O NOVO EIXO DE COMANDO - Mahle

mahle.com.br

O NOVO EIXO DE COMANDO - Mahle

REVISTA DOS COLABORADORES DO GRUPO MAHLE · EDIÇÃO 15 · ABRIL 2007

DE 500 PARA 600 CV DE POTÊNCIA

O NOVO EIXO DE COMANDO

CAMINCAM ® SERÁ USADO NA SÉRIE DO DODGE VIPER


Conteúdo

04 Editorial Grupo MAHLE Brasil

Objetivos: Redução dos estoques

05 Objetivos: Vendas Globais

06 Objetivos: PL Sistemas de Pistões

07 Objetivos: PL Componentes de Cilindros

08 Objetivos: PL Sistemas de Trem de Válvulas

Objetivos: Visão geral dos Sistemas de Fil-

tração

09 Objetivos: PL Sistemas de Gerencia-

mento de Ar

10 Objetivos: PL Sistemas de Gerencia-

mento de Líquidos

Objetivos: PC Aftermarket

11 Objetivos: PC Componentes de Motores

de Pequeno Porte

12 Objetivos: PC Componentes de Motores

de Grande Porte

13 Objetivos: PC Motorsport

14 Objetivos: PC Filtros Industriais

Objetivos: MAHLE Powertrain

15 6º Encontro Internacional de Executivos

16 A onda perfeita/O eixo perfeito

19 Encontro da PL Sistemas de Gerencia-

mento de Ar e Líquidos

20 Organograma do Grupo na Intranet

21 Motor Ford Duratec 35

Escória de fundição tem novo destino

22 Nova linha de fundição de bronze

Análise positiva em revestidos de cromo

23 Benefícios com Gás Natural

Menos resíduos na lavagem de peças

24 Revitalização de nascente

Sucata vira matéria-prima

25 Cafezódromo de Mogi Guaçu

Indaiatuba aproveita luz natural

Pino nitretado no mercado dos EUA

26 Lubrificação autônoma na Ferramentaria

Mogi Guaçu amplia área da Fundição

27 Projeto diferenciado em SBC

Novo estacionamento em Mogi Guaçu

28 Prêmio por inovação em Itajubá

Itajubá recebe Prêmio IEM 006

29 Dia "D" Limpeza, Organização e Descarte

Formatura de Green Belts do 6 Sigma

30 Formaturas em Itajubá

31 Formandos e nova turma do Formare SBC

Conscientiza – Educação Financeira

32 SIPAT 006

Workshop de Logística

Simulado em Indaiatuba

33 Programa 5S em Santo Amaro

Workshop da área Fiscal

6º Workshop de Compras

34 Fim de ano socialmente responsável

Voluntariado em Indaiatuba

35 Homenagem aos voluntários

Expediente · MAHLE global, Edição 15, Abril 2007: Revista dos colaboradores do Grupo MAHLE Brasil.

Endereço: MAHLE Metal Leve S.A., Av. Ernst Mahle, 000 - Mombaça - Mogi Guaçu-SP -

CEP: 13846-146 - jornalmahleglobal@br.mahle.com

Comitê editorial: Adriano Figueira Bispo, Edna Kreiton dos Santos, José Darci Nogueira, José

Luiz Zavarize, Marco Antonio B. Gondim, Renata Oikawa e Warner Augusto A. de Souza.

Correspondentes: Birgit Albrecht, Andreas Baumann, Peter Baumann, Eliane Benedito,

Benedikt Boucke, Dr. Thomas Buchholz, Dr. Hans Peter Coenen, Márcia Duda, Gerhard Eller,

Dr. Hans Enning, Joachim Fischer, Arnd Franz, Hans Gebert, Fabiana Gonçalves, Peter

Grunow, Claus Hoppen, Prof. Dr. Heinz Junker, Ingo Lagler, Sandro Leme, Dr. Bernd Mahr,

Eva Martinez, Maria José Martins, Jaqueline Oliveira, Andréia Onorato, Dr. Rudolf Paulik,

Fernanda Pedreira, Zuleica Polli, Priscila Pravato, Joachim Reichle, Rodrigo da Silva, Fred

Türk, Aline Valadão, Jürgen Waser e Ulrich Wittwer.

Produção gráfica e editorial: Cristina Andrade e Monica Massacani - Departamento de Marketing.

Redação: Luciana Kobayashi, Otavio Mazza e Sonia Rezende (Jornalista Responsável -

MTb 17.401-SP).

Produção: StudioCasecom - www.studiocasecom.com.br. Impressão: Margraf.

A reprodução total ou parcial só é permitida com a autorização da MAHLE Metal Leve S.A.

36 Valores Sem Preço

Ação solidária em Limeira

37 Ação social no Centro Camille Flamarion

Homenagem por tempo de serviço

Formação de jovens por meio da arte

38 Confraternização de fim de ano

40 Um integrante da família MAHLE

Programa 5S em São Paulo

Em novembro de 006, a Unidade São Paulo

iniciou a implantação da ferramenta 5S,

com o objetivo de aumentar a produtividade

e o fluxo de comunicação entre pessoas e

áreas, viabilizar a otimização de espaços e

facilitar o processo de mudança para a nova

unidade, em Jundiaí. Pág. 33

Homenagem aos voluntários

Em dezembro, voluntários da MAHLE foram

homenageados em todas as plantas do grupo

pelas atividades realizadas em 006. Pág. 35

Confraternização de fim de ano

Diversos eventos marcaram o final do ano

do Grupo MAHLE. Como tradicionalmente

acontece, não faltaram alegria, diversão e

muita integração entre os profissionais e

seus familiares. Pág. 38


Vocês têm em mãos o primeiro exemplar do “MAHLE global” com o

novo visual. O formato mais prático e o design moderno são o resultado

tanto da análise do questionário apresentado aos nossos leitores

há aproximadamente um ano quanto do fato de que o Global

será publicado no futuro em intervalos mais curtos. Dessa forma poderemos

informar sobre o desenvolvimento dentro do Grupo MAHLE

de maneira mais rápida e atualizada.

Lamentavelmente, esta edição não pôde ser tão colorida e variada

como queríamos. Isso porque, como vocês sabem, o primeiro número

do ano sempre é dedicado aos objetivos do grupo: são informações

concentradas, com muito para ler. No entanto damos muita

importância a informar os nossos prezados leitores do que nos propusemos

conseguir durante o ano. Porque, no fundo, o sucesso da

nossa empresa depende de até que ponto conseguiremos alcançar

realmente as metas estabelecidas. E, para isso, dependemos do

apoio de todos vocês – sobretudo nestes tempos em que o processo

de concentração do fornecimento à indústria automobilística continua

se impondo.

Hoje, 80% do volume das vendas diretas já são gerados pelos 100

maiores fornecedores de produtos terceirizados em todo o mundo. A

MAHLE já participou ativamente desse processo de concentração

nos anos mais recentes. Ampliamos continuamente nossa presença

global estratégica, bem como nossa linha de produtos. Dessa forma

estamos prontos para oferecer aos nossos clientes em todo o mundo,

com grande vantagem sobre a concorrência, o mais abrangente

espectro de produtos no setor de motores de combustão – em uma

variedade que cobre desde componentes individuais, passando por

sistemas e módulos, até montagem completa de motores e serviços

de engenharia. Também as aquisições estratégicas, que vocês seguramente

acompanharam por meio da ampla cobertura dada pela imprensa,

são investimentos para um desenvolvimento dinâmico da

nossa empresa no futuro. Atendem ao propósito de estarmos, em

cada grupo de produtos, pelo menos entre os três maiores fornecedores

e, ao mesmo tempo, equilibrando ainda mais a nossa presença

em todas as regiões do mundo.

Queremos, assim, continuar reforçando nossa posição global de

mercado nos grupos de produtos anéis de pistão e mancais de motor,

mediante a marcante incorporação do setor de peças de motor

do fornecedor americano Dana Corporation. Além das fábricas dessa

empresa nas Américas do Norte e do Sul, esse negócio inclui a joint

venture, importante para nós, com o fabricante japonês de anéis de

pistão Riken Corporation, fornecedor dos clientes de carros japoneses

na América do Norte. Ademais, o alcance dessa aquisição inclui

uma planta, nos Estados Unidos, que produz eixos de levas, a qual

Caras colegas e caros

colegas,

deve nos dar acesso ao mercado americano de fabricantes de

motores de caminhão. De igual magnitude, grande é a organização

Clevite ®, que deve nos permitir, dentro do mercado de reposição

livre norte-americano, crescer até atingirmos a segunda posição

nesse segmento. Na sua totalidade, o setor de componentes de

motor do fornecedor americano Dana Corporation, com 005 pontos

de produção e uma equipe de aproximadamente 5.000 pessoas,

em dez países, chegou a vendas de mais de 500 milhões de Euros.

O grupo de produtos válvulas sempre se caracterizou, em nossa Linha

de Produtos Sistemas de Trem de Válvulas, por uma forte presença

regional na Europa. Como conseqüência da fundação da joint

venture majoritária na China e da aquisição do fabricante de válvulas

Edival, na Argentina, estamos prontos para oferecer a nossos clientes,

em todas as regiões do mundo, a gama completa de válvulas de

motor. Uma equipe de aproximadamente .000 pessoas produz, nas

duas localidades, mais de 30 milhões de válvulas de admissão e de

escape para motores Otto e Diesel.

Vemos assim que a família MAHLE continuou seu crescimento dinâmico.

Após todas as providências formais necessárias decorrentes

das atividades de aquisição, a principal tarefa em 007 será integrar

as novas plantas à nossa rede de produção e fornecimento para

possibilitar o real aproveitamento dos efeitos de sinergia desejados e

necessários. Para isso solicitamos sua colaboração.

Heinz K. Junker

Presidente Mundial do Grupo MAHLE

3


4

Notícias do Grupo MAHLE

Renovar sem perder as raízes

A renovação é uma das características

fundamentais da atuação do Grupo

MAHLE, no Brasil e no mundo.

Uma empresa voltada para o futuro deve

acompanhar criteriosamente as mudanças

de seu tempo e, sempre que possível,

se antecipar a elas.

Assim tem sido o trabalho do Grupo

MAHLE em áreas como Pesquisa & Desenvolvimento,

com nossos constantes

avanços tecnológicos; produção, na

qual programas de qualidade e melhoria

têm obtido resultados melhores e engajamento

cada vez maior de nossos colaboradores

dia após dia; Recursos Humanos,

departamento tratado pela

MAHLE com grande atenção e espaço

de implantação de iniciativas modernas

há muitos anos; e Meio Ambiente e Responsabilidade

Social, entre outras.

Com a comunicação não poderia ser diferente.

Passamos por inúmeras mudanças

em nossas diversas ferramentas de

comunicação, especialmente com o objetivo

de padronizar a identidade visual

do grupo em todo o mundo. Agora, o

leitor tem em mãos a primeira edição de

um MAHLE global completamente refor-

Objetivos 2007: redução dos estoques através de

processos de logística melhorados

O tema da redução dos estoques por meio de processos de logística melhorados continuará sendo um dos principais objetivos

do ano de 2007, uma vez que, em 2006, não alcançamos os objetivos estabelecidos para redução do estoque, serviço

de fornecimento e custos de logística.

As linhas de produtos podem quase ter alcançado

os seus objetivos globais de redução

dos estoques em 006, no entanto,

mulado. De layout novo, o Global é agora

uma revista bimestral, com mais páginas e

um visual mais leve.

Renovar, porém sem perder de vista as

raízes! O Global continua sendo a publicação

dos colaboradores do Grupo MAHLE

Brasil. É nele que você está representado,

por meio dos correspondentes de sua unidade

ou setor. E é também o Global que

informa o leitor-colaborador das notícias

mais relevantes envolvendo o grupo em

todo o mundo.

Entre as matérias internacionais, esta edição

traz os objetivos do grupo para 007,

em todas as Linhas de Produto (PL) e Profit

Centers (PC). Destaque novamente para

a necessidade de redução dos estoques,

meta que não pode ser negligenciada,

mesmo após os esforços bem-sucedidos

do ano passado.

De nossas unidades no Brasil, também

trazemos notícias de grande relevância:

prosseguimos em nosso caminho de melhorias

ambientais constantes, presentes

na instalação da nova linha de fundição de

bronze em SBC e na revitalização de uma

nascente d’água na comunidade de Mogi

Guaçu, entre outras. E os trabalhos volta-

ainda existem diversas “obras” a serem realizadas

em razão de problemas e processos

instáveis. O principal objetivo de 007 se

encontra claramente na otimização da sintonia

entre as linhas de produção e o Profit

Center Aftermarket.

Além da redução dos estoques, principalmente

na Europa, um dos principais objetivos

consiste no alcance de uma taxa de fornecimento

aceitável de, no mínimo, 90% em

relação aos nossos clientes. Com a finalidade

de alcançar esse objetivo, as atividades

na Europa deverão receber o apoio de uma

empresa externa de consultoria. No âmbito

dos à responsabilidade social continuam

rendendo frutos. Os colaboradores voluntários

receberam homenagens e prêmios

por suas ações em eventos realizados

em todas as unidades, com a presença

de convidados especiais.

E, como é tradição nos finais de ano, todas

as plantas organizaram belas festas

de confraternização para os colaboradores.

Além disso, cabe aqui salientar a

nossa sincera homenagem a Victor Gonçalves,

um colaborador valioso e muito

querido da MAHLE. A nova seção “Um

integrante da família MAHLE” é dedicada

a ele.

Boa leitura e até a próxima edição.

Claus Hoppen

Diretor Presidente da MAHLE Metal Leve S.A.

de nosso planejamento para 007, todas as

linhas de produtos estabeleceram, em comparação

com o ano anterior, novos objetivos

de redução dos estoques. Esses objetivos

deverão ser alcançados por meio de diversas

medidas dentro das próprias linhas de

produtos, bem como dentro dos Departamentos

de Pré e Pós-armazenamento,

como, por exemplo, Compras e Logística.

Peter Grunow – Stuttgart, Alemanha


Objetivos 2007: Vendas globais

Há três anos nossa gerência Key Account Management garante globalmente, como função autônoma, acima da divisão em linhas

de produção, estreito relacionamento com os nossos clientes. Como conseqüência dessa organização, chamada "one face to the

customer" (apenas uma interface com o cliente), a quantidade de interfaces com o cliente pôde ser reduzida, melhorando a comunicação.

Os efeitos positivos dessa estrutura aparecem claramente e sobretudo em projetos que abrangem várias linhas de produtos ou

países. Para o exercício de 2007, estabelecemos novas metas que queremos efetivar junto com as linhas de produtos.

Excesso de capacidade dos fabricantes de

veículos em todo o mundo, assim como dificuldades

de vendas, particularmente no

mercado norte-americano, fizeram com que

a pressão sobre preços e custos se mantivesse

sem diminuição no ano passado. Além

disso, o resultado foi afetado pelos preços

das matérias-primas e da energia.

Enquanto no passado a concorrência se

concentrava em empresas tradicionais nos

mesmos mercados nos países em desenvolvimento,

estabeleceram-se agora novos

competidores, que agem no ambiente internacional.

As conseqüências dessa pressão de custos

são transferências, participações e novas

formas de colaboração. Diversos tipos de

cooperação, antes dificilmente imagináveis,

bem como a utilização conjunta de plataformas

e motores, hoje já são comuns. Graças

a essas medidas, cada vez mais fabricantes

tentam aumentar a lucratividade e aproveitar

a economia de escala das séries grandes.

Motores chamados “mundiais” são fabricados

muitas vezes em diferentes regiões e

países. Ao mesmo tempo, os fabricantes de

veículos e de motores, mediante o uso crescente

de módulos e sistemas, vão reduzindo

o número de interfaces e fornecedores, examinam

suas competências básicas e terceirizam

seus processos parciais e produtos.

Além do mais, a renovação dos produtos em

função das constantes mudanças nos requisitos

de qualidade é cada vez mais freqüente.

O resultado de tais medidas é a concentração

de fornecedores presentes localmente

e agindo globalmente, que dispõem do

potencial técnico e financeiro para desenvolver

soluções de sistemas inovadoras.

Por causa da internacionalização e por conta

da presença em países asiáticos de um

grande potencial de desenvolvimento, hoje

estamos em uma situação, especialmente

em programas mundiais de motores ou veículos,

de poder oferecer localmente um serviço

abrangente.

O crescimento acima da média no ano passado

foi ocasionado principalmente pela

grande demanda de veículos utilitários, bem

como pelo aumento rápido e persistente de

motores diesel em veículos de passeio.

Ambiente de mercado difícil

Com a expectativa de compras de veículos

automotores diminuídas por causa da aplicação

da norma de gases de escape EPA07,

mais severa, para veículos utilitários na América

do Norte, e da elevação do imposto de

valor agregado na Alemanha, a região de

vendas mais importante de veículos automotores

de passeio, estimamos que nessas

duas regiões haverá uma notável redução

das vendas nos primeiros meses de 007,

em comparação com as do ano passado.

As regiões de maior crescimento serão as

asiáticas, onde particularmente a China, a

Índia e a Tailândia terão aumentos maiores.

A Europa Oriental e o Brasil também contarão

com aumentos de vendas, continuando

a crescer. Por causa da atividade crescente

dos nossos clientes globais na Ásia e na Europa

Oriental, bem como dos fabricantes locais

de veículos e motores, nessas regiões

serão necessários um desenvolvimento e

uma adaptação reforçados das nossas áreas

de venda. No espaço asiático, nossa atenção,

em 006, se dirigia sobretudo à estrutura

de vendas na China, onde foi preciso integrar

também nossos novos colaboradores

de venda de anéis de pistão e mancais.

Neste ano, contamos com mais colaboradores

trazidos por aquisições e joint ventures.

Esses colaboradores trazem know-how e

contatos com clientes à MAHLE. Nossa tarefa

será familiarizar os novos colaboradores

com as Linhas de Produtos MAHLE e, em

sentido contrário, integrar os novos produtos

e tecnologias das aquisições e joint ventures

às nossas organizações e levar os nossos

próprios clientes ao conhecimento delas.

A meta em 007 é, particularmente,

continuar a desenvolver as áreas de vendas

na Coréia, na Índia e na Rússia, para

podermos participar do crescimento desses

mercados.

Aumentar as vendas

A meta para 007, após passados três

anos extraordinariamente bons, é conseguir

um novo aumento de vendas. Tratamos

de obter um maior crescimento organizacional,

complementado por mais negócios

de Cross-Selling (primeira venda de

outros componentes a clientes já existentes).

Para isso, nos deve ajudar a continuada

demanda dos clientes e a estrutura

adaptada ao potencial de mercado, com

uma organização de key-account ampliada.

Uma ação sistemática deve eliminar os

pontos falhos e/ou fracos. As possibilidades

abertas pelos grandes projetos de

aquisição dos últimos meses deverão ser

aproveitadas sistematicamente.

Dentre as metas de desenvolvimento na

construção de automóveis, atualmente se

destaca a de diminuição da emissão de

CO . Mediante as medidas de redução de

perda de potência por atrito, de peso e de

consumo, a emissão de CO pode ser reduzida

diretamente. Graças ao seu desenvolvimento

continuado, pistões e bielas

podem ter seu peso reduzido consideravelmente.

Para motores Otto muito exigidos,

outra possibilidade é a aplicação de

válvulas de construção leve. Utilizando o

inovador eixo excêntrico CamInCam ® , conta-se

com uma nova possibilidade de aumento

de desempenho, redução de consumo

e redução de emissões. Para nossos

produtos para Sistemas de Gerenciamento

de Ar e Líquidos, existe a tendência de trabalhar

com módulos, por exemplo, do trocador

de calor com filtro para óleo e combustível.

A integração da névoa de óleo à

tampa do comando de válvulas – na forma

da nossa concepção de impacto – permite

uma redução ainda mais significativa das

emissões, além da nítida redução de peso,

em comparação com a construção de me-

5


Objetivos 2007: PL Sistemas de Pistões

Toda a Linha de Produtos (PL) conseguiu aumentar as vendas em 2006 em torno de 45 milhões de Euros. Apesar da redução de

nossos preços para o cliente e do aumento dos preços de material, foi possível alcançar os objetivos econômicos e superá-los. O que

nos entusiasmou bastante foi o fato de os resultados industriais e dos estoques terem sido melhores que o planejado. Dessa forma, o

orçamento de investimento não precisou ser utilizado em sua totalidade.

