Relatório Anual 2011 - INTEC - Tecpar

tecpar.br
  • No tags were found...

Relatório Anual 2011 - INTEC - Tecpar

GESTÃONOSSA CAUSAInovaçãoNOSSA MISSÃOContribuir para odesenvolvimento econômico etecnológico regional por meiode empresas de base tecnológicaNOSSA VISÃOSer reconhecida como referêncianacional no desenvolvimentode novas empresas de basetecnológica de classe mundial6


PLANEJAMENTO ESTRATÉGICOCom a adoção do modelo gestão de incubadoras doCentro de Referencia e Apoio a Novos Empreendimentos(Modelo Cerne) está em desenvolvimentouma plataforma de soluções que favorecerão aampliação da capacidade das incubadoras de gerarempreendimentos inovadores bem sucedidos.O Planejamento Estratégico da INTEC elaboradopara o período 2009-2013 teve sua segunda revisãono primeiro semestre. Foram revisados os objetivosestratégicos e os temas atribuídos à implementaçãodo modelo de gestão em consonância com o Planejamentodo TECPAR, definido em função dos eixosprioritários de atuação estabelecidos pelo Governodo Estado e seus desdobramentos em objetivosestratégicos em cada área.CONSELHO DA INTECO Conselho da Incubadora é responsável por orientare supervisionar a política de empreendedorismoe de inovação da INTEC, incentivando a geração deemprego e renda, propiciando o desenvolvimentode novos processos, produtos e serviços inovadores.No primeiro semestre de 2011, o Conselho teve ainclusão de mais dois representantes de entidades.Passou a ser constituído por 11 integrantes sendo 2membros natos (o Presidente do TECPAR e o Gerenteda INTEC) e 9 representantes de entidades públicase privadas, convidadas e nomeadas pelo DiretorPresidente do TECPAR.Passam a compor o Conselho, representantes do:- Serviço Brasileiro de Apoio à Pequena e Média Empresa no Paraná(SEBRAE/PR),- Agência de Fomento Paraná S.A. (AFPR),- Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior doParaná (SETI),- Secretaria de Estado da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul(SEIM),- Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR),- Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE),- Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP),- Instituto Carlos Chagas da Fundação Oswaldo Cruz (ICC/FIOCRUZ),- Empresa Graduada na INTEC - BEMATECH.A relação dos conselheiros da INTEC consta doanexo 1.ELEIÇÃO DO PRESIDENTE DOCONSELHO12 de maio de 2011, posse da Dra. Maria Elisabeth Lunardi.Em 12 de maio de 2011, a representante daSecretaria de Estado da Ciência, Tecnologia eEnsino Superior (SETI), Dra. Maria Elizabeth Lunardi,Coordenadora de Ciência e Tecnologia, foi eleitapresidente do Conselho da Incubadora.No segundo semestre, a Seti substitui a Dra. MariaElizabeth Lunardi pela Professora Dra. Sueli EdiRufini na representação da Secretaria no Conselho.Em 06 de agosto de 2011, durante a 6ª ReuniãoOrdinária, a Dra. Sueli foi eleita para a Presidência doConselho.6ª Reunião Ordinária, posse da Dra. Sueli E. RufiniPLATAFORMA REGIONALEstá em implantação uma Plataforma Regionalde Apoio Integrado entre a INTEC, IncubadoraCoordenadora, e cinco incubadoras paranaenses(associadas) com recursos da FINEP por meio doPrograma Nacional de Apoio às Incubadoras deEmpresas (PNI). A Plataforma tem por objetivodesenvolver um modelo de gestão profissionaldas incubadoras, que resulte em empresascompetitivas no mercado, utilizando como basede desenvolvimento o modelo gestão do CERNE,proposto pela ANPROTEC e SEBRAE.PARQUE TECNOLÓGICO DA SAÚDE7O Parque Tecnológico da Saúde foi criado em04 de Fevereiro de 2011 para o atendimento aoobjetivo estratégico do planejamento estratégicodo TECPAR “atender a demanda explicitada pelo


