CocredInfo 03

SicoobCocred

CocredInfo Edição 03 - Agosto 2008

Edição 03 - Agosto/2008

CocredInfo - Agosto de 2008


EDITORIAL

Internet Banking e Caixas Eletrônicos: benefícios que

a Cocred oferece aos seus cooperados

Mais uma edição - a terceira - do

CocredInfo está chegando em

sua casa e através dela desejamos

excelentes oportunidades e negócios

para o segundo semestre de 2008. A

Cocred está sempre em busca de novidades

para apresentar aos seus cooperados

e nessa edição trazemos um tema muito

discutido atualmente: o uso do internet

banking e caixas eletrônicos.

Esse é o foco da nossa reportagem de

capa que apresenta os serviços que podemos

utilizar através da internet, como:

consulta de saldos e extratos, movimentação

de contas correntes, efetuar pagamentos,

aplicar e resgatar valores em fundos

de investimento, consultar índices financeiros,

além de utilizar muitos outros

serviços em uma linguagem simples e de

fácil acesso.

A entrevista desse mês é com o gerente

de canais de atendimento do Bancoob

(Banco Cooperativo do Brasil S/A), Luiz

Cândido Severino Júnior - que também

está falando sobre o uso do internet

banking. Durante a entrevista ao

CocredInfo, Luiz Cândido aponta o crescimento

do uso desse serviço no Brasil e

apresenta os novos caminhos que devem

ser seguidos pelos usuários do internet

banking.

O sucesso do projeto “Cocred em Ação”

que em 2007 arrecadou mais de R$ 215

mil está se repetindo em 2008. Pitangueiras

foi a primeira cidade a receber o Cocred

em Ação neste ano e arrecadou R$ 70 mil

para sete entidades assistenciais da cidade.

No dia 15 de junho foi a vez de Batatais

receber o evento que foi realizado no Clube

de Campo ABR Operária. 2.500 pessoas

participaram do evento que arrecadou

R$ 47 mil. Confira as fotos e o texto completo

do evento na página 04.

E com o objetivo de informar seus colaboradores,

a Cocred realizou nos dias 12

e 13 de junho, palestra sobre prevenção

contra crime de lavagem de dinheiro e/ou

ocultação de bens, direitos e valores – Lei

nº 9613 de 03/03/1998 - que foi proferida

pelo sócio fundador da G5 e instrutor de

treinamento da Febraban, Jair Camillo. Ao

transitar por uma instituição financeira, o

dinheiro de origem criminosa pode se

transformar rapidamente em recurso aparentemente

legal. O papel das instituições

financeiras é fundamental no processo de

prevenção e combate ao crime de lavagem

de dinheiro e/ou Ocultação de Bens, Direitos

e Valores.

Essas são algumas das principais informações

que a terceira edição do CocredInfo

está trazendo até você. Leia o nosso informativo

e fique por dentro dos principais

acontecimentos da sua cooperativa.

Boa Leitura!

Conselho Editorial

EXPEDIENTE

CONSELHO EDITORIAL:

Antonio Eduardo Tonielo

Manoel Carlos de Azevedo Ortolan

Clóvis Aparecido Vanzella

Márcio Fernando Meloni

Manoel Sérgio Sicchieri

JORNALISTA RESPONSÁVEL:

Carla Rossini - MTb 39.788

DIAGRAMAÇÃO:

Marketing-Cocred

FOTOS:

Felipe Palomine Bonato

DEPARTAMENTO DE MARKETING E

COMUNICAÇÃO:

Fabiano Gatarossa

Felipe Palomine Bonato

TIRAGEM: 7.300 exemplares

ENDEREÇO DA REDAÇÃO:

Rua Augusto Zanini, 1591

Sertãozinho - SP - CEP: 14170-550

Fone: (016) 3946 3350

O CocredInfo é uma publicação

da Cocred distribuído gratuitamente

aos seus cooperados. As

matérias assinadas são de responsabilidade

dos autores.

A reprodução deste informativo

é autorizado, desde que

citada a fonte.

CocredInfo - Agosto de 2008


ENTREVISTA

Comodidade, segurança e rapidez

Essas são as principais vantagens

que o gerente de canais de atendimento

do Bancoob (Banco Cooperativo

do Brasil S/A), Luiz Cândido

Severino Júnior aponta para o uso do

internet banking. Em entrevista ao

CocredInfo, Luiz Cândido fala sobre o crescimento

da internet no Brasil e os novos

caminhos que devem ser seguidos pelos usuários

do internet banking. Confira a íntegra

da entrevista a seguir:

CocredInfo: Faça uma introdução sobre

o sistema de internet banking no

Brasil.

