curitiba - Metro

publimetro.band.com.br

curitiba - Metro

|02| {FOCO}CURITIBA, QUARTA-FEIRA, 3 DE JULHO DE 2013www.readmetro.com1FOCOQuinto prefeito éafastado na RMCJustiça Eleitoral. Por problemas com o vice, prefeito de Quatro Barras teve que deixar ocargo ontem. Em duas cidades da Região Metropolitana, vereadores comandam a administraçãoO prefeito Loreno Tolardo(PSD), de Quatro Barras, regiãoMetropolitana de Curitiba,deixou ontem o cargoapós ser cassado pela JustiçaEleitoral. Ele não teve nenhumproblema judicial, masseu vice, Olair Ribeiro Lago(PSDB), ex-presidente da CâmaraMunicipal, teve suascontas reprovadas em 2003, oque gerou a decisão.Tolardo foi o quinto prefeitoeleito na RMC a ser afastadodesde as eleições de 2012– fato que acaba deixando administraçõesprovisórias nosmunicípios. Em Fazenda RioGrande, é o presidente da CâmaraMunicipal, Marcio Wosniack(PSDB) que comanda aPrefeitura, mesma situaçãode Quatro Barras.Na última semana LuizCarlos Assunção (PSB), eleitoem Campina Grande doSul, que havia sido cassadoem primeira instância,retornou ao cargo, mas apenaspor decisão liminar.Anteriormente, foram osProblemas em Quatro Barras (foto), Campina Grande do Sul, Fazenda Rio Grande, Colombo e Campo Magro | DIVULGAÇÃOprefeitos de Colombo, Beti Pavin(PSDB) e Louvanir Menegusso(DEM de Campo Magro,que tiveram que garantir osseus mandatos no TSE (TribunalSuperior Eleitoral).A decisão final sobre quemcomandará as prefeituras daRMC deve se arrastar até o finaldo ano. É o que espera oadvogado Alexandre Zolet, dacoligação Ficha Limpa, quecontesta as eleições em CampinaGrande do Sul. “Nossaexpectativa é de que em 90 ou120 dias teremos uma decisãofinal”, diz, no caso da situaçãosó ser resolvida em Brasília.Em Fazenda Rio Grande, ocaso já está no TSE, enquantoo TRE -PR (Tribunal RegionalEleitoral) ainda vai julgar aseleições de Campina Grandedo Sul e Quatro Barras. Todoseles não têm data marcada.Somente o TSE registrou,nas últimas eleições, 7.781processos questionando ascandidaturas no Brasil, númeroé superior ao de municípiosno País (5.564). De acordocom TSE, 99% dos casos já foramjulgados, mas neste mêsa corte entrou em férias e sóretorna em agosto.THIAGOMACHADOMETRO CURITIBASaneparCônjuges podemser inscritos nasfaturasOntem a Sanepar anunciouque os clientes interessadosem incluir o nomedo cônjuge na faturade água já podem fazê--lo. Para isso, é preciso iraté uma das centrais daempresa com os documentospessoais e a certidãode casamento oucomprovante de uniãoestável.METRO CURITIBATáxisUrbs promoveaudiência públicaOcorre amanhã, às 14horas, uma audiênciapública sobre o aumentoda frota de táxis emCuritiba. Devem ser colocados750 novo carrosna cidade até o final doano. METRO CURITIBARODRIGO FÉLIX LEAL / METRO CURITIBAAumento da frotaApoioCasa daMulherA ministra EleonoraMenicucci, da Secretariade Políticas para asMulheres, disse ontemem Brasília que Curitibavai receber uma obrado programa “Casa daMulher Brasileira”, deapoio contra a violênciadoméstica. O anúnciooficial será dia 26 dejulho, em Curitiba.CotaçõesDólar+ 0,84%(R$ 2,25)Bovespa- 4,24%(45.228 pts)Prefeitura quer apoio dasempresas para transporteO secretário de governo daPrefeitura de Curitiba, RicardoMac Donald, disseontem que a proposta municipalde universalizaro vale-transporte e o tornarobrigatório para todosos trabalhadores dependedo apoio dos empresários,que terão aumento de gastos.“Temos que convenceras empresas de que é umaideia boa. Em troca eles terãoabatimento nos custosoperacionais e do impostode renda”, defendeu, em entrevistapara o Band Cidade.A sugestão foi enviada aogoverno federal na segunda--feira, como uma forma deaumentar os recursos para oVale seria obrigatório para todos, o que aumentaria gastos| RODRIGO F.LEAL/METROsistema de transporte. “Hojeé o VT é eventual a pessoapega se quiser. Se conseguirmosuniversalizar e o tornarobrigatório, aumentamosa massa de receita e vamosampliar os serviços e baixara passagem”, diz.O modelo é copiado dacidade do Lyon, na França,que tem 1,3 milhões de habitantes.Para ser colocadoem prática no Brasil, ele teriaque ser aprovado no CongressoNacional.METRO COM BAND CURITIBACPI. Vereadoresreceberão opresidenteda UrbsO presidente da Urbs, RobertoGregório será recebidona primeira reunião daCPI do Transporte Coletivo,na Câmara Municipal,amanhã às 14 horas. Elefoi convidado para entregar,na Casa, o relatório finalda Comissão de Análiseda Tarifa, da qual ele tambémé o presidente.No mesmo dia, a expectativaé de que o documentoseja entregue para o prefeitoGustavo Fruet (PDT). O relatórioaponta sugestões parao sistema de transporte edeve balizar o trabalho daCPI. METRO CURITIBATCE. Contratosde iluminaçãosão suspensosForam suspensos ontem peloTCE-PR (Tribunal de Contas doEstado do Paraná) os contratosde iluminação de Colomboe de São José dos Pinhais. Ocorregedor-geral,conselheiroIvan Bonilha, aceitou o pedidoda empresa Trajeto Engenhariae Comércio, que questionavaos contratos.O argumento é de queem Colombo a prefeituranão aceitou uma propostada Trajeto pelo serviço, queseria mais barata. Em SãoJosé dos Pinhais, o problemaseria a não-abertura deuma licitação. As prefeiturastêm prazo de 15 dias parase defender.METRO CURITIBASelic(8,00%)Euro+ 0,17%(R$ 2,91)Saláriomínimo(R$ 678)FALE COM A REDAÇÃOleitor.ctb@metrojornal.com.br041/3069-9189COMERCIAL: 041/3069-9200O jornal Metro circula em 23 países e tem alcance diário superior a 20 milhõesde leitores. No Brasil, é uma joint venture do Grupo Bandeirantes de Comunicaçãoe da Metro Internacional. É publicado e distribuído gratuitamente de segunda asexta em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre,ABC, Santos e Campinas, somando mais de 480 mil exemplares diários.EXPEDIENTEMetro Brasil. Presidente: Cláudio Costa Bianchini (MTB: 70.145).Editor Chefe: Luiz Rivoiro (MTB: 21.162). Diretor Comercial e Marketing: Carlos Eduardo Scappini.Diretora Financeira: Sara Velloso. Diretor de Tecnologia e Operações: Luiz Mendes Junior.Gerente Executivo: Ricardo Adamo.Coordenador de Redação: Irineu Masiero. Editor-Executivo de Arte: Vitor Iwasso.Metro Curitiba. Gerente Executivo: Rodrigo Afonso. Editora-Executiva: Martha Feldens (MTB: 071).Editor de Arte: Antonio Virgili. Grupo Bandeirantes de Comunicação Curitiba - Diretor Geral: AndréAguera. Grupo J. Malucelli - Presidente: Joel Malucelli.Editado e distribuído por Metro Jornal S/A.Endereço: rua Santa Cecília, 802,Pilarzinho, CEP: 80820-070, Curitiba.Tel.: 041/3069-9200O jornal Metro é impresso na GráficaRBS – Zero Hora Editora Jornalística S/A.A tiragem e distribuiçãodesta edição sãoauditadas pela BDO.30.000 exemplares