Também houve progressos em nossos projetos

para o aumento da satisfação do cliente:

o tempo para a elaboração dos relatórios

de análise e para a produção de protótipos

de pistões foi consideravelmente reduzido. A

nossa capacidade foi bem aproveitada durante

todo o ano. Somente no fim de 006

sentimos a retração dos mercados norteamericano

e japonês de veículos utilitários.

Algumas fábricas na Europa encontram-se

há meses no limite de sua capacidade. A fábrica

Nischikawa, no Japão, foi fechada no

âmbito de nosso programa de reestruturação,

e o fechamento da fábrica em São Paulo

(Santo Amaro), no Brasil, também ocorreu.

Desejamos acelerar o processo de reestruturação

por meio do projeto “Production-Footprint”,

bem como elaborar um planejamento

de longo prazo para a linha de produtos. Todas

as regiões contribuíram para o êxito da

PL em 006. A América do Norte e a América

do Sul foram as que mais auxiliaram os

bons resultados.

Esperamos resultados semelhantes para

este ano. A pressão da concorrência continuará

elevada e a situação econômica de

muitos dos nossos clientes não irá melhorar

muito. Para que possamos alcançar os resultados

de mercado e os resultados de

6

Notícias do Grupo MAHLE

tal. Para nós é importante, com todos esses

exemplos, ressaltar a vantagem para o

cliente como argumento de venda. Para nossos

Key Accounts e seus colaboradores nos

mercados emergentes da China, Índia, Brasil,

Coréia e Rússia, é uma tarefa importante participar

mais ainda, porque neles nossos clientes

já estão representados localmente e con-

tinuam a crescer. Como Grupo MAHLE, podemos

oferecer nossa carteira de produtos e

nosso serviço global. É uma vantagem considerável

para enfrentar a concorrência. No

próximo ano, com os melhoramentos das

nossas estruturas e processos, devemos

continuar obtendo, no sentido de “fazer mais

com menos”, mais eficiência e eficácia do

custo estabelecidos, precisamos aumentar

os nossos objetivos de produtividade e racionalização.

Os objetivos relacionados

abaixo permanecerão inalterados em relação

ao ano anterior:

– Aumento da cota no mercado mundial

de pistões de 9% para 3 %;

– A cota de custos com pessoal nas unidades

produtivas de cada região deverá

ser inferior a 0% das vendas; e

– Redução dos estoques de produtos acabados

para 15 dias de cobertura.

No último ano, o período de cobertura foi

reduzido de 3 para 9 dias. Esse resultado

foi obtido por meio do planejamento

otimizado do programa, pela melhoria da

logística entre o depósito responsável pelo

envio e o cliente, bem como através de

depósitos de consignação do material preliminar.

Neste ano, desejamos reduzir os

tempos de setup por meio da TPM (Total

Productive Management ou Manutenção

Produtiva Total), bem como o estoque de

material na produção. Cada cliente deverá

contribuir para a obtenção desse lucro.

Apesar de os projetos de otimização estarem

avançando, os resultados ainda não

são suficientes para o cumprimento de

nossos objetivos. Sem a implementação

de alterações estruturais e sem o aumento

da rapidez de implementação, iremos cair

no mercado e reduzir os nossos resultados.

Esse desenvolvimento negativo deverá

ser combatido por meio do projeto “Production-Footprint”.

Desejamos desenvolver

um projeto geral em 007 para a PL1. Por

meio desse conceito, pretendemos alcançar

e assegurar o comando dos custos.

Da mesma forma, a Linha de Produtos irá

receber uma previsão relativa ao próximo

período de 5 a 10 anos, a qual será controlada

anualmente no processo de plane-

Grupo MAHLE, junto com as outras unidades

da organização.

Dr. Bernd Mahr – Stuttgart, Alemanha

jamento estratégico e, dependendo da necessidade,

ajustada ao mercado. Paralelamente

ao desenvolvimento desse conceito

geral, iremos continuar acompanhando,

durante o ano, a otimização concreta e a

determinação dos objetivos. Em sintonia

com o Departamento de Vendas, iremos

elaborar uma lista especial de produtos.

Dessa forma, pretendemos melhorar o

nosso serviço de atendimento ao cliente

com base na continuação de nosso projeto

de análise da satisfação do cliente

005. Essa melhoria será iniciada na Europa

e, após a implantação com êxito, será

passada para as demais regiões.

Na Europa planejamos a introdução do novo

pistão EcoTec ® para os novos motores Otto

no mercado. Trata-se de uma continuação

do pistão ECOFORM ® , com vantagem de

10% em relação ao peso. Por meio da introdução

de um novo revestimento de ferro

(FERROTEC ® ), pretendemos, a médio prazo,

substituir o nosso processo para superfícies

FERROSTAN ®.

No momento estamos trabalhando na especialização

das fábricas européias, apoiadas

pela ampliação da capacidade na Polônia e

pelo programa complementar de redução

de custos em Alzenau, na Espanha e na

França.

O Brasil encerrou as atividades de sua fábrica

em São Paulo (Santo Amaro). O restante

do volume de produção de pistões

forjados será transferido para Rottweil, na

Alemanha. O novo conceito de logística

entre os EUA e o Brasil será completamente

implementado em 007. Todo o

fornecimento sairá do Brasil diretamente

para os clientes norte-americanos, enquanto

não existir valor agregado nos EUA

(por exemplo, montagem de anéis). Um

prestador de serviço irá assumir a logística


de transporte e o depósito nos EUA. A região

Nafta deverá adaptar a fábrica de Morristown,

EUA, ao retrocesso na conjuntura

dos veículos utilitários. Através da racionalização,

poderemos fazer frente à forte pressão

dos clientes americanos sobre os preços.

Em 007, após o início da série em

006, deveremos aumentar o volume dos

pistões a diesel no México para ,9 milhões

de unidades/ano. A Ásia fechou a fábrica

Nishikawa no último ano no Japão. O retrocesso

no mercado de veículos utilitários teve

Objetivos 2007: PL Componentes de Cilindro

A Linha de Produtos (PL) apresentou um aumento nas vendas e nos resultados em 2006. Enquanto algumas fábricas obtiveram um desenvolvimento

econômico saudável, outras unidades ainda sentiam os efeitos negativos do aumento dos custos de material e da redução

de preços acima da média e algumas fábricas também apresentaram improdutividade interna. Os dois principais objetivos de 2007 são a

melhoria da situação econômica dessas fábricas e a integração da nova unidade de negócios de componentes de motor da Dana.

Assim como nos anos anteriores, o grupo do

produto anéis de pistão também conseguiu

melhorar a nossa posição no mercado em

006. A fábrica no Brasil está com toda a

capacidade ocupada e a unidade de Portugal

apresentou um aumento no volume em

razão de novos projetos de clientes. Em

007 iremos continuar ampliando a capacidade

de Portugal para podermos atender às

necessidades dos clientes, principalmente

no que se refere aos anéis de pistão em aço,

os quais apresentam revestimentos modernos

e de técnica exigente. Na fábrica no

Brasil iremos eliminar os pontos de estrangulamento

e melhorar a produção. Na China

foi inaugurada uma fábrica para anéis de pistão

no início de 006. No caso dessa fábrica,

iremos continuar ampliando a capacidade

para aumentar a produção.

Em contrapartida, a Unidade de Negócios

de Buchas de Bronzinas não se desenvolveu

conforme desejado. O aumento nos custos

do material, que não pôde ser repassado

aos clientes, e as influências do câmbio trouxeram

resultados negativos. O mercado nor-

efeitos negativos sobre a fábrica de Tsuruoka.

Por essa razão, foram iniciados processos

de racionalização, bem como de esclarecimento

do programa de produção,

bastante completo e múltiplo. Na Tailândia,

estamos ampliando a capacidade dos pistões

a diesel para os automóveis. A finalidade

é atender principalmente as necessidades

de mercado da Nissan. A China está

planejando e dará início à produção dos pistões

FERROTHERM ® em 007. Dessa forma,

introduziremos pistões de aço, bem

te-americano mais enfraquecido ocasionou

uma redução nos volumes da Linha de Produtos.

No mais, investimos em 006 em

uma nova linha para a produção de tiras

para que, com o aumento dos negócios, as

peças pudessem ser fornecidas livres de

chumbo. Em 007 teremos que adotar medidas

inteligentes que propiciem competitividade

e lucratividade como em 004. No

mais, iremos continuar ampliando a nossa

fábrica na China, da qual adquirimos 100%

das cotas em 006.

A Unidade de Negócios de Bielas Brutas

continua sendo influenciada pelos elevados

custos de material e pelo aumento nos preços

da energia. Na fábrica alemã de Plettenberg

foram iniciados projetos para a melhoria

da produtividade, como a automatização na

área de forja e na área de teste final. Essas

medidas são ideais para a melhoria da nossa

situação econômica e permitem uma produção

com tolerâncias ainda mais limitadas, as

quais, em parte, não conseguem ser obtidas

pela concorrência.

A nossa fábrica em Rosswein/Saxônia (Alemanha)

apresentou resultados animadores

nas vendas em 006 e deverá continuar

crescendo no ano de 007. Um desenvolvimento

moderado dos salários, junto com

uma produção altamente automatizada, possibilitou

que essa fábrica, após anos de incerteza

econômica, apresentasse um desenvolvimento

positivo. Em 006 continuamos

ampliando a capacidade de produção das

bielas no México. Em 007 daremos início à

produção de bielas brutas no mesmo local.

O processamento das bielas no Brasil passará

a ser realizado, levando-se em consideração

o aspecto organizacional, na Linha de

como teremos a possibilidade de obter pedidos

futuros na área de veículos utilitários. No

geral, a Linha de Produtos Sistemas de Pistões

encontra-se diante de grandes e contínuos

desenvolvimentos, no que se refere à

organização, à rede de produção e ao esforço

de alcançar o comando de determinação

dos custos.

Dr. Hans Peter Coenen – Stuttgart, Alemanha

Produtos (PL) . Nesse caso, também está

prevista a ampliação.

No âmbito do fechamento da fábrica espanhola

de pinos de pistão, a produção desses

componentes na fábrica alemã encontra-se

no limite. No entanto, não esperamos um

crescimento significativo no futuro e, por

essa razão, iremos manter a situação econômica

em um patamar positivo por meio da

racionalização. A produção brasileira de pinos

de pistão poderá ser ampliada em razão

de novos pedidos do Nafta. No mais, a produção

de camisas de cilindro nas fábricas da

Polônia, da Áustria e do Brasil voltou a apresentar

um leve crescimento e continuará

crescendo em 007 em razão dos novos

programas dos clientes.

No Brasil e na Polônia, além das medidas

usuais de racionalização, também serão feitos

investimentos para ampliação. No início

de 007 a MAHLE adquiriu a unidade de negócios

de componentes de motor da Dana.

As novas fábricas adquiridas para a produção

de anéis de pistão e buchas de mancal

encontram-se na América do Norte, na América

do Sul e na Europa. A aquisição dessa

unidade de negócios irá aumentar consideravelmente

a nossa posição no mercado

mundial para anéis de pistão, bronzinas e

buchas. Será nossa tarefa, através de medidas

de reestruturação, integrar as fábricas

da Dana à rede de unidades produtivas já

existentes da MAHLE, para que os efeitos

de sinergia necessários sejam alcançados

em um futuro próximo.

Dr. Rudolf Paulik – Stuttgart, Alemanha

7


Objetivos 2007: PL Sistemas de Trem de Válvulas

A Linha de Produtos Sistemas de Trem de Válvulas concluiu 2006 com resultados positivos. No entanto, os valores do ano anterior

não puderam ser alcançados. Por um lado, as medidas de reestruturação executadas apresentaram efeitos positivos na maior parte

dos grupos de produtos; por outro, não foi possível compensar completamente o aumento no preço do material.

No mais, o resultado foi influenciado por problemas

de qualidade e por medidas especiais para

o cumprimento da fidelidade de fornecimento.

A construção de uma nova fábrica na Suíça foi

concluída e a transferência das atividades de

sinterização para a Suíça já pode ser realizada

em 007. No caso do grupo do produto válvulas,

as negociações sobre uma joint venture

com um parceiro chinês foram concluídas com

êxito. A MAHLE Tri-Ring Train produz cerca de

15 milhões de válvulas em Macheng, nas proximidades

de Wuhan, e será integrada ao grupo

neste ano.

Um dos principais objetivos de 007 será o aumento

considerável da produtividade, para

compensar a redução dos preços e o aumento

dos custos com salários, bem como a ampliação

de nossas unidades produtivas nos mercados

com maior índice de crescimento.

Válvulas

A fábrica de Wölfersheim, Alemanha, conseguiu

melhorar consideravelmente a situação de prejuízo

dos últimos anos. A melhoria do transporte

na linha contribuiu bastante para esse resultado.

No mais, existe a necessidade de outras medidas

organizacionais para que seja alcançada a

lucratividade desejada. A minifábrica de válvulas

em Yingkou, na China, foi ampliada em etapas.

8

Notícias do Grupo MAHLE

Levando-se em consideração as aquisições

de 2006 e 2007, as vendas da PL4/5

e do PC5 deverão crescer em cerca de

370 milhões de Euros, valores obtidos por

1.300 colaboradores em sete novas unidade

de produção e desenvolvimento.

A formação de uma joint venture em Macheng,

também na China, possibilitará a integração da

minifábrica de Yingkou à estrutura de produção

de Macheng. Existem, claro, diversas etapas a

serem superadas até que a nova joint venture

se torne parte integrante da rede de fábricas de

válvulas já existente. O ajuste ao padrão tecnológico

e de qualidade será muito importante

para o fornecimento aos clientes internacionais.

A nossa fábrica de válvulas na Polônia também

recebeu diversos pedidos. Por essa razão, existe

a necessidade de ampliação da capacidade

e da plataforma de produção.

Eixos excêntricos

No caso dos eixos excêntricos montados, houve

uma série de novos inícios. Uma vez que são

produzidos exclusivamente excêntricos em aço,

deverá ser decidido se continuarão sendo adquiridos

excêntricos em aço ou se nós mesmos,

eventualmente, iremos produzir os excêntricos

em alguma fábrica do grupo. Em 006, a

PL3 só conseguiu atender aos pedidos de eixos

excêntricos fundidos por meio da aplicação

de medidas especiais extremas. A ampliação

da fundição na fábrica de Mogi Guaçu, no Brasil,

irá contribuir para a melhoria do atendimento

dos pedidos. Na Índia, foi possível adquirir pedidos

de elevado volume para a fábrica de Pithampur.

Como as capacidades atuais estão no

limite, precisamos tomar medidas para ampliação.

A fábrica de Wustermark precisa se adaptar

à produção de eixos excêntricos montados,

sendo que existe a necessidade de instalação

de uma linha de montagem.

Produtos sinterizados e turbocarregadores

Nossa fábrica brasileira de produtos sinterizados

continua apresentando bons resultados. Os

principais fatores que contribuíram para o êxito

foram a transferência do know-how específico

do produto, a elevada produtividade e um atendimento

voltado ao cliente. O mesmo é válido

para a nossa fábrica em Zell, Alemanha. Nesse

caso precisam ser encontradas respostas para

a questão do aumento do preço do material. De

que forma podemos reduzir os prejuízos causados

pelo aumento? Em Grenchen, na Suíça, as

atividades de sinterização estão concentradas

em apenas um local. Dessa maneira são garantidos

os pressupostos básicos para a otimização

do fluxo de material e para a melhoria da

qualidade em curto prazo, as quais ocasionarão

uma melhoria nos resultados industriais.

Cabeçote e bloco do cilindro e montagem

de motores

A nossa fábrica em Wellingborough, na Inglaterra,

recebeu em 006 novos pedidos na área de

produção de cabeçotes de cilindro, os quais

manterão a fábrica bastante ocupada em 007.

Foram introduzidas medidas de ajuste da capacidade

das máquinas e da estrutura dos colaboradores.

No entanto, quanto à lucratividade

serão necessárias outras providências, principalmente

relativas à estrutura organizacional e à

produtividade pessoal.

Estoques

No passado houve esforços para a redução

dos estoques. Algumas fábricas da PL3 obtiveram

bons resultados. No entanto, no geral, o nível

dos estoques ainda está muito elevado.

Conseqüentemente, continua necessária e urgente

a redução considerável dos estoques por

meio da introdução de processos sistemáticos

em todas as áreas das fábricas.

Internacionalização

Em praticamente todos os segmentos de produtos

estão sendo realizadas reuniões com

possíveis parceiros internacionais de cooperação,

cujos objetivos são a complementação de

nosso portfolio de produtos e a ampliação de

nossa presença nos mercados regionais fora da

Europa.

Dr. Hans Enning – Stuttgart, Alemanha

Objetivos 2007: Visão geral dos Sistemas de Filtração

Os principais objetivos de 007 serão a integração

à rede MAHLE já existente, o aproveitamento

de todas as sinergias para a redução

eficaz dos custos, o aumento da eficiência

e a melhoria no serviço de atendimento

ao cliente, principalmente através das no-

vas atividades de desenvolvimento no Canadá.

Um outro ponto importante a ser trabalhado

em 007 será a conclusão da fase inicial

das novas fábricas na China (Xangai e

Guangzhou) e na Romênia. O objetivo dessas

fábricas será a obtenção de resultados


positivos a partir do segundo semestre de

007. As fábricas da Europa Oriental deverão

dar continuidade às medidas de melhoria

implementadas em 006 na cadeia geral do

processo, para que possam ser alcançadas

Objetivos 2007: Sistemas de Gerenciamento de Ar na

Linha de Produção

Em 2007, ficará mais intensa a concorrência na área dos Sistemas de Gerenciamento de Ar na Linha de Produção. Os mercados estagnados

da Europa e da América e os problemas econômicos de alguns de nossos clientes continuarão aumentando a pressão sobre

os nossos preços. Concorrentes já estabelecidos oferecem cada vez mais produtos originários de países com salários baixos. Por

causa da entrada no mercado de novos fabricantes em determinados segmentos de produtos, aparece uma nova concorrência de

expulsão.

As conseqüências são vendas estagnadas ou

decrescentes e, dessa maneira, liberação de capacidade

nos locais tradicionais. No crescente

mercado asiático, sobretudo na China e na Índia,

encontramos fabricantes e fornecedores

globais nas mesmas condições. Ali a concorrência

de expulsão continuará, com salários nitidamente

menores. Para 007, está previsto um

considerável aumento nas vendas em razão da

planejada aquisição da unidade de negócios de

filtros de ar e módulos de sucção da Siemens

VDO, especialmente na América do Norte, na

Europa, na Ásia e na América do Sul. Até o fechamento

da edição, as negociações ainda não

haviam sido concluídas. Esperamos concluir o

acordo no fim de abril.

As metas essenciais de 007, após uma conclusão

positiva do acordo são, assim, a adoção

e a integração do segmento de mercado da

SVDO ao longo de toda a cadeia de processamento

dos produtos existentes e dos projetos

novos. Isso consistiria na aquisição dos locais de

origem existentes da SVDO, a integração de pedidos

em série nos locais de origem existentes

da MAHLE e o gerenciamento estendido dos

projetos de desenvolvimento da SVDO. Isso significaria

grandes esforços para os colegas envolvidos

– da MAHLE e também para os da SVDO

a serem incorporados – exigindo participação

as melhorias necessárias nos resultados.

Deverá haver um trabalho conjunto mais intensivo

entre as Linhas de Produtos e o Departamento

de Compras, para que possamos

combater o aumento dos preços de matéria-

ativa, além de disposição para mudanças. Nessa

situação, destaca-se, em primeiro plano, a

satisfação dos clientes e dos nossos funcionários.

Ao mesmo tempo, deve ser comprovada a

lucratividade esperada para esse projeto de integração,

mediante a aplicação respectiva da

competência e da sinergia, a fim de melhorar

significativamente os resultados financeiros do

módulo de sucção integrado ao filtro.

Paralelamente a esse desafio, subsiste a tarefa

de continuar melhorando bastante a rentabilidade

das nossas plantas. Nas regiões da Europa e

do NAFTA (North America Free Trade Agreement

ou Acordo de Livre Comércio da América do

Norte), existem oportunidades importantes para

medidas de reestruturação. O desenvolvimento

das vendas e dos preços, nesses mercados,

nos obriga a diminuir consideravelmente os preços

por componente dos nossos fornecimentos.