complexo industrial da saúde“, caracterizando aespecialização do Campus do Tecpar na CidadeIndustrial de Curitiba (CIC) no desenvolvimentode novas tecnologias nas áreas de biotecnologia,nanotecnologia, equipamentos e novos materiaisassociados à Saúde.Também estão à disposição do Parque Tecnológicoda Saúde e das organizações integrantes do Parqueas utilidades presentes no Campus de Araucária doTecpar. Nesse campus com o objetivo de consolidara Incubação de empresas estimuladas pelodesenvolvimento de protótipos de equipamentosodonto médico hospitalares, será realizada em2012, a montagem de um Laboratório de TestesPré-Clínicos. O Laboratório terá integração com oLaboratório de Prototipagem (FabLab) laboratóriopara fabricação de protótipos e projetos de circuitoeletroeletrônicos, com ênfase em equipamentoseletro médicos que será implantado entre 2012 e2013 na Incubadora, Campus da Cidade Industrial.CAPACITAÇÃOAs atividades de Capacitação na Incubadoraabordam os principais aspectos relacionados aonegócio: a incubadora, os empreendedores, osprodutos e serviços, o capital, o mercado e a gestão.Implantação do Cerne 1Em novembro de 2011 dois membros da equipe doprojeto PNI, Rosi Mouro da INTEC e Paulo Bueno daUTFPR participaram em Foz do Iguaçu, na fundaçãodo Parque Tecnológico de Itaipu do curso deNivelamento do modelo Cerne. O treinamento foiministrado pela Anprotec com duração de 16 horas,sendo a primeira etapa denominada Nivelamentode Conceitos e seguida do Curso de Implantação doCerne 1.Seminário Nacional da AnprotecO gerente substituto da INTEC, Jorge Takeda,participou do evento da Anprotec realizado emPorto Alegre. Na oportunidade fez vários contatosobjetivando conhecer experiências de outrosestados na formação de parques tecnológicos e naatração de empresas de base tecnológica.Programa de Capacitação em Gestão daInovaçãoIniciado em setembro de 2011 e com duraçãode 80h o Programa teve a participação de FelipeAugusto Scuissiatto da equipe técnica daIncubadora. Os temas abordados foram Gestão daInovação, Geração e Seleção de Ideias, Instrumentosde Políticas de CT&I, Redes e Alianças Estratégicas,Elaboração e Gerenciamento de Projetos de PD&I,Gestão Financeira e de Riscos em Inovações,Metrologia, Normalização e Conformidade, Gestãodo Conhecimento na MPE, Propriedade Intelectual,Inovação, Sustentabilidade e ResponsabilidadeSocial. Realizado pela UTFPR em parceria com oTECPAR (por meio do Tecpar Educação) teve o apoiodo CNPq.Participaram também técnicos de cinco empresas incubadas na INTEC:Empresa incubadaCONS. TECN. TECPAR – HEMOBRAS – FIOCRUZHI TECHNOLOGIESIMPACTO INTELIGÊNCIA MÉDICASOLBRAVO SASPL EVOLUTIONParticipanteLeonardo FotiGean F. Derosso ChuSolange Abicalaffe SerciMarcos A. BrehmLuiz Rodrigo Soares8


AVALIAÇÃO TÉCNICA E MERCADOLÓGICASELEÇÃO DE EMPREENDIMENTOSAtuando no suporte às atividades de seleção de empreendimentos a Banca de Avaliação Técnicae Mercadológica é constituída por especialistas selecionados pelo critério de notório saber e derepresentatividade no setor ou mercado em que o empreendimento se propõe a atuar. Ao longo de 2011 aINTEC teve a colaboração de vários especialistas e empresários.AVALIADORES QUE COLABORARAM COM A INCUBADORA EM 2011.PROFISSIONALCARLOS EDUARDO DE OLIVEIRA PRAESEBER ROBERTO DA SILVAEDISON TIZZOTJOÃO DA SILVA DIASJOSÉ MARCELO A. P. CESTARIMANOEL PAIVAMARCO ANTONIL CAMARGOMARCO AURÉLIO KRIEGERMARCUS VINICIUS M. FIGUEIREDOMARIA SILVIA ROSSINORBERTO PRESTESSERGIO SCHEERTIAGO GUETTERORGANIZAÇÃOO BOTICÁRIOALL CONVERGEUNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁCENTRO UNIVERSITÁRIO FAESOFHARSECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDEENGECRAMFIOCRUZ PRHI TECHNOLOGIESIBAMABR BIOTECUNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁSINDUSCONACOMPANHAMENTO DAS EMPRESAS INCUBADASEstá em desenvolvimento pela equipe técnica da Incubadora uma sistemática para avaliação e acompanhamentodos empreendimentos incubados. A sistemática inclui metodologia para coleta de informações edesenvolvimento de formulários que vão possibilitar avaliar a maturidade dos empreendimentos conformepreconizado pelo modelo de gestão adotado (Modelo Cerne).O modelo requer a manutenção de um processo sistemático e documentado de avaliação, monitoramentoe orientação do desempenho dos empreendimentos incubados, envolvendo os cinco principais eixos dedesenvolvimento do negócio: empreendedores, produto, recursos, mercado e gestão.9