CURITIBA, QUARTA-FEIRA, 3 DE JULHO DE 2013www.readmetro.com {FOCO} |03|◊◊Chuva dá trégua esituação nas cidadescomeça a melhorarInverno. Massa de ar frio deixa o tempo seco e temperaturas caem. Pode gear no Sul.Nível dos rios está abaixando e número de desalojados e de desabrigados começam a cairAs chuvas que atingem o Paranádesde 20 de junho cessaramontem em todas asregiões – com exceção do Litoral,onde ainda havia garoa–, fazendo com que o níveldos rios começasse a baixare muitas famílias pudessemretornar às suas casas.Balanço da Defesa Civildas 12h de ontem mostra queo número de pessoas em abrigospúblicos caiu de 1.191 para859 e o de desalojados (queestão em casa de amigos ouparentes), de 1.542 para 1.164.“Em algumas cidades,que foram afetadas superficialmente,será mais fácilse reestabelecer. Em outras,vai demorar mais”, comentao capitão Dorico Borba,da Defesa Civil.Segundo ele, o monitoramentocontinua. “Sem chuva,começamos a ter acesso a algunslocais que estavam isolados,como fazendas de gadoque ficaram comprometidasno Noroeste. Também recebemosnovas notificações e subiude 93 para 103 o númerode munícipios atingidos”,conta o capitão.As áreas mais atingidasestão recebendo donativos,incluindo kits de cozinha,cama, mesa e banho, alimentos,colchões, cobertores,roupas e fraldas. Nove caminhõesforam enviados pelogoverno do Estado ao interiorna última segunda-feira.Acima da médiaO mês de junho terminoucom chuvas acima da médiaCuritiba deve amanhecer hoje com termômetros marcando apenas 8˚C | RODRIGO FÉLIX LEAL/METRO CURITIBAem todas as regiões do Paraná,conforme balanço do InstitutoTecnológico Simepar.Guarapuava, na regiãocentral, registrou uma diferençade 323 milímetros entrea média climatológica(138 milímetros) e o volumeem junho (461 milímetros),a mais alta entre as 33 cidadesmonitoradas. Em seguidaestá Pinhão, no Sul, comuma diferença de 320 milímetros,e Santa Helena, noOeste, com 298 milímetros.Na capital, choveu 338milímetros – 222 milímetrosacima da média climatológicade 116 milímetros.PrevisãoA trégua das chuvas veiocom a chegada de uma massade ar frio. “A frente friafoi embora para o oceano euma massa de ar mais frioingressou pelo Sul, trazendoum ar mais seco, masmantendo a nebulosidade”,explica Lisandro Jacobsen,meteorologista do Simepar.Com isso, as temperaturascaíram e há, inclusive,possibilidade de geada hoje.“O resfriamento ocorre, mas,se ainda estiver úmido, podehaver formação de nevoeiro,que impede geada. No entanto,no Sul pode gear porque otempo está aberto na regiãode General Carneiro e de Palmas”,explica Jacobsen. Ontem,a região de Palmas registroumínima em torno de 5ºC.CAMILACASTROMETRO CURITIBASituaçãoConforme último boletim,das 12h de ontem:• Afetados. 114.786 pessoasdesde 20 de junho. Dezficaram feridas e houveduas mortes.• Desabrigados. Caiu de1.191 para 859 o númerode pessoas que aindaestão em abrigos. Nototal, foram registradas1.729 desabrigados.• Desalojados. O númerode pessoas que estãoem casa de amigos ouparentes diminuiu, de1.542 para 1.164. Aotodo, foram 13.492.Ainda há rodovias fechadasO Paraná ainda tem trechosde rodovias interditados devidoa erosões, alagamentose deslizamentos causadospelas chuvas. O maior númeroestá nas federais.Na BR-476, a região doKm 329, próximo a PauloFrontin, está totalmente interditadadevido à erosão. Oasfalto chegou a rachar.Erosão também deixa otráfego em meia pista noKm 303 da BR-476, próximoa Fluviópolis.Na BR-373, Km 424, próximoa Foz do Jordão, háinterdição total devido àqueda de barreira. Mesmomotivo que levou à interdiçãode meia pista naBR-153, na altura do Km480, na região de GeneralCarneiro.Já a BR-373, no Km 460,próximo ao município deCandói, há trecho interditado,com desvio de tráfego,conforme informaçõesda PRF-PR (Polícia RodoviáriaFederal) repassadas natarde de ontem.EstaduaisApenas dois trechos de rodoviasestaduais ainda estãointerditados, de acordocom dados das 18h deontem da PRE. Na regiãode Realeza, o tráfego estáimpedido na PR-182, Km460. Interdição tambémacontece na PR-780, noKm 280, em Clevelândia.METRO CURITIBAAinda há sete trechos interditados| DIVULGAÇÃOBeneficente. Entidadesvendem convites paraeventos no fim de semanaA pista lenta da Avenida Setede Setembro, entre asruas Barão do Rio Branco eDesembargador Westphalen,será totalmente bloqueadaamanhã, entre as9h e as 17h. O motivo sãoas obras de desalinhamentodas estações tubo do eixoNorte – Sul.O bloqueio acontece nosentido bairro (Praça do Japão).O desvio de trânsitopoderá ser realizado pelaQuatro eventos beneficentesvão acontecer neste fimde semana. As entidades jáestão vendendo os convites.No sábado, a Afece (AssociaçãoFranciscana de Educaçãoao Cidadão Especial)promove o Sopa Amiga, noBuffet du Batel. Serão dez tiposde sopa elaboradas peloJungle Juice, além de música,leilões, sorteios e brincadeiras.O evento começa às19h30. Os convites custamR$ 25 – R$ 12,50 para criançasde 6 a 10 anos. Eles podemser adquiridos na sededa Afece (rua Paulo Turkiewicz,160, no Tarumã) ou noJungle Juice do Alto da XV(Augusto Stresser, 1.800). Aentrada é gratuita para criançasaté 5 anos.Também no sábado, a partirdas 12h, acontece a FeijoadaBeneficente promovida pelosAmigos do HC (Hospital deClínicas). Será no Clube Curitibano– Sede Concórdia, comconvites a R$ 70. Eles podemser comprados pelos 3091-1000 e 3091-1013. No ano passado,450 pessoas participaramdo evento.No domingo, o PequenoCotolengo promove seu tradicionalchurrasco, mas comtema julino. O evento começaàs 10h com a Santa Missa.Haverá apresentações dequadrilha e shows com William& Renan, Jota Júnior &Rodrigo e Álvaro & Daniel,além dos grupos Trio Destiladoe Forró Maneiro. O eventotraz ainda barracas vendendocomidas típicas.A entrada na festa é gratuita– a instituição pedeapenas a doação de um quilode alimento não perecível.METRO CURITIBAObras. Sete de Setembroterá bloqueio amanhãDireitos humanosFundo Brasilapoia doisprojetos no PRO Fundo Brasil vai apoiardois projetos no Paraná:“Pescadores artesanais deSuperagui: Direito ao território,à natureza e à vida”,do Movimento dos PescadoresArtesanais do Litoral;e “Combate à violaçãodo direito à educaçãode crianças e adolescentessem terra dos acampamentosdo Estado do Paraná”,do setor de Educaçãodo MST (Movimento dosTrabalhadores Rurais SemTerra). Com eles, o Fundoalcança 11 grupos de defesade direitos humanos selecionadospor edital noEstado. METRO CURITIBArua Barão do Rio Branco,pela Avenida Visconde deGuarapuava e pela Rua 24de Maio. De acordo com aSetran (Secretaria de Trânsito),o tráfego nas ruasLourenço Pinto, Mal. FlorianoPeixoto, DesembargadorWestphalen e AlferesPoli não será afetadodurante as obras.Agentes da Setran estarãono local para orientar osmotoristas. METRO CURITIBALapaObras no Parquedo Monge serãoretomadasFechado para reformadesde 2008 e com restriçãode visitação desde2010, o Parque do Mongeterá suas obras retomadas.O governadorBeto Richa (PSDB) anunciouontem o lançamentoda licitação para contratara empresa.O parque leva esse nomepor ser o local onde,no século 19, teria vividoo monge João Maria, personagemcentral da Guerrado Contestado. A áreaé uma Unidade de Conservação,gerenciada peloIAP (Instituto Ambientaldo Paraná). METRO CURITIBA


