Pedidos firmes sustentam os negócios - Transporte Moderno

revistatransportemoderno.com.br

Pedidos firmes sustentam os negócios - Transporte Moderno

INDÚSTRIA AERONÁUTICA E COMPONENTESEmbraer - Empresa Brasileirade AeronáuticaPedidos firmessustentam os negóciosEmpresa atinge marca recorde de US$ 21,6 bilhões em pedidosem carteira e aposta no crescimento sustentável do mercadode jatos comerciais e executivos a longo prazoA Embraer tem sustentado suas projeçõesde negócios e deve entregar entre195 e 200 jatos em 2008, cumprindo a programaçãopara o exercício e atingindo amarca recorde, no final de setembro, deUS$ 21,6 bilhões em pedidos firmes emcarteira, incluindo as vendas da aviaçãoexecutiva.Em relação ao trimestre anterior houveum aumento de US$ 900 milhões nas projeçõesde faturamento, mas a empresa járefez suas estimativas para o ano que vem,quando espera entregar um total de 270jatos. Anteriormente, sua previsão para2009 era de entrega de pelo menos 315jatos para a aviação comercial, executiva(incluindo 120 jatos Phenom), defesa e governo(companhias aéreas estatais e transportede autoridades).A crise financeira global teve efeitosimediatos nos seus resultados no terceirotrimestre, por causa de perdas causadaspela alta volatilidade da taxa de câmbio, emudou algumas perspectivas de negóciosda Embraer.Mas a empresa continua absolutamentebem posicionadapara atender à demanda por jatoscomerciais e executivos emmercados emergentes, que ajudarãoa puxar as vendas globaisnas próximas duas décadas.Ao mesmo tempo em que sepercebe uma queda na taxa deAS MELHORESEMPRESAexpansão dos negócios nos Estados Unidos enos países da Europa, verifica-se um fortalecimentodas vendas em outras regiões, inclusiveno Brasil. A Embraer conta com 865 pedidosfirmes em carteira só de jatos da família170/190 e mais 813 opções de compra.Diante do excelente desempenho operacionale comercial, a Embraer, maior fabricantede jatos para até 120 passageiros, atingiu,mais uma vez, a primeira posição entreas melhores empresas da indústria aeronáuticabrasileira na seleção das Maiores e Melhoresda revista Transporte Moderno.Relatório sobre as perspectivas de longoprazo para a aviação, divulgado recentementepela Embraer para analistas e investidores,mostra que as projeções de vendasno mercado mundial para jatos comerciaise aviação executiva devem evoluir demaneira consistente nos próximos 20 anos,com expectativa de crescimento anual de5% na demanda global por aeronaves.Apesar das limitações econômicas imediatasque podem surgir na esteira da crise, asROLPLempresas de aviação civil serão impulsionadasa renovar sua frota por conta do aumentodo controle ambiental, por exemplo.Cerca de 700 aviões da frota em circulaçãoatualmente no segmento de 30 a 120assentos têm mais de 20 anos e estão próximosde substituição. A Embraer fornecejatos com grande eficiência ambiental eredução de até 50% no volume das emissõesde gás carbônico e vê boas possibilidadesde conquistar novos clientes.No segmento dos aviões com 61 a 120lugares, a empresa não percebe grandesturbulências, já que eles são indispensáveispara o processo de racionalização daaviação civil, ao garantir o equilíbrio entrea oferta de assentos e a demanda de passageirosem rotas sobrecarregadas.A Embraer prevê que as entregas no segmentode 61 a 90 lugares totalizarão 1.150aeronaves no período entre 2009 e 2018 e1.300 aeronaves entre 2019 e 2028. A demandapor aeronaves de 91 a 120 lugarestambém continuará em alta, com 1.725LLLCEGRRRPLPCCR TOTAL1 EMBRAER - EMP. . BRAS. DE AERONÁUTICA S.A. 10 10 10 7 8 8 7 8 7 752 Helicópteros do Brasil S.A. - Helibras 9 7 8 8 5 7 10 9 10 733 ELEB - Embraer Liebherr Equipa. do Brasil S.A. 8 8 9 9 7 9 8 7 8 734 Aeroeletrôniuca - Ind. De Compon. Aviônicos S.A. 6 5 6 10 10 6 6 10 9 685 Avibrás Divisão Áerea e Naval S.A. 5 6 7 6 6 10 9 6 5 606 Avibras Indústria Aeroespacial S.A. 7 9 5 5 9 5 5 5 6 5688 - AS MAIORES E MELHORES DO TRANSPORTE E LOGÍSTICA DE 2008


