Views
9 months ago

Revista Penha | agosto 2016

O que acontece, quem são as pessoas que marcam a Freguesia e ainda algumas curiosidades sobre a Penha de França. Uma revista editada pela Junta de Freguesia da Penha de França.

destaque Parabéns

destaque Parabéns Fernando Santos, um orgulho para a Penha de França A 10 outubro de 1954 nasce na Maternidade Alfredo da Costa um dos filhos ilustres da Penha de França e que deu a Portugal uma das suas maiores alegrias dos últimos tempos. Fernando Santos – quem mais poderia ser? – viveu na Freguesia até aos 35 anos. O seu pai era “vendedor de acessórios para automóveis e chegou a ter uma indústria com outros sócios” contou em 2014 ao semanário Sol. A mãe era doméstica. Do que tem dito publicamente, a sua ligação ao futebol vem do berço. Ao mesmo jornal lembrou que “tinha 40 dias” quando ‘assistiu’ ao primeiro jogo. “Os meus pais levaram-me na alcofa à inauguração do Estádio da Luz, no dia 1 de dezembro de 1954”. “Íamos ver futebol todos os fins-de-semana. O meu pai e a minha mãe sempre tiveram lugar cativo, eram completamente apaixonados pelo Benfica”. Até casar viveu na Rua Conde Monsaraz e frequentou o ensino primário na Escola 68, já desaparecida, localizada mesmo ao lado do Sporting Clube da Penha, na Rua da Penha de França. Noutra entrevista, ao Expresso, recordou os seus passatempos de criança. “Nesse tempo, o que se fazia era jogar à bola na rua. Tudo servia para fazer de bola: as meias da mãe, um jornal embrulhado, a bolinha dos matraquilhos...”. Ele e os amigos jogavam em dois ‘campos’ de eleição – a Praça António Sardinha, onde havia Rua Conde Monsaraz partidas da “rua tal contra a rua tal” e um “campo por trás do quartel de Sapadores”, num descampado. João Dinis, amigo da mãe do Selecionador Nacional, recorda-se bem desses jogos, apesar de ser uns anos mais novo do que Santos. Finda a primária, o atual Campeão da Europa desceu até à Avenida General Roçadas, passando a frequentar a Nuno Gonçalves. Nesse tempo “só lá estudavam os rapazes”, as raparigas tinham como destino a Luísa de Gusmão, escreveu o próprio Fernando Santos no livro ‘Uma aventura na Penha’, de Raul Lourenço, editado pela Junta de Freguesia em 2003. 04 AF JFPF REVISTA 08 AGOSTO.indd 4 01/08/16 18:36

Praça António Sardinha Outro ponto importante do seu percurso foi o Sporting Clube da Penha, onde “tantas tardes e noites” passou, escreveu ainda. Ali começou como jogador de futebol de 5. Mais tarde, já na casa dos 20 e atleta profissional, foi treinador desta modalidade de futebol nesta coletividade e, durante um ano, presidente do clube. Fernando seguiu os passos do seu pai, Francisco, que durante muitos anos foi presidente e dirigente do SCP. Também tal como o pai escolheu jogar como guarda-redes. Com o progredir dos estudos vai para a Escola Industrial Afonso Domingues, em Marvila, e passa do futebol de 5 para o de 11, sendo escolhido para a seleção da escola, onde também jogava Augusto Inácio – outro homem desta Freguesia. Entretanto mudou de posição e começou a aproximar-se da baliza, mas do adversário. O futebol ia-se entranhando cada vez mais na sua vida e, convencido por um amigo, acabou por ir treinar para o Operário da Graça, mais uma vez a acompanhar as passadas do pai, décadas antes. No intervalo dos estudos, Fernando Santos conta no livro de Raul Lourenço que passou muitas matinés e soirées no Cine-Oriente (já demolido, na Avenida General Roçadas), recordando também “os bailes do Oriental”, além, claro está, do tempo passado no Sporting Clube da Penha. Em termos futebolísticos, do Operário passou para o Graça. Na escola, também transitou da Afonso Domingues: fez a admissão ao ISEL – Instituo Superior de Engenharia de Lisboa, e entrou. Mas o futebol continuava a chamá-lo e uns amigos convenceram-no a ir a um “torneio de captação no Estádio da Luz”. Tinha 17 anos e ficou, depois de um pacto com o pai em que se comprometeu a continuar os estudos. “Só que o Benfica, nesta altura, tinha uns 40 jogadores e os mais novos eram sempre emprestados” disse ao Sol. Como o SLB queria que Fernando Santos fosse para fora de Lisboa e ele não estava com vontade nenhuma de dar corpo à ideia, acabou para ir para o Estoril pela mão do treinador Jimmy Hagan. Cumprindo a promessa feita ao pai, formou-se em Engenharia Eletrotécnica. Mais tarde casou e mudou-se da Conde de Monsaraz para a Praça Aniceto do Rosário. Teve primeiro uma filha e depois um filho. Acaba a treinar o Estoril e a trabalhar no Hotel Palácio, naquela localidade. Com a vida Sporting Clube da Penha orientada para a Linha, aos 35 anos decide sair da Penha de França rumo a Cascais, onde ainda tem a sua casa. Não perdeu o contacto com a Freguesia, muito por causa dos pais, evidentemente, que com a sua saída se mudaram para a casa da Aniceto do Rosário. Na década de 2000 foi padrinho das escolinhas de futsal da Freguesia. Por vezes ainda aparece no SCPenha. Não esqueceu os amigos da Penha, com quem tem contactos regulares. Humilde, determinado nas suas ações, os seus próximos asseguram que o sucesso não lhe subiu à cabeça. Outro fator importante: “Sempre se percebeu que era bastante inteligente” comenta o Tesoureiro da Junta de Freguesia, Manuel Oliveira Duarte, recordando que foi ao casamento de Fernando Santos, no seu dia de anos. Francisco Santos, por seu lado, foi o seu padrinho de casamento. A união deste homem com a Penha de França, campeão europeu e que treinou o Benfica, Porto e Sporting, é um orgulho para a Freguesia. Muitos parabéns Fernando Santos. Obrigado pela alegria e orgulho que deu aos 11 milhões de portugueses. 05 AF JFPF REVISTA 08 AGOSTO.indd 5 01/08/16 18:36

Revista Penha | abril 2017
jfpenhafranca
São Mamede em Revista nº 11 - Junta de Freguesia de São Mamede
f.saomamede.pt
A Segurança em Lisboa e na freguesia de São Mamede - Junta de ...
f.saomamede.pt
Revista Rossio: Estudos sobre Lisboa (Nº 0) - Câmara Municipal de ...
cm.lisboa.pt
Revista Penha | maio 2016
jfpenhafranca
Revista Penha | outubro 2016
jfpenhafranca
Revista Penha | junho 2016
jfpenhafranca
Revista Penha | setembro 2016
jfpenhafranca
Revista Penha | fevereiro 2017
jfpenhafranca
Revista Penha | julho 2016
jfpenhafranca
Revista Penha | dezembro 2016
jfpenhafranca
Revista Penha | novembro 2016
jfpenhafranca
Revista Penha | janeiro 2017
jfpenhafranca
Revista Penha | março 2017
jfpenhafranca
Descarregue a revista aqui - Junta de Freguesia de São Bartolomeu ...
jf.messines.pt