NOVOS PROJETOS E NOVOS NEGÓCIOSNOVOS PROJETOSProjeto da INTEC é aprovado pela FinepA Incubadora teve o projeto Rede Paraná, aprovadopela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). AFinep apoia com recursos propostas de formação econsolidação de incubadoras de empresas de basetecnológica e composição de redes de incubadoras.A Intec vai coordenar a criação de uma rede de incubadoras,tendo como modelo o sistema de gestãodo Centro de Referência de Apoio a Novos Empreendimentos(Cerne). O objetivo é padronizar os protocolosde avaliação entre incubadas e incubadoras,criar um ambiente de educação a distância, ampliaro acesso de empresas incubadas ao mercado e possibilitara utilização de competências e laboratóriosem rede, dentre outros.Laboratório de Testes Pré-ClínicosA Incubadora aprovou no CNPq, em dezembro de2011 um projeto com recursos para montar umlaboratório de testes pré-clínicos, com ênfase paradispositivos odonto médico hospitalares visandoconsolidar a Incubação de empresas para desenvolvimentode protótipos com a integração doFAB LAB, um laboratório para o desenvolvimento einovação na fabricação de protótipos e pequenasquantidades de circuitos eletroeletrônicos voltadosa equipamentos eletro médicos.Para implantação do Laboratório de Testes Pré-Clínicos em Dispositivos Médicos foi determinadaa utilização de uma área localizada no campusAraucária, do Tecpar, denominada Parque Tecnológicoda Saúde.NOVOS NEGÓCIOS OFERECIDOSPELA INCUBADORAcionamento de um laboratório de pesquisa, desenvolvimentoe inovação na fabricação de protótipos.Trata-se de um conceito de laboratório onde ospróprios usuários, após qualificação, podem executarseus trabalhos.O primeiro equipamento instalado no laboratório, aimpressora 3D, produz de forma rápida e com qualidadeprotótipos de produtos, possibilitando testesrápidos e provas de conceito com a possibilidade depatentes de invenção e de modelos de utilidade.Para 2012 está prevista a instalação de equipamentosPick and Place, fresadora e forno de refluxo,parte do Fab Lab, destinado ao desenvolvimento efabricação de protótipos e pequenas quantidadesde projetos de circuito eletroeletrônicos.PARQUE TECNOLÓGICO DA SAÚDEConsiderando as decisões estratégicas do GovernoFederal que destacam a necessidade de incentivaro complexo industrial da saúde no país, de modoa fomentar a inovação tecnológica, a melhoria dacompetitividade do setor e recuperar a capacidadetecnológica e a capacitação profissional para a fabricaçãode equipamentos médicos e odontológicos, aDiretoria Executiva do Tecpar, em 04 de Fevereiro de2011, instituiu o Parque Tecnológico da Saúde.O desenvolvimento de novas tecnologias nas áreasde biotecnologia, nanotecnologia, equipamentos enovos materiais associados à Saúde deverão acontecernos próximos anos no campus CIC e campusAraucária do Tecpar.Os objetivos do parque são pesquisa, desenvolvimentoe produção de novas tecnologias relacionadasdireta ou indiretamente à área da saúde eterão caráter norteador para os projetos de fomentoapresentados para viabilização das atividadesnecessárias à operação do Parque.Laboratório de PrototipagemO Laboratório de Prototipagem foi inaugurado emnovembro de 2011 com o objetivo de complementara infraestrutura necessária para o correto fun-10


NEGÓCIOS INCUBADOS EM 2011Ao longo do ano foram selecionados cinco novos empreendimentos. Firmaram contrato de Incubação asempresas Solbravo, Dyn Technologies, SPL Evolution, Impacto Inteligência Médica e a NWC Network. A INTECcomeçou o processo de internacionalização previsto no seu plano de negócios, incubando a empresa portuguesaNWC. A seguir os empreendimentos incubados em 2011:SOLBRAVOA empresa desenvolve soluções e produtos customizados paraaproveitamento de energia solar. Cumpre sua missão propagando oconhecimento sobre a oportunidade que a sociedade tem em aproveitara energia limpa e abundante do sol.DYN TECHNOLOGIESSPL EVOLUTIONA Dyn Technologies é uma empresa de tecnologia em engenhariamecânica. Oferece soluções em forma de serviços e produtos em projetosotimizados de estruturas mecânicas envolvendo análise e controle devibrações.A SPL Evolution atua na produção e pesquisa biotecnológica:desenvolvimento de princípios ativos destinados à indústriafarmacológica, cosmética e de higiene pessoal.IMPACTO INTELIGÊNCIA MÉDICA - 2IM S.A.NWC NETWORKO empreendimento deverá disponibilizar para o sistema público de saúdeuma tecnologia moderna de coleta de dados de pacientes, processamentode informações e gerenciamento informatizado e integrado, que facilitaráo controle de gastos e melhorará a qualidade do atendimento.A NWC Network Concept, que atua no ramo de gestão de redesinformáticas, automação residencial e desenvolvimento de software.Trata-se de plataforma que integra todos os serviços existentes numambiente residencial, hoteleiro, ou empresarial e é controlado por umainterface acessada através da televisão, computador ou PDA.11


CONTRIBUIÇÃO DA INCUBADORA PARA ODESENVOLVIMENTO REGIONAL SUSTENTÁVEL.Um dos indicadores mais contundentes sobre aevolução da incubadora e da consequente obtençãode suas metas para o futuro é o reconhecimentode terceiro sobre a qualidade dessas ações. Para aIntec isso se traduz no reconhecimento pelas demaisincubadoras do país, nos meios de comunicação enos prêmios obtidos por suas incubadas:PREMIO IDEA BRASIL DE DESIGN2011O prêmio obtido demonstra que o trabalho daequipe da Hi, unindo engenharia e design, ressaltaa preocupação dos empresários com a beleza e afuncionalidade do aparelho e a humanização notratamento do paciente. O Prêmio IDEA/Brasil é aedição nacional do maior prêmio de design dosEstados Unidos – o International Design ExcellenceAwards (IDEA), um dos mais respeitados do mundoque há mais de 30 anos premia empresas de todosos continentes, como Apple, Microsoft, HP e Philips.O oxímetro de pulso Milli da empresa Hi Technologies,ganhou a MEDALHA DE PRATA do Prêmio IdeaBrasil de Design na Categoria MÉDICOS & CIENTÍFI-COS.TroféuOxímetro Milli12