Luiz Cândido: A internet é um meio de

comunicação que mudou o modo de vida das

pessoas e o contexto socioeconômico em

que vivemos hoje. Em apenas cinco anos,

ela conseguiu atingir 50 milhões de usuários,

enquanto a TV aberta levou 16 anos para

atingir este mesmo público e o rádio levou

38 anos. Cientes da oportunidade de explorar

este canal de comunicação, os bancos

brasileiros começaram, em meados dos

anos 90, a oferecer serviços financeiros por

meio da rede. Em 2007, a Federação Brasileira

dos Bancos (Febraban) contabilizou

29,8 milhões de clientes com internet

banking, crescimento de 259% em relação a

2000. Esse número representa, ainda, dois

terços dos internautas brasileiros. A perspectiva

do setor é de um grande salto de

eficiência e qualidade de serviços. Atualmente,

a grande oferta de transações disponíveis

na web tornou-se diferencial competitivo

entre as instituições financeiras.

CocredInfo: Quais são as vantagens

que os usuários de internet banking conseguem

obter?

Foto - Tarcísio Ferreira

Luiz Cândido Severino Júnior: Gerente de

Canais de Atendimento do Bancoob

Luiz Cândido: As principais vantagens

do uso da internet são comodidade, segurança

e rapidez. O cliente pode fazer transações

bancárias comuns sem a necessidade

de deslocamento até uma agência. Isso

sem contar no tempo de espera para conseguir

o atendimento, mesmo que as cooperativas

façam um atendimento diferenciado

como é o caso da Cocred. Além dos benefícios

trazidos aos usuários, as cooperativas

também saem ganhando nesse processo,

uma vez que reduzem os custos com

infra-estrutura de agências e consequentemente

aumenta as sobras para o cooperado.

CocredInfo: O que o cooperado pode

fazer por meio de caixas eletrônicos e

do internet banking?

Luiz Cândido: Nesses dois canais de

atendimento, o cooperado pode retirar extratos

de contas, aplicações e empréstimos;

efetuar o pagamento de boletos de cobrança

e de convênios de concessionárias, como

água, luz, gás, telefone; realizar transferências

entre agências e entre bancos (via DOC

e TED); fazer aplicações e resgates em poupança

e outros investimentos etc. Os caixas

eletrônicos são equipados com componentes

eletrônicos que permitem ainda saques,

depósitos e impressão de cheques.

Para os associados do Sicoob, todas essas

transações estão disponíveis, exceto depósitos

e impressão de cheques que estão em

análise e desenvolvimento.

CocredInfo: Ao usar esses serviços,

quais são os riscos para os usuários? É

seguro?

CocredInfo - Agosto de 2008


ENTREVISTA

Luiz Cândido: Alguns cooperados evitam

os caixas eletrônicos e o internet

banking por acreditar que são canais vulneráveis

a fraudes. Na verdade, as práticas do

sistema bancário convencional, como fraudes

de cartão de crédito, assinaturas falsas

e roubo de identidade, são crimes mais comuns

do que as fraudes eletrônicas. As medidas

empregadas pelos bancos nunca serão

100% seguras, mas garantem que o número

de vítimas de

fraudes seja muito pequeno.

As maiores

ameaças são os e-mails

e sites falsos que tentam

persuadir os usuários

a informar dados

sigilosos, principalmente

as senhas. Por isso, é necessário ficar

atento.

CocredInfo: Estão sendo desenvolvidas

novas tecnologias e produtos para

essa área?

Luiz Cândido: Para os caixas eletrônicos,

os bancos e fabricantes estão desenvolvendo

terminais com biometria e com

reciclagem de numerários. A biometria, que

se baseia em analisar características físicas

das pessoas como forma de identificá-las

unicamente, será mais um componente de

segurança que combaterá a ação de criminosos.

O terminal com reciclagem de numerários

permitirá que o dinheiro depositado

seja aproveitado no saque reduzindo o custo

operacional. Também é esperada uma

massificação dos cartões com chips e estudos

de novos leitores de cartões sem contato

(contactless cards). Para o internet

banking, as novidades estão relacionadas ao

combate a fraudes. Os bancos estão investindo

em dispositivos, como tokens, certificados

digitais, cartões com senha, além de

soluções de cadastro de computadores e

anti-trojans.

