Aviacao e Mercado - Revista - 5

A350.

A Aviação & Mercado por ser uma revista em plataforma 100% digital, com conteúdo

exclusivo e de qualidade, além do acesso gratuito, está conquistando leitores e seguidores

além das fronteiras do Brasil. Vem do continente africano, especificamente de

Angola, o reconhecimento e atenção muito especial para com nossa publicação. Nossa

surpresa foi saber que nesse país não circula nenhuma revista de aviação, seja digital ou

impressa, no idioma português. A Aviação & Mercado passa a ser a primeira revista que

inicia um trabalho de produção de conteúdo sobre aviação aos apaixonados angolanos.

O que nos mostra que a paixão pela aviação é suprema em qualquer parte do mundo,

ela é uma paixão que une e soma, diferentemente do futebol ou de outros esportes que

criam rivalidades.

Como está no espírito da Aviação & Mercado

distribuir conteúdo de qualidade e

gratuito a todos os leitores, que estejam

conectados pela internet, em qualquer

parte do planeta, a partir desta edição, a

primeira de 2017, traremos conteúdo

sobre o mercado de aviação angolano.

Contribuiremos para que as pessoas interessadas

possam ler e informarem-se de

modo interativo e prazero com nosso

conteúdo. Temos a certeza de que a

Aviação & Mercado unirá os já apaixonados

por aviação, inicialmente nos países irmãos

na língua portuguesa e, além, é claro, de

levarmos este rico universo aeronáutico a

pessoas que ainda não tiveram a oportunidade

de conhecer melhor esse incrível

“mundo” das máquinas voadoras. Vamos

levar a aviação para todos, vamos democratizar

o prazer de voar!

E para iniciarmos nosso “voo” em Angola

entrevistamos Antônio Mangueira

Fernandes, piloto de helicóptero em

operação offshore, em Luanda.

1) Quem é Antônio Mangueira

Fernandes?

Sou um cidadão Angolano, moro em

Luanda, tenho 33 anos, apaixonado pela

aviação, sou piloto de helicóptero em

operação offshore.

2) Para qual empresa você trabalha?

Son Air Angolana.

3) Há quantos anos você se formou e

trabalha como piloto?

Eu iniciei como piloto em 2012.

4) O que fez você escolher a profissão

de piloto?

A paixão! Meu pai foi piloto da Taag, e

não queria que nenhum filho fosse

piloto, mas como minha paixão era

muito grande, acabei afrontando a

vontade dele e aqui estou.

5) Como é a paixão por aviação em

Angola?

Existem muitos apaixonados por

aviação em Angola, mas como não

temos muita comunicação sobre o

assunto, ainda temos muitas barreiras

a romper, precisamos popularizar o

assunto, trazer mais conteúdos. Não

temos revistas distribuídas, são

poucas pessoas lutando para melhorar

a produção de informação.

6) Como está o momento do mercado

de trabalho para piloto em

Angola?

Com a baixa do preço do petróleo,

estamos com bastantes dificuldades.

Nesse momento, a empresa na qual

eu trabalho tem, em seu quadro de

pilotos, apenas profissionais angolanos.

Está mantendo um número

mínimo necessário de pilotos para

atender a demanda de trabalho.

7) Quais os principais modelos de

aeronaves na operação Offshore,

pela SonAir?

A frota é composta por 14 H225

Superpuma e 11 Sikorsky.

58 Aviação & Mercado Aviação & Mercado 59

More magazines by this user
Similar magazines