|04| {FOCO}CURITIBA, QUARTA-FEIRA, 3 DE JULHO DE 2013www.readmetro.comDeterminaçãoGovernomanda PRFdesbloquearestradasApós três dias consecutivosde protestos de caminhoneiros,o ministro dosTransportes, César Borges,determinou que a PRF (PolíciaRodoviária Federal)atue para desbloquear asrodovias federais.“São vias públicas, ondenão é possível interditar,salvaguardando odireito de ir e vir do cidadãobrasileiro”, salientou.A preocupação dogoverno é que a interdiçãoprejudique o escoamentoda produçãoe provoque o desabastecimentoprincipalmentede algumas cidadesatendidas somente pelotransporte terrestre.O governo defende oscontratos de concessão parapermitir a duplicaçãode rodovias e afirma que ocombustível é subsidiado.“Vamos criar uma câmarapra discutir os problemasinerentes ao transporte decargas”, prometeu CésarBorges. METROProtestos interditamquatro rodovias do PRManifestações. Caminhoneiros bloqueiam duas rodovias estaduais e uma federal. Movimento dos TrabalhadoresSem Terra também fecha uma estrada na região central. Ontem, houve congestionamento em alguns trechosQuatro rodovias foram bloqueadasontem no Paraná,sendo três estaduais e umafederal, por causa do protestonacional realizadopor caminhoneiros e tambémpor integrantes doMST (Movimento dos TrabalhadoresSem Terra).O trecho da BR-277 noquilômetro 338, em Guarapuava,na região central doEstado, foi liberado ontemàs 17h pela polícia, depoisde ficar quase 24 interditado.De acordo com a PRF (PolíciaRodoviária Federal), ocongestionamento no localnos dois sentidos chegou acerca de 12 quilômetros.“Só passaram veículos depasseio, de emergência, decargas perecíveis e os ônibus.Os manifestantes nãodeixaram os caminhões passarem”,contou o agente da10Estados tiveram bloqueiosde estradas feitos porcaminhoneiros. Além do Paraná,registraram interdições SãoPaulo, Bahia, Mato Grosso,Minas Gerais, Rio de Janeiro, RioGrande do Sul, Rondônia, SantaCatarina e Tocantins.PRF, Cristiano Mendonça.Nas rodovias estaduais,até às 17 de ontem, haviainterdição no quilômetro178 da PR-280, em Clevelândia,no interior do Paraná etambém na PR-182, no quilômetro462, no trevo entreRealeza e Capitão LeônidasMarques, no sudoeste.Em nenhuma das estradashouve registro de confusão.Apenas foram colocados caminhõesatravessados nas pistaspara impedir a passagem.A categoria reivindica subsídiono preço do óleo diesel,isenção do pagamento de pedágiosem todas as rodoviasdo país e a criação da Secretariado Transporte Rodoviáriode Cargas, vinculada diretamenteà Presidência daRepública, nos mesmos moldesdas atuais Secretarias dosTrabalhadores e das Micro ePequenas Empresas.Além do protesto dos caminhoneiros,manifestantesdo MST se aproveitaram da situaçãoe decidiram bloquearos dois sentidos do quilômetro170 da PR-364, entre o Distritode Guará e Inácio Martins,na região central.LINAHAMDARMETRO CURITIBACaminhoneiros protestaram pacificamente no Estado |ROBERTO CUSTODIO / AGPProtesto reúne 300 pessoasO 6º ato pela redução da tarifa de ônibus realizadoontem à noite em Curitiba reuniu cerca de 300 pessoas,segundo a Polícia Militar. Três pessoas foram detidaspor depredação ao patrimônio. | RODRIGO F. LEAL/METRO CURITIBAProcesso SeletivoSeleção do IMLtem mais de3 mil inscritosO Processo Seletivo Simplificadodo IML (InstitutoMédico-Legal) do Paranáteve 3.041 inscritos.São 112 candidatos para55 vagas de médico legista,727 para a vaga de 60motoristas e 2.202 interessadospara 45 vagas de auxiliarde perícia. O editalde classificação provisóriados candidatos foi publicadono site www.seguranca.pr.gov.br.METRO CURITIBATibagiPRF apreende300 kg demaconhaDentro de um carro roubado,a Polícia RodoviáriaFederal aprendeu 300kg de maconha na BR-376, em Tibagi, interiordo Estado, na segunda--feira. O veículo estavaabandonado, após ter saídoda pista. A droga foiencontrada em um matagal.METRO CURITIBALaudo deve comprovarque Tayná foi estupradaA previsão é que fiquemprontos até a segunda-feiraos laudos que devemcomprovar que a adolescenteTayná Adriane daSilva, de 14 anos, encontradamorta na últimasexta-feira, em Colombo,na região metropolitanade Curitiba, foi mesmoestuprada.Ontem à tarde, delegadose a perita do Institutode Criminalística se reunirampara discutir o caso.“Temos a convicção deque a linha de investigaçãoestá correta e apontapara a autoria dos suspeitospresos. Falta agora definira participação de cadaum”, afirmou ao Metroo delegado chefe da Divisãode Polícia Metropolitanada Polícia Civil do Paraná,Agenor Salgado Filho.Ontem, a perita JussaraJoeckel, havia dito quea jovem poderia não ter sidoviolentada sexualmente.“Ela foi mal interpretada.Disse, na verdade, quepode não ter havido violênciafísica”, afirmou odelegado.Quatro homens forampresos suspeitos de cometero crime. Eles eramfuncionários de um parquede diversão do município.Três deles confessaramque cometeram oestupro. Ela foi morta porestrangulamento. O corpoda jovem foi encontradodepois de 15 horas de buscasem uma vala próximoao parque.O caso estava com o delegadotitular da Delegaciado Alto Maracanã, SilvanRodney Pereira, mas comoele está de ferias a investigaçãoagora está com odelegado Fábio Amaro, daDelegacia de Pinhais.METRO CURITIBAGuarda faz operação simultâneaA Guarda Municipal deCuritiba fez no final da tardede ontem uma ação simultâneaem 27 praças espalhadaspor toda a cidade.Participam da ação cerca de100 agentes e 30 viaturas.Na Praça Espanha, um rapazfoi detido por tráfico dedrogas e encaminhado ao 3ºDistrito Policial. Com ele,a Guarda encontrou 29 buchasde maconhas, preparadaspara a comercialização.Esta é a 9ª edição da operação.“Com frequência deuma ou duas vezes por semana,sempre em caráterde surpresa, sem data oulocal previamente divulgados,as praças de Curitibatêm recebido a visita denossas equipes”, disse o diretorda Guarda Municipal,inspetor Cláudio Fredericode Carvalho.METRO CURITIBA


|06| {BRASIL}CURITIBA, QUARTA-FEIRA, 3 DE JULHO DE 2013www.readmetro.comSenado aprova exigência deficha limpa para servidoresA PEC (Proposta de Emenda àConstituição) que prevê a extensãodas exigências da Leida Ficha Limpa aos servidorespúblicos foi aprovado, no inícioda noite de ontem, em primeiroturno, no Senado.Caso a PEC passe em 2ºturno e seja aprovada na Câmarados Deputados em doisturnos, os funcionários (concursadosou ocupando cargosem comissão) também nãopoderão ter sido condenadosem decisão colegiada de órgãojudicial, mesmo que aindanão tenha transitado emjulgado (quando não há maispossibilidade de recursos.