Fenacon lança agenda política

fenacon.org.br

Fenacon lança agenda política

2REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013


REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013 5


sumárioAgenda política26CapaFenacon define em evento principais bandeiras queserão defendidas pela entidade ao longo deste ano8Entrevista14 EspecialVamos nos divertir? Empresasinvestem em salas recreativas paraaumentar qualidade de vida dosfuncionários10 Evento15ª Conescap: o mais importante eventodo setor empresarial de serviços reunirágrandes lideranças empresariais do paísna cidade de Gramado–RSJames HunterPalestrante da 15ª Conescap fala, com exclusividade,sobre liderança e sobre o evento12 ArtigoWalter TamakiA hora de encerrar as atividades(ou dar sobrevida a uma empresa)SEÇÕES7 Painel do Leitor32 Unifenacon34 Fenacon CD36 Fenacon40 Regionais48 Descomplicando49 #Fica a dica18 EconomiaEntenda os principais indicadoreseconômicos: o Brasil possui diversos,porém nem todos são necessáriospara a sua empresa20 EmpreendedorismoInovações que aproximam: é cada vez maioro número de empresas que investem emprodutos voltados para públicos específicosA Revista Fenacon é uma publicação bimestralda Federação Nacional das Empresas de ServiçosContábeis e das Empresas de Assessoramento,Perícias, Informações e Pesquisas (Fenacon).Conselho Editorial: Diretoria-ExecutivaJornalista Responsável: Vanessa Resende - DF2966/03DRTEquipe de jornalismo: Guilherme Martins, Heli Suassuna e Rafael MillerEstagiário de marketing: Renato NaganoRevisão: Joíra FurquimAnúncios: Pedro A. de Jesus - Tel.: (11) 9137-7639 / 3875-0308pedrojesus@fenacon.org.brProjeto Gráfico: Ars Ventura Imagem & ComunicaçãoImpressão e Acabamento: Prol Editora GráficaTiragem: 42 mil exemplares.Setor Bancário Norte, quadra 2, bloco F, lote 12, salas 904 a 912Edifício Via Capital - CEP 70040-020 - Brasília-DFTelefax: (61) 3429-8400Home page: www.fenacon.org.brE-mail: fenacon@fenacon.org.br22 Bem-EstarE no cardápio de hoje... Falta de tempo para comercorretamente, estresse diário e sedentarismo sãoos maiores vilões contra a saúde de profissionaisque vivem em pé de guerra com a balança30 OpiniãoLuiz Fernando GarciaO empresário e a distância da família6As imagens utilizadas nesta edição fazem parte do acervo da Fenacon.A Revista Fenacon em Serviços não se responsabiliza pelos conceitosemitidos nas matérias ou nos artigos assinados. Os anúnciosREVISTA veiculados FENACON são de inteira MARÇO-ABRIL responsabilidade de 2013 dos anunciantes.


entrevistaQuais são os benefícios para uma empresa queinveste no desenvolvimento de líderes?Numa economia em que existem capital e recursosabundantes, a diferença de uma organizaçãopara outra está nas pessoas. E os responsáveis porcriar equipes diferenciadas são os líderes. Pessoas motivadasproduzem mais e não há cliente feliz se o colaboradornão está feliz.Como as empresas podem identificar um bomlíder?Por meio de avaliação 360 graus. São os colaboradores,os superiores, os pares e os clientes que vãodizer se determinada pessoa está sendo um bom líderou não. Líderes não nascem feitos. Liderança é umahabilidade que pode ser aprendida e desenvolvida.Na 15ª Conescap o senhor irá falar sobre o líderservidor. Quais serão os principais pontos abordadosem sua apresentação?Vou falar das transformações do mundo atualnas organizações, em especial com as aspirações dageração Y, ou geração internet (nascidos entre 1980e 1995), que estão modificando a forma de pensar eagir no ambiente de trabalho. Também vou falar emcomo os resultados são melhores e mais lucrativos,com líderes servidores. E como já não há mais espaçopara líderes que gostam de “mandar”.Que mensagem o senhor gostaria de mandarpara os empresários que participarão da 15ªConescap?Em primeiro lugar, gostaria de agradecer muitoo convite para participar deste importante evento.Será um prazer poder dividir os meus 30 anos de atuaçãoe poder aprender com os profissionais que fazemparte deste encontro.“Numa economia em que existemcapital e recursos abundantes, adiferença de uma organização paraoutra está nas pessoas. E os responsáveispor criar equipes diferenciadas são oslíderes. Pessoas motivadas produzemmais e não há cliente feliz se ocolaborador não está feliz.”James HunterREVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013 9


ponto de vistaA hora de encerraras atividades(ou dar sobrevidaa uma empresa)Por Walter TamakiQuando é hora de decidir encerrar as atividades?De se aposentar? De pendurar as luvas ou as chuteiras?De reconhecer que é hora de desligar os aparelhosque sustentam ou postergam o inevitável fim?No filme Com o dinheiro dos outros (1991), naassembleia de acionistas, Andrew “Jorgy” Jorgenson(Gregory Peck) faz uma inflamada defesa de sua empresa,England Wire & Cable, mostrando que, quandoa economia americana voltar a crescer, a corporaçãovoltará melhor e mais forte por ter resistido e superadoaquele momento crucial. Em sua vez de exporsuas ideias a um público hostil e antipático, Lawrence“Larry the Liquidator” Garfield (Danny DeVito) iniciadizendo: “Amém, amém e amém!” E explica que, deonde vem, toda vez que alguém faz uma súplica ouuma prece, as pessoas devem dizer ”amém”.Será que, quando vamos trabalhar, dia após dia,estamos realmente cientes do que está acontecendoe para onde estamos indo? Ou somos como aquelesapo cuja água vai esquentando tão lentamente quenão percebe que está sendo cozinhado?Como chegamos a este ponto? Por que fomosincapazes de perceber o que todos já sabiam eesperavam?Quantas empresas não ficam agonizando por 3,4 ou até por 5 anos antes de aceitar que precisam tomaralgumas atitudes? Infelizmente, nesse momento,às vezes, a única alternativa é minimizar prejuízos etentar proteger alguns bens.Mais comuns são as empresas que continuama se endividar achando que o problema delas édinheiro.Vamos aos fatos. A maioria das empresas (emdificuldades) só vai se conscientizar de que existe algumproblema quando:• percebe que paga muito mais a bancos (jurose amortizações) que aos acionistas;• começa a sentir dificuldade em aumentarseu limite de crédito;• atrasa ou renegocia, regularmente, pagamentoscom fornecedores;• começa a achar impossível prosperar comos encargos e tributos deste país;• aguarda ansiosamente o novo Refis.Do ponto de vista mais pessoal, admitir que fracassamos,que não éramos tão bons e bem-sucedidosnão é nada agradável. O encerramento das atividadesde uma empresa produz ferimentos profundos emnossa autoestima, maiores até que as provocadas aum gerente ou diretor dispensado após anos de dedicaçãoa uma empresa. Afinal de contas, é mais fácilbuscar um novo trabalho que aguardar o que sobrouda massa falida e saber se seremos capazes ou teremosrecursos e disposição para uma nova empreitada.Como vamos encarar nossa imagem despedaçada?Vivemos numa comunidade onde somos12REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013


ponto de vistaconhecidos, onde éramos admirados e, agora, teremosde caminhar carregando esta enorme cruz chamadaFRACASSO?Não menos comuns são os casos em que aempresa se torna, meramente, não uma fonte derendimentos, mas um local para “retiradas”. Um “caixaeletrônico” no qual você efetua saques superiores aosrendimentos de sua “conta corrente”. Mas como sairdesse círculo vicioso?Afinal de contas, ninguém nos pagaria o suficientepara nos aposentarmos.Se você estiver nessa situação, então PARE!Ao invés de continuar nadando ou se debatendoem alguma direção, busque uma orientação, veja paraonde está indo, como tem evoluído. Você tem conseguidoavançar ou está sendo vencido pela correnteza,sendo cada vez mais arrastado para o alto-mar?Olhe seus demonstrativos, consulte suas disponibilidades,sua margem de lucro, seus passivos... Paree faça uma reflexão honesta! Você, mais que ninguém,será responsável pelas suas conclusões!Seja honesto, humilde e bom para si mesmo!Honesto para aceitar se estiver com problemas.Humilde para buscar ajuda.E bom para você mesmo para se submeter ao tratamento,mesmo que este não seja tão agradável.Walter Tamaki é sócioconsultor da Ventana Capital,especializada em gestão,renegociação, assessoriaem M&A e reestruturaçãode empresas.REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013 13


especialVamos nosdivertir?Empresas investem em salasrecreativas para aumentar qualidadede vida dos funcionáriosPor Rafael Miller14REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013


especialTrabalhar é obrigação e necessidade de quasetodo mundo. Já pensou como seria poder cumprircom os compromissos diários de uma maneirabem mais leve e dinâmica? Como seria, então, de algumamaneira, se divertir no ambiente de trabalho?Ou mesmo sair de casa com um enorme sorriso norosto ao lembrar que já está na hora de trabalhar?Pesquisa desenvolvida pela PSFK Labs, de Nova Yorkmostra que o sonho de muitos profissionais pode setornar realidade.O trabalho desenvolvido pela consultoria norte--americana foi elaborado ao longo de 2012, com pesquisade campo e um total de 1.200 entrevistas comespecialistas, funcionários e empresários de diversosportes. A pesquisa foi chamada de “O Futuro do Trabalho”,e tem o objetivo de identificar práticas queestarão presentes nas empresas daqui a cinco anos.Apesar de o estudo ter sido feito nos Estados Unidos,o especialista afirma que a tendência deve pegar emtodo mundo, e já existem alguns exemplos no Brasil.De acordo com Christian Barbosa, especialistaem gestão de tempo e produtividade, a tendência éamericana, mas já é vista aqui. “O número de empresasque levam em conta o bem estar dos funcionáriosvem crescendo. Existem grandes exemplos no país,desde multinacionais a pequenas empresas”, afirmaBarbosa.O modo de trabalhar vai mudar e o local detrabalho vai acompanhar o movimento. Criação desala de jogos com mesa de pingue-pongue e vídeogames, sala de relaxamento e massagem são algunsexemplos do que pode ser parte do ambiente de trabalhoem alguns anos. “As alterações adotadas pelaempresa variam de acordo com a necessidade deseus funcionários. Por isso deve ser feita uma pesquisapara descobrir quais são e adequá-las ao ambiente”,explica Barbosa.Além de saber o que deve ser mudado, é muitoimportante levar em consideração como deve sermudado. De acordo com o especialista, para que onovo sistema funcione é essencial que as empresastenham paciência e estejam dispostas a investir napreparação desses profissionais do futuro. “É precisoum treinamento para adaptar os funcionários ao novojeito de trabalhar. Para que aprendam a equilibrar obem estar e o trabalho. Por isso acredito que deva demorarpouco mais de cinco anos para se solidificar noBrasil”, comenta.REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013 15


