caracterização das diferenças de desempenho entre machos e ...

cnpsa.embrapa.br

caracterização das diferenças de desempenho entre machos e ...

CARACTERIZAÇÃO DAS DIFERENÇAS DE DESEMPENHO ENTRE MACHOS EFÊMEAS DE LINHAGEM DE CRESCIMENTO LENTO EMBRAPA 041 CRIADANO NORDESTE BRASILEIROA prática/processo agropecuário descrita foi realizada no âmbito da Parceria daEmbrapa Suínos e Aves com o Programa de Pós-Graduação em Zootecnia daUFRPE em Projeto financiado pelo PROMATA/CNPq sob a coordenação doProfessor Dr. Carlos Boa Viagem Rabello do Departamento de Zootecnia daUFRPE com a participação técnica da Embrapa Suínos e Aves (pesquisadorJorge Vitor Ludke). O projeto foi elaborado em conjunto pelo pesquisador daEmbrapa Suínos e Aves com atuação no Nordeste e a área de Produção deAves do Departamento de Zootecnia da UFRPE. Foi instalado um experimentona Estação Experimental de Pequenos Animais de Carpina (EEPAC / UFRPE)para avaliar o peso, ganho de peso, consumo de ração, conversão alimentar econsumo de água nos períodos de 1 a 28 dias, 29 a 63 dias e 64 a 91 dosfrangos de corte da linhagem Embrapa 041. Foram alojados 560 pintinhos emoito boxes (4 boxes com machos e 4 boxes com fêmeas) cada qual contendo70 aves com uma densidade de 10 aves/m2. A partir do início da quintasemana as aves tiveram livre acesso ao piquete, do período das 7:00 às 17:00horas. A lotação dos piquetes era de 3 m2 por ave. As rações fareladas forambalanceadas conforme a recomendação da Embrapa Suínos e Aves, para 3fases: 1 a 28 dias (fase inicial), 29 a 63 dias (fase crescimento) e 64 a 91 dias(fase terminação). Os níveis de Energia Metabolizável adotados foram 2800,2900 e 2900 Kcal de EM/kg, respectivamente e os níveis de proteína brutaforam de 20 %, 18 % e 16,5 % tanto para machos quanto para fêmeas. Asaves receberam ração e água ad libitum através de comedouro tubular ebebedouro tipo copinho automático. Os dados de desempenho estãoapresentados na tabela 1.Esta prática/processo agropecuário indica de forma clara que devido àsdiferenças entre sexos que existem na taxa de ganho, no consumo de ração ena conversão alimentar entre machos e fêmeas é urgentemente necessárioreavaliar a recomendação dos níveis nutricionais para ambos os sexos. Umapossível recomendação que contemple as reais necessidades de cada sexopotencialmente pode determinar um aumento substancial na rentabilidade naprodução dos frangos de corte da linhagem Embrapa 041.


Tabela 1: Resultados do desempenho de frangos de corte (machos, fêmeas emisto) da linhagem Embrapa 041 nas fases inicial, crescimento e terminação ea diferença percentual entre machos e fêmeas nos parâmetros avaliados.Parâmetro e sexo Inicial Crescimento Terminação(1 a 20 dias) (29 a 63 dias) (64 a 91 dias)Peso vivo, kgMacho 0,541 1,685 2,700Fêmea 0,445 1,231 1,860Misto 0,493 1,458 2,280CV (%) 5,47 2,00 1,87Diferença Macho/Fêmea(%)17,74 36,88 45,16Ganho de Peso, kgMacho 0,499 1,144 1,015Fêmea 0,403 0,785 0,629Misto 0,451 0,964 0,822CV (%) 5,43 1,10 6,16Diferença Macho/Fêmea(%)23,82 45,73 61,37Consumo de ração, kgMacho 1,024 3,054 3,939Fêmea 0,910 2,343 2,913Misto 0,967 2,698 3,426CV (%) 3,22 2,07 2,01Diferença Macho/Fêmea(%)12,53 30,35 35,22Conversão AlimentarMacho 1,895 2,671 3,893Fêmea 2,046 2,984 4,635Misto 1,970 2,828 4,264CV (%) 4,45 2,21 5,45Diferença Fêmea/Macho(%)7,97 11,17 19,06Consumo de água, litrosMacho 1,972 8,060 11,978Fêmea 1,706 5,023 6,710Misto 1,839 6,542 9,344CV (%) 2,44 6,29 10,49Diferença Macho/Fêmea(%)15,59 60,48 78,51

More magazines by this user
Similar magazines