“A importância dessa PECé a a defesa da moralidade,da probidade, da honestidadecívica, do dever fundamentalde ser honesto”, disse o senadorPedro Taques PDT-MT),que pretendia que as novasregras valessem apenas paraos comissionados. METROPedro Taques (PDT-MT): “Defesa damoralidade” | VALTER CAMPANATO/ABRSem apoio, projeto de‘cura gay’ será arquivadoPressionado, o presidente dabancada evangélica, deputadoJoão Campos (PSDB-GO),decidiu ontem retirar de tramitaçãoo polêmico projetoque autoriza o tratamento parareverter a homossexualidade– a chamada ‘cura gay’.O projeto foi apresentadoem 2011 para suspender umaresolução do Conselho Federalde Psicologia, que proíbe aprática, e foi aprovado na Comissãode Direitos Humanos.O presidente da Câmara,deputado Henrique EduardoAlves (PMDB-RN), queria queo projeto fosse levado diretoao plenário para ser derrotado.A avaliação dos evangélicos,no entanto, é que o projetoé impopular e poderiatrazer prejuízos nas eleiçõesde 2014. METRO BRASÍLIAMédicos vão às ruas contracontratação de estrangeirosA decisão da presidente DilmaRousseff de autorizara contratação de médicosformados fora do país paratrabalhar nas cidades dointerior levará às ruas osprofissionais de saúde. Marchasestão marcadas parahoje nos 26 Estados e noDistrito Federal.A principal queixa équanto à falta de infraestruturanas cidades suburbanase a ausência de uma carreirade Estado para permitirque o médico se sinta atraídopara o trabalho em condiçõesinferiores aos das cidadesmaiores.Em Curitiba e em pelo menosoutras dez cidades paranaenseshaverá manifestações.Na capital, o ato teráconcentração às 10h na BocaMaldita. Médicos e estudantespassarão pelo calçadão da Ruadas Flores em direção ao prédiohistórico da UFPR (UniversidadeFederal do Paraná), naPraça Santos Andrade. METROPara pedir melhores condições detrabalho | VALTER CAMPANATO/ABRPrazo apertadoé barreira paraplebiscitoReforma política. Governo revela os cinco temas que deseja veravaliados pela população. TSE pede 70 dias para fazer consulta popularA reforma política começa aser desenhada, mas precisaráde um esforço extra da Câmarae do Senado para seraprovada até 5 de outubro evaler nas eleições de 2014, comodeseja o governo. A presidenteDilma Rousseff encaminhouontem ao Congressouma mensagem com cincosugestões de itens da lei eleitorale dos partidos políticosque gostaria de ver submetidasà avaliação popular.Em resposta à consulta dogoverno, o TSE (Tribunal SuperiorEleitoral), porém, informouque precisará de, nomínimo, 70 dias para organizara votação. O trabalho incluiconvocar mesários, organizaros colégios eleitorais eprogramar as urnas eletrônicas.A data do plebiscito seria8 de setembro. Antes, umacampanha deverá ser feitapara explicar as perguntas.“Não podemos menosprezara capacidade de o povo brasileiroentender as questões”,defendeu o ministro da Justiça,José Eduardo Cardozo.O Congresso poderá incluirou extinguir as sugestões.O início do processo, porém,depende de um decretolegislativo, que encontraráresistências dos parlamentares,e que começará a tramitarpela Câmara. Após o resultadodas urnas, deputadose senadores teriam menosde um mês para aprovar asmudanças.AlternativaPrevendo dificuldades, opresidente da Câmara, HenriqueEduardo Alves (PMDB--RN), convocou uma comissãoespecial para apresentaruma proposta alternativa dereforma política em até 90dias. “O plebiscito pode nãoavançar”, admitiu.No Senado, o governo temmais apoio. O presidente daCasa, senador Renan Calheiros(PMDB-AL), argumentouque o fim dos suplentes, queO governo sugereOS CINCO PONTOSmudanças na lei eleitoralDA REFORMA POLÍTICA e dos partidos políticosSISTEMA ELEITORAL1CadaEstado (e município) tem umdeterminado número de vagas,definido conforme a população -São Paulo, por exemplo, o maispopuloso do país, tem o maiornúmero de cadeiras na Câmara dosDeputados, 70. O eleitor vota emcandidatos que disputam todoo eleitorado do Estado ou domunicípio para vagas de vereadores,deputados estaduais e deputadosfederais. As cadeiras são distribuídasproporcionalmente à quantidadede votos obtida pelo candidatoe pelo partido (ou por coligaçõespartidárias)Se o voto proporcional permanece;se será o voto distrital (cada Estadoseria dividido em distritos, comos candidatos disputando os votosdos eleitores de áreas específicas);ou se haverá um sistema misto,em dois turnos (uma parte dasvagas seria reservada para votaçãoem partidos, que apresentariamas suas listas de candidatos; a outraparte das cadeiras em disputacontinuaria distribuída conforme avotação em candidatos específicos)FINANCIAMENTO DE CAMPANHA2As empresas e as pessoas físicasestão autorizadas a fazer doaçõeslivremente para candidatose partidos políticosSe mantém o atual sistema;permitindo doações apenaspúblicas ou privadas; ou seautorizará contribuições mistas,mas com valores limitadosSUPLENTEOs senadores escolhem livrementeos dois suplentes, que ocupam ocargo em caso de vacância, mesmosem ter conseguido um votoSe é a favor ou não àmanutenção da suplência4hoje ocupam 10 das 81 cadeirasde senadores, e o fim dovoto secreto, são temas comtramitação adiantada.Sem consensoA oposição fez críticas à propostae voltou a defender umreferendo, quando a populaçãoé consultada após a medidaser aprovada. “O que Dilmabusca fazer é convidar oCongresso para um passeiode primeira classe numa cabinedo Titanic”, criticou o senadorAécio Neves (PSDB-MG).A proposta não tem consensotambém na base aliada.O PMDB, por exemplo, se posicionoucontra uma consultafeita às pressas. “A bancada daCâmara quer que o plebiscitoseja realizado em 2014 paravaler em 2016 e 2018”, afirmouo presidente do PMDB,senador Valdir Raupp (RR).MARCELOFREITASMETRO BRASÍLIACOMO ÉO QUE O ELEITOR DECIDIRÁVOTO SECRETO NO CONGRESSO3Os deputados e senadores mantêmsecreto o voto em caso de cassaçãode mandato, escolha de autoridades,como membros do Poder Judiciárioe chefes de missão diplomática,vetos presidenciaisSe é favorável a manter a votaçãofechadaCOLIGAÇÕES5Os partidos podem compor chapasconjuntas na eleição para deputadose vereadores. O voto vai paraa coligação e não somente paraa legenda escolhida pelo eleitorSe o sistema deverá ser mantidoou proibido


|08| {MUNDO}CURITIBA, QUARTA-FEIRA, 3 DE JULHO DE 2013www.readmetro.comAcusada de racismoLíder da direitafrancesa perdeimunidadeVINCENT KESSLER/REUTERSPresidente egípciorejeita deixar o poderMarine Le Pen disse que apenasmencionou o que todos pensamMarine Le Pen, líder daFN (Frente Nacional, partidofrancês de extrema--direita), perdeu sua imunidadeno ParlamentoEuropeu. Com isso, elaterá de enfrentar na Justiçaas acusações de racismofeitas por umaentidade de defesa dos direitoscivis. Em 2010, Marinedisse que ver muçulmanosorando nas ruasera semelhante à ocupaçãonazista na SegundaGuerra Mundial. METROEm SantiagoAvenida volta ater o nome deantes do golpeA avenida Once de Septiembre,uma movimentadarua de Santiago, capitaldo Chile, voltaráa se chamar Nova Providência.Em 1980, seteanos depois do golpe militar,o regime estabeleceuque o local seria conhecidopor Once deSeptiembre, em homenagemà data na qual AugustoPinochet derrubouo governo de Salvador Allende.A direita chilenacondenou a retomada doantigo nome. METROGuerra na SíriaPadre católico édecapitado porradicais rebeldesO Vaticano confirmou amorte de um padre católico,decapitado por rebeldesjihadistas no norte daSíria. François Murad, 49,foi assassinado em 23 dejunho, durante um ataqueao convento onde eleestava refugiado. O sacerdoteera da ordem franciscanae responsável pelacustódia de locais cristãosno Oriente Médio. Com oavanço do conflito na Síria,minorias étnicas e religiosastêm sido duramenteafetadas. METRORevolta. Isolado politicamente, embora com apoio de parte da população, Mohamed Mursi rechaçou o ultimatodado pelas Forças Armadas. Confrontos entre governistas e oposicionistas deixaram ao menos sete mortosA menos de 24 horas para ofim do prazo dado pelo Exércitopara a solução da criseegípcia, o presidente MohamedMursi negou que pretendadeixar o cargo. O mandatáriotambém disse quenão vai aceitar ordens e culpouo antigo regime pelosproblemas do país.