputama Reitoria. Ao todo, são37.805 eleitores aptos a participarda eleição. Os candidatossão o atual reitor e professordo Departamento deBioquímica, Carlos AlexandreNetto, e o professor doDepartamento de QuímicaOrgânica, Jairton Dupont.Hoje, eles fazem o últimodia de campanha pelos câmpus.O resultado da votaçãosai na sexta-feira.A consulta à comunidadeacadêmica obedece a umalei federal, que determinaum peso de 70% para o votodos docentes, 15% aos estudantese 15% ao dos servidores.A decisão da consultapública será levada para oConsun (Conselho Universitário),composto por 76membros entre docentes,alunos e técnicos. No dia 6de julho, o órgão escolheráum terceiro nome para fechara lista tríplice e submeteráos nomes à presidenteda República, Dilma Rousseff,que define oficialmenteo novo reitor. Os últimosquatro reitores da UFRGSsempre foram os mais votadospela comunidade universitária.Tumulto no RUOntem, o último debate entreos candidatos à Reitoria,no Campus do Vale daUFRGS, foi interrompido poruma manifestação de estudantesque pediam a paridadeentre os votos de professores,alunos e funcionários.Seguranças da universidadee estudantes que portavamfaixas de protesto no RestauranteUniversitário, local dodebate, trocaram empurrões,mas ninguém ficou ferido.METRO POAO voto pode ser feito emqualquer Seção Eleitoral;apresentar cartão UFRGS edocumento de identidadeHorárioDas 8h às 21h (dependendodo local)ResultadoNo dia 6 de julho, o Consunelege a lista tríplice e encaminhapara decisão da presidenteDilma Rousseff60 segundosEntre projetos está a reforma da casa de estudantesJAIRTON DUPONT‘A UFRGS ESTARÁENTRE AS 100 MELHORES’Professor associado do Departamentode Química Orgânicada UFRGS.Quais as principais mudançasque fará na UFRGS?É necessário resolver asquestões de forma articulada.Governo Federal, MinistérioPúblico e demaisinstituições deveriam fazerum termo de ajuste,em que a UFRGS se comprometaem desenvolversua infraestrutura. Novosprédios, salas, laboratóriose casa de estudantesdevem ser reformados.Um exemplo é o Institutode Artes, que deve ser restauradopara ontem.DIVULGAÇÃOQue outros tipos de investimentosserão feitos?É preciso investir no quetemos de mais importante:estudantes, técnicos eprofessores, através deprofissionalização etransparência.Qual a importância da mundializaçãoda Universidade?É preciso seguir a tradiçãoem ter grupos de pesquisa,graduação e pósgraduaçãoem contatocom o exterior. Nossoprincipal objetivo é queem dez anos a UFRGS estejaentre as cem melhoresuniversidades domundo. Mas para isso elaprecisa ser protagonistadentro da própria sociedade.METRO POACosmam pede suspensãode obra da Copa na AnitaGABRIELA DI BELLA/METROImesf publicará lista deaprovados em concursoA Cosmam (Comissão deSaúde e Meio Ambiente)deve encaminhar ofício aoprefeito José Fortunati paraque a construção da passagemde nível na Anita Garibaldino cruzamento com aavenida Carlos Gomes, sejasuspensa até o dia 25 de junho,quando ocorre audiênciapública entre moradorese prefeitura paraapresentação do projeto ede seus impactos na região.Foram os próprios moradoresdo entorno da rua AnitaGaribaldi que solicitarama suspensão das obras no localaté o debate.Conforme os moradores,além de a Prefeitura não terapresentado justificativaspara a obra, há impactos expressivosno meio ambiente,no comércio e em residênciasda Anita. METRO POAObras devem ser adiadas na Anita GaribaldiEm reunião no MinistérioPúblico ontem, representantesdo Imesf (InstitutoMunicipal de Estratégia daSaúde da Família) e da FundaçãoLa Salle se comprometerama publicar no siteda fundação a lista geral dosaprovados na prova objetivacom a classificação provisóriaaté hoje. Também serádivulgado aviso de que, apartir de sexta-feira, serãopublicados no site os fundamentosdas decisões de alteraçãodos gabaritos preliminaresdas provas pelas bancasexaminadoras.Outro compromisso éque, na publicação do resultadofinal, em 3 de julho serádivulgada também a notapor prova dos candidatosaprovados e os nomes dosintegrantes da banca avaliadora.METRO POA


www.readmetro.com05brasil QUARTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2012Entre a floresta e o mar, Rio recebeaté dia 22 a conferência da ONUPARA NÃO REPETIRPASSADO, RIO+20DISCUTE FUTUROVinte anos depois da Eco92, o Rio volta a ser o centrodas atenções paraquem se preocupa com aspróximas gerações. Até o dia 22,quando se encerra a Conferênciadas Nações Unidas Sobre DesenvolvimentoSustentável, aRio+20, representantes de governos,da sociedade civil e do setorprivado de cerca de 180 paísestêm a responsabilidade de definirum novo modelo de vida,que não distingue o progresso ea própria preservação.A meta não é nova. Foi desenhadalá em 1992, durante aConferência das Nações Unidassobre Meio Ambiente e DesenvolvimentoHumano realizadano Rio, quando vários países secomprometeram a reverter umprocesso de degradação ambientale assegurar um modelo deConferência da ONU que começaoficialmente hoje e vai até o próximo dia 22reúne representantes de governos, dasociedade civil e do setor privado de 180 paísesdesenvolvimento sustentável.Foram assinadas convenções importantes,mas pouco foi feitoem escala global de fato.Agora, cresce a necessidade deacordos. Entendimentos se fazemnecessários entre pobres ericos, desenvolvidos e emergentes.Por isso, os diplomatas terãotrabalho. O documento final dasdiscussões da Rio+20 enfrentaconflitos entre países e apresenta75% dos seus parágrafos em aberto.O êxito da Rio+20 esbarra eminteresses de curto prazo, como acrise econômica da Europa e acampanha eleitoral americana. Opresidente dos EUA, Barack Obama,a chanceler da Alemanha,Angela Merkel, e o primeiro-ministrodo Reino Unido, David Cameron,não virão. Priorizam asdiscussões do G20, encontro doslíderes das 20 principais economiasdo mundo no México, na semanaque vem. “Agora é o momentode chegar a um comprometimentorealmente sério”, resumiude Nova York o secretáriogeralda ONU, Ban Ki-moon.Mesmo assim, nomes comoFrançois Hollande (França), VladimirPutin (Rússia) e MahmoudAhmadinejad (Irã) estarão no Rio,envolvidos nas discussões políticase econômicas programadaspara o Riocentro. Por sinal, o localde 100 mil m 2 vai funcionar de talforma a atender a uma cidade de120 mil habitantes. Para o Rio,que deve receber 50 mil estrangeiros,a conferência é o primeirodos grandes eventos que sedia nospróximos anos. Para o visitante,há uma gama enorme de palestrase debates que já acontecemem vários em eventos paralelosem seis bairros. METRO RIOArtigoESPERAR E DESESPERARNA RIO+20FERNANDO GABEIRA, JORNALISTAESPECIAL PARA O METROA conferência que começa hoje no Rio tem algumas propostas emuitos lamentos. Muita gente espera solução para o aquecimentoglobal. Alguns querem urgência em proteger espécies ameaçadasou profunda discussão sobre floresta. Nada disso vai acontecer.Tanto as mudanças climáticas, como biodiversidade e floresta têmfóruns próprios na ONU e é neles que serão buscados os acordos.O que sobra para discutir? O tema lançado na Conferência deEstocolmo, em 1972, ganha o topo da agenda: desenvolvimentosustentável. Definido à época como desenvolvimento que nos garanterecursos para a sobrevivência, sem ameaçar as gerações futuras,passa por novo debate. Segundo notícias de Nova York, ondehouve a última reunião, os países estão discutindo ainda nova definição.Até o momento, têm 25% do texto. À definição vai ser anexadapreocupação de inclusão social. Sustentável é desenvolvimentoque abre mais empregos verdes.Outro tema a ser debatido é economia verde. De um lado, haverágente achando necessário colocar preço nos serviços ambientais.De outro lado, a natureza não é mercadoria. Sem preço nosserviços de um rio ou mesmo da mata como pedir indenização àempresa que o destrói? O problema central é financiamento deprojetos. Em 92, se empacou aí. Escandinavos queriam 1% do PIBdos países desenvolvidos para projetos no Terceiro Mundo. A Alemanhasaltou fora, tinha que soerguer o lado oriental. Agora é acrise econômica na Europa e nos EUA.Meu palpite é o de que vai se chegar à definição ampla de desenvolvimentosustentável e que haverá promessas de financiamento,sem compromissos rígidos no horizonte imediato. Num período emque os estados se enfraquecem e os governos tremem de medo, o únicocaminho é o avanço da sociedade. A Rio+20 pode ser sucesso comofoi a Rio+92. Ela funcionará como espécie de alerta e quase todos osnomes que participam dela vêm para dizer que é hora de mudar.Espaço aéreo monitoradoSobre o Riocentro, ondeacontecerão os encontrosdos chefes de Estado, já éproibido o sobrevoo dequalquer aeronave em umraio de 4 quilômetros. Arestrição irá aumentar para13 quilômetros, quando asconferências tiverem início.METRO RIOQuem vai participarMahmoudAhmadinejadPresidente do IrãBan Ki MoonSecretário-geralda ONUJacob ZumaPresidente daÁfrica do SulHillary ClintonSecretária de Estadodos Estados UnidosVladimir PutinPresidenteda RússiaMichaelBloombergPrefeito de Nova YorkFrançoisHollandePresidente da FrançaTed TurnerFundador da rede decomunicação CNNDilma RousseffPresidentedo BrasilHu JintaoPresidenteda China