Conforme as estruturas de custo por componente,

a participação dos materiais deve ser otimizada

por meio de colaboração entre Compras

e linha de produção, para obter mais economia

nos processos produtivos e integrar

novos procedimentos. A

otimização dos custos de logística

e do estoque continua

sendo prioridade em 007.

Nos custos de overhead

(despesas gerais), devem

ser tidos em conta, particularmente,

os valores correspondentes

a desenvolvimento,

para configurar os processos de desenvolvimento

de forma competitiva. Nossos clientes insistem

em que façamos fornecimentos originários

de países com baixos salários. Cumprir essa

exigência, em determinados segmentos parciais,

é a única possibilidade de manter pedidos de

clientes dentro do grupo e conseguir novos

clientes. As áreas de desenvolvimento nas regiões

de NAFTA, Mercosul e Ásia devem expandir

sua competência autônoma de desenvolvimen-

prima por meio dos processos VA/VE e novas

fontes de aquisição.

Peter Grunow – Stuttgart, Alemanha

to, cobrindo toda nossa carteira de produtos,

para poder oferecer o exigido suporte ao cliente,

referente a requisitos de produtos regionais em

colaboração com Vendas. Para isso, aproveitaremos

a competência de desenvolvimento adquirida

no projeto SVDO, particularmente na região

do NAFTA. Na Europa continua sendo

dada a maior importância ao suporte do cliente

e a novas tecnologias de produto e processos.

Para o mercado asiático, crescente para nós, já

estamos bem preparados com nossas plantas

na Coréia, na China, na Índia, no Japão e nas

Filipinas. Para mais crescimento das vendas,

com novos clientes e produtos, devemos utilizar

as capacidades disponíveis de maneira ainda

mais eficiente e estamos de prontidão para utilizar

novas tecnologias de processamento. Para

encontrar novos materiais, peças compradas e

insumos de fabricação, devemos desenvolver

urgentemente uma nova estrutura de fornecedores

através de Compras e linha de produção.

Ainda no mercado asiático, que também é um

mercado de expulsão, será necessário, da mesma

maneira, assim como em outras

regiões, reduzir consideravelmente

os custos por componente.

As inovações já iniciadas em

produtos e processos de produção

devem ser contínuas

e aplicadas pontualmente

conforme planejado. Isso

vale particularmente para os

locais de desenvolvimento de Stuttgart, Alemanha,

e St. Michael, Áustria. Ali, as áreas mais

promissoras são as de componentes e subsistemas

mecatrônicos, bem como a de componentes

de gerenciamento térmico do motor e

componentes de destaque para a exaustão,

que deverão complementar nossa competência

de sistema e o alcance do módulo.

Hans Gebert – Stuttgart, Alemanha

9


Objetivos 2007: PL Sistemas de Gerenciamento de

Líquidos

A Linha de Produtos Sistemas de Gerenciamento de Líquidos concluiu o ano de 2006 com um aumento nas vendas, porém os números

planejados para as vendas e os resultados esperados não foram alcançados. Isso foi ocasionado principalmente pelo atraso

na transferência da Unidade de Negócios de Filtros de Carvão Ativo da Behr para Murfreesboro, EUA. Dessa forma, os números previstos

para os EUA ficaram bem abaixo do esperado.

A reestruturação das atividades da PL5 na

França pôde ser concluída até o fim de 006

conforme o planejado. Da mesma forma, a

unidade de produção em Timisoara iniciou a

produção conforme esperado e concluiu

com êxito as diferentes auditorias dos clientes.

Em razão do atraso nas liberações por

parte dos clientes, não conseguimos atingir

os objetivos planejados para a nova fábrica

de filtros de óleo e combustível em Xangai,

China, uma vez que o início da produção foi

transferido para o final de 006.

Um dos principais objetivos de 007 será

uma maior inovação nos produtos e processos,

uma vez que pretendemos melhorar

consideravelmente a situação das fábricas

que apresentam lucro reduzido. Os principais

pontos relacionados à inovação dos

produtos abrangem os módulos de filtros de

óleo com gerenciamento térmico integrado,

10

Notícias do Grupo MAHLE

as regulagens de volume e pressão do ciclo

de óleo/água, os módulos de filtros de combustível

com componentes mecatrônicos integrados,

módulos de separação e sistemas

automáticos de transporte de água, a continuidade

do desenvolvimento de meios de filtração,

módulos de filtros de carvão ativo

para a redução da poeira de carvão, compatibilidade

com o sistema flex e materiais alternativos

de aplicação.

No que se refere aos módulos de filtro de

óleo de material sintético, foram adquiridos

vários novos projetos de clientes. Uma vez

que especialmente a Coréia apresentou

êxito na aquisição de pedidos, precisamos

garantir o início e o desenvolvimento da

produção dos novos produtos nesse país

em 007. Na China, o desenvolvimento da

produção de filtros Spin-on e a transferência

de outros tipos de filtros da produção

japonesa ocupam o primeiro plano. No Japão,

já foram iniciadas as medidas de reestruturação

das fábricas, com o objetivo de

concentrar a produção em apenas uma

planta. Nos EUA, a nova ordenação da

produção – a otimização dos produtos e

dos processos na fábrica de Murfreesboro

– ocupa o primeiro plano após as ações de

mudança em razão da aquisição da Unidade

de Negócios de Filtros de Carvão Ativo

da Behr. No mais, deverão ser iniciados os

preparativos de produção para os novos

módulos de filtro de combustível. Na América

do Sul, os objetivos se concentram na

ampliação das atividades de filtração de

Objetivos 2007: PC Aftermarket

A importância estratégica do mercado

de reposição (Aftermarket) para o Grupo

MAHLE deverá continuar aumentando em

2007. Além do crescimento organizacional

sólido e dos projetos para a melhoria contínua

da eficiência, um dos principais assuntos

a ser tratado em 2007 será a integração

da Unidade de Negócios Aftermarket adquirida

pela MAHLE para os componentes de

motor da América do Norte, da América

do Sul e da Europa. Essa aquisição significa

um considerável aumento nas vendas

do Aftermarket da MAHLE, além da obtenção

de canais de venda importantes

na América do Norte e demais regiões.

O mercado de reposição americano é de extrema

relevância. Com 1/3 da frota mundial

de automóveis, é o maior no setor. Além da

América do Norte, o nosso posicionamento

continuará crescendo em importância na

África do Norte, no Oriente Médio, no Brasil

e na Argentina. No mais, uma série de marcas

fortes e estabelecidas, como, por exem-

combustível para aplicação no sistema flex,

bem como nos filtros de carvão ativo. Na

Europa, por sua vez, os objetivos se concentram

na preparação do início da produção,

no final de 007, dos módulos do cárter.

Além disso, foram planejados investimentos

na área de módulos de filtros de

combustível, especialmente para cumprir

as exigências dos clientes em relação à

limpeza dos componentes.

Para melhorar a capacidade de concorrência

de nossos produtos, mesmo diante da

situação crítica de preço/custo das matérias-primas

e componentes, precisamos

empreender esforços para a redução dos

custos de aplicação do material por meio

de projetos VA/VE e formar equipes funcionais

compostas pelos Departamentos de

Compras, Desenvolvimento do Produto e

Planejamento Técnico.

Um outro objetivo importante em 007 será

a otimização de nossa cadeia de processos

logísticos. Além dos projetos já iniciados

para a redução dos estoques, existe um

grande potencial de otimização em nosso

fluxo de material e em nossos processos. Os

projetos já foram iniciados em 006, com a

finalidade de reduzir os estoques e os custos

de logística. A aplicação do sistema PLM

deverá continuar otimizando e padronizando

globalmente os processos de desenvolvimento.

Dr. Thomas Buchholz – Stuttgart, Alemanha


plo, Perfect Circle ® , Clevite ® e Glacier Vandervel

TM , serão transformadas em marcas

através dessa transação com a MAHLE. Outros

pontos importantes relativos à integração

dessas novas atividades abrangem a

união das organizações de venda, a unificação

dos instrumentos de marketing e a consolidação

dos programas de venda. Do ponto

de vista dos produtos, o programa da

MAHLE irá aumentar a variedade de produtos

por meio dos anéis de pistão e das buchas

de mancal, bem como através da ampliação

das aplicações em produtos franceses

e norte-americanos manufaturados. Esses

produtos serão inseridos nos programas

do Departamento de Vendas. Os demais

potenciais virão da união dos volumes de

aquisição para essas aplicações. Desejamos

alcançar os primeiros resultados ainda

em 007. No mais, a MAHLE irá assumir

a distribuição dos produtos de vedação

da Victor-Reinz ® nos Estados Unidos

e no Canadá.

O principal foco das medidas de melhoria na

área operacional continua sendo a logística

e os processos de sintonia com as Linhas

de Produtos. Em muitas áreas os estoques

dos produtos estão muito acima do especificado

pelo grupo e ocasionam ineficiência no

fornecimento. Algumas medidas de melhoria

já foram implementadas, porém ainda são

necessárias outras providências para melhorar

a situação do estoque e o nível de serviço

de fornecimento para os clientes. Para

tanto, a configuração intensiva e cooperativa

de nossas relações com as unidades de fornecimento

é de extrema importância para o

êxito do mercado de reposição da MAHLE.

Nesse caso, trata-se da melhoria eficaz dos

processos conjuntos relacionados ao planejamento

de venda, à disposição, aos volumes

mínimos, bem como à capacidade de

fornecimento e de pontualidade. Projetos

conjuntos em conformidade com as linhas

de produtos foram iniciados e deverão ser

acompanhados de maneira conseqüente.

Pretendemos ampliar de maneira eficiente

tanto a nossa presença no mercado quanto

o nosso volume de negócios na área de reposição

da MAHLE, por meio da melhoria na

área de logística, através da divulgação de

nossa linha de produtos e através do processamento

intensivo do mercado. Em muitos

mercados, nós estamos no caminho certo

e a nossa organização de vendas está

bem representada mundialmente.

Estamos de olho principalmente na região

da Ásia/Pacífico, onde os resultados obtidos

ainda são insuficientes em razão do grau de

desconhecimento de nossa marca, da concorrência

de preço e das atividades de falsificação

de produtos e marcas. Outros projetos

importantes são as iniciativas apresentadas

na recente edição da Automechanika de

Frankfurt, Alemanha, para válvulas de motores,

veículos asiáticos e filtros de cabine e o

nosso programa de componentes de motor

para automóveis novos e antigos. Para

007, esperamos que todos esses segmentos

apresentem taxas de crescimento acima

da média tanto nas vendas quanto no lucro.

Na qualidade de parte integrante do grupo,

o Aftermarket da MAHLE serve para a criação

do vínculo entre as linhas de produtos e

o mercado independente de peças de reposição

até a oficina. A nossa marca, a qualidade

de nossos produtos e a nossa capacidade

de logística e inovação são parte integrante

do desenvolvimento de nossos negócios.

O alcance de nossos objetivos operacionais

e estratégicos nessas categorias, ao

longo de todas as áreas da organização do

Aftermarket, irá contribuir em muito para o

êxito sempre crescente do Grupo MAHLE.

Arnd Franz – Stuttgart, Alemanha

Objetivos 2007: PC Componentes de Motores de

Pequeno Porte

Para o ano de 2007, estão previstos aumentos nos volumes, tanto no segmento da MAHLE GmbH, em Markgröningen, Alemanha,

quanto no segmento da MAHLE, Inc., em Trumbull, EUA. Em razão da redução do limite dos valores de emissão de gases, previsto

para vigorar a partir do início de 2008, os nossos clientes nos EUA e na Europa estão dando preferência aos pedidos na área dos

equipamentos de motor comandados manualmente. Para nós, isso não significa apenas a concretização de um crescimento, mas

também a oportunidade de melhorar consideravelmente a situação dos resultados nas duas fábricas. A MAHLE König KG, em

Rankweil, Áustria, que trabalha principalmente na área de veículos utilitários esportivos, também demonstra sinais de crescimento.

Nesse caso, vale dar continuidade ao êxito alcançado no ano de 2006.

Depois que o ano de 006 foi concluído

com um retrocesso nas vendas dos pis-

tões e dos cilindros, bem como com consideráveis

desvios de resultado em Markgröningen,

Alemanha, estamos partindo

do pressuposto de que, em 007, haverá

um considerável aumento nas vendas.

Uma das razões para essa previsão é o

início de uma nova série de cilindros de última

geração. No final do ano teremos alcançado

o volume completo da série.

Usaremos cerca de 30% da nossa capacidade

de fundição somente para essa nova

família de cilindros.

Já no ano de 006 foram observados

bons resultados em relação à satisfação

do cliente, expressa pelos índices de qualidade

de fornecimento e desempenho lo-

gístico. Em 007, apesar do aumento do

volume, deveremos manter os resultados

alcançados ou até melhorá-los.

A garantia do futuro das nossas plantas

irá indicar o foco de nosso trabalho neste

ano, uma vez que, apesar das boas perspectivas

de vendas em 007, não podemos

partir do pressuposto de que os objetivos

de rentabilidade determinados pelo

acordo local serão alcançados.

A MAHLE Inc., em Trumbull, EUA, teve um

ano extremamente difícil em 006. Os processos

organizacionais e técnicos não

conseguiram atender ao aumento das necessidades

dos clientes e ao aumento das

11


1

Notícias do Grupo MAHLE

exigências em relação à qualidade. Isso significa

que, em 007, iremos alterar o layout

da fábrica para uma produção orientada para

o processo. Um efeito muito importante dessa

alteração será a considerável redução dos

estoques. Em paralelo, a implementação

de medidas de qualidade

objetivas deverá continuar

elevando o padrão na

produção. Um outro

objetivo muito importante

previsto para esse

ano será o aprofundamento

da troca de experiências

em relação aos processos

e métodos de produção

entre Markgröningen,

na Alemanha, e Trumbull,

nos EUA.

Por ocasião da aquisição de novos projetos,

também conseguimos obter bons resultados

nos EUA, em 006, através da realização de

um trabalho conjunto intenso entre as fábricas

da MAHLE. Em 007, iremos intensificar

a presença conjunta no mercado norte-americano,

com a finalidade de aumentar o interesse

dos clientes pelos nossos produtos.

Depois de um ano extremamente

bem-sucedido em

006, quando a MAHLE

König AG não somente

conseguiu aumentar as

vendas, mas também

melhorou o resultado em

comparação com o ano

anterior, esperamos que o

ano de 007 traga ótimos

negócios. As melhores perspectivas

são da produção de cabeçotes

de cilindro. Pela primeira vez foi possível

adquirir um projeto em que estamos

fornecendo o cabeçote de cilindro com-

pletamente montado. O início bem-sucedido

das novas instalações de produção,

necessárias para a realização do projeto,

representa boas perspectivas para o ano

de 007.

Um outro ponto muito importante de nosso

trabalho será o cumprimento seguro e

estável das exigências de nossos clientes.

Apesar do aumento nas vendas, continuaremos

tentando reduzir o período de permanência

dos produtos no estoque. Todas

as fábricas de componentes de motores

de pequeno porte deverão se esforçar

bastante em 007, pois o alcance dos objetivos

estabelecidos irá determinar o futuro

do centro de lucros.

Benedikt Boucke – Markgröningen, Alemanha

Objetivos 2007: PC Componentes de Motores de

Grande Porte

O consumo elevado de matéria-prima e energia e um aumento mundial na comercialização fizeram com que houvesse um crescimento

inesperado em todas as áreas de aplicação. O forte crescimento do mercado na indústria de motores de grande porte contribuiu

para que as vendas e os resultados fossem maiores que no ano anterior e maiores que o previsto. O aumento dos volumes, apesar

dos pontos de estrangulamento junto aos fornecedores, pôde ser atendido com êxito no caso das peças fundidas e forjadas.

No caso dos pistões com diâmetro de até

300 mm, os volumes deverão permanecer

estagnados. Espera-se um aumento para

os motores com diâmetro de cilindro de

mais de 300 mm, usados nas áreas de

transporte marítimo e nas instalações para

geração de energia. Nessas áreas, devemos

ampliar a nossa presença no mercado,

e um dos principais objetivos será o

aumento da taxa de fornecimento na Ásia.

Mais instalações de produção serão colocadas

em funcionamento no decorrer do

ano fiscal para ampliar a nossa capacida-

de de produção. A principal tarefa da Produção

e da Logística será, portanto, a manutenção

da fidelidade de nossos clientes,

bem como a manutenção da qualidade e

da satisfação dos clientes.

Um outro objetivo para 007 será a redução

de nossos estoques. Através da otimização

do processo de fabricação e do

comando da produção, pretendemos alcançar

uma maior redução do tempo de

nossos ciclos. A sintonia intensiva e o trabalho

conjunto bem-sucedido com o Departamento

de Compras deverão continuar

sendo aplicados em 007, levando em

consideração o aumento nos custos do

material e os pontos de estrangulamento

no abastecimento, especialmente no caso

das peças forjadas. No mais, foram introduzidas

novas medidas para a otimização

da cadeia de fornecimento já existente.

Em 007 um produto inovador da MAHLE

irá entrar pela primeira vez em série. Tratase

do pistão MONOBOLT, um pistão parafusado

centralmente, montado de forma

extremamente baixa, com parte superior

forjada em aço e parte inferior forjada em

alumínio. A fase de teste, em 006, foi

concluída com êxito nos motores de acionamento

dos veículos usados em minas,

que apresentam exigências extremas. No

caso dos motores de alta potência da categoria

até 3.000 kW (4.000 cv), com altura

de montagem limitada e maior densidade

de potência, poderemos oferecer, no

futuro, uma solução otimizada para os

nossos clientes.

Em 007 será utilizado pela primeira vez

um novo conceito de ferramental de fundição

para pistões fundidos em alumínio nos

pistões dos motores de grande porte. Em

primeiro plano encontra-se a otimização

dos custos da produção dos brutos. Os

primeiros testes realizados no segundo

semestre de 006 foram bastante promissores,

razão pela qual esperamos dar início

à série em breve.

Joachim Fischer – Markgröningen, Alemanha


Objetivos 2007 – PC Motorsport

O ano de 2006, assim como os anteriores, foi de muito êxito do ponto de vista esportivo. Os componentes dos motores esportivos, desenvolvidos

e produzidos em Fellbach, Alemanha, conseguiram obter os mais importantes títulos de marca e construtores do automobilismo,

como na Fórmula 1, que abrange os campeonatos mundiais de pilotos e construtores, e na corrida de 24 horas de Le Mans. As vendas

também foram positivas, porém o resultado industrial orçado não pôde ser alcançado.

O início de nosso dispositivo flexível para pequenas

séries para pistões de elevada potência

foi comprometido por problemas técnicos

e, conseqüentemente, os índices planejados

para 006 não foram alcançados. Após a superação

das dificuldades iniciais, o ano de

007 servirá para a otimização da redução do

tempo do ciclo e do tempo de preparação,

para que os nossos objetivos possam ser alcançados,

ou seja: a produção de pistões

cada vez mais complexos, com preços reduzidos

e elevada qualidade, visando o número

crescente de motores com injeção direta de

combustível, superalimentação ou conceitos

de alta rotação, como é o caso dos veículos

esportivos de nossos clientes de alta performance,

como BMW M, Ferrari, Lamborghini,

Maserati e Mercedes-Benz AMG. Do ponto de

vista da qualidade, deverá ser dada continuidade

às tendências positivas do ano de 006,

como elevada satisfação do cliente e taxa de

reclamação extremamente reduzida.

No mais, os nossos resultados no ramo de

carros de corrida foram comprometidos pelas

alterações no desenvolvimento solicitadas pelos

clientes em razão das novas regulamentações,

bem como pelos reduzidos volumes

dos lotes, no caso dos pistões para a Fórmula

1. Depois que a Fórmula 1, em 006, reduziu

o número de cilindros dos motores V de 10

para 8 e o volume do motor de 3,0 para ,4 litros,

o ano de 007 encontra-se diante da

próxima alteração no regulamento: o “congelamento”

dos motores V8 para que alcancem

o status de desenvolvimento do ano de 006,

em conexão com uma limitação do número de

rotações para 19.000 rpm, entre os anos de

007 e 008. Esse “congelamento”, que só deveria

ser colocado em prática em 008, já será

efetuado em 007 para a redução dos custos.