“A perspectiva do

setor é de um grande

salto de eficiência e

qualidade de serviços”

a operação que preferir no momento e local

desejado. Por outro lado, esta flexibilidade

requer cuidados especiais com os cartões e

as senhas que geralmente são as portas de

entrada para os serviços. Para o internet

banking, os novos usuários devem possuir

um conhecimento básico de informática e de

segurança na internet e ter uma preocupação

especial com as senhas que dão acesso

às contas bancárias. Uma boa dica é a leitura

da Cartilha de Segurança para Internet

(http://cartilha.cert.br)

fornecida pelo Cert.br,

órgão vinculado ao Comitê

Gestor da Internet

no Brasil (CGI.br). Para

os caixas eletrônicos, os

novos usuários devem

evitar a ajuda de estranhos

e informar um funcionário identificado

caso note algum mecanismo suspeito no

equipamento.

Considerações finais: No segundo semestre

deste ano, os associados do Sicoob

terão novidades nos canais de atendimento.

A primeira novidade será o cadastro de

computadores no Sicoobnet Pessoal

(internet banking) para realização de transações

financeiras. Também estarão disponíveis,

nos caixas eletrônicos, as funcionalidades

de depósito em conta-corrente e poupança

cooperada.

CocredInfo: Para novos usuários,

quais são as principais diferenças em relação

ao atendimento comum?

Luiz Cândido: A principal diferença é a

interação do usuário com o sistema da cooperativa,

que lhe permite realizar facilmente

www.cocred.com.br

Acesse e confira as vantagens do internet

banking que a Cocred lhe oferece.

CocredInfo - Agosto de 2008


REPORTAGEM DE CAPA

As Vantagens no uso do Internet Banking

Facilidade, praticidade e agilidade em tarefas que antes eram desgastantes e cansativas

Odia-a-dia dos cidadãos está passando

por transformações com o

uso cada vez mais rotineiro da

internet. Um exemplo é o serviço do Internet

Banking, que surgiu como uma alternativa eficiente

de efetuar operações bancárias com mais

facilidade e agilidade.

Através do uso do internet banking é possível

consultar saldos e extratos, movimentar contas

correntes, efetuar pagamentos, aplicar e

resgatar valores em fundos de investimento,

consultar índices financeiros, além de utilizar

muitos outros serviços em uma linguagem simples

e de fácil acesso. Em caso de dúvidas,

procure seu gerente mais próximo.

Especialistas garantem que a segurança é

alta e as instituições financeiras estão investindo

em recursos para garantir ainda mais sigilo

nas operações realizadas pelos clientes através

desse tipo de serviço. “Não existe nenhuma

possibilidade de os dados trafegarem em aberto

entre o cliente, o provedor e o banco. Todos

os registros trocados entre o cliente e o banco

trafegam pela rede criptografados (dados codificados).

No caso de falha de conexão os dados

se perdem na rede, de forma criptografada, entre

muitos milhões de outras mensagens que circulam

a cada fração de segundo na Internet,

tornando extremamente improvável distinguilos

e descriptografá-los”, garante o coordenador

de TI da Cocred, Alex Lima.

Cooperado José Ademir Piccoli

utilizando o caixa eletrônico

Alex também alerta que é importante observar

algumas regras básicas a fim de aumentar o

nível de segurança do sistema como um todo:

- Sua senha é pessoal. Não compartilhe nem

permita que outras pessoas tenham conhecimento

dela;

- Nunca digite sua senha em ligações telefônicas,

e-mails ou com pessoas estranhas observando;

- Procure escolher senhas que nada tenham

a ver com você. Nada mais óbvio do que uma

senha 04011979 sendo essa a data de seu nascimento

ou variação de posições da mesma;

- Altere regularmente suas senhas;

- Sempre utilize anti-vírus atualizados e verifique

se eles estão ativos antes do acesso a

qualquer internet banking.