Frederico Fleury Curado,diretor presidente da EmbraerAS MAIORES E MELHORES DO TRANSPORTE E LOGÍSTICA DE 2008 - 89


entregas entre 2009 eDESEMPENHO D2018 e 1.925 entregasINDICADORentre 2019 e 2028.Outros segmentos,porém, sofrerão maiscom a retração econômica,principalmente acurto prazo. É o caso dosjatos com 30 a 60 assentos, que devem serpressionados pelo preço do combustível eespecialmente pelos efeitos da crise nomercado dos Estados Unidos. As vendasglobais nesta faixa vão ficar em 75 aeronavesentre 2009 e 2018, mas terão algumarecuperação entre 2019 e 2028 quandosão previstas 575 entregas.Segundo a empresa, os aviões de 50 assentosatingiram seu ciclo de maturidadeem mercado tradicionais, como os EstadosUnidos e a Europa, mas ainda têm algumfôlego para avançar na aviação regional naRússia e Comunidade dos Estados Independentes(CEI), no México, na África e naAmérica do Sul.Até 2028, a demanda global por jatoscomerciais de 30 a 120 assentos será de6.750 unidades e gerará negócios com avenda de aeronaves novas em torno de US$220 bilhões, de acordo com a Embraer.O mercado que mais deve contribuir paraa sustentação e expansão da demanda porjatos comerciais nos próximos tempos é ochinês. A taxa média de crescimento anualprojetada na China é de 7,5%. América Latina,Rússia e CEI crescerão cerca de 6% aoano; Ásia-Pacífico e África, 5%; e Europa eDESEMPENHO DA INDÚSTRIA AERONÁUTICAINDICADOR 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006Rent. Patr. Liq. 10,75 27,30 13,39 -0,39 8,57 1,84 2,32 11,14End. Geral 61,12 78,72 80,08 52,59 94,20 104,04 58,66 57,47Liq. Corrente 1,10 1,24 1,43 1,48 1,39 1,26 1,08 1,22Cresc. Vendas 28,23 117,99 106,16 -25,50 3,68 -3,00 7,97 28,23América do Norte, 4% nos próximos 20 anos.Na aviação executiva, depois de sucessivosrecordes de vendas desde 2006, tambémé esperada uma queda dos negócios acurto prazo, principalmente no próximo ano,e uma recuperação nos anos subsequentes,até 2012. A partir daí, a Embraer projetaum crescimento sustentável do mercadoem níveis mais conservadores do que osverificados em tempos recentes.A demanda mundial por jatos executivosestimada pela empresa entre 2009 e 2018é de 11.880 aeronaves, que vão gerar negóciosde US$ 204 bilhõesA Embraer oferece hoje seis modelos dejatos em projeto ou em fase de certificação,incluindo as famílias Phenom (100 e 300) eLegacy (450, 500, 600 e Linage 1000) e atingetodos os segmentos de mercado compreços que partem de US$ 3 milhões e vãoaté US$ 47 milhões.Os números mais expressivos dos negóciosde aviação executiva da Embraer vemjustamente da nova linha de jatos Phenom,produtos de entrada da empresa lançadosem 2005.Entre pedidos firmes e intenções de comprajá são mais de 800 encomendas noEmbraer - Empresa Brasileirade Aeronáuticamundo, que vão