Somente até a data de entrega da versão dos

motores para homologação em 1º de março de

007 poderão ser efetuados desenvolvimentos

dentro dos limites estabelecidos, como, por

exemplo, o ajuste do número de rotações de

cerca de 0.000 rpm para, no máximo, 19.000

rpm, o denominado “retuning”. Após 1º de março

e após entrega à FIA (Federação Internacional

de Automobilismo) da versão do motor,

identificável através de impressão digital, para

homologação pelos fabricantes de motores de

F1, as alterações no bloco do motor (bloco do

cilindro e cabeçote do cilindro, bem como partes

móveis) só poderão ser efetuadas com autorização

da FIA em caso de problemas de durabilidade

ou para redução dos custos. O efeito

dessas medidas para os Departamentos de

Desenvolvimento e Produção em Fellbach, Alemanha,

é ainda maior do que a alteração do regulamento.

As limitações massivas dos trabalhos de desenvolvimento

nos motores V8, os quais são usados

nos sábados e domingos de dois grandes

prêmios realizados em finais de semana subseqüentes,

ocasionaram a redução do volume de

pistões. Além do mais, a F1 restringiu os testes

das equipes para 30.000 km por ano. A conseqüência

é uma redução do volume de cerca de

40%, apesar de o número de equipes que confiam

em nossos componentes de motor ter aumentado

de 6 para 8. Da mesma forma, não

poderemos usar as vantagens de nossa estrutura

de desenvolvimento flexível em sua totalidade,

uma vez que, em 007 e 008, não haverá

mais continuidade de desenvolvimento de

uma corrida para a outra. Somente existe espaço

no setor de revestimento até 0,8 mm de espessura

da camada de todos os tipos. Esse

campo será um desafio para os responsáveis

pelo desenvolvimento, uma vez que as perdas

por atrito deverão ser reduzidas nos próximos

dois anos.

Um outro ponto bastante importante será a

utilização intensa de nossa capacidade de cálculo

e simulação para melhor compreensão

dos processos termodinâmicos e dinâmicos

do mecanismo da manivela. As atividades iniciadas

em 006 para a ampliação de nosso

portfolio de produtos serão intensificadas em

007 por meio da liberação de recursos, pois

em 008 deveremos ampliar a nossa posição

no mercado de carros de corrida com os novos

produtos.

Diante do retrocesso dos negócios na F1 em

007 , a otimização de nossa estrutura de custos

passa a ser bastante importante. Por essa

razão, estão sendo efetuados ajustes relacionados

à organização e às estruturas em Fellbach,

Alemanha, em conformidade com as novas exigências

das regulamentações. Da mesma forma,

foram iniciados projetos para a redução dos

custos em todas as áreas. A implementação

dos diferentes projetos exige dedicação e motivação

por parte de todos os colaboradores.

Fred Türk – Fellbach, Alemanha

13


14

Notícias do Grupo MAHLE

Objetivos 2007: PC Filtros Industriais

Esperamos que em 2007 continue o aumento do desenvolvimento no mercado, principalmente em razão dos pedidos vindos da

Ásia e da Europa Oriental. Por essa razão, um dos principais objetivos para obtermos êxito é a ampliação de nossa presença no mercado

e junto aos clientes através de uma organização de vendas voltada para os clientes e conseqüente implementação de soluções

inovadoras de filtros.

O nosso programa de produtos na área de

tecnologia de filtros e tecnologia de separação

vem sendo ampliado por meio das

novas atividades desenvolvidas no norte

da Alemanha; a ampliação dos centros de

aplicação existentes reforça esse objetivo.

Pretendemos iniciar atividades próprias e

de cooperação nos novos mercados em

crescimento, especialmente os denominados

países BRIC (Brasil, Rússia, Índia e

China). Precisamos nos concentrar principalmente

na área de filtros de depuração

na Romênia, bem como na padronização

e na ampliação do palete de produtos,

com o objetivo de atender um mercado

bastante exigente e alcançar os objetivos

de custo estabelecidos. A organização interna

será desafiada pelo crescimento,

bem como pela internacionalização contínua

e pela integração das novas empresas.

Para nós isso significa um pressuposto

básico para a consolidação de nossa

forte posição no mercado mundial. Com a

finalidade de incentivar essa consolidação,

as atividades da Alemanha e das fábricas

de filtros industriais foram passadas para

uma empresa MAHLE própria. A presença

objetivada no mercado irá aguçar o nosso

perfil e intensificar a posição diante dos

concorrentes.

Gerhard Eller – Öhringen, Alemanha

Objetivos 2007: MAHLE Powertrain

O ano de 2006 trouxe decisões significativas para o futuro da MAHLE Powertrain, tanto do ponto de vista positivo quanto

do ponto de vista negativo.

O aspecto positivo abrangeu o crescimento

conjunto dos postos da MAHLE Powertrain

na Inglaterra e nos EUA, bem como a

intensificação do trabalho conjunto com o

Pré-desenvolvimento MAHLE e com as linhas

de produção. Por outro lado, será

mais difícil impor-se em um mercado externo

altamente competitivo, no qual os

orçamentos de desenvolvimento para o

mercado OEM estão sendo reduzidos e

existe um excedente de prestadores de

serviços de engenharia.

Apesar de o nome MAHLE ser bastante

conhecido na indústria automobilística, tivemos

que trabalhar muito em 006 para

explicar aos nossos clientes os objetivos

estratégicos da MAHLE Powertrain dentro

do contexto global do Grupo MAHLE.

Aprendemos que demora algum tempo

para que um novo produto

ou uma nova marca sejam

aceitos no mercado. Por

essa razão, iremos aumentar

os nossos esforços em 007

para ampliar a divulgação de

nosso nome por meio de

contatos diretos com os

clientes, publicações e participações

em feiras.

Com a finalidade de aumentar a nossa capacidade

de concorrência, alteramos as

estruturas tanto na Inglaterra quanto nos

EUA e introduzimos processos mais enxutos.

Essas medidas continuarão sendo

adotadas em 007.

A nossa presença global aumentou consideravelmente

por meio da construção de

pontos de apoio para Vendas e Engenharia

nas cidades de Stuttgart, na Alemanha,

São Paulo, no Brasil, e Xangai, na China.

Até meados de 007 também teremos re-

presentação em Tóquio, Japão. A relação

de trabalho conjunto com diferentes áreas

da MAHLE – entre outras, com o Pré-desenvolvimento

– já foi bastante estreita no

último ano e continuará sendo intensificada.

Neste ano iremos ver pela primeira vez

os resultados desse trabalho conjunto

como hardware, por exemplo, um

motor com conceito “downsizing”

ou um motor com atrito

extremamente baixo. Nos EUA

o trabalho conjunto entre a

MAHLE Technologies e a

MAHLE Powertrain é tão próximo

que as áreas de Pessoal,

Finanças, Processamento

de Banco de Dados ou Teste

de Motores foram unidas fisicamente

com a finalidade de obter a maior

sinergia possível.

Além de melhoria na estrutura interna de

custos, um dos principais objetivos da

MAHLE Powertrain neste ano consiste na

intensificação da relação com o cliente, no

seu estabelecimento como prestadora de

serviços de engenharia dentro de um mercado

altamente competitivo, bem como na

melhoria da presença global.

Ulrich Wittwer – Northampton, GB


6º Encontro Internacional de Executivos

Nos dias 15 e 16 de dezembro de 2006, foi realizado, em Frankfurt, o 6º Encontro Internacional de Executivos, com a presença de

142 líderes da MAHLE. Já é tradição o fato de esse encontro, realizado no inverno, discutir, principalmente, temas econômicos.

No início do evento, foram apresentados

doze novos membros do círculo de lideranças

da empresa: Stefan Blase, Zhiren Chen,

Gerhard Eller, Andreas Enderich, Sérgio Roberto

Fischer, Dr. Jürgen Ganser, Chuck Heine,

Luis Hernandez, Jürgen Pohl, Shinichi

Saito, Dr. Thomas Schmaus e Josef Vallet.

Durante o discurso de abertura, o Prof. Dr.

Junker explicou o desenvolvimento do ano

fiscal 006, bem como o desenvolvimento

do mercado mundial e das respectivas regiões.

Em seguida, foram apresentados os planos

e os objetivos para o ano de 007 e as diferentes

áreas da MAHLE também apresentaram

os seus planos econômicos.

Um tema bastante importante discutido no

segundo dia foi o aumento dos custos das

matérias-primas e demais materiais, o qual

tem forte influência sobre o lucro da empresa.

No mais, assim como nos anos anteriores,

foram homenageados as áreas e os departamentos

que se destacaram no decorrer

do ano. O prêmio de reconhecimento abrangeu

a fotografia original do calendário Motorsport

da MAHLE, recebida pelos seguintes

profissionais, que representavam as diferentes

equipes:

– Roland Zitt, pela MAHLE Industries, Inc.,

Morristown/EUA;

– Georg Dietz, pela MAHLE Metal Leve

S.A., Mogi Guaçu/Brasil;

– Joachim Fischer, pela MAHLE GmbH,

Componentes de Motores de Grande

Porte, Markgröningen/Alemanha;

– Helmuth Althans, pela MAHLE Pistoni

Italia S.p.A., La Loggia/Itália;

– João Vitor Zanesco, pela MAHLE Componentes

de Motores do Brasil Ltda.,

Itajubá/Brasil;

– Birgit Albrecht, pela MAHLE International

GmbH, Central de Comunicação entre

as Empresas, Stuttgart/Alemanha;

– Frank Mlinar, pela MAHLE Filtersysteme

Austria GmbH, St. Michael/Áustria;

– Dr. Martin Klöpfer, pela MAHLE Filtersysteme

GmbH, Desenvolvimento do Produto

de Sistemas de Gerenciamento de

Líquidos, Stuttgart/Alemanha;

– Hans Jehle, pela MAHLE Industries,

Inc., Morristown/EUA;

– Pradeep Batra, pela MAHLE Migma Pvt.

Ltd., Pithampur/Índia;

– Dr. Uwe Mohr e Jörg Rückauf, pela MAHLE

International GmbH, Pesquisa e Engenharia

Avançada, Stuttgart/Alemanha; e

– Dr. Frank Jähn e Ivan Lenehan, pela

MAHLE Engine Components Japan

Corp., Tsuruoka-shi/Japão.

Além dos discursos e das discussões, as

lideranças aproveitaram a oportunidade

para trocar idéias com os colegas da

MAHLE, bem como para realizar e intensificar

os contatos. O feedback foi unânime:

esses encontros são muito importantes,

pois contribuem para a melhoria do trabalho

pessoal.

Birgit Albrecht – Stuttgart, Alemanha

Curtas

A MAHLE amplia suas atividades na área de

válvulas de motor na China

Em janeiro foi realizada a cerimônia de inauguração

da nova fábrica de válvulas de motor, MAHLE

Tri-Ring Valve Train (Hubei) Co. Ltd., em Macheng,

China. Trata-se de uma joint venture, na qual a

MAHLE possui 60% de participação. A MAHLE Tri-

Ring Valve Train emprega cerca de 1.600 colaboradores

e produz anualmente 20 milhões de válvulas

de motor.

15


16

Notícias do Grupo MAHLE

A onda perfeita/O eixo perfeito*

Todos os anos, entre dezembro e final de fevereiro, aparecem surfistas de todas as partes do mundo no Havaí à espera de alguma

coisa. Você sabe o que eles esperam? Correto: a onda perfeita. Essa onda chega, aos poucos, de maneira inevitável, com oito metros

de altura e muita adrenalina. Você está sentado no mais novo modelo Dodge Viper, os braços encontram-se estendidos, as bochechas

quase tocam os lóbulos da orelha. Você começa a suar e a adrenalina flui pelas veias. Qual a razão? Correto: o eixo perfeito.

=

+

O CamInCam ® acima é formado pelo eixo externo e interno,

sendo que um dos eixos comanda as válvulas de entrada e o

outro, as de saída

É espantoso como as ondas/os eixos

podem ser tão diferentes e ter o mesmo

efeito. Tudo bem, talvez

exista um certo exagero na

comparação entre o nosso

mais novo eixo excêntico

CamInCam ® e as forças

da natureza. Por outro

lado, onde poderemos registrar

600 cv de potência? Somente na categoria

“forças da natureza”.

O modelo anterior do Dodge Viper apresentava

500 cv de potência e a nova versão surge

com 100 cavalos a mais. Esse aumento

da potência deve-se, de forma determinante,

ao novo CamInCam ® . A novidade mundial da

MAHLE está sendo usada na série pela primeira

vez com o Viper. De acordo com Falk Schneider

e Markus Lettmann, responsáveis pelo desenvolvimento

de produtos na MAHLE, esse eixo

excêntrico permite o ajuste da posição ideal

para os tempos de admissão e exaustão em todas

as condições de rodagem. O resultado é

um melhor desempenho, um momento de rotação

maior, menor consumo, redução das emissões

e melhor comportamento em ponto morto.

Ambos trabalharam durante três anos, juntamente

com uma equipe da MAHLE, no desenvolvimento

do eixo excêntrico CamInCam ® para

a série. Schneider afirma que, dessa maneira,

os antigos conceitos de motores, como, por

exemplo, motores V com um eixo excêntrico

central localizado na parte inferior (denominado

motor OHV), voltarão a ter capacidade de concorrência.

Em geral, o CamInCam ® pode ser


Falk Schneider (esquerda) e Markus Lettmann participaram do desenvolvimento do novo eixo excêntrico CamInCam ®

usado em todos os motores somente com um

eixo excêntrico, como é o caso de muitos motores

europeus de categoria média. No entanto,

as pessoas responsáveis pelo desenvolvimento

acreditam que o maior potencial para o

CamInCam ® encontra-se no mercado americano,

onde as montadoras enfrentam, por exemplo,

a concorrência japonesa, a qual apresenta

motores V modernos com quatro eixos excêntricos

localizados na parte superior. Dessa forma,

o CamInCam ® chegou em hora certa, pois

de outra maneira o conceito de motores das

montadoras americanas de motores V teria de

ser alterado em sua essência. O preço mais

elevado em comparação com os eixos excêntricos

nacionais é rapidamente compensado,

uma vez que os motores não precisam ser reconstruídos

e as instalações de produção podem

permanecer como estão. No eixo excêntrico

CamInCam ® , os tempos de admissão e

de exaustão, ou ambos, podem ser alterados

de maneira independente. No caso do Viper, os

valores de emissão encontram-se em primeiro

plano, razão pela qual foi ativado pelo lado da

exaustão. Se, por exemplo, no caso dos motores

de pequeno porte (no caso do Viper estamos

falando de um volume de motor de 8,4 litros),

fosse ativado o tempo de admissão, o

CamInCam ® poderia ser integrado ao conceito

downsizing. A MAHLE Powertrain na Grã-

Bretanha irá construir um demonstrador do

CamInCam ® . Ele deverá possibilitar a demonstração

dos potenciais do novo eixo excêntrico

através de um motor V8 e de um

motor de série de quatro cilindros.

A montagem do eixo excêntrico CamInCam ® no

Dodge Viper é automatizada, sendo realizada na

fábrica de Gaildorf. De acordo com Markus

Lettmann, as peças são fornecidas já prontas,

não existe necessidade de retrabalho. A con-

corrência, no entanto, ainda não consegue

fazê-lo, diz Markus Lettmann

orgulhoso. Durante o desenvolvimento

do projeto, muitos colaboradores

trabalharam

acima da média. De

outra forma, o projeto

não teria sido

implementado tão

r a p i d a m e n t e .

Schneider complementa

que

também foram produzidas

amostras durante

os sábados. Gostaríamos

de ressaltar que a

idéia do eixo dentro do eixo, como é o caso do

eixo excêntrico CamInCam ® , já existe há quase

cem anos. O americano

William O. Worth

registrou a patente em

1908. Ele estava à frente

de seu tempo. No entanto,

as possibilidades técnicas limitadas

da época não permitiram a

implementação da idéia. A MAHLE

adotou a idéia do eixo dentro do eixo. Em

seguida, desenvolveu o princípio e o transformou

em um produto de série, sendo

que as propriedades importantes foram

asseguradas através de uma patente.

Ingo Lagler – Stuttgart, Alemanha

*Nota do tradutor: no idioma alemão, foi feito um

jogo de palavras com “Welle”, que significa

onda, para os surfistas, e eixo, nos carros.

17


18

Notícias do Grupo MAHLE

Feiras e eventos planejados em 2007

Data Evento Cidade País Expositor Endereço na web

06.03

Tech Show Mazda (feira

de clientes)

Hiroshima Japão

09.03 - 11.03 RetroClassics Stuttgart Alemanha

19.03 - .03 Equip Auto Algeria Argel Argélia

0.03 - 1.03

7º Internationales Stuttgarter

Symposium (7º

Simpósio Internacional

de Stuttgart)

7.03 - 9.03 Powtech Nuremberg Alemanha

MAHLE (EO =

Equipamento Original)

MAHLE

Aftermarket

MAHLE

Aftermarket

---

www.retroclassics.de

Stuttgart Alemanha MAHLE (EO) www.fkfs.de

MAHLE Filtração

Industrial

www.equipauto-algeria.com

www.powtech.de

05.04 - 15.04 Seoul Motor Show 007 Seul Coréia MAHLE (EO) www.motorshow.or.kr

10.04 - 14.04 AUTOMEC São Paulo Brasil

16.04 - 0.04

HANNOVER MESSE

(Feira de Hannover)

Hannover Alemanha

MAHLE

Aftermarket

MAHLE Filtração

Industrial

www.automecfeira.com.br

www.hannovermesse.de

.04 - 8.04 Auto Shanghai Xangai China MAHLE (EO) autoshanghai.auto-fairs.com

3.04 - 9.04 Bauma Munique Alemanha

6.04 - 7.04

8º Internationales Wiener

Motorensymposium

( 8º Simpósio Internacional

de Motores de

Viena)

09.05 - 13.05 MOTORTEC Madrid Espanha

11.05 - 13.05 TransTech bei Matthies Hamburgo Alemanha

15.05

Toyota Purchasing Tech

Day

MAHLE Filtração

Industrial

www.bauma.de

Viena Áustria MAHLE (EO) www.oevk.at

Erlanger (KY =

Kentucky)

EUA (Estados

Unidos)

MAHLE

Aftermarket

MAHLE

Aftermarket

MAHLE (EO) ---

www.ifema.es

www. 4-fair.com

3.05 - 5.05 JSAE Yokohama Japão MAHLE (EO) www.jsae.or.jp

7.05 - 9.05 Automechanika Gulf Dubai

União dos Emirados

Árabes

MAHLE

Aftermarket

www.automechanikagulf.com

MAHLE (EO)/

9.08 - 0 .09 MIMS 007 Moscou Rússia

MAHLE

Aftermarket

www.motorshows-ite.com

13.09 - 3.09 IAA PKW Frankfurt Alemanha MAHLE (EO) www.iaa.de

4.09 - 7.09 Neva São Petersburgo Rússia

08.10 - 10.10

Aachener Kolloquium

Fahrzeug - und Motorentechnik

(Colóquio de

Tecnologia de Veículos e

Motores de Aachen)

10.10 - 13.10 PTC Asia Xangai China

15.10 - 0.10 Equip Auto Paris França

4.10 - 7.10 Kormarine 007 Busan Coréia

MAHLE Filtração

Industrial

www.wtsh.de

Aachen Alemanha MAHLE (EO) www.ac-kolloquium.rwth-aachen.de

MAHLE Filtração

Industrial

MAHLE

Aftermarket

MAHLE Filtração

Industrial

www.ptc-asia.com

www.equipauto.com

www.kormarine.net

7.10 - 11.11 Tokyo Motorshow Tóquio Japão MAHLE (EO) www.tokyo-motorshow.com

1.11 - 3.11 SAE 007 Brasil São Paulo Brasil MAHLE (EO) www.saebrasil.org.br

MAHLE Compo-

7.11 - 30.11 Marintec China Xangai China

nentes de Motores

Grandes

www.marintecchina.com


Primeiro Encontro Global de Produção da Linha de

Produtos Sistemas de Gerenciamento de Ar e Líquidos

Por iniciativa da Gerência da Linha de Produção, foi realizado, no último ano, na MAHLE de St. Michael, na Áustria, o Primeiro Encontro

Global de Produção (GPM) da Linha de Produtos Sistemas de Gerenciamento de Ar e Líquidos. O principal assunto analisado

foi o processo de produção de moldagem por injeção de materiais sintéticos.