REDE DE COOPERAÇÃOO fortalecimento das relações interinstitucionais éum dos objetivos estratégicos da INTEC. As relaçõesde cooperação incluem instituições de ciência etecnologia, ensino, apoio ao empreendedorismo etc.A rede possibilita a ampliação do atendimento aosempreendimentos incubados e também oportunidadesde novos negócios para a região.Ao longo de 2011 a atuação da rede foi conduzidatambém em nível internacional para permitir acomparação do desenvolvimento brasileiro com ode países que também realizam ações semelhantes,com a participação no Foro Internacional de ParquesTecnológicos, no Paraguai.PLATAFORMA REGIONALEstá em implantação uma Plataforma Regionalde Apoio Integrado entre a INTEC, IncubadoraCoordenadora, e cinco incubadoras paranaenses(associadas) com recursos da FINEP através doPrograma Nacional de Apoio às Incubadoras deEmpresas (PNI). A Plataforma tem por objetivodesenvolver um modelo de gestão profissionaldas incubadoras, que resulte em empresascompetitivas no mercado, utilizando como basede desenvolvimento o modelo gestão do CERNE,proposto pela ANPROTEC e SEBRAE.REDE DE INCUBADORAS DISCUTEINTEGRAÇÃO COM CENTROINTERNACIONAL DE INOVAÇÃOOs integrantes da rede que congrega cinco incubadorasparanaenses, e de representantes do CentroInternacional de Inovação (C2I), se reuniram noinício de abril na INTEC. Participaram também representantesdas incubadoras: INTUEL da UniversidadeEstadual de Londrina, Incubadora Tecnológica deMaringá e da Incubadora Empresarial Santos Dumontdo Parque Tecnológico de Itaipu. Foi discutidaa necessidade de consolidar a identidade da rede eaprofundar a troca de informações entre as instituições.Na oportunidade, foi anunciada a criação de umaincubadora no Centro Internacional de Inovação vinculadaao Sistema FIEP. A nova incubadora poderácompartilhar a experiência da rede que, ao mesmotempo, poderá utilizar os produtos e serviços do C2I,como por exemplo, o método para avaliar a maturidadedo grau de inovação de uma empresa.Ficou acertada entre os participantes a realização deum trabalho de cooperação entre a C2I e as Incubadorascom o lançamento de cursos e treinamentosutilizando a metodologia do Centro de Referênciapara Apoio a Novos Empreendimentos (Cerne). Aideia é aprimorar e difundir a metodologia com umaoperacionalização própria da rede paranaense.PARQUE TECNOLÓGICO VIRTUAL I.Os técnicos da Incubadora, Jorge Takeda e Carlos AlbertoMacedo, estiveram na Coordenação da RegiãoMetropolitana de Curitiba - COMEC em 29 de abril.Na oportunidade se reuniram com o CoordenadorGeral Sr. Rui Hara e com o Sr. Gil Fernando BuenoPolidoro para apresentação do conceito do ParqueTecnológico Virtual. Foram apresentados os projetosaprovados pela Finep em 2009 e 2010 queestabelecem a formação da REDE PARANÁ, com acoordenação da INTEC num parque tecnológicovirtual.PARQUE TECNOLÓGICO VIRTUAL II.Um segundo encontro da equipe da INTEC com aequipe da COMEC ocorreu no final de maio. Participaram,15


PRODUÇÃO DE CONHECIMENTOA produção de conhecimento sobreempreendedorismo e inovação entre outros temasé parte da função da INTEC. A equipe da incubadorarealizou atividades de produção de conteúdo econhecimento.A INCUBADORA NA COMISSÃO DEESTUDO ESPECIAL DA ABNTJúlio C. Felix, diretor-presidente do Tecpar, queacumula a gerencia da Incubadora, coordena ogrupo que elabora normas técnicas sobre sistemasde gestão, pesquisa e inovação (PD&I) da AssociaçãoBrasileira de Normas Técnicas (ABNT). No início de2011 na Incubadora, ocorreu a primeira reunião de2011 da Comissão de Estudo Especial (CEE-130), quereúne empresas, instituições de ensino, centros depesquisa, governo e sociedade civil organizada. Felixfoi eleito para coordenar os trabalhos do grupo em2009. O grupo se reúne presencialmente uma vezpor mês e trabalha a distância nos interstícios, baseadosem experiências bem sucedidas de diversospaíses, como Inglaterra, Espanha, Portugal, México,Costa Rica, Alemanha e tantos outros.No final de 2011, na última reunião do ano, houveevolução significativa na redação da segundanorma. O novo texto está maduro e provavelmenteem meados de 2012 será finalizado, podendo serencaminhado para consulta pública nacional.SEMINÁRIO DE ECONOMIACRIATIVAO seminário de Economia Criativa organizado pelaSecretaria de Estado da Cultura do Paraná (SEEC),realizado no Museu Oscar Niemeyer (MON), em 09de novembro de 2011, teve a participação da INTEC.Na mesa moderada pela Jornalista Mirian Gasparinparticiparam os especialistas Rodrigo Brito (diretorexecutivoda Aliança Empreendedora), RicardoDallaméa (consultor do SEBRAE Paraná), Danilo Empinotti(da Agência de Fomento do Paraná), ThiagoTosatto (do BRDE) e Jorge Takeda (da IncubadoraTecnológica de Curitiba/ TECPAR).17DESAFIO C2I DE EMPREENDIMEN-TOS INOVADORESA Banca de avaliação do Desafio C2i EmpreendimentosInovadores - Desafio Brasil Regional Paraná,que selecionou e premiou as melhores e maisinovadoras empresas paranaenses teve a participaçãoda INTEC. Jorge Takeda, da assessoria técnicada Incubadora, participou da banca de avaliação doprêmio. O evento foi promovido pela Federação dasIndústrias do Estado do Paraná - FIEP, por meio doCentro Internacional de Inovação - C2i, em parceriacom a Fundação Getúlio Vargas FGV, em 10 agostode 2011.WORKSHOPS INTECAo longo de 2011 foram realizados sete eventoscom o objetivo de promover a discussão sobre osaspectos envolvidos ao empreendedorismo e àinovação em workshops que trataram de temas relacionadosao processo de concepção e desenvolvimentode empreendimentos promovendo a difusãodo empreendedorismo na comunidade.Os eventos foram dirigidos para empreendedores epotenciais empreendedores, gestores de empresas,empresas egressas da Incubadora, empresas incubadas,universitários e alunos de pós-graduação oucom projetos em hotéis tecnológicos.Esses encontros devem gerar a publicação do CadernoINTEC 2 no início de 2012.Após cada evento foram distribuídos questionáriosde avaliação. A equipe da Intec analisou critica-