ser entreguenos próximos2006 2007quatro anos. Dessas800 encomendas, entre60 e 70, o equivalentea 8%, vem do Brasil,o que mostra o grandevigor do mercado nacional.Esse percentual é maior do que a participaçãobrasileira na frota mundial de jatosexecutivos, que gira em torno de 2%.Já o Legacy 600, com preço inicial deUS$ 27,4 milhões, rendeu, em todo o mundo,36 entregas em 2007 e 16 entregas noprimeiro semestre de 2008.Os segmentos ocupados pelos jatos dafamília Phenom são aqueles de maior participaçãono total das vendas (22% e 21%,respectivamente) e os que deverão garantira maior parte das entregas, 5.080 nototal, no período entre 2009 e 2018.A aviação comercial garante a principalfatia do faturamento da Embraer (63,8%).Na sequência aparece a aviação executiva,com 16%; a defesa, com 6,6% e os serviçosaeronáuticos (10,7%). A empresa teve umareceita operacional líquida ajustada de R$9,04 bilhões no ano passado e faturou R$7,64 bilhões até 30 de setembro de 2008.Seu lucro líquido foi de R$ 593 milhões em2007. Neste ano, o resultado parcial é positivoem R$ 191 milhõesAtualmente, a Embraer conta com 23.745mil funcionários e possui operações no Brasil,Estados Unidos, Portugal, França,Cingapura e China.AS MELHORES EM RENTABILIDADE SOBRE PATRIMÔNITRIMÔNIO LÍQUIDOEMPRESAS UF (%)1 HELICÓPTEROS DO BRASIL S.A. - HELIBRASMG 22,672 Avibrás Divisão Áerea e Naval S.A. SP 17,763 ELEB - Embraer Liebherr Equip. do Brasil S.A. SP 15,524 Embraer - Emp. Brasileira de Aeronáutica S.A. SP 11,105 Aeroeletrôniuca - Ind. De Compon. Aviônicos S.A. RS 3,606 Avibras Indústria Aeroespacial S.A. SP -3,80AS MELHORES EM RENTABILIDADE SOBRE RECEITA LÍQUIDAEMPRESAS UF (%)1 AVIBRÁS DIVISÃO ÁEREA E NAVAL S.A.SP 91,372 ELEB - Embraer Liebherr EquiP. do Brasil S.A. SP 7,533 Embraer - Emp. Brasileira de Aeronáutica S.A. SP 6,564 Helicópteros do Brasil S.A. - Helibras MG 4,405 Aeroeletrôniuca - Ind. De Compon. Aviônicos S.A. RS 2,146 Avibras Indústria Aeroespacial S.A. SP -92,58AS QUE TÊM MAIOR LIQUIDEZEMPRESAS UF (%)1 AEROELETRÔNIUCA - IND. DE COMPON. AVIÔNICOS S.A.RS 1,802 ELEB - Embraer Liebherr Equip. do Brasil S.A. SP 1,583 Helicópteros do Brasil S.A. - Helibras MG 1,274 Embraer - Emp. Bras. de Aeronáutica S.A. SP 1,255 Avibrás Divisão Áerea e Naval S.A. SP 1,156 Avibras Indústria Aeroespacial S.A. SP 0,28AS MELHORES EM PATRIMÔNIO LÍQUIDOEMPRESAS UF (%)1 EMBRAER - EMP. . BRAS. DE AERONÁUTICA S.A. SP 5.341.0252 Avibras Indústria Aeroespacial S.A. SP 1.213.4773 ELEB - Embraer Liebherr Equip. do Brasil S.A. SP 86.8724 Helicópteros do Brasil S.A. - Helibras MG 35.2625 Avibrás Divisão Áerea e Naval S.A. SP 20.5056 Aeroeletrôniuca - Ind. De Compon. Aviônicos S.A. RS 10.53590 - AS MAIORES E MELHORES DO TRANSPORTE E LOGÍSTICA DE 2008

More magazines by this user
Similar magazines