Views
1 year ago

Aviacao e Mercado - Revista - 2

Aeronave de asas fixas

Aeronave de asas fixas (pistão / turbo hélices / jatos / mono / bi ou trimotores). Aeronave de asas rotativas (helicópteros com motores a pistão e turbo eixo). Planadores (sem propulsão) , Balão de ar quente e Asas delta. A apólice de seguros contém as condições gerais e as condições especiais do seguro. As condições gerais apresentam os aspectos básicos, comuns para todas as coberturas, também apresenta os riscos excluídos em qualquer caso. Ela estabelece as obrigações e os direitos das partes, a vigência, pagamento de prêmio, foro, prescrição etc. As condições especiais registram as garantias facultativas ou adicionais e obrigatórias, detalhando as condições em que cada uma delas pode ser acionada. Modelo de apólice Modelo de boleto Boleto sempre deve estar em nome da seguradora e não da corretora, jamais deve ser pago um boleto em nome da corretora RETA - O seguro obrigatório para todas as aeronaves. Toda aeronave deve possuir cobertura do Seguro de Responsabilidade do Explorador e transportador Aeronáutico (RETA). As transportadoras aéreas de linhas ou táxis aéreos estão obrigadas a contratar as coberturas 1, 2, 3 / 4 e 5. Já os aviões não comerciais são obrigados a adquirir as coberturas 1,2, 3 e 4 sendo ainda facultativo a contratação da classe 1 = passageiros e quando isso ocorre o proprietário da aeronave é quem assume o risco. Temos também os aditivos A (CASCOS) e B (na forma de LUC) estendendo os limites da cobertura RETA a 2° risco, de acordo com a operação. O aditivo A é a garantia do casco da aeronave que cobre os danos materiais e das despesas com socorro e salvamento da aeronave sinistrada em razão de acidentes e atos danosos praticados por terceiros. O Aditivo B é que dá garantia ao seguro RETA. É obrigatório possuir a cobertura conforme previsto na Lei n° 7.565, de 1986, (Código Brasileiro de Aeronáutica - CBA). Foto: Marcio Ribeiro/Brazil Photo Press/Estadão Conteúdo A garantia RETA é subdivide em 5 classes sendo estas: Classe 1 – danos a passageiros (e suas bagagens – contratado adicionalmente); Classe 2 – Danos a tripulantes (e suas bagagens – contratado adicionalmente); Classe 3 – Danos a pessoas e bens no solo; Classe 4 – Danos por colisão ou abalroamento; Classe 5 – Cargas e Bagagens despachadas (Obrigatório no TPX) A cobertura RETA 2º risco é de responsabilidade civil facultativa para os proprietários de aeronaves e tem como finalidade complementar a garantia RETA. Ela é acionada quando o valor a ser indenizado é maior do que a importância segurada via cobertura obrigatória. A garantia RETA a 2° risco LUC pagará o valor restante. A cobertura RETA a 2° risco é a cobertura de RC? mais importante a ser contratada. O transportador responde pelos danos causados às pessoas transportadas e pelas suas bagagens, salvo motivo de força maior, sendo nula qualquer cláusula excludente da responsabilidade. A cobertura RETA garante o reembolso de toda e qualquer indenização por danos corporais e/ou materiais causados pela aeronave sinistrada que o segurado venha a ser judicialmente obrigado a pagar ou por acordo expressamente autorizado pela seguradora, respeitados os limites de indenização estipulados no contrato de seguro. Valores bases para o cálculo do seguro RETA em forma de LUC Cálculo do prêmio do seguro RETA Em contato com o site www.segurosaeronauticos.com.br, que acaba de colocar no mercado uma ferramenta para cálculo online do seguro RETA, apresentamos a seguinte tabela de cálculo. Na próxima edição conheça a lista das principais seguradoras atuantes no segmento de seguros aeronáuticos no Brasil. Não perca! Seguro cobertura R.E.T.A. 2º RISCO - RC Custa muito menos do que você imagina estar coberto pelo seguro complementar R.E.T.A. 2º RISCO - RC Para cobertura de U$ 10 Milhões de Dólares, investimento de 0,036%, ou U$ 3.600,00. Valor de indenizações Seguro RETA Custo do Seguro PREMIO COBERTURA Classe 1 – Passageiros Morte, invalidez permanente (parcial ou total), incapacidade temporária, assistência médica suplementar Classe 2 – Tripulantes Morte, invalidez permanente (parcial ou total), incapacidade temporária, assistência médica suplementar Classe 1 e 2 - BAGAGENS dos Passageiros e Tripulantes e para riscos de perda, dano ou avaria a bagagens. Classe 3 – Pessoas e Bens no Solo e riscos de morte, invalidez permanente (parcial ou total), incapacidade temporária, assistência médica, despesas suplementares e danos materiais: o limite varia em função do peso da aeronave. - Aeronaves com PMD (Peso Máximo de Decolagem) de até 1.000 kg para terceiros envolvidos Classe 4 – Danos por Colisão ou Abalroamento e riscos de morte, invalidez permanente (parcial ou total), incapacidade temporária, assistência médica, despesas suplementares de passageiros e tripulantes da aeronave abalroada, o limite varia em função do peso da aeronave. - Aeronaves com PMD de até 1.000 kg – para todos os terceiros envolvidos, (ANAC), e mais R$ 1,95 por quilograma de peso máximo de decolagem que a aeronave possua em excesso aos 1.000 kg. Tais valores são corrigidos mensalmente pelo IPCA, de acordo com o estabelecido pela Resolução n° 37, de 2008, ANAC. até 1% até 1,1% até 1,1% R$124,27 R$124,27 R$ 67.189,81 POR PESSOA/POR ASSENTO R$ 67.189,81 POR PESSOA/POR ASSENTO R$ 2.879,53 POR PESSOA/POR ASSENTO LMI ÚNICO PARA AS CLASSES 3 E 4 R$ 222.315,35 + R$1,95 por kg acima de 1000 POR AERONAVE classe 5 - cargas e bagagens despachadas R$90,00 2.879,53 POR AERONAVE Fonte de Cotação AXA Na próxima edição da Aviação & Mercado trataremos em detalhes desse seguro e do seguro casco, demonstraremos em detalhes para que serve cada um deles e o quanto é importante contrata-lo. 28 Aviação & Mercado Aviação & Mercado 17

Turiagem - Edição 1
Aviação e Mercado - Revista - 8
Aviação e Mercado - Revista - 7
Aviação e Mercado - Revista - 6