mente os pontos positivos e negativos com o objetivode programar ações de melhoria.Destacam-se como pontos positivos comuns a todosos Workshops:- a participação de debatedores de renome nacional, que trouxeraminformações e ideias relevantes com conteúdos bem desenvolvidos,- o formato talk show, adotado para os eventos por proporcionar aparticipação significativa do público.Esses workshops são registrados pela Assessoria deComunicação do Tecpar e repassados para a mídiaestadual, publicados em site próprio e dos parceirosda instituição.Foram realizados ao longo de 2011:I WORKSHOP INTECLei da Inovação - Como utilizar os incentivosfiscais para a inovação nas empresas.Realizado em 25 de março de 2011 teve comopalestrante o advogado Rodrigo Arruda Sanchez,consultor jurídico credenciado pelo SEBRAE nasáreas de direito tributário e empresarial.Na sequência, o evento contou com DavianeChegoski, Gerente de Produto Internacional dosCorreios que falou sobre os Programas Exporta Fácil,Importa Fácil e Importa Fácil Ciência.III WORKSHOP INTECGovernança Corporativa e o Futuro dasPequenas EmpresasA Incubadora promoveu em 31 de maio o eventocom o tema “Governança Corporativa e o Futuro dasPequenas Empresas”.Na oportunidade, foi destacada a importância da Leide Inovação do Paraná, que passa por reformulaçãoe a importância do conhecimento e da discussãocom maior profundidade para a instituição e para osparceiros, bem como para toda a sociedade.II WORKSHOP INTECExportar e Importar no Ambiente de InovaçãoO evento ocorreu em 26 de abril com a presençade Cristiane Ribas do Programa PEIEX do Ministériodo Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior(MDIC) em parceria com o SEBRAE.O objetivo do programa é auxiliar na resolução deproblemas técnico gerenciais e tecnológicos dasmicro e pequenas empresas, com a implantação demelhorias visando alavancar a competitividade edar condições para que elas possam exportar seusprodutos.Participaram o consultor e administrador de empresasProf. Dr. Armando Rasoto que proferiu a palestra“Governança Corporativa” relacionada à gestão dasorganizações. E o administrador José HenriqueMoreira da Associação Catarinense de Empresasde Tecnologia com o tema O Papel dos Fundos deInvestimento na Implantação da Governança Corporativa.IV WORKSHOP INTECComunicação em Tempo de EmpresasInovadorasNo IV Workshop Intec, realizado em julho, foi discutidaa importância da comunicação no desenvolvimentoe planejamento de marketing em empresasde inovação. Participaram o Prof. Randy Washwall(Universidade Tuiuti), do Prof. Douglas Zela (Unifae),do empresário Carlos Jayme da Cinq Technologies,empresa egressa da INTEC, e teve a mediação dajornalista Mirian Gasparin ( Band News e Jornale).18


SENSIBILIZAÇÃO E PROSPECÇÃOUm dos processos chave da incubadora é o de sensibilizaçãoe prospecção de novos empreendimentos.Trata-se de processo sistematizado e contínuopara a sensibilização da comunidade quanto aoempreendedorismo e para a prospecção de novosempreendimentos para substituir aqueles que segraduaram.Foram desenvolvidas as seguintes atividades em2011:VISITA DE ALUNOS DEEMPREENDEDORISMOAo longo de 2011 a Incubadora recebeu alunos docurso de Gestão Ambiental da Faculdade Evangélicado Paraná, FEPAR. Foram duas visitas técnicascom cerca de 40 universitários em cada uma delas.Alunos da disciplina de Empreendedorismo estavamacompanhados pelo Professor Marcio Priotto.INTEC NO LINKEDINNo final de maio a INTEC com o intuito de fortalecere divulgar ações de empreendedorismo de base tecnológicapara sociedade em geral, criou um grupona rede social Linkedin.PARTICIPAÇÃO NA SEMANAACADÊMICAEm outubro de 2011 o Engenheiro Jorge Takedada assessoria técnica da Incubadora participou daSemana Acadêmica do Curso de Bacharelado emInformática da PUC-PR, proferindo a palestra: “Planode Negócios para empresas nascentes de tecnologia”.SEEMPRE – SEMANA DEEMPREGABILIDADE EEMPREENDEDORISMO DA UTFPRA UTFPR, por meio da Divisão deEmpreendedorismo e Inovação realizou emsetembro a XI Semana de Empregabilidadee Empreendedorismo (SEEMPRE). O eventocontou com a presença de alunos, professores eempreendedores. Na oportunidade o assessortécnico da Incubadora, Eng. Jorge Takeda, proferiuo Mini Curso: Práticas e Conceitos para Planos deNegócios em Inovação.20