Atualmente são utilizadas, mundialmente, 70

máquinas de moldagem por injeção e milhares

de ferramentais. O objetivo do workshop foi

aperfeiçoar a produção e os processos complementares,

bem como reduzir os custos. Os

participantes, engenheiros da produção e do

planejamento da produção, vieram dos EUA,

da Inglaterra, da Alemanha, da Áustria, da

China e do Japão. Os colegas do Brasil e da

Coréia também foram convidados, mas infelizmente

não puderam comparecer.

Foram discutidos os seguintes temas:

– “benchmarking” global das fábricas;

– conceitos globais de ferramental com especificações

para o futuro;

– redução dos tempos de preparo e dos

custos de manutenção;

– redução do tempo do ciclo;

– aquisição complementar de ferramentais

da Ásia;

Os participantes do 1º GPM da Linha de Produtos Sistemas de Gerenciamento de Ar e Gerenciamento de Líquidos

– compra de máquinas de moldagem por injeção

com preço vantajoso da Ásia, por

meio de utilização apropriada e focagem

global em relação à aquisição das máquinas;

e

– introdução de processos inovadores de

moldagem por injeção, como injeção de

espuma MuCell ® .

No mais, foram apresentados e discutidos

projetos: a fábrica de St. Michael forneceu informações

sobre testes com uma máquina

asiática de moldagem por injeção. Com a finalidade

de reduzir o material e o tempo do

ciclo na produção, os colegas dos EUA, da

Alemanha e do Japão estão testando o processo

MuCell ® , no qual o material sintético

fundido é misturado com gás. Foram trocadas

experiências relativas à construção de

ferramentais de moldagem por injeção na

Ásia, e um fornecedor chinês aproveitou a

oportunidade para se apresentar durante

esse encontro. Os diferentes temas foram

trabalhados em workshops e os resultados,

apresentados via videoconferência aos gerentes

das Linhas de Produtos. As atividades

iniciadas serão acompanhadas até a realização

do segundo encontro GPM, em meados

de 007.

Nesses três dias, a prática também não foi

deixada de lado. Uma visita pela fábrica mostrou

aos participantes o elevado know-how

da produção de módulos de sucção e filtros.

Gostaríamos de agradecer à fábrica de St.

Michael pela excelente organização e pela

hospitalidade.

Andreas Baumann, Peter Baumann e Jürgen Waser –

St. Michael, Áustria

19


0

Notícias do Grupo MAHLE

Organograma do grupo via Intranet

Desde fevereiro de 2007 é possível consultar na intranet da MAHLE, através de “Grupo Informações Gerais Organograma do

Grupo”, o organograma com as lideranças do grupo.

O organograma disponível nos idiomas alemão

e inglês foi elaborado pela Diretoria

Executiva do Grupo, sendo constantemente

atualizado. Dessa forma, a organização

mundial do Grupo e a respectiva estrutura

de gerenciamento tornam-se transparentes

e acessíveis para todos os colaboradores. O

organograma serve para a melhoria das informações,

sempre solicitada pelos colaboradores,

de acordo com as últimas pesquisas

realizadas. O organograma foi elaborado

exclusivamente para uso interno e não poderá

ser repassado para pessoas não autorizadas

fora da empresa.

Com a finalidade de facilitar a visualização

do organograma, o mesmo foi dividido em

diferentes segmentos, que apresentam o

gerenciamento superior da linha do produto,

o centro de lucros, as funções transversais

e as áreas centrais com as relações hierárquicas.

Os títulos das lideranças, conseqüentemente,

também se referem à estrutura

de gerenciamento do Grupo, podendo,

dessa forma, desviar-se dos títulos aplicados

por questões legais ou estruturais da

empresa. Ao lado do nome encontra-se a

unidade organizacional. Na página da intra-

net, você também poderá obter informações

mais detalhadas em relação ao conteúdo e

à forma de apresentação do organograma.

Vale a pena dar uma olhada nessa breve

apresentação, pois isso irá facilitar a compreensão.

Joachim Reichle – Stuttgart, Alemanha

Bolsa interna de empregos – um importante lugar no

mercado

O mercado interno de empregos da MAHLE oferece aos colaboradores uma plataforma para que os mesmos possam se desenvolver,

informar-se internamente e estudar as chances e as oportunidades profissionais, inclusive mundialmente.

“A luta de uma empresa por boas posições no

mercado inicia com a luta por bons colaboradores”.

Esse é o título de um artigo publicado em

novembro de 006 por um jornal de Stuttgart. O

marketing pessoal e, portanto, o posicionamento

no mercado de trabalho ficou mais difícil com

o passar dos anos. O esforço aumentou. Dessa

forma, o marketing pessoal interno em empresas

como a MAHLE vem aumentando cada vez

mais nesses tempos tão dinâmicos. Por que

não oferecer aos próprios colaboradores as

chances de desenvolvimento profissional? Por

que não ocupar as vagas com candidatos internos?

O incentivo, o desenvolvimento e a manutenção

de profissionais próprios, qualificados,

com pensamentos inovadores parece ter adquirido

uma importância cada vez maior, especialmente

em razão da falta de pessoas especializadas

e de lideranças na Alemanha. O incentivo

para além das fronteiras das Linhas de Produtos

e dos países é um importante elemento de nosso

desenvolvimento pessoal, que certamente

traz vantagens para a empresa. Somente os superiores

com pensamento limitado enxergam

uma ameaça para a harmonia momentânea de

sua equipe. É a curiosidade e muitas vezes as

razões pessoais que fazem com que os colaboradores

enxerguem além da borda de seu prato

(departamento). Graças ao Mercado Interno de

Empregos da MAHLE é possível consultar mais

de 80 locais e as mais diferentes funções e produtos.

Não existe mais motivo para resignação.

As vagas a serem ocupadas dentro do Grupo

MAHLE podem ser vistas na Intranet! Antes das

vagas serem disponibilizadas para pessoas externas,

a MAHLE oferece aos seus profissionais

a chance de candidatura para uma nova tarefa.

Dessa forma, a MAHLE encontrou uma maneira

de oferecer aos colaboradores engajados um

novo e interessante campo de atividade. No

mais, estaremos economizando na publicação

de anúncios caros. No último ano, integramos a

China, o Brasil, o Japão e a Espanha ao nosso

mercado interno de empregos, que já existe

desde 005. A Polônia, a Itália, a França, a Áustria

e os EUA já participavam dessa bolsa de

empregos desde o início. Dessa forma, os colaboradores

de quase todas as fábricas do Grupo

MAHLE em todo o mundo podem fazer uso do

Mercado Interno de Empregos. O número cada

vez maior de consultas internas e o aumento do

êxito por ocasião da ocupação comprovam o

sucesso do Mercado Interno de Empregos da

MAHLE, ou seja, vale a pena dar uma olhada!

Eva Martinez – Stuttgart, Alemanha


Ford Duratec 35

O novo motor Ford Duratec 35 V6,

3,5L foi eleito um dos 10 melhores motores

dos EUA no ano de 2006 (“Ward’s

10 Best Engines”) pela Ward’s Auto

World.

A lista anual dos 10 melhores motores foi divulgada

no dia 5 de dezembro, em Detroit

e, pelo terceiro ano consecutivo, inclui também

o Ford 4,6 litros, V8.

“Essa é uma excelente realização e atesta

o nosso atual processo de desenvolvimento

de produtos de powertrain”, disse Barb

Samardzich, vice-presidente de Powertrain

da Ford Motor Company. “O V6, 3,5 litros

está situado em uma das classes de motores

mais competitivas na indústria ame-

ricana, o que enaltece ainda mais o fato

de termos o nosso motor dentro da lista

dos 10 melhores”.

O V6, 3,5 litros possui 65 cavalos, que

oferecem muita força aos motoristas e, ao

mesmo tempo, economia de combustível.

Os motores semelhantes de nossos concorrentes

precisam de um combustível de

melhor qualidade (maior octanagem) para

atingir os mesmos níveis de performance

e economia.

Esse motor está sendo aplicado no novo

Ford Edge e nos Lincoln MKZ e MKX crossovers

e está à venda desde outubro de

006, a bordo de veículos que têm preços

a partir de 9.890 dólares.

O projeto inicial apresenta flexibilidade

para novos desenvolvimentos, ou seja, ele

pode ser compatível com as tecnologias

de injeção direta e de superalimentação

(turbocharged), que podem aumentar ainda

mais a potência e o torque no futuro.

O Duratec 35 V6 é produzido na planta da

Ford em Lima, Ohio.

A Unidade Sistemas de Trem de Válvulas

Mogi Guaçu, da MAHLE, está orgulhosa

de fazer parte dessa vitória junto com a

Ford, pois fornece os eixos de comando

por meio de seu cliente direto, a Systrand

Presta.

Sauro Armani Neto – Mogi Guaçu

Escória de fundição tem nova destinação na PL2/3 -

Mogi Guaçu

Escória de fundição

Antes descartado em aterro industrial, o

material agora é recuperado e gera benefícios

ambientais e econômicos.

Promover a melhoria contínua dos processos,

para benefício do meio ambiente, é

parte da Política de Meio Ambiente da

MAHLE. Conservar os recursos naturais e

minimizar a geração de resíduos é tarefa

essencial em nossos processos industriais.

Destacamos nesta edição o trabalho

de recuperação do ferro contido na areia

de fundição na PL /3 – Mogi Guaçu (Unidade

Sistemas de Trem de Válvulas).

O processo de fundição gera em média

3 5 toneladas por mês de escória, constituída

basicamente de ferro, aglomerante e

algumas impurezas (sujeiras) contidas na

matéria-prima no momento em que é adicionada

ao forno para fundição de ferro e

aço. O projeto desenvolveu-se satisfatoriamente,

com um resultado de 40% de

recuperação do metal, que antes era destinado

a aterro industrial. A escória é enviada

agora para beneficiamento e reciclagem

de metais.

O projeto, que inicialmente tinha caráter

ambiental, trouxe também benefícios econômicos

para a planta.

Mônica Regina Antônio – Mogi Guaçu

1


Notícias do Grupo MAHLE

Bronzinas SBC investe em nova linha de fundição de

bronze

Entrou em funcionamento, no final de

2006, a nova linha de fundição contínua

de bronze na Unidade Bronzinas SBC.

O crescimento dos mercados de motores diesel

nacional e internacional sinalizou o aumento

Fundicão contínua de bronze na Unidade Bronzinas SBC

da demanda por tiras com liga de bronze fundido,

à qual a MAHLE respondeu imediatamente

com a implementação de uma nova linha.

Nomeado pela Direção, um grupo multidisciplinar

de profissionais da MAHLE se integrou

para conceber e implantar esse projeto, que

objetivou não só o aumento da produção de

tiras, mas também a competitividade e os aspectos

ambientais.

A ampliação trouxe os seguintes benefícios:

– Equipamentos e instalações mais modernos;

– Controle das emissões atmosféricas;

– Compromisso com a prevenção da poluição;

– Racionalização de recursos naturais;

– Utilização de gás natural como combustível

alternativo;

– Capacitação adicional dos colaboradores

da nova linha para a interpretação de

softwares; e

– Contratação de mais 10 colaboradores.

Graças à competência técnica e ao engajamento

de toda a equipe envolvida, desde

o projeto até a operação, dobramos a

capacidade de produção de material.

Antonio Prado – São Bernardo do Campo

Análise em produtos revestidos de cromo apresenta

resultado positivo

O IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas da USP) aprovou ambientalmente o uso de cromo para o revestimento de anéis. A camada

de proteção aumenta também a vida útil do produto, com benefícios para o Meio Ambiente.

Atendendo também a referências internacionais

e a requisitos de clientes para a limitação

do uso dessas substâncias, o Departamento

de Qualidade solicitou aos setores

responsáveis que coordenassem um

trabalho de análise de alguns produtos

com revestimento de cromo. O resultado

revelou que os nossos produtos são seguros

para o Meio Ambiente e para os nossos

clientes.

O procedimento utilizado para a avaliação

foi o GMW3034, baseado na norma

ISO3613 – procedimento da montadora

GM que utiliza análise comparativa em

todo o mundo. Além de ser uma comprovação

positiva, a limitação de substâncias

restritas é item importante das auditorias

de sistemas de qualidade e ambiental.

A aplicação controlada de cromo duro tem

por finalidade proporcionar mais resistência

ao desgaste e com isso aumentar a

vida dos anéis revestidos por meio dessa

tecnologia.

Na Unidade Anéis Itajubá, o processo é

feito de maneira ecologicamente correta.

Todo resíduo proveniente da lavagem e regeneração

e qualquer outro tipo de des-

carte são tratados pela ETE (Estação de

Tratamento de Efluentes) e os banhos de

cromo não são descartados, mas recuperados

por meio de dois sistemas Eco-Tec,

para posterior reutilização no processo.

A MAHLE, apoiada em sua Política de

Meio Ambiente, mantém comprometimento

permanente com o desenvolvimento

sustentável.

Adriana Rincon, Carlos Rodrigues e Luciana Gomes –

Itajubá


GN promove ganhos ambientais e econômicos em SBC

Engenharia Industrial de SBC implanta instalações para viabilizar a utilização de GN internamente como combustível alternativo.

O Gás Natural (GN) para uso industrial é

uma fonte de energia segura, eficiente e

econômica. Sua queima produz baixa

emissão de poluentes, graças a uma combustão

mais limpa que a do GLP (Gás Liquefeito

de Petróleo).

Além de menos nocivo ao Meio Ambiente

e economicamente mais viável, o GN diminui

alguns custos operacionais da indústria,

evitando gastos com manutenção,

limpeza e compra de equipamentos antipoluição

como filtros, lavadores de gás e

multiciclones. O GN é um gás versátil –

pode ser usado em diversos equipamentos.

Sua utilização proporciona mais segu-

Nova tecnologia elimina resíduos na lavagem de

peças em Itajubá

Em Itajubá, equipamentos de alta tecnologia substituem o Percloroetileno, solvente químico utilizado para o desengraxe das peças,

por produto alcalino biodegradável.

A busca por soluções para produção cada

vez mais limpa e melhoria contínua é tarefa

constante da MAHLE.

rança, qualidade e abastecimento contínuo.

A boa e uniforme queima do GN exige

menor quantidade de ar e elimina resíduos

de combustão incompleta ou metálicos

e de óxidos de enxofre.

Além disso, o fornecimento do GN por

meio de gasodutos facilita a logística de

distribuição, elimina o transporte rodoviário

– uma excelente contribuição para a

minimização dos gases de efeito estufa

gerados pelos veículos – e elimina ou minimiza

os custos de armazenagem e manuseio

de combustíveis líquidos.

André Juliano Arssuffi – São Bernardo do Campo

Máquina Subra

Com o objetivo de cumprir esses dois compromissos,

dois equipamentos com a tecnologia

de desengraxe por meio alcalino têm sido

utilizados com sucesso na Minifábrica Produtos

de Aço, em Itajubá. A implantação da

nova tecnologia visa à substituição do Percloroetileno

por produto alcalino.

Os equipamentos utilizados são a máquina

Mafac (de tecnologia alemã) e a Subra (tecnologia

brasileira), ambos com a finalidade de

efetuar o desengraxe automático dos anéis de

pistão.

O processo consiste em lavar as peças por

sistema de spray em uma câmara com solução

alcalina, enxaguar e secar. A nova tecnologia

elimina a geração de resíduos, contribuindo

para a melhoria e a preservação do

Meio Ambiente.

Claudinei de Oliveira e Marcos Santos – Itajubá

Máquina Mafac

3


4

Notícias do Grupo MAHLE

Revitalização de nascente beneficia comunidade

A revitalização de uma nascente em

uma escola municipal próxima à Unidade

Mogi Guaçu da MAHLE garante a preservação

da fauna e da flora e o bem-estar

da comunidade local.

Preservar e promover melhores condições

ambientais é tarefa contínua da MAHLE, não

só em suas unidades como também nas comunidades

localizadas no entorno. A Escola

E.M.E.F. “Prefeito Carlos Franco de Faria”, localizada

no Jardim Ypê Pinheiros, próxima à

planta PL /3 da MAHLE, em Mogi, fica em

uma área de grande exuberância da natureza,

com diversidade de aves, répteis e outros animais,

além de diversos tipos de plantas. A escola

também possui em seu terreno uma nascente

de água que estava obstruída, com seu

curso natural impedido, assim como o abastecimento

da vida dessa região. Consciente da

importância desse recurso natural para a região,

a MAHLE patrocinou sua revitalização. As

obras realizadas no ano de 006 promoveram

a desobstrução do curso de água. Também foi

construído um corredor para escoamento e

criado um espelho d’água. Além disso, foi feito

um trabalho de recuperação do terreno, com o

plantio de 930 m de grama esmeralda e de

100 mudas de árvores. O gramado visa garantir

a segurança dos alunos e visitantes, ao evitar

quedas por conta da topografia irregular do terreno,

e auxiliar na preservação da qualidade da

água, já que impede sua poluição e o assoreamento.

Esse projeto resultou em um espaço

com muito mais verde e muito mais vida para a

comunidade – que também participará ativamente

do projeto por meio de um trabalho de

Educação Ambiental a ser realizado com visitas,

palestras e outras atividades de conscienti-

Sucata de porta-anel é transformada em matéria-prima

Reutilização de sucata gera benefícios ambientais e econômicos

zação e integração com o Meio Ambiente.

“Essa revitalização demonstra a preocupação

ambiental da MAHLE e sua parceria com a comunidade.

Ela servirá também para a formação

dos alunos, que vão estudar e aprender mais

sobre Meio Ambiente”, destaca Rodrigo Sevilla,

do Departamento de Meio Ambiente.

Rodrigo Sevilla – Mogi Guaçu

MAHLE recupera nascente em Mogi Guaçu

Material reutilizado gera benefícios ambientais

e reduz custos.

A PL /3 de Mogi Guaçu (Unidade Sistemas

de Trem de Válvulas) vende parte da sua

produção de porta-anéis à planta PL1 (Pistões),

que, durante seu processo de fundição

do pistão, agrega a ele o produto. Esse

processo eventualmente gera alguma perda

de porta-anéis e o maior desafio para o reúso

é desenvolver uma tecnologia de separação

da película de alumínio agregada a ele.

Vários testes foram realizados até chegar a

resultados ideais para a possibilidade do retorno

e reutilização dessa sucata no processo

produtivo como matéria-prima para a fundição

da PL /3. O projeto exigiu vários estudos

por parte dos Departamentos de Meio

Ambiente e de Produção da unidade e foi

concluído com sucesso. A reutilização da

sucata de porta-anel reduz o consumo de

matéria-prima e beneficia o Meio Ambiente.

Mônica Regina Antônio – Mogi Guaçu


Cafezódromo auxilia recertificação em Mogi Guaçu

Em meados de 2005, a Usinagem de Pinos

e Tuchos, em Mogi Guaçu, adotou

uma nova área para informações gerais e

lazer, denominada Cafezódromo.

Hoje o Cafezódromo também é usado para

reuniões e troca de informações e proporciona

melhores índices de qualidade na reunião

QSB (GM). Para descontração e harmonia

dos colaboradores, e com a ajuda de fornecedores,

também foi colocado no local um

aquário, quadros e revistas. O Cafezódromo

tornou-se tão estratégico, que foi considerado

um dos pontos fortes na recertificação

ISO/TS 16949 (DQS), como uma ferramenta

motivacional e de melhoria do processo para

os profissionais de Pinos e Tuchos.

Aldaiza Stela Floriano – Mogi Guaçu

Planta de Indaiatuba aproveita luz natural em fábrica

Telhas translúcidas melhoram ambiente

A substituição de telhas comuns por telhas

translúcidas promoveu benefícios na

área produtiva da Unidade Sinterizados

Indaiatuba.

A idéia de substituir as telhas comuns do telhado

da área produtiva por telhas translúcidas

gerou um eficiente projeto de melhoria

ambiental. Além de tornar o ambiente de trabalho

mais agradável, o projeto abriu a possibilidade

de, no futuro, ser desligada a iluminação

artificial em alguns pontos.