especialExemplos de locais de trabalho como o idealizadona pesquisa ainda são raros no Brasil. Praticamentetodos são escritórios da área de tecnologia. Isso sedeve pelo pensamento dos empresários nacionais,que não priorizam as mesmas necessidades que osfuncionários. Apesar disso, existe um número cadavez maior de empresas e instituições que identificaramque o bem estar dos funcionários anda lado alado do sucesso de uma corporação.Foi o que aconteceu com o grupo de laboratóriosSabin, que investiu em 2012 R$ 280 mil só emeventos esportivos direcionados a seus colaboradores.O programa atingiu cerca de 300 colaboradores e 100familiares. Destes, 110 saíram do sedentarismo. Com oprograma Ginástica Laboral, 100% dos colaboradoresforam atingidos, com atividades semanais que somarammais de 20.000 horas de ginástica durante o ano.A rede ainda possui programas especiais paragestantes, saúde mental, aulas voltadas à educaçãofinanceira dos funcionários, flexibilidade de horários,ambientes de estudo e descanso entre outras maneirasde manter os colaboradores saudáveis e felizes noambiente de trabalho. Todos esses esforços renderama Sabin um lugar na lista de 100 melhores lugares parase trabalhar na América Latina, segundo o ranking daGreat Place to Work Institute (GPTW).Segundo uma das fundadoras do grupo Sabin,Janete Vaz, os benefícios voltados à qualidade de vidarefletem no ambiente de trabalho e reduzem os índicesde absenteísmo (faltas) e turnover (rotatividade).“A empresa olha para o colaborador como um ser integrado,que não é apenas profissional, mas tambémpai/mãe, filho/filha, amigo/amiga, e precisa estar bemem todos os aspectos de sua vida. Ao cuidarmos daspessoas, elas cuidam do nosso negócio, que é promovera saúde”, afirma Vaz.16REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013


ECONOMIAEntenda os principaisindicadoreseconômicosO Brasil possui diversos indicadores,porém nem todos são necessáriospara a sua empresaPor Guilherme MartinsEntre os diversos indicadores econômicos presentesno país, nem todos são relevantes parao pequeno e microempresário. Os investimentos eacompanhamento desses índices dependem do objetivoda aplicação.Para esse público-alvo, há dois indicadores bastanteinteressantes que devem ser considerados: o ÍndiceNacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), queserve de base para a política de juros do governo, e oÍndice Geral de Preços do Mercado (IGP-M).Além dos citados acima, quatro indicadores geraissão importantes para acompanhamento, de modoa garantir a atuação lucrativa da empresa. “As empresasdevem sempre estar atentas aos índices que de algumaforma afetem o seu negócio, principalmente se atuanteem um mercado muito segmentado”, destaca o economistaespecialista em pequenas e microempresas RobertoNagrani.Entre os índices que Nagrani considera indispensáveisa todos, estão Produto Interno Bruto (PIB), inflação,juro e rating. Entenda cada um deles:PIBO Produto Interno Bruto (PIB) refere-se à soma detodas as riquezas (bens e serviços) produzidas dentro do18REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013


ECONOMIAterritório nacional de um país em um determinado período.Nesse momento, não há cálculo de lucro ou dívida,apenas do dinheiro que o país adquiriu no período. OPIB do Brasil é divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografiae Estatística (IBGE) e está disponível para consultaa todos os brasileiros.InflaçãoInflação indica uma perda do poder aquisitivo damoeda. Dessa forma, se dá o processo de elevação donível geral de preços, isto é, da média dos preços deuma economia. Em outras palavras, a inflação elevadafaz que o mesmo salário compre menos produtos. Issogeralmente é forte sinal de instabilidade da economia.Um exemplo prático de fator que gera a inflação é o aumentomuito grande de um preço básico da economia,como o petróleo, que pode contaminar os demais preços,provocando inflação maior. Se o governo gasta maisdo que arrecada e cobre seus gastos extras emitindo dinheiro,está provocando desvalorização de sua moeda. Eà medida que a moeda vale menos, os produtos sobemde preço, gerando inflação. A desvalorização da moedatambém pode ser intencional, para aumentar a competitividadedo país na exportação.JuroTaxa de juro de um empréstimo ou financiamentoque inclui a correção monetária (correção pela inflaçãodo período). Em geral, as taxas de juros oferecidas nosfinanciamentos são nominais, já que não há o descontoda inflação. O juro real desconta a inflação do período.RatingAvalia e classifica o risco da empresa. É a opiniãotécnica de uma empresa independente e especializadasobre a capacidade de um fundo de investimento,companhia ou país em honrar todos os compromissosfinanceiros. A avaliação é expressa em uma nota de classificaçãoque indica as chances de inadimplência e possuimuita influência no comportamento do mercado,podendo fazer que a empresa seja valorizada ou desvalorizadaem poucos minutos. No caso da análise de umgoverno, a classificação é chamada de rating soberano.Uma boa classificação significa que o avaliado tem capacidadee disposição de pagar suas dívidas, o que melhoraa imagem pública da empresa e sua credibilidade.Apesar de subjetivo, é um dos indicadores mais importantese deve ser sempre verificado.REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013 19


EMPREENDEDORISMOInovações queaproximamÉ cada vez maior o número de empresasque investem em produtos voltadospara públicos específicosPor Helinéia SuassunaAinclusão social é um tema discutido há bastantetempo, mas, na prática, ainda é incomumque empresas tenham atitudes inovadoras no quetange a oportunidade de facilitar a vida de determinadopúblico. Os canhotos, por exemplo, dificilmenteencontram, nas universidades, cadeiras que atendamas necessidades. E esses aspectos se estendem a váriostipos de particularidades exigidas para o dia a diadas pessoas.Seja qual for a necessidade de cada um, a verdadeé que pouco se ouve falar sobre inovações que facilitemo dia a dia. Normalmente, restaurantes e lanchonetesoferecem o cardápio básico a todos os clientes.Isso impede, que portadores de necessidades visuaissaibam quais são as opções e, é claro, faz que eles nãoconsigam, sozinhos, escolherem o prato desejado, precisandosempre de alguém que os auxilie.Porém, alguns empresários atingem diretamenteessa lacuna deixada pelo mercado. Ao investirem eminovações que possam, de alguma maneira, contribuircom melhorias na vida dessas pessoas, alguns visionáriostêm conseguido faturar com criações que além denecessárias são inovadoras.Para D’Artagnan Dalton, gerente-geral da Menuart,empresa especializada em criação de cardápios,em São Paulo, a ideia surgiu, a princípio, porque existeuma lei que obriga bares e restaurantes a terem pelomenos um cardápio em braille. “Como trabalhamoscom cardápios e somos uma empresa 100% especializadaneste segmento, implementamos em nossa linha20REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013


EMPREENDEDORISMOeste modelo que nos diferencia de toda a concorrência,visando muito mais o auxílio aos especiais e o marketing,do que o lucro em si.”A boa notícia é que o fato de acharem que nãohaverá público para este tipo de produto, não temimpedido as empresas de investirem nesse nicho. Deacordo com Dalton, cerca de 200 restaurantes já pedirama confecção dos cardápios para a empresa, o quedemonstra que essa inovação tem sido bem aceita eque cada vez mais empresas têm se preocupado coma criação de produtos voltados para público.Ter uma visão apurada da importância de criaçõescomo essa faz toda a diferença para a sociedade.“Todas as pessoas que têm alguma deficiênciamerecem maior atenção no atendimento. Não se podetratá-las como anormais, porque elas definitivamentenão são, mas dar uma atenção maior é necessário”.Para os empresários que ainda não aderiram aocardápio em braille, Dalton explica que é necessárioque o produto seja feito com responsabilidade epreço acessível. Além disso, é necessário se “aproveitara oportunidade de mercado, visando o públicoalvo”, afirma.Sem colocar em primeiro lugar a preocupaçãocom o lucro, é indispensável se ter em mente que ainclusão social depende de um trabalho em conjunto,onde cada pequena atitude contribui para uma realidademais justa e humana.REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013 21


em-estarE no cardápiode hoje...Falta de tempo para comer corretamente,estresse diário e sedentarismo sãoos maiores vilões contra a saúdede profissionais que vivem empé de guerra com a balançaPor Helinéia Suassuna22 REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013


em-estar“Fast food, é claro, além de gostoso, é bemmais prático para quem vive sem tempocomo eu”. “O jeito é comprar uma calça mais folgada.Não gosto de academia”. Por incrível que pareça, pensarassim não é tão incomum. No dia a dia de profissionaisé complicado manter uma dieta saudável. Afalta de tempo, a facilidade de obter alimentos queem nada contribuem com a saúde, o estresse diário,a falta de atividades físicas etc., são fatores que levammuitos a correr da balança.A verdade é que segurar a boca não está fácilpara ninguém. Imagine, então, quando se trabalhaem determinadas condições que propiciam o desequilíbrioda tão sonhada alimentação correta!Levando em considerações fatores como almoçarna frente do computador, passar o dia sentado,comer para aliviar o estresse, almoçar fora com frequênciae pular refeições por falta de tempo, pesquisado site norte-americano CarrerCast revelou o rankingdas profissões que mais engordam.TeoriaO drama do profissional de Tecnologia da Informação,João Henrique Silva, 29, é justamente este: “Afalta de tempo e o fato de ter que me deslocar muitopor conta da minha profissão me leva a comer muitabesteira, principalmente fast food. Acabei engordandodez quilos nos últimos anos”, afirma categoricamente.Já o médico especialista em ginecologia, HênioFerreira, 36, afirma que o grande vilão para o aumentode dez quilos no peso, nos últimos sete anos, semprefoi o sedentarismo: “Não sou habituado a realizar atividadesfísicas, por causa do cansaço diário e da faltade tempo e, além disso, durante os fins de semanacostumo comer muita besteira, além do tradicionalchurrasco e da cerveja”, relata.O equilíbrio de peso requer tempo, determinaçãoe persistência. E seguir com atividade física ealimentação correta é algo complicado para algunsprofissionais. “Com mais tempo para me alimentar,poderia mudar essa situação com mais facilidade”,afirma Henrique Silva.PráticaA falta de tempo pode ser um grande inimigo,mas o fator primordial para manter a boa forma é saberescolher o que se come. “Infelizmente, são muitosos produtos que se dizem integrais, mas, no fundo,não são. Quanto maior a lista de ingredientes, de formageral, mais distante de ser saudável está o produto,”é o que afirma a nutricionista esportivo-funcional,Nathália Mancini, 24.Para a profissional, comer de três em três horasfaz parte da lista de atitudes a serem seguidas, porque,ao ficar muitas horas sem comer, a pessoa libera,em excesso, um hormônio chamado cortisol, queestá diretamente ligado à proliferação de estressee, além disso, tem o poder de aumentar a formaçãode gordura. Assim sendo: “Quanto mais estressado oindivíduo está, mais obeso ele poderá ficar e quantomais obeso, mais inflamado ele se torna. Quanto maisinflamação, mais excesso de peso. E, então, entramosem um ciclo”, ratifica.Alguns alimentos, conhecidos como inflamatórios,têm o poder de salientar ainda mais aquelasgordurinhas, além de aumentar a falta de foco e a irritabilidade,diminuir a concentração e, também, podercausar insônia. São exemplos: óleo de cozinha, açúcar,leite, produtos industrializados e fast food.Ferreira acredita que comer errado é questão dehábito: “Eu mesmo consegui perder sete quilos recentemente,só com dieta. Mas a influência dos amigose da família, juntamente com as possibilidades da diversãogastronômica, me fizeram ganhar peso novamente”,relata.Em contrapartida, acrescentar à dieta mais alimentosanti-inflamatórios contribui para o alcance davida mais saudável. Algumas sugestões: peixes, abacate,batata-doce, frutas, verduras, legumes, sementes(chia, por exemplo), açafrão da terra, azeite (não emexcesso) e água.REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013 23