06brasilwww.readmetro.comQUARTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2012Marconi Perillo entregou documentos para provar inocência na CPIPerillo nega elocom CachoeiraGovernador de Goiás escapa de ataques mais fortesImpressão entre parlamentares é de que o políticodriblou o desgaste e recuperou terrenoO governador de Goiás, MarconiPerillo (PSDB), prestoudepoimento por oito horas emaia, ontem, à CPI do Cachoeirae alegou ser vítimade “injustiça” e “crueldade".Munido de farta documentação,tentou desqualificar todasas denúncias.O tucano apresentou ostrês cheques (com soma deR$ 1,4 milhão) recebidospelo pagamento de uma casade 435 metros quadrados.Perillo demonstrou arrependimentopelo negócio.“Enquantooutros fazemesquemas em licitações, cobrampropinas, sou cobradopor ter vendido uma casaminha e dentro da lei", protestou,após entregar cópiasdos extratos bancários e escriturado imóvel.Perillo citou indiretamentea participação do expresidenteLula para levá-loà CPI. “Eu nunca imagineique eu ter dado um avisogeraria na minha vida tantoódio e tanta perseguição",em referência ao chamadoescândalo do mensalão.O governador admitiutrês contatos com o bicheiroCarlos Augusto Ramos,mas afastou proximidade.“Foram 30 mil horas de gravações,em três anos, e apenasuma ligação de cumprimentospelo aniversário",disse.O tucano também negouter conhecimento darelação de assessores e doex-vereador Wladimir Garcezcom pessoas ligadas ao“Se eu soubesseque a venda dacasa geraria tantodesconforto, eucontinuaria amorar nela ejamais a venderia.”MARCONI PERILLOesquema de jogos ilegais.“Se, em sua rotina de interesses,esse grupo mencionameu nome, não possoser responsabilizado. Sãocitações irresponsáveis",afirmou.Marconi Perillo contouainda que a construtoraDelta tem apenas 4% doscontratos do governo goiano.“Em licitação recente,de 24 lotes disputados parareconstrução de rodovias,a Delta venceu dois, comdeságio médio de 21,6%",afirmou. O governador declarouque não houve pagamentode R$ 40 mil auma empresa laranja, conformedenuncia o jornalistaLuiz Carlos Bordoni. “Ospagamentos foram registradosna Justiça Eleitoral”,garantiu.MARCELO FREITASMETRO BRASÍLIADepoimento à CPI pode ser anuladoO pedido do presidente daCPI, senador Vital do Rêgo(PMDB-PB), à TV Senadopara evitar a interrupçãoda transmissão da sessãopode levar a anulação dodepoimento do governadorMarconi Perillo, o queevitaria que ele venha aser usado como prova oupara indiciamento de testemunhas.O regimento interno doSenado proíbe reuniões daCPI ao mesmo tempo quecomissões permanentes. Aemissora pública transmitiaa sessão da Comissão de AssuntosEconômicos com opresidente do Banco Central,Alexandre Tombini.“Tudo pode ser anulado",afirmou o senador DelcídioAmaral (PT-MS), alegandoque a solicitação ocorreu“por vaidade”.O depoimento dos governadorestraz, nos bastidores,um acordo entre os partidospara evitar um desgaste.“É um jogo combinado, eé inaceitável nós ficarmoscomo meros espectadores",acusou o senador RandolfeRodrigues (PSol-AP).O sinal mais evidente dacombinação para “pegar levenos ataques” foi quandoRICARDO MARQUES/METRO BRASÍLIAo relator da CPI, deputadoOdair Cunha (PT-MG) perguntoua Perillo sobre abriro sigilo telefônico. Houvebate-boca. “O relator não sabediferenciar testemunhade investigado, está a serviçodo PT", protestou o deputadoCarlos Sampaio (PSDB-SP). “O senhor me respeite",retrucou o petista. METRO“A entrega dedocumentos eprovas encerra umcapítulo da CPI.”ÁLVARO DIAS, SENADOR PSDBChoque entre vane caminhão commaconha mata 15Um caminhão que transportavacerca de 300 kg de maconhaprovocou, na madrugadade ontem, um graveacidente em Nova Laranjeiras,na BR 277, no Paraná. Acarreta passou para a pistacontrária em uma curva ebateu de frente com umavan lotada, de acordo com aPolícia Rodoviária federal.Na van estavam 16 pessoasque iam fazer comprasem Foz do Iguaçu. Apenasduas, de 15 e de 25 anos, sobreviveram.O menor estáinternado em estado graveno Hospital São Vicente,em Guarapuava (PR), commútiplas fraturas, e aindacorre risco de morrer.A batida ocorreu no KmFiocruz descobre vacinacontra esquistossomoseConsiderada pela OrganizaçãoMundial da Saúde(OMS) a segunda doença parasitáriamais devastadorado mundo, atrás apenas damalária, a esquistossomosevai ter cura. O Brasil criou evai produzir a vacina contraa doença crônica causadapelo parasita Schistosoma,encontrado em áreassem saneamento básico.A Fundação Oswaldo Cruz(Fiocruz) divulgou, ontem,os resultados dos testes clínicosde segurança da vacinadesenvolvida pelo LaboratórioEsquistossomose Experimentaldo Instituto OswaldoCruz (IOC/Fiocruz).Chefe do laboratório, MiriamTendler calcula que,em no máximo cinco anos,será possível imunizar apopulação dos locais ondeocorre a endemia: “É uma“Os índios nãosabiam queestavam levandomaconha. Achamosa madeira no meiodo mato.”LUIS VENATTI, PRFApenas duas pessoas sobreviveram ao choque“Além de eficiente,é uma vacinasegura. A partir deagora se podefazer testes emmais larga escala.”MIRIAM TENDLER, PESQUISADORAdoença dos países pobres,associada à miséria”.Na avaliação da Fiocruz, adescoberta é um grande feitodos cientistas brasileiros,já que a doença afeta 200milhões de pessoas emáreas pobres e tem potencialpara atingir um universode outras 800 milhões expostasaos riscos de contágiono Brasil (principalmenteno Nordeste e em MinasGerais), nos países africanose na América Central.Vinte voluntários participaramda fase de testes de482, próximo à aldeia Riodas Cobras, a maior do Paraná,e os índios saquearamos materiais que eram transportadospelo caminhões.“Começamos o atendimentopor volta das 2h damadrugada e percebemosque havia maconha escondidana madeira de manhã”,lembra Vennati. “Os índiosfizeram o saque de algumastábuas, apesar de a PRF tentarreprimir”, afirmou oagente Luis Venatti.A droga estava escondidadentro da madeira beneficiada.“Eles não sabiamque estavam levando maconha.Depois tivemos quefazer busca no meio do matoe encontramos a droga”,disse o policial.O motorista do caminhão,José Antonio Temoteoda Silva, 43, fo socorrido elevado a um hospital emCascavel, mas não resistiu.Segundo a PRF, os passageiroseram de Carambeí, Castroe Ponta Grossa.THIAGO MACHADOMETRO CURITIBAREPRODUÇÃO BANDsegurança e eficácia da vacina- exigidos antes da liberaçãopara produção em grandeescala. Os testes confirmarama segurança da vacina,cuja eficiência já haviasido comprovada em laboratóriocom mamíferos.Os testes em larga escalaserão feitos no Brasil e naÁfrica. A pesquisadora nãosabe quanto custou o desenvolvimentoda vacina aolongo de mais de 30 anos.A esquistossomose é causadapor seis espécies doSchistosoma. O ciclo se iniciacom a contaminação daágua por fezes humanas infectadascom ovos do parasitatransformados em miracídios(larvas). Estes contagiamcaramujos, se multiplicam,voltam à água e infectamas pessoas pela pele.METRO RIO COM AGÊNCIA BRASIL