A ação será possível após a adequação das

instalações, já que hoje a chave de ligamen-

Cafezódromo é área estratégica na unidade

to e desligamento é geral, para toda a fábrica.

Um grupo de melhoria (ZAP) coordenado

pela área de Meio Ambiente já está trabalhando

para estudar de modo mais detalhado

a viabilidade e os benefícios para o consumo

de energia da modulação do ligamento

e desligamento das luminárias.

A racionalização do consumo de energia e a

conseqüente redução da utilização de recurso

natural contribuem com os esforços da

sociedade para a redução do aquecimento

global.

Carlos Alberto Furtado – Indaiatuba

Pino de pistão nitretado no mercado norte-americano

Após dois anos de desenvolvimento, o Departamento de Usinagem de Pinos da PL2/3 (Sistemas de Trem de Válvulas Mogi

Guaçu) começa a produção de pino de pistão nitretado para o mercado norte-americano.

Para alcançar mais esse objetivo, foi necessário

o envolvimento de toda a Usinagem de Pinos,

em conjunto com os fornecedores. Destacamos

os de matéria-prima e fornos de nitretação,

pois a matéria-prima desse pino não era

um material convencional para o mercado brasileiro

e era necessário produzi-lo para adequar-se

às rígidas especificações do mercado

internacional. Um novo forno de nitretação foi

desenvolvido para alinhar necessidades técnicas

do produto e alta produtividade. Com mais

esse projeto, a Usinagem de Pinos de Pistão

confirma a sua determinação de entrada no

mercado norte-americano, atendendo especificações

diferenciadas.

Edivan Aparecido Nunes – Mogi Guaçu

Forno de nitretação Pinos nitretados

5


6A - TPM - Lubrificação Autônoma na Ferramentaria

A Ferramentaria é o piloto da implantação

da lubrificação autônoma na planta

PL1 (Pistões Mogi Guaçu), trabalho que

teve início ainda em 2006.

A lubrificação autônoma consiste na lubrificação

de todos os equipamentos efetuada

pelo próprio operador.

Dessa forma, há garantia de uma maior interação

do operador com a máquina, reforçando

o princípio da Manutenção Autônoma,

um dos pilares do TPM (Total Productive

Management) implantados na empresa,

no qual cada um é responsável pelo

seu posto e equipamento de trabalho.

Segundo o colaborador Augusto Leandro

Fonseca Ribeiro, “essa novidade no setor

ajuda a controlar a periodicidade de lubrificação

e, com isso, a identificar os pontos

6

Notícias do Grupo MAHLE

Lubrificação da Fresadora CNC Deckel FP 4

em que a máquina tem problemas, conforme

acompanhamento do equipamento”.

Já para Celso Ricardo de Carvalho, “essa

atividade é importante, pois o profissional

pode cuidar do seu equipamento de uma

maneira padronizada e é incentivado a conhecer

cada vez melhor as características

de sua máquina”.

Os treinamentos foram desenvolvidos e

apresentados em comum acordo com os

seguintes setores:

Manutenção

Responsável pela parte técnica da tarefa,

incluindo em sua apresentação tipos de

óleo e graxas existentes e suas características,

normas e sistemas de lubrificação,

entre outros itens.

Meio Ambiente

Responsável por direcionar os colaboradores

quanto aos descartes e cuidados com

o meio ambiente, além de demonstrar

pontos importantes na instrução de trabalho

criada para o processo.

Segurança

Responsável por passar noções sobre manipulação

de produtos químicos e cuidados

de segurança indispensáveis no equipamento,

além de reforçar o contato de

emergência em caso de dúvidas.

Mogi amplia área de Fundição

Augusto, Leandro, Carlos e Celso

Tecnologia de Processos

Responsável por organizar o evento e promover

o processo de implantação desse imprescindível

tema do TPM. Além do maior intercâmbio

com o equipamento, os colaboradores

terão a oportunidade de conhecer melhor

a máquina e contribuir para a diminuição

de quebras dos equipamentos, pois, segundo

estatísticas, 60% das falhas são ocasionadas

por precariedade ou inexistência de

um sistema de lubrificação adequado. Também

foram criados formulários padrão para

controle do método, para que, além da lubrificação,

os colaboradores possam atuar diretamente

no 6 As, no que diz respeito à organização,

à limpeza e à utilização, não esquecendo

de pontos importantes de mecânica

que estão entre os itens de inspeção.

Marcelo Cavalcante Gomes – Mogi Guaçu

Da esquerda para a direita:

Mogi está ampliando a área de fundição da planta Sistemas de Trem de Válvulas Mogi Guaçu, com a instalação da máquina de moldar

e o novo sistema de preparação de areia verde.

A ampliação tem como objetivo atender ao

aumento de produção de eixos de comando

de válvula. O início da produção, nessa nova

fase, acontecerá ainda neste ano.

José Francisco de Toledo – Mogi Guaçu


Unidade SBC investe em projeto diferenciado

Diante de um mercado de autopeças cada vez mais competitivo, custo, prazo e qualidade são requisitos primordiais para atendermos

às solicitações dos clientes e garantirmos a entrada de novos negócios.

Com foco nos três pontos-chave mencionados,

foi iniciado um projeto piloto, na

Engenharia de Desenvolvimento de Ferramentas,

para a Parametrização de Projetos

de Ferramentas, visando à redução do

tempo de desenvolvimento, melhoria da

qualidade dos projetos e redução dos

custos de desenvolvimento e de fabricação

das ferramentas.

O projeto piloto foi iniciado em outubro de

006 e concluído em dezembro do mesmo

ano. O ferramental escolhido para o

início desse desenvolvimento foi o destinado

à fabricação de bronzinas sem flange,

nas linhas de produção convencionais,

em SBC. O trabalho foi coordenado pelo

engenheiro de projetos Alex Veloso com a

participação do engenheiro de projetos

Erik Alves e do técnico de projetos Rodrigo

Pimenta.

Na parametrização dos projetos das ferramentas,

foi utilizado o software de CAD

3D - Inventor, da Autodesk, e planilhas

eletrônicas (Microsoft Excel). As fórmulas

e variáveis existentes no Manual de Cálculos,

em papel, foram transcritas em planilha

eletrônica. Os desenhos básicos das

ferramentas (projeto raiz) foram criados no

CAD e, através de um recurso de comunicação

do software Inventor, os dados calculados

no Excel foram vinculados às variáveis

dimensionais dos desenhos (cotas).

Para a execução dos desenhos das ferramentas,

necessárias para a fabricação e

controle de uma nova bronzina, basta digitar

as dimensões do produto na planilha

que calcula e determina as dimensões das

ferramentas. Ao abrir o projeto raiz no Inventor,

as dimensões das ferramentas são

ajustadas de acordo com os novos dados

da planilha, e os desenhos das ferramentas

são gerados automaticamente. Nos

testes realizados em dezembro de 006 o

tempo total de desenvolvimento do projeto

do ferramental foi reduzido em aproximadamente

40% (de 5 para 3 dias).

“Com esse trabalho haverá uma redução

significativa dos custos de desenvolvimento

e de fabricação das ferramentas, pois

agora os desenhos são feitos em escala e

exclusivos para cada ferramenta, reduzindo

os erros de interpretação dos desenhos

que podem resultar em falhas na

confecção do ferramental e, conseqüentemente,

em retrabalhos e maior tempo de

try-out. Dessa forma, com projetos e ferramentas

feitos com mais qualidade, a

previsão de redução nos prazos de produção

de amostras fica em torno de 1 %,

tornando-nos mais competitivos”, afirma o

engenheiro Alex Veloso.

Como todas as fórmulas estão cadastradas

nas planilhas, as possibilidades de erros

de cálculo limitam-se somente a erros

de digitação das dimensões do produto,

aumentando a confiabilidade e a qualidade

dos projetos executados.

Outro fator importante é a possibilidade

do envio dos dados matemáticos dos desenhos

das ferramentas aos fornecedores,

contribuindo para, além da redução no

tempo de programação de suas máquinas

CNCs, maior precisão e redução no tempo

de confecção das ferramentas.

“Foi apenas um projeto piloto, mas que já

nos trouxe um ganho significativo no que

diz respeito a custo, prazo e qualidade.

Com esse ganho de tempo que teremos,

nós poderemos nos dedicar mais ao desenvolvimento

de novos conceitos de ferramentas,

materiais, tratamentos térmicos

etc.”, comenta Rodrigo Pimenta. Com o

sucesso do projeto piloto, o planejamento

para 007 é ampliar a parametrização de

projetos de ferramentas para um maior

Erik Alves, Alex Veloso e Rodrigo Pimenta

número de operações na fábrica de Bronzinas

e estender o trabalho também para

a fábrica de Buchas.

Eliane Benedito – São Bernardo do Campo

Novo estacionamento

em Mogi Guaçu

A PL2/3 (Sistemas de Trem de Válvulas)

construiu um novo estacionamento.

O novo espaço conta com moderna cobertura

em policarbonato, para motos e bicicletas.

A iniciativa aumentou o conforto e a segurança

dos colaboradores.

Rafaela Van De Velde Guimarães – Mogi Guaçu

7


Notícias do Grupo MAHLE

Colaboradores de Itajubá vencem prêmio por inovação

O desejo de realizar algo novo somado à disposição para o aprimoramento contínuo levou dois colaboradores da Unidade Anéis

Itajubá a conquistar, recentemente, o 1º lugar na Categoria Planejamento de Gestão do 5º Prêmio Alcoa de Inovação em Alumínio.

8

Paulo Henrique e Márcio Hessel

Os colaboradores Márcio Hessel Verraci e

Paulo Henrique de Faria integram a equipe

idealizadora do inovador projeto “Aquecedor

Solar Alternativo Por Reflexão” – equipamento

que permite aquecer a água e manter sua

temperatura por meio do uso de latas de alumínio

descartadas e sem qualquer transformação

(como fundição, por exemplo) e com

o reflexo de raios solares.

O projeto obteve destaque por sua aplicação

prática e imediata, por ter construção simples

e de baixo custo (beneficiando a população

de baixa renda), por respeitar os princípios

estabelecidos pelo desenvolvimento sustentável,

em especial para o melhor uso da energia

solar, além de permitir, ao final da vida útil

do equipamento, o seu reaproveitamento integral

na reciclagem, contribuindo com a preservação

do meio ambiente. Os colaboradores

Márcio e Paulo Henrique são alunos do

terceiro período do curso Tecnologia em Produção

Mecânica do Centro Universitário de

Itajubá (Universitas). Além de Márcio e Paulo,

integraram a equipe do projeto seus colegas

de curso Alexandre Ribeiro Cardoso (da empresa

Areva) e Paulo Fonseca Júnior (da Fania).

A equipe concorreu, em nível nacional,

com outros representantes de 870 instituições

de ensino superior.

Dois talentos que despontam na área da inovação

tecnológica e que em muito poderão

contribuir para o desenvolvimento de projetos

da Unidade Itajubá. “A empresa está crescendo

e podemos doar muito mais de nossos

conhecimentos para crescermos todos juntos”,

expressaram Márcio Hessel, 37, colaborador

MAHLE há 14 anos, e Paulo Henrique,

9, há um ano e meio em Itajubá.

Aline Valadão – Itajubá

Anéis Itajubá recebe Prêmio IEM 2006

Em dezembro, a Unidade Anéis Itajubá recebeu o Prêmio International Executive Meeting (Encontro Internacional de Executivos)

MAHLE, durante reunião realizada em Frankfurt (Alemanha), pelo ótimo desempenho obtido em 2006.

“Parabéns a todos os colaboradores MAHLE

Anéis, sem nenhuma exceção, pois foi a soma

das contribuições que nos conduziu a esse lugar

de destaque dentro da organização”, declarou

Milton Laugênio, Diretor de Operações –

MAHLE Brasil, em visita à planta de Itajubá.

Para partilhar mais essa conquista com os seus

colaboradores, a unidade está apresentando o

prêmio nas minifábricas, possibilitando que todos

se orgulhem desse significativo feito.

“Nossa equipe é reconhecidamente motivada

e envolvida com a construção do sucesso

de nossos negócios. Esse prêmio vem

nos tornar ainda mais fortes por ser um marco,

para todos os colaboradores de Itajubá,

de que estamos trabalhando e conduzindo

nossa fábrica para a direção correta. Parabéns

a todos e vamos continuar lutando

para conquistar o prêmio em 007”, expressou

João Vitor Zanesco, Plant Manager.

O Prêmio foi idealizado há três anos pelo

Prof. Heinz K. Junker, Presidente Mundial do

Grupo MAHLE, utilizando a pintura original

do calendário MAHLE Alemanha como tro-

féu. É concedido anualmente às fábricas

MAHLE que se destacam mundialmente e

visa reconhecer os esforços, performance e

obtenção de resultados acima das médias

estabelecidas. São entregues 1 prêmios,

Equipe de Itajubá exibe prêmio recebido na Alemanha

distribuídos entre plantas e áreas. A fábrica

de Itajubá já recebeu prêmio semelhante em

004.

Aline Valadão – Itajubá


Dia “D” - Ação de Limpeza, Organização e Descarte

Em 05/12/2006, aconteceu na Unidade

Bronzinas SBC o Dia “D”- Ação de Limpeza,

Organização e Descarte.

O evento teve como objetivo principal transformar

o ambiente e a atitude de nossos colaboradores,

que dedicaram duas horas de seu dia às

tarefas de arrumar, limpar e organizar a área de

trabalho, com grande contribuição para a qualidade

de vida de todos. Arrumação, limpeza e

organização, que fazem parte de nossas obrigações,

significam: manter as coisas arrumadas e

ordenadas, deixar o chão limpo, sem papel, sem

óleo derramado, sem graxa nas paredes e assim

por diante; empilhar o material corretamente,

guardar as máquinas de pequeno porte nos

seus devidos lugares, acomodar chaves e ferramentas

nos lugares certos e limpos e conservar

também limpos e organizados o restaurante, a

área de descanso, o grêmio e as áreas de convivência.

Na semana que antecedeu essa inicia-

tiva ( 7/11 a 04/1 ), os colaboradores já haviam

separado os itens que não eram mais utilizados.

No Dia “D”, o material foi encaminhado para as

áreas de Descarte. Todo material reciclado

( . 80 kg) foi doado ao Centro de Ecologia Refazendo,

nosso parceiro no Programa MAHLE

de Responsabilidade Social. Vamos manter nosso

ambiente de trabalho em ordem!

Eliane Benedito – São Bernardo do Campo

Unidade da MAHLE realiza Formatura da 1ª Turma de

Green Belts do Seis Sigma

Em 6/12/2006, realizamos a apresentação final dos projetos Seis Sigma da MAHLE (PL2/3 – Sistema de Trem de Válvulas e PL3 –

Sinterizados Indaiatuba), com a presença de toda a equipe Seis Sigma, Consultoria SETEC, diretoria, gerência e chefias das unidades

PL2/3 e PL3.

O evento foi aguardado com muita expectativa,

pois foram 9 meses de treinamento, trabalhos

em campo, experimentos na produção, reuniões,

correções, alterações nos processos e, finalmente,

a finalização dos trabalhos, referente

aos 4 projetos Seis Sigma definidos em fevereiro

de 006:

1) Aumentar a Competitividade/Produtivi-

dade de Pinos Diesel (PL /3 – Trem de

Válvulas);

Lideranças da MAHLE e Green Belts

) Redução de Paradas de Máquinas por

falta de Insumos (Embalagens intermedi-

árias) e falta de Mistura na Operação de

Compactação (PL3 – Sinterizados);

3) Redução do Consumo de Materiais Au-

xiliares/Ferramentas na Usinagem de Ca-

misas (PL /3 – Trem de Válvulas); e

4) Redução do Índice de Refugo em Eixos

de Comando (Usinagem + Fundição)

(PL /3 – Trem de Válvulas).

Os resultados obtidos foram surpreendentes e

superaram as expectativas de todos, inclusive

da diretoria, gerência e chefias das unidades

PL /3 Mogi Guaçu e Sinterizados Indaiatuba,

que reforçaram a necessidade de novos projetos

para 007, inclusive com a melhoria dos

recursos e estrutura para a equipe. Nessa

apresentação final, também foram entregues

os certificados de ‘’Formação Green Belt’’

para aqueles que atingiram os requisitos mínimos

do treinamento Seis Sigma. Para 007

continuaremos a filosofia Seis Sigma, formando

mais 16 colaboradores Green Belts e 6

Black Belts para o suporte da estrutura Seis

Sigma no Grupo MAHLE.

Parabéns à equipe, principalmente aos Green

Belts, que se dedicaram profundamente a mais

um novo desafio. Agradecemos também à diretoria,

à gerência e às chefias das unidades

Sistemas de Trem de Válvulas Mogi Guaçu e

Sinterizados Indaiatuba, que sempre acreditaram

na filosofia Seis Sigma e no potencial da

equipe.

Carlos Augusto Pollettini – Mogi Guaçu

Material recolhido após "Dia D"

9


Formaturas em Itajubá

A Unidade Anéis Itajubá iniciou 2007 comemorando as formaturas das turmas da Escola MAHLE Formare e do Telecurso Ensino

Médio, reafirmando o seu compromisso com o ensino e a formação educacional.

Os 19 formandos da 5ª Turma do Curso de

Mecânica de Montagem de Produtos da

Escola MAHLE Formare Itajubá receberam

seus certificados em 19/01, no poliesportivo

da ADC MAHLE, sob os aplausos de

familiares e amigos, autoridades municipais,

representantes de empresas, instituições

e organizações parceiras do programa,

educadores voluntários do Formare e

gerentes da Unidade Itajubá. Os jovens

formandos tiveram como paraninfo o empresário

do setor alimentício José Vitor Cesário.

A solenidade contou com a participação

da Coordenadora da Fundação Iochpe,

Cíntia Tunger, e do Plant Manager da unidade,

João Vitor Zanesco, que formaram a

mesa de honra. “Que nossos queridos jovens

tenham essa formatura como um

marco de vitória e exemplo de força de

vontade e coragem para vencer os obstáculos.

Essa oportunidade concedida pela

MAHLE é uma porta que se abre para futuras

realizações de seus sonhos. Sucesso

e felicidades aos formandos”, declarou Zanesco

em seu pronunciamento.

Durante a solenidade os educadores voluntários,

pilares na formação dos jovens

do Formare, foram homenageados. A Coordenadora

da Escola Formare, Patrícia

Batista Corrêa Veloso, também foi homenageada

pela Fundação Iochpe, MAHLE e

formandos.

Após cinco anos de dedicação, Patrícia

Veloso passou a coordenação do programa

– que já formou aproximadamente 100

30

Notícias do Grupo MAHLE

jovens – para a colaboradora Ana Camila

Andrade Martins, da área de Recursos Humanos

da unidade. Durante o evento, os

alunos da 6ª Turma do Formare de Itajubá

também foram apresentados. Um baile encerrou

as comemorações de formatura da

5ª Turma.

Telecurso Ensino Médio

Em cerimônia realizada em 0/01, também

no poliesportivo da ADC, 58 colaboradores

da Unidade Itajubá receberam certificados

de conclusão do Telecurso Ensino Médio.

“É muito gratificante. Parei de estudar anos

atrás por uma série de circunstâncias, mas

nunca é tarde para voltar. É uma nova etapa

em nossas vidas”, relatou o formando

Miguel Rodrigues do Nascimento, 51, Encarregado

de Produção.

Familiares, amigos, gerentes da MAHLE, a

Diretora Valéria Martins de Faria e monitores

da Fundação Bradesco de Itajubá, entre

outros convidados, partilharam a alegria

dessa vitória com os formandos. “O brilho

maior desse momento é o esforço, a dedicação

de cada um, conciliando o trabalho

e o estudo, mostrando a força de vocês na

busca de seus objetivos pessoais e profissionais.

Fiquem atentos às oportunidades

que surgirem em suas vidas, pois estamos

todos crescendo juntos. Parabéns por

mais essa conquista”, destacou João Vitor

Zanesco, Plant Manager.

Para elevar o grau de escolaridade de seus

colaboradores e propiciar melhor qualidade

de vida, a unidade Itajubá, em parceria

Formandos do Telecurso Ensino Médio

com a Fundação Bradesco, mantém um

Teleposto instalado nas salas da ADC

MAHLE, facilitando o acesso ao Ensino

Médio.