em-estarPrepare-seÉ extremamente importante antecipar-se e fazerum breve planejamento do dia. Sair de casa com alimentossaudáveis em uma bolsa térmica ou fazer umaprévia busca de restaurantes e lanchonetes saudáveisao redor do trabalho. Em muitos casos, o profissionalacaba se adequando àquele famoso cafezinho comaçúcar que a empresa oferece e, quase sempre, costumase levantar pouco e comer somente aquilo que estáa alcance. “Movimentar-se é essencial,” afirma Mancini.Para uma vida saudável, alerta a profissional,é indispensável a prática de atividades que causemprazer e que possam liberar a tensão. O ser humanoestá sempre predisposto ao estresse, e, ao realizar algumaatividade prazerosa, terá maior facilidade pararelaxar e aliviar os problemas do dia a dia.Mancini afirma que se trata de um combo: alimentaçãosaudável mais a prática de exercícios físicos.“E essa atividade física não precisa ser necessariamentemusculação.” Tanto no trabalho quanto em qualqueroutro momento do dia é possível se exercitarao trocar velhos hábitos por novas posturas: “Subir edescer pela escada, ir para o trabalho a pé, ou mesmojogar futebol, pular corda, fazer abdominal em casa,correr, fazer dança, alguma luta, etc.”, sugere.Profissões que mais engordam1º Agentes de viagens2º Advogados e juízes3º Assistentes sociais4º Professores5º Artistas, designers e arquitetos6º Assistentes administrativos7º Médicos8º Policiais e bombeiros9º Marketing e relações públicas10º Profissionais de tecnologia da informaçãoDICAA laranja melhora o funcionamento do sistema nervoso,pois é um ótimo relaxante muscular e ajuda acombater o estresse. A fruta é rica em vitamina C, cálcioe vitaminas do Complexo B. O consumo da vitaminaC inibe a liberação de cortisol, que é o principalhormônio relacionado ao estresse.24REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013


em-estarPara aqueles que têm sentido as calças mais apertadas ultimamente,a seguir, algumas dicas que podem contribuir para a melhoriada saúde e o alívio ao subir à balança:12345678910Nunca ficar em jejum por mais de quatro horas e meia;O melhor lubrificante para o organismo é a água. Cortar o refrigerante pode ser aprimeira e mais importante medida para diminuir o consumo de açúcar;Durante a semana é bom escolher frutas de sobremesa;Preocupe-se menos com as calorias e mais com os ingredientes dos produtos. Eviteaqueles que possuam longa lista de componentes;Diminuir o consumo de fast food e evitar acompanhamentos como suco de caixinhaé o primeiro passo;Em vez de escolher o “dia do lixo”, o ideal é fazer a “refeição do lixo”. Nas demais refeiçõesdo dia, o bom é comer corretamente;É sempre preferível comer em casa ou em restaurantes self-service. Assim, você mesmopode elaborar o prato;Fuja da monotonia. Consumir os mesmos alimentos todos os dias pode desencadearalergia ao alimento que antes não despertava nenhum incômodo;Fique atento ao intestino. O ganho de peso começa pelo intestino que não funcionaadequadamente;Procure um profissional especializado. Ter força de vontade e pensamentos positivossão fatores essenciais.REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013 25


capaPresidente da Fenacon fala sobre a importância do trabalho desenvolvido26REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013


capaFenacon lançaAgenda políticaDocumento tem por objetivo destacar asprincipais bandeiras que serão defendidaspela entidade ao longo deste anoPor Vanessa ResendeUma forma de comunicação efetiva e transparentesobre os principais temas de interesse nocenário político nacional. Assim pode ser resumido osignificado da elaboração de uma agenda política elegislativa. É um trabalho de priorização de projetosde interesse de determinado setor com o objetivo depropor caminhos que assegurem maior desenvolvimentoe competitividade empresarial.Pensando nisso e em um grande evento – quereuniu vários parlamentares, representantes de órgãosgovernamentais, de confederações, federações e sindicatos–, foi lançada a Agenda a Política e Legislativa daFenacon.Fruto de um trabalho que vem sendo realizadopela Fenacon ao longo dos últimos anos, a publicaçãoaborda temas de grande relevância no cenário nacional,como reforma tributária, atualizações na legislação trabalhista,além de outros temas que interessam a todaa sociedade em geral. Ainda no documento, constamassinaladas as propostas para as quais a Fenacon recomendaaprovação do texto integral, aprovação com ressalvase o arquivamento.O presidente da Fenacon, Valdir Pietrobon, lembroua importância de divulgar esse trabalho, uma vezque defende as principais bandeiras do setor de serviços.“Por conhecer e conviver diariamente com essasempresas, e sentindo suas necessidades, é que estamoslançando a Agenda Política e Legislativa com as principaisdemandas e anseios delas”, afirmou.Em seguida, ele fez a entrega oficial da agenda aosenador José Pimentel (PT-CE) e ao presidente da FrenteParlamentar Mista do Setor de Serviços, deputado LaércioOliveira (PR-SE).Um dos parlamentares que usou a palavra, osenador José Pimentel destacou a consideração doCongresso Nacional pelos contadores e a importânciados serviços da categoria para o Brasil. Eledestacou que a Agenda está voltada para o diálogofederativo e o importante trabalho realizado pela Fenacon.“A Fenacon já nos ajudou na construção daLei Geral da Micro e Pequena Empresa, inclusão doscontadores no Simples Nacional e a criação do empreendedorindividual e, agora, com a criação destaAgenda”, disse.REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013 27


capaJá o deputado Laércio Oliveira enfatizou quea Fenacon sempre esteve presente em decisões importantesque foram construídas no Parlamento nosúltimos anos.“A Fenacon é uma ótima aliada para esclareceras nossas dúvidas, trazer sugestões e para contribuirnas construções que a casa produz. Essa é a importânciaque a Fenacon tem para todos nós. A Agenda émuito bem-vinda e serve de suporte para todos nós.Na condição de coordenador da Frente, quero parabenizara Fenacon, agradecer a contribuição. E comodeputado federal, em nome dos meus colegas, euquero dizer que continuaremos usando e abusandoda Fenacon como uma forte aliada e parceira dentrodo Congresso Nacional”.Para o presidente da Fenacon, a realizaçãodo evento foi muito positiva devido ao grande númerode parlamentares que estiveram presentesmostrando que o setor de serviços é um tema degrande relevância dentro do Congresso Nacional.“Esta agenda será nossa pauta de trabalho e por issocontamos com a parceria e apoio de todos os parlamentares.Sua atualização será permanente comtodos os projetos em tramitação e os novos a seremapresentados no Congresso Nacional e que sejamde interesse das categorias que representamos”, afirmouPietrobon.A Agenda Política e Legislativa da Fenacondestaca os principais projetos de interessedo Sistema Fenacon. Ao todo, o documentoapresenta 59 projetos em tramitaçãono Congresso Nacional e defende a aprovaçãode 38 deles em 2013, com sugestões decomplementos em alguns casos. A agendatambém sugere o arquivamento de 21 projetose justifica o posicionamento contráriodos empresários. “Por conviver diariamentecom as empresas brasileiras e conhecer suasnecessidades é que estamos lançando estaagenda, com as principais demandas e anseiosdestas empresas”, avaliou o presidenteda entidade, Valdir Pietrobon.Para acessar a agenda acesse o sitewww.fenacon.org.br/outraspublicações.O Senador José Pimentel recebe a AgendaPietrobon entrega exemplar ao deputado Laércio Oliveira28REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013


capaO que disseram...Abaixo trechos dos discursos de alguns parlamentares e autoridadesque falaram no dia do evento:Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) – “Esta casa precisa ser pressionada.Essa pressão é importante para a gente fazer valer odireito por que nós estamos lutando, não apenas dos contadores,mas de todos os contribuintes. Essa presença maciça detantos parlamentares é muito importante”.Presidente do Conselho Federal de Contabilidade (CFC),Juarez Domingues Carneiro – “A Agenda é uma pauta consistente,de trabalho. É uma pauta rica que contribui para oengrandecimento da profissão. Parabéns à Fenacon”.Diretor do Departamento Nacional de Registro do Comércio(DNRC), João Elias Cardoso – “Nosso empenho é nesse sentido,buscar o desenvolvimento. Nosso esforço não é para desburocratizar.Nosso esforço é para simplificar e modernizar”.Vilson Covatti (PP-RS) – “O objetivo de uma Frente Parlamentaré reunir deputados e senadores para priorizar os cuidadospara legislação da categoria. Se nós, da Frente Parlamentar daMicro e Pequena Empresa, pegarmos a agenda da Fenacon,percorrermos o nosso país estimulando as frentes parlamentaresdos estados, fazendo que os senhores possam fazer apressão para nós vencermos a legislação, tudo será resolvido.Se formos obedientes à agenda da Fenacon, vamos vencera burocracia, o excesso dos impostos. Vamos vencer aquelaque a micro e pequena empresa realmente precisa para ser amaior parceira do desenvolvimento do país”.Izalci (PSDB-DF) – “Vejo com muita alegria essa agenda. Achomuito importante,estamos avançando. São muitos os desafiosdessa Casa, mas ainda há muito a contribuir. Quero ressaltar otrabalho da Fenacon, do acompanhamento no Congresso, noExecutivo. Quero parabenizá-los por essa iniciativa”.Gonzaga Patriota (PSB-PE) – “Ainda sentimos a falta de aprovaçãode leis, principlamente de um reforma tributária séria.Se faz aqui em pedaços, assim como na reforma política. Parabéns,a Fenacon já está presente, mas quanto mais melhor,porque o Brasil só está bem como está graças à base, aos queparecem pequenos, mas são grandes, e grande é a Fenacon”.Alfredo Kaefer (PSDB-PR) – “Gostaria que a Fenacon colocasseem sua agenda legislativa um tema extremamente importante:uma Proposta de Emenda à Constituição 511, em que limitaremosa carga tributária no Brasil”.Guilherme Campos (PSD-SP) – “A categoria que a Fenaconrepresenta tem uma importância fundamental para o país.Se não fosse por eles, a Lei Geral da Micro e Pequena Empresaestaria muito combalida. Nos colocamos como parceiroda categoria, do setor, para que possamos viabilizar oempresário e o setor brasileiros. Nosso mantra continua omesmo: o enquadramento de todas as atividades, independentementede qual sejam”.Parlamentares falam durante o lançamento da Agenda LegislativaREVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013 29


