3 PROJETOS LEADER_MADEIRA - Minha Terra

minhaterra.pt
  • No tags were found...

3 PROJETOS LEADER_MADEIRA - Minha Terra

TERRITÓRIOregiãomadeiramadeira leste e porto santoacaporama124madeira norte e oesteadrama126projetos leader 122


minha terra 123


acaporamaterritóriomadeira lestee porto santowww.acaporama.orgacaporamaassociaçãode casas do povoda região autónomada madeirainformação galORÇAMENTO€2.781.336,33MORADARua do Brasil, Bloco 15, 1109000-134 FunchalTELEFONE+351 291 761 460E-MAILgeral@acaporama.orgSITEwww.acaporama.orgPESSOA DE CONTACTONuno Freitasinformação territórioÁREA170,06 Km 2POPULAÇÃO33,948 hab.DENSIDADE POPULACIONAL199,6 hab./Km 2projetos leader 124


adramaterritóriomadeira nortee oestewww.adrama.ptadramaassociaçãode desenvolvimentoda região autónomada madeirainformação galORÇAMENTO€8.129.928,34MORADACentro de Formação Agrária, Pé do Passo9240-039 São VicenteTELEFONE+351 291 842 358E-MAILadrama@mail.telepac.ptSITEwww.adrama.ptPESSOA DE CONTACTONuno Dinarte Gouveia Macielinformação territórioÁREA477 Km 2POPULAÇÃO50.311 hab.DENSIDADE POPULACIONAL105,5 hab./Km 2projetos leader 126


O evento, promovido pelo município da Pontado Sol, oferece a mais diversificada mostra dedanças e cantares folclóricos do mundo. O investimentodestina-se a apoiar a realização daXV edição deste evento de cultura popular, queconta com os mais representativos agrupamentosfolclóricos desta expressão artística. É umevento de grande sucesso, em todas as edições,pela distinta qualidade e rigor dos participantesregionais, nacionais e internacionais, elevadadivulgação do folclore Madeirense e sempre saludartroca de experiências.A recuperação e sinalização de três veredasem São Roque do Faial, concelho de Santana,com uma extensão total de 11,9 km, justificamo projeto. Apresentado pelo município, o investimentocontempla a desmatação, limpezae arranjo dos caminhos, colocação de guardasde proteção, assim como sinalização, de formaa proporcionar as melhores condições aosvisitantes que pretendam percorrer as veredas,repletas de paisagens naturais de grande beleza.Santana é classificada pela UNESCO comoReserva Mundial da Biosfera.Em Ponta Delgada, concelho de São Vicente, arequalificação da antiga escola primária da 1.ªLombada permitiu criar um Centro Comunitárioe de Lazer. O edifício, de traça tradicional dasantigas escolas públicas da Região Autónomada Madeira, foi recuperado, redimensionado eequipado a pensar nos jovens e idosos da freguesia.Além de salas de convívio e multimédia,sala de refeições, cozinha, o investimentopermitiu remodelar os acessos, garantindo quepessoas com mobilidade reduzida possam usufruirdo espaço.Festival Internacionalde FolcloreVeredas de São Roquedo FaialCentro Comunitárioda 1.ª LombadaINVESTIMENTO ELEGÍVEL€33.723,28DESPESA PÚBLICA€23.606,30INVESTIMENTO ELEGÍVEL€123.910,00DESPESA PÚBLICA€86.737,00INVESTIMENTO ELEGÍVEL€150.000,00DESPESA PÚBLICA€105.000,00TerritórioSeis concelhos da ilha da Madeira – Ribeira brava; Calheta, Ponta do Sol, Porto Moniz, São Vicente e Santana – compõem o território de intervenção do GAL. A orografiaagreste não travou o desenvolvimento da região, mas a principal riqueza da ilha reside ainda no património paisagístico e ambiental que atrai cada vez mais visitantes eturistas. A nível económico, a agricultura é a atividade que ocupa maior percentagem do território e marca a paisagem rural, apesar de desenvolvida numa superfície agrícolaútil muito escassa (cerca de 10 por cento). A vinha é a cultura que assume maior relevo na maioria dos concelhos, excluindo Ponta do Sol onde predomina a fruticultura,com destaque para a banana. Alicerçado no enorme capital patrimonial da região, o turismo representa uma importante mais-valia económica. À medida que a atividadeturística foi crescendo, começou também a ser notada uma forte dinâmica ao nível da oferta de alojamento, registando-se, nos últimos anos, uma assinalável evolução ao níveldo turismo em espaço rural. Graças ao seu efeito multiplicador, o turismo tem “animado” as restantes atividades económicas, nomeadamente a construção, o comércio deprodutos tradicionais, contribuindo para a criação de emprego. Paralelamente multiplicam-se infraestruturas de apoio e complementares à atividade turística, como núcleosmuseológicos, centros de interpretação ambiental e parques temáticos. Numa inigualável obra que prova que os madeirenses têm sabido tirar partido dos valores naturais dailha, centenas de veredas e levadas atraem hoje milhares de turistas e amantes dos passeios pedestres. Os percursos, que podem levar horas a percorrer, permitem conviverde perto com a flora endémica da ilha, nomeadamente, os tesouros da Floresta Laurissilva – reconhecida pela UNESCO como Património da Humanidade.minha terra 127

More magazines by this user
Similar magazines