Aviacao e Mercado - Revista - 5

A350.

Os Lençóis Maranhenses são formados

por uma imensa cadeia de dunas

na região nordeste do estado brasileiro

do Maranhão. A área recebeu este

nome em alusão a um lençol jogado

sobre uma cama, quando visto de

cima por um monomotor ou um

bimotor, por exemplo. A área possui

uma beleza natural diferente de

qualquer outro local do planeta e o

seu ecossistema é complexo, tendo

ainda muito para ser estudado. A

área do Parque Nacional dos Lençóis

Maranhenses tem cerca de 155 mil

hectares, de acordo com o Icmbio

(Instituto Chico Mendes de Conservação

da Biodiversidade) responsável

pelas áreas de conservação do

território brasileiro. A microrregião

dos lençóis é compreendida pelos

municípios de Barreirinhas, Humberto

de Campos, Paulino Neves, Primeira

Cruz, Santo Amaro do Maranhão e

Tutóia. Os principais meios de acesso

ao parque estão em Barreirinhas e

Santo Amaro. Nesta região o turista

pode surpreender-se a cada dia

durante a sua passagem pelo maior

campo de dunas do Brasil, podendo

apreciar m belo pôr do sol, curtir a

algum evento radical, que estiver

acontecendo pelo parque nacional e

até mesmo desfrutar de uma bela

imagem panorâmica das dunas

através de um sobrevoo

pela região.

A história do Parque Nacional dos

Lençóis Maranhenses não está com-

Lençóis

pletamente desvendada. Ainda há muitos

pontos, sobre o parque que devem ser estudados.

Anualmente diversas expedições de

geógrafos do Brasil partem rumo ao interior do

parque buscando novas descobertas geológicas

no local. Como parque, o local funciona desde

1981. As dunas do Parque Nacional dos Lençóis

Maranhenses podem se deslocar por alguns

centímetros por dia, devido à ventania na

região, assim como ocorre em áreas de dunas

de diversos outros lugares do mundo, como na

região do conhecidíssimo deserto do Saara, no

norte do continente africano. Já em áreas onde

há um contraste entre dunas e vegetação, não

há nenhum deslocamento das áreas elevadas

dos campos de areia do parque. A área total do

parque corresponde a área da cidade de São

Paulo. O mais incrível do parque é que as cadeias

de dunas são intercaladas por lagoas que

atingem diversos níveis de avanço das águas ao

longo do ano, o que torna a paisagem ainda

mais bela, ou seja, se o turista resolver peregrinar

pelos campos de dunas e avistar

áreas alagadas e paradisíacas ao longo

das cadeias de areia poderá ficar tranquilo,

pois não se tratará de uma miragem,

como as falsas ilusões dos personagens

de cinema que desbravam os

desertos africanos e da região do

oriente médio. O litoral do estado do

Maranhão é um dos mais belos do Brasil

e conta ainda com, além das sinuosas

cadeias de dunas dos Lençóis, belas

ilhas, penínsulas e manguezais. Outra

curiosidade sobre o parque é que ele

está as três principais regiões de dunas

do Brasil, sendo as outras duas o Parque

Nacional de Jericoacoara, no estado do

Ceará, e também a região do Delta do

Parnaíba, no estado do Piauí. De todos

os fatos sobre os Lençóis Maranhenses,

o mais incrível é sobre a formação das

lagoas, que acontece durante o período

de janeiro a julho de cada ano, o que

traz diversos cardumes do mar para as

áreas alagadas do parque. Essa época do

ano é tida pelos moradores da região

como um inverno, diferente de quase

todo o resto do território nacional,

devido a sua proximidade com a linha

do Equador.

Dentro do espaço do parque encontram-se

duas grandes áreas de vegetação

que são parte da zona primitiva. Algumas

áreas podem comportar lagoas cheias

por todo o ano, dependendo da intensidade

das chuvas a cada ano. A hidrografia

do parque é composta por áreas

aquíferas perenes e lagoas temporárias.

O bioma costeiro marinho do parque

possui vegetação de cerrado. O clima da

região é subúmido seco e a média de

temperatura ao longo do ano é de 26ºC.

O fenômeno de formação do parque

levou milhares de anos e ainda permanece

em permanente estado de mudanças,

que ocorrem lentamente e que

são notadas somente por meio dos comparativos

de muitos e muitos anos.

As principais atrações da região estão

espalhadas pelos municípios que compreendem

o parque. Em Barreirinhas um

dos melhores lugares para se visitar é o

Circuito da Lagoa Azul, a área mais visitada

de toda a unidade de conservação do

parque. Nessa área o turista pode visitar a

Lagoa do Peixe, a única com água perene

ao longo do ano independente do período

de chuvas ou de seca. O Circuito da

Lagoa Bonita é outra área muito visitada

em Barreirinhas, após a caminhada até o

alto de uma imensa duna, os turistas

podem contemplar a vista de boa parte

das dunas do parque e de áreas de vegetação.

Outros belos pontos do parque na

área do município de Barreirinhas são a

lagoa da Esperança, o povoado de Atins,

o Canto dos Lençóis e a Foz do Rio Negro.

78 Aviação & Mercado Aviação & Mercado 79

More magazines by this user
Similar magazines