www.readmetro.com07economia QUARTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2012RankingPosição dos países2012 2011 Cidade País1 2 Tóquio Japão2 1 Luanda Angola3 6 Osaka Japão4 4 Moscou Rússia5 5 Genebra Suíça6 7 Zurique Suíça6 8 Singapura Singapura8 3 N'Djanmena República do Chade9 9 Hong Kong Hong Kong10 11 Nagoia Japão11 14 Sidney Austrália12 10 São Paulo Brasil13 12 Rio de Janeiro BrasilSão Paulo e Rio sãoas cidades maiscaras das Américas45a do ranking decidades maiscaras, Brasília perdeu12 posições em relaçãoao ano passado,segundo a MercerSão Paulo é a 12ª cidademais cara do mundo paraexpatriados e o Rio de Janeiroé a 13ª, segundo o rankinganual da empresa deconsultoria Mercer. Tóquioestá no topo da lista, deslocandoa angolana Luandapara a segunda posição.As duas maiores cidadesbrasileiras são as mais carasdas Américas, seguidas deCaracas (29ª), que subiu 22posições desde 2011, NovaYork (33ª), que caiu uma colocação,e Brasília (45ª), querecuou 12 posições.Em São Paulo o aluguelde um apartamento de luxocom dois quartos nãomobiliados sai, em média,por US$ 2.326,47. Em Tóquio,um imóvel com mesmoperfil custa US$4.847,69. Já em Luanda, Angola,a segunda cidade maiscara do mundo, o valor é deUS$ 6.500,00.O levantamento tambémanalisou outros gastos,como o valor de umaxícara de café (com serviçoincluso). Em São Paulo, oitem sai por US$ 2,18, emTóquio sai por US$ 8,29 eem Luanda, por US$ 3,9.Em Nova York, a xícara saipor US$ 4,40.METROGrandes operadorasdominam leilão de 4GClaro e Vivo arremataram as duas frequências de maior capacidade decobertura Acesso à tecnologia previsto até a Copa deve ser caro e restritoAs quatro maiores operadorasde telefonia do país – Vivo,Claro, TIM e Oi – levaramas quatro faixas de frequênciapara oferta nacionaldo serviço de telefoniamóvel 4G. A Anatel (AgênciaNacional de Telecomunicações)arrecadou R$ 2,565bilhões com o leilão realizadoontem. O valor representaágio de 35,69% em relaçãoao mínimo exigido paraos lotes, de R$ 1,890 bilhão.As grandes vencedorasforam Claro e Vivo, que ficaramcom as frequências demaior capacidade de cobertura:de 20 MHz. Com isso,as empresas poderão oferecero dobro da capacidadede transmissão de dados emrelação às rivais TIM e Oi,que arremataram faixas dede 10 MHz. “O potencial deabrigar clientes aumenta”,explica o professor AndréNoll Barreto, da UnB (Universidadede Brasília).Os serviços só devem sercontratados, inicialmente,por usuários de maior poderaquisitivo. “No começo,O 4G no BrasilO que é o 4G?É a evolução do 3G. A velocidade noacesso móvel, que pode chegar a 100megabites por segundo, quase 10vezes superior à oferecida hojeVou precisar de um novo aparelho?Sim. A maioria dos telefones celularesdo país só recebe 3G. Têm acesso ànova cobertura apenas ossmartphones que tenham a função“dual mode"o serviço será caro e de usorestrito”, diz o professor.O presidente da Claro,Carlos Zentena, diz que oserviço deve ser adquirido,inicialmente, pelas classesA e B, especialmente paramelhorar a conexão à internetpor meio de smartphones.“Já os modems vãoQual é a vantagem do 4G?A principal vantagem é o acesso àinternet mais rápido. Essatecnologia deve permitir assistir avídeos de alta qualidade e baixararquivos mais rapidamenteQuanto custará?As operadoras ainda estudam opreço, que deve ser definido deacordo com a velocidadecontratada pelo cliente. Em paíseseuropeus, o valor chegou a ficarem US$ 60, três vezes maior doque o valor normal. No início, atecnologia deve ser cara e restritaQuem vai oferecer?As quatro maiores operadoras.A Claro e a Vivo venceram asdisputas das duas faixas de 2,5gigahertz (GHz) com maiorcapacidade, enquanto a TIM ea Oi ficaram com as duas partesmenoresQuando estará disponível?- Até 30 de abril de 2013: Belo Horizonte,Brasília, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiroe Salvador- Até 30 de dezembro de 2013: Cuiabá,Manaus, Natal, Porto Alegre e São Paulo- Até 31 de maio de 2014: todas as capitaise cidades com mais de 500 mil habitantes- Até 31 de dezembro de 2015: todas ascidades com mais de 200 mil habitantes- Até 31 de dezembro de 2016: todas ascidades com mais de 100 mil habitantes- Até 31 de dezembro de 2017: todas ascidades entre 30 mil e 100 mil habitantes- Até 31 de dezembro de 2019: todos osmunicípios do paíspermitir a clientes de todasas classes sociais ter umainternet mais rápida.”Como não houve ofertapara a faixa de 450 MHz,destinada à área rural, asvencedoras dos quatro lotesde 4G em âmbito nacionalficam obrigadas a investirtambém para a telefoniarural. Já os leilões delotes regionais terminaramcom três vencedores. A Skylevou a frequência para internetem doze áreas, enquantoa Sunrise venceu adisputa em duas áreas. A Oitambém adquiriu dois lotescomplementares.METRO, COM AGÊNCIASBrevesIndústria cortaempregosNOVA QUEDA. A indústriabrasileira continua sofrendoe sem dar sinaisimportantes de recuperação.Segundo o IBGE (InstitutoBrasileiro de Geografiae Estatística), o empregono setor caiu pelosegundo mês seguido emabril ao registrar contraçãode 0,3% sobre março,e recuou 1,4% na comparaçãocom igual mês de2011. Na comparaçãoanual, esse foi o sétimoresultado negativo consecutivoe o mais intensodesde dezembro de 2009.O emprego industrial recuouem 13 dos 18 avaliados,com reflexos importantesdos cortes no setorde vestuário (-7,9%), produtosde metal (-5,6%) etêxtil (-6,2). METROBrasil devecrescer menosABAIXO DE 3%. O BancoMundial reduziu, de 3,4%para 2,9%, a perspectivacrescimento da economiabrasileira em 2012.Para a economia global,o banco espera um crescimentofraco este ano,de 2,5%, em função dasincertezas na Zona doEuro. A expectativa, noentanto, é a mesma apresentadano relatório divulgadoem janeiro.METRODólar sobe evale R$ 2,06CRISE NA EUROPA. O dólarcomercial voltou a subirontem e fechou a R$2,065 na venda, uma altade 0,37%. Esta é a maiorcotação de fechamentodesde 18 de maio de2009, quando a moedaencerrou a R$ 2,076.METROTrês em dez brasileirosguardam dinheiroO hábito de poupar é comuma somente três em cadadez brasileiros. Os homenssão mais poupadores(35%) do que as mulheres(28%), segundo pesquisa feitaem parceria entre a CNI(Confederação Nacional daIndústria) e o Ibope.Segundo o economistada CNI Danilo Garcia, nacomparação com padrõesinternacionais, o brasileiropoupa pouco. “Temos umpercentual relativamentebaixo de poupança. Isso podesignificar, entre outrosfatores, que o crédito estásendo tomado para o consumo”,declarou.No Brasil, a poupançadas famílias equivale a4,5% do PIB. Os brasileirosficam atrás dos europeus egrandes emergentes asiáticos,Índia, China e Indonésia,onde esse percentualpassa de 20%.Onde é aplicadoDos que poupam com frequência:DEIXAM NACONTACORRENTE3%16%INVESTEM EMAPLICAÇÕESCOMO FUNDOSE CDB16%68%DEIXAMEM CASACOLOCAM NAPOUPANÇASegundo a pesquisa daCNI, 37% têm algum tipo deendividamento e esse percentualcresce nos entrevistadoscom renda maior:53% dos entrevistados querecebem mais de 10 saláriosmínimos dizem ter dívidas,contra 26% dos querecebem até um salário mínimo.Os homens são osmais endividados (41%),contra 35% das mulheres.O maior culpado pelasdívidas das famílias brasileirasé o cartão de crédito,com 32%. Outros 25% têmdívidas diretamente comas lojas (prestações, cadernetasou boletos). METROREAÇÃODemandapor créditocresce 14%A busca dos consumidorespor crédito cresceu14% em maio, depois deter apresentado quedade 11,2% em abril, segundoa Serasa Experian.Na comparaçãocom maio de 2011, contudo,a demanda apresentouqueda de 7,5%.Na avaliação da Serasa,o Dia das Mães, aredução do IPI paracarros e os cortes dastaxas de juros pelosbancos motivaram abusca por recursos.Apesar da reação, noentanto, o alto nível deinadimplência e de endividamentoaindamantêm a demandaem patamar inferiorao do primeiro semestrede 2011. METRO


08mundowww.readmetro.comQUARTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2012Inglaterra faráreferendo nasIlhas MalvinasHANDOUT / REUTERSGoverno britânico vai perguntar aos moradores doarquipélago se eles querem manter o status de colôniaOnde ficaAs Malvinas são um geladoarquipélago 450 km aosudeste da ArgentinaARGENTINAILHASMALVINASÁrea12,2 milquilômetros quadradosPopulação3 mil pessoasEconomiapesca e turismoOceanoAtlânticoSímbolo do orgulho feridoargentino, as Malvinas tomaramconta do noticiáriodo país vizinho no dia deontem. Motivo: o ReinoUnido, que ocupa as ilhasdesde 1833, anunciou arealização de um referendoentre os moradores doarquipélago. O governo britânicoespera, assim, provarque a população localnão quer saber de discutiros direitos argentinos sobreo território. A Argentinatenta recuperar a possedas ilhas há décadas e, nosúltimos anos, tem contadocom a intermediação daONU (Organização das NaçõesUnidas) para isso.