No primeiro ano de realização do Telecurso,

em 005, foram formados 90 colaboradores

MAHLE.

Ao final da cerimônia, foi servido um coquetel

de confraternização.

Aline Valadão – Itajubá

Cerimônia de formatura do Formare Itajubá

Educadores voluntários do Formare

Nova turma do Formare Itajubá


Formandos e nova turma do Formare SBC

Darlan Vieira de Souza, ex-aluno do Formare

Em fevereiro foi realizada a formatura

dos alunos da turma 2006 da Escola

MAHLE Formare SBC e a recepção dos

alunos de 2007.

O paraninfo da turma foi Edinilson José Madureira,

Chefe de Produção da Minifábrica LD/

HD/Sputter da Unidade Bronzinas SBC, que

foi muito bem recebido por todos. Prestigiaram

a cerimônia Cris Memberg, da Fundação

Iochpe, Adriano Figueira Bispo, Gerente de RH

das Unidades São Paulo e Indaiatuba e de Responsabilidade

Social, José Darci Nogueira, Gerente

de RH de SBC, Valdir Pires, Chefe de

RH de SBC, e Paulo Pomponi, Gerente de

Conscientiza - dicas para quem perdeu o controle

Se as finanças não estão sob controle,

é preciso adotar algumas medidas para

não piorar a situação e recuperar-se o

mais rapidamente possível.

Confira as dicas dos especialistas:

– Evite cair nas armadilhas da inadimplência:

nome no SPC/SERASA.

– Se preciso, desfaça-se de um bem, o carro,

por exemplo, para eliminar uma dívida.

– Passe longe do shopping center.

– Reduza ou corte a TV a cabo.

– Cancele o celular pós-pago, prefira pré-pago.

Sistemas da Qualidade. Em 007, a escola

de SBC completa 5 anos de funcionamento

e comemora com seus educadores voluntários

a preparação de 77 jovens para o mercado

de trabalho ao longo desses anos. A

formatura da turma 006 teve como tema

“O Educador Voluntário, peça-chave no desenvolvimento

dos jovens”. E a surpresa do

evento ficou por conta dos depoimentos de

ex-alunos do Formare, que contaram aos

colegas o que representou esse projeto em

suas vidas. “O Projeto Formare foi um divisor

de águas. Foi nele que vi a possibilidade

de conhecer uma empresa desse porte e vivenciar

dia após dia seu processo de produção.

A chance de ter o primeiro registro

em minha carteira profissional foi a concretização

de um sonho e fico muito feliz em ter

dado os primeiros passos de minha carreira

graças a um projeto que tem como propósito

maior dar a jovens como eu a possibilidade

de construir um futuro melhor”, afirmou

Darlan Vieira de Souza, aluno da turma de

003. Gostaríamos de destacar que esse

projeto somente é possível graças à dedicação

contínua dos nossos colaboradores voluntários,

que atuam na função de educadores,

visitadores e fiscais de prova. Parabéns

pela iniciativa dos voluntários que contri-

– É tentador seguir a moda, mas, nessa

situação, resista.

– Volte a freqüentar o sapateiro da esquina, tire

do baú os modelos que aposentou na última

estação, não é vergonha nenhuma.

– Tente renegociar a dívida diretamente com

seus credores, quando nem o corte de despesas

não-essenciais resolver o problema.

Reserve parte da sua receita mensal para

quitar as dívidas.

– Negocie com os credores um prazo conforme

suas possibilidades. Importante: faça a negociação

em bases reais e cumpra o que for tratado.

Cuidado para não cair em um golpe e

acabar trocando uma dívida por outra.

– Saia do cheque especial e procure um empréstimo

pessoal, mas antes confirme se os

juros e as condições são favoráveis. A mesma

dica é dada para quem está com dívida

no cartão de crédito. Outra opção é procurar

um empréstimo familiar. Mantenha sempre

uma “ficha limpa” com seus familiares e amigos,

pagando rigorosamente em dia seus

empréstimos. Essa costuma ser a fonte de

crédito mais barata.

– Adquira o hábito de comprar à vista e, se

buem como agentes dessa mudança. Mais

uma vez, contamos com seus esforços no

desenvolvimento de mais uma turma.

Marta de Oliveira – São Bernardo do Campo

Turma 2007 do Formare SBC

Formandos da turma 2006 do Formare SBC

possível, adie a compra enquanto não tiver o

dinheiro todo. Uma alternativa interessante é

comprar bens usados que, geralmente, são

muito mais baratos. Livros, eletrodomésticos

e móveis podem ser adquiridos em “segunda-mão”.

Nos EUA, isso é muito comum até

para a classe média.

– Quando sair de casa, leve apenas as folhas

de cheque necessárias para o que você vai

comprar ou pagar.

Daqui para frente tudo será diferente. Não alimente

as dívidas. Assuma a situação de endividado

para você e sua família. Não abra exceções.

“Ah, mas e o aniversário da sua afilhada,

a quem você sempre deu bons presentes?” Paciência.

Lembre-se, é apenas uma fase. E fuja

de todos os agiotas que aparecerem. Essa é,

sem dúvida, a pior alternativa. Os juros são altíssimos

e os riscos, enormes.

Fonte: Guia SERASA de Orientação ao Cidadão.

Marta de Oliveira – São Bernardo do Campo

31


SIPAT 2006

Segurança é prioridade na MAHLE. Dessa forma, a SIPAT (Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho) é realizada todos

os anos nas unidades do grupo.

Em Indaiatuba, o evento ocorreu de 4 a

11/1 /06, com o tema “Segurança – Responsabilidade

de Todos”, com as palestras

“O Uso Adequado de EPIs”, “Saúde

no Trabalho”, “Diabetes/Hipertensão” e “O

Caminho para a Felicidade”.

3

Notícias do Grupo MAHLE

Além disso, os colaboradores receberam

uma cartilha educativa e um brinde e participaram

de um concurso, com sorteio de

presentes entre os vencedores.

Vida saudável

Entre 4 e 15/1 /06, também foi realizada

a Campanha Vida Saudável, que teve início

durante a SIPAT e contou com coleta

de sangue para exames de colesterol e

glicemia, avaliação da massa corpórea e

orientação quanto à importância da realização

de exercícios físicos.

Com a entrega do resultado dos exames,

os colaboradores que participaram do

evento estão sendo acompanhados pelo

Ambulatório Médico da unidade, visando

Workshop de Logística

Para estabelecer o planejamento de

2007, o Departamento de Logística de

Aftermarket Limeira participou de um

workshop, realizado em Brotas, no mês

de janeiro.

Entre muitas atividades, todos participaram

de uma prova de rafting, com o objetivo

de integrar os profissionais e desenvolver

competências de trabalho em equipe,

negociação e gestão de riscos. Os integrantes

do workshop também atuaram

no treinamento “Os desafios das equipes

vencedoras”, quando puderam discutir os

principais processos da área de logística,

planejar ações para melhoria desses processos,

além de ter uma visão do futuro

da unidade.

Além disso, para integrar ainda mais a

equipe, também foi realizado um jantar es-

pecial, no qual os participantes foram divididos

em grupos e competiram na preparação

da melhor pizza.

Andréia Onorato – Limeira

melhorar cada vez mais a qualidade de

vida de nossos profissionais.

Limeira

A SIPAT de Limeira foi realizada de 5 a

9/1 /06, com o tema Equilíbrio. O evento

abordou a importância do trabalho e da

qualidade de vida, evitando-se o consumo

de drogas e bebidas alcoólicas, o sexo

sem prevenção e o risco de acidentes.

Os temas foram discutidos de forma bastante

descontraída e motivadora por meio

de palestras interativas, intervenções nos

departamentos e uma peça de teatro que

reuniu toda a unidade.

Andréia Onorato e Zuleica Polli – Limeira e Indaiatuba

Simulado em

Indaiatuba

Nos meses de 12/2006 e 01/2007, a

Unidade Sinterizados Indaiatuba realizou

treinamentos teóricos e práticos para a

revisão do procedimento de preparação e

resposta a emergência (PAE), reforçando

as recomendações para a reação.

Toda a planta foi treinada no Plano de Atendimento

a Emergência. Foram apresentados o

novo procedimento relativo aos sinais sonoros

do alarme de emergência e a mudança na

atuação da Brigada, subdividida em Equipe

de Combate, Primeiros Socorros e Evacuação.

O procedimento treinado em dezembro

foi testado em um simulado de evacuação geral

no dia 15/01, nos três turnos. Após o teste,

o simulado foi analisado, no intuito de propor

melhorias.

Zuleica Polli – Indaiatuba


Programa 5S em Santo Amaro

No mês de novembro de 2006, a Unidade São Paulo (Santo Amaro) iniciou a implantação da ferramenta 5S em Santo Amaro, com

objetivo de aumentar a produtividade e o fluxo de comunicação entre pessoas e áreas, viabilizar a otimização de espaços e facilitar o

processo de mudança para a nova unidade, em Jundiaí.

O 5S é uma filosofia de origem japonesa, composta

por cinco atividades simples e de fácil

aplicação. No Brasil, elas foram denominadas

“sensos”, descritos a seguir:

Senso de utilização

Manter no local de trabalho apenas aquilo que

é necessário para execução das atividades.

Senso de organização

Facilitar o acesso daquilo que permaneceu no

setor, levando em conta a freqüência de uso.

Senso de limpeza

Eliminar a sujeira, detectando e atacando possíveis

fontes de problemas.

Senso de asseio

Conservar a higiene, aplicar padronizações nas

áreas, seguir normas e procedimentos.

Senso de autodisciplina

Melhorar constantemente, cumprindo com rigor

os padrões estabelecidos pelo grupo.

Esse é um programa que conta com a colaboração

e comprometimento de todos, já que exige

mudanças comportamentais e no ambiente

de trabalho. As ações do programa já estão

sendo aplicadas em todas as áreas da unidade.

O programa também traz benefícios para o

Meio Ambiente. Os descartes são separados

conforme procedimentos ambientais e a destinação

é orientada pela Engenharia Ambiental.

Papéis e papelão, por exemplo, foram vendidos

para a empresa SCRAP e a verba arrecadada

será doada a programas socioambientais na região

de Jundiaí.

Elaine Augusto – São Paulo

6º Workshop de Compras

Participantes do Workshop de Compras

5S: Treinamento

Descarte

Workshop da área Fiscal

Atividade do Workshop da área Fiscal

Nos dias 23 e 24 de novembro, foi realizado

o 6º Workshop de Compras, no Hotel

Fazenda Esperança, em Itapira.

A iniciativa teve dois objetivos: elaborar as

metas de 007 e conhecer uma filosofia de

gestão orientada à excelência do processo e

do atendimento aos clientes. Para atingir

esse objetivo, os colaboradores da área de

Compras participaram de uma palestra sobre

Lean Manufacturing - filosofia de trabalho

Com o objetivo de promover integração e

sinergia, a área Fiscal Corporativa participou

de um workshop nos dias 21 e 22/11.

Os colaboradores participaram de várias atividades

e realizaram um jantar compartilhado, no

qual prepararam diversos sabores de pizza, a

fim de estimular o trabalho em equipe e fomentar

ações colaborativas. O evento ocorreu no

Hotel Fazenda Quatro Estações, em Indaiatuba.

Fernanda Pedreira – Mogi Guaçu

que objetiva evitar desperdício e focar as

ações em atividades que realmente agregam

valor ao processo. O Lean Manufacturing é

também uma forma de tornar o trabalho mais

satisfatório, ao oferecer retorno (feedback)

imediato dos esforços para transformar desperdício

em valor, visando melhorar o atendimento

aos clientes interno e externo.

Fernanda Pedreira – Mogi Guaçu

Aplicação

Destinação

33


34

Notícias do Grupo MAHLE

Fim de ano socialmente responsável

O ano de 2006 encerrou-se com grandes demonstrações de solidariedade na Unidade Itajubá da MAHLE.

Pessoas de Brilho

No programa Pessoas de Brilho, várias áreas

da empresa mobilizaram-se pela felicidade

de crianças carentes. Vale destacar as

ações realizadas em duas entidades, que

receberam festas comemorativas graças

aos nossos colegas. Os Voluntários da Qualidade

realizaram uma festa para os 30 meninos

da Casa de Meninos Wenceslau Neto.

Os garotos receberam presentes e saborearam

muitas guloseimas. Parabéns aos nossos

colegas da Qualidade Itajubá pela iniciativa.

Com a mesma harmonia e carisma, os

colegas de Buchas levaram a festa ao Lar

Infantil Primeiro Passo. As crianças sorridentes

receberam o Papai Noel e ganharam

brinquedos e roupas, além de compartilharem

a alegria contagiante dos voluntários,

que fizeram uma bonita festa.

Voluntários da Qualidade na Casa de Meninos

Descobrindo Sorrisos

Já os voluntários envolvidos no Descobrindo

Sorrisos fecharam o ano realizando um programa

diferenciado, voltado aos adolescentes da

AAMAI (Associação de Apoio ao Menor Aprendiz

de Itajubá). Contamos com 4 jovens que

assistiram a palestras e teatro e, no final, tiveram

uma nutritiva refeição oferecida pela MAHLE.

Com o apoio do Consep Norte, promovemos

uma palestra sobre Drogas muito instrutiva. Outro

tema abordado foi Mercado de Trabalho, por

meio de uma palestra com o nosso colega do

RH de Itajubá Richardson Lawrence de Oliveira.

Voluntário, Richardson deu sua contribuição aos

jovens e discorreu sobre o assunto com propriedade,

alertando-os sobre a competitividade. O

encerramento se deu com a apresentação de

um grupo de teatro formado por voluntários parceiros,

que agradou muito. O evento inaugurou

Voluntariado em Indaiatuba

Apadrinhamento de Natal...

Voluntários de Buchas na Assevas

...foi mais uma vez destaque em Indaiatuba Presentes entregues ao Cirva

uma mudança no Descobrindo Sorrisos, que a

partir de agora passa a ser dirigido não somente

a crianças carentes, mas também a adolescentes,

com palestras instrutivas sobre qualidade de

vida e cidadania.

Natal com responsabilidade social

Outra ação de destaque ocorreu na Festa de

Confraternização de Itajubá. Uma tenda foi montada

para a distribuição de folhetos e apresentação

dos programas de responsabilidade social

da unidade. O local também foi ponto de troca

de alimentos não-perecíveis por cupons de participação

em uma campanha que sorteou prêmios,

resultando na coleta de mais de 3.500 kg

de alimentos e mais de 300 brinquedos, doados

para instituições do município. Saiba mais sobre

essa iniciativa na página 39.

Jaqueline Oliveira – Itajubá

Durante o mês de dezembro, foram realizados

diversos eventos pelos voluntários

da Unidade Sinterizados Indaiatuba.

Destacamos as seguintes ações: venda de

pizzas em prol da Entidade Manaem, com

campanha de apadrinhamento das crianças

da instituição, e Festa para entrega de presentes

às crianças da Entidade Betel – Casa

de Oração.

As ações foram um sucesso! A MAHLE mais

uma vez agradece o envolvimento e a dedicação

de todos os envolvidos nas iniciativas

de responsabilidade social!

Zuleica Polli – Indaiatuba

Voluntários de Buchas


MAHLE presta homenagem a voluntários

"Ser voluntário é ter consciência, compromisso

e constância".

A frase, de Valdir Cimino, da Associação Viva e

Deixe Viver, sintetiza as qualidades essenciais

para o sucesso das inciativas de responsabilidade

social efetivas. A MAHLE hoje pode se orgulhar

com a constatação de que essas qualidades

fazem parte do dia-a-dia dos colaboradores.

Após um trabalho de mobilização que vem sendo

feito pelo grupo há anos, os resultados são o

engajamento dos colaboradores às ações sociais,

a integração dos voluntários com a comunidade

e o reconhecimento da MAHLE como

empresa socialmente responsável. Por conta

disso, em dezembro/06, os voluntários da

MAHLE foram homenageados pelas atividades

realizadas em 006. "É muito gratificante ver a

mobilização dos colaboradores. Temos observado

um crescimento significativo da adesão, e

essa corrente do bem tende a se fortalecer cada

vez mais. A conscientização de que podemos

contribuir para uma sociedade mais justa é uma

realidade", resume Adriano Figueira Bispo, Gerente

de RH das Unidades São Paulo e Indaiatuba

e de Responsabilidade Social. Participaram

das homenagens Claus Hoppen, Diretor Presidente

da MAHLE Metal Leve S.A., Adriano Figueira

Bispo, Renata Oikawa, Gerente de RH

Corporativo, e representantes das unidades.

Nos eventos, projetos de responsabilidade social

foram apresentados e certificados e brindes foram

entregues aos voluntários, que também

participaram de coquetéis. Em Limeira, Indaiatuba

e SBC, Valdir Cimino ministrou palestra sobre

a importância do voluntariado.

Cerimônia em Indaiatuba

Itajubá

Mogi Guaçu

A homenagem de Mogi Guaçu foi realizada em

13/1 /06, no Clube ADC, com 100 voluntários

da unidade. Ricardo Bragotto, conselheiro do

IDELI (Instituto de Desenvolvimento de Limeira) e

que acumula outros cargos na área social, proferiu

uma palestra. Também foi exibido um vídeo

sobre o Viva e Deixe Viver e foram apresentados

a “Folia de Reis” e um Auto de Natal pela Associação

Comunitária Monte Azul.

Itajubá

Em Itajubá, 331 colaboradores foram homenageados

em 11/1 /06. “O ano passado foi especial,

com expressivo número de novas adesões

aos Programas de Voluntariado de Itajubá. Agradecemos

a todos pela participação e apoio dedicado

às ações realizadas em benefício de diversas

entidades assistenciais”, afirmou o Gerente

de RH, José Luiz Zavarize. Um vídeo, ilustrando

algumas das ações desenvolvidas pelos

voluntários no período de 004 a 006, com

destaque para os Programas de Voluntariado

MAHLE “Despertando Sorrisos” e “Idade de

Ouro”, foi apresentado por Jaqueline Oliveira, do

RH, que coordena os programas. Também foi

ministrada a palestra “A Arte de Ser Voluntário”,

pelo Professor Marcos Mascarenhas. Na ocasião,

a colaboradora e voluntária MAHLE Elizabeth

Gentile recebeu a homenagem “Pessoa de

Brilho”, representando os voluntários da empresa.

Jaqueline Oliveira também foi homenageada,

em reconhecimento ao trabalho que desenvolve

no RH, conduzindo os programas de voluntariado

da planta. As placas foram entregues pelo

Plant Manager da unidade, João Vitor Zanesco.

São Paulo

SBC

SBC

Em 11/1 também foi realizado o evento de

SBC, com a reunião dos voluntários: educadores

do projeto Formare, contadores de história e

colaboradores que atuam nas ações comunitárias

e nas campanhas sociais. Cris Membergui e

Zita Pimentel, da Fundação Iochpe, falaram sobre

a importância do voluntariado para a empresa

e a evolução desses trabalhos no Brasil. “Parabéns

pela iniciativa do encontro. Sinto-me bem

acrescentando minha ‘pitada’ de dedicação aos

projetos e observando o reconhecimento”, destaca

José Maurício Vital dos Santos, da Magnum

– prestadora de serviços da MAHLE –, que

esteve presente.

Limeira e Indaiatuba

Em Limeira, a homenagem aconteceu em

1 /1 /06, com a presença de 3 voluntários da

unidade e de Maria Odila Pereira Ferez, Presidente

do Serviço Assistencial São Paulo Apóstolo.

Em Indaiatuba, os voluntários foram homenageados

em 4/1 , no grêmio da unidade, em

cerimônia que contou com a participação de

Paulo Sérgio Pompeo Motta, Diretor Industrial

da planta, e a equipe do RH da unidade.

Agradecimento

"Foi com grande orgulho que prestamos essa

homenagem. Esperamos continuar com esse

envolvimento e aumentar cada vez mais a nossa

participação. Parabéns a todos!", finaliza Adriano

Figueira Bispo.

Maria José Martins – São Paulo

Limeira

Mogi Guaçu

35


36

Notícias do Grupo MAHLE

Valores Sem Preço premia trabalhos

Em dezembro foi realizada a premiação dos melhores trabalhos desenvolvidos com os livros da coleção “Valores Sem Preço”.