opiniãoO empresário e adistância da famíliaPor Luiz Fernando GarciaMotivo de muitos desentendimentos entre casais,o pouco tempo dedicado à família semprefez parte da vida de executivos e empresários.Porém, o que nem todos sabem é que a raiz desteproblema está quase sempre ligada ao próprio homemou mulher de negócios, e não às complicaçõesimpostas pela empresa – argumento certamente jáutilizado em muitas discussões familiares.Especialmente nos três ou cinco primeirosanos, a organização realmente exige muita dedicaçãode seus proprietários. É como uma criança, sempreesfomeada e birrenta, que exige entre 12 e 17 horasdiárias da atenção de seus pais. O negócio não se importacom a saúde ou vida social dos que o conduzem,só quer saber de ter seus problemas resolvidos e,consequentemente, de continuar a crescer.Por não saber que é o responsável pelo surgimentodessa “disputa” por sua atenção, entre trabalhoe lar, o executivo se atola em um poço de ansiedadee acaba por anular sua própria vida pessoal, vivendoem estresse e com a certeza de que 24 horas não suficientespara resolver tudo que é demandado pela30REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013


oPiniãoempresa. É bom deixar claro, porém, que tudo issoocorre no campo do inconsciente, sem que a pessoase dê conta e tenha, de fato, a intenção de se afastarde seus entes queridos.Esse comportamento pode ser entendido combase em um conceito da Psicanálise: o narcisismo. Sernarcisista não é apenas gostar muito de si ou admirardemais sua própria aparência. Aqui, ser narcisistaé um traço de personalidade construído na infância e,mais tarde, utilizado para se defender de situações cotidianas,como a pressão por trabalhar mais (vinda daempresa) ou por trabalhar menos (vinda da família).No caso de muitos homens e mulheres de negócios,a dedicação demasiada ao trabalho existe, justamente,para que haja um distanciamento da própriavida pessoal. Este afastamento ocorre inconscientementepelo fato de não se sentirem valorizados o suficientepelas pessoas que estão nesse ambiente, fatoque ocorre no trabalho, onde esses profissionais sãoreconhecidos e indispensáveis. O problema pode sermuito maior que uma simples falta de tempo para osfilhos, e a busca por compreender o que se passa namente se faz fundamental, tanto para o crescimentoda empresa quanto para a prosperidade no lar.Luiz Fernando Garcia é especialista empsicodinâmica aplicada aos negóciose responsável pelo desenvolvimento demais de 50 metodologias de treinamentodestinadas à capacitação de empresários eprofissionais de liderança.REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013 31


unifenaconAndragogiae dicas deestudoPor Rossana MartinsAandragogia constitui um modelo de educaçãode adultos na prática educativa. A aplicabilidadea contextos educativos diversificados e a flexibilidadeque caracterizam este modelo permitem a utilizaçãocom populações de diversos níveis socioculturais, deidades diferentes e tendo como conteúdos referenciaisas ciências naturais e humanas. A divergência essencialreside na relação entre o facilitador e os estudantes,que se pretende dialogante e de igualdade. Ofacilitador de aprendizagem está sempre presente noprocesso de aprendizagem e possui elevadas responsabilidadesde orientação e facilitação deste processo.O estudante adulto é considerado como alguémresponsável, ativo, participante e internamentemotivado para a realização de aprendizagens. A utilizaçãoda andragogia pode apresentar algumas dificuldadesàqueles que a desconhecem, ou talvez muitoseducadores vejam as suas práticas educativas e as associemagora a um corpo teórico fundamentado.Independentemente da aceitação dos postulados fundamentaisdeste modelo, a utilização de algumas dassuas referências, nomeadamente a importância atribuídaà motivação interna, a responsabilização e a iniciativados estudantes potenciam, seguramente, aprendizagensmais profundas e duradouras, assim como níveissuperiores de satisfação perante aprendizagens.Entre as questões que, com mais frequência, suscitama reflexão crítica dos investigadores e educadoresem Educação de Adultos figura a (não) necessidade daexistência de modelos conceptuais específicos para osestudantes adultos. Trata-se de uma questão que, semdúvida, assume particular relevância na atualidade porquenela concorrem posições divergentes, nem semprecomplementares ou passíveis de im plementaçãoem contextos educativos plurais.Tendo por base a preocupação de educadoreseuropeus e americanos de elaborar um modeloalternativo de educação de adultos que surgiu a32REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013


unifenaconandragogia. Contextualizada como a arte e ciência defacilitar a aprendizagem dos adultos, andragogia derivada palavra grega anēr com a conjugação andr- (quesignifica Homem, não rapaz ou adulto).A andragogia baseia-se em algumas premissas debase acerca das características dos estudantes adultos,que os diferenciam das crianças, a saber os adultos:a) necessitam saber o motivo pelo qual devemrealizar certas aprendizagens;b) aprendem melhor experimentalmente;c) concebem a aprendizagem como resoluçãode problemas;d) aprendem melhor quando o tópico possuivalor imediato e os m otivadores maispotentes para a aprendizagem são internos.Você sabe qual é o seu estilo de aprendizagem?Todos os seres humanos possuem habilidade paraaprender pelos sistemas auditivo, visual e cinestésicode maneira combinada, porém há pessoas que utilizamuma dessas formas predominantemente.Rossana Martins é coordenadorapedagógica da UnifenaconVisual Auditivo CinestésicoComo vocêaprendeVendo, sendo capaz de fazeruma imagem imediata doque está recebendo comoinformação.Ouvindo, sendo capaz demontar uma história coma informação que estárecebendo.Fazendo ou executando,sendo capaz de guiar-se pelaexperiência motora.O que distraisua atençãoEstímulos visuais em demasiaou conflitantes. Grandenúmero de informaçõesrecebidas.Ruídos de fundo. Estímulosauditivos dados rapidamentepara serem convertidos eminformações auditivas.Estímulos conflitantes visuaise/ou auditivos. Ser impedidode mover-se ou de fazer algo.Processamentode informaçãoTende a devanear quandoestá pensando. Pensa emritmo rápido.Os olhos tendem a ficar fixosquando está pensando. Seuspensamentos ocorrem emuma velocidade moderada.Pessoas que tendem a olharpara baixo quando estãopensando. Seus pensamentosocorrem em um ritmomais lento.Como vocêinterage como ambienteVerifica sempre o que estáacontecendo ao seu redor.Ouve o que está sendo ditoa sua volta e não parececonsciente de modificaçõesno plano visual.Mais focalizado em si,bastante consciente do climaque o circunda; não parececonsciente da atividade visual.Estilos deorganizaçãoA percepção é global;percebe o todo e, senecessário, decompõe empartes a percepção inicial.Organizados; dependem deinformações detalhadas e deinstruções passo a passo. Sãoorientados pela linguagem.Repetem para si o quedevem memorizar.Organização gradual, criativae divergente. não há modelosdefinidos e estatísticos paraapredizagem.Chega a conclusõesdiferentes da maioria.REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013 33


fenacon CDTreinamento paraCertificação DigitalAgentes de validação de todo o país se reúnemem Brasília para aprimorar serviços prestadosPor Rafael MillerOaprimoramento dos serviços prestados é sempreuma prioridade para o Instituto Fenacon.E esse foi o ideal por trás da realização da ConvençãoNacional para agentes de validação. O evento, quereuniu representantes de todos os sindicatos do SistemaSescap/Sescon, aconteceu nos dias 5 e 6 de abril,em Brasília.A convenção contou com a participação de 130profissionais sindicais, em sua maioria, agentes de validação,que foram convidados a se reunir na sede doInstituto Fenacon, em Brasília. Onde participaram depalestras e atividades práticas com objetivo de capacitá-lospara o exercício pleno de suas atividades. Oscolaboradores ainda tiveram a oportunidade de fazerum passeio turístico na capital federal.O evento foi aberto pelo superintendente doInstituto Fenacon, Elias Barth, que realizou as boas--vindas e aproveitou para trocar algumas ideias dequem está frente a frente com as dificuldades daCertificação Digital. De acordo com Barth, o encontroé essencial para a integração dos profissionaisque fazem parte do sistema. “É importante queeles interajam entre si e também que tenham umlaço mais forte com o Instituto, para que possamoscompreender as falhas no sistema e, assim, corrigi--los. Só assim poderemos melhorar ainda mais o34REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013


fenacon CDatendimento e as vendas da Certificação Digital”,afirmou Barth.Essa interação pareceu ser o foco também dosparticipantes. Segundo Nájela Dayane Viana Silva, gerentedo Sescon Mato Grosso, a interatividade entreos sindicatos é muito importante para o sistema. “Ébom conhecermos profissionais de outros sindicatos.Assim podemos trocar experiências e ideias, e somoscapazes de abordar problemas de maneira mais rápidae eficaz”, comentou a gerente.Um ponto alto do evento foi a participação eo interesse dos participantes, destacada pelos palestrantes.O assessor jurídico da Fenacon, JosuéTobias, ministrou sobre a responsabilidade civil ecriminal dos agentes e se mostrou satisfeito com ointeresse dos colaboradores presentes. “Os agentestrouxeram questionamentos importantes e pareceramestar interessados na solução dos problemasenfrentados em suas rotinas de trabalho”, disse.As atividades práticas geraram grande expectativaentre os participantes, que esperavam exercitaro que aprenderam no treinamento de detecçãode fraudes em documentos. A oficina foi a parte maisesperada pelos colaboradores, como foi o caso doagente do Sescon Serra Gaúcha, Ricardo Camargode Oliveira. “É bom aprender mais sobre nosso trabalho,para que possamos nos preparar para ocorrênciasdo dia a dia. Acho que todos vamos levar conhecimentosmuito importantes dessa convenção”,comentou Oliveira.GUIAS FISCOSOFtGUIA IRPJtodo conteúdo do principal guiasobre Imposto de Renda PessoaJurídica agora on-line. Baseado naobra original de Ricardo Mariz deOliveira, esse novo formato garantemaior agilidade nas atualizações epraticidade na pesquisa.GUIA SISCOSERVUm orientador sobre o Siscoserv paraas empresas que mantém operaçõesde serviços com o exterior. O guiapossui uma seção de perguntas erespostas às principais dúvidas,informações sobre tributaçãointernacional e uma ferramenta deconsulta à NBS, essencial para ocumprimento dessa nova obrigação.Rotinas trabalhistasApresenta, de forma organizadae fácil entendimento, roteiroscompletos e detalhados dasatividades diárias de quem trabalhano Departamento Pessoal e emescritórios contábeis. Além dasinformações trabalhistas, ele trazconteúdo previdenciário e questõessobre imposto de renda.www.guiadoimpostoderenda.com.br www.guiasiscoserv.com.brfiscosoft.com.brEntre em contato conosco: (11) 3382-1040 ou vendas@fiscosoft.com.brwww.rotinastrabalhistas.com.brFENACON_março_2013.indd 13/25/13 1:59 PMREVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013 35