“Vamos fazer o referendonão porque temos dúvidassobre quem somos e que futuroqueremos, mas sim paramostrar ao mundo comoestamos seguros sobre isso”,afirmou Gavin Short, presidenteda Assembleia Legislativadas ilhas, em uma coletivade imprensa. O anúnciocoincidiu com uma viagemda presidente argentina,Cristina Kirchner, a NovaYork para uma reuniãono Comitê de Descolonizaçãoda ONU. As Malvinas estãona lista dos 20 territóriosque ainda não são independentesno mundo.As ilhas voltaram a sertópico de discussão entrebritânicos e argentinos esteano por conta do 30 o aniversárioda Guerra das Malvinas.O combate, iniciadoem abril de 1982 graças aoufanismo da ditadura militarno país vizinho, deixou907 pessoas mortas, a maioriade soldados argentinos.O debate sobre a soberania,entretanto, escondeoutra disputa: a exploraçãodas ricas reservas de petróleoe gás natural, escondidassob o arquipélago. Empresasbritânicas já começarama prospecção.Os argentinos argumentamque o resultado do referendoserá tendencioso,uma vez que a populaçãolocal foi “plantada” pelacolonização inglesa. O governoda Grã-Bretanha dizque espera realizar a consultapopular até metadedo ano que vem.CAROLINA VICENTINMETRO SÃO PAULOMeninos sírios são as principais vítimas, já que sofrem torturas e abusos sexuaisONU reconhece que háguerra civil na Síria“Claramente, o queestá acontecendoé que o governoda Síria perdeu ocontrole sobregrandes partesdo território paraa oposição e querretomar essecontrole.”HERVÉ LADSOUS, DA ONUPela primeira vez, ummembro das Nações Unidasreconheceu que o conflitosírio atingiu o nível de guerracivil. Questionado por repórteres,o chefe das forçasde paz da ONU, Hervé Ladsous,disse que “podemosafirmar que se trata, sim, deuma guerra civil”. A entidadecalcula que mais de 13mil pessoas tenham sido assassinadasdesde o início darevolta, em janeiro do anopassado.Para os Estados Unidos, oconflito ficou ainda maissangrento nos últimos mesesporque a Rússia, aliadado regime de Bashar Al Assad,tem enviado helicópterosde guerra às tropas doditador. “Confrontamos aRússia para que interrompao envio contínuo de armaspara a Síria. Eles dizem quetudo que é transportadonão está relacionado com asações internas do governosírio. Isso é evidentementefalso”, acusou a secretáriade Estado norte-americana,Hillary Clinton.Um relatório da ONU divulgadoontem mostrouque os mais prejudicadoscom a guerra são os meninossírios. Segundo o documento,as crianças são usadascomo escudo humanopelas tropas do regime. Osrebeldes também são culpados,porque recrutam osjovens para pegar em armas.METRO COM AGÊNCIASSEBASTIEN PIRLET / REUTERSUMP rompe aliançacom os socialistasIndignação russaBarroso: “devemos dar um passo e superar a crise atual”União Europeia quercontrolar os bancosO presidente da ComissãoEuropeia, José Barroso, defendeua criação de uma entidadede controle bancáriotransnacional. Em entrevistaao jornal “Financial Times”,Barroso disse que obloco precisa dar um passoadiante, de forma a controlara crise e garantir o avançoda integração regional.“O projeto europeu sempreavançou passo a passo.Agora devemos dar um passomuito grande para superara crise atual”, disse. Especialistascriticam a proposta,que viria sem umprojeto de integração fiscal.Ontem, a agência de classificaçãode risco Fitch rebaixoua nota de 18 bancosespanhóis, a despeito do pacotede resgate. METROEles nunca foram grandesamigos, mas mantinhamuma espécie de acordo quefoi quebrado. A UMP (Uniãopor um Movimento Popular),o partidofrancês doex-presidenteNicolasSarkozy,anunciouquenão vai fazer nenhumaaliança para o segundo turnodas eleições legislativas.Até então, o acordo da UMPcom o Partido Socialista serviapara impedir um avancoda FN (Frente Nacional), partidode direita radical, queprega valores xenófobos naFrança.Com a ruptura, quem sebeneficia é Marine Le Pen(foto), a líder da FN que temconquistado eleitores com odiscurso da insatisfação. Estimativasapontavam que osradicais da direita não iriamconseguir mais que três cadeirasno parlamento francês.Mas, agora, com os eleitoresmais “livres”para votar,a legenda de Marinepode arrastar outros representantesà Assembleia.METROManifestantes querem eleições mais limpas no paísSERGEI KARPUKHIN / REUTERSMilhares contra PutinDezenas de milhares de pessoas (60 mil, segundooposição e 18 mil, segundo a polícia) marcharam ontemcontra o governo de Putin, que está no 3º mandatocomo presidente. O protesto terminou sem violênciae com baixa presença policial, ao contrário doobservado em outras ocasiões. Putin avisou, no entanto,que não vai tolerar “distúrbios sociais”.


tecnologiawww.readmetro.comQUARTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 201209RAFAEL ANDRADE/FOLHAPRESSTecnologiadesvendadaNa convergência de mídias e internet móveldespontam plataformas como iPad, notebook e iPhoneSaiba como escolher qual equipamento é maisindicado para suas necessidades+Equipamentos portáteis comportam diferentes funções; oideal é avaliar a utilidade antes de adquirir o equipamentoComputadores que funcionamsem a necessidade defios ou cabos deixaram deser novidade já faz tempo.Depois do notebookvieram equipamentos comosmartphone e iPhone,que além de permitiremmobilidade, podem ser levadosno bolso. E, agora, amaior sensação são os tablets,com destaque parao iPad, o mais conhecido.Com internet, GPS, música,vídeos e fotos em umsó aparelho, a dúvida é saberqual o mais indicadopara cada necessidade.“Carregar um notebookde quase 3 kg namochila durante horascansa qualquer um. Alémde ser bem mais leve, oiPad tem as mesmas funçõesde um notebook, comoacesso à internet, e-mails e possibilidade deouvir músicas”, afirmaJorge Sereghetti, especialistaem redes.Porém, o iPad não temporta USB, entrada paraCD e DVD e muito menosbateria removível. Ou seja,é uma plataforma blindada.Impossível aumentar amemória do aparelho oufazer upgrade na placa devídeo, por exemplo.“Para o profissional quesó usa o pacote Office paratrabalhar, o iPad pode seruma boa opção. Mas quemprecisa de softwares maispesados não pode abrirmão de um notebook”, dizRafael Castro Fagundes,analista de sistemas.Segundo ele, a portabilidadedo iPad é um dos grandestrunfos da plataforma.Mas edições de vídeo e áudioexigem programas quenão rodam em tablets.Computador de mãoOs telefones evoluíramtanto nos últimos anosque se transformaram emverdadeiros computadoresde mão. Com o desenvolvimentode redes semfio, é possível ter internetrápida nos aparelhos.Smartphone e iPhonesão os mais cobiçados.Mas a interface diminutacontinua sendo umobstáculo para quem desejausá-los como substitutospara computadorescomuns.“Embora tenha a vantagemde agregar diferentesmídias, ninguém conseguedigitar documentosmuito grandes no smartphone”,afirma Fagundes.Porém, os telefones comacesso à internet são imbatíveisno quesito portabilidade.Antes de entrarno shopping, por exemplo,é possível conhecer aprogramação do cinema.WIKIPEDIAiPad tem tela fina e éleve, mas não possuientrada USB


10 www.readmetro.comcomportamentoQUARTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2012Álcool altera percepção e deixa os outros mais bonitosBelezana dose certaPesquisas mostram o que muita gente já sabia naprática: a bebida deixa as pessoas maisbonitas Álcool altera percepção visual e deixa rostosmais simétricos do que são de fato“A bebida altera ossentidos. A pessoapode ver simetriaem um rosto assimcomo pode acharque um semáforoestá verde quando,na verdade, eleestá vermelho.”MARIA LUISA, PROFESSORA DEPSICOLOGIA DA PUC-SPReunidos em um bar, amigostentam uma aproximaçãocom garotas da mesaao lado. A beleza deuma delas encanta o quejá bebeu algumas cervejas.A garota, que tambémtem um copo na mão, correspondeàs investidas.Depois da noitada, jásóbrios, a surpresa. Os rostos,antes atraentes, nãoparecem mais tão bonitossem o estímulo da bebida.Constrangido, o casal sedespede com o mesmo pensamento:evitar da próximavez sair com alguém depoisde ter ingerido álcool.“A pessoa quando bebenão consegue distinguir nadacom clareza. Sua relaçãocom o mundo fica distorcida,ela não responde aos estímulosde forma correta.Em meio a essa confusão, oalegrinho vê simetria ondenão há. Dessa forma, umrosto pode parecer bemmais bonito do que é de fato”,diz Maria Luisa, doutorado departamento de psicologiaexperimental da PUC-SP.Explicação científicaO resultado de uma pesquisafeita por cientistasda Universidade de Roehampton,em Londres, corroborao que diz a professorade psicologia.Com a ajuda de 64 voluntários(33 homens e 36mulheres), o cientista LewisHalsey mostrou que abebida pode, de fato, potencializara beleza.A razão para isso são osefeitos do álcool sobre apercepção visual.FERNANDO CORREAMETRO SÃO PAULOSimetria inebrianteNa pesquisa da Universidade de Roehampton,em Londres, os voluntários, na faixa dos 22anos, passaram por uma sessão de bebedeira.Um grupo bebeu cinco taças de vinho duashoras antes do teste, outro grupo não bebeunada. Todos tiveram que olhar para 40 fotos,cada uma com dois rostos, e apontar qual erao mais simétrico. A turma dos abstêmiosapresentou clara preferência pelos rostossimétricos, o que não ocorreu de formatão evidente entre os embriagados.Atração fatalIMAGE SOURCE/FOLHAPRESSEm 2008, outra pesquisa mostrouque a bebida deixa as pessoasmais bonitas. Cientistas da Universidadede Bristol, na Grã-Bretanha,fizeram a experiência com84 alunos. O grupo que bebeucerveja ou vinho analisou fotografiasde pessoas da mesma idadee sexo. Eles avaliaram as pessoasretratadas como maisatraentes do que os participantesdo grupo que tinham tomado bebidasem álcool. O estudo foi publicadona revista “New Scientist”.