O projeto “Valores Sem Preço” foi lançado no

ano passado e tem como objetivo difundir os

valores humanos por meio da divulgação e

distribuição de livros infanto-juvenis a grupos

interessados na discussão desses temas.

Os livros da coleção abordam os seguintes assuntos:

– Pítica: criatividade e imaginação

– Dias de Cão: perseverança e força de vontade

– A Bola da Vez: amizade e honestidade

– Maria Brasileira: ética e patriotismo

– O Príncipe Artilheiro e a Beldade Escondida:

inclusão e perseverança

– Garotas & Garotos: amor e sexualidade

Os colaboradores puderam atuar como facilitadores

nesse projeto, divulgando a coleção à

família, à comunidade, bem como a pessoas e

grupos que desenvolvem ações educacionais

e/ou sociais em escolas, entidades, igrejas e

outros espaços comunitários. Com base nos

livros da coleção, foram elaborados trabalhos,

com a discussão de seu conteúdo em escolas

e comunidades. Foram inscritos 81 projetos.

Confira os premiados:

Mogi Guaçu

– Participante: Adilson Legnari (colaborador

MAHLE)

– Instituição: EMEF Profª Anira Franco de

Campos

– Livro: O Príncipe Artilheiro e a Beldade Escondida

– Objetivos: resgate dos valores (respeito e cidadania),

incentivo à leitura e ampliação do

repertório literário, trabalhar diferenças dentro

da sociedade, enfocando a igualdade.

– Metodologia: leitura do livro para conhecimento

e assimilação do conteúdo, história e

título foram modificados e reinventados pelos

alunos, confecção de novos livros, montagem

de álbum com frases e ilustrações

(com apresentações das equipes) e filmagem

de todos os passos de realização do

projeto.

SBC

– Participantes: Ricardo Castilho (colaborador

MAHLE) e Adriano Alves (ex-colaborador)

– Instituição: EED Anna Lacivitta Amaral e Sociedade

Evangélica Beneficente Betânia

– Livros: Pítica, A Bola da Vez, O Príncipe Artilheiro

e a Beldade Escondida e Dias de Cão

– Objetivo: despertar no público-alvo o interesse

pela leitura, com a aplicação dos valores

propostos pelo livros.

Premiação em Indaiatuba

Premiadas de São Bernardo do Campo

– Metodologia: leitura dos livros em sala de

aula, interpretação do texto oral, escrita e por

meio de ilustração e redações relacionadas

aos temas dos livros (desenvolvida na EED

Anna Lacivitta Amaral). Debate sobre deficiências,

preconceitos e valores, elaboração de

um jornal, pesquisa sobre doenças, palestra

com enfermeira, montagem de maquete de

um posto de saúde, visita a uma clínica veterinária

da região e pesquisa sobre os cuidados

básicos com um cão, arrecadação de

roupas e alimentos, leitura coletiva, dinâmicas,

elaboração de peça teatral e confecção

de figurino e cenário (na Sociedade Evangélica

Beneficente Betânia).

Indaiatuba

– Participante: Neire de Fátima Sirtore (professora)

– Instituição: EMEF Prof. Leonel Vitorino Ribeiro

– Livro utilizado: A Bola da Vez

– Objetivos: propiciar o desenvolvimento de

virtudes indispensáveis à formação.

– Metodologia: o livro foi dividido em três etapas

para facilitar a sua leitura e interpretação.

Foi montado no pátio da escola um painel no

formato de uma bola, onde os valores foram

representados. E, na festa de encerramento

do ano letivo, foi apresentada uma coreografia

da música “Uma Partida de Futebol”, do

grupo Skank, ocasião em que os valores

abordados no livro também foram apresentados

para toda a escola.

Limeira

– Participante: Valter Martins Azevedo (cola-

borador MAHLE)

– Nome da escola: EE Prof a Carolina Arruda

Vasconcellos

– Livro: A Bola da Vez

– Objetivo: resgate de valores.

– Metodologia: o livro foi trabalhado em sala

de aula em todas as matérias, incluindo as

seguintes atividades: leitura e interpretação

do livro (na disciplina Português), história em

quadrinhos (História), aplicação de um questionário

“investigativo” sobre valores (Geografia),

relatório complementar do livro sobre

as diferentes visões de valores (Ciências),

confecção de um gráfico sobre valores (Matemática),

atividades artísticas e elaboração

do dicionário de valores (Inglês) e, para o encerramento,

os alunos apresentaram um teatro

sobre o livro.

Depoimento

“O projeto é uma excelente iniciativa. Realizamos

as atividades com o livro A Bola da Vez e

conseguimos demonstrar às crianças a importância

do hábito da leitura, estimulando o uso

correto da Língua Portuguesa, o trabalho em

grupo e a capacidade de síntese dos alunos,

aproveitando ainda para despertar o senso de

amor e solidariedade ao próximo, assunto

abordado no livro”, destaca Ricardo Castilho,

do projeto de SBC, sobre sua experiência em

participar dessa iniciativa. O Grupo MAHLE

agradece a todos os colaboradores e escolas

que participaram desse projeto.

Andréa Maria Pereira – Mogi Guaçu

Curtas

Ação solidária em Limeira

Os participantes do PDL de Limeira e o grupo de

voluntários do Nosso Lar concluíram a primeira

etapa da reforma das salas da entidade: a substituição

do piso e a confecção do sofá de alvenaria.

As próximas etapas serão a pintura das salas e,

para um planejamento de médio a longo prazo, a

substituição do telhado da entidade. O Nosso Lar

é uma entidade que abriga aproximadamente 40

meninos de 2 a 14 anos, órfãos ou que foram

tirados de suas famílias por viverem em ambiente

de risco.


Ação social no Centro Camille Flamarion

Há 11 anos o Serviço de Alimentação

de São Bernardo do Campo, junto com os

seus fornecedores, realiza um almoço especial

de Natal no Centro de Recuperação

Camille Flamarion, que atende 200 idosos,

entre eles, deficientes físicos.

Em 006 não foi diferente. Graças à boa

ação dos nossos fornecedores, foram doados,

em 30/1 /06, 800 kg de alimentos, dei-

xando um saldo de alimentos para abastecer

a instituição por um período de 1 0 dias. O

Centro de Recuperação Camille Flamarion

agradece a ação da MAHLE e de seus fornecedores,

que acreditam no trabalho que vêm

desenvolvendo há tantos anos. E nós, do

Serviço de Alimentação, vamos dar continuidade

a essa ação tão esperada.

Marli de Souza – São Bernardo do Campo

Homenagem por tempo de serviço

Anualmente homenageamos os colaboradores

que completam 10, 15, 20, 25, 30

e 35 anos de empresa.

Em Indaiatuba, o evento aconteceu em 10/1 ,

com um almoço especial no restaurante da unidade

e contou com a presença do Diretor Paulo

Motta e dos gestores dos profissionais homenageados.

O restaurante São Judas Tadeu foi o local escolhido

para a cerimônia de SBC, realizada em

14/1 /06. A homenagem rendeu depoimentos

como o de Widmark de Souza Batista, que

completou 30 anos de empresa: “em 1976 eu

comecei a trabalhar nessa grande empresa e

aqui ainda estou. Conquistei muitas coisas e ainda

vou conquistar. Em poucas palavras, eu

agradeço por todos esses anos de trabalho e

conquistas”. Já São Paulo fez a sua homenagem

no dia 15/1 , com um almoço especial na

planta. Vinte e três colaboradores foram homenageados.

A MAHLE agradece!

Maria José Martins – São Paulo

Daniel Brasil foi um dos homenageados em São Paulo

Homenagem em SBC Almoço em Indaiatuba

“O Sol Nasceu Para Todos” trabalha formação de

jovens por meio de cultura e arte

Em 6/12/06 foi realizado o lançamento oficial do projeto “O Sol Nasceu para Todos”, no Teatro do Colégio Humboldt, em São Paulo,

com a participação de diretores e gestores da MAHLE, colaboradores de São Paulo, parceiros e entidades.

“O Sol Nasceu para Todos” faz parte do Programa

MAHLE de Responsabilidade Social e

tem como objetivo contribuir para a formação

dos jovens, proporcionando-lhes a oportunidade

de participar de um evento cultural, desenvolvendo

interesse pela arte por meio da

história da pintora modernista Tarsila do

Amaral. O projeto busca apresentar valores

importantes, como amizade, companheirismo

e respeito, e, ao mesmo tempo, também

37


Confraternizações alegram final de ano do Grupo

MAHLE

Diversos eventos marcaram o final do ano do Grupo MAHLE. Como tradicionalmente acontece, não faltaram alegria, diversão e

muita integração entre os profissionais e seus familiares. O local escolhido para as comemorações da maioria das plantas foi o Sesi.

Em Itajubá, a festa foi realizada na ADC da planta e, em São Paulo, no Golf Center Interlagos.

Em 15/1 /06, a equipe da Administração do

Serviço de Alimentação da MAHLE realizou almoços

especiais de Natal, com cardápio típico

caprichado e música, em todas as unidades do

grupo.

SBC

Em SBC, a festa de final de ano aconteceu em

17/1 /06. O evento contou com várias atrações,

como: oficinas de tatuagem de henna e

de pintura facial, escultura de balões, cama

elástica, trio elétrico, videoquê, pista de dança,

gincana com adultos e crianças e sorteio de vários

brindes. Tudo foi organizado nos mínimos

detalhes para garantir a satisfação dos colaboradores

e familiares. Além disso, nos dias 11 e

38

Notícias do Grupo MAHLE

fortalecer a auto-estima dos adolescentes. O

projeto consiste na apresentação de uma

peça de teatro infanto-juvenil, que conta a

trajetória de Tarsila do Amaral e foi desenvolvida

especialmente para essa iniciativa. O espetáculo

mostra aos jovens que não há nada

mais importante do que acreditar em seu po-

Festa de fim de ano em Indaiatuba

tencial e seguir suas convicções. A pintora foi

escolhida para ser o tema da peça exatamente

por sua vida ser um exemplo de que,

com auto-estima, é possível alcançar seus

objetivos. Além da apresentação da peça, o

projeto conta com uma exposição itinerante

de algumas obras da artista (acervo pessoal

Muitas atrações em SBC

1 /1 /06 foram entregues as Cestas de Natal

para todos os colaboradores e prestadores de

serviço fixos.

Limeira

A Unidade Aftermarket Limeira também realizou

sua confraternização em 17/1 /06, com a mudança

do evento para o Sesi, um local mais amplo

e com infra-estrutura mais adequada. Muitas

atrações animaram os participantes, entre elas,

“Os Sombras”, show com a Banda Nash, decoração

diferenciada e brinquedos. A alegria contagiou

pais e filhos durante toda a festa.

Mogi Guaçu

A festa de Mogi Guaçu foi realizada nos dias 10

da família) e com a divulgação dos projetos

sociais do Grupo MAHLE Brasil. O trabalho já

foi apresentado nas unidades Mogi e Indaiatuba

em março e abril e terá continuidade

nas demais unidades ao longo do ano.

Andréa Maria Pereira – Mogi Guaçu

Grande público em São Paulo

e 11/1 /06, com a presença de 7.000 e 7.500

pessoas, respectivamente. Além de pratos que

agradaram tanto adultos quanto crianças, os

eventos contaram com muitas atrações: bandas

circenses, música ao vivo (Banda Popmind),

shows com palhaço e mágico, videntes

malucos, realejos, Papai Noel, caricaturistas,

Coral Ivoti e 70 Monitores do Sesi que participaram

de atividades recreativas com as crianças.

Itajubá

Em 10/1 /06, a Unidade Anéis Itajubá reuniu

colaboradores e dependentes, terceiros fixos,

estagiários e pessoal da AAMAI em sua festa

de Natal, promovendo momentos de descontração

e lazer.


Várias atrações foram oferecidas para as mais

de 9.000 pessoas que prestigiaram o evento:

Time Jazz Band (os músicos tocaram canções

natalinas e animaram a festa), Geraldo Magela

– Ceguinho (show do humorista, em três sessões,

apresentando piadas e mensagens sobre

inclusão social e cuidados com a saúde), Coral

Ivoti (coralistas, orquestra de violinos e apresentação

de dança típica alemã encantaram a todos),

Forró Bão Demais (o grupo, formado por

músicos com deficiência visual, realizou duas

apresentações na Praça de Alimentação), Casa

do Papai Noel (cenário para fotos com o personagem

natalino), brinquedos infláveis, cardápio

especial, Sessão Pipoca (apresentação do filme

“Superman – O Retorno”) e RBD Cover – Novela

Rebelde (o show, em duas sessões, foi a

grande sensação do público juvenil).

Pelo segundo ano consecutivo, a Tenda de Responsabilidade

Social integrou a programação da

Festa de Confraternização da Unidade Itajubá.

Com o Tema “Responsabilidade Social MAHLE:

Por um mundo melhor”, a tenda exibiu os trabalhos

sociais de todas as plantas. Além disso,

também foi um local de distribuição de livros

para as crianças e de uma campanha de doação

de alimentos e brinquedos. Os voluntários

mobilizaram-se para incentivar os colaboradores

a fazer doações durante a festa e, assim, concorrer

a prêmios como bicicletas e DVDs. A arrecadação

foi surpreendente. Foram doados

3.89 kg de alimentos e 396 brinquedos. Os alimentos

foram distribuídos para entidades assistenciais

e os brinquedos, para creches. Ao final,

foram entregues cestas de Natal e kits de frios

aos colaboradores.

Indaiatuba

A 3ª Festa de Confraternização de Sinterizados

Indaiatuba aconteceu em 3/1 /06. O evento

teve a presença de colaboradores, terceiros e

familiares. Entre as atrações, música ao vivo,

brinquedos para as crianças e muitas delícias.

São Paulo

A Unidade São Paulo realizou sua festa no dia

16/1 . Local estrategicamente escolhido, o

Golf Center Interlagos garantiu a facilidade do

acesso e a grande participação de nossos colaboradores

e familiares, premiados com um

belo dia de sol, que valorizou ainda mais a paisagem

da Represa de Guarapiranga. Todos

puderam aproveitar um dia muito agradável,

com cardápio variado, brinquedos para todas

as idades, brincadeiras para distrair as crianças

e banda ao vivo. O evento foi mais uma

oportunidade que a MAHLE criou para integrar

família e empresa, além de comemorar e homenagear

nossos colaboradores por mais um

ano de grandes conquistas.

Maria José Martins – São Paulo

Alegria em Limeira

Crianças brincaram muito em Mogi Guaçu

Tenda de responsabilidade social na Festa de Natal de Itajubá

39


40

Um integrante da família

MAHLE

TALENTO

Quantos profissionais possuem uma trajetória de 45 anos em uma mesma empresa?

Certamente poucos. E tal feito é ainda mais significativo se somarmos, à fidelidade de

quatro décadas e meia, talento e competência ímpares. Victor Gonçalves é o nome que

personifica essas qualidades. Por esse motivo, é ele quem inaugura a sessão “Um Integrante

da Família MAHLE”.

O profissional

“Lealdade, compromisso, motivação, desafios,

realizações e intensa satisfação profissional”.

Com essas palavras, Victor resume o sentido de

sua trajetória na MAHLE. Conheça um pouco da

história desse profissional e entenda porque

essa definição não poderia ser mais precisa.

Jornada

Victor Gonçalves formou-se em dezembro de

1961, em Engenharia Aeronáutica – Aeronaves,

pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA),

em São José dos Campos. No mês seguinte,

em janeiro de 196 , ele já fazia parte da “família

MAHLE”, na área de Engenharia de Manufatura,

da Fábrica de Bronzinas. Seis anos depois, e

após seu primeiro período de treinamento da

MAHLE GmbH, na Alemanha, Victor tornou-se

Plant Manager – Gerente – da Fábrica de Pistões,

cargo que ocupou até 1973, quando assumiu

a posição de Gerente Geral de Operações

Industriais das áreas de Produção e Engenharia

Industrial de Pistões e Bronzinas. Paralelamente

e complementarmente a essa função,

Victor foi coordenador e docente do Programa

de Treinamento e Desenvolvimento Gerencial.

De 1978 a 1983, foi Diretor Adjunto de Opera-

DEDICADO À MAHLE

ções Industriais – Manufatura de Pistões e

Bronzinas, Engenharia Industrial, Construção de

Máquinas e Suprimentos, além de membro do

Conselho de Administração da Metalúrgica

Mogi Guaçu (MMG). Em 1983, Victor assumiu o

cargo de Diretor Executivo de Pesquisa & Tecnologia,

com atribuições em Pesquisa & Desenvolvimento,

Engenharia do Produto, Engenharia

da Qualidade e Engenharia de Tecnologia de

Manufatura, além da implantação do Centro de

Tecnologia em Ann Arbor, Michigan, EUA, e da

operação de produção de pistões articulados

em Orangeburg, South Carolina, EUA.

Tais atividades o envolveram até 1993, ano da

transição do modelo organizacional funcional

para o modelo de Unidades de Negócio. Durante

a transição, foi Diretor de Operações, responsável

por todas as atividades de Manufatura

de Pistões e Bronzinas, Engenharia Industrial,

Pesquisa & Desenvolvimento e pela gestão das

Subsidiárias. Após a implantação do modelo de

Unidades de Negócios, assumiu a posição de

Diretor Superintendente da Unidade Bronzinas

e, paralelamente, a de integrante do Conselho

de Administração da empresa ML – KS, em

Greensburg, Indiana, EUA. Em 1997, depois da

retomada do modelo organizacional funcional,

Victor assumiu novamente a responsabilidade

pelas atividades de Pesquisa & Desenvolvimento,

na Gestão do Centro de Tecnologia do Brasil,

função que exerceu até agosto de 005,

quando passou a gerenciar o projeto de mudança

do Centro Tecnológico, Vendas e da Engenharia

de Aplicação da planta de São Paulo

para a nova sede, em Jundiaí-SP. E, de janeiro

a dezembro de 006, foi também Functional

Leader do Grupo de P&D responsável pelo Due

Diligence do Projeto XL.

A MAHLE agradece

O Grupo MAHLE Brasil agradece a Victor Gonçalves

por todas as contribuições e tem grande

orgulho por contar com seu talento. E quem

mais, para sintetizar o significado da trajetória

de Victor Gonçalves na MAHLE, que seus companheiros

de trabalho e jornada? Confira:

“Ao longo de vinte anos de trabalho, em contato

esporádico ou diário com Victor, sempre me

impressionaram e inspiraram o seu comprometimento

e o profissionalismo, tanto na condução

dos desafios como nas tarefas rotineiras.”

José Valentim Sarabanda, Gerente de Pesquisa

e Desenvolvimento – Centro Tecnólogico

“Victor é um exemplo de dedicação. Possui valores

como integridade, motivação e conhecimento.

Defensor tenaz de novas idéias, continuamente

assumiu o papel de principal sponsor

de iniciativas inovadoras e muitas vezes de considerável

risco. A sua postura é inspiradora.”

Marcos Clemente, Gerente de Pesquisa e Desenvolvimento

– Centro Tecnológico

“Victor é um ‘GENTLEMAN’, com letras maiúsculas.

Apesar da enorme capacidade técnica e

conhecimento, ele mantém uma postura de

aprendiz, sempre pronto a discutir novas idéias.

O exemplo de profissional, amigo e ser humano

é um ativo de grande valor para a MAHLE.”

Ricardo Simões de Abreu, Diretor de Tecnologia

e Desenvolvimento

Vida pessoal e hobbies

Casado com Ana Lúcia há cerca de 44 anos e

pai de dois filhos, Ana Carolina, 4 , e Affonso

Eduardo, 39, Victor possui como principal hobby

a corrida de longa distância. Corre há cerca

de 30 anos, tendo participado de centenas de

provas. E o prazer pelos esportes não pára aí.

Victor praticou futebol durante vários anos, no

campo ou na quadra, em inúmeras equipes da

MAHLE. Além disso, tocou alguns instrumentos

musicais. São exemplos de que, mesmo com

muito tempo dedicado ao trabalho, a vida pessoal

de cada profissional pode e deve ser uma

fonte permanente de crescimento e equilíbrio.

Maria José Martins e Otavio Mazza – São Paulo

More magazines by this user
Similar magazines