Views
3 years ago

O Ensino da Oralidade nas aulas de Língua Portuguesa

O Ensino da Oralidade nas aulas de Língua Portuguesa

textual oral ou escrito.

textual oral ou escrito. As sequências didáticas, atualmente são a maneira mais modernae bem aceita para o trabalho com produção oral ou escrita, em vários países. As SD têma finalidade de auxiliar os alunos a se apropriarem dos gêneros permitindo que usemmelhor a língua em situações socioverbais da vida escolar e extra-escolar.Segundo Machado e Cristovão (2006), as SD permitem a integração entreleitura, oralidade, escrita e análise linguística, considerando os currículos escolares,necessários para objetivar a aprendizagem dos alunos. As SD contemplamatividades e suportes variados de exercícios, trazem diferentes objetivos para a sala deaula, o que faz os alunos sentirem-se motivados, além de facilitarem a continuação daconstrução de diferentes projetos relacionados.Trabalhando com as SD, pode-se oportunizar aos alunos três capacidadeslinguísticas que, segundo Dolz, Pasquier e Bronckart (1993), são: a capacidade de ação(o estudante reconhece o gênero e a sua relação com o contexto de produção); acapacidade discursiva (acontece o reconhecimento do plano textual, os tipos dediscurso e as sequências de cada gênero); e a capacidade linguístico-discursiva (queenvolve o reconhecimento e a utilização das unidades linguístico-discursivas de cadagênero para que se construa o significado global, envolvendo o gerenciamento dasquestões de textualização).AvaliaçãoA avaliação e o ensino se interdependem porque um mede o outro, o ensino estábom se os resultados nas avaliações são bons, se ocorre ao contrario é porque algumacoisa está errada. Segundo Irandé Antunes (2006), o professor deve converter omomento de avaliação num tempo de reflexão, sem atitudes “corretivas” tendo olhos deorientador, mostrando os caminhos e a flexibilidade da língua valorizando cadatentativa e conquista do aluno.A avaliação deve acontecer diariamente, realizando intervenções quandonecessário, pois o objetivo dela é auxiliar o próprio professor a fazer com que os alunosenfrentem o desafio da língua portuguesa, da fala, da escrita, da leitura para quealcancem a competência linguística.

UMA PROPOSTA DE SEQUÊNCIA DIDÁTICA PARA ENSINO DEORALIDADE• GÊNERO: Entrevista• PÚBLICO ALVO: Turma de terceiro ano do Ensino Médio• VEÍCULO DE DIVULGAÇÃO: Blog para o colégio na internet• DURAÇÃO DA ATIVIDADE: Aproximadamente, 7 aulas• RECURSOS A SEREM UTILIZADOS: kit multimídia, sala dedeo,gravador de voz e filmadora.Aula 1: Apresentação da SituaçãoNessa aula introdutória, o professor deverá apresentar à turma algumas situaçõesreais de entrevista 1 . Para isso, ele utilizará de 3 vídeos curtos que serão mostrados emsala de aula.Esses vídeos apresentam profissionais de diferentes áreas sendoentrevistados a respeito de suas profissões.Durante a apresentação dos vídeos, os alunos deverão tomar nota e prestaratenção nas características do gênero entrevista. Após a apresentação dos vídeos, oprofessor deverá informar à turma que deverão dividir-se em grupos de 4 componentese explicar a atividade que será desenvolvida por cada grupo.Cada grupo deverá escolher uma profissão e um profissional da área (escolhida)e entrevistá-lo em dois momentos:A atividade1º momento: o grupo utilizará como material o gravador de voz para gravar aentrevista com o profissional, em ambiente extra-escolar.2º momento: O professor poderá sortear apenas alguns profissionais, para serentrevistado, dessa vez pela a turma toda, e o professor filmará , simulando a mesmasituação apresentada nos vídeos mostrados na primeira aula.1Segundo Marcuschi, o gênero entrevista possui características gerais comuns a outros gêneros. É uma‘tomada de depoimentos’ ou um ‘exame’ oral em que corresponde a um entrevistado e um entrevistador.Entretanto, as entrevistas possuem uma mesma estrutura diferenciando os objetivos, público-alvo,apresentação e o tom de formalidade. Temos como exemplos entrevistas jornalísticas, médicas,científicas, de emprego, entre outras.

O Ensino de Língua Portuguesa nos Anos Iniciais: relação ... - NRE
Ensino de Língua Portuguesa para Surdos - Ministério da Educação
EXAMES NACIONAIS DO ENSINO BÁSICO - Agrupamento de ...
Língua Portuguesa – 6º ano Ensino Fundamental - saers
Educateca de Língua Portuguesa 6 - Santillana - Projeto Desafios
LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA - Sistema UNO
Promoção da Língua Portuguesa no Mundo - Fundação Luso ...
Línguas e Educação: - Línguas & Educação - Universidade de Aveiro
Oralidade na aula de línguas: desenho de materiais - Repositório ...
metodologia do ensino da língua portuguesa - Universidade ...
Da Teoria à Prática: um Olhar sobre a Oralidade na Sala de Aula
Ensino da língua materna: Proposta de Língua Portuguesa do ...
tese - A Oralidade em sala de aula....pdf - RUN UNL
Oralidade No Ensino: Sugestões De Atividades - FALE - UFMG
ESCRITA, LEITURA E ORALIDADE NAS AULAS DE LÍNGUA ...
A produtividade do dicionário de língua portuguesa para o ensino ...
Multilinguismo em Bonfim/RR: o ensino de Língua Portuguesa no ...
O ENSINO DA LÍNGUA PORTUGUESA NAS SÉRIES INICIAIS DO ...
Língua Portuguesa - Planificação Trimestral - Agrupamento
PROFESSOR ENSINO INFANTIL LÍNGUA PORTUGUESA - IMEC
Língua Portuguesa - Escola Virtual
Concepções de linguagem e ensino de Língua portuguesa ... - Unopar
da leitura do jornal para a sala de aula de língua portuguesa resumo
GÊNEROS TEXTUAIS NO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA - fflch