culturawww.readmetro.comQUARTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 201211Para sempre VioletaCinebiografia da folcloristachilena estreia no Brasil Filmefoi o vencedor do Cine CearáCantora, compositora, poetisa,folclorista, pintora...Tudo isso era Violeta Parra(1917-1967), artista que ganhouo mundo ao tirar dasraízes de seu Chile a matéria-primade suas aclamadascriações. Mas foi seu ladohumano que o diretorAndrés Wood (de “Machuca”)buscou trazer à tonaem “Violeta Foi Para oCeú”, o grande vencedordo 22 o Festival Cine Ceará,que terminou no final desemana. Além do prêmiode melhor filme, ganhoutambém os troféus de roteiroe montagem.O longa reconta a trajetóriada artista, desde sua origemhumilde ao reconhecimentointernacional, entreamores conturbados e tragédias– tudo entremeado poralgumas de suas célebrescanções, como “Volver a Los17” e “Gracias a La Vida”,popularizadas por MercedesSosa, entre outros.“Ela foi a primeira emmuitas coisas. Antes mesmosdos estudiosos, Violetase ligou a suas origens e fazuma compilação profundado seu folclore. E isso foi importantíssimopara o Chile,um país que, historicamente,está sempre olhando parafora dele mesmo”, defendeWood.O diretor cresceu ouvindoo legado deixado porela, apesar dos esforços daditadura do general Pinochetem tentar ocultá-la devidoao nacionalismo. “Violetasempre esteve na memóriado Chile. No últimoano, suas canções estiverampresentes nas manifestaçõesestudantis. Mas nãose conhecia sua dimensãode artista, sua história esua personalidade.”Quem vive a personagemé Francisca Gavilán, conhecidano Chile por participarde várias novelas. Ela aprendeua cantar e a tocar violãocom o próprio filho de Violeta,Ángel, autor do livrohomônimo no qual o roteirodo filme é baseado. “Aprincípio, Francisca não iacantar, mas ela se apoderoude tal forma de uma energiainterior de Violeta que nósdeixamos. Foram dez mesesde trabalho e este é realmenteum mérito dela”, elogiao diretor.Coprodução entre Chile,Argentina e Brasil, o filme jáestá em cartaz em São Pauloe deve chegar a Porto Alegrenas próximas semanas.AMANDA QUEIRÓSMETRO SÃO PAULOWagner Moura em novos filmesDepois do sucesso do CapitãoNascimento (e dos recentes“Vips" e “O Homemdo Futuro”), o talentosoWagner Moura volta aos cinemasem dois papéis queprometem agradar crítica epúblico.Com direção do novatoLuciano Moura, “Até o Fimdo Mundo” (que inicialmentese chamaria “A Cadeirado Pai”) conta a história deum jovem médico (Moura)que vê seu mundo desabarde uma hora para outra: amulher pede separação e ofilho desaparece no dia doaniversário de 15 anos. Enquantoviaja em busca dogaroto, o protagonista revêsuas relações familiares eWagner e Mariana em “Até o Fim do Mundo”DIVULGAÇÃOFrancisca Gavilán como Violeta Parra, um grande nome da cultura chilenaavalia seu passado. No elencodo filme, que estreia emnovembro, também estãoMariana Lima, Brás Antunese Lima Duarte. Segundoo ator, o filme tem um espíritoindependente (e chegoua ser selecionado Sundanceno ano passado). “Éum filme para adultos, semconcessões baratas paraatrair o espectador”, diz.Wagner Moura ainda seráum dos protagonistas donovo filme de Heitor Dhalia(diretor de “O Cheiro doRalo”). O cineasta vai rodarum longa com o nome“Serra Pelada”, seguindo ocaminho de dois amigosque saem do Rio de Janeiroatrás do sonho de enriquecerno garimpo. As filmagenscomeçam no mês quevem, com Daniel de Oliveiracomo o segundo protagonista.METRO POA60 segundosFRANCISCAGAVILÁNIMOVISION/DIVULGAÇÃOIMOVISION/DIVULGAÇÃOQual a imagem de Violetahoje no Chile?Conhecíamos várias desuas canções, mas poucosdetalhes de sua vida, intensae maravilhosa.Creio que o filme ajudoua tirar esse pequeno véu.Algum dia pensou que fariaesse papel?Mais que pensar que o faria,eu queria. Acho quepus tanto essa ideia na cabeçaque consegui.A que você credita a boa recepçãodo filme?Creio que é sempre interessantever a história dealguém. Esse é um filmesobre uma mulher tremendamentelutadora,intensa e transgressora.É um filme feminista?Não, mas creio que Andrés[Wood] foi atrás detodo o feminino que tinhadentro de si para falarde Violeta.Como foi a relação com o filhode Violeta?Ángel tem muito dela.Ele vive em Paris, mas ficoudois meses no Chilepor conta do filme e medeu aulas canto e de violão.Quando voltou, passamosa ter aulas por Skypetodos os dias. METRO2culturaMadagascarno topoA simpática bicharadade “Madagascar3” não fez feio no finalde semana de estreia.Foi a segundamaior abertura deum filme no Brasilneste ano de 2012,perdendo apenas para“Os Vingadores”.Com a estreia no feriadode quinta-feirapassada, o desenhosomou R$ 21,9 milhõesnas bilheteriase 1,7 milhão de espectadores.O segundoepisódio da franquia,que estreou em2008, levou 858 milpessoas aos cinemasno final de semanade estreia. METRO POA


12 www.readmetro.comculturaQUARTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2012Yoko e John em Nova York em 1980, poucoantes do assassinato do músicoBrevesSarau comFreud e GoetheFILOSOFIA. O sarau Freude os Escritores aproximahoje o pai da psicanálisecom o poeta e escritoralemão Goethe. No encontro,que começa às20h, no Theatro São Pedro,atores vão encenarpassagens que retratama vida, a obra e algumascuriosidades que ligama história dos pensadores.A direção é de GraçaNunes. Entrada franca.METRO POAJuntos até o fimEditado agora em livro, ‘A Última Entrevista do Casal John Lennon e Yoko Ono’ traz íntegra daconversa do jornalista David Sheff com o casal, publicada dois dias antes da morte do músicoParecia prenúncio. Quandoo jornalista David Sheff, entãocom 24 anos, conseguiumarcar a desejada entrevistacom John Lennon (1940-1980) e Yoko Ono, mal poderiaimaginar que tirariadaí a palavra final sobre avida do casal e, principalmente,do ex-Beatle.“Mahatma Gandhi e MartinLuther King são grandesexemplos de fantásticas personalidadesnão violentasque morreram de formaviolenta. Não consigo entenderisso. Somos pacifistas,mas não sei o que significaser tão pacifista a ponto deReggaeno OpiniãoO Opinião (José do Patrocínio,834) recebe algumaslendas do reggae hoje, apartir das 23h. Um dos destaquesé a banda jamaicanaThe Congos, eternizada nosanos 1970 com o disco“Heart of the Congos”. Ooutro é o veterano Max Romeo,também jamaicano esetentista, famoso por criaros arranjos de três vozes parao reggae.A noite abre com a bandaMarauê, que reúne váriosmúsicos brasileiros e é lideradapelo gaúcho Alemão.Ingressos a R$ 60. METRO POAlevar um tiro. Jamais conseguireientender uma coisadessas”, disse Lennon no bate-papo,publicado na “Playboy”em 6 de dezembro de1980. Dois dias depois, omúsico foi assassinado.Lançado só agora no Brasil(o livro foi lançado noEstados Unidos em 2000),“A Última Entrevista do CasalJohn Lennon e YokoOno” mostra o artista devolta à mídia após cincoanos sem gravar discos, períodoem que se dedicou aofilho Sean e a “fazer pães”.Era a época das finalizaçõesde “Double Fantasy”, eJazz e MPB estão no show deamanhã, no Sarau do Solarele aproveitou o momentopara abrir as portas não sóde sua casa, mas do estúdio,da limousine e até dobanheiro para o jornalista.Yoko chegou a fazeruma análise de mapa astralpara saber se Sheff era confiável.Com os astros alinhados,a passagem foi liberadapara três semanas“A ÚltimaEntrevistado casal JohnLennon e YokoOno”, NovaFronteira, 296páginas, R$ 40LETICIA NUNES/DIVULGAÇÃOno mundo do casal. O músicorevela-se encantador, vivendoum dos momentosde maior alegria da vida.