fenaconSessãohomenageiaAno daContabilidadeno BrasilParlamentares e representantes de entidades declasse de todo o país celebraram o lançamentooficial da campanha “2013 – Ano da Contabilidade noBrasil”. A solenidade ocorreu, no final da manhã do dia18 de março, no Plenário do Senado Federal.Autor do requerimento de homenagem, o senadorJoão Vicente Claudino (PTB-PI) destacou que existem,no Brasil, 500 mil profissionais e 400 mil estudantesde contabilidade, além de mais de 80 mil empresasespecializadas. Ele destacou que a contabilidade é essenciala qualquer negócio, seja na transparência, nocontrole, seja na previsão de gastos e receitas.Líder do governo no Congresso, o senadorJosé Pimentel (PT-CE) abordou a importância doscontadores na formalização das empresas individuaise microempresas. De acordo com ele, nos últimosanos, mais de 2,7 milhões de empreendedores individuaisforam formalizados por contadores no Brasil.E afirmou, ainda, que esse número possa ultrapassar3 milhões em 2013.A campanha tem por objetivo levar ao conhecimentode toda a sociedade o verdadeiro papel doprofissional dessa área. Essa iniciativa será desenvolvidapor meio de um conjunto de ações sistematizadase organizadas, com temas relevantes e de importânciadurante todo o ano, nos mais diversos meios e formasde divulgação.O deputado Izalci Lucas (PSDB-DF) falou emseguida. O parlamentar destacou os malefícios que acorrupção causa ao País e ressalvou o que pode serfeito para evitar esses males. “Temos fileiras de muitagente do bem. Temos profissionais especializados em36REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013


fenaconcorrigir, até barrar, ações maléficas à Nação. Os contabilistasestão na primeira linha deste front”, afirmou.Izalci Lucas, que é contador e professor, ressaltou queconhece as ferramentas do trabalho e reafirmou: “Acategoria profissional que pode e deve passar o Brasila limpo é a dos contabilistas”.O presidente do CFC, Juarez Domingos Carneiro,destacou a importância da atividade, uma das maisdemandadas do mundo. Ele destacou o momentohistórico que a profissão vem alcançando por meiode grandes conquistas e mudanças na legislação.Em seu discurso, o presidente da Fenacon, ValdirPietrobon, parabenizou a iniciativa e afirmou que acontabilidade é a vida da empresa, dos órgãos públicos,da sociedade em geral. “Todas as esferas da sociedadeprecisam de contabilidade. Precisamos pensarno amanhã e a única forma que vejo para esse desenvolvimentoé a contabilidade transparente”, disse.Campanha – Neste ano, várias lideranças e órgãosligados ao setor contábil – entre eles o SistemaFenacon – irão se unir para que toda a sociedadesaiba e reconheça o verdadeiro papel do profissionaldessa área. É o projeto sob o título “2013: ano da Contabilidadeno Brasil”. Essa iniciativa será desenvolvidapor meio de um conjunto de ações sistematizadas eorganizadas, com temas relevantes e de importânciadurante todo o ano, nos mais diversos meios e formasde divulgação.Entre os principais objetivos estão: informar asociedade quais são os serviços prestados pelos profissionaisda contabilidade, conscientizar a populaçãoda importância do profissional da Contabilidade parao desenvolvimento socioeconômico do país, fortalecera imagem do profissional da Contabilidade perantea sociedade e fortalecer o interesse pelos cursos deCiências Contábeis, entre outros.REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013 37


fenaconMinistro será homenageadona 15ª ConescapNo mês de abril, o presidente da Fenacon, ValdirPietrobon, esteve reunido com o ministrodo Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, paraconvidá-lo oficialmente à solenidade de aberturada 15ª Conescap, que acontecerá de 21 a 23 deagosto em Gramado-RS. O ministro será homenageadocom o “Mérito Empresário de Serviços Brasil”,comenda que representa o reconhecimento peladedicação em prol das atividades representadaspelo Sistema Fenacon.Mapa Brasil de Certificação DigitalAprimeira reunião de 2013 dos representantesdas principais entidades da CertificaçãoDigital nacional discutiu detalhes paraalimentação de informações do Mapa Brasilde Certificação Digital. A ferramenta, que ficaráhospedada no hotsite www.benefícioscd.com.br, terá por objetivo mapear e divulgar aCertificação Digital a toda a sociedade. O diretorde Tecnologia da Fenacon, Carlos Victorino,fez uma apresentação detalhada do aplicativo,que terá atualização em tempo real dos endereços.Ele afirmou que a ferramenta disponibilizaráa capilaridade da Certificação Digitalem determinada região ou em todo o Brasil.Além disso, entre outras funcionalidades, serápossível o cliente encontrar, por exemplo, oposto de atendimento mais próximo de sualocalização.O grupo também discutiu a atualizaçãoda Cartilha de Benefícios e Aplicações da CertificaçãoDigital.38REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013


REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013 39


egionaissindicato destaqueSescon-Serra GaúchaFundado em 11 de outubro de 1976, o Sescon-SerraGaúcha representa os empresários contábeis de 14 cidadesgaúchas. Localizado em Caxias do Sul, cidade distante 130quilômetros da capital Porto Alegre, a entidade está instaladano prédio da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços(CIC) e possui amplo espaço dividido em recepção, administrativo-financeiro,presidência e sala de reuniões. Por meioda atuação da sua diretoria e da equipe composta por trêsprofissionais, o Sescon oferece a seus associados diversosbenefícios, como cursos, eventos, convênios, assessoria jurídica,Certificação Digital, Centro de Estudos, entre outros.Em 2013, o Sescon-Serra Gaúcha participa da organizaçãoda 15ª Conescap, que acontecerá de 21 a 23 de agostoem Gramado (RS).40REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013


egionaisregião nordesteCafé ContábilSESCAP-SERGIPEEvento realizado pelo Sescap-SEDando continuidade ao ciclo dos Cafés-Palestra, oSescap-SE e a Fenacon, juntamente com o CRC-SE, realizaramo 1º Café Contábil de 2013, o evento foi realizadono dia 15 de março. Na ocasião, o presidente do Sescap--SE, Jádson Ricarte, e o advogado tributarista e contadorCleverson Chevel proferiram uma palestra sobre o tema“Imposto de Renda Pessoa Física”, cujo objetivo foi levaraos participantes conhecimentos e atualização acercadas regras gerais da tributação do Imposto de Renda dePessoa Física, ressaltando os cuidados necessários para acorreta elaboração da declaração de ajuste anual.SESCAP-CEARÁSESCON-RIO GRANDE DO NORTEI Seminário Jurídico da RegiãoNordeste discute temas importantesAconteceu no dia 1º de março, com a abertura dopresidente Carlos Mapurunga, o I Seminário Jurídico da RegiãoNordeste do Sistema Fenacon/Sescap/Sescon. Oevento tratou de assuntos de relevância para a atividadesindical, como, por exemplo, negociação de convençõescoletivas de trabalho e gerenciamento administrativo e judicialda contribuição sindical.Participaram do encontro representantes de sete estadosdo Nordeste, o vice-presidente da Fenacon, Edson Oliveira,o diretor jurídico da Fenacon, Ricardo Monello, além daassessoria jurídica da Fenacon. Foram trocadas experiênciasentre os participantes e o evento contribuiu para o fortalecimentoda atuação jurídica dos sindicatos, além de ser umaexperiência piloto, por tratar-se de um evento regionalizado,que atende às peculiaridades existentes na região.Representantes jurídicos dos sindicatos participam de seminárioCursos e palestras realizados pelos sindicatosSindicato planeja novidadespara abrilO Sescon-RN realizou vários cursos e palestras nos mesesde fevereiro a março e para abril a agenda está repleta denovidades. Podemos destacar dentre eles o início do ProgramaForcec – Formação em Consultoria para EmpresáriosContábeis, programa este desenvolvido pelo Sescap-PR.O Forcec será ministrado em cinco encontros distribuídosem dez módulos. Teve início dia 22 de março com términoem 27 de julho, quando será realizada a apresentação dosprojetos e formatura da turma. Estamos em nossa primeiraedição, mas com a certeza de realizarmos uma segunda, poisjá estamos com nomes na lista de espera. Confiram as fotosdo primeiro encontro.REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013 41


egionaisSESCAP-ALAGOAS“Declare Certo”O Sescap-AL, com apoio da Fenacon, ofereceu o “2ºPlantão Declare Certo – Procure um Contador”, com o objetivode dirimir quaisquer dúvidas do contribuinte sobre a declaraçãode Imposto de Renda. A ação aconteceu em Maceió,nos dias 18 e 19 de abril, em um estande montado no MaceióShopping, no bairro de Mangabeiras.Segundo a gerente-executiva do Sescap-AL, SirleinyMelo, “o Declare Certo foi de grande importância e deverá terauxiliado em muito os que nos procuraram, pois as dúvidaseram inúmeras”, enfatizou.O presidente do Sindicato, Carlos Henrique do Nascimento,durante a campanha, defendeu que “tais iniciativas demonstramcada vez mais o papel fundamental da Contabilidade, edas entidades a ela ligadas, para o desenvolvimento do país”.Campanha promovida pelo sindicatoregião norteSESCON-RORAIMAEdson Lopes de Medeiros ministra palestraSescon realiza palestra sobreEFD – ContribuiçõesUm momento de debate e troca de informações, assimfoi a palestra “Novo Mundo Fiscal – EFD Contribuições”, ministradapelo gerente do setor de Gestão Tributária e Fiscal da AlterdataSoftware, Edson Lopes de Medeiros. A proposta doevento foi instruir contadores e empresários quanto à EscrituraçãoFiscal Digital (EFD) Contribuições.Com a participação de mais de 220 pessoas, a palestratrouxe resultados expressivos quanto à qualidade de informaçõessobre o novo mundo digital. Para Medeiros, o evento veioaprimorar os conhecimentos quanto ao arquivo digital. “Nósfizemos um apanhado de tudo o que é importante para que oempresário gere as informações para a nota fiscal eletrônica etambém para o contador, já que ele é quem faz a declaraçãode todas as receitas, principalmente o Sped contribuições eEFD Contribuições”, explicou.A “Novo Mundo Fiscal – EFD Contribuições” foi uma realizaçãodo Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis doEstado de Roraima (Sescon), com apoio do Sesc-RR, que cedeuo espaço e, em contrapartida, o Sescon doou alimentos aoPrograma Mesa Brasil, arrecadados durante o evento.“Os resultados da palestra superaram as expectativas dosindicato. Além disso, contribuímos com mais de 180 quilos dealimentos naõ perecíveis para o Mesa Brasil”, concluiu o presidentedo Sescon, José Belido.42REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013