“Tivemos eleições livres,justas e democráticas. NossaConstituição é grande efoi aprovada pela vontadedo povo. Se a legitimidadenão é suficiente para vocês,o que é?”, questionou Mursi,em rede nacional.As declarações incendiaram,ainda mais, governistase opositores. Durante a noitede ontem, choques entreos dois grupos já haviam deixadoao menos sete mortos e140 feridos. Desde domingo,23 pessoas perderam a vidanas manifestações.Mesmo com o apoio demembros da Irmandade Muçulmananas ruas, Mursi estácada vez mais isolado politicamente.Seis ministrosjá renunciaram, e a grandeparte dos opositores se recusaa negociar.“O presidente acreditaque já dialogou e, com isso,cumpriu sua obrigação. Oproblema é que não há maisApoiadores do mandatário param manifestação para rezar, no Cairo | KHALED ABDULLAH/REUTERSconfiança alguma da oposição”,diz Nezar Al Sayyad,professor egípcio da Universidadede Berkeley, nos EUA.Os EUA e as Nações Unidasexpressaram preocupaçãocom a crise. Segundo aCasa Branca, o presidente BarackObama ligou para Mursie disse que apoia “o processodemocrático no Egito e nãoum grupo em particular.”Planos militaresO Exército não voltou a falarsobre como pretende intervir,caso Mursi e a oposiçãonão cheguem a umacordo. Segundo a agênciaReuters, entretanto, o planodos militares incluiria asuspensão da Constituição ea dissolução do Parlamento,que tem maioria islâmica.“Se Mursi continuar teimoso,provavelmente, haveráum golpe”, afirma o professorAl Sayyad. O especialista acreditaque haverá muito caosnas ruas nos próximos dias.Também é possível, diz, quea Irmandade Muçulmana ganheainda mais força.Vaticano confirma segundo milagreO papa João Paulo 2º podese tornar oficialmentesanto até o fim deste ano.A Santa Sé aprovou ontemo segundo milagre do falecidopontífice, uma das últimasetapas para que ele sejacanonizado.Os cardeais e bispos daCongregação para as Causasdos Santos consideraramque a cura de uma enfermeiraem 1º de maio de 2011 foicientificamente inexplicável.Nesse mesmo dia, maiscedo, João Paulo 2º havia sidobeatificado devido a umoutro milagre.Não há detalhes sobre osegundo caso, que foi avaliadopor uma comissão médicaligada à Santa Sé. A pacientesofreria de uma doença incurávele teria rezado pela intercessãode João Paulo 2º.Especialistas ouvidos pelaJoão Paulo 2º pode ser canonizado em dezembro | MAX ROSSI/AQUIVO/REUTERSagência Ansa acreditam queo pontífice será canonizadoem dezembro. Falta apenasa assinatura de um decretopelo papa Francisco e aconvocação de um consistório,para anunciar a data dacanonização.A cerimônia encerraria oprocesso mais rápido de canonizaçãodos últimos 500anos na Igreja. João Paulo2º faleceu em 2005, aos 84anos. METRO COM AGÊNCIASCAROLINAVICENTINMETRO SÃO PAULOPreparação para JMJPapa afirmaque protestossão justosO papa Francisco, que seprepara para a JornadaMundial da Juventude,no Rio de Janeiro, no fimdeste mês, mudou o discursoque fará no evento.Segundo o jornal “ElPaís”, o pontífice fez alteraçõesno texto após serinformado sobre a naturezados protestos que tomaramas ruas do país.O papa teria dito que asmanifestações são justase estão de acordo com oEvangelho. METROAnálisePaís tem novaoportunidadedemocráticaO presidente MohamedMursi está procurandoestabelecer um acordono qual ele não renunciee, ao mesmo tempo,faça concessões à oposição.O Exército, por suavez, tenta fazer com queMursi ouça as pessoas ecrie um sistema no qualelas acreditem. Muitosegípcios estão com raiva,pois o governo não conseguiuos incluir.Eu acredito que essaseja uma nova oportunidadedemocrática para oEgito. Mas os próximosdias são muito incertos,porque os militares nãovão recuar, e os protestosdevem continuar fortesem todo o país.THOMASCAROTHERSVice-presidente doCarnegie Endowmentfor International PeaceSnowden.Brasil rejeitapedido de asiloO governo brasileiro “não vairesponder” ao pedido de asilopolítico feito pelo técnicoem informática EdwardSnowden. A solicitação foienviada por fax à embaixadado Brasil em Moscou na noitede segunda-feira.O país é um dos 21 aosquais Snowden recorreu, segundoinformações do siteWikiLeaks. O jovem, que delatouo programa de monitoramentode civis do governoamericano, está há 10 dias emuma área de trânsito de umaeroporto da capital russa.Entre as nações que responderam,a maioria rechaçouo pedido de Snowden.As exceções são o Equador ea Bolívia. O governo italianodisse estar avaliando a solicitação.METRO COM AGÊNCIAS


|10| {ECONOMIA}CURITIBA, QUARTA-FEIRA, 3 DE JULHO DE 2013www.readmetro.comBolsa. Bovespa cai maisde 4% com novas perdasda OGX, de Eike BatistaO Ibovespa, principal índiceda Bolsa brasileira, fechouem baixa de 4,24%, aos45.228,95 pontos. É a menorpontuação desde 22 de abrilde 2009, quando a Bolsa fechouaos 44.888,20 pontos.A queda acentuada foiinfluenciada pela divulgaçãode dados fracos de produçãoindustrial e por maisum dia de perdas das açõesdo grupo EBX, de Eike Batista.Na última segunda--feira, os papéis da petrolíferado empresário, a OGX,recuaram quase 30% com oanúncio de que vai suspenderos planos de exploraçãode três poços de petróleo docampo de Tubarão Azul.No pregão de ontem,as ações da OGX caíram19,64%, a R$ 0,45, após doisbancos cortarem o preço--alvo de suas ações paraR$ 0,10. Para piorar o cenário,a agência de classificaçãode risco Standard &Poor’s rebaixou as notas decrédito da empresa para onível de pré-calote. METROBolsa voltou ao menor nível desde2009 | ELISA RODRIGUES/FUTURA PRESSCâmbioDólar fechaem R$ 2,25O dólar comercial fechouem alta de 0,84%, paraR$ 2,25 na venda, o maiorvalor desde 20 de junho(R$ 2,258). Os investidoresestavam preocupados,aguardando a divulgaçãode dados de emprego nosEstados Unidos nesta semana.METROPreço de imóveis sobe6% no 1º semestreMercado imobiliário. Aumento real do valor do m 2 ficou em 2,8%, segundo o índiceFipeZap. Expectativa é que altas continuem acima da inflação nos próximos mesesCom uma valorização de1,1% em junho, o preço dom 2 dos imóveis no país fechouem alta de 6,1% no primeirosemestre do ano, segundoo Índice FipeZap. Oresultado representa um aumentoreal de 2,8%, considerandoa projeção de 3,2% parao IPCA (Índice de Preçosao Consumidor Amplo) noperíodo. O valor médio nas16 cidades pesquisadas chegoua R$ 6.824.E a tendência é que omesmo padrão de alta semantenha nos próximosmeses. “Mas não esperamosum deslocamento dos preçosdo imóveis como ocorreuem 2010, quando o aumentoficou bem acima dainflação”, diz Priscila FernandesRibeiro, economistada Fipe (Fundação Institutode Pesquisas Econômicas).11,6%é a valorização dos imóveis em 12meses, 4,5% acima da inflação.Segundo a economista,os preços reduziram o ritmode alta no final do anopassado, mas voltaram a subirbem acima da inflaçãoa partir de abril. “Algumascidades têm surpreendido.Vitória, por exemplo, vemapresentando taxas elevadasdevido aos investimentosem construção civil einfraestrutura.”Curitiba, Rio de Janeiroe Vitória tiveram maior altanos últimos seis meses.O preço médio ficou entreR$ 9.285 (Rio) e R$ 3.583 (VilaVelha). METROMÉDIA NACIONALRIO DE JANEIROBRASÍLIASÃO PAULONITERÓIRECIFEBELO HORIZONTEFORTALEZASÃO CAETANO DO SULFLORIANÓPOLISPORTO ALEGRESANTO ANDRÉCURITIBASALVADORVITÓRIASÃO BERNARDO DO CAMPOVILA VELHAFONTE: FIPEZAPVariação do valorEM ALTA dos imóveis1ºSEM.6,1%7,7%0,7%5,9%5,4%6,1%4,3%6,6%3,5%7,2%5,9%5,0%14,3%5,2%7,5%4,2%5,3%12MESES11,6%14,9%-0,7%13,9%15,1%10,2%6,3%10,6%9,2%6,0%13,8%9,7%11,3%12,1%9,9%10,6%5,0%PREÇO DO M 2EM JUNHOR$ 6.824R$ 9.285R$ 8.381R$ 7.268R$ 6.790R$ 5.429R$ 5.163R$ 5.063R$ 4.893R$ 4.704R$ 4.499R$ 4.293R$ 4.218R$ 4.192R$ 4.133R$ 4.091R$ 3.583