DESTAQUES DA INCUBADORAENGEMOVI CONSEGUE RECURSOSPARA O HEXAFLEXO projeto já patenteado do robô chamado Hexaflex,que a Engemovi desenvolve na Intec, ganhouum novo impulso com a aprovação de recursospela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). Oprojeto financia a criação de uma rede de pesquisaenvolvendo universidades e empresas. A rede seráformada pela Engemovi e pela Petrobras, comointervenientes do projeto, pela UniversidadeTecnológica Federal do Paraná (UTFPR), pelaUniversidade Federal de Uberlândia (UFU) e pelaUniversidade Federal de Santa Catarina (UFSC).GERENTE DA INTEC É NOMEADOPRESIDENTE DO TECPARINCUBADORA INICIASEU PROCESSO DEINTERNACIONALIZAÇÃOA Incubadora Tecnológica de Curitiba do Institutode Tecnologia do Paraná começou seu processo deinternacionalização conforme previsto no seu planode negócios, abrigando na sua estrutura uma empresaportuguesa. A primeira empresa incubada é aNWC Network Concept, que atua no ramo de gestãode redes informáticas, automação residencial edesenvolvimento de software. O diretor-presidentedo Tecpar, Júlio C. Felix, recebeu o sócio-gerente daNWC André Serpa Santos na sede da incubadora edeu as boas-vindas ao empreendedor.No início de fevereiro, o engenheiro civil Júlio C.Felix assumiu a presidência do Instituto de Tecnologiado Paraná (TECPAR), substituindo o médico LuizFernando de Oliveira Ribas.No seu pronunciamento, Felix agradeceu aos funcionáriosda Intec a contribuição dada para que estaganhasse o título de melhor incubadora do país,em 2010, e disse que o Instituto deve ser o núcleoarticulador das competências para consolidar oSistema Regional de Inovação do Paraná, destacandotambém a formação do Complexo Industrialda Saúde e o fortalecimento da tecnologia industrialbásica.21O diretor-presidente do Tecpar Júlio C. Felix, o gerente da NWC André Serpa Santos eJorge Takeda da INTEC.EMPRESA INCUBADA TEMPARCERIA COM A PETROBRASEm apenas quatro meses, os técnicos da empresaEngemovi, incubada na Intec, desenvolveram, a pedidoda Petrobras, o medidor de ovalização de dutosque trazem petróleo do fundo do mar até a superfície,denominados riser. Os medidores já existentesno mercado não atendiam às necessidades daPetrobras, principal cliente dos fornecedores dessesmedidores, abrindo oportunidade, então, para que aEngemovi desenvolvesse o equipamento.O equipamento constata deformações desiguais nasparedes de cilindros, que acabam ocorrendo pordiversos fatores, como desgaste por esforços repeti-


tivos, por exemplo. Para o gerente de software daempresa, Ricardo Artigas Langer, a qualidade dessesmedidores é muito importante, principalmente naquestão ambiental.EMPRESA GRADUADA NA INTECRECEBERÁ FINANCIAMENTO DAFINEPO projeto TECNOPARQUE apresentado pelosrepresentantes da Agência Curitiba, tem o objetivode estabelecer um ambiente de interação eincentivo à inovação entre os diversos ativostecnológicos da cidade, sejam eles do poder público,da iniciativa privada ou de instituições de ensino.O Presidente do Tecpar, Júlio Felix, determinou oinício de estudos para avaliar como o Tecpar podeser beneficiado pelos dois projetos uma vez que seenquadra no perfil desses programas porque abrigaem suas dependências empresas de alta tecnologia,residentes na INTEC.A empresa Automa Consultoria & Informática Ltda,graduada pela Intec, foi aprovada no final de marçode 2011 na etapa de habilitação do edital de seleçãopública da Subvenção Econômica à Inovação,da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). Oprojeto “Computação móvel de alto desempenhopara cidades inteligentes, com aplicaçõesinovadoras para realização de eventos mundiais”, daárea de Tecnologia da Informação e Comunicação,aguarda a avaliação de mérito.TECPAR É CONVIDADO PARAINTEGRAR O TECNOPARQUEE ADERIR AO PROGRAMA ISSTECNOLÓGICORepresentantes da Agência Curitiba estiveram nofinal de abril no Tecpar apresentando à diretoria dainstituição as iniciativas da agência, dentre as quaiso ISS Tecnológico e o Curitiba Tecnoparque, quepodem representar para o Tecpar menos pagamentode impostos e mais investimentos em sua estrutura.O programa ISS Tecnológico, que tem o objetivo defomentar a pesquisa e o desenvolvimento científicoe tecnológico na cidade, permite a dedução dopagamento do Imposto sobre Serviços (ISS) em até50% para empresas de tecnologia desde que essevalor seja necessariamente investido na estrutura daempresa ou no treinamento dos colaboradores.EMPRESA INCUBADA NA INTECLANÇA PRODUTO NO MERCADOEm junho de 2011 a empresa Hi Technologiescolocou no mercado o seu principal produto,o oxímetro de pulso Milli, usado para medir aquantidade de oxigênio no sangue – um indicadordo estado de saúde de pacientes, que transmite ossinais vitais em tempo real para a equipe de saúde. Oregistro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária(Anvisa), que permite a sua comercialização, foiobtido no final de maio.HI TECHNOLOGIES RECEBE OREGISTRO DA ANVISAEm junho a empresa Hi Technologies conseguiuregistro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária(Anvisa). As maiores dificuldades enfrentadas paraconseguir o registro do equipamento médico OpenVida, foram os processos burocráticos. O Open Vidaé uma ferramenta usada por médicos que possibilitao acompanhamento do paciente a distância, pelaInternet. O equipamento já está em uso em algunshospitais e o principal cliente atualmente é aPrefeitura Municipal de Curitiba.Marcos Figueredo, Sergio Rogal Jr e Alfredo Becker, diretores da empresa.22