egionaissescap-rondöniaSESCON-PARÁSescap faz palestra itinerantesobre declaração do IRO Sescap-Rondônia, em parceria com o CRC e a ReceitaFederal, realizou palestras sobre declaração do Impostode Renda para pessoa física, a exemplo do que tinhafeito em anos anteriores. Mas, desta vez, o sindicato optoupor interiorizar a ação e, desde o dia 8 de março, tem percorridocidades-polo com palestras itinerantes. A escolhafoi pelos municípios-polo de Ji Paraná, Cacoal, Rolim deMoura, Vilhena e Guajará-Mirim. Em Porto Velho tambémhouve palestra. José Cláudio, presidente do Sescap dizque o objetivo desta iniciativa é conscientizar a populaçãosobre a importância da declaração do IR e orientar paraque o contribuinte não cometa erros.Encontro para conscientização sobre o IRSescon-amazonasAssembleia geral para fundação do Instituto Sescon-ParáSindicato lança instituto dedesenvolvimento profissionalFoi criado no último dia 26 de novembro o InstitutoSescon-PA, entidade que tem como objetivo a educação e odesenvolvimento permanente dos empresários das empresasde serviços contábeis, das empresas de assessoria, informaçõese pesquisa do estado do Pará. O evento de inauguraçãocontou com a presença de vários associados e representantesde outras entidades do segmento contábil brasileiro.O Instituto Sescon-PA, projeto da atual diretoria visa àcriação de oportunidades de capacitação e melhorias paraas empresas associadas e nasce do anseio de atender às demandasdos associados e da sociedade.Em parceria com a Fenacon e outras entidades, serãooferecidos diversos módulos de treinamento nas áreas contábil,fiscal, trabalhista, de perícias, informações e pesquisa,inclusive auditoria e gestão de negócios, todos com o propósitode dotar o mercado com profissionais de alta qualidade,o que em muito melhorará o desempenho e a produtividadedas empresas.Evento beneficente sobre IRParticipantes doaram alimentos não perecíveisCom inscrições totalmente gratuitas, o Sescon-AMrealizou no último dia 14 de março o curso Declaração deImposto de Renda das Pessoas Físicas 2013, que foi ministradoem parceria com o auditor-fiscal da Receita Federaldo Brasil em Manaus Jansen de Lima Brito, que reuniu cercade 120 pessoas, entre contadores e estudantes da área. Oobjetivo do evento foi arrecadar latas de leite e caixas dechocolate para ser doadas às instituições: Educandário GustavoCapanema e Abrigo Infantil Monte Salém. A diretorade Eventos Maria Cristina Gonzaga agradeceu a todos queparticiparam deste evento de tão grande importância eque ajudaram muitas crianças necessitadas.REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013 43


egionaisregião sudesteSescon-rio de janeiroEvento decifra nova folhade pagamentoCustódio Barbosa, diretor da TI-RJ, Jonathan Formiga,auditor-fiscal da RFB e Lúcio Fernandes, diretor do Sescon-RJO Sescon-RJ realizou um fórum que reuniu grandesnomes para debater a nova folha de pagamento. Oobjetivo foi mostrar aos profissionais da contabilidade asmudanças em relação à declaração e à arrecadação, queestão sendo praticadas por vários órgãos, por exemplo, aRFB, e entrarão em vigor em 2014. O evento contou comcerca de 300 pessoas.Os auditores-fiscais da RFB Leônidas Quaresma, DanielBelmiro e Jonathan Formiga, além de representantesda CEF, explanaram temas como DIRF, Sped Social, EFDSocial, EFD Contribuições, certificação digital, regularizaçõese Parcelamento de Débito do FGTS, Certificaçãode regularidade do FGTS, Novo Modelo de Termos deRescisão.Sescon-minas gerais4º Minas Mais MulherTempo de Transformação. Esse foi o tema da quartaedição do Minas Mais Mulher, realizado pelo Sescon-MGno dia 8 de março. O evento recebeu diversas empresáriaspara um dia de reflexão sobre temas como educação,carreira, moda, profissão, empreendedorismo, etc.A diretora do Sescon-MG, Heloísa Nunes, destacouque o objetivo desse evento é compartilhar informações,sonhos e alegrias. “Sabemos que todas, quando escolheramestar aqui, deixaram suas empresas, negóciose responsabilidades. Estamos cientes, também, de quedesempenham papel importante na comunidade e quesão formadoras de opinião. E é exatamente por essa razãoque consideramos importante parar neste dia e fazeruma reflexão sobre a nossa trajetória, nossa profissão enossos desejos. Muitos avanços foram feitos, mas aindatemos um longo caminho a percorrer”, disse HeloísaDa esquerda para a direita: presidente doSescon-MG, Luciano Alves de Almeida,vice-presidente da Creditábil, RonaldoHorta, esposa do presidente do Sescon-MG, Elizabeth de Melo Almeida, diretora doSescon-MG, Heloísa Nunes, vice-presidenteda Região Sudeste-Fenacon, GuilhermeTostes e diretor de eventos do Sescon-MG,Edmar Pereira dos Santos44REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013


egionaisSescon- São PauloSESCON-ESPÍRITO SANTOJantar comemorativo marca20º aniversário do sindicatoWilson Gimenez Jr., Reynaldo Lima Jr., Guilherme Tostes, ApprobatoMachado Jr., Terezinha Annéia e Márcio ShimomotoCâmara de Contabilidade doSescon-SP debate lei delavagem de dinheiroA primeira reunião de 2013 da Câmara Setorial de Contabilidadedo Sescon-SP, realizada em 28/2, recebeu o vice--presidente da Região Sudeste da Fenacon, Guilherme Tostes,para explanar sobre o tema “Lei de lavagem de dinheiro: direitose prerrogativas inerentes à profissão contábil”.Tostes propôs debate sobre o assunto e destacou ostrabalhos da Comissão da Defesa dos Direitos e Prerrogativasdo Profissional Contábil, composta por representantes da Fenacon,do CFC e do Ibracon.Mais de cem empresários de contabilidade participaramdo encontro, que também teve as presenças do presidentedo Sescon-SP, Sérgio Approbato Machado Júnior, e dosmembros da nova composição da Câmara de Contabilidade:Reynaldo Pereira Lima Júnior (coordenador), Márcio Shimomoto,Wilson Gimenez Júnior, Terezinha Annéia e AntonioCarlos Souza dos Santos.O Sescon-ES comemorou 20 anos com jantar no ItamaratyHall, para diretores, associados e autoridades, no dia 15de março. Entre os presentes, Luciano Alves de Almeida, presidentedo Sescon-MG, que também representava a Fenacon,Márcia Tavares Sousa, presidente Sescon- RJ, Sérgio ApprobatoMachado Junior, presidente do Sescon-SP, Jaime GründlerSobrinho, presidente Sescon-RS, Cristina Langoni, presidentedo Conselho Regional de Contabilidade do Espírito Santo(CRC-ES) e José Lino Cepulcri, presidente da Federação do Comérciodo Espírito Santo (Fecomércio).O presidente do Sescon-ES, Jacintho Soella Ferriguetto,agradeceu aos presentes durante o seu discurso e enfatizouas várias conquistas do sindicato nesses 20 anos. Ele recebeude Jaime Grundler Sobrinho uma placa comemorativa peladata festiva.Autoridades, lideranças empresariais, setoriais, empresários contábeise de assessoramento prestigiaram o eventoSescon-tupãEntidades realizam palestra sobre o parcelamento do ICMSO Sescon-Tupã e Região, em parceria com a DelegaciaRegional da Sefaz de Marília, realizou nas FaculdadesFaccat a palestra sobre o Programa de Parcelamento doICMS (PEP), à qual compareceram mais de 40 participantes.O evento contou com o apoio da Delegacia do CRCde Tupã, do Serviço de Pronto Atendimento (SPA) de Tupãe Região, Fenacon e as Faculdades Faccat. Durante a palestraforam arrecadados voluntariamente alimentos queserão entregues a uma entidade filantrópica.A diretoria do sindicato cada vez mais acredita e incentivaos empreendedores contábeis em busca da qualidadena prestação de serviços.REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013 45


egionaisregião sulSescap-londrinaSESCAP-CAMPOS GERAIS“Dia Internacional da Mulher”Voluntários participam de açãoPrestação de contas eleitoraisO Sescap Londrina, em parceria com a Pontifícia UniversidadeCatólica de Londrina e com o aval da Justiça Eleitoralde Cambé (PR), está auxiliando os candidatos a vereadore a prefeito de Cambé na prestação de contas eleitorais referentea eleição de 2012.O trabalho voluntário visa a organizar as contas dos candidatospara que eles não tenham problemas com a JustiçaEleitoral. Segundo o presidente do Sescap, Marcelo OdettoEsquiante, a determinação de entregar o balanço contábil estáprevista na Lei dos Partidos Políticos (Lei nº 9.096/1995 – artigo32) e também na Constituição Federal (artigo 17, inciso III).O último prazo para a entrega das contas dos não eleitosé 30 de abril. Quem não entregar fica inelegível na próximaeleição. Também colaboraram com os trabalhos MarcosFerreira, diretor do Conselho Fiscal do Sescap e o professorAndré Gobetti Santana, da PUC.O Sescap–CG e o Sicopon têm um marco alusivo ao dia8 de março, Dia Internacional da Mulher, uma comemoraçãoque envolveu 180 mulheres da classe contábil representantesdos escritórios associados, que entraram num clima detotal animação, coordenado pela palestrante e professoraRosiane Santos Dabul, que não deixou ninguém parado.Após a toda essa empolgação, a presidente do Sescap-CG,Elisete Aparecida Prestes, realizou o sorteio devários brindes e convidou-as para degustarem um coffeebreak elaborado especialmente para elas.Ao término, todas foram agraciadas com um charmosokit feminino.Encontro homenageia mulheresSescon-santa catarinaObjetivo é transmitir cursos de qualidadeSescon-SC já tem 15 antenasinstaladas por todo o estadoO Sescon-SC entrou de cabeça no projeto Antenas, daUnifenacon, com o objetivo transmitir cursos de qualidade aosprofissionais da contabilidade e de assessoramento. Contandocom 15 antenas instaladas em várias regiões do estado, oprojeto consegue levar os cursos até às cidades mais distantes,sem a necessidade de um número mínimo de participantes.No último dia 15 de março, o Sescon-SC promoveu ocurso de ICMS/SC, com Almir José Gorges, autor do Dicionáriodo ICMS de A a Z – o seu plantão fiscal, que reuniu quase 300profissionais.46REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013