CURITIBA, QUARTA-FEIRA, 3 DE JULHO DE 2013www.readmetro.com {CULTURA} |11|◊◊Teatro de bonecos tomaconta de CuritibaFestival. 19ª edição do Festival Espetacular de Teatro de Bonecos começaneste fim de semana. Grupos nacionais e internacionais apresentam 70espetáculos pela capitalFOTOS: DIVULGAÇÃO2CULTURAA magia do teatro de bone-cos toma conta de Curitibamais uma vez, a partir destesábado. É a 19ª edição do Fes-tival Espetacular de Teatro deBonecos, que traz atraçõesnacionais e internacionaisem 70 apresentações la cidade.pe-A abertura aconteceno sábado, às10h30, com o GrupoMundaréu, quevai percorrer o calçadãoda Rua 15 de Novembroaté a Praça Santos Andradecom o “Cortejo Mundaréu”.Em seguida, acompanhia mineirade Teatro Kabana entrana folia com “ÊhBoi”, nas escadariasdo prédio históricoda UFPR.Oespetáculotambém será apresentadono domingo,nas Arcadas de SãoFrancisco. Promovido pelogoverno do Estado, atravésdo Teatro Guaíra, o festivaltem apoio da Associação Paranaensede Teatro de Bonecos.METRO CURITIBA“Circo Móvil”, espetáculo dosespanhóis Angeles de Trapo,será apresentado dia 10 dejulho na BPPProgramaçãoConfira os primeiros espetáculosdo festival, com entradafranca, e ingressos aR$ 10 nos teatros:• 6 de julho, às 10h30 e às12h. Rua 15 de Novembroe Praça Santos Andrade.‘Cortejo Mundaréu’ (PR)• 6 de julho, às 14h e 17h30.Teatro José Maria Santos (R$10). ‘A Menina e o Lampião’,da Cia Filhos da Lua (PR)A peça argentina “Beatriz,a história de uma mulherinventada” terá duasapresentações no Guairinha,no dia 8 de julho• 6 de julho, às 16h e 19h.Guairinha (R$ 10). ‘Criaturasde Papel’, do BricoleirosTeatro de Bonecos (CE)• 7 de julho, às 10h30.Arcadas de São Francisco.‘Êh Boi’, do Grupo TeatroKabana (MG)


|12| {CULTURA}CURITIBA, QUARTA-FEIRA, 3 DE JULHO DE 2013www.readmetro.comEnsaio. ‘SobreVestígios’ noMuseu daFotografiaO fotógrafo curitibano MaurícioSavrassof assina o ensaio“Sobre Vestígios”, queocupa a partir de amanhã agaleria do Museu da Fotografia(Solar do Barão). Com oitoimagens, a exposição registraaspectos do Edifício TeixeiraSoares, antiga sede da extintaRede Ferroviária Federal, localizadona Rua João Negrão, noCentro de Curitiba, e repassadoà UFPR (Universidade Federaldo Paraná) em 2008.“Investigo os rastros deuma memória latente, emum espaço degradado peloabandono e pela ação dotempo”, explica o artista, queusa a fotografia digital paracaptar a história do imóvel.A mostra tem entradafranca e vai até 11 de agosto,aberta de segunda a sexta,das 9h às 18h. METRO CURITIBAMostra de Maurício Savrassof égratuita | MAURÍCIO SAVRASSOF/DIVULGAÇÃOOs títulosde GramadoA próxima edição do Festivalde Cinema Gramado – noperíodo de 9 a 17 de agosto– foi anunciada ontem e gerouboas expectativas. Semprea mais concorrida, a seleçãode longas-metragensnacionais foi definida como“diversa” pelos curadoresMarcos Santuário e RubensEwald Filho. Entre osLongas nacionais• “A Bruta Flor do Querer”(SP), de Andradina Azevedoe Dida Andrade• “A Coleção Invisível” (BA),de Bernard Attal• “Até Que a Sbórnia nosSepare” (RS), de Otto Guerrae Ennio Torresan Jr.• “Éden”, de Bruno Safadi• “Os Amigos (SP), de LinaChamie”• “Primeiro Dia de Um AnoQualquer” (RJ), de DomingosOliveira• “Revelando Sebastião Salgado”(RJ), de Betse de Paula• “Tatuagem” (PE), de HiltonLacerdaLongas latinosMostra traz 6 inéditos no país:• “A Oeste do Fim do Mundo(Argentina/Brasil), dePaulo Nascimento• “Cazando Luciérnagas”(Colômbia), de RobertoFlores Prieto• “El Padre de Gardel”(Uruguai), de Ricardo Casas• “Puerta de Hierro - El Exiliode Perón” (Argentina),de Dieguillo Fernández eVíctor Laplace• “Repare Bem” (Portugal),de Maria de Medeiros• “Venimos de Muy Lejos”(Arg.), de Ricardo Piterbargoito títulos está a aguardadaanimação “Até que a Sbórnianos Separe”, do gaúcho OttoGuerra, que adapta para atelona o longevo espetáculo“Tangos & Tragédias”.Também estão na mostracompetitiva alguns nomesveteranos, como LinaChamie, que concorre com“Os Amigos” (protagonizadopor Marco Ricca e DiraPAes), e Domingos Oliveira,que dirige Maitê Proença eClarisse Falcão em “PrimeiroDia de Um Ano Qualquer”,enquanto o estreanteBernard Attal dirige o últimofilme com o ator WalmorChagas.A diretora Betse de Paulacompete com o únicodocumentário da seleção:“Revelando Sebastião Salgado”,que mostra o cotidianode um dos fotógrafosmais famosos do mundo.Curtas nacionaisTradicionalmente limitada a14 filmes, a mostra terá 16títulos neste ano:• “A Navalha do Avô” (SP)• “A Voz do Poço” (SP)• “Acalanto” (MA)• “Arapuca” (SP)• “Arremate” (BA)• “Carregadores de MonteSerrat” (SP)• “Colostro” (SP)• “Faroeste: um AutênticoWestern” (GO)• “Merda!” (MG)• “O Matador de Bagé (RS)• “Os Filmes EstãoVivos” (RS)• “Os Irmãos Mai” (SP)• “Pouco Mais deUm Mês” (MG)• “Sanã” (MG)• “SimulacrumPraecipiti” (SP)• “Tomou Café eEsperou” (RS)Miranda Otto e Gloria Piresem “Flores Raras”, longaque vai abrir a edição desteano do festivalCinema. Festival gaúcho já conhece os filmesprotagonistas da sua 41 ª edição, marcada para o mês quevem. Filme de Bruno Barreto será exibido na aberturaLatinos em evidênciaDiferentemente da ediçãopassada, a mostra de filmeslatinos promete ganhar emrelevância neste ano. Umdos títulos que chama aatenção é “Repare Bem”, daatriz e diretora portuguesaMaria de Medeiros, que documentoua trajetória dasmulheres de três geraçõesde uma família que sofreuas consequências da ditadurabrasileira.Também há duas co-produçõesbrasileiras nesta seleção:o filme “El Padre deGardel”, com o Uruguai,que investiga a paternidadedo famoso tangueiro, e“A Oeste do Fim do Mundo”,que o diretor gaúcho PauloNascimento rodou no ladoargentino dos Andes.‘Flores Raras’ na aberturaO filme escolhido paraabrir o Festival de Cinemade Gramado, no dia9 de agosto, é “Flores Raras”,do diretor Bruno Barreto.A produção ganhouelogios no Festival de Berlim,quando foi exibido pelaprimeira vez.Com estreia no Brasilprevista para 16 de agosto,o 19 º filme do cineasta desvendao romance entre apoeta Elisabeth Bishop (papelda atriz norte-americanaMiranda Otto) e a arquitetabrasileira Lota deMacedo Soares, vivida porGloria Pires.Quase todo falado em inglês,o filme é ambientadoentre os anos 1950 e 1960,no Rio de Janeiro.METRO POADIVULGAÇÃOCena Hum.