Hoje o Open Vida, um sistema para monitorarpacientes a distância, passou a ser um aplicativo doMilli.O Milli tem os mesmos recursos que os tablets eos smart phones. É o equipamento com a maisavançada tecnologia no mercado. É versátil, atendea hospitais, ambulatórios, unidades móveis, clínicasmédicas, veterinárias e dentistas, além de poder serutilizado pelo paciente em casa.HUMANIZAÇÃO – Com o primeiro cliente, umhospital em Curitiba que comprou o Open Vida,os sócios deram outro passo significativo paraa empresa. A Empresa percebeu também aimportância da humanização no tratamento dopaciente. Além da função médica, o Milli é umcanal de comunicação para o paciente, que nãofica desconectado do mundo nem passivo. De fácilutilização, permite que o paciente acesse a internete as redes sociais e se comunique com os familiaresem casa por meio de uma webcam. Outra vantagemé que pode ser customizado: adequado para cadasituação. Permite a instalação de aplicativos, porexemplo, para o preenchimento dos dados dopaciente quando prestados os primeiros socorrosem ambulância e para a disponibilização para ohospital no qual receberá atendimento.O empreendimento está alinhado com a novaestratégia de atuação do Tecpar dentro doComplexo Industrial da Saúde por meio de soluçõestecnológicas completas e altamente inovadoras.Atualmente o Sistema Único de Saúde (SUS)tem vários softwares que praticamente não secomunicam entre si, ou seja, têm informaçõesredundantes e desencontradas, dificultandoo trabalho do gestor. A nova ferramenta vemjustamente para consolidar essas informações,integrá-las e gerar sistemas inteligentes de apoiopara a tomada de decisão do gestor.PARCERIA INSTITUTO BRASILEIRODE ECO TECNOLOGIA E EMPRESAINCUBADAA empresa Hi Technologies, incubada Intec,assinou no início de julho de 2011, um Termode Cooperação com o Instituto Brasileiro de EcoTecnologia (Biet) para garantir que um produto daempresa, lançado recentemente, tenha destinaçãocorreta ao término de sua vida útil. A solenidade foirealizada na INTEC e teve a presença do Presidentedo Tecpar e Gerente da INTEC, Júlio C. Felix.INTEC SELECIONA EMPRESA QUEDESENVOLVERÁ SOLUÇÕES EMSAÚDEO sistema público de saúde do Brasil poderácontar em breve com uma tecnologia modernade coleta de dados de pacientes, processamentode informações e gerenciamento informatizadoe integrado, que facilitará o controle de gastos emelhorará a qualidade do atendimento.Essa tecnologia de gestão inteligente da saúde,já utilizada com êxito em países como Inglaterrae Estados Unidos, deverá ser disponibilizada aomercado brasileiro dentro de seis meses. A empresa2iM que teve o contrato de incubação assinadocom a Intec/ Tecpar deve receber o suporte técniconecessário para o desenvolvimento do sistemada 2iM. A partir do início de setembro cincoprogramadores da empresa vão trabalhar comespecialistas do Tecpar no empreendimento.Júlio C. Felix Presidente do Tecpar e Cesar Abicalafe da empresa 2IM, na assinatura docontrato de incubação.23O diretor-superintendente do Biet, MaurícioBeltrão, ressaltou que esta é a primeira parceriaque a empresa firmou com uma empresa que estácolocando um produto no mercado já pensandoem sua destinação. Normalmente a procura ocorredepois que o impacto já existe. O Instituto Brasileirode Eco Tecnologia é uma sociedade civil sem finslucrativos que tem como finalidade defender o meioambiente.COMPETIÇÃO DESENVOLVECOMPETÊNCIAS DE GESTÃODenominada “Talento Empreendedor”, a competiçãopromovida pela OGG Simulação Empresarial,empresa egressa da Incubadora, teve o apoio devárias entidades públicas e privadas engajadas napromoção da excelência em gestão. O objetivofoi desenvolver competências de gestão nosparticipantes por meio da metodologia desimulação empresarial, em uma competição abertaao público profissional e acadêmico: assumir adiretoria de uma pequena empresa tomando