egionaisSescon-Rio Grande do Sul1º Egescon reuniu a tropa de elite dacontabilidade gaúchaContadores! De mãos dadas e com os braços levantados!Essa foi a exclamação de cerca de 300 dirigentesde empresas de contabilidade ao reagirem a pergunta dePaulo Storani, no final de sua palestra. Foram dois dias deatualizações e debates sobre os aspectos técnicos e comportamentaisda gestão de empresas contábeis.O Egescon foi uma realização do Sescon-RS, com opatrocínio da Fenacon (Sistema Sescap-Sescon) e do CRC--RS e o apoio do Sebrae-RS, Fecomércio-RS (Sesc-Senac) eJornal do Comércio.1º EGESCONSescap-ParanáMauro Kalinke assume segundomandato consecutivo do sindicatoPosse da DiretoriaO empresário contábil Mauro Kalinke reassumiu a Presidênciado Sescap-PR para o triênio 2013/2016, durante solenidadeocorrida no dia 5 de abril, em Curitiba. O evento reuniucerca de 300 pessoas entre lideranças empresariais de váriosEstados e representantes do poder público.O presidente da Fenacon, Valdir Pietrobon, elogiou otrabalho realizado pelo Sescap-PR na condução de Mauro Kalinke.“A atuação desta gestão engrandeceu muito o sistemaFenacon. O Sescap-PR tem sido referência aos demais sindicatospela sua forte atuação no Estado e pelos os vários serviçosoferecidos aos seus associados e representados”, destacou.Sescon-BlumenauParcerias sociaisO Sescon Blumenau vem promovendo diversas açõessociais com o objetivo de aproximar os contadores da comunidade,valorizando a atuação dos profissionais e das empresascontábeis. Uma dessas ações é uma parceria com umaempresa especializada na área, que realizou uma campanhade vacinação contra a gripe para seus associados e para o públicoem geral. A campanha foi realizada durante três finaisde semana, atendendo mais de 1,5 mil pessoas, beneficiadascom R$ 30,00 de desconto nos preços da vacina. Associadosem dia com a contribuição sindical e demais obrigação receberamas vacinas gratuitamente.Campanha promove vacinação contra gripeREVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013 47


descomplicandoDicas para garantiro Sucessode seu eventocorporativoEspecialista em eventos lista opasso a passo para as empresassurpreenderem o clientePor Guilherme MartinsOmundo corporativo exige exatidão e não dámargem a erros quando se trata de eventoscorporativos. Com o objetivo de aumentar a influênciae melhorar a imagem da empresa, seja internamente,seja externamente, o evento pode ter o efeitocontrário, caso mal executado.O diretor da Agência Um, Ronaldo Ferreira, consideraessa experiência complexa, e enfatiza que “é comexperiência e muito trabalho que se constroi um eventode sucesso”. Para isso, o diretor preparou dicas para nortearas equipes e empresas e diminuir o risco de falhas:1. Adequação e planejamentoSaiba adequar boas ideias aos recursos disponíveispara o evento, com criatividade e parcerias paraotimizar os recursos. Saiba o desejo do cliente e não oiluda com propostas que não serão cumpridas. Saberouvir é o segredo. Tudo deve ser documentado comdetalhes, apontando os deveres e direitos de cadaparte envolvida.2. Fornecedores e materiaisSão eles que entregarão o sonho que construímosjunto com o cliente. Uma agência não sobrevivesem uma forte cadeia de fornecedores. Além disso, éimportante manter a coerência nas propostas de materialgráfico, brindes e cenografia, entre outros.3. Sedução e interatividadeUm evento é como um espetáculo e tem umacondição básica para existir: a presença do público.Nesta fase, é necessário entender os interesses destepúblico, para motivá-lo a aceitar um convite e prestigiaro evento, que pode contar com tecnologia e inovaçãopara surpreender clientes e convidados.4. Transporte e montagemGaranta a eficiência do evento com logística bemtrabalhada e empresas sérias para garantir o confortodos clientes e convidados. O evento em si deve sertransformado em uma experiência única e sem falhas.5. O eventoReúna a equipe antes do evento para dúvidasfinais, envolva as pessoas no objetivo do evento, verifiquedúvidas finais e renove o compromisso de todoscom o projeto.6. Pós-eventoO pós-evento é uma das etapas mais complexase importantes. Deve ser preservado o relacionamentocom os participantes, fornecendo conteúdo prometido,o relacionamento com o cliente, prestando contase preparando relatórios para dar feedback a todos osenvolvidos no processo.48REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013


#fica a dicaO Executivo e o ElefanteAutor: Richard L. DraftEditora: Novo ConceitoPreço sugerido: R$34,90O livro de autoria do professor de gestão da Universidade de Vanderbilt,Richard L. Daft, propõe ao leitor o conceito de que nossa mente é divididaem duas partes. Uma rápida e impulsiva com necessidades inquietasfortes demais para serem controladas, outra lenta e mais sábia, humilde edeterminada. A obra usa a analogia do executivo e o elefante, que de acordocom o autor representa essas duas faces da mente humana, e tem comoobjetivo o equilíbrio de ambas para se tornar um bom líder.Apesar do título, o livro não é direcionado apenas aos executivos, aolongo de seus 17 capítulos a obra mostra como todos podemos ser pessoasmais focadas e melhores profissionais, mãe, pais e amigos. É um livropretende ensinar os leitores a tomar a frente de um projeto, seja qual for, eprega o poder da liderança no alcance da excelência interior.Decisões EconômicasVocê já parou para pensar?Autor: Vera Rita de Mello FerreiraEditora: ÉvoraPreço sugerido: R$ 34,90Este livro foi escrito por uma psicanalista e psicóloga econômica, e nãopor uma especialista em finanças. Por isso, não espere encontrar aqui recomendaçõestécnicas sobre investimentos. O foco do livro é como a cabeçadas pessoas funciona quando tem que tomar decisões sobre seu dinheiro einvesti-lo, em especial no mercado financeiro. E nossa lente de aumento sedetém justamente no mau funcionamento da mente nesses momentos...Os pontos levantados são sérios, e podem representar perdas potenciaisem seus investimentos se não forem devidamente considerados. Mas amaneira de apresentar essas informações é direta, chegando a ser divertidaem alguns momentos. A gente aposta que uma leitura envolvente possa sermais eficaz para prender sua atenção e favorecer o aparecimento de insightssobre o que você anda fazendo de certo e de errado com seus investimentos.Porque aí que está - quando a gente erra, tem sempre a possibilidade deaprender com os erros; triste mesmo é ficar só repetindo e reincidindo...REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013 49


