w w w . o d e b r e c h t . c o m

infraestructura.org.co
  • No tags were found...

w w w . o d e b r e c h t . c o m

w w w . o d e b r e c h t . c o m


E S T R U T U R A E M P R E S A R I A L D A O R G A N I Z A Ç Ã O O D E B R E CH TFundada em 1944, a Odebrecht é uma organização brasileira composta pornegócios diversificados. Seus mais de 120 mil integrantes estão presentes empaíses das Três Américas, África, Oriente Médio, Ásia e Europa.H O L D I N GN E G Ó C I O SEngenharia e ConstruçãoVoltada para amanutenção da unidadefilosófica e para odirecionamentoestratégico dasempresas daOrganização, buscaagregar qualidade aoempresariamento dosnegócios, promover odesenvolvimento depessoas e preservare fortalecer o espíritode grupo.Óleo e GásQuímica e PetroquímicaEmpreendimentos ImobiliáriosInvestimento em Energia eInfraestruturaInvest. em Água e Esgotos eTratamento de ResíduosInvestimentos em Transporte,Logística e Aerop. BrasilEtanol, Açucar e BionergiaDefesa e TecnologiaINSTITUIÇÕES AUXILIARESAÇÃO SOCIALOCS – ODEBRECHT ADMINISTRADORA E CORRETORA DESEGUROS LTDA.FUNDAÇÃO ODEBRECHTODEPREV ODEBRECHT PREVIDÊNCIA


CONSTRUTORA NORBERTO ODEBRECHTS.A.E M P R E S A L Í D E R D O N E G Ó C I OÃ OE N G E N H A R I A E C O N S T R U ÇA Odebrecht é a maior empresa de Engenharia eConstrução da América Latina e presta serviçosintegrados de engenharia, suprimento, construção,montagem e gerenciamento de obras civis,industriais e de tecnologia especial.Em quase sete décadas de trajetória, a ConstrutoraNorberto Odebrecht (CNO) diversificou suas áreasde atuação dentro da Engenharia e Construção,atendendo segmentos como: transporte, energia,empreendimentos imobiliários, plantas industriais,saneamento, petróleo e gás, irrigação e mineração.Em 2009, a empresa passou por umareestruturação. Suas então seis vice-presidênciasforam desmembradas em negócios independentes:Odebrecht EnergiaOdebrecht Engenharia IndustrialOdebrecht InfraestruturaOdebrecht América Latina e AngolaOdebrecht VenezuelaOdebrecht InternationalPresente em países da América do Sul, AméricaCentral e Caribe, América do Norte, África, OrienteMédio e Europa, a Odebrecht é a maior exportadorabrasileira de serviços, e sua atuação descentralizadalhe permite satisfazer as necessidades específicasde seus clientes, por ser uma empresa local em cadapaís onde atua.


C U L T U R A E M P R E S A R I A LTecnologia EmpresarialOdebrechtPrincípios Fundamentais da TEOReferência ética e cultural aTecnologia Empresarial Odebrechtorienta as ações de todos osintegrantes da Organização. Constituiseem um conhecimento empresarial –formado por princípios, conceitos ecritérios – construído na práticacotidiana de servir clientes e deproduzir riquezas econômicas esociais. Diferencial que qualifica otrabalho da Odebrecht, a TEO é oprincipal patrimônio intangível daOrganização.Reinvestimentodos Resultados,para criação denovas oportunidadese desenvolvimentodas comunidadesDesenvolvimentodas Pessoas,por meio da Educaçãopelo e para oTrabalhoServir ao Clientecom qualidade,produtividade eresponsabilidadesocioambientalConfiança nasPessoas,em sua capacidadee em seu desejode evoluirParceria entreos Integrantes,que participam darealização dotrabalho e da partilhados resultadosRetorno aosAcionistasdo capital investidoe valorizaçãodo seu patrimônioAtuaçãoDescentralizadacom base nadelegação plenae planejada