importantes decisões estratégicas e táticas parasuperar a concorrência.A INTEC/TECPAR foi uma das entidades promotorasdo jogo, que teve o apoio do Conselho Regionalde Administração do Paraná (CRA-PR), daAssociação Nacional de Entidades Promotorasde Empreendimentos Inovadores (Anprotec), daempresa de tecnologia da informação Renatec, alémdo grupo de professores e consultores GPCON, daJR consultoria e do portal de administração www.administradores.com.br.Para comemorar o dia do profissional dentista,celebrado em 7 de outubro, a empresa HiTechnologies, residente na Incubadora, prestouhomenagem ao professor doutor Delson Costa, doDepartamento de Estomalogia da UniversidadeFederal do Paraná (UFPR) e, ainda, firmou parceriapara utilização no departamento do principalproduto desenvolvido pela empresa, o oxímetroMilli, que monitora sinais vitais de pacientes.A homenagem e a entrega do equipamentoaconteceram no Espaço Bematech, na Incubadora.Após a homenagem, foi lançada no mesmo eventoa campanha de humanização da empresa com acriação do portal www.humanizacao.com.br. Osite vai expor novas tecnologias que surgem como propósito de atribuir inovação e interação aosprodutos da área da saúde.PASE HIDROMETRIA VAIMONITORAR CAPTAÇÃO DEÁGUA EM MULTINACIONAL NOMARANHÃOINTEC NO VÍDEO INSTITUCIONALDO PRÊMIO NACIONAL DAANPROTECA Incubadora foi escolhida pela AssociaçãoNacional de Entidades Promotoras deEmpreendimentos Inovadores (Anprotec) paracompor o vídeo institucional do Prêmio Nacional deEmpreendedorismo Inovador 2011 - do qual ganhoutrês prêmios, nas categorias de melhor incubadoranacional, melhor da regional sul do país e a demelhor empresa incubada: a Hi Technologies.O vídeo da Anprotec mostrará o reconhecimentoque as empresas tiveram após ganharem o prêmionacional, através da promoção de empreendimentosinovadores. A Intec será apresentada como umadas mais promissoras instituições que apoiam oempreendedorismo inovador no Brasil.A empresa Viralata responsável por fazer tomadase filmagens no Tecpar, há um ano tambémcompartilha com outras empresas da Intec aexperiência de ser incubada, gerando serviçosinovadores na produção audiovisual.A Intec/Tecpar, além de 2010, já havia recebido daAnprotec o prêmio na categoria de Incubadora deBase Tecnológica em 2001.HI TECHNOLOGIES FIRMAPARCERIA E PRESTA HOMENAGEMA PROFISSIONAL DENTISTA24A Pase Hidrometria, empresa de fabricaçãode equipamentos e consultoria, residente naIncubadora, assinou acordo de cooperação parainstalar nos próximos três meses o equipamentoHidrobox, para monitorar bombas de captação deágua nos poços do Terminal Marítimo de Ponta daMadeira, da multinacional Vale, no Maranhão.O acordo foi firmado em novembro de 2011 eterá duração de quatro anos, tempo em que aempresa vai prestar serviço de análise, medição emonitoramento de recursos hídricos captados. NoParaná, a Pase Hidrometria instalou o equipamentoem diversas empresas que optaram por extrairáguas subterrâneas.DIRETOR-PRESIDENTE DO TECPARRECEBEU O PRÊMIO DA ASSESPROO Diretor-presidente do Tecpar e gerente da INTECJúlio C. Felix recebeu em dezembro o prêmio de“Personalidade Assespro 35 anos” na categoria“Poder Executivo Estadual”. A premiação foiconcedida pela sua contribuição para o avançodas propostas e da inovação do setor nacional detecnologia da informação no Estado do Paraná, nosúltimos cinco anos.


GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁCarlos Alberto RichaSECRETÁRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA E ENSINO SUPERIOR DO PARANÁAlípio LealRedação: Anice Lucia K. DaherEditoração Eletrônica: Rafael SalesFotos: Silvane Trevisan e Sayron Schimidt Souza


ANEXO 2PALESTRANTES DOS WORKSHOPS 2011LEI DA INOVAÇÃO: COMO UTILIZAR OS INCENTIVOS FISCAIS PARA A INOVAÇÃO NAS EMPRESASRodrigo Arruda SanchezAdvogado, ConsultorEXPORTAR E IMPORTAR NO AMBIENTE DE INOVAÇÃOCristiane RibasPrograma PEIEX (MDIC)Daviane ChegoskiCorreiosGOVERNANÇA CORPORATIVA E O FUTURO DAS PEQUENAS EMPRESASArmando RasotoIbmec-RJ, UP e FAEJosé Henrique MoreiraAssoc. Catarinense de Empresas TecnologiaCOMUNICAÇÃO EM TEMPO DE EMPRESAS INOVADORASRandy WashwallUniversidade TuiutiDouglas ZelaUnifaeCarlos JaymeCinq TechnologiesMirian GasparinBand News e JornaleINVESTIMENTOS NAS PEQUENAS EMPRESAS – A EMPRESA DE ALTO CRESCIMENTO – DE NASCENTES À S.A.Omar Camargo NetoOmar Camargo Corretora de ValoresMarcel Martins MalczewskiBematechRodrigo SilvestreSolbravo S.A.Armando RasotoIbmec-RJ, UP e FAEThaís Góes NagataBM&F BovespaGESTÃO DE PESSOAS NO TERCEIRO MILÊNIOCarla Virmond de MelloLígia GuerraMilena da Costa MartinezACTA, ICF, DBMPsicóloga, EscritoraUFPRDESIGN THINKING - A CRIATIVIDADE NO CENTRO DAS AÇÕES INOVADORASAna BrumCentro de Design do ParanáFlavio Leonel dos SantosTecdesignDenise DavidUTFPRItamar CrispimICC/FiocruzNaotake FukushimaNexo Design31

More magazines by this user
Similar magazines