Últimos diasde inscriçãoem processoTermina nesta sexta o prazode inscrição para o processoseletivo para o Curso TécnicoProfissionalizante de Atorda Cena Hum Academia deArtes Cênicas, com sede emCuritiba. As inscrições acontecemexclusivamente na secretariada escola (R. Sen. Xavierda Silva, 166), no SãoFrancisco. A taxa é de R$ 30.A seleção será realizadano dia 13 de julho, das 14hàs 17h. O processo envolverealização de prova escrita eentrevista em grupo. O cursotem dois anos e meio deduração e oferece 60 vagaspor semestre, sendo 20 porperíodo. METRO CURITIBAFnac. Inscrições abertaspara maratona fotográficaSerão abertas hoje as inscriçõespara a Maratona FotográficaFnac 2013. O evento serárealizado no próximo dia 13,simultaneamente em nove cidadesdo país, premiando osmelhores fotógrafos amadoresque realizarem fotos nocenário urbano durante umúnico dia. Além de Curitiba, oevento ocorre em São Paulo,Campinas, Ribeirão Preto, Riode Janeiro, Porto Alegre, BeloHorizonte, Goiânia e Brasília.Os candidatos são desafiadosa fotografarem sua cidadede acordo com quatro temassurpresa que serão reveladospouco antes da partida.Em Curitiba, a maratonaterá largada às 10h e chegadaàs 17h, na Fnac (ParkShoppingBarigui). O retorno aconteceno mesmo local.Evento acontece no dia 13 de julhoem Curitiba e oito cidades | DIVULGAÇÃOAs inscrições são limitadas– 75 vagas para Curitiba– vão até 10 de julho (ou atéo fim das vagas) e devem serfeitas pelo www.facebook.com/FnacBrasil/maratona.METRO CURITIBACena HQ tem ‘Noite de luz’no palco da Caixa CulturalO projeto Cena HQ apresentahoje o quadrinho “Noite Luz”,de Marcelo d’Salete, com sessão,às 20h, na Caixa Cultural.A direção de leitura cênica éde Guenia Lemos, com atuaçõesde Simone Magalhães,Vida Santos, Cleydson Nascimentoe Nawbert Cordeiro.Após a sessão, o público participaainda, de um bate-papocom os realizadores.Em “Noite Luz”, todos estãomortos e o protagonistaé um onipresente sentimentode fatalidade, nas pessoasque vagam pela noite, pelasruas ou que estão presas àssuas condições sociais.A intenção da HQ é discutira violência, a urbanidade ea possível fantasmagoria dasProjeto Cena HQ realiza leitura sobre a violência nas grandes cidades | MARCO NOVACKpessoas nas grandes cidades.Apesar da temática, queresvala para a marginalidadecrua e simples, a arte de Marcelonão é marginal. Seu traçoé uma síntese esquemáticae artística do mundo ao redor.METRO CURITIBANa Caixa Cultural (R. Cons.Laurindo, 280). Hoje, às 20h.Gratuito (doação de livro ou HQ)


|14| {VARIEDADES}CURITIBA, QUARTA-FEIRA, 3 DE JULHO DE 2013www.readmetro.comWi-vi ‘vê’atravésda paredeRadar. Sistema desenvolvido nos EUAdetecta movimento por meio de sinalAgora, não é preciso ser umsuper-herói para ver atravésdas paredes. Um projetodesenvolvido em umadas principais universidadede tecnologia dos EstadosUnidos, a MIT (MassachusettsInstitute of Technology),rastreia pessoas e objetosatrás das paredes comauxílio do Wi-Fi.O Wi-vi, como foi nomeado,é uma tecnologiasem fio e de baixo custodesenvolvida pela professorado Instituto Dina Katabi,em parceria com o estudanteAdib Fadel.O sistema funciona domesmo jeito que um radarou sonar. O Wi-vi captaa presença do corpo desconhecidoe transmite doissinais inversos via wi-fi. Areflexão dos sinais tornavisível a pessoa ou objetoem movimento e produzuma imagem de baixa resolução,com os contornosdo que se deseja ver.A tecnologia ainda nãoestá disponível, mas a ideiaé liberá-la para ser usada nofuturo em smartphones –como uma ferramenta parasegurança pessoal – ou porpoliciais e bombeiros emresgates, por exemplo. Assim,seria possível detectarem tempo real um possívelcriminoso, ainda que o sistemanão apresente grandedefinição. Mas, antes que issoaconteça é preciso determinaruma legislação sobreo uso da ferramenta, a fimde evitar abusos ou perda daprivacidade. METROOs invasoresCruzadasSudokuLeitor falaCascata desativada 2Com relação à queixa do leitor EdgardFrança, sobre a situação da Praça da Nogueira,publicada na edição de ontem, aprefeitura esclarece que está revisandotodos os contratos com as empresas que,até o fim do ano passado, prestaram serviçosde limpeza, roçada e manutençãonas áreas de lazer de Curitiba. Equipes domunicípio vêm atuando provisoriamenteem todos os bairros da cidade, em sistemade rodízio. A situação será normalizadaa partir do fim deste mês, quando entrarãoem vigor os novos contratos comas empresas prestadoras desses serviços.SECRETARIA MUNICIPAL DA COMUNICAÇÃO SOCIALCorte de gastos dos PoderesTomei conhecimento do pronunciamentodo “presidenciável” Aécio Neves, emque ele sugeriu uma série de cortes dosgastos do poder Executivo. Claro que concordamos,mas o senador não propôs nenhumcorte no poder Legislativo. Pensoque o número de políticos é exagerado,muito acima do necessário. Que tal umcorte de 30% nas esferas do Legislativo?JOSÉ TIAGO RODRIGUES - CURITIBAMetro perguntaA Fifa evitou comentarmanifestações no país edeu nota 8 ao Brasil pelaorganização da Copa dasConfederações. Vocêconsidera a nota justa?Siga o Metrono Twitter:@jornal_metroCTB@WTarcisioManifestações são uma coisa,e organização é outra. Eu concordo.@comedyphNão. Acesso horrível aos estádios.6 é o justo.@augustorbSim. É melhor que as minhas notas na faculdadeesse ano, portanto é uma boa nota.Sistema detecta movimento e emite sinais via wi-fi | REPRODUÇÃO VÍDEO/DIVULGAÇÃOMetro webPara falar com a redação:leitor.ctb@metrojornal.com.brParticipe também no Facebook:www.facebook.com/metrojornalHoróscopo Está escrito nas estrelas www.estrelaguia.com.brEsteja atento para não agir de forma intolerantecom os valores das pessoas. Há costumes dos outrosque poderemos levar tempo para compreender.O trabalho traz tendências para maior envolvimentoemocional e necessidade de ponderar antes de tomardecisões importantes. Contenha a ansiedade.Muitas vezes uma conquista oubons momentos a dois se dá muito mais pela simplicidade degestos e ideias do que por algumas sofisticações.A Lua segue em seu signo, indicandoposturas sentimentais mais intensas de sua parte. Cuide paranão se exceder nos cuidados e esquecer de si mesmo.Estudos e atividades que enriqueçamo intelecto são sempre bem vindas e serão mais frequentes devivenciar. Priorize bom humor e positivismo na vida afetiva.Momentos de lazer serão maisfrequentes e positivos para tirar o stress de problemas. As situaçõessociais, como eventos e festas, estarão mais favoráveis.Uma atenção extra ao corpo e amente será essencial para revitalizar suas energias na rotina.Nas relações, dedique-se se mais às pessoas que merecem.Momentos do seu dia voltados a temasespirituais, religião, meditação, terapia ou o que sirva de combustívelpara revitalizá-lo serão essenciais.A paciência será determinante paracompreender certos padrões e costumes das pessoas que convive.Período propício para esclarecer antigos assuntos afetivos.Momento propício para conversas sobrea sua individualidade e a de pessoas que se relaciona, sejana vida amorosa, familiar ou amizades.Há mais chances para decisõesjunto a quem se relaciona afetivamente. Quem está em novaconquista ou paquera chegou a hora de expor mais o que sente.Período para ocupar a mente com estudos,gostos culturais, leituras, e-mails, correspondências e conversascom pessoas que alegrem sua rotina.