“Vou fazer 40 anos, e a vidacomeça aos 40, como dizem.Estou empolgado. Éassim: ‘Uau! O que vai acontecerdepois?’”.Lennon e Yoko fazemquestão de mostrar quesão “de carne e osso”. Etambém atrevidos, divertidose francos, principalmentequando o assunto éBeatles. “Por que eles precisamdar mais? Já não deramtudo nesse mundo deDeus, durante dez anos?”,BRENDA CHASE/GETTY IMAGESdesabafa ele.Todo e qualquer assuntoé possível para o casal nasmais de 20 horas de gravações.O papo vai desde o casamento,a família e os filhosà pressão sobre Yoko –a transformação da artistaem mulher dos negócios deJohn –, passando por críticasa outros artistas – principalmenteao “amigo”Paul McCartney – e ao estilode vida americano, entreoutras amenidades.PAULO BORGIAMETRO SÃO PAULOMário Falcãoapresenta ‘Amador’O cantor e compositor MárioFalcão é a atração destaquinta-feira do projeto Saraudo Solar, apresentadopela equipe cultural do Solardos Câmara (Duque deCaxias, 968).No show, que começa às18h30, Falcão vai mostrar orepertório do seu novo disco,“Amador”, que concorreunas principais categoriasde MPB do Prêmio Açorianosde Música e foi viabilizadopelo programa PetrobrasCultural.Transitando pelo jazz e aMPB, Falcão defende composiçõessuaves e românticas,estilo que marca todasua trajetória, incluindopassagens por festivais euma temporada fora do RS.No show de amanhã, elevai dividir o palco com ZéRamos, também no violão eguitarra. Além das músicasde “Amador”, o porto-alegrenseMário Falcão aindainterpreta alguns temas decompositores gaúchos, como“Se Acaso Você Chegasse”,de Lupicínio Rodrigues,e “Pandeiro de Prata”, deTúlio Piva. Entrada franca.METRO POAO mercado dolivro em debateENCONTRO. O seminário“O Negócio do Livro”continua hoje, às 19h,no Instituto Goethe (av.24 de Outubro, 112),com dois temas: a comercializaçãode livrose o direito autoral. ParticipamJaime Mendes,gerente comercial daCosac Naify, e a advogadaÂngela Kretschmann,professora da Unisinos.Os debates terminamamanhã, com os temasmídias sociais e incentivoà leitura. Entradafranca. Informações pelotel.: 3233-3804.METRO POAInscrições paraeditaisCULTURA. A Secretaria daCultura do RS recebe, apartir de hoje, inscriçõespara os editais dos Pontosde Cultura. No total,serão selecionados 160projetos de ações culturaisem municípios doRS, num total de R$ 18milhões. Informações nowww.cultura.rs.gov.br.METRO POAShow grátis deviolão no IAINSTRUMENTAL. O violonistacatarinense RicardoPauletti faz show doCD “Variações Brasileiras”hoje, às 19h, no AuditoriumTasso Correado Instituto de Artes (Senhordos Passos, 248).Ele toca com Mário Júnior(bateria) e RafaelPetry (acordeon). Grátis.METRO POA


culturawww.readmetro.comQUARTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 201213Entre as cores e osJOÃO LIBERATO/DIVULGAÇÃOABSTRATOSFundação Iberê Camargo inaugura amanhã três exposiçõessimultâneas Obras destacam produção contemporânea dasartistas Ione Saldanha e Tomie Ohtake e do próprio IberêCamargo Visitação aos espaços expositivos tem entrada francaTomie Ohtake produziu série com olhos vendadosTrês grandes artistas, trêsestilos diferentes. O calendáriode exposições da FundaçãoIberê Camargo reservoupara amanhã a apresentaçãosimultânea de pelomenos 200 obras de arte,de nomes consagrados comoIone Saldanha, TomieOhtake e do próprio acervode Iberê Camargo.“Ione Saldanha: O Tempoe a Cor” vai ocupar oterceiro andar do prédiocom 70 obras, entre desenhos,estudos, pinturas eobjetos tridimensionais.Nascida em Alegrete, Ionepassou a maior parte da vidano Rio de Janeiro, ondemorreu em 2001. Seu trabalhose caracteriza pelaexperimentação com suportese materiais diversos,mas a cor é um elementoconstante na suaobra – influência direta dopintor Alfredo Volpi, umde seus principais mestres.Na exposição, o públicovai poder observar o percursode Ione, que começounos anos 1940 pintandofachadas e figuras, depoispassou para formasgeométricas até chegar àspinturas sobre sobre ripase bambus. O curador da retrospectiva,Luiz CamilloOsorio, destaca que Ionefoi uma artista que viveude dentro a passagem doperíodo moderno para ocontemporâneo.Batizada de “PinturasCegas”, as 30 obras de TomieOhtake estarão noquarto andar da FundaçãoIberê Camargo. Realizadashá mais de 50 anos e comcuradoria de Paulo Herkenhoff,as pinturas resultamde uma experiência emque a artista pintou umasérie de quadros com osolhos vendados.Produzidas entre 1959 e1962, as telas nasceram doquestionamento da artistaa respeito do seusaber pictórico edo aprofundamentode umapesquisa sobrequestões oftalmológicas.Comas pinturas forado seu campo devisão, Tomie estavalivre para se concentrarem outras formas depercepção da sua arte, comoo gesto e a intuição.A mostra “O Outro naPintura de Iberê Camargo”,no segundo andar do museu,vai revelar uma facetadesconhecida do trabalhodo artista gaúcho. Ao contráriodas obras normalmentecarregadas e escuras,a curadora Maria AliceMilliet recuperadesenhos,pinturase gravurasquemostramJAIME ACIOLI/DIVULGAÇÃOuma certalimpidez eluminosidade,produzidasprincipalmente entreos anos 1940 e 1950. “Oque eu pretendo enfatizaré o lado claro do Iberê. Oequilíbrio, e não a angústia”,explica Maria Alice.Com temas como naturezasmortas, ruas do Riode Janeiro, carretéis e garrafas,a exposição aindatraz dois autorretratos:um quadro é de 1943 eapresenta um Iberê pintadoem tons de azul e decomposição bastante equilibrada;já o segundo, comdata de 1946, mostra umartista inquieto, envoltopor formas geométricas epinceladas de tinta pastosaem tons de amarelo e vermelho.METRO POASaiba mais:As exposições abrem amanhã,às 19h, em vernissagempara convidados.“Tomie Ohtake – PinturasCegas” fica em cartaz até odia 12 de agosto.“Ione Saldanha: O Tempo ea Cor” fica em cartaz até odia 12 de agosto“O Outro na Pintura deIberê Camargo” fica emcartaz até o dia 10 de marçode 2013Visitação de terça a domingo,das 12h às 19h, e quinta,das 12h às 21h.A Fundação Iberê Camargofica na Av. Padre Cacique,2000 – tel.: 3247.8000Autorretrato de Iberê Camargo, pintado em 1943Ione Saldanha teve uma fase deformas geométricasNo início da carreira, Ione Saldanha pintava fachadasFABIO DEL RE/DIVULGAÇÃOJAIME ACIOLI/DIVULGAÇÃO


14 www.readmetro.comvariedadesQUARTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2012No Brasil,82 milhõestêm internetPesquisa mostra avanço de 5%no número de usuários Aumentoé tendência dos últimos anosO acesso à rede mundialde computadores é umarealidade para aproximadamente42% dos brasileiros,segundo levantamentodo Ibope. O instituto depesquisa comparou dadosdo primeiro trimestrecom o mesmo período doano passado. O acessocresceu 5%: hoje 82,4 milhõesde pessoas navegamna internet, enquanto, em2011, o número era de72%é o aumento da audiênciaem páginas dehumor, em um ano, segundoo Ibope. O acessoa esse tipo de sitecresceu por conta dadivulgação em redessociais, outro sucessoentre os brasileiros.cerca de 78 milhões.O levantamento do Ibopeconsidera o acesso apartir de todos os ambientes(casa, trabalho, escola,faculdade ou lan houses).A grande maioria dos brasileirosconsegue navegarem máquinas instaladasem seus domicílios ou nolocal de trabalho (66 milhõesdos usuários), semnecessidade de pagar peloserviço em um cibercafé.O Ibope também verificouque, no último ano,houve aumento da audiênciaem sites de eventos(14,2%) e de gastronomia(5,5%). O fenômeno podeser encarado como umsintoma do bom momentoeconômico no país.Outro sucesso da websão os sites de humor. OIbope credita ao aumentoda audiência à divulgaçãoem redes