13.02.2013 - Agência Portuguesa do Ambiente

apambiente.pt

13.02.2013 - Agência Portuguesa do Ambiente

As instituições decrédito podem serpromotoras debem-estarambiental?Utopia, Realidadeou Necessidade?“Às quartas, às 17, na APA”13 Fevereiro 2013Sofia Santos


Bancos e Ética? Bancos e Protecçãoambiental?


Dinheiro, Bancos, Ganância


Lucros Privados e Perdas Públicas


O sector financeiro pode induzir asactividades de outrosstakeholders que dependem do seu apoiofinanceiro para desenvolver as suasactividades, o que significa que ofinanciamento afecta o tamanho e aevolução do sistema económico(Schaper, 2008).


“Em muitos países, os Bancos são osintermediário Financeiros maisimportantes na economia”.Jeucken (1999),


Os Bancos existem porque nós colocamoslá as nossas poupançasApesar de não confiarmos que os bancos fazem as coisas certas


Please indicate how much you trust businesses in each of the followingindustries to do what is right


Finanças SustentáveisA Banca pode incorporar o Ambiente no seu core business:Incluir os riscos ambientais e sociais na gestão dos seus empréstimosCriar novos produtos financeiros “verdes”, “Inclusão social”, …– Compre com todas as leis– Vai além da lei e investe em capital Ambiental e Social


Finanças Sustentáveis: 3 riscos ambientaisRisco DirectoO risco direto ocorre quando o banco fica responsável por danosambientais decorrentes de uma atividade em que ele participadiretamente. Este risco pode ocorrer através de legislação ousimplesmente via posse do colateral associado a um empréstimoRisco IndirectoAs empresas clientes têm mais dificuldade em cumprir com asobrigações financeiras para com o banco:- devido a custos ambientais não acautelados (coimas, correcçao dedanos, compra de equipamento, etc ...).- Alterações ocorrida ao nível das matérias-primas base à produção, ouna cadeia de valor, como consequência de perdas de BiodiversidadeRiscoReputacionalO risco reputacional dos bancos proveniente de aspectos ambientaisestá associado à forma como o dinheiro emprestado é utilizado, ou emque tipo de negócios o banco está a investir.


Várias organizações a promover asustentabilidade nos bancos


O Barclays é um otimo exemplo na gestão derisco ambiental no créditoHas environmental risk teamsince 1993, which reportsdirectly to Group Credit RiskDirector


Em alguns países o nível de exigência coma banca está a subir2010 - UK82% - it is important for financial product providers to pay more attention to environmental, social andgovernance risks when deciding which companies to invest in or lend money to, as part of ensuring agood financial return.77% - banks or financial services providers should disclosure of information on how and where bankslend to or invest their money38% - would be more likely to change if-- more information was available on the high street about ethical/green products-- if there was more information available on how green/ethical products make a difference in the worldSource: National online consumer survey, conducted by Ipsos MORI on behalf of non-profit research organisation EIRIS:http://www.eiris.org/media.html#CharitySurv2011


O Movimento da Banca Ética cresceBancos ÉticosAlguns bancos éticosUma corrente de Bancos que se preocupam comas consequências da utilização do seu dinheiroNormalmente os Bancos éticos têm como Missãoa promoção do desenvolvimento sustentável, ouda protecção ambiental e coesão social.Têm também uma lista de sectores aos quais nãoconcedem empréstimos e outra lista de sectoresonde pretendem focalizar os seus investimentos.http://www.gabv.org/Banks/


Julho de 2012 - “Regulação sobre os documentos de informação chave paraprodutos de investimento”:Artigo N.º 8:“Uma indicação de se o criador do produto de investimento prossegueobjetivos específicos de natureza ambiental, social ou em matéria degoverno societário, quer no que diz respeito à sua estratégia empresarialquer ao produto de investimento, e, em caso afirmativo, uma referênciaaos objetivos prosseguidos e ao modo como se pretende atingi-los”


Já existem bancos com sucesso everdadeiramente promotores dodesenvolvimento sustentável e da economiaverde?


Know where yourmoney goes


O que dizem os bancos Portuguesessobre o seu papel na promoção dodesenvolvimento sustentável?


… “impor este tipo de preocupaçõesambientais às empresas portuguesas éequivalente a tirá-las do mercado, e por causadisso nós não vamos pedir nada que vá paraalém da lei.”


… “estas análises são muito difíceis de fazer eo banco não tem esse tempo, e talvez prefiraassumir o risco da operação em vez deconsiderar esse tipo de risco com cada cliente… o nosso nível de sofisticação não é tãoelevado, uma vez que nós não somoscapazes de identificar, facilmente, fatores derisco comuns num grupo de decisõesindependentes”.


… “Há cerca de dez anos, começámos autilizar, em Portugal, modelos de rating, quefalharam todos, uma vez que eramdemasiados quantitativos … a informação erainserida num ficheiro Excel e os resultadosapareciam automaticamente … há cinco anosos bancos começaram a constatar que omundo estava extremamente complexo … eos modelos começaram a incluir acomponente qualitativa. Esta parte qualitativaincluía todos os outros itens que eram dedifícil quantificação … tendo o ambiente sidoincluído no nosso modelo actual”.


Atendendo ao enquadramento MundialEU 2020GREEN GDPCOP Biological Diversity 2010


Precisamos de umaNova BancaPrecisamos de colocarconsciência no dinheiroO Fim da Banca Universal


“A movimentação de dinheiro estáintrinsecamente ligada ao movimento dematérias primas, bens acabados, trabalho e,em última instância, com a qualidadedo ambiente ...… se queremos atingir odesenvolvimento sustentável temos de estardispostos a financiá-lo.”Sarokin e Schulkin (1991).

More magazines by this user
Similar magazines