Sindicatos filiadosSescap - ACREPresidente: José Maurício Batista do PradoRua Marechal Deodoro 197 - Galeria – 1° Andar,Sala 02 – Centro – CEP: 69900-066 - Rio Branco/ACTel.: (68) 3244-1005 - sescapac@hotmail.comwww.sescap-ac.org.brCód. Sindical: 002.365.97974-7SESCAP - ALAGOASPresidente: Carlos Henrique do NascimentoRua Rivadávia Carnaúba, 880, Empresarial BeloHorizonte, Sala 107 – Pinheiro – Maceió/ALCEP: 57057-260 – Tel: (82) 3223-2503sescapal@sescapal.org.br / gerencia@sescapal.org.brwww.sescapal.org.brCód. Sindical: 002.365.89638-8SESCAP - AMAPÁPresidente: Vilma ServatEnd.: Rua Jovino Dinoá n° 1770Centro - Cep: 68.900-075 - Macapá/APTel.: (96) 3222-9604 - secretaria@sescapap.org.brwww.sescapap.com.brCód. Sindical: 002.365.00000-7SESCON - AMAZONASPresidente: Edivaldo Mendonça de SouzaEnd.: Rua Rio Purus, Nº 58, esquina com Rua CuiabáNossa Senhora das GraçasCEP: 69053-050Vieiralves/AM - Tel.: (92) 3087-4613sesconam@fenacon.org.brwww.sesconam.org.brCód. Sindical: 002.365.91072-0SESCAP - BAHIAPresidente: Patrícia Maria dos Santos JorgeEnd.: Av. Antonio Carlos Magalhães, 2.573,sala 1.205/6, Ed. Royal Trade, Candeal de BrotasCEP: 40289-900 - Salvador/BA - Tel.: (71) 3452-4082sescapba@sescapbahia.org.brwww.sescapbahia.org.brCód. Sindical: 002.365.90858-0SESCON - BAIXADA SANTISTAPresidente: Ariovaldo FelicianoEnd.: Av. Conselheiro Nébias, 592, BoqueirãoCEP: 11045-002 - Santos/SP - Tel.: (13) 3222-4839sesconbs@sesconbs.org.brwww.sesconbs.org.brCód. Sindical: 002.365.97194-0SESCON - BLUMENAUPresidente: Daniela Zimmermann SchmittEnd.: Rua 15 de Novembro, 759, Ed. Hering,Shopping H, 4° andar, Sl. 403 a 405CEP: 89010-902 - Blumenau/SCTel.: (47) 3326-0236sesconblumenau@sesconblumenau.org.brwww.sesconblumenau.org.brCód. Sindical: 002.365.89502-0SESCON - CAMPINASPresidente: Edison Ferreira RodriguesEnd.: Rua Prof. Dr. Euryclides de Jesus Zerbini, 1815,(entrada portão 1 e 4 da PUC) – Pq. Rural Faz. Sta. CândidaCEP: 13087-571 – Campinas/SPTel.: (19) 3239-1845 - sesconcampinas@uol.com.brwww.sesconcampinas.org.brCód. Sindical: 002.365.97193-2SESCAP - CAMPOS GERAISPresidente: Elisete Aparecida Schoemberger PrestesEnd.: Rua Comendador Miró, nº 860, 2º andar - CentroCEP: 84010-160 - Ponta Grossa/PRTel.: (42) 3028-1096 - contato@sescapcg.com.brCód. Sindical: 002.365.91178-6SESCAP - CEARÁPresidente: Carlos Augusto Carvalho MapurungaEnd.: Rua Eduardo Sabóia, 399 – PapicuCEP: 60175-145 - Fortaleza/CETel.: (85)3273-2255sescapce@sescapce.org.brwww.sescapce.org.brCód. Sindical: 002.365.88157-7SESCON - DISTRITO FEDERALPresidente: Francisco Cláudio Martins JuniorEnd.: SDS Ed. Eldorado, Bl D, Sobreloja 33 e 33 ACEP: 70392-901 - Brasília/DFTel.: (61) 3226-1269 - sescondf@sescondf.org.brwww.sescondf.org.brCód. Sindical: 002.365.04303-2SESCON - ESPÍRITO SANTOPresidente: Jacintho Soella FerrighettoEnd.: Rua Neves Armond, Nº 535 – Bento Ferreira,Ed. Dakar - CEP: 29050-705 – Vitoria/ESTel.:(27) 3434-4052 - sescon@sescon-es.org.brwww.sescon-es.org.brCód. Sindical: 002.365.04904-9SESCON - GRANDE FLORIANÓPOLISPresidente: Fernando BaldisseraEnd.: Rua Felipe Schmidt, 303, 9º andar, Ed. Dias Velho,Centro - CEP: 88010-903 Florianópolis/SCTel.: (48) 3222-1409 - sescon@sesconfloripa.org.brwww.sesconfloripa.org.brCód. Sindical: 002.365.88511-4SESCON - GOIÁSPresidente: Edson Cândido PintoEnd.: Rua 107, nº 23, Qd. F22, Lote 03 - Setor SulCEP: 74.085-060 - Goiânia/GO - Tel.: (62) 3091-5051sescongoias@sescongoias.org.br -www.sescongoias.org.brCód. Sindical: 000.365.05474-7SESCAP - LONDRINAPresidente: Marcelo Odeto EsquianteEnd.: Rua Piaui, Nº 72, 2ºandar - Ed Itamaraty - CentroCEP: 86010-420 - Londrina/PRTel.: (43) 3329-3473 - sescapldr@sescapldr.com.brwww.sescapldr.com.brCód. Sindical: 002.365.90169-1SESCAP - MARANHÃOPresidente: Gilberto Alves RibeiroEnd.: Av. dos Holandeses, QD. 09 n° 02 Salas 02/03Calhau - CEP: 65071-380 - São Luiz/MATel.: (98) 3236-1402 - sescapma@sescapma.org.brwww.sescapma.org.brCód. Sindical: 002.365.90023-7SESCON - MATO GROSSOPresidente: Anderson Sampaio de OliveiraAv. Miguel Sutil, 9170 - Santa RosaCEP: 78040-365 - Cuiaba/MT - Tel.: (65) 3634-8371sesconmt@terra.com.br - www.sescon-mt.org.brCód. Sindical: 002.365.86025-1SESCON - MATO GROSSO DO SULPresidente: Francisco Pereira GonçalvesEnd.: Avenida Mato Grosso, 2170, Jardim dos Estados,CEP: 79020-201 - Campo Grande - MSTel.: (67) 3029-6094 - sesconms@sesconms.org.brwww.sesconms.org.brCód. Sindical: 002.365.87924-6SESCON - MINAS GERAISPresidente: Luciano Alves de AlmeidaEndereço: End.: Av. Afonso Pena, 748, 24° andar, CentroCEP: 30130-003 Belo Horizonte/MG - Tel: (31) 3207-1700sescon@sescon-mg.com.br - www.sescon-mg.com.brCód. Sindical: 002.365.04937-5SESCON - PARÁPresidente: Marcelo Afonso de Souza MatosEnd.: Av. presidente Vargas, 640, 5º andar, sala 501,Ed. Selecto, Campina - CEP: 66017-000 – Belém/PATel.: (91) 3212-2558 - secretaria@sescon-pa.org.brwww.sescon-pa.org.brCód. Sindical: 002.365.90145-4SESCON - PARAÍBAPresidente: João Pereira Alves JuniorAvenida Dom Pedro II, nº1130, 2º andar,Edifício Jabre - Centro - CEP: 58013-420João Pessoa/PB - Tel.: (83) 3031-0985sindicatosesconpb@yahoo.com.brwww.fenacon.org.br/sescon-pbCód. Sindical: 002.365.90755-0SESCAP - PARANÁPresidente: Mauro César KalinkeEnd.: Rua Marechal Deodoro, 500, 11° andar,Edifício Império, Centro - CEP: 80010-911 - Curitiba/PRTel.: (41) 3222-8183 - sescap-pr@sescap-pr.org.brwww.sescap-pr.org.brCód. Sindical: 002.365.88248-4SESCAP - PERNAMBUCOPresidente: Alba Rosa Nunes AnaniasEnd.: Rua José Aderval Chaves, 78, 4° andar,salas 407/8, Boa Viagem - CEP: 51111-030 - Recife/PETel.: (81) 3327-6324 - sescappe@sescappe.org.brwww.sescappe.org.brCód. Sindical: 002.365.88145-3SESCON - PIAUÍPresidente: Raimundo Nonato filhoEnd.: Av. José dos Santos e Silva, 2.090 - sala 102Centro/Sul, Teresina/PI - CEP: 64001-300 – Tel.: (86) 3221-9557sescon.pi@hotmail.com - www.sesconpiaui.orgCód. Sindical: 002.365.90801-7SESCON - RIO DE JANEIROPresidente: Márcia Tavares Sobral de SousaEnd.: Av. Passos, 120, 7° andar, Centro – CEP: 20051-040Rio de Janeiro/RJ - Tel.: (21) 2216-5353sesconrj@sescon-rj.org.br - www.sescon-rj.org.brCód. Sindical: 002.365.86767-1SESCON - RIO GRANDE DO NORTEPresidente: João Antonio De Oliveira MatiasEnd.: Rua Romualdo Galvão, 986 - Lagoa SecaCEP: 59056-100 - Natal/RN - Tel.: (84) 3201-0708sescon@sescon-rn.com.br - www.sescon-rn.com.brCód. Sindical: 002.365.91069-0SESCON - RIO GRANDE DO SULPresidente: Jaime Gründler SobrinhoEnd.: Rua Augusto Severo, 168, São JoãoCEP: 90240-480 – Porto Alegre/RS - Tel.: (51) 3343-2090sescon-rs@sescon-rs.com.br - www.sescon-rs.com.brSESCAP - RONDÔNIAPresidente: José Claudio Ferreira GomesEnd.: Av. Carlos Gomes, 1223 - sala 217, 2° andar – Porto ShoppingPorto Velho/RO - CEP: 76801-123 – Tel.: (69) 3223-7577sescaprondonia@amazonspeed.com – www.sescap-ro.com.brCód. Sindical: 002.365.91126-3SESCON - RORAIMAPresidente: José Soares BelidoEnd.: Rua Jair Alves dos Reis, 118 - Jardim FlorestaCEP: 69312-148 – Boa Vista/RR - Tel.: (95) 3624-4588sesconrr@hotmail.com - www.sesconrr.org.brCód. Sindical: 002.365.04959-6SESCON - SANTA CATARINAPresidente: Elias Nicoletti BarthEnd.: Avenida Dr. Albano Schulz, nº 815 –Edifício Aeon Business Le Village, 1º andar – CentroCEP: 89201-220 – Joinville/SC - Tel.: (47) 3433-9849sesconsc@sesconsc.org.br - www.sesconsc.org.brCód. Sindical: 002.365.02808-4SESCON - SÃO PAULOPresidente: Sérgio Approbato Machado JúniorEnd.: Av. Tirandentes, 960, Luz – CEP: 01102-000 - São Paulo/SPTel.: (11) 3304-4400 – sesconsp@sescon.org.br - www.sescon.org.brCód. Sindical: 002.365.86257-2SESCAP - SERGIPEPresidente: Jádson Gonçalves RicarteEnd.: Rua Jacintho Uchôa de Mendonça nº 126 – GragerúCEP: 49026-160 - Aracaju/SE - Tel.: (79) 3221-5058sescapse@infonet.com.br - www.sescap-se.org.brCód. Sindical: 002.365.04999-5SESCON - SERRA GAÚCHAPresidente: Tiago De Boni Dal CornoEnd.: Rua Ítalo Victor Bersani, 1.134, Jardim AméricaCEP: 95050-520 - Caxias do Sul/RS - Tel.: (54) 3228-2425administrativo@sesconserragaucha.com.brwww.sesconserragaucha.com.brCód. Sindical: 002.365.87490-2SESCON - Sudoeste GoianoPresidente: Sidenil José dos SantosEnd.: Rua Almiro de Moraes, 07 - 2 Andar - Apto. 01-Centro - Rio Verde/GO CEP:75901-150 – Tel.: (64) 3621-1730SESCON - SUL FLUMINENSEPresidente: William de Paiva MottaEnd.: Av. Joaquim Leite, 604 apt º 211/212/213 - Ed. GenésioMiranda Lins (ao lado galeria da Lj Lealtex) – CentroCEP 27345-390 – Barra Mansa/RJ – Tel: (24) 3322-5627sesconsulfluminense2@hotmail.com – www.sesconsul.com.brCód. Sindical: 002.365.05022-5SESCAP - TOCANTINSPresidente: Ademar Andrade de OliveiraEnd.: 210 sul Av LO 05 LT 11 CASA 01 - Plano Diretor SulPalmas/TO - CEP: 77020-580 - Tel: (63)3215-2027sescapto@uol.com.brCód. Sindical: 002.365.91124-7SESCON - TUPÃPresidente: José do Carmo BastosEnd.: Rua Carijós, 481, Centro - CEP: 17601-010Tupã/SP - Tel.: (14) 3496-6820sescontupan@unisite.com.br - www.sescontupa.org.brCód. Sindical: 002.365.90844-050REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013


Auditor Prosoft:audite seus arquivosfiscais com maisfacilidade.Garanta a integridade das informaçõesgeradas para a entrega do SPED à SRF.É fácil, aproveite!CONHEÇA NOSSO NOVOPACOTE DE CRÉDITOS:R$200 Análise,00R$300Análise,00paraaté 15 CNPJsparaaté 30 CNPJsAlguns benefícios doAuditor Prosoft.Possibilita ao contador realizar serviçosainda mais consultivos, indicando ascorreções nos processos e nos sistemasde gestão das empresas;Realiza mais de 9.500 regras, sendo mais de1.000 regras exclusivas da Prosoft, e ocruzamento de informações fiscais;Único no mercado que possui relatórios egráficos sobre riscos fiscais e por tributo;SPED Fiscal e Contribuições.*Em breve Sintegra e SPED Contábil;Praticidade e velocidade dasinformações auditadas;Armazenamento dos arquivos por5 anos fiscais.(11) 3138.69000800 885 1037São Paulo - Capital /Região MetropolitanaDemais Localidades52REVISTA FENACON MARÇO-ABRIL de 2013

More magazines by this user
Similar magazines