sociais. METROOs invasoresCruzadasSudokuABC DIGIPRESSLeitor falaEconomia mal induzidaAo tentar induzir setores da economiacom medidas paliativas, o governo poderáestar dando um tiro no pé. Vejamos ocaso da indústria de automóvel: com a demandaaquecida, aumentou o número deinadimplentes e o engarrafamento nasgrandes cidades. Mas o que mais me preocupaé o que eu chamaria de efeito dotubo de pasta de dente no fim, em que seespreme para sair tudo até que não dámais e vai para o lixo. Com uma mão deobra desqualificada, uma carga tributáriasufocante e falta de investimentos em infraestrutura,a indução do aumento deconsumo por meio de cortes de alíquotasde impostos representa a possibilidadeiminente da volta da inflação e do desabastecimento.Marcelo do Vale Nunes – Porto Alegre, RSSocorro aos animaisVenho acompanhando as obras denossa cidade para a Copa do Mundo evejo que é coisa para inglês ver, pois arealidade não mostra a preocupaçãodos gerenciadores públicos com asaúde dos cidadãos e com a dos animais.Basta sair dos gabinetes e analisaronde estão as soluções simples epráticas que não geram custos aos cofrespúblicos, mas que tragam soluçõeseficazes para uma cidade mais funcionale sadia para os cidadãos que pagamos seus impostos.Pedro Gomes Moreira – Porto Alegre, RSCorreçãoDiferentemente do que foi publicado na página10 da edição de ontem, a velocidadeoferecida pela rede 4G será de 100 Mbps/segundo,não de 2,5 gigahertz.PerguntaVocê acompanha com interesse asmovimentações dos partidos políticosnesta fase de pré-campanha?Siga o Metro no Twitter:@jornal_metroPOA@soudoowilliam: Sim. Procuro analisarbem meus candidatos, pois o Brasilprecisa de gente competente.WebBrasileiros conseguem navegar em casa ou no trabalhoPara falar com a redação: leitor.poa@metrojornal.com.brParticipe também no Facebook:www.facebook.com/metrojornalJONAS OLIVEIRA / FOLHAPRESSHoróscopoEstá escrito nas estrelas www.estrelaguia.com.brÁries (21/3 a 20/4)Pressa demais atrapalha. Deixe as coisas acontecerem no seupróprio ritmo, você pode acabar estragando o que já estáindo muito bem ou irritar as pessoas.Touro (21/4 a 20/5)Nada como um dia atrás do outro. Hoje você poderá contarcom reflexos positivos das suas atitudes que foram realizadasno passado com empenho e coerência.Gêmeos (21/5 a 20/6)Bom dia para ser do contra, pode estar tudo bem, mas a suamente criativa está apta a encontrar mil maneiras de sesabotar. O problema pode ser interno.Câncer (21/6 a 22/7)Autocontrole para dar conta dos desafios do dia. Não fiqueachando que pode ir gastando por conta, vai ser precisocontrolar gastos e não ser impulsivo.Leão (23/7 a 22/8)Dia favorável para lidar com autoridades ou obtercrescimento profissional. Ventos a favor que devem seraproveitados para o seu aprimoramento pessoal.Virgem (23/8 a 22/9)Hora de deixar os assuntos mais importantes para aspessoas mais preparadas para isso, chefes e autoridadespodem estar bem mais tranquilos e acessíveis.Libra (23/9 a 22/10)Vantagens em negociações ou apoio de autoridades podemlhe trazer benefícios. Trate de ficar disponível para que aspessoas possam ir até você e lhe ajudar.Escorpião (23/10 a 21/11)Tendência a ser precipitado e fechar qualquer negócio sempensar se está fazendo algo bom para você no longo prazo.A impulsividade pode lhe prejudicar.Sagitário (22/11 a 21/12)Preste um pouco mais de atenção às regras do jogo. Hoje aspessoas poderão estar mais atentas e cobrando até osmenores detalhes, distrações podem atrapalhar.Capricórnio (22/12 a 20/1)Brilho e liderança, alianças com pessoas importantes têm tudopara reverterem em ganhos perceptíveis. O dia também épositivo para relacionamentos afetivos.Aquário (21/1 a 19/2)Possíveis perdas ou pagamentos de cobranças antigas quevocê precisa sanar e se livrar para não se estressar mais. Nãoperca muito tempo resistindo, resolva.Peixes (20/2 a 20/3)Deixe quem pode dar conta do recado resolver as coisas,apoie como puder mas não tome a frente. Os assuntos do diapodem não ser muito a sua praia, resista.


esportewww.readmetro.comQUARTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2012153esporteRebelo (ao centro) garantiu, em entrevista fora dopadrão Fifa, que tudo está dentro doprazo para a Copa de 2014Dá pra acreditar nele?Ministro Aldo Rebelo elogia obras do Beira-Rio e reclama da desconfiança dos brasileirosUm evento para celebrar osdois anos que faltam para aCopa do Mundo expôs ontema fragilidade da estruturabrasileira para recebero torneio em 2014. Dois dosconvidados da 4 a edição doprojeto Governo Escuta,promoção do Piratini quedebate temas estratégicoscom a comunidade, chegaramatrasados para o evento,entre eles o ministro doEsporte, Aldo Rebello, porcausa de problemas emaeroportos.Rebelo apareceu no Beira-Riouma hora depois doinício do debate e fez um rápidocomentário antes deconceder uma tumultuadaentrevista coletiva, em pé ecercado de repórteres. “Osestádios estão dentro docronograma. Alguns estãoadiantados, outros com umpequeno atraso. Portanto,iremos cumprir o prazo”,garantiu o ministro.Rebelo também afirmouque o estádio colorado estádentro do padrão que se esperapara uma Copa doMundo. “As obras estão emandamento. Recebi ontem aAndrade Gutierrez e fiqueisatisfeito”, assegurou. O ministroainda enfatizou quedesde que as obras iniciaramem todo o país, 300 milempregos já foram criados.“Há um sentimento de desconfiançasobre a capacidadedo Brasil conduzir a Copa.Teremos muito trabalho,mas já fizemos coisas maisdifíceis do que construir estádios”,queixou-se.O evento também contoucom a presença do governadorTarso Genro e doprefeito José Fortunati. “Sealgo atrasar, não será nadaque impeça a realização daCopa”, garantiu Tarso, referindo-sea obras de mobilidadeurbana.Enquanto a palavra estevecom os políticos, o tomfoi de otimismo ou serviupara minimizar problemas.“Em abril, os equipamentosantineblina estarão instaladosno Salgado Filho”, disseEmpate e clima de guerra na EuroEm jogo tenso do lado forado estádio de Varsóvia, combriga entre hooligans quedeixou três feridos, Polôniae Rússia empataram em 1 a1, ontem, pela segunda rodadado Grupo A da Eurocopa.Os gols foram marcadospelo russo Dzagoev e peloanfitrião Blaszczykowski.No outro jogo do grupo, aRepública Tcheca bateu aGrécia por 2 a 1, no EstádioMunicipal de Wroclaw, naPolônia. A vantagem tchecafoi construída em cinco minutos,com gols de Jiracek ePilar. No início da segundaetapa, os gregos descontaramcom Gekas. A Rússia lideracom quatro pontos, seguidados tchecos, com três,da Polônia, com dois, e daGrécia, com um. METROo secretário estadual de Esportee Lazer, Kalil Sehbe,baseado em informações doministro de Aviação Civil,Wagner Bittencourt.Com a experiência de terdisputado quatro Copas doMundo, Dunga foi mais realistaao analisar o atual momentopelo qual o Brasilpassa. “A Copa é uma formade nos reinventarmos. Nãopodemos ficar acomodadospois temos a oportunidadepara qualificar nossos serviços”,criticou. METRO POAPolícia ficou atentaGABRIELA DI BELLA/METROKAI PFAFFENBACH/REUTERSTodo mundoà disposiçãoPela primeira vez otécnico Dorival Júniorterá todos osjogadores do elencoao seu dispor. O departamentomédicocolorado está otimistapara liberaros três lesionadospara a partida contrao Botafogo, nosábado.Oscar e LeandroDamião estão devolta após defenderema Seleção Brasileiraem quatroamistosos, assim comoo volante Guiñazu,que atuou pelaSeleção Argentina.Os meias D’Alessandroe Dátolo recuperam-sede doresmusculares e devemter condição dejogo. Além deles,também está recuperadoo lateral Kleber,que foi submetidoa uma cirurgiade hérnia inguinal.METRO POA