CURITIBA, QUARTA-FEIRA, 3 DE JULHO DE 2013www.readmetro.com {ESPORTE} |15|◊◊Saída de Rafinha deveser anunciada hojeÁrabe. Segundo presidente do clube,Vilson Ribeiro, Rafinha deve deixar o Coxa“Faltam pequenosdetalhes. Se foremdefinidos – da formaque eu acho que deveocorrer, o Rafinha vaipara o futebol árabe.”VILSON RIBEIRO, PRESIDENTE DO CORITIBAUma reunião ontem da diretoriado Coritiba e representantesdo meia Rafinhapraticamente selou a saídado jogador do Alto da Glória.Após o encontro, o presidentedo clube, VilsonRibeiro de Andrade, nãoconfirmou que o negóciojá estivesse fechado, masadiantou que o Coxa temum “compromisso moral”de negociar o jogador.“Veio uma proposta parao Rafinha que era muito interessantepara ele. O Coritibanão podia impedir porquetinha um compromisso moralcom o atleta”, afirmou, ementrevista à imprensa.Especula-se que a negociaçãopara o Al-Shabab, dosEmirados Árabes, vá renderaos cofres do clube em tornode R$ 5 milhões. Os últimosdetalhes que atrasam a negociaçãoseriam os percentuaisque cada um dos envolvidosdeveria receber. Entre o clubeárabe e o jogador, o acordo jáestá fechado. METRO CURITIBAMeia deve render R$ 5 milhões ao Coritiba | HEULER ANDREY / FOLHA PRESS3ESPORTEParaná.Lateral vai ajulgamentoExpulso na terceira rodadada Série B, o lateral-direitoRoniery, do Paraná Clube,será julgado no STJD (SuperiorTribunal de Justiça Desportiva)hoje. O atleta podepegar até seis jogos de suspensão,após ter sido expulsoem uma simulação.Roniery vinha sendo titularno esquema do técnicoDado Cavalcanti, masagora pode ficar de forado jogo contra o América--MG, sexta-feira, em BeloHorizonte.O time teve três semanaspara realizar apenas treinamentos,e ontem os trabalhosforam em dois turnos na VilaCapanema. “A equipe estábem e o desempenho dosatletas me agrada”, afirmou otreinador. METRO CURITIBACom acordo, Atléticocomeça a demolir prédiosÁrea era usada por famílias de militares | DIVULGAÇÃOUm dia depois de assinarum acordo com o Exército,o Atlético começou ontem aretirar portas e janelas dosprédios recém-desapropriadosna rua Buenos Aires –área que foi incorporada àArena da Baixada para a Copado Mundo de 2014. Segundoo clube, o trabalhode demolição das estruturassó deve começar a ocorrerdaqui a duas semanas.Os quatro edifícios eramhabitados por famílias demilitares e foram entreguesao Atlético por meio de umtermo de entrega provisória.A partir de agora, dizo clube, a demolição seráprioridade no projeto da Copae um grande número deoperários será alocado paraatender o cronograma previstodas obras.“Foram longos seis anosde trabalho e persistênciapara que conseguíssemosessa posse. Estamos como prazo apertado, mas estamostrabalhando”, disseo presidente do Atlético,Mario Celso Petraglia.METRO CURITIBATime temquatrodesfalquescontra GrêmioCom a confirmação da lesãodo atacante Douglas Coutinho,ontem, o Atlético deveráter quatro desfalques parao jogo de sábado, contrao Grêmio, no retorno dosjogos do Brasileirão. Coutinhoteve uma fissura no ossoda bacia e só deve voltara campo em setembro. Comisso, serão pelo menos 11 jogosem recuperação.Completam a lista de baixaso atacante Bruno Forlán,o volante Deivid e o zagueiroCleberson. Já os lateraisPedro Botelho e Léo estãoem fase final de recuperação.Eles vêm sendo poupadosdos treinamentos, masdevem ter condições na próximapartida. METRO CURITIBAPitaco“A Espanha nãoteve sorte porquea competição foidisputada no Brasil.Se o jogo fosse emcampo neutro, o Brasilnão teria vencido.”DIEGO MARADONA, SOBRE A FINAL DACOPA DAS CONFEDERAÇÕES


|16| {ESPORTE}CURITIBA, QUARTA-FEIRA, 3 DE JULHO DE 2013www.readmetro.comTorcida padrãoPerfil. Pesquisa mostra que torcida quefoi à final da Copa das Confederações,domingo, no Maracanã, tem média deidade de 33 anos, boa escolaridade, rendafamiliar entre 11 e 20 salários mínimos etrabalha principalmente no setor privadoPERFIL DO TORCEDOR DA FINALFAIXA ETÁRIAAté 24 anosEntre 25 e 34 anosEntre 35 e 44 anosEntre 45 a 59 anosAcima de 60 anosMédia de idade 33,3 anosESCOLARIDADEFundamentalMédioSuperior incompletoSuperior completoPós-graduaçãoEstudanteFuncionário dosetor públicoFuncionário dosetor privadoProfissionalliberal/artistaMicro, pequeno oumédio empresário1,2 %0,9 %1,2 %2,8 %10,3 %10,1 %9,4 %16,9 %16,2 %12,8 %3,7 %4,37 %OCUPAÇÃO PRINCIPALGrande empresárioDesempregadoDona de casaAposentado13,36 %14,52 %14,29 %16,6 %50,3 %53,46 %47,5 %Fifa72,58 % 27,42 %MasculinoFemininoCidade do Riode Janeiro31,80 %Outros países1,38 %$1,2 %Até 1 SM*GÊNERO14 % 13,7 %ONDEMORAMRENDA FAMILIAR MENSALEntre 2 e3 SM*Entre 4 e5 SM*Fora da cidadedo Rio, mas noEstado do Riode Janeiro14,06 %Outras cidadesdo Brasil52,76 %25,2 % 29,9 % 15,9 %Entre 6 e10 SM**SM= SALÁRIO MÍNIMOEntre 11 e20 SM*Acima de21 SM*BRUNA PRADO/METRO RIOPesquisa encomendada pelaClave de Fá Pesquisas e Projetos,com consultoria daAham Comunicação Interativae da Plus Marketing, emparceria com a Band, feitadomingo, na final da Copadas Confederações entre Brasile Espanha, no Maracanã,revelou o perfil da torcidaque foi ao estádio na decisão.Mais de dois terços dosde 73.531 torcedores que lotaramo Maracanã são do sexomasculino (72,58%), contra27,42% do sexo feminino.A média de idade da torcidaé de 33,3 anos, sendo que amaioria (50,3%) tem idade entre25 e 34 anos.De acordo com a pesquisa,64,8% do público que estavano Maracanã não participaramde nenhum dos protestose das manifestações queganharam as ruas do Brasilnas últimas três semanas.O grau de escolaridade dotorcedor da Seleção que assistiuà decisão é alto: maisda metade tem curso superior(53,46%) e 14,29% disseramter pós-graduação. Amaioria trabalha em empresasprivadas (47,5%). Os funcionáriosdo setor públicoaparecem em segundo lugar(16,6%), seguidos por estudantes(10,3%) e profissionaisliberais e artistas (10,1%).A pesquisa apontou que64,8%dos entrevistados disseram nãoter participado de nenhumamanifestação política ou dosprotestos que ganharam as ruasdo Brasil no mês de junho.Análise‘Torcedoreselitizados’A mudança no perfil dopúblico que frequenta oMaracanã vem sendopaulatinamente feita comas transformações nosestádios desde 2000. Atendência é de padronizar ocomportamento destestorcedores elitizados.Cantar músicas “legais”,bater bastonetes de plástico,somente incentivar seutime, não falar palavrões oumal dos juízes fazem partede uma ladainha ideológicado politicamente correto.Dentro desta nova lógicaempresarial, o estádio ficacada vez mais direcionadopara o consumo, para osturistas e para osmegaeventos.ÁLVARO VICENTEDO CABOdoutorando em HistóriaComparada pela UFRJboa parte dos entrevistadosveio de fora do Rio deJaneiro: 52,76%. Dos 31,80%que moram na cidade doRio, a maioria reside na zonasul (37,8%) e na zona norte(30,4%).Os números mostraramainda que quase um terço(29,9%) da renda familiar dostorcedores varia entre 11 e20 salários mínimos (de R$7.470 a R$ 13.570). Do restante,25,2% recebem saláriosque variam de 6 a 10 saláriosmínimos (de R$ 4 mil aR$ 6,8 mil) e 15,9% ganhamacima de 21 salários mínimos,ou mais do que R$ 14mil mensais. Apenas 1,2% recebeR$ 678, valor do saláriomínimo no Brasil.A torcida mostrou sua indignaçãocom o preço dasobras da construção dos estádiospara a Copa do Mundo:96,8% consideraram o investimentoalto. Desses, 73,8%acharam as reformas desnecessárias.O preço dos ingressostambém foi reprovadopelas arquibancadas. Maisda metade (52%) considerouo valor alto, enquanto 24,7%dos entrevistados acharam opreço justo.PATRÍCIATRINDADEMETRO RIO434pessoas foram entrevistadas pelapesquisa antes da final, todasmaiores de 15 anos. A margem deerro é de 4,2 pontos percentuaispara mais e para menos.Fifa promete 50mil ingressospara a populaçãomais carenteEm nota, o Ministério doEsporte informou que nãoé possível identificar, nestemomento, alteração noperfil do torcedor do Maracanãou de qualquer outroestádio. Será necessária, primeiro,a volta à rotina doscampeonatos estaduais e nacionais.No entanto, há umapreocupação do Ministériodo Esporte com o risco deelitização do público do futebolno Brasil.Para a Copa do Mundo,o ministro do Esporte, AldoRebelo, fez um pedido,atendido pela Fifa, de ingressosgratuitos para os beneficiáriosdo Bolsa Família epara as populações indígenas.Serão distribuídos 50mil ingressos para esses doisgrupos, como forma de assegurara presença de setoresmais carentes da populaçãobrasileira nos estádios doMundial. METRO RIO

More magazines by this user
Similar magazines