S A T I S F A Z E N D O C L I E N T E SO Cliente Satisfeito é o principalfundamento para a existência daOrganização.Portanto, é princípio básico da ação empresarial dosintegrantes da Odebrecht servi-lo com ênfase naqualidade, na produtividade e na inovação; comresponsabilidade social, comunitária e ambiental; ecom pleno respeito às leis e aos regulamentos de cadapaís ou região em que atuam.A Construtora Norberto Odebrecht orgulha-se emestabelecer parcerias de longo prazo com seus clientes.São exemplos:desdePetrobras (Brasil) 1953Cemig (Brasil) 1960Coelba/Iberdrola (Brasil) 1969Infraero (Brasil) 1972Furnas (Brasil) 1972Chesf (Brasil) 1972Companhia Vale do Rio Doce (Brasil) 1977Eletronorte (Brasil) 1979desdeGamek (Angola) 1982Metrô de São Paulo (Brasil) 1983Brisa – Auto-estradas de Portugal 1985Cedegé (Equador) 1987Metropolitano de Lisboa (Portugal)1992Miami International Airport (EUA) 1992Corpo de Engenheiros do ExércitoAmericano (EUA) 1993Plataforma de RebombeioAutônoma – PRA-1,construída para a Petrobras,nossa cliente há mais de 50anos


E X P E R I Ê N C I AG L O B A LRússiaInglaterrDesde a 1997AlemanhaEstadosDesde Unidos 1991Portugal Desde 1988MéxicoDesde 1992RepúblicaDominicanaDesde 2003EspanhaLíbiaDesde 2007IraqueKuwaitCoreia doSul Desde 2009Venezuela Desde 1992ChinaPanamáDesde 2004Costa RicaColômbiaDesde 1993LibériaDesde 2007CongoGabãoDjibutiÍndiaEmirados ÁrabesUnidosCingapuraEquadorDesde 1987PeruDesde 1979BolíviaA Odebrechtexecutou mais de 2mil obras, em maisde 30 países.ParaguaiChileArgentinaDesde 1989BrasilDesde 1944UruguaiAngola Desde 1984MoçambiquDesde e 2007BotsuanaÁfrica doSulRECEITA ACUMULADANO EXTERIOR DESDE 1979:US$ 43,0 bilhões


Data-base: Julho/2011D E S E M P E N H O H I S T Ó R I C OA Odebrecht já participou da construçãoe instalação de:• Usinas hidrelétricas que geram,no total, 52.757 MW• Usinas térmicas e nucleares queproduzem 5.438 MW• 6.297 km de linhas de transmissãode energia• Mais de 8.236.968 de m 2 em edificações• 11.616 km de rodovias• 2.091 km de ferrovias• 291 km de túneis• 187 km de pontes e viadutos• 147 km de linhas de metrô• 47 portos• 39 aeroportos• Projetos responsáveis pela irrigação de 275.664 ha de área• 155 estações de tratamento e elevatórias de água e esgoto• 154 Km de Emissários• 7.113 km de Dutos e tubulações• 328 mil t de estruturas offshore


S E G M E N T O S D E A T U A Ç Ã OAEROPORTOSEMPREENDI-MENTOSCOMERCIAIS EEMPRESARIAISPLANTASINDUSTRIAISPROJETOSDE MINERAÇÃOBARRAGENSEMPREENDI-MENTOS DETURISMO ELAZERPLANTASQUÍMICAS EPETROQUÍMICASPROJETOS DESANEAMENTOCENTRAISNUCLEARESFERROVIASPLATAFORMASE SERVIÇOSOFFSHOREREFINARIASCENTROSCULTURAISE ESPORTIVOSGASODUTOSE OLEODUTOSPONTES EVIADUTOSRODOVIASCONSTRUÇÃONAVALCONDOMÍNIOSRESIDENCIAISLINHAS DETRANSMISSÃODE ENERGIAPORTOSUSINASHIDRELÉTRICASPROFISSIONALIZAÇÃODESENVOLVI-MENTOURBANOMETRÔSPROJETOSDE GESTÃOAMBIENTALUSINASMETALÚRGICASESIDERÚRGICASECLUSAS EHIDROVIASPLANTAS DEPAPEL ECELULOSEPROJETOSDEIRRIGAÇÃOUSINASTERMELÉTRICAS


P E S S O A S D E C O N H E C I M E N T OI N T E G R A N T E S Dez/2010Brasil 76.882Exterior 40.642Desde 1944, a Construtora Norberto Odebrechtvem agregando competências para servirmelhor seus clientes. Durante sua trajetória,executou mais de 2 mil obras, em mais de 30países. Isso só foi possível porque, ao longo dotempo, os integrantes da Odebrecht seempenharam na materialização dos sonhosdesses clientes, baseando suas ações naTecnologia Empresarial Odebrecht, cujosprincípios fundamentais foram e continuamsendo transmitidos de geração a geração, numprocesso educativo permanente. A condiçãoessencial para isso é que a Odebrecht éformada por Pessoas de Conhecimento,capazes de educar, aprender e se desenvolver,preparadas para enfrentar novos e melhoresdesafios, capacitadas para liderar equipes,qualificadas para satisfazer clientes exigentese, principalmente, comprometidas coma formação de seus sucessores.Total 117.524