Serviços e operações disponíveis no

Internet Banking Cocred/Auto Atendimento:

Consulta:

- saldo conta corrente

- saldo de aplicação

- conta investimento

Extrato:

- conta corrente

- de aplicação

Pagamento:

- títulos (boletos bancários)

- convênios (telefone, energia)

- agendamento de pagamentos

Saque:

- conta corrente

- de poupança

Investimento:

- aplicação

- resgate de aplicação

- poupança

Transferências:

- DOC

- TED

- intercredis (entre cooperativas

do sicoob)

Outras opções:

- consulta devolução de DOC

- consulta devolução de cheque

- cadastro cheque inutilizado

- informe de rendimentos

CocredInfo - Agosto de 2008


COCRED EM AÇÃO BATATAIS

Batatais comemora 2° edição do Cocred em Ação

2.500 pessoas compareceram no Clube de Campo ABR Operária para ajudar as 9 entidades

assistenciais da cidade

Osucesso do projeto “Cocred em

Ação” que em 2007 arrecadou mais

de R$ 215 mil para entidades

assistenciais de 5 cidades da região, está se

repetindo em 2008. Pitangueiras foi a primeira

cidade a receber o Cocred em Ação

neste ano e arrecadou R$ 70 mil para sete

entidades assistenciais da cidade.

Em junho foi a vez de Batatais receber o

evento que foi realizado no dia 15 de junho

no Clube de Campo ABR Operária. 2.500 pessoas

participaram do evento que arrecadou

R$ 47 mil.

Com o apoio de empresas de Batatais –

que doaram prêmios para serem sorteados

– o Cocred em Ação beneficiou direta e indiretamente

1.200 pessoas que são atendidas

pelas instituições participantes: ABADEF,

ADEPAB, Amor e União, Cantinho do Futuro,

Comunidade Missionária Divina Misericórdia,

Comarev, Os Samaritanos, Creche Menino

Jesus e Fundação José Lazzarini.

Todas as entidades venderam juntas, antecipadamente,

ingressos que davam direito

ao sorteio de um notebook e uma Moto Honda

0Km doados pela Cocred.

Para o superintendente da Cocred, Márcio

Fernando Meloni, o “sucesso do Cocred em

Ação é muito satisfatório para a diretoria da

Cocred que está preocupada com o bem estar

das comunidades em que está inserida e

investiu nessa idéia”, garante Márcio.

Os gerentes da Cocred,

César Henrique de Sousa e

Fabiano Gatarossa entregaram

os prêmios aos ganhadores

Mais de 2.500 pessoas compareceram

para prestigiar a segunda edição do

Cocred em Ação em Batatais

CocredInfo - Agosto de 2008


TREINAMENTO

Cocred investe em treinamento para prevenção e

combate à lavagem de dinheiro

Cooperativa de crédito treina colaboradores para evitar

que seus produtos e serviços sejam alvo de crimes

Ao transitar por uma instituição finan

ceira, o dinheiro de origem crimino

sa pode se transformar rapidamente

em recurso aparentemente legal. O papel das

instituições financeiras é fundamental no processo

de prevenção e combate ao crime de lavagem

de dinheiro e/ou Ocultação de Bens, Direitos

e Valores.

A velocidade em que se pode movimentar

recursos entre bancos e cooperativas de crédito,

até transferindo-os para o exterior, facilita a

dissimulação de sua origem, dificultando a investigação

do crime e fazendo com que os bancos

instituições financeiras sejam alvo preferencial

para a prática de lavagem de dinheiro.

Foi com o objetivo de informar seus colaboradores,

que a Cocred realizou nos dias 12 e

13 de junho, palestra sobre Prevenção contra

crime de lavagem de dinheiro e/ou Ocultação

de Bens, Direitos e Valores – Lei nº 9613 de

03/03/1998 - que foi proferida pelo sócio fundador

da G5 e instrutor de treinamento da

Febraban, Jair Camillo.

Segundo o gerente de RH da Cocred,

Fernando Calil, “é obrigatório que todas as instituições

financeiras – pelo Banco Central do

Brasil – dêem conhecimento aos seus funcionários

para que atuem contra essa prática, evitando

assim, que os clientes usem dinheiro de

origem ilegal”, explicou Calil.

Mais de 80 colaboradores – matriz e filiais -

participaram da palestra/treinamento que ocorreu

no Auditório da Canaoeste em Sertãozinho.

Para a assistente de cadastro, Elizabete Reducino

Tolentino, a palestra foi muito importante para

alertar os funcionários sobre a importância de

manter a documentação dos clientes em ordem.

“Ele falou sobre a responsabilidade do cadastro

dos clientes estar regularizado e sobre a importância

de consultas de declarações de imposto

de renda, SERASA, CPF entre outras documentações

para garantir a integridade da cooperativa.

É fundamental conhecer o cliente”, declarou

Elizabete.

Colaboradores da Cocred durante o

treinamento

CocredInfo - Agosto de 2008


CocredInfo - Agosto de 2008

More magazines by this user
Similar magazines