16 www.readmetro.comesporteQUARTA-FEIRA, 13 DE JUNHO DE 2012É hora ‘de cavoucarminhoca em barro duro’Grêmio inicia, hoje, contra um Palmeiras em má fase, decisão por um lugar na final da Copa do BrasilAs dificuldades que o Grêmioterá esta noite e na próximasemana foram traduzidasem palavras pelo técnicoVanderlei Luxemburgoapós a vitória sobre o Coritnthians,no domingo. “Sequiser ganhar vai ter que ralare cavoucar minhoca embarro duro”, afirmou ao falardo espírito que sua equipeprecisará ter em campo.Serão 180 minutos entredois times que vivem momentosdistintos e que estarãoem campo no Olímpicoem busca de um lugar na finalda Copa do Brasil. Porém,os gremistas preferemnão pensar na atual fase doPalmeiras e focam somenteno jogo das 21h50.“Na Copa do Brasil, muitasvezes não tem essa lógicados últimos resultados.Vamos enfrentar uma grandeequipe, com um treinadorque merece todo o respeito.Serão dois jogos muitocomplicados”, opinou ovolante Gilberto Silva.O Grêmio entrará emcampo vindo de quatro vitóriasseguidas sem sofrer gol.O adversário chega abaladopor três derrotas, uma delaspara o Tricolor na segunda3vezes Grêmio e Palmeirasse enfrentarampela Copa do Brasil.O Tricolor avançou em93 e 95, enquanto ospalmeirenses levarama melhor em 96.rodada do Campeonato Brasileiro,além de o clube viverinstabilidade internacom um mau relacionamentodo técnico Luis FelipeScolari com a direção.O atual desempenho palmeirense,com uma vitórianos últimos seis jogos, não émotivo para comemoraçãono elenco gaúcho. “Não sepode subestimar a capacidadedo Felipão e da equipe,pois ele sabe tirar leite depedra. Não tem um mortodo lado de lá”, analisou otécnico gremista.Um dos mandamentospara o jogo será evitar as faltasna proximidade da área,região em que Marcos Assunçãopossui grande aproveitamento.Se os gremistas preferemnão pensar no retrospectodo oponente, os jogadoresdo Palmeiras muito menos.“Temos de esquecer essasduas derrotas e pensar nasemifinal. Sabemos que épreciso segurar o Grêmio nacasa deles”, opinou o meiaDaniel Carvalho.As crises do passado recentedo Palmeiras não afetamo Grêmio. Os gremistassó pensam em criar novosproblemas ao Verdão, pois180 minutos separam o Tricolorda final de mais umaCopa do Brasil.VALTER JUNIORMETRO PORTO ALEGREGrêmio: Victor; Gabriel;Werley, Gilberto Silva ePará; Fernando, Souza,Léo Gago e Marco Antônio; Mirallese M. Moreno (A. Lima)Técnico: Vanderlei LuxemburgoPalmeiras: Bruno; Cicinho,Henrique, T. Helenoe Juninho; Marcos Assunção,Márcio Araújo, Daniel Carvalho,Luan e Maikon Leite; Barcos.Técnico: L.F. ScolariEstádio: Olímpico, em Porto Alegre, às21h50; Transmissão: Rádio Bandeirantese TV GloboLuxemburgo pede atenção apesar da má fase palmeirenseMistérios nas escalaçõesOs dois técnicos farão mistérioaté a hora da partida.A principal dúvida gremistaestá no ataque. Após algumtempo, Luxemburgocontará com Miralles,Marcelo Moreno, Kleber eAndré Lima para o jogo.Os dois primeiros são osmais cotados para começaremjogando.A zaga voltará a ser compostapor Werley e GilbertoSilva. Gabriel e Edilsondisputam um lugar na lateraldireita.Para não dar pista dosjogadores que colocará emcampo, Felipão montouum time com 15 jogadoresno último treino do Palmeirasantes de embarcarpara Porto Alegre. O únicodesfalque da equipe será oLUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPAmeia Valdivia, vítima deum sequestro na quinta-feirae que está suspenso porter recebido o terceiro cartãoamarelo. Daniel Carvalhoé o mais cotado paraentrar no seu lugar.Antes do embarque paraa capital gaúcha, torcedorespalmeirenses cobraramum bom resultado doelenco. METRO POAJogo abertoO PALMEIRASÉ FRACOLEONARDO MENEGHETTIleitor.poa@metrojornal.com.brMas não está morto. Vive ambiente conturbado,é verdade. Não ganha nada há tempos. Tem umtreinador questionado dentro e fora do clube,que já anunciou sua saída ao final do contrato,em dezembro. E agora o episódio Valdívia, quesofreu sequestro-relâmpago e não quer maismorar no Brasil. Mas esse ambiente não eliminaantecipadamente o Palmeiras da Copa do Brasil.O Grêmio precisará jogar um convincente futebolpara ir à final da competição. Nessas horas,de dificuldades, Felipão costuma crescer. Saberemobilizar o grupo, ainda que não o tenha conseguidonesta sua segunda passagem pelo clube.O Grêmio tem mais recursos técnicos que oPalmeiras. Também dá sinais de estar mais encaixadotaticamente. A tabela do CampeonatoBrasileiro confirma: o Grêmio é terceiro colocado,com nove pontos. O Palmeiras é penúltimo,com apenas um pontinho, no empatediante da Portuguesa.Mas a Copa do Brasil pode não medir exatamenteessa diferença. Trata-se de um torneio,decisões rápidas, regulamento diferenciado,fator local preponderante. Se o Grêmio subestimar,ainda que minimamente, seu adversário,estará fortemente ameaçado.Luxemburgo não pode inventar. Momentosdecisivos sugerem os melhores em campo. Portanto,Kleber e Marcelo Moreno. São os atacantestitulares, ainda que distantes do melhormomento por fatores diferentes. Kleber estáem busca de ritmo. E só alcançará jogando. Portanto,ao campo! Moreno teve uma queda derendimento, chegou atrasado de La Paz, ondeserviu a Bolívia, mas joga mais que André Lima.O argentino Miralles é uma boa opção para odecorrer da partida, se Kleber não resistir. Écom Kleber e Moreno que o Grêmio deve espantaro Palmeiras da Copa do Brasil.O Grêmio precisa usar a seu favor este primeirojogo. O Olímpico será uma panela depressão. O clube está carente de reviver estesmomentos, de intensidade, emoção, competitividade.Portanto, chegou a hora. Luxemburgodeverá usar todos os recursos emocionais afavor de seu time. Contagiar o grupo. O Grêmioprecisa ser vibrante, envolvente e pegador.Mas também organizado e atento às estratégiaspalmeirenses. Assim, construirá vantagempara decidir a vaga mais confortavelmente forade casa.Do outro lado um técnico experiente, comandandoum time cheio de limites. Tecnicamenteo Palmeiras é um time fraco. Mas temcamisa, tradição, alguns raros destaques individuaise o treinador. Este sim, o trunfo. Felipãoconhece esses momentos decisivos. E,neste ano, Felipão já levou uma sapecada doGuarani, que eliminou o Palmeiras em jogoúnico pelas quartas-de-final do Paulistão. Portanto,estará ainda mais atento.O Palmeiras é o mais fraco dos semifinalistas.Não ganha um título expressivo desde 1999,quando, com Felipão, levou a Libertadores.Desde então, venceu uma inexpressiva Copa dosCampeões, em 2000, e o Paulistão de 2008. É umclube que se apequenou nestes últimos anos.Última linhaEnquanto isso, o Inter procura por jogadorescasados. Solteiros bom de bola estão barrados.Se o critério for esse, o clube terá um time comportado,caseiro, talvez na quinta colocação doCampeonato.O jornalista Leonardo Meneghetti assina todas as quartas-feiras esta coluna, que aborda temas esportivos.Caminhodifícil parao vôleiLevar a medalha de ourono vôlei de quadra nãoserá fácil em Londres. AFederação Internacionalde Vôlei divulgou ontemos grupos das chavesmasculina e feminina dotorneio olímpico.O time de Bernardinhocaiu no Grupo B, oda morte, ao lado de Rússia,Estados Unidos, Sérvia,Alemanha e Tunísia.No feminino, as brasileirasenfrentarão EstadosUnidos, China, Sérvia,Turquia e Coreia do Sul.Os quatro melhores decada chave avançam paraas quartas de final deLondres.METRO POA

More magazines by this user
Similar magazines