P E S S O A S D E C O N H E C I M E N T OA preocupação em formar e desenvolverPessoas de Conhecimento levou a ConstrutoraNorberto Odebrecht a criar programas destinadosao crescimento profissional e pessoal de seusintegrantes. São exemplos:• Programa Jovem Parceiro• Programa de Introdução à Cultura Odebrecht• Programa Jovem Construtor• Programa de Técnicos e Encarregados• Programa de Desenvolvimento de Empresários – PDE• Programa de MBA• Programa de Empresariamento e NetworkGlobal – A Arte de Servir• Cardápio de Programas para os Parceirosdo Líder Empresarial


w w w . o d e b r e c h t . c o m


Maracanã – Rio 2014Apresentação do Projeto


O MaracanãVÍDEO


Seções Típicas da Obra


Seções Típicas da Obra


Seções Típicas da Obra


Seções Típicas da Obra


Seções Típicas da Obra


Seções Típicas da Obra


Seções Típicas da Obra


Seções Típicas da Obra


MARACANÃ 2014Arquitetura


MARACANÃ 2014Planta Pavimento TérreoADMINISTRAÇÃOCERIMONIALCOMPETIÇÃO (ATLETAS E OFICIAIS DEJOGO)ESTACIONAMENTOHOSPITALIDADE ACESSOLOGÍSTICA (SERVIÇO / DISTRIBUIÇÃO /DEPÓSITO)IMPRENSAMÉDICOACESSO VIP E VVIPÁREAS TÉCNICASSALAS DE STA


MARACANÃ 2014Planta 1º PavimentoBARES E LANCHONETESPÚBLICO GERALMÉDICOSANITÁRIOS PÚBLICO VIPSEGURANÇA/CREDENCIAMENTO


MARACANÃ 2014Planta 2º PavimentoBARES E LANCHONETESPÚBLICO GERALPÚBLICO VIPMÉDICOSANITÁRIOSSEGURANÇA/CREDENCIAMENTO


MARACANÃ 2014Planta 3º PavimentoBARES E LANCHONETESPÚBLICO GERALPÚBLICO VIPMÉDICOSANITÁRIOSSEGURANÇA/CREDENCIAMENTOTRIBUNA DE HONRA


MARACANÃ 2014Planta 4º PavimentoBARES E LANCHONETESIMPRENSASANITÁRIOS


MARACANÃ 2014Planta 5º PavimentoBARES E LANCHONETESPÚBLICO GERALIMPRENSASANITÁRIOSSALA DE ÁUDIO E VÍDEOSALA DE CONTROLE PM E BMS


MARACANÃ 2014Sistemas de Ar Condicionado


MARACANÃ 2014Ar CondicionadoPavimento TérreoSISTEMAÁGUA GELADA1.257 TR1º Pavimento 2º Pavimento 3º Pavimento 4º PavimentoVRFÁGUA GELADA5º PavimentoTÉRREO 1 PAV 2 PAV 3 PAV 4 PAV 5 PAVTOTALHALL IMPRENSAAUDITÓRIO | FOYERHALL VIP | ZONA MISTASALAS PTAs |STAs | LTAs7.490 M2 7.490 M2SALAS PTAs |STAs | LTAs SALAS PTAs |STAs | LTAs SALAS PTAs |STAs | LTAs SALAS PTAs |STAs | LTAsSALAS PTAs |STAs | LTAsVRF1.789 TRTOTAL = 3.376 TRÁREAS TÉCNICASNORTE | LESTE4.000 M2 4.450 M2 12.200 M2 6.650 M2 1.450 M2 640 M2ÁREAS VIP E LOUNGE VIPLESTE | OESTECAMAROTES LOUNGESLESTE | OESTETRIBUNA VVIPCAMAROTESOESTELOUNGE IMPRENSAOESTECABINES DE IMPRENSA ESALAS DE CONTROLEOESTE29.390 M236.880 M2


MARACANÃ 2014Instalações Prediais


MARACANÃ 2014HidráulicaPREMISSAS - (CONFORME LEED)• 30% REDUÇÃO NO CONSUMO DE ÁGUA;• 50% REDUÇÃO NO CONSUMO DE ÁGUA POTÁVEL PARA IRRIGAÇÃO;SISTEMAS ADOTADOSÁGUA POTÁVEL - UTILIZAÇÃO DE DISPOSITIVOS ECONOMIZADORES DE ÁGUA• Mictórios de baixa vazão.• Torneiras com fechamento automático e restritores de vazão.• Válvulas de descarga com caixas embutidas.ÁGUA INDUSTRIAL• Captação e armazenamento de água de chuva• Reaproveitamento da água de irrigação do campo de jogo


MARACANÃ 2014ElétricaPREMISSAS (CONFORME LEED)6% de redução no consumo de energiaSISTEMA ADOTADO1. ANEL DE DISTRIBUIÇÃO EM MÉDIA TENSÃO 13,8kv;2. ANEL DE DISTRIBUIÇÃO EM BAIXA TENSÃO 380V / 220V;3. GERADORES PARA CARGAS DE EMERGÊNCIA;4. NOBREAKS PARA CARGAS ESSENCIAIS;


MARACANÃ 2014ElétricaCARACTERÍSTICAS DO SISTEMA PARA ECONOMIA DE ENERGIA• MENOR QUEDA DE TENSÃO;• MENOR AQUECIMENTO DOS CONDUTORES;• LÂMPADAS E REATORES DE MAIOR EFICIÊNCIA;• MAQUINÁRIO MAIS EFICIENTE;• AUTOMAÇÃO E CONTROLE DOS SISTEMAS PARA MAIOR EFICIÊNCIA;• Controle da Iluminação dos ambientes;• Controle de elevadores e escadas rolantes;• Controle do sistema de ar condicionado e ventilação;


MARACANÃ 2014MACRO DISCIPLINAS• SALAS DE CONTROLE• BMS – BUILDING MANAGEMENT SYSTEM• SALA DE ÁUDIO E VÍDEO• SALA DE SEGURANÇA (Polícia Militar)• AUTOMAÇÃO PREDIAL E CONTROLE DIGITAL• CONTROLE DE ACESSOS• DETECÇÃO E ALARME DE INCÊNDIO• CFTV• SONORIZAÇÃO• BROADCAST• VÍDEO PROJEÇÃOSistemas Eletrônicos


MARACANÃ 20141- SALAS DE CONTROLESistemas Eletrônicos22,99M²AUTOMAÇÃO PREDIALCFTVCONTROLE DE ACESSODETECÇÃO DE INCÊNDIOHORÁRIO UNIFICADO55,38M²SONORIZAÇÃOVÍDEO PROJEÇÃOTELÕES DE CAMPO


MARACANÃ 20141- SALAS DE CONTROLESistemas Eletrônicos152,57M²CFTV


ESTAÇÃO INTERNA DEOPERAÇÃO DPSSISTEMAELETRÔNICOSSISTEMA DE CFTVSISTEMA DE AUTOMAÇÃOPREDIALSISTEMA DE DETECÇÃO DEINCÊNDIOSISTEMA DE CIRCUITOFECHADO DE TVSONORIZAÇÃOSISTEMA DESONORIZAÇÃOSISTEMA DE CONTROLE DEACESSO PÚBLICOSISTEMA DE CONTROLE DE ACESSORESTRITOSISTEMA DE ALARME DEINTRUSÃO


MARACANÃ 2014SONORIZAÇÃOO SISTEMA DE SONORIZAÇÃO É FORMADO POR DUAS PARTES PRINCIPAIS:Sistemas EletrônicosÁREA EXTERNA(PÚBLICO E CAMPO)ÁREAS INTERNAS(ACESSOS, SALAS VIP,ESCRITÓRIOS, ETC)


xMARACANÃ 2014Sistema de Sonorização ExternoO projeto foi concebido com sistema de som convencional (Point Source)atendendo as demandas da FIFA para INTELIGIBILIDADE (STI) e NÍVEIS DEPRESSÃO SONORA (dB SPL) e em acordo com o novo layout de arquitetura.ySTI IEC male, masking on, [30000 rays (adapt), 1600 ms] (interference off) (STI < 0.55=77.4%) Bkg [dB]: 78 93 98 92 63 61 59 -ySPL [30000 rays (adapt), 1600 ms] (interference off)yC0 C1 C2 C3C4 C5 C6 C7C8 C9 F0 F11.00.90.80.70.60.50.40.3C0 C1 C2 C3C4 C5 C6 C7C8 C9 F0 F111511010510095SPLdB0.20.1H6 H7 H8 H9A0 A1 A2 A3A8 A9 B0 B1-EPGFSTIC0 C1 C2 C3B6 B7 B8 B9C4 C5 C6 C7B2 B3 B4 B5C8 C9 D0 D1z200 mxBD2 D3 D4 D5A4 A5 A6 A7D6 D7 D8 D990E0 E1 E2 E3E4 E5 E6 E7H2 H3 H4 H5BPF0.2G8 G9 H0 H1F2 F3 F4 F5G4 G5 G6 G7F6 F7 F8 F9G0 G1 G2 G3E8 E9 F0 F185z200 m1614xz200 m1614MaracanaMaracanano data:STI IEC male, masking on, [50000 rays (adapt), 1600 ms] (interference off) (STI < 0.55=17.0%) Bkg [dB]: 77 95 84 72 65 59 53 -STISTI-MaracanaEqx [dB]: -9 -9 -9 -9 -9 -9 -9 -SPL [50000 rays (adapt), 1600 ms] (interference off)SPLdBSTIGE0.11.00.90.80.70.60.50.40.3SPLxI3I1z200 mI2I0115110105100959085Maracanayno data:1513151312121111sum(A)sum(A)


MARACANÃ 2014VÍDEO PROJEÇÃOSistemas EletrônicosOBJETIVOSReproduzir canais específicos do estádio com informações dos jogos, placar,mensagens de multimídia e publicidade.CARACTERÍSTICASEssa distribuição é feita nos telões principais das áreas de arquibancada, e nosdisplays distribuídos nas demais áreas do público.Poderá ser utilizado para reproduzir canais de concessionárias de TV a cabopara os sets de TV's privados, conforme definições da programação dosistema.• 4 VIDEOWALLS (Aprox.100M2 de área de projeção)• 360 Displays de TV (42") (área do público e sets privados)• 64 Time Displays


MARACANÃ 2014VÍDEO PROJEÇÃOSistemas EletrônicosPLACAR E PROJEÇÃO DE VÍDEO :O Maracanã deverá ser equipado com 4 sistemas de videowall (com aprox.100m2 de área de projeção).


Cobertura


Cobertura13,50m68,40m


Cobertura


Cobertura


Cobertura


Cobertura


Cobertura


Maracanã em números


ASSENTOSArquiteturaÁrea construída 203.462,60 m²Catracas 140Capacidade de público 78.639Público geral 68.655Camarotes 2.174Vip 6.888VVip 152Portador de obesidade 85Portador de mobilidade reduzida 85Portador Necessidade Especial 90Camarotes (quant.) 1102º Pavimento 763º Pavimento 34CirculaçãoElevadores 17Escadas rolantes 12Rampas 6Sanitários 247Sanitários (PNE) 67Bacias 1.222Lavatórios 969Mictórios 857Bares 60Cobertura 47.757,00 m²Campo de jogo105 x 68 mEstacionamento interno358 vagasVidro (m²) 6199,95Portas 1.114Esquadrias 210Portões área interna 86


InstalaçõesVídeo-ProjeçãoTelões 100m² 4Displays 42" 360Time Displays 64SonorizaçãoAlto-falantes internos 3.860Alto-falantes externos 80LuminotécnicaRefletores (2000w) - Iluminação de Campo 400Luminárias (110 tipos) 23.500ElétricaSubestações / carga instalada total9 / 19.500KvaGeradores (5.000 Kva) 4No-breaks (2.700 Kva) 4Ar CondicionadoÁgua gelada954 TRVRF1.789 TRVRF (alta precisão)330 TRCFTV 314Infraestrutura para Cameras (transmissão) 150


ProjetoNº de pranchas 2.178Empresas projetistas 12CivilDemolição de concreto 28.626,69 m³Estaca raiz (quantidade) 1.152 unAreia 13.397,00 m³Brita 25.365,00 m³Cimento (sacos de cimento) 173.320 unAço CA-50 3.140,00 TConcreto estrutural 31.746,45 m³Pré-moldado (peças) 3.400 un


Pré-Moldados


Pré-MoldadoPRÉ-MOLDADONº total de peças 3.174Nº de tiposNº de especiaisSérie A Série B Série C Série D122 306 65 82Série A Série B Série C Série D25 43 10 9


Pré-Moldado


Pré-Moldado


Pré-Moldado


Pré-Moldado


Pré-Moldado


Pré-Moldado


Certificação LEED ®


Certificação LEED ®O que é o LEED?USO DEENERGIA24% - 50%EMISSÕESDE CO233% - 39%USO DEÁGUA40%RESÍDUOSSÓLIDOS70%


Certificação LEED ®A Certificação• Certificado• Prata• Ouro• Platina


Certificação LEED ®A Certificação


Certificação LEED ®Pré-requisitos e RequisitosPrevenção de Poluição nas Atividades de Construção:• Escolha do terreno• Densidade urbana e comunidade local• Transporte Alternativo, Acesso ao transporte público• Transporte Alternativo, Veículos com baixa emissão e baixoconsumo• Transporte Alternativo, Estacionamentos• Ilhas de calor, Não-cobertura• Ilhas de calor, Cobertura


Certificação LEED ®Pré-requisitos e RequisitosRedução no consumo de água, Reduzir 20%• Água potável para paisagismo - Reduzir o consumo em 50%• Tecnologias inovadoras para Efluentes• Redução no consumo de água, Reduzir 30%Comissionamento básico dos sistemas que consomem energiaEficiência energética mínima – reduzir custo em 10% ao anoProibição de CFC• Otimizar eficiência energética - Redução de Consumo - 12%• Gestão Avançada do Gás Refrigerante (ar condicionado)• Medição e verificação - edificação• Energia limpa


Certificação LEED ®Pré-requisitos e RequisitosDepósito de Recicláveis• Reso do edifício - Manter 55%• Gestão de resíduos em obra - 75% fora de aterro• Conteúdo reciclado - 20% (pós-consumo + ½ pré-consumo)• Materiais regionais - 20%• Madeira certificada FSC


Certificação LEED ®Pré-requisitos e RequisitosQualidade do ar internoControle da fumaça de tabaco• Monitoramento do ar exterior• Ventilação adicional• Plano para Qualidade Interna do Ar durante a obra• Plano para Qualidade Interna do Ar: antes da ocupação• Materiais com baixo - VOC, adesivos e selantes• Materiais com baixo - VOC, tintas e revestimentos• Controlabilidade dos Sistemas: Iluminação• Conforto térmico – ar condicionado• Conforto térmico, verificação• Iluminação natural para 75% dos espaços• Acesso à paisagem para 90% dos espaços


Certificação LEED ®LEED na ObraLava-RodasCaixa deDecantaçãoLava BicaCanaletaProteção de Bueiro


Certificação LEED ®LEED na ObraProteção do TOPSOIL selecionadoAspersão de águaProteção da Base doTapume


Certificação LEED ®LEED na ObraProteção das ÁrvoresUtilização de Macerascom SerragemKit de MitigaçãoProteção do Solocom Lona PlásticaColeta Seletiva naObra


A Evolução da Obra


EVOLUÇÃO DA OBRA23 de agosto de 2010Retirada das cadeiras azuis do estádio14 de setembro de 2010Demolição da arquibancada inferior15 de outubro de 2010Avanço da demolição naarquibancada inferior


EVOLUÇÃO DA OBRA26 de novembro de 2010Início da demolição da arquibancada superior doestádio no setor Leste.17 de janeiro de 2011Entulho demolido é britado para reaproveitamento emreaterros e parte das novas estruturas.16 de dezembro de 2010Desmontagem e demolição dos camarotes


EVOLUÇÃO DA OBRAJaneiro de 2011Início da demolição da arquibancada superior lesteentre os pilares 2 e 3.


EVOLUÇÃO DA OBRAFevereiro de 2011Início das estacas da Rampa de Acesso 1.Março de 2011Conclusão das fundações da Rampa de Acesso 4.


EVOLUÇÃO DA OBRAMaio de 2011Início do corte da cobertura no setorNorte.Término do estaqueamento da novaarquibancada no setor leste.


EVOLUÇÃO DA OBRA22 de Junho de 2011Junho de 2011Início da retirada da marquise com a utilização de guindastecom cap. 400 ton04 de Julho de 2011


O MaracanãVÍDEO


FIM.Muito Obrigado